Você está na página 1de 1

Muito tem se discutido recentemente, acerca da importância e da finalidade da água para o

consumo da população brasileira, posto que, a água é um bem natural de extrema


transcendência para a sobrevivência humana. É de conhecimento geral que, o Brasil possui
uma grande reserva de recurso hídrico. No entanto, esse bem tão precioso é distribuído de
maneira desigual. Decorrente disso, pode-se dizer que a segurança hídrica do país está
comprometida, afetando assim não somente os cidadãos como também a biodiversidade
brasileira.

Hodiernamente, é notório dizer que, o Brasil possui uma grande reserva de recurso hídrico
superficial, bem como de bacias reservatórias de água subterrânea, sendo considerado um
país onde concentra-se uma das maiores quantidades de água do mundo. Entretanto, apesar
da sua grande abundancia, a sua disponibilidade é má distribuída ao longo do território. Visto
que, existe mais reservas de água em locais não muito povoados bem como, em locais que não
há prática intensiva de atividades econômicas, industriais, comerciais e agrícolas. Dessa forma,
o sistema de abastecimento fica cada vez mais sobrecarregado, tornando- se vulneráveis a
uma seca. Assim sendo, é perceptível que a escassez de água é agravada em virtude da
desigualdade social e da falta de manejo. Consequente da distribuição desigual de água, é
nítido que nem todos cidadãos tem direito a água potável, sendo inúmeras das vezes submissa
a doenças.

Vale ressaltar que, são cada vez mais evidentes os impactos negativos que o homem provoca
na natureza pela falta de usos sustentáveis dos recursos naturais, uma vez que, esses recursos
estão se esgotando gradativamente e que, além da poluição dos rios, o consumo irresponsável
e sem fundamentação sustentável no desenvolvimento econômico é um fator relevante para
escassez de água. Fator que, compromete a segurança hídrica do país, tal consequência pode
suceder um caos na humanidade, diante das dificuldades de sobrevivência que podem resultar
pela redução da falta de recurso hídrico. Dessa maneira, é necessário que os cidadãos
brasileiros se sensibilizem quanto a essa problemática, visando de garantir as necessidades das
gerações futuras e contemporâneas.

Diante do exposto, é evidente que a água é um recurso natural abundante e essencial para
existência de vida na Terra, entretanto, esse recurso tão valioso está sendo ameaçado pelo
excessivo e irracional uso do homem como também por faltas de manejos. Afim de solucionar
essa problemática, cabe a sociedade civil se sensibilizar e utilizar técnicas de sustentabilidade,
em prol do uso consciente. Por meio da captação da água da chuva para afazeres domésticos,
regar as plantas, concerto de encanamentos com problemas para evitar pingos e vazamentos e
dentre outros usos sustentáveis. Ademais, cabe ao Ministério do Meio Ambiente juntamente
com o Governo Federal, a contratação de fiscais que coíbam o monitoramento de água, por
meio de multas aos indivíduos que usam desse recurso de maneira irracional e sem
fundamento. Assim, o cenário atual desfrutará desse recurso sem comprometer as gerações
futuras.