Você está na página 1de 12

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO


SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO
DIRETORIA DE ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL
COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
EETEPA/SANTARÉM

CURSO TÉCNICO EM LOGÍSTICA

AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE ENSINAR ATRAVÉS DAS


TECNOLOGIAS E MIDIAS DIGITAIS

SANTARÉM/PA
FEVEREIRO/ 2020
CARLOS GABRIEL DA SILVA ESCHER

NAYANNA VICTÓRIA CARDOSO MARTINS

REBECA DE OLIVEIRA NASCIMENTO

AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE ENSINAR ATRAVÉS DAS


TECNOLOGIAS E MÍDIAS DIGITAIS.

Projeto Científico apresentado à Escola de Ensino


Técnico do Estado do Pará – EETEPA - Santarém,
como requisito para obtenção de nota para
conclusão do curso Técnico em Logística.

Professor: Alciane de Araújo Barbosa.

SANTARÉM/PA
FEVEREIRO/ 2020
SUMÁRIO

LISTA DE TABELAS....................................................................................... 1

1 INTRODUÇÃO............................................................................................. 2

2 JUSTIFICATIVA........................................................................................... 3

3 OBJETIVOS................................................................................................. 4

3.1 Geral.................................................................................................. 4

3.2 Especifico.......................................................................................... 4

4 REFERENCIAL TÉORICO.......................................................................... 5

5 METODOLOGIA.......................................................................................... 6

5.1 Coleta de dados................................................................................. 6

5.2 Tratamento de dados......................................................................... 6

5.3 Limitação do método.......................................................................... 6

6 CRONOGRAMA........................................................................................... 7

REFERÊNCIAS............................................................................................... 8
LISTA DE TABELAS

TABELA 1 – Cronograma.............................................................................. 7

1
1 INTRODUÇÃO

Em 2020, o mundo foi assolado por uma pandemia que exigiu o isolamento social
das pessoas de todo o planeta para evitar o rápido contágio e a superlotação dos
hospitais. No campo educacional, as aulas presenciais foram suspensas ealgumas
instituições passaram a usar recursos tecnológicos para ofertar o ensino remoto. A
pandemia evidenciou questões como o despreparo dos sistemas deeducação e dos
professores, desigualdades de acesso a internet e computador dos alunos, dentre
outras. Considerando que as tecnologias já fazem parte do cotidiano de algumas
escolas , nesse momento há um estranhamento dos professores no seuuso
improvisado com seus alunos. Este trabalho cuja metodologia utilizada é
bibliográfica tem como objetivo refletir o que esta situação de pandemia nos
ensinousobre a educação remota no Brasil e as perspectivas que podemos
vislumbrar neste campo no cenário pós-pandemia.

2
2 JUSTIFICATIVA

O tema Educação em Tempos de Pandemia foi idealizado por sentir a necessidade


de proporcionar o conceito amplo das medidas outorgada pelos governos para o
amparo dos estudantes que, nesse período de pandemia, ficaram sem aulas,
enfoque na educação que é primordial para a cidadania além dos conhecimentos
técnicos. Por meio dela, é possível formar cidadãos conscientes, críticos e
capacitados para viver em sociedade. Com a chegada do coronavírus no Brasil, um
país com a educação em grande parte precária, deteriorou-se tornando então o
acesso da educação um problema a ser solucionado.

3
3 OBJETIVOS

3.1 GERAL

Promover o conhecimento a respeito dos fatores que a educação no período da


pandemia trouxe como desafio, visando apresentar desde as formas mais práticas
até as mais complexas, cedidas pelo governo, que serviram para auxiliar no
aprendizado dos estudantes, com a finalidade de não interromper seu aprendizado.

3.2 ESPECÍFICOS

• Investigar os meios, virtuais e/ou físicos, utilizados pelas escolas da rede pública
municipal para que as atividades escolares chegassem até os alunos;

• Identificar o índice de alunos que não conseguiram ter acesso a nenhuma forma de
atividade durante a pandemia e de que forma as escolas planejam recuperar o
aprendizado desses alunos e, por fim, conhecer a visão dos gestores escolares
sobre o ensino remoto.

4
4 REFERENCIAL TEÓRICO

Sabemos que a educação no Brasil enfrenta inúmeros obstáculos, portanto, não era
de se estranhar que ao fecharmos todas as escolas houvesse um grande impacto.

De acordo com relatório do banco mundial, mais de 1,5


bilhões de alunos ficaram sem estudos presenciais em 160
países. Diante deste cenário, as escolas tiveram que se
adaptar a uma nova realidade repentina social neste
momento.(UTZIG nicole MATTJIE, 2020)

Com a pandemia do coronavírus, muitos gestores escolares tiveram que buscar


saídas emergenciais para continuar as atividades escolares. O meio encontrado
para a continuação das atividades escolares foi EAD (Ensino A Distancia),
substituindo as aulas presencias por aulas remotas.

Afinal, de um hora para outra, as aulas presenciais foram


substituídas para a modalidade de ensino à distância (EAD).
Obrigado professores e alunos a ter um aprendizado rápido
de novas tecnologias de comunicação e informação (TICs).
(EVOLUA, 2020).

Por um lado o é AD acaba sendo uma opção desigual, pois uma grande quantidade
de crianças e adolescentes de diferentes partes do país não tem ou não possuem os
recursos necessários para o acompanhamento de aulas online.

Segundo dados da unicef, cerca de 4,8 milhões de crianças


e adolescentes, de 9 a 17 anos, não tem acesso à internet
em casa. Isso corresponde a cerca de 17% de todos os
brasileiros nesta faixa etária. (EVOLUA, 2020).

Com o avançou na vacinação da população, esperamos que as aulas presenciais


retorne o mais rápido possível, assim fazendo com quer educação no país se
normalize.

5
5 METODOOGIA

5.1 TIPO DE PESQUISA

Considerando-se o critério de classificação de pesquisa proposto,quanto aos fins e


quanto aos meios, quanto aos fins - tratará de uma pesquisa exploratória, pois
buscará conhecer esse novo fenômeno que o sistema educacional vem vivenciando.
Quanto aos meios - tratará de pesquisa bibliográfica, pois se recorrerá ao uso de
material acessível ao público em geral, como livros,artigos e balanços sociais já
publicados em sites da internet.

5.2 COLETA DE DADOS

A coleta de dados ocorrerá através de pesquisas, que poderão ser obtidas por meio
de fontes distintas, tais como a publicação periódica (livros) e documentos
eletrônicos (sites da internet).

5.3 TRATAMENTO DOS DADOS

O tratamento de dados é qualitativo, pois está relacionado em compreender e


interpretar sobre os desafios enfrentados no processo de ensino e aprendizagem
remoto.

5.4 LIMITAÇÕES DO MÉTODO

A metodologia escolhida apresenta as seguintes limitações para o aprofundamento


das pesquisas:

 Devido a pandemia do coronavírus ser nova, existem medidas restritivas


contra o vírus que dificultam a busca para a obtenção de informações sobre o
assunto.
 Outro fator limitante são as diversas escolas que estão distribuídas pelo país
e que adotam medidas diferentes umas das outras.
 Um terceiro fator limitante, é a realização das aulas virtuais que ocupam
bastante tempo dos acadêmicos, sendo assim, tirando o foco do trabalho.
6
6 CRONOGRAMA

Tabela1: Cronograma

Atividades Jan. Fev Mar Abr Mai. Jun Jul. Ago. Set Out. Nov Dez.
. . . . . .
Elaboração
do tema
Pesquisa
bibliografic
a
Coleta de
dados
Elaboração
do resumo
Entrega do
resumo
Entrega do
projeto

7
REFERÊNCIAS
CARDIAL, Edimilson, Revista Educação, a pandemia reforça a importância da escola, 23 de
agosto de 2020.

FERREIRA, Anna Rachel, mudanças de rotina, como se manter perto da família, Novas
Escolas, 28 de abril de 2020.

GRANDISOLI, Edson, Pedro Roberto Jacobi, Silvio Marchini, Jornal da USP, Educação e
pandemia: desafios e perspectivas, 12 de setembro de 2020.

MACHADO, Patricia Lopes Pimenta, Educação em tempos de pandemia: O ensinar através


de tecnologias e mídias digitais. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento.
Ano 05, Ed. 06, Vol. 08, pp. 58-68. Junho de 2020.

NOVAIS, Adelinas, Adriana Pagaime, Amélia Artes, Cláudia Pimenta, Marina Nunes e Thaís
Gava, Fundação Carlos Chagas, Educação escolar em tempos de pandemia na visão dos
educadores da Educação básica, 30 de abril à 10 de maio de 2020.

PIMENTA, Paula, Fundação Universidade Federal de Mato  Grosso do Sul, Discussões sobre
a educação em tempos de pandemia mostram inquietudes e desafios para o futuro-presente, 8
de setembro de 2020.

UTZIL, Nicole Mattjier, Educação em tempos de pamdemia: os desafio de alunos e


professores,  ENSINO DIGITALL, 16 de setembro de 2020.