Você está na página 1de 9

MARCAS DE UMA IGREJA PREPARADA PARA A

VOLTA DE JESUS
Ap 3.7-13

Nos tempos do NT, a cidade de Filadélfia era


uma província romana da Ásia e a segunda
cidade mais importante da Lídia. A população da
cidade era pequena em razão de terremotos
frequentes. Conforme se dava com a maioria das
cidades daquela área.
Filadélfia foi estabelecida pelo rei Átalos
Filadelfos II de Pérgamo em 189 a.C. Ao construir
a cidade, tinha como objetivo helenizar a região
que, até aquela época, usava como língua
comum, o gálico. O território da bíblica Filadélfia
é ocupado, hoje, pela cidade turca de Alasehir,
situada a 130 quilômetros ao leste de Esmirna.
Nesta carta, Jesus fala a respeito da sua
vinda ("Eis que venho sem demora") e, também,
da grande tribulação ("a hora da tentação que há
de vir sobre todo o mundo"). A Volta de Jesus, é
uma mensagem para fora da Igreja e para dentro
da Igreja! É o assunto mais falado na Bíblia e o
mais ignorado por muitos pregadores
hodiernos!
Filadélfia era uma igreja pequena em uma
área difícil, sem prestígio e sem riquezas, e
aparentemente insignificante. Mas Cristo não
tinha palavras de repreensão para esta igreja e
Ele descreveu-se à igreja de Filadélfia como o que
é santo, o que é verdadeiro. Este era um título
familiar de Deus (veja Is 40.24; Hc 3.3; Mc 1.24;
Jo 6.69)”.
Vejamos, portanto, nesta carta,
características de uma igreja preparada para a
volta de Jesus:

I. A IGREJA PREPARADA PARA A VOLTA DE


JESUS GUARDA A PALAVRA (v. 8)

1. A igreja de Filadélfia guardava a Palavra de


Cristo (v.8b) – “guardaste a minha palavra”.
a) A Igreja é a Coluna e Firmeza da
Verdade (1 Tm 3.14-15);
 Como coluna a Igreja sustenta a
Verdade!
 Como firmeza a Igreja protege,
defende a Verdade!
 “permanecer firme” é comparado
a “não vos moverdes da esperança
do Evangelho que tendes ouvido”
(Cl 1.23).

b) A preservação da Verdade, vem sendo


ameaçada!
 O relativismo (não existe verdade
absoluta) na ética, na moral, na
cultura, nos costumes, nas
crenças, nos valores, enfim, em
tudo... tem sido uma erva daninha
em nosso meio!
c) À igreja cabe, indesviavelmente,
preservar a Verdade, defendê-LA,
proclamá-LA, vivê-LA, viver por ela,
sempre, e, por fim, por ela morrer,
sempre que necessário for.

2. A Igreja de Filadélfia era fiel, mesmo “tendo


pouca força...” (v.8c)
A Bíblia linguagem viva traduz: “tem
procurado obedecer mesmo sendo fraca
numericamente”
a) A visão hoje, de uma igreja forte, é
aquela que está abarrotada de gente...
 Por causa disso, estamos vendo
crescer em nossa nação uma
igreja sem doutrina e sem ética.
Uma igreja que rifa a verdade por
dinheiro, que joga a ética para
debaixo do tapete! É o “vale
tudo” em nome da fé!
 O negócio é número! O
importante é que a casa está
cheia... não tem mais critérios
para ser membro de algumas
igrejas... Permitimos práticas que
não fazem parte dos nossos
costumes nem das nossas
doutrinas..., pode-se tudo!
 A consequência disso é uma crise
de integridade na igreja!
 Hoje temos prata e ouro, mas não
podemos dizer: “Levanta e anda
em nome de Jesus...”
b) “Pouca força” – Sem poder humano;
sem projeção; sem fama..., mas fiel!
II. A IGREJA PREPARADA PARA A VOLTA DE
JESUS NÃO NEGA SUA FÉ EM MEIO À
PERSEGUIÇÃO (v. 8c, 9)
1. Havia na cidade uma comunidade de falsos
judeus que perseguiam os cristãos...
a) Eram mentirosos enganadores;
b) Embora confessassem adorar a Deus,
sua oposição aos cristãos mostrava
que, na verdade, estavam servindo a
satanás, adorando o imperador,
prostrando-se diante dele!
2. Uma das características do cristianismo e
que o diferencia das outras religiões, é a
exclusividade na adoração.
“Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha
glória, pois, a outrem não darei, nem o meu
louvor às imagens de escultura.”
(Is 42.8)
3. A igreja de Filadélfia não cultuava homens,
seu culto não era antropocêntrico!
a) Estamos vendo uma igreja amante dos
holofotes, embriagada pelo sucesso,
sedenta de aplausos, em que seus
pregadores e cantores são tratados
como astros de cinema!
b) Renderam-se à tietagem (adoração à
celebridades) colocando homens em um
pedestal!

4. Quando a Igreja não nega sua fé, sua


doutrina, seus princípios, ela é perseguida!
“E também todos os que piamente querem viver
em Cristo Jesus padecerão perseguições”.
2 Timóteo 3.12
5. Quem é crente é perseguido, mas não
negocia sua fé! Leia Daniel 3.

III. A IGREJA PREPARADA PARA A VOLTA DE


JESUS, PERSEVERA NA FÉ (v. 10a)
1. Perseverar é permanecer; suportar;
aguentar; é ser constante; resistir; insistir!
a) Perseverança é característica de
alguém que não muda, não varia, ou
seja, de alguém que é fixo!
b) Perseverança descreve alguém que não
é movido por outros ou por
circunstâncias exteriores!
“Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir
ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos
deuses a quem serviram vossos pais, que
estavam além do rio, ou aos deuses dos
amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a
minha casa serviremos ao Senhor.”
(Josué 24.15)

“Porque ainda que a figueira não floresça, nem


haja fruto na vide; ainda que decepcione o
produto da oliveira, e os campos não produzam
mantimento; ainda que as ovelhas da malhada
sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no
Deus da minha salvação.”
(Habacuque 3.17,18)
2. Embora houvesse ali na cidade “os falsos
judeus”, isso não abalava a fé de quem
estava firme no Senhor Jesus.
3. Perseverar é insistir na Doutrina (At 2.42)
IV. A IGREJA PREPARADA PARA A VOLTA DE
JESUS, GUARDA O QUE TEM (v. 11)
1. O verbo guardar indica proteger, defender e
vigiar, tudo o que tivermos de preciosidade
devemos guardar e conservar, seja, objetos
de valores ou qualquer outro bem,
principalmente em relação às questões
morais e espirituais;
2. O que devemos guardar (defender)?
a) A inegável certeza da breve volta de
Cristo;
b) A pureza moral e espiritual (Rm 12.2)

Conclusão