Você está na página 1de 27

1

Paint Net

António F. Silva ©
António F. Silva ©
Paint Net 2
sobre o prograna...
O Paint.Net é um programa concebido pela
Washington State University e apoiado Microsoft. Este projecto
académico desenvolvido por alunos desta universidade, cedo chamou
a atenção da Microsoft que o passou a apoiar.
Será talvez um continuação do MSPaint que acompanha o Windows,
mas agora com muito mais ferramentas. Pode ser que este programa o
venha a substituir a médio prazo nos pacotes da Microsoft.
Este pequeno programa executa as tarefas mais utilizadas pelos
amadores do tratamento, edição e manipulação de imagem, tem uma
interface muito intuitiva, parecida com o PhotoShop. O Paint.Net
disponibiliza muitas ferramentas análogas aos programas comerciais,
permite editar e aplicar efeitos a uma imagem rapidamente, integra
scanners e vários efeitos visuais, suporta layers (edição por camadas)
e plug-ins.
No site do Paint.Net é disponibilizado um fórum onde se podem
encontrar os mais diversos tutoriais criados pela comunidade de
utilizadores. Um dos factores negativos é não ter ainda uma versão em
língua portuguesa, mas penso que isso será uma questão de tempo até
se concretizar… Outro factor tem a ver com a exportação de imagens
nos formatos mais vulgares para a Web – PGN, GIF e JPEG – este
programa ainda não tem esta opção, que é muito importante para os
designers, pois permite optimizar as imagens rapidamente dando a
hipótese de visualizar o resultado final e o tamanho ocupado em bytes,
que os programas profissionais proporcionam – PhotoShop e
PaintShopPro.
Parece-me que a utilização deste programa poderá sem custos
substituir a utilização em aula de programas como PhotoShop ou
PaintShopPro, pois a sua interface e ferramentas são muito parecidas
com as destes dois programas, permitindo ao aluno uma aprendizagem
de acordo com o programa TIC e também para ir um pouco mais
além…
O download deste programa, agora na sua versão 3.0 pode ser
realizado no site http://www.eecs.wsu.edu/paint.net/ e necessita da
Instalação do Microsoft .Net Framework 1.1. Este programa permite o
seu desenvolvimento, pois é em código aberto.

António F. Silva ©
Paint net 3
Sítio do paint net

António F. Silva ©
Paint net 4
Ecrã do paint net

António F. Silva ©
Paint net 5
Interface em português (brasil)

1. Abra o menu “Ajuda” e escolha “Idioma”.

2. 2. Depois seleccione “Português (Brasil)”.

3. 3. Feche o programa e volte a abri-lo…

António F. Silva ©
Paint Net 6
BARRAS DE MENUS, ÍCONES, JANELA DE FERRAMENTAS

1. Barra de menus, de ícones, de texto e de 1


configuração detalhada das
ferramentas da janela de ferramentas -
As funções básicas de efeitos visuais,
configuração e modificação de textos.

2. Janela de ferramentas - A janela de


ferramentas apresenta os vários recursos
2
a utilizar para iniciar um grafismo ou
adicionar a uma imagem. Algumas destas
funções permitem uma configuração mais
detalhada, através da barra que é 3
localizada por baixo da barra de ícones.

3. Janela de Cores - Basta escolher a cor de


frente (Foreground) ou fundo
(Background) das cores.

4. Histórico: A janela de histórico apresenta uma


listagem de todas as acções que podem
ser desfeitas (ou refeitas).

5. Camadas (Layers): O Paint.NET também


aceita camadas, que podem ser
4 5
controladas através desta janela.

António F. Silva ©
Paint net 7
Brilho / contraste

Utilizamos esta opção quando se pretende alterar o brilho, contraste de forma a obter
1
mais luz numa fotografia escura, ou então para alterar visualmente a fotografia

1. Abra o menu “Ajustes” e escolha “Brilho / Contraste”

2. Abre-se uma janela que o informa das várias hipóteses disponíveis. Clique
sobre “OK”

3. Eis o resultado final.... Para 80 de luminosidade e 40 de contraste.

Arraste o cursor de deslocamento para definir o brilho (a quantidade de branco


adicionado à cor). Quanto maior for a percentagem, mais leve, ou mais branca,
ficará a cor. Quanto menor for a percentagem, mais escura será a cor.

Arraste o cursor de deslocamento para definir o contraste (diferença entre cores e tons
de cinzento) da cor. Quanto maior for a percentagem, mais intensa ficará a cor.
Quanto menor for a percentagem, mais cinzenta ficará a cor.
2

António F. Silva ©
Paint net 8
Reduzir o tamanho de uma imagem

1. Abra o menu “Imagem” e escolha “Redimensionar” . 1


2. Na janela aberta escolha a sua melhor opção: ou a percentagem ou pelo tamanho…

nós escolhemos a percentagem de 25% - ¼ da imagem…

3. Eis o resultado… se enviar esta imagem por e-mail, quem recebe não notará grande

diferença, pois só a utilizará na forma de visualização.

Se quiser imprimir então terá de ter todos os “pontos” da fotografia…

3 2

António F. Silva ©
Paint net 9
Reduzir o tamanho de uma imagem – gravar a imagem

1. Abra o menu “Arquivo” e escolha “Salvar como…”. 1


2. Dê o nome ao ficheiro (nunca o mesmo do ficheiro original…).

3. Abre-se uma nova janela, onde pode escolher a taxa de compressão da

imagem… A partir daqui terá de utilizar a sua experiência (nem todos os

programas são iguais ao comprimirem as imagens). Experimente… atenção ao

tamanho da imagem em KB.

3
2

António F. Silva ©
Paint net 10
ajustes

1. Abra o menu “Ajustes” e escolha “Auto.nivelar” 1


2. A imagem melhora significativamente… no

entanto, poderá sempre que quiser alterar estes

parâmetros manualmente.

3. Escolha agora “Matiz / saturação”, se alterar os

níveis de “Matiz”, “Saturação” ou “Claridade”,

obterá diferentes níveis de cores para a sua

imagem. 2
3

António F. Silva ©
Paint net 11
ajustes

1. Abra o menu “Ajustes” e escolha “Níveis” 1


2. Na janela que abre, ajuste segundo as suas

opções…

3. Na minha imagem, resolvi imitar o pôr-do-sol…

cheguei perto!

3
2

António F. Silva ©
Paint net 12
efeitos

1
Utilizamos estas opções quando se pretende alterar
visualmente a imagem, dando-lhe um toque
artístico
1. Abra o menu “Efeitos”
Quando se escolhe um qualquer dos efeitos de
imagem disponíveis o programa apresenta
sempre uma janela de opções, onde
escolhemos o que melhor se adequa ao efeito
pretendido.
2. Utilizemos o “Desfocar”… 2

António F. Silva ©
Paint net 13
efeitos

António F. Silva ©
Paint net 14
efeitos

1. Utilizemos o “Contorno…”…

António F. Silva ©
Paint net 15
efeitos

1. Utilizemos o “Criar relevo em imagem plana…”

António F. Silva ©
Paint net 16
efeitos

1. Utilizemos o “Detalhar relevo…”

António F. Silva ©
Paint net 17
efeitos

1. Utilizemos o “Pintura a óleo…”

António F. Silva ©
Paint net 18
efeitos

1. Utilizemos o “Vidro embaçado……”

António F. Silva ©
Paint net 19
camadas
A Janela camadas está no canto inferior direito do programa, e facilita
bastante a vida do utilizador.
Nota: A camada seleccionada é sempre a que está de cor azul. Para
seleccionar uma camada clique com o rato ou utilize as setas para
cima ou para baixo.
1. Adiciona uma nova camada (em branco) na imagem;
2. Exclui a camada seleccionada;
3. Duplica a camada seleccionada;
4. Mescla (junta) a camada seleccionada com a de baixo;
5. Seleccionador de camadas;
6. Propriedades da camada seleccionada (clicando no ícone aparece
a janela seguinte);
7. Nome da camada;
8. Modo de combinação da camada (cada opção é um efeito
diferente, o mais usado é o normal);
9. Opacidade da camada (quanto menor, mais transparente a
camada fica);
10. Camada visível ou não visível - Quando selecciona o quadradinho
de uma camada (, significa que a mesma está visível. Quando não
está seleccionada, significa que a mesma não está visível).

Adaptado de: http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/08/aprendendo-a-trabalhar-com-a-


janela-camadas-do-paintnet/

António F. Silva ©
Paint net 20
camadas
1.

2.
Abra sua imagem;
Duplique a camada. Desmarque a caixa da camada de
1
cima e deixe a de baixo seleccionada;
3. Vá ao menu Efeitos>> Artístico>> Esboço com lápis e
ajuste a seu gosto;

3
2

António F. Silva ©
21
4. Na janela camada, marque a caixa da camada de cima e 4
seleccione-a;
5. Vá às propriedades da camada (ou aperte F4) e diminua a
opacidade para aproximadamente 80 (ou ao seu critério);
6. Mescle e camada (Ctrl+M). Se quiser, pode utilizar:
Efeitos>> Artístico>> Pintura a óleo e ajuste a seu gosto.
Agora é só guardar a sua imagem!);
Adaptado de: http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/09/transformando-foto-
em-desenho-colorido-no-paintnet/

5
6

António F. Silva ©
Paint net 22
camadas
1. Abra uma nova imagem em branco de qualquer tamanho;
2. Vá na ferramenta gradiente (localizada na barra esquerda)
e utilize as cores preto e branca. Para isso basta colocar
as cores preta e branco na janela “cores” do programa” e
puxar o gradiente de cima para baixo na imagem com o
botão direito da imagem;

1
2

António F. Silva ©
Paint net 23
camadas
3. Vá ao menu Camada>> adicionar nova camada e
aperte F4. Na janela que aparece, seleccione o
modo de sobreposição;
3
4. No menu Efeitos>> Processar>> Nuvens e ajuste
da seguinte maneira (não se esqueça de colocar
diferença como modo de combinação;

António F. Silva ©
Paint net 24
5. Repita o passo anterior (nuvens) umas 6 a 9 vezes, até obter 5
camadas

um resultado parecido com o do lado;


6. Vá ao menu ajustes>> curvas e seleccione RGB como modo
de transferência e coloque como a imagem;
7. Vá ao menu camada>> mesclar camada para baixo e pronto!
Agora é só guardar.
Nota: para que possa ajustar a curva azul, deverá deixar apenas a
opção azul marcada (vide imagem acima). Isso também se
aplica às outras duas cores: para mexer com a vermelha,
deixe apenas a opção vermelha habilitada…
Adaptado de http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/06/fazendo-uma-imagem-de-
fogo/

António F. Silva ©
Paint net 25
glossário

Bitmap JPEG
Tipo de representação de imagem no qual cada ponto da
Abreviatura de Joint Photographic Experts Group. Método de
imagem é associado a um valor. Tradicionalmente, esse valor
compressão de imagens fotográficas muito conhecido. Muitos
era um bit, que podia assumir o valor zero ou um, indicando
dos Web browsers consideram as imagens JPEG como um
se o ponto correspondente seria representado em preto ou
formato padrão de visualização de ficheiros.
branco. Actualmente, cada ponto da imagem pode ser
associado a até 24/32 bits, permitindo que uma grande Pixel (Picture Element)
quantidade de cores seja associada a cada ponto.
É o menor ponto de luz cuja cor e luminosidade podem ser
GIF controlados no monitor. As imagens são formadas com a
combinação de grande número de pixels. O termo é usado
Abreviatura de Graphics Interchange Format (Formato de
para se referir a resolução de uma placa de vídeo ou monitor
Intercâmbio de Gráficos). Formato padrão para ficheiros de
(ex: 800 x 600 pixels).
imagens da WWW. O formato de ficheiro GIF está
generalizado porque utiliza um método de compressão para RGB (Red, Green, Blue)
reduzir o tamanho dos ficheiros. Graças a essa compactação,
é um formato ideal para a utilização na rede. O tipo de Método de geração de cores, através da combinação dessas
compactação utilizada no formato GIF funciona melhor três cores, vermelho, verde e azul.
quando a imagem tem áreas contínuas da mesma cor e,
Scanner
principalmente, poucas cores. Por isso, o formato não é muito
recomendado para fotos (nesse caso, o formato JPEG é bem Periférico do PC que serve para digitalizar imagens. Os
mais eficiente). scanners, também chamados de digitalizadores, possuem
uma superfície vidrada sobre a qual se coloca a imagem a
digitalizar, como numa fotocopiadora.

António F. Silva ©
Paint net 26
glossário

A ligação ao PC faz-se através da porta paralela, SCSI ou O TWAIN (o acrónimo quer dizer Toolkit Without an
USB, dependendo do modelo de scanner. À ordem do Interesting Name)
software, a cabeça de leitura do scanner percorre a imagem
sobre o vidro, enviando para o PC a informação codificada da É uma especificação de software standard da indústria,
imagem. Esta informação é armazenada num ficheiro de desenvolvido para resolver o problema da incompatibilidade.
imagem, no formato previamente definido pelo utilizador. Uma Antes do advento do TWAIN, cada fabricante oferecia o seu
das utilizações mais potentes dos scanners é no próprio driver proprietário. Quando o mercado de scanners
reconhecimento de texto (OCR). Depois de digitalizada uma explodiu, o mesmo sucedeu com o número de drivers e
página de texto, o software OCR interpreta o ficheiro de aplicações incompatíveis. Hoje em dia, quase todos os
imagem correspondente de forma a reconstituir o texto nela drivers e aplicações de edição de imagem, como o
presente. Desta forma poupam-se horas preciosas de photoshop, têm conformidade TWAIN.
digitação do texto manualmente.
Vector
.tiff (Tagged Image File Format)
A informação gráfica é descrita em termos de equações
Um tipo de ficheiro para armazenar gráficos e figuras de alta matemáticas ou de objectos discretos, tais como círculos,
qualidade, desenvolvido pela Aldus e pela Microsoft. linha, rectângulos, etc. Usado normalmente em programas de
Especialmente prático para transferir ficheiros entre CAD e desenho. Os gráficos do Adobe Illustrator são
computadores PC e Macintosh. vectorizados.

Raster

Também conhecido como Bitmap. A informação gráfica é


descrita como um conjunto de pixels, normalmente
organizados da maneira como são vistos no monitor ou numa
impressão: da esquerda para a direita e de cima para baixo.
Cada pixel tem uma localização específica e uma cor
atribuída. Exemplos de programas que usam imagens
bitmap: Photoshop, Photo Paint, Microsft Paint, Paint Shop
Pro.

António F. Silva ©
Paint net 27
Ligações na net
http://tutoriaisweb.wordpress.com/manual-do-paintnet/
http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/15/criando-anel-com-o-paintnet/
http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/09/transformando-foto-em-desenho-colorido-no-paintnet/
http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/14/texto-sombreado-no-paintnet/
http://tutoriaisweb.wordpress.com/2008/07/09/efeito-exploso-de-planeta-no-paintnet/
http://www.baixaki.com.br/info/1205-como-usar-paint-net.htm
http://www.boadica.com.br/dica/682/aprendendo-a-clonar-com-o-paint-net

António F. Silva ©