Você está na página 1de 3

Problemas Resolvidos de Física Prof. Anderson Coser Gaudio – Depto.

Física – UFES

Problemas Resolvidos

02. Alega-se que até 900 kg de água podem ser evaporados diariamente pelas grandes árvores. A
evaporação ocorre nas folhas e para chegar lá a água tem de ser elevada desde as raízes da
árvore. (a) Suponha que em média a água seja elevada de 9,20 m acima do solo; que energia
deve ser fornecida? (b) Qual a potência média envolvida, se admitirmos que a evaporação
ocorra durante 12 horas?
(Pág. 159)
Solução.
(a) A água ao ser transportada para o topo da árvore tem sua energia potencial aumentada de UA = 0
até UB = mgh. Ou seja:
B

ΔU = U B − U A
ΔU = mgh
O trabalho realizado para elevar a água corresponde à energia que deve ser fornecida:
W = −ΔU = − mgh = −81.226,8 J
W ≈ −81, 2 kJ
(b)
W mgh
P= = = 1,88025 W
Δt Δt
P ≈ 1,88 W

[Início]

10. Um carro de montanha russa, sem atrito, parte do ponto A (Fig. 25) com velocidade v0. Calcule
a velocidade do carro: (a) no ponto B, (b) no ponto C, (c) no ponto D. Suponha que o carro
possa ser considerado uma partícula e que permaneça o tempo todo no trilho.

(Pág. 159)
Solução.
Como a única força que realiza trabalho (peso do carrinho) é conservativa, o sistema é conservativo.
Portanto é possível aplicar o princípio da conservação da energia mecânica. Vamos supor que na
base da montanha russa Ug = 0.
(a)
E A = EB
K A + U gA = K B + U gB
1 2 1
mv0 + mgh = mvB2 + mgh
2 2
________________________________________________________________________________________________________ 2
a
Resnick, Halliday, Krane - Física 1 - 4 Ed. - LTC - 1996. Cap. 8 – Conservação da Energia
Problemas Resolvidos de Física Prof. Anderson Coser Gaudio – Depto. Física – UFES

vB = v0
(b)
E A = EC
K A + U gA = K C + U gC
1 2 1 h
mv0 + mgh = mvC2 + mg
2 2 2
v02 + 2 gh = vC2 + gh

vC = v02 + gh
(c)
E A = ED
K A + U gA = K D + U gD
1 2 1
mv0 + mgh = mvC2 + 0
2 2
v02 + 2 gh = vC2

vC = v02 + 2 gh

[Início]

13. Uma haste delgada de comprimento L = 2,13 m e de massa desprezível pode girar em um plano
vertical, apoiada num de seus extremos. A haste é afastada de θ = 35,5o e largada, conforme a
Fig. 28. Qual a velocidade da bola de chumbo presa à extremidade inferior, ao passar pela
posição mais baixa?

(Pág. 160)
Solução.
Considere o seguinte esquema:

________________________________________________________________________________________________________ 3
a
Resnick, Halliday, Krane - Física 1 - 4 Ed. - LTC - 1996. Cap. 8 – Conservação da Energia
Problemas Resolvidos de Física Prof. Anderson Coser Gaudio – Depto. Física – UFES

Lcosθ θ L

A
vA = 0
h B m
vB Ug = 0
A única força que realiza trabalho neste sistema é o peso da massa m. A tensão na corda, que é
radial, é sempre ortogonal aos deslocamentos tangenciais da massa e, portanto, não realiza trabalho.
Logo, a energia mecânica do sistema é conservada:
E A = EB
K A + U gA = K B + U gB
1 2
0 + mgh = mvB + 0
2
2 g ( L − L cos θ ) = vB2
vB = 2 gL(1 − cos θ ) = 2, 749135" m/s
vB ≈ 2, 75 m/s
A expressão literal da resposta indica que se 1 − cos θ = 0 implica em vB = 0. Isso ocorre quando
B

cos θ = 1 ou θ = 0o.

[Início]

21. A mola de um revólver de brinquedo tem constante elástica de 7,25 N/cm. O revólver é
inclinado de 36,0o acima da horizontal e dispara uma bola de 78 g à altura de 1,9 m acima da
boca do revólver. (a) Qual a velocidade de saída da bola? (b) De quanto deve ter sido
comprimida inicialmente a bola?
(Pág. 161)
Solução.
Considere o seguinte esquema da situação:
C
y vC
g
v0
h
B θ
θ x
A
m d
k
Como o sistema é conservativo, vamos aplicar o princípio da conservação da energia mecânica aos
pontos B e C.
EB = EC
________________________________________________________________________________________________________ 4
a
Resnick, Halliday, Krane - Física 1 - 4 Ed. - LTC - 1996. Cap. 8 – Conservação da Energia