Você está na página 1de 2

Educação no Brasil

Mateus Rodeghiero
"O Brasil tem atualmente cerca de 16 milhões de analfabetos e metade deste número está
concentrada em menos de 10% dos municípios do país, mostrou uma pesquisa divulgada hoje pelo
Legião Organizada
Ministério da Educação (MEC). Para o MEC, apesar de não serem inéditos, os dados do "Mapa do 11ª edição | 27/03/11 | 18 cópias | R$ 0,15
Analfabetismo" são "alarmantes". No Brasil existem 16,295 milhões de pessoas incapazes de ler e
escrever pelo menos um bilhete simples. Levando-se em conta o conceito de "analfabeto Leia, reproduza e passe adiante!
funcional", que inclui as pessoas com menos de quatro séries de estudo concluídas, o número salta
para 33 milhões.
Em apenas 19 das 5.507 cidades brasileiras o total da população frequentou a escola por Participe dos nossos grupos de debates!
pelo menos oito anos. O estudo, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Quartas-feiras às 16:45 na sala 633B (IF-SUL)
Educacionais (Inep), indica que aproximadamente oito milhões de analfabetos do país se Domingos às 14h00 no Altar da Pátria (Pq. Dom Antônio Zátera)
concentram em 586 cidades brasileiras, com as maiores taxas aparecendo nas capitais. Só na cidade 30/03 e 3/04 - Saúde Social; 06/04 e 10/04 - Liderança e Organização; 13/04 e 17/04 - Educação e
de São Paulo, campeã em números absolutos, são mais de 383 mil pessoas. No Rio de Janeiro, são Qualidade do Ensino; 20/04 e 24/04 - Projeto: como poderiam ser as aulas
quase 200 mil.
O município de Jordão, no Acre, lidera a taxa de iletrados: 60,7% de seus 4,45 mil Contato
habitantes não sabem ler ou escrever. Em Guaribas, no Piauí, a cidade-piloto do programa Fome
Zero, a população tem a menor média de anos escolares cursados do país - um ano e um mês. e-mail: joao.felipe.c.b@gmail.com | blog: legiaoorganizada.blogspot.com | telefone: (53) 91117926
Na ponta oposta, a cidade de São João do Oeste, em Santa Catarina, tem a menor taxa de
analfabetismo, com apenas 0,9% dos 5,78 mil habitantes iletrados. Niterói, no Rio de Janeiro, E liberdade para pensar?
aparece com a maior média de anos de estudo, 9,5, superando o mínimo de oito anos do ensino
fundamental."
Eu retirei esse texto do site: http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI110852-
EI994,00.html
E minha pergunta é, porque o governo não investe mais dinheiro em educação e educação
verdadeiramente de qualidade? Bom minha opinião é: se o povo for "ignorante" e não saber nem se
quer ler e escrever, é muito mais fácil pro governo alienar e manipular o povo, por exemplo: com
uma pessoa analfabeta é muito mais fácil de evitar uma revolta contra o governo afinal essa pessoa
não vai ter conhecimento de o quão sujo e inútil é o sistema governamental em que vivemos ou seja
não ah um porque de o governo tentar erradicar o analfabetismo, investir em uma educação
verdadeiramente de qualidade, se pra eles vai ser como "um tiro no pé" afinal a um cidadão com
conhecimento tem muito mais chance de se rebelar afinal ele não vai ser uma maquina alienada
(pelo menos não na maioria das vezes), sem contar da corrupção que existe na política desde
sempre!
Um exemplo, o governo federal ou estadual manda dinheiro para uma Cidade então o É bem conhecida a imagem a cima que critica a impossibilidade de
secretário da educação dessa cidade é corrupto e pega uma parte do dinheiro pra si mesmo, ai a ver, falar e ouvir. Mas, se eu fosse autor dessa imagem, colocaria um
situação só piora porque além do pouco dinheiro investido na educação os políticos pegam o
dinheiro pra eles mesmos, (ou investem nos próprios salários. Mas esse é tema pra outro texto). quarto macaco: um que não tivesse cérebro. Pois, o que adiantaria termos
Eu acho uma vergonha um pais do tamanho e economia como é o Brasil ter só 19 cidades várias informações e podermos falar, se não conseguíssemos interpretar
com cidadãos que freqüentaram escola até a 8a série e ainda dizem que é "Alarmante", como se o
governo não soubesse que o pais é analfabeto! tais informações!
Mas se houvesse uma educação de qualidade seria muito mais fácil evitar outros E hoje? Estamos pensando? Aposto que você poderia pensar muito
problemas como: segurança, se um cidadão tem educação ele terá muito mais facilidade de arrumar
um emprego, e assim não vai precisar roubar, ou seja diminuirá a criminalidade. Com a mais! Somos muito acostumados a aceitar qualquer coisa e a não
criminalidade baixa ira diminuir outros problemas como tráfico de drogas roubos e etc, não tem questionar. Somos acostuados a cada um ter sua opinião, e em vez de
porque roubar.
O governo em 2003 tinha a meta de alfabetizar 3milhões de pessoas, com orçamento de respeitar a opinião, menosprezamos as opiniões e não colocamos-as a
378 milhões, ("Agora temos que correr atrás do dinheiro" disse o secretário). Então quer dizer que o prova! Não é que não temos liberdade para pensar, mas o espaço é
Brasil empresta dinheiro para o exterior e fica dificultando para largar verbas para educar seus
cidadãos. pequeníssimo.
Minha conclusão é, que com educação podemos evitar muitos outro problemas e só traz Por isso, ajude-nos a construir um espaço onde o pensamento
beneficio para o povo.
possa crescer de fato! Participe dos grupos de debates da LO.
De quem é a culpa da baixa qualidade da educação? De certa forma, podemos partir do seguinte pressuposto: a culpa da baixa qualidade da
João Felipe Chiarelli Bourscheid educação é culpa dos professores que não sabem ensinar e dos alunos que não se interessam. Isso se
Muitos dizem que são os professores que não sabem ensinar direito. Outros dizem que é justifica pelo seguinte: se os alunos fossem interessados iriam cobrar dos professores aulas
culpa dos alunos que não se interessam. De quem é a culpa? melhores, ou se os professores soubessem ensinar direito, fariam os alunos se interessar. Note aqui
“Culpa de quê? Por que a educação brasileira está ruim?” Segundo dados do IBOPE[1], que se uma coisa só aconteceria se “a” E “b” acontecessem, ela não aconteceria se “a” não
apenas 25% da população adulta dominam habilidades de leitura e escrita! Porém, infelizmente, eu acontecesse E/OU “b” não acontecesse (teorema de De Morgan).
acho que eles foram muito otimistas. Eu vejo casos no IF-SUL que são realmente apavorantes. Mas, temos que ver uma certa relação entre o saber ensinar dos professores. Se os
Incapacidade de resolver um problema que era tratado como exercício a um ano atrás, nesse professores tivessem menos turmas, turmas com menos alunos e trabalhassem com uma mesma
semestre só foi possível procurando uma fórmula na Internet! turma durante mais dias na semana e durante mais semestres, os professores poderiam ver as falhas
Se entrarmos no mérito de reflexão sobre o conhecimento aprendido, poderíamos levar de suas técnicas de ensino e desenvolver soluções de uma forma melhor. Por outro lado, os alunos
esse índice muito mais abaixo, com certeza. Pois é notável a incapacidade de transformar o estando em uma turma menor e tendo a presença de um mesmo professor por mais tempo, teriam
conhecimento sabido, em um conhecimento novo, melhorado. Isso demonstra não só a um contanto maior com um mesmo professor, que poderia propor atividades mais interessantes.
incapacidade de lembrar métodos mecânicos, mas também de pensar sobre o conhecimento Então, apesar de que o ensino do Brasil poderia ser melhor se simplesmente os
dinâmico. Portanto, existe um imenso problema em nosso sistema de ensino. A questão é: quem é o professores soubesse ensinar melhor e os alunos tivessem mais interesse, isso com certeza
culpado? aconteceria se baixasse uma lei dizendo que todo professor deveria trabalhar no máximo 20h, ter
O conceito de culpa, é bastante complicado. Por exemplo, se uma pessoa entra numa loja somente uma turma e dar aula para essa turma todos os dias da semana, as turmas terem no máximo
e diz que vai matar todo mundo e ela de fato mata, poderíamos dizer que o culpado do crime foi o 8 alunos, ganhando um salário compatível com a função e se comprometendo em ficar 4 anos com
assassino. Mas, provavelmente, o assassino tem algum porquê de cometer tamanha tragédia. E se uma mesma turma, tudo isso, faria, com certeza, que a qualidade de ensino subisse às alturas.
descobrimos que um dia antes ele havia sido demitido daquela loja, bem quando ele teria um filho Para encerar com chave de ouro, só precisaria de mais uma lei dizendo que 50% da
com sua esposa, que era desempregada. E mais, ele foi demitido por declarar um escândalo de programação das TVs, rádios, jornais, Internet, tudo o que tem por ai, fosse feita por essas turmas de
corrupção na loja, por mostrar que o dono da loja desviava o dinheiro das comissões dos professores e alunos. Seria o ensino de elevada qualidade servindo de comida para ele mesmo.
funcionários para seu próprio uso. Somente isso. Somente isso transformaria intensamente a qualidade de ensino no Brasil.
Será que o assassino é de fato o culpado? Poderíamos pensar que se ele não tivesse sido E agora vem a pergunta: por que isso não é feito?
demitido, não estaria entrado em crise tão intensa a ponto de cometer os assassinatos. Poderíamos Os motivos são vários, mas todos eles giram em torno da necessidade de vivermos numa
inclusive pensar que a culpa é da esposa dele, que se não estivesse grávida, não faria tanta pressão Idade das Trevas continuamente. O conhecimento é uma grande arma, que faz o lutador sempre se
em sua cabeça por causa da demissão. Poderíamos voltar a pensar que a culpa é de fato dele, pois posicionar de forma mais vantajosa. Ser ignorante é ser vulnerável à enganação, como ocorre
se ele não tivesse ido atrás das contas das comissões, ele não teria descoberto o escândalo de quando se vai a um mecânico e não se entende nada de carro. Mais que isso, ser ignorante é ser
corrupção. Mas, se não houvesse corrupção... incapaz de imaginar uma solução para os problemas que nos cercam.
Dizer de quem é culpa, portanto, é algo difícil. Temos que observar duas relações, Bom, mas apesar de chegarmos a conclusão que a culpa é do Estado, pois concluímos que
primariamente. Essas relações são muito tratadas em lógica formal. É a relação de E e a relação de se mudassem as políticas pedagógicas a educação melhoraria e isso não muda por interesse do
E/OU. A relação de E, significa que algo só ocorre se acontecer a primeira e também a segunda. A Estado, ele com certeza é culpado. Porém, nós, professores e estudantes, também somos culpados
relação de E/OU, só ocorre quando acontecer a primeira e/ou a segunda. Note aqui que “e/ou”, na de certa forma, pois como já disse, se nós nos esforçássemos e lutássemos contra a maré, teríamos
linguística, significa que pode acontecer se acontecer a primeira, se acontecer a segunda ou se também um ensino de qualidade. É como nascer alguma coisa em solo infértil: o grande problema é
acontecer a primeira e a segunda; que não é o mesmo que o “ou”, que só acontecerá quando a fertilidade do solo, mas mesmo em solos poucos férteis, podem nascer alguma coisa, mas nesse
acontecer a primeira ou quando acontecer a segunda, mas não quando acontecer as duas. caso, é necessário muita força de vontade.
Por exemplo, podemos dizer que alguém só morrerá num acidente de carro se acontecer Por isso, por mais que o grande culpado seja o Estado, não podemos ser cúmplices. Pois,
um acidente e a pessoa estiver sem sinto de segurança – obviamente um exemplo grosseiro. Se o se queremos de fato uma educação de qualidade, vamos atrás. Estudemos, questionemos,
acidente não tivesse acontecido, a pessoa não tinha morrido. Se a pessoa não tivesse sem sinto, experimentaremos, criticaremos, solucionaremos problemas! Por essas e por outras, é que faço o
também não morreria. Se não ocorresse o acidente e a pessoa estivesse de sinto, também convite para participar dos grupos de debates da LO. Nesse espaço, com certeza, abrimos nossas
sobreviveria. mentes a novas opiniões e colocamos a prova as nossas. E com certeza, nada ganharemos se
Há outra relação, a relação de interdependência. Essa relação se mostra na seguinte frase: continuarmos na ignorância.
se chover e estiver molhado, nós não sairemos. Note que nós não sairemos somente se ocorrerem
ambas as situações, isto é, de chover e estar molhado. Aparentemente, podemos dizer que há boas Fontes
chances de sairmos. Porém, temos que notar que estar molhado depende de chover, uma vez que, [1] IBOPE, visitado em 27 de Março de 2011 -
se estiver chovendo, certamente estará molhado. http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=5&proj=PortalIBOPE&pub=
Essa mesma relação de interdependência ocorreu no primeiro exemplo. O assassino só T&db=caldb&comp=Biblioteca&docid=395FFC0868D770C483256EA0006B1CBE
matou o pessoal da loja porque tinha sido demitido e tinha descoberto que tinha sido roubado a
vida inteira. Mas, sua demissão só ocorreu por causa de ter descoberto que tinha sido roubado e seu
patrão não tinha gostado de saber que tinha sido pego.