Você está na página 1de 5

TESTE DE AVALIAÇÃO

Classificação: _________________
Ciências Naturais –
8ºano Professora: ___________________
Versão A
Ano Lectivo 2010/11 Enc. Educação: _______________

Aluno/a:___________________________________________ Nº:______ Turma:_____ Data: 02/ 12 /2010

Lê atentamente todas as questões e responde de forma clara e sucinta ao


solicitado. Bom trabalho.

1. Os textos que se seguem descrevem relações bióticas. Indique para cada um dos
textos o nome da relação descrita.

1.1. O coleóptero-veado está bem armado para qualquer duelo: utiliza as mandíbulas
extremamente alongadas para lutar com os rivais por uma fêmea.
____________________

1.2. Todos os verões, mais de 12 000 morsas machos juntam-se ao longo da costa e
das saliências rochosas de Round Island, na costa sudoeste do Alasca. Vivem de tal
maneira juntos que os dentes, com cerca de 50 cm, são a única maneira de saber
quem é quem.
____________________

1.3. Algumas espécies de caranguejos-eremitas atraem, com o fornecimento de


alimento, uma anémona-do-mar para cima da concha que escolheram para abrigo, a
fim de manter os predadores à distância.
____________________

2. Assinale com V ou F as frases que se seguem, conforme sejam respectivamente


verdadeiras ou falsas.

______ Em qualquer ambiente natural, terrestre ou aquático, os seres vivos são influenciados
pelo meio ambiente e mantêm relações, entre si.

______ Fototropismo é o período de iluminação no decurso de 24 horas.

______ Quanto à necessidade de água, os nenúfares classificam-se como Mesófilos.

______ Estivação é a redução, ao mínimo, da actividade vital dos seres vivos, de forma a
resistirem às elevadas temperaturas que se fazem sentir em determinadas épocas do ano.

______ A pelagem da raposa do árctico é normalmente branca, densa e abundante, no Inverno


e torna-se castanha e menos térmica, no Verão, em resposta às variações de temperatura.
3. Observa atentamente a seguinte figura e responde às questões:

Figura
1

3.1. Diz, justificando, o que representa a figura 1.


___________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

3.2. Indica os seres vivos Produtores.


____________________________________________________________________________________

3.3. Indica dois consumidores secundários.


____________________________________________________________________________________

3.4. Indica um consumidor de 3ª ordem.


____________________________________________________________________________________

3.5. Qual o nível trófico ocupado pelo Leão?


____________________________________________________________________________________

3.6. Qual o nível trófico ocupado pelos herbívoros?


____________________________________________________________________________________

3.7. Indica os decompositores.


____________________________________________________________________________________

3.8. Indica a importância dos decompositores nos ecossistemas.


___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________

3.9. Retira da figura 1, uma cadeia alimentar com quatro níveis tróficos e apresenta-a no
seguinte quadro:
3. Lê com muita atenção o texto seguinte.
Quando uma superfície rochosa fica a descoberto, não
oferece condições para a vida. A rocha atinge elevadas
temperaturas durante o dia e muito baixas durante a noite e
não existe ainda solo, de onde possam ser extraídos sais
minerais.
Os líquenes libertam ácidos que, lentamente, desgastam a
superfície da rocha, abrindo-lhe pequenas fissuras. Líquenes em decomposição e
poeiras transportadas pelo vento acumulam-se nessas fissuras, dando origem a
um solo primitivo. Como este solo retém humidade (por exemplo, água das chuvas
ou do orvalho), os musgos também se conseguem instalar, acabando por se tornar
numerosos.
Algum tempo depois, sementes de outras plantas, trazidas pelo vento, começam a
germinar. Os musgos vão sendo substituídos por estas plantas mais
desenvolvidas (herbáceas e mais tarde arbustos), que irão melhorar as condições
do solo.
Passados alguns séculos, as condições do solo permitirão, finalmente, o esta-
belecimento de árvores, ou seja, aparecerá uma floresta. Esta última comunidade
poderá manter-se em equilíbrio dinâmico durante milhares de anos.

(2%)3.1- O processo descrito no texto pode ser considerado um exemplo de …


( )A- ... colonização ecológica.
( )B- ... sucessão ecológica.
( )C- ... sucessão ecológica primária.
( )D- ... sucessão ecológica secundária.

(Selecciona a opção mais


correcta.)

(4%)3.2 - Apresenta as razões da tua escolha na questão 3.1.


___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________

(3%)3.3- Com base no texto, completa o esquema seguinte:

(3%)3.4- Refere quais são as condições adversas da superfície rochosa que


impossibilitam a fixação de espécies, para além dos líquenes.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________

3.5- Os líquenes foram os primeiros organismos a ocuparem este habitat.


(4%)3.5.1- Refere a designação que lhes é atribuída por este motivo.
______________________________________________________________________________________

3.6- Passado algum tempo, os musgos também se conseguiram estabelecer sobre a


superfície da rocha.
(3%)3.6.1- Refere quais foram as novas condições da superfície rochosa que
permitiram que isso acontecesse.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

3.7- A floresta foi a última comunidade a estabelecer-se neste local.


(4%)3.7.1- Refere a designação que lhe é atribuída por este motivo.
______________________________________________________________________________________

(3%)3.7.2- Retira do texto uma frase que te permita caracterizar a comunidade


clímax.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

3.8- O equilíbrio da comunidade clímax pode manter-se por milhares de anos.


(4%)3.8.1- Menciona uma forma deste equilíbrio poder vir a ser alterado.
___________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________

4. Leia atentamente o texto que se segue e responda às questões que lhe são
propostas.

Açores

O Arquipélago dos Açores (36-39ºN, 25-31ºW) possui uma história de


inquietude tectónica e vulcânica com cerca de 5 milhões de anos. Situado a
cerca de 1450 Km a Oeste de Portugal Continental, na encruzilhada de três
placas tectónicas – a Euro-asiática, a Africana e a Americana, tem de área
terrestre 2333 Km2, sendo constituído por nove ilhas de origem vulcânica,
formando três grupos (grupo oriental - São Miguel, Santa Maria; grupo central
- Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico, Faial e grupo ocidental - Flores e Corvo)
e integra o ponto mais alto de Portugal, o Pico, na ilha do Pico, a 2351 m de
altitude.
Logo que as cinzas ardentes arrefeceram, os líquenes foram
provavelmente os primeiros viajantes a serem bem-sucedidos, pois para
quaisquer outros a rocha dura e a cinza estéril poucas condições de
subsistência ofereciam. A sua morte, ao longo de milhares de anos, ofereceu
indispensável substrato que permitiu às plantas superiores e a um sem-
número de animais aqui encontrarem um habitat favorável.
Certamente chegaram pelo mar sargaços e outras plantas. Pelo vento
vieram borboletas, gafanhotos e outros voadores.
Ao longo do tempo a flora açoriana desenvolveu uma diversidade elevada
constituindo relíquia de uma vegetação que remonta à Era Terciária, que
desapareceu em quase todo o continente europeu devido às glaciações
ocorridas no final do período terciário - A floresta Laurissilva. Esta floresta
caracterizada por árvores de grande porte, maioritariamente pertencentes à
família das Lauráceas (o til, o loureiro, o vinhático e o barbusano), para além
de outras como o pau branco, o folhado, o aderno, o perado ou o cedro,
debaixo da copa das quais abundavam arbustos (quase todos de folha
perene, à semelhança das árvores) como as urzes, a uveira, o piorno e o
sanguinho, e, num estrato mais baixo, fetos, musgos, líquenes, hepáticas e
outras plantas de pequeno porte, foi fortemente afectada com o
descobrimento do arquipélago pelos portugueses.
As ilhas foram colonizadas em finais do séc. XV e o coberto vegetal foi
consideravelmente alterado desde então. A destruição de grandes áreas de
floresta primitiva (dominada por Laurus azorica – loureiro; Juniperus
brevifolia – cedro-do-mato; Persea indica – vinhático; Myrsine africana –
tamujo; Frangula azorica - sanguinho) para aumentar as áreas de pastagens,
bem como a introdução de plantas exóticas e invasoras, tais como por
exemplo: Pittosporum undulatum (incenso), Hedychium gardnerarum (roca),
Carpobrotus edulis (chorão), Arundo donax (cana), Clethra arborea (folhado)
e Hydrangea macrophylla (hortênsia), vieram aumentar ainda mais as
ameaças à flora natural e endémica do arquipélago, flora esta que, se
encontra confinada a lugares inacessíveis.

a. Como classifica os líquenes, relativamente à colonização do território açoriano?


______________________________________________________________________________________

b. Como classifica o conjunto das populações de líquenes, borboletas e gafanhotos?


______________________________________________________________________________________

BOM TRABALHO!