Você está na página 1de 2

Questões sobre o poema: A Jesus Cristo crucificado estando o poeta para morrer

1) No verso “em cuja lei protesto de viver”, a que lei se refere o poeta?

2) Em que versos do primeiro quarteto faz o poeta uma declaração de fé cristã?

3) “Pois vejo a minha vida anoitecer”


a) Que sentido tem esse verso?
b) Que figura de linguagem o poeta usou neste verso?
c) Pensando nas características da linguagem barroca, quais delas apresentam-se com maior ênfase
na imagem de uma vida que anoitece?

4) Depois de reafirmar sua fidelidade a Cristo, o poeta, no segundo quarteto, “cobra” uma retribuição. O
que ele espera?

5) No primeiro terceto, o poeta faz um jogo com as idéias de finito e infinito.


a) O que ele diz ser finito?
b) O que ele diz ser infinito?
c) Logo, o que é razoável esperar?

6) Pela análise feita, pode-se afirmar que a linguagem usada pelo poeta apresenta uma estrutura
claramente argumentativa, que procura antes convencer pelo raciocínio do que emocionar? Por quê?

Questões sobre o poema: A Jesus Cristo crucificado estando o poeta para morrer

No verso “em cuja lei protesto de viver”, a que lei se refere o poeta?

Em que versos do primeiro quarteto faz o poeta uma declaração de fé cristã?

“Pois vejo a minha vida anoitecer”


Que sentido tem esse verso?
Que figura de linguagem o poeta usou neste verso?
Pensando nas características da linguagem barroca, quais delas apresentam-se com maior ênfase na imagem
de uma vida que anoitece?

Depois de reafirmar sua fidelidade a Cristo, o poeta, no segundo quarteto, “cobra” uma retribuição. O que ele
espera?

No primeiro terceto, o poeta faz um jogo com as idéias de finito e infinito.


O que ele diz ser finito?
O que ele diz ser infinito?
Logo, o que é razoável esperar?

Pela análise feita, pode-se afirmar que a linguagem usada pelo poeta apresenta uma estrutura claramente
argumentativa, que procura antes convencer pelo raciocínio do que emocionar? Por quê?

Questões sobre o poema: A Jesus Cristo crucificado estando o poeta para morrer

No verso “em cuja lei protesto de viver”, a que lei se refere o poeta?

Em que versos do primeiro quarteto faz o poeta uma declaração de fé cristã?

“Pois vejo a minha vida anoitecer”


Que sentido tem esse verso?
Que figura de linguagem o poeta usou neste verso?
Pensando nas características da linguagem barroca, quais delas apresentam-se com maior ênfase na imagem
de uma vida que anoitece?

Depois de reafirmar sua fidelidade a Cristo, o poeta, no segundo quarteto, “cobra” uma retribuição. O que ele
espera?

No primeiro terceto, o poeta faz um jogo com as idéias de finito e infinito.


O que ele diz ser finito?
O que ele diz ser infinito?
Logo, o que é razoável esperar?

Pela análise feita, pode-se afirmar que a linguagem usada pelo poeta apresenta uma estrutura claramente
argumentativa, que procura antes convencer pelo raciocínio do que emocionar? Por quê?