Você está na página 1de 2

CURSO DE TANATOLOGIA TAREFA DO MÓDULO VIII

Silvialine Fontenele Ramos

Faça uma reflexão sobre a ideia de humanização aplicada ao lidar com a morte e como os
cuidados paliativos podem contribuir para este processo de humanização.

A morte é algo pouco aceito para a sociedade, um assunto pouco abordado, embora
muito presente no cotidiano das instituições hospitalares, em destaque no âmbito das unidades
de terapia intensiva (UTI), por se tratar de um ambiente projetado para lidar com pacientes em
estado crítico.
Conforme, discussões têm acontecido sobre esse processo de morte/morrer e até que
ponto tem sido praticado o cuidado humanizado em meio aos cuidados paliativos?
Primeiro devemos definir o que venha ser Cuidados Paliativos – Abordagem
multiprofissional na qual é ofertado diante de doença sem perspectiva de cura clínica que
pode ser ou não ameaçadora da vida. No mundo perfeito, digamos assim, o ideal seria que
essa abordagem entrasse em ‘ação’ no momento que aquele sujeito e seus familiares soubesse
do diagnóstico. Sim, essa abordagem pode e deve estar concomitantemente com os protocolos
médicos. E não só ser chamada quando abordagem da medicina curativa esgotar seus
procedimentos e protocolos. Cuidados Paliativos englobam, entende, compreende o homem
além do biológico por isso não se apoia em protocolos e sim em diretrizes que são adaptadas
conforme a necessidade de cada sujeito.
Por isso palir é muito mais que cuidar exclusivamente do biológico e compreender
que aquele sujeito que está doente tem dores sim, que a medicina pode e deve intervir e só
assim sem dores é que aquele ser humano vai poder usufruir de cada momento até quando
vivo estiver. Por isso esse conceito de humanização deve ser visto e entendido que como
conjunto de comportamentos que devem ser ofertados a todos seres e os humanos. Sim, ter
respeito pela vida até o último suspiro e mesmo assim continuar o respeito pelo organismo
biológico que embora não tenha mais vida ainda é o amor da vida de alguém.
Sempre achei irônico o termo –humanização- já que deveria ser comportamento
inerente ao ser., entretanto ao observar as transformações que a nossa sociedade está passando
esse termo faz cada vez mais sentindo principalmente na saúde. Pois cada vez mais vem se
especificando no cuidado. Não é que seja ruim pelo contrário é benéfico, porém tem que
compreender que aquela dor no braço esquerdo, por exemplo, não é só braço e que este faz
parte do ser como todo – visão integral, holística do homem/ mulher-.

Você também pode gostar