Você está na página 1de 35

INDICADORES

HOSPITALARES
Antonio Marinho

* Baseado na palestra do Prof Olímpio J.N.V. Bittar


Senhores,

• Entendendo que o conhecimento de nada vale se


não for compartilhado e utilizado no seu dia-a-dia
peço permissão para enviar o material sobre
Indicadores Hospitalares que foi estruturado com
base na palestra do Prof. Olimpio Bittar.
• Espero que ele lhes possa ser útil, pois acredito
que só com base em informações é que podemos
dar conta da nossa missão gerencial.
um abraço
Antonio Marinho
IMPORTÂNCIA

• O INDICADOR se constitui em um
instrumento gerencial de mensuração sem o
qual é impossível a avaliação criteriosa de
qualidade , custos ou produtividade
CONCEITOS
• Indicador É a unidade de medida de uma
atividade com a qual se esta relacionado.
• Indicador  É a representação quantitativa
ou não, do resultado, ocorrência ou evento
de um sistema.
• Índice  É aquilo que se indica / É a
relação entre dois números ou a razão entre
determinados valores.
Conceitos
• Coeficiente / taxa  É a relação entre o número
de eventos reais e o número em que o mesmo
poderia ter acontecido, multiplicando-se pela base
referencial do denominador. ( OS DADOS
DONUMERADOR ESTÃO SEMPRE
CONTIDOS NO DENOMINADOR).
• Taxa / Coeficiente  É o nº de vezes que um fato
ocorreu dividido pelo nº de vezes que ele poderia
ter ocorrido, multiplicado por uma base e definido
no tempo e no espaço.
Conceitos Gerais
• Processo  É o conjunto de atividades de
trabalho inter-relacionadas , que requer
certos insumos e tarefas com características
particulares, que tem como propósito a
obtenção de resultados.
• Padrão  É o compromisso documentado
utilizado em comum e repetidas vezes por
todas as pessoas envolvidas.
Conceitos Gerais
• Padronização  É a atividade sistemática de uma
organização para estabelecer e utilizar PADRÕES.

• Problema  É o efeito e/ou resultado indesejado


de um processo de trabalho ( que possui um
conjunto de causas, relacionadas aos 7M 
Métodos, Matéria Prima, Máquinas, Medidas,
Mão-de-obra, “Money”e Meio Ambiente ).
Conceitos Gerais
• Anomalia  É todo acontecimento
diferente do usual. Pode ser um defeito em
um produto, um ruído estranho na máquina,
UMA RECLAMAÇÃO DO CLIENTE, um
erro em um relatório.  QUALQUER
OCORRÊNCIA NÃO ESPERADA.
• Método  Caminho para se chegar a um
fim (grego methodos).
Conceitos Gerais
• Dado  É o elemento ou quantidade conhecida
que serve de base para resolução de um problema;
princípio em que se assenta uma discussão,
elemento ou base para a formação de um juízo,
são fatos obtidos através de pesquisa empírica ou
observação.
• Fato  Coisa ou ação feita; acontecimento, o que
acontece no mundo real e pode ser constatado.
• Conhecimento  É o ato ou efeito de conhecer,
direito de julgar, representa fatos ou dados
reunidos de alguma forma e armazenados para
futura referência.
Conceitos Gerais
• Informação  É o ato ou efeito de informar,
comunicação, indagação, representa dados ou
conhecimentos avaliados para usos específicos.
• Sistema  É o conjunto de coisas ou de partes
que ordenadamente relacionados contribuem
para um determinado objetivo.
Conceitos
• Itens de Verificação  São padrões, dados ou
fatos utilizados para aferir se o processo de
trabalho esta sendo realizado ( Durante seu
Desenvolvimento) conforme seu projeto
(planejamento).
• Itens de Controle  São características, padrões,
dados ou fatos aferidos na saída ( no Resultado)
do processo que demonstram que requisitos foram
plenamente atendidos bem como o objetivo para o
qual foi projetado ( Planejado).
COMO EXPRESSAR UM
INDICADOR

Fato
Número Absoluto
Proporção
Coeficiente
Índice
O QUE PODE SER MEDIDO
PELOS INDICADORES
 Resultados
 Processos
Indicadores desejados
 Indicadores indesejáveis
Tipos de Indicadores
• Indicadores Sentinela (quedas do leito, efeitos
adversos de medicamentos, erros de dosagem,
acidentes com material pérfuro-cortante, etc.
• Indicadores de Resultados (mede o que acontece
(ou não) ao paciente depois que algo é feito (ou
não) ao paciente.
• Indicadores de Processos ( Mede a atividade de
cuidados realizada para um paciente;
freqüentemente ligada a um resultado)
Tipos de Indicadores
• Indicadores Desejáveis (Medidas que resultam de
um cuidado desejado)
• Indicadores indesejáveis (medidas que resultam de
um cuidado indesejável)
• Indicadores baseados em uma Relação ou razão (
instrumento que mede os eventos nos cuidados do
paciente que requerem melhor avaliação ( revisão
de casos individuais) somente se a razão dos
eventos mostra uma tendência significante no qual
a instituição, no tempo, excede limites
predeterminados, ou evidencia diferenças
significantes quando comparadas a taxas de
instituições pares.
Montagem de Indicadores
• 1º - Nome e tipo de Indicador ( O QUE)
• 2º - Objetivo / Propósito ( POR QUE)
• 3º - Responsável ( QUEM)
• 4º - Método e Fórmula(COMO)
• 5º - Fonte de Informação e amostra (ONDE)
• 6º - Freqüência ( QUANTAS VEZES)
• 7º - O Custo da apuração do indicador ( QUANTO
CUSTA).
Expressão Matemática

DIRETRIZ = METAS + MEDIDAS

META = OBJETIVO + VALOR + PRAZO


Indicadores de Estrutura
• Capacidade Planejada
• Capacidade Operacional
Número de Consultórios
 Número de Salas de Cirurgia
= Consultas / Consultório / dia
= Cirurgias / sala / dia
= Exames /equipamento / dia
= Kg de roupa lavada / máquina / dia
Indicadores Hospitalares de
Resultado
• De Produção
• =Nº de Atendimentos
• =Capacidade Ociosa dos leitos
• =Lista de espera e Tempo de espera
• =Paciente – dia
• =Taxa de Ocupação hospitalar
• =Nº de Cirurgias
• =Taxa de necrópsia
Indicadores Hospitalares de
Resultado
• De Produtividade
• =Índice de Produção por funcionário da
área ( Setorial)
• =Funcionários / leitos
• =Média de permanência
• =Índice de intervalo de substituição
• =Índice de renovação ou giro de
rotatividade.
Indicadores de economia
• =Análise de minimização de custos
• =Análise de custo – benefício
• =Análise de custo – utilidade
• =Análise de custo – efetividade
• =Índice de liquidez corrente
• =Índice de liquidez imediata
• =Período médio de cobrança
• =Prazo médio de pagamento
• =Rotação de Estoques
• =Período médio de Estocagem
Indicadores de Resultado -
Material
• =Giro de Estoque
• =Antigiro de Estoques
• =Custo de cada ordem de compras
• =Índice de atendimento de pedido
• =Taxa de retorno de materiais
reembolsáveis
Indicadores de Qualidade -
Resultado
• =Taxa bruta de infecção
• =Taxa de Cirurgias desnecessárias
• =Taxa de complicações ou intercorrências
• =Taxa de mortalidade geral
• =Taxa de mortalidade institucional
• =Taxa de mortalidade operatória
• =Taxa de mortalidade pós-operatória
• =Taxa de mortalidade por anestesia
• =Taxa de mortalidade trans-operatória
• =Taxa de remoção de tecidos normais
Indicadores Específicos
• Percentual de cirurgias eletivas iniciadas com
atraso
• Tempo médio de atraso para inicio de cirurgias
• Percentual de solicitações não atendidas pela
( Farmácia, Almoxarifado)
• Tempo médio de atendimento a solicitações de
compras
• Tempo gasto no processo de internação
programada
• Tempo para processamento da alta hospitalar
Indicadores Especiais
• Percentual de prontuários com anotações de
enfermagem incompletos
• Índice de repetição de radiografias
• Índice de perdas de medicamentos / Materiais
( quebras , danos antes do uso)
• Índice de absenteísmo a consultas agendadas no
ambulatório
• Percentual de Glosas em contas médicas, por
falhas do hospital
Indicadores Especiais
• Índice de Satisfação do Cliente ( Por setor)
• Percentual de laudos extraviados
• Taxa de ocupação
• Taxa de mortalidade
• Taxa de reinternação não-programada
• Taxa de infecção hospitalar
• Tempo médio de atendimento às solicitações de
manutenção corretiva.
Indicadores Especiais
• Média de resto ingesta/ alimentos
• Índice de reclamações por setor
• Percentual de pacientes que desenvolveram
ou agravaram escaras durante a internação
• Percentual de observância ao protocolo de
antibiótico profilaxia da instituição
Indicadores de Qualidade
• Pesquisa sobre:
• -Satisfação do cliente / paciente
• -satisfação do fornecedor
• -Satisfação do Acompanhante
• -Satisfação do funcionário
• -Satisfação do Corpo Clínico
• -Imagem perante o Público
• -Citações na Mídia
Indicadores de Qualidade
• Quantidade de produtos que não estão de
acordo com os padrões técnicos
• Pontualidade nas entrega do almoxarifado
• Tempo de entrega
• Atendimento na ouvidoria/ dia ou mês
• Reclamações na Caixa de sugestões/
apuração/ mês
Indicadores relativos a Pessoal
• Taxa de absenteísmo
• Taxa de rotatividade ( “Turn over” )
• Nº de cursos / treinamento realizados
• Horas de Treinamento/ funcionário / ano
• Satisfação do Funcionário
• Idade Média dos funcionários
• Anos de Escolaridade dos funcionários
• Facilidade para lidar com a tecnologia existente
Indicadores relativos a Pessoal
• Facilidade para lidar com a tecnologia
emergente
• Orçamento para treinamento
• Nº e categoria profissional das áreas e sub
áreas
• Custo dos acidentes de trabalho ( médio e
total)
• Nº de dias perdidos por acidentes de
trabalho
Indicadores de Perdas -
Desperdícios
• Numero de:
• - Quebras ou falhas
• -Configurações e ajustes
• -Defeitos e retrabalhos
• -Medição e ajustes em excesso
• -Falhas administrativas
• -Falhas operacionais
• Desligamento de aparelhos e máquinas
Indicadores de Perdas -
Desperdícios
• - Quilos de sobra de alimentos/dia
• - Quilos de sobras alimentares/ dia
• - Quilos de resíduos/dia
• - Quilos de sucata/ano
• - Consumo de água/ gás/ energia elétrica/
telefone
• - Consumo de gases ( o2/ protóxido/ ar
comprimido/ óxido de etileno)
Indicadores / Eventos Sentinela
• Cirurgias em paciente errado
• Cirurgia em parte errada do corpo
• Suicídio de paciente internado
• Surtos de infecção hospitalar
• Mortes relacionadas à falta /demora no
atendimento
• Mortes ou danos relacionados com
contenção
Indicadores / Eventos Sentinela
• Mortes imprevistas de pacientes
• Reações transfusionais
• Agressão/ estupro/ homicídio
• Surtos de acidentes com pacientes internados
• Surtos de acidentes de trabalho
• Incêndio
• Explosão
• Fuga de pacientes do hospital
• Infiltração de quimioterápicos
• Material sem esterilizar aberto na sala de cirurgia