Você está na página 1de 24

Disfunções anorretais

Prof. Fisiot. Tassiany S. Pasquatto


Por onde começar?

Médico Educador
Físico

Fisioterapeuta Nutricionista Psicólogo


Diagnóstico

1 2 3
História Clínica Escore de Exames
Queixas do Constipação complementares
paciente Critérios de
Roma
Constipação
 Definida como alteração da função evacuatória
 fezes endurecidas,

 esforço evacuatório,

 sensação de esvaziamento incompleto

 Frequência igual ou menor que 3 evacuações na semana

 Pode ou não estar acompanhada de dor ou sangramento ao


evacuar
Constipação

 Acomete 12% à 30% da população mundial

 Maior prevalência em mulheres e idosos

 Gestação

 Indivíduos com menor poder aquisitivo

A constipação secundária à defecação


dissinérgica é comum e tem
prevalência de 27% a 59% dos
pacientes constipados
Classificação da constipação

DISTÚRBIOS PRIMÁRIOS
Trânsito colônico

DISTÚRBIOS SECUNDÁRIOS
Ao uso de medicamentos

DISTÚRBIOS SENSÓRIO-MOTORES
Disfunções do assoalho pélvico
Causas

 Trânsito colônico lento


 Distúrbio defecatório anorretal (obstrução de saída, dissinergia do AP)
 Hábitos de vida
 Histórico Cirúrgico
 Alterações Anatômicas
 Doenças do cólon
 Doenças neurológicas
 Distúrbios endócrinos
 Ação de medicamentos
 Distúrbios psiquiátricos
 Causas perineais
Causas perineais

• Fissuras anais
• Pode ocorrer sem estar assoc.
à constipação

• Hemorroidas
• Prolapsos
• Anismus
• Aumento da capacidade retal
• Hipotonia de repouso e/ou
contração
Fissura anal

Corte ou ruptura do revestimento do


canal anal

 É uma das doenças mais frequentes da


prática proctológica

 Normalmente é causada por trauma


decorrente de fezes endurecidas e/ou
desordem do relaxamento MAP´s

 Incidência é semelhante em ambos os


sexos

 Sintomas incluem dor e sangramento –


confundida com hemorroidas
Fissura anal

 AGUDA (90% dos casos)  CRÔNICA (25%)


 Dor menos intensa
 Dor intensa ao evacuar e após
evacuação  Sangramento menos frequente ou
ausente
 Sangramento vermelho vivo
 Bordos mais elevados e
 Bordas limpas e lisas
endurecidos devido a fibrose
 Pacientes postergam o ato
 Apresenta plicoma sentinela e
evacuatório por medo da dor
papilite hipertrófica
 1-2 semanas
 8-12 semanas
Fissura anal - tratamento

 Cicatrização da fissura
 Banho de assento – permanganato de potássio – ação
antisséptica
 Fotobiomodulação – Laser
 ENT

 Tratamento da causa
 Constipação?
 Disfunção do assoalho pélvico?
Hemorróidas

 Inflamação veias hemorroidárias

 Tratamento clínico + fisioterapia causa associada

 Tratar as causas

 Fotobiomodulação

 ENT
Hemorróidas

• Se encontra no interior do ânus, havendo um ligeiro


aumento das veias.
Grau 1

• Sai do ânus durante a defecação e que volta para o


interior espontaneamente.
Grau 2

• Sai do ânus durante a defecação e é necessário


introduzir no ânus com a mão.
Grau 3

• Se desenvolve dentro do ânus mas que devido ao seu


aumento chega a sair pelo ânus, podendo causar
Grau 4 prolapso retal.
Hemorróidas
Anismus

 Contração paradoxal do puborretal durante o esforço


evacuatório.
Anismus
 Causas

 Postergar
 Força evacuatória incorreta
 Mecanismo de proteção
 Dissinergia pélvica
 Pós-cirúrgico
Anismus - tratamento

 Relaxamento/ coordenação puborretal


 Cinesioterapia
 Balonete
 Biofeedback EMG
 EE intracavitária
Aumento da capacidade retal

 Dilatação retal – constipação crônica (disf. MAP ou trânsito


lento)

 Redução da sensibilidade
Aumento da capacidade retal - Tratamento

 TMAP

 Balonete

 ENT

 Terapia comportamental
 desejo
Hipotonia

 Hipotonia de repouso  Hipotonia de contração


 Tônus de repouso – EAI  Tônus de contração – EAE e
 Redução da sensibilidade levantadores do ânus
 ENT  Redução da força expulsiva
 Incontinência anal
 TMAP
 Cinesioterapia
 Biofeedback
 EE intracavitária
 Balonete
Cirurgias orificiais
 Hemorroidectomia

 Fissurectomia

 Fistulotomia
 Comunicação entre epitélio intestinal
(reto/canal anal) e a superfície cutânea
do períneo.
Causas: inflamação das gl. anais, traumas
perineais, fissuras anais, colite, pós-op cir.
Tto médico.
Fisiot. no pré-operatório

 Preparo do tecido

 Preparo muscular
 Equilíbrio/coord MAPs

Foco nas causas do


problema!!!
Fisiot. no pós-operatório

 Cicatrização

 Equilíbrio MAPs
 TMAP CUIDADO COM EE
INTRACAVITÁRIA E
BALONET!!!!
 Foco na função evacuatória
 Relaxamento
Terapia comportamental

 Quais orientações em casos de constipação?

 Quais orientações em casos de hemorróidas e fissuras?

 Quais orientações no pré-operatório?

 Quais orientações no pós-operatório?

Você também pode gostar