Você está na página 1de 28

1.

Teoria do
Design
Curso Técnico de Audiovisuais

Comunicação Visual
Sara Pimenta
Design

O termo design vem do inglês, tendo como base


o latim designare, de e signum (marca, sinal)
significando desenvolver, conceber. A expressão
design surgiu no século XVIII, na Inglaterra, como
tradução do termo italiano disegno, mas
somente com o progresso da produção industrial
e com a criação das Schools of Design, é que
esta expressão passou a caracterizar uma
atividade específica no processo de
desenvolvimento de produtos.
O que é design?

Entende-se por design a melhoria dos aspectos


funcionais, ergonômicos e visuais dos produtos,
de modo a atender às necessidades do
consumidor, melhorando o conforto, a segurança
e a satisfação dos usuários. O design é uma
ferramenta que permite adicionar valor aos
produtos industrializados, levando a conquistas
de novos mercados. As empresas têm usado o
design como poderoso instrumento para
introduzir diferenciações nos produtos e
destacar-se no mercado, perante os seus
concorrentes. Hoje ele é um dos principais
instrumentos para as empresas competirem nos
mercados nacional e internacional.
Como se manifesta

O Design manifesta, Click to edit Master text styles


principalmente, através de Second level
● Third level
duas qualidades:
● Fourth level
funcionalidade e estilo. As
● Fifth level
pessoas sempre associam
design ao bom gosto, a algo
bem feito. Os melhores
recursos que temos para
descobrir o design são os
nossos sentidos,
principalmente os da visão e
do tato, empregados no uso
do produto ou serviço.
Outras formas de design

Nos últimos anos, novas modalidades de design tem sido inseridas


no cenário profissional tais como:

¡ design ambiental, que procura reduzir o impacto causado pela


produção em escala industrial sobre o meio ambiente,
promovendo a utilização de materiais alternativos, a combinação
de diferentes matérias-primas e evitando o desperdício;

¡ o design cênico, que projeta palcos para teatro, música, ballet,


cenários para cinema e produções de TV;

¡ o webdesign, que projeta websites e apresentações gráficas para


a Internet;

¡ o design de vitrines, cujo trabalho é aplicado nas lojas,


melhorando a exposição dos produtos, atraindo consumidores e
facilitando as vendas
Click to edit Master text styles
Second level
● Third level

● Fourth level

● Fifth level
Metodologia e Processo de
Criação
Design não é SOMENTE questão de
“criatividade”: também requer conhecimento,
disciplina e organização. Mas, para tornar mais
fácil este processo, nós temos que seguir alguns
passos. Claro que eles não devem ser uma regra,
mas são uma boa maneira de entender melhor
as necessidades de seu cliente e oferecer uma
solução efetiva para seu problema. Nós vamos
falar sobre o processo criativo para ajudar o fluxo
de idéias.
O processo de criar um qualquer projeto de
design é baseado em alguns passos principais:
Processo de Design

Click to edit Master text styles Problema


Second level
● Third level Brief
● Fourth level

● Fifth level
Investigação
Conceito
Desenvolvimento
Apresentação
Analise Final
1. Problema

O cliente tem um O cliente pode não ter uma


identidade visual, ou até ter
problema. uma que não seja eficiente.
De qualquer maneira, sua
empresa, produto ou serviço
precisa comunicar
visualmente suas idéias e
tornar a marca conhecida.
2. Brief

Para entender as Ele deve ter um pequeno


histórico sobre a
necessidades do empresa/produto/serviço, o
cliente, precisa-se que especificamente eles
fazer um briefing, querem mostrar ao cliente
deles (tradição,
que é a modernidade, qualidade,
documentação com preços baixos etc.), quem é
todas as informações seu público/cliente, suas
preferências de cores e
relevantes sobre o formas e quaisquer outras
projecto. especificações que possam
ajudar na construção do
conceito.
3. Investigação

Agora nós Fazendo pesquisas sobre


outras empresas do mesmo
começamos o segmento comercial.
trabalho pesado,
Se o seu cliente já é
aprendendo tudo conhecido, você pode
sobre o mundo do conversar com outras
cliente e coletando o pessoas e perguntar o que
elas pensam sobre seu
máximo de cliente e os concorrentes.
informação que Esta é uma boa maneira de
pudermos. verificar se as pessoas têm a
imagem desejada pela
empresa, e o ajuda saber o
que você pode fazer.
4. Conceito

O conceito é Com todas estas


informações, pode-se
basicamente a idéia começar a ter idéias e definir
que sintetiza o que a o conceito
empresa quer Talvez esta parte seja a mais
expressar, é a importante, porque este
linguagem que se vai ponto deixa tudo mais claro.
usar.
5. Desenvolvimento

É então o momento Como sabemos, as idéias


fluem muito melhor quando
de pegar um lápis e você tem à frente um papel
um pedaço de papel em branco e não em frente a
para começar a um computador. Este deve
ser uma ferramenta para o
rascunhar e trabalho final.
desenvolver o
uma boa idéia ter um bloco
conceito. de anotações e levá-lo para
onde for, assim não perde
uma óptima idéia que surgiu
enquanto andava na rua.
6. Apresentação

É hora de apresentá- Seja cuidadoso com o que


você vai dizer, explique o
lo ao cliente conceito, os símbolos, a
tipografia, as cores e mostre
que você sabe o que e
porque você usou os
elementos apresentados. Se
teve uma boa idéia
(eficiente, funcional e bonita)
e fez uma boa apresentação,
está no caminho certo para
ter a aprovação
APLICAÇÃO

Agora que você viu a metodologia para),


vamos ver como colocá-la em prática.
Vamos usar uma empresa fictícia e seu
logotipo. A empresa é um cassino on-line
chamado “Your Luck” (Sua Sorte).
Vamos usar este quadro genérico para
tornar o entendimento mais fácil.
Problema

Esta é uma empresa nova e eles


precisam de um logotipo especialmente
feito para seu website.
Briefing

“Nós vamos iniciar um cassino virtual


chamado Your Luck. Vamos oferecer
diversos jogos de aposta on-line.
Queremos um logotipo bonito e ousado,
com um símbolo que mostre o tipo de
negócio que nós temos. A única
preferência de cores é o vermelho. O
logotipo será usado no website, mas
talvez precisemos usar em outras mídias
também”.
Pesquisa

Primeiro visitamos diversos sites de


cassinos para ver sua aparência, os
elementos que eles usam e entender
sua forma de comunicação. Mesmo
querendo inovar, nós não podemos fugir
muito do padrão da categoria, porque o
trabalho não seria entendido e
reconhecido pelos usuários. Tenha em
mente que o público está acostumado
com este tipo de comunicação. Aqui
estão alguns exemplos de logotipos de
cassinos on-line.
Pesq
uisa
Click to edit Master text styles
Second level
● Third level
● Fourth level
● Fifth level
ClickClick
icon to addtopicture
icon add picture
Conceito

Após rascunhar,
testar e tentar
diferentes idéias, eu
consegui o que
queria. Como o
cliente disse querer
um símbolo que
demonstrasse a
categoria do negócio,
eu decidi usar um par
de dados. Claro que
muitos cassinos já os
usam, mas eu dei-
ClickClick
icon to addtopicture
icon add picture
Desenvolvimento

Com esta idéia, eu fui


para o computador
criar as formas, testar
as cores e fazer a
composição final. Eu
fiz primeiramente os
cubos, usando o 3D
Extrude and Bevel.
Então eu escolhi uma
fonte em negrito,
atraente.
Desenvolvimento
Click to edit Master text styles
Com esta idéia, eu fui para o Second level
● Third level
computador criar as formas,
● Fourth level
testar as cores e fazer a
● Fifth level
composição final. Eu fiz
primeiramente os cubos,
usando o 3D Extrude and
Bevel. Então eu escolhi uma
fonte em negrito, atraente.
Variações
Click to edit Master text styles
Second level
Agora eu devo finalizar e ● Third level

fazer as variações. Como o ● Fourth level

cliente me disse, eu posso ● Fifth level

usar quantas cores,


transparências e sombras eu
precisar para aplicar o
logotipo no site. Mas os
logotipos devem funcionar
perfeitamente em forma
monocromática ou com
cores chapadas. Então eu
tenho três variações:
monocromático (para
impressões monocromáticas,
adesivos ou vinil), cores
chapadas (para impressão,
papel timbrado etc.) e
E esta é a imagem final do
logotipo colorido:
Click to edit Master text styles
Second level
● Third level

● Fourth level

● Fifth level
Calma, ainda não
terminou.
Há outro passo que todos devem se lembrar:
A análise final. Esta é a última parte, quando
tudo está concluído: você deve verificar se você
e o cliente conseguiram o impacto que
desejavam.
Veja tudo que poderia ter sido feito melhor e
aprenda com isso. Depois de todo o processo,
você certamente aprendeu muito e ficou mais
preparado para os próximos desafios.
Leia sempre sobre tendências, tente inovar a
cada trabalho e dê o seu melhor em seus
projetos.
Design pré-concebido e
design negociado
Em termos gerais, existem duas formas de fazer
design, caracterizadas pela origem do processo:
ou se parte da imaginação ou se parte da
realidade concreta. Designers que denfendem
que a idéia inicial é a parte principal do projeto
podem ser chamados de idealistas e designers
que defendem que a negociação das
características do projeto com outras pessoas é
a parte principal do projeto podem ser chamados
de materialistas ou realistas.
Clicktoicon
Click icon addto picture
add picture

idealistas vs. materialistas ou


realistas
Nenhum designer é puramente idealista ou materialista, pois
tanto a imaginação quanto a negociação são fases essenciais
de qualquer projeto, mas a distinção de ênfase é perceptível.
Click to edit Master text styles Click to edit Master text styles
Second level Second level
● Third level ● Third level

● Fourth level ● Fourth level

● Fifth level ● Fifth level