Você está na página 1de 2

Nota - Pré-candidata à OAB-DF, Thais Riedel, ingressa com representação

no Conselho de Ética contra presidente da OAB-DF por violação de


escritório

A advogada sócia da Advocacia Riedel e pré-candidata à presidência da OAB-DF,


Thais Riedel, informa que ingressou, nesta sexta-feira (23), com representação

contra o presidente da seccional do Distrito Federal da OAB, Délio Lins e Silva


Júnior, no Conselho de Ética do Conselho Federal da OAB, por violação ao seu

escritório profissional.

Ao tomar conhecimento, pela imprensa, de que as visitas do presidente do


Sindecof-DF, Douglas Cunha, à Advocacia Riedel foram tornadas públicas, o que
configura violação do seu escritório, Thais Riedel buscou a polícia para que os

responsáveis fossem identificados.

A inviolabilidade do escritório de advocacia é uma das mais importantes

prerrogativas profissionais porque é a garantia do cidadão de que ele pode


confiar ao seu advogado todas as informações necessárias para sua defesa e que

elas serão mantidas em segredo.

Foi com surpresa e estarrecimento que Thais Riedel soube, durante a apuração

dos fatos pela polícia, que o relatório de acesso de Douglas Cunha ao prédio em
que funciona a Advocacia Riedel foi solicitado pelo escritório do presidente da

OAB-DF.

Todo advogado deve atuar de maneira proba e ética, especialmente o presidente


da OAB-DF, que precisa ser exemplo e referência. É inaceitável que o atual
presidente da OAB-DF tenha apequenado de maneira tão vil a nossa profissão e

o processo democrático, visto que a utilização das informações, frutos da


violação, tiveram nítido fim de atingir uma concorrente nas eleições que se

avizinham.

Thais Riedel e a Advocacia Riedel esperam que o Conselho de Ética do Conselho

Federal Ordem dos Advogados do Brasil apure com rigor o ocorrido.

Thais Riedel

Advogada e Pré-candidata à presidência da OAB-DF