Você está na página 1de 25

0

DEISE DOS SANTOS DELGAU PAGINI


PEDAGOGIA

ESTÁGIO CURRICULAR: EDUCAÇÃO INFANTIL

PROFESSORA
Christiane Martinatti Maia
PROFESSORA TUTORA VIRTUAL
Rosemeri Marques Gomes Cutruneo

São Jerônimo
2020/1
1

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO............................................................................................ 02
1. CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ESTÁGIO E DA
PROPOSTA PEDAGÓGICA ............................................................... 03
2. CARACTERIZAÇÃO DA TURMA ....................................................... 05
3. PROJETO DE DOCÊNCIA................................................................... 07
4. RELATOS DA PRÁTICA...................................................................... 19
CONSIDERAÇÕES FINAIS ...................................................................... 23
REFERÊNCIAS.......................................................................................... 24
2

INTRODUÇÃO

O relatório a seguir consiste em descrever as experiências vividas durante as


atividades realizadas no estágio de Educação Infantil disciplina de caráter obrigatório
no curso de pedagogia.

De acordo com o Art. 8º Nos termos do projeto pedagógico da instituição, a


integralização de estudos será efetivada por meio de: IV - estágio curricular a ser
realizado, ao longo do curso, de modo a assegurar aos graduandos experiência de
exercício profissional, em ambientes escolares e não-escolares que ampliem e
fortaleçam atitudes éticas, conhecimentos e competências: a) na Educação Infantil.

As atividades que serão relatadas ocorreram na modalidade a distância devido


a pandemia, o meio de comunicação professor aluno foi o celular pelo qual foram
enviadas as aulas e as orientações para realização das mesmas.
Teve sua realização do dia 06 de julho de 2020 a dia 17 julho de 2020, foi
aplicado 10 dias de aula, com o projeto cores e sabores que visa introduzir uma
alimentação saudável na vida dos alunos do Maternal II de uma escola de educação
Infantil da cidade de São Jerônimo.
De maneira lúdica e divertida, inserir alimentos saudáveis antes discriminados
para que sejam vistos com um novo olhar pelos agora mais
O trabalho envolveu a turma de 13 alunos, professora regente, direção e
supervisão da escola o qual proporcionou conhecer, analisar, e experimentar as
práticas pedagógicas estudadas teoricamente.
Esse projeto mesmo sendo realizado a distância teve uma relevância ímpar,
pois através dele pode ser vivenciado a realidade vivida no dia-a-dia docente.
3

1. CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ESTÁGIO E DA


PROPOSTA PEDAGÓGICA

A instituição Municipal que visa cuidar e educar com amor - Escola Municipal
de educação Infantil Carlos Arno Pretzel, Avenida Maurício Cardoso nº2820, Bandeira
Branca, São Jerônimo, Rio grande do Sul, Cep 967000-00, Dia 05 de Maio de 1994).
Em sua sede possui sete (07) salas de aula, um (01) container que é biblioteca
e sala dos professores, uma (01) secretaria, sete (07) banheiros, um (01) refeitório,
uma (01) cozinha.
Dispõe também de 4 anexos que são salas cedidas por outras instituições para
atender todas as crianças do município.
Espaços esses que são pequenos, mas satisfatórios para o desenvolvimento
do processo de ensino aprendizagem.
Sua direção é organizada, prestativa e ágil o que facilitou em todo o processo
de estágio, sua forma de gerir e versátil e empática se preocupa com todos alunos e
funcionários, pensando sempre no bem estar de todos.
Realiza muitas ações para ajudar alunos e a comunidade local, que estejam
situação de vulnerabilidade social.
Todos na escola me receberam bem, atenciosos fizeram ao máximo para que
me sentisse o mais acolhida possível.
Atende crianças de Zero (04) meses aos cinco (05) anos da educação infantil
seu horário de funcionamento das 08:00 às 17:00 período integral para alunos dos
berçários e maternais e meio turno para pré e Jardim.
Divididos esses em um (01) Berçário I, um (01) Berçário II, dois (02) Maternais
I, dois (02) Maternais II, um (01) Maternal misto essas turmas se encontram na sede
da mesma nos anexos tem dois (02) jardins e dois (02) prés.,
A escola e formada por dezesseis(16) Professores, onze (11) atendentes, treze
(13) estagiários, um(01) supervisor, uma(01) secretaria, uma(01) Diretora, uma(01)
vice-Diretora, um (01) servente geral, e cinco (05) serventes de escola, 99 alunos (0-
3) anos e 136 (4-6) anos, divididos entre sede e 4 anexos.
Sua rotina para alunos turno integral consiste em: Acolhimento, Café da Manhã,
Rodinha de Atividades, Brincar, Almoço, Higiene, Descanso, Higiene Organização da
Sala, Lanche da Tarde, Rodinha com Atividades, Pracinha e Despedida.
4

Para alunos meio turno é dívida entre Acolhimento, Atividades, Lanche, brincar
com jogos e despedida.
5

2.CARACTERIZAÇÃO DA TURMA

A turma em evidência é constituída de 13 alunos, (08) meninos e (05) meninas,


com idades entre 2 e 3 anos. A maioria dos alunos é oriundo dos bairros Passo da
Areia e bandeira branca que são próximos a escola, onde os mesmos vivem com suas
famílias.
Pelo que pude observar, os alunos desta turma são bastante inteligentes,
observadores e demostram interesse, empenho, e dedicação pelas atividades
propostas.
A turma possui um aluno autista o qual realizou as atividades de a acordo com
suas condições.
Embora as Adversidade encontradas no processo devido a pandemia e a
situação de vulnerabilidade social de algumas famílias a maioria não mediu esforços
para realizar as atividades propostas.
Grande parte dos alunos se encontram em situação de dificuldades financeiras
pois os pais trabalham como autônomos um dos setores que está sendo muito
prejudicado nesse período o que para a realização das atividades no modelo a
distância está sendo um pouco complicado.
A metodologia usada no projeto tem o intuito de promover a socialização da
família com a crianças, de forma divertida prática e fácil atingindo todos os objetivos
no que se refere a aprendizagem, os recursos para realização delas foram todos
disponibilizados para que pudessem ser executadas igualmente por todos.
O que fez com que a maioria realizasse o que foi proposto a turma muito
afetuosa, com os professores e colegas a interação no grupo de WhatsApp foi muito
boa todos colocando vídeos, fotos e mandando áudios falando da felicidade de
estarem trabalhando todos juntos no mesmo projeto.
O grupo foi a único meio de ligação utilizado para realização do projeto lá foram
mandados os vídeos com as orientações necessárias para realização das atividades.
Os recursos utilizados foram contação de história, jogos, desenhos livres,
recortes as práticas foram muito bem executadas pelos alunos.
A escola é uma grande parceira da comunidade nesse momento, se mantem
aberta na parte da manhã para a impressão das atividades para os alunos e a entrega
de materiais necessários para a realização das mesmas.
6

Professora regente possui 16 anos de experiência na área é pós graduada em


educação infantil, excelente profissional dedicada, carinhosa, atenta, ágil, habilidosa
e muito competente isso faz com que tenha uma ótima relação com os alunos e
domínio completo sobre a turma.
7

3 PROJETO DE DOCÊNCIA

3.1 TÍTULO DO PROJETO: CORES E SABORES

Projeto cores e sabores tem como intuito trabalhar cores primárias e


alimentação com alunos de uma turma de maternal II.
Tendo em vista que estamos em isolamento social e que as atividades serão
realizadas com a ajuda da família em casa as atividades foram elaboradas para ser
de fácil execução como jogos e outras.
As orientações serão enviadas via WhatsApp através de vídeos explicativos, e
como forma de retorno os pais enviaram fotos e vídeos das realizações das mesmas.

3.2 TEMÁTICA

Observando a rejeição de alguns alunos por determinados alimentos, foi vista


a necessidade de expor a eles a grande importância dos mesmo para nossa saúde.
De maneira lúdica e divertida realçar que uma alimentação saudável além de
trazer muitos benefícios pode ser divertida.

3.3 PÚBLICO-ALVO

Alunos de 2 a 3 anos Maternal II.

3.4 PERÍODO DA PRÁTICA


As aulas serão realizadas de 06 de julho de 2020 a 17 de julho de 2020,
totalizando 10 dias letivos.

3.5 INSTITUIÇÃO DE PRÁTICA DE ESTÁGIO

A instituição Municipal que visa cuidar e educar com amor - Escola Municipal
de educação Infantil Carlos Arno Pretzel, Avenida Maurício Cardoso nº2820, Bandeira
Branca, São Jerônimo, Rio grande do Sul, Cep 967000-00, Dia 05 de Maio de 1994).
8

Em sua sede possui sete (07) salas de aula, um (01) container que é biblioteca
e sala dos professores, uma (01) secretaria, sete (07) banheiros, um (01) refeitório,
uma (01) cozinha.
Dispõe também de 4 anexos que são salas cedidas por outras instituições para
atender todas as crianças do município.
Espaços esses que são pequenos, mas satisfatórios para o desenvolvimento
do processo de ensino aprendizagem.
Sua direção é organizada, prestativa e ágil o que facilitou em todo o processo
de estágio, sua forma de gerir e versátil e empática se preocupa com todos alunos e
funcionários, pensando sempre no bem estar de todos.
Realiza muitas ações para ajudar alunos e a comunidade local, que estejam
situação de vulnerabilidade social.
Todos na escola me receberam bem, atenciosos fizeram ao máximo para que
me sentisse o mais acolhida possível.
A professora regente da turma me deu todo apoio necessário para que
realizasse meu trabalho com sucesso, educada solicita e muito gentil durante o
desenvolvimento.
A escola e formada por dezesseis(16) Professores, onze (11) atendentes, treze
(13) estagiários, um(01) supervisor, uma(01) secretaria, uma(01) Diretora, uma(01)
vice-Diretora, um (01) servente geral, e cinco (05) serventes de escola, 99 alunos (0-
3) anos e 136 (4-6) anos, divididos entre sede e 4 anexos.

• Acolhimento
• Café da Manhã
• Rodinha de Atividades
• Brincar
• Almoço
• Higiene
• Descanso
• Higiene
• Organização da Sala
• Lanche da Tarde
• Rodinha com Atividades
9

• Pracinha
• Despedida

Atende crianças de Zero (04) meses aos cinco (05) anos da educação infantil
seu horário de funcionamento das 08:00 às 17:00 período integral para alunos dos
berçários e maternais e meio turno para pré e Jardim.
Divididos esses em um (01) Berçário I, um (01) Berçário II, dois (02) Maternais
I, dois (02) Maternais II, um (01) Maternal misto essas turmas se encontram na sede
da mesma nos anexos tem dois (02) jardins e dois (02) prés.
A pandemia do novo coronavírus está gerando muitas mudanças em diferentes
setores da sociedade. Com a quarentena e o isolamento social as aulas suspensas a
instituições tiveram que aderir a educação a distância.
Na instituição em que realizo o estágio não é diferente como forma de ajudar
os pais driblar esse momento de crise.
Não com o intuito de cumprir uma lista de atividades como acontece na escola,
mais sim usar o momento para que a família possa interagir e socializar com essa
criança.
Ao professor compete o papel de orientar esses pais que através da brincadeira
e do lúdico conseguimos atingir muitos objetivos da aprendizagem e para que não se
perca o vínculo com a escola professores e colegas.

3.6 JUSTIFICATIVA

Constatando em sala de aula que algumas crianças não queriam comer alguns
alimentos por quais se referiram “não gostar” senti a necessidade de apresentar-lhes
os benefícios que eles trazem para nossa saúde de maneira lúdica e de fácil
entendimento.
Percebi também que gostavam muito de histórias, sendo assim optei por levar
a eles uma história que falassem sobre o tema.
O projeto está baseado história da “Amanda no país das Vitaminas” de
Leonardo Mendes Cardoso, nos traz o tema da alimentação de maneira muito
divertida para os pequenos.
10

Conta sobre uma menina que não gostava de comer frutas e verduras após
descobrir sua importância para seu desenvolvimento muda de opinião sobre eles.
Aproveitando a temática para trabalhar o reconhecimento das cores e distinguir
os tamanhos dos alimentos com a grande variedade dos mesmos.
O projeto será de fácil entendimento e bem ilustrativo com figuras, jogos e
materiais concretos para que se apropriem do conhecimento.
Visando presente situação do pais diante da pandemia as atividades foram
todas adaptadas para que pudesse atingir os objetivos desejados, mesmo com sua
realização não sendo presencial.Com a autorização da direção da escola que já
estava seguindo a mesma forma de ensino e o apoio da professora regente da turma
que conferiu cada uma delas para tivesse adequadas as necessidades da turma as
mesmas serão aplicadas com orientação da estudante em questão e ajuda dos pais
ou responsáveis para sua realização em casa.

3.7 OBJETIVO GERAL

Incentivar bons hábitos alimentares, colaborando para a valorização de uma


alimentação variada, mediante práticas pedagógicas que chamem sua atenção para
a importância desses alimentos.

3.8 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Estimular o desenvolvimento cognitivo das crianças;


• Incitar a pratica de bons hábitos alimentares;
• Incentivar a comunicação por palavras como forma de expressão;
• Identificar Cores e Sabores;
• Desenvolver a coordenação motora;

3.9 CONHECIMENTOS

A BNCC traz a orientação de trabalhar com foco nos eixos estruturais, direitos
de aprendizagem da criança e campos de experiência. Eles já existiam, mas com a
Base ganham um enfoque maior na prática pedagógica e na rotina escolar.
11

Os eixos estruturais, interagir e brincar, são importantes para que a criança


consolide sua aprendizagem. É a partir da brincadeira e da interação que ela
desenvolve, nesta etapa, as estruturas, habilidades e competências que serão
importantes ao longo de toda a vida.

Direitos de aprendizagem

A BNCC na Educação Infantil estabelece seis direitos de aprendizagem:


conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se. São eles que
asseguram as condições para que as crianças “aprendam em situações nas quais
possam desempenhar um papel ativo em ambientes que as convidem a vivenciar
desafios e a sentirem-se provocadas a resolvê-los, nas quais possam construir
significados sobre si, os outros e o mundo social e natural” (BNCC).

• Conviver
Conviver com outras crianças e adultos, em pequenos e grandes grupos,
utilizando diferentes linguagens, ampliando o conhecimento de si e do outro, o
respeito em relação à cultura e às diferenças entre as pessoas.
• Brincar
Brincar cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos,
com diferentes parceiros (crianças e adultos), ampliando e diversificando seu acesso
a produções culturais, seus conhecimentos, sua imaginação, sua criatividade, suas
experiências emocionais, corporais, sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e
relacionais.
• Participar
Participar ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da
gestão da escola e das atividades propostas pelo educador quanto da realização das
atividades da vida cotidiana, tais como a escolha das brincadeiras, dos materiais e
dos ambientes, desenvolvendo diferentes linguagens e elaborando conhecimentos,
decidindo e se posicionando.
• Explorar
Explorar movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores, palavras, emoções,
transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, na
12

escola e fora dela, ampliando seus saberes sobre a cultura, em suas diversas
modalidades: as artes, a escrita, a ciência e a tecnologia.
• Expressar
Expressar, como sujeito dialógico, criativo e sensível, suas necessidades,
emoções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões, questionamentos,
por meio de diferentes linguagens.
• Conhecer-se
Conhecer-se e construir sua identidade pessoal, social e cultural, constituindo uma
imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento, nas diversas experiências
de cuidados, interações, brincadeiras e linguagens vivenciadas na instituição escolar
e em seu contexto familiar e comunitário

• Campos de experiência

Os campos de experiências constituem um arranjo curricular que acolhe as


situações e as experiências concretas da vida cotidiana das crianças e seus
saberes, entrelaçando-os aos conhecimentos que fazem parte do patrimônio
cultural. A definição e a denominação dos campos de experiências também se
baseiam no que dispõem as DCNEI em relação aos saberes e conhecimentos
fundamentais a ser propiciados às crianças e associados às suas experiências.

Assim, ao considerar esses saberes e conhecimentos, a BNCC estrutura os campos


de experiência da seguinte forma:

• O eu, o outro e o nós

É a partir da interação e do convívio com outras crianças, que a criança começa a


construir sua identidade e a descobrir o outro. Quando ela chega na escola, seu foco
é seu próprio mundo (EU). Com o trabalho realizado no ambiente escolar, ela passa
a perceber seus colegas (OUTRO) e logo está interagindo no meio dos outros (NÓS).

Portanto, é na Educação Infantil que a criança amplia sua autopercepção, assim


como a percepção do outro. Além de valorizar sua identidade, ela aprende a respeitar
os outros e a reconhecer as diferenças entre ela e seus colegas.
13

• Corpo, gestos e movimentos

A criança explora o espaço em que vive e os objetos a sua volta com o corpo, por
meio dos sentidos, gestos e movimentos. É nesse contexto – a partir das linguagens
como música, dança, teatro e brincadeiras – que elas estabelecem relações,
expressam-se, brincam e produzem conhecimentos.

É na Educação Infantil que o corpo das crianças ganha centralidade. Por isso, é
importante que a escola promova atividade lúdicas com interações, nas quais as
crianças possam “explorar e vivenciar um amplo repertório de movimentos, gestos,
olhares, sons e mímicas com o corpo, para descobrir variados modos de ocupação e
uso do espaço com o corpo (tais como sentar com apoio, rastejar, engatinhar,
escorregar, caminhar apoiando-se em berços, mesas e cordas, saltar, escalar,
equilibrar-se, correr, dar cambalhotas, alongar-se etc.)”

• Traços, sons, cores e formas

A convivência com diferentes manifestações artísticas, culturais e científicas no


espaço escolar possibilita a vivência de várias formas de expressão e linguagens. A
partir dessas experiências, as crianças desenvolvem seu senso estético e crítico, além
da autonomia para criar suas produções artísticas e culturais.

Dessa forma, é de extrema importância para a criança da Educação Infantil o


contato com as artes visuais, música, teatro, dança e audiovisual, para que ela possa
desenvolver sua sensibilidade, criatividade e sua própria maneira de se expressar.

• Escuta, fala, pensamento e imaginação

O contato com experiências nas quais as crianças possam desenvolver sua escuta
e fala são importantes para sua participação na cultura oral, pertencente a um grupo
social. Além da oralidade, é fundamental que a criança inicie seu contato com a cultura
escrita a partir do que já conhecem e de suas curiosidades.
14

Ao escutar histórias, participar de conversas, ter contato com livros, as crianças


irão desenvolver, além de sua oralidade, a compreensão da escrita como uma forma
de comunicação.

• Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações

A criança da Educação Infantil está inserida em um mundo de descobertas,


com espaços e tempos de diferentes dimensões. Logo, é nessa idade que ela começa
a despertar sua curiosidade para o mundo físico, seu corpo, animais, plantas,
natureza, conhecimentos matemáticos, bem como para as relações do mundo
sociocultural.

Por isso, a BNCC entende que, na Educação Infantil, a escola “precisa


promover experiências nas quais as crianças possam fazer observações, manipular
objetos, investigar e explorar seu entorno, levantar hipóteses e consultar fontes de
informação para buscar respostas às suas curiosidades e indagações.”

Dessa forma, a instituição cria oportunidades para a criança ampliar seu


conhecimento de mundo, de modo a utilizá-los em seu cotidiano.

Segundo (BNCC).

• Linguagem Oral;
• As plantas;
• Desenvolvimento de plantas;
• O nosso corpo;
• Alimentação;
• Desenho Livre;
• Memorização;
• Coordenação Visomotora;
• Colagem bolinhas de papel;
• Cores;
• Desenvolvimento cognitivo;
• Leitura de imagens;
15

• Coordenação motora fina;


• Tamanho;

O EU, O OUTRO E O NÓS

• As plantas: Atividade plantar a muda de alface.


• Alimentação: Atividade fazer a vídeos apresentando o alimento saudável de
sua preferência, identificar quais são alimentos saudáveis e quais não são.
• O nosso corpo: Atividade através da história reconhecer os benefícios que
esses alimentos trazem para nossa saúde.

CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS

• Coordenação motora fina: Atividade realizar recorte de alimentos de jornais


ou revistas com a supervisão de um adulto responsável.

TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS

• Desenho Livre: Atividade desenhar os personagens da história de maneira


livre e espontânea.
• Colagem bolinhas de papel: Atividade fazer bolinhas de papel crepom e colar
no personagem da história a alface.
• Cores: Atividade reconhecer as cores das figuras.
• Classificar: Atividade classificar as figuras de acordo com sua cor.
• Desenvolvimento cognitivo: Atividade Quebra-cabeça e Jogo da memória
explorar a capacidade de resolver problemas, incentivando o raciocínio, a
percepção visual, a percepção espacial e a sensibilidade da criança através de
jogos com personagens da história.

ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


16

• Linguagem Oral: Atividade contação de histórias com o auxílio do professor


via vídeo.
• Coordenação Viso motora: Atividade pintar personagens da história.
• Linguagem Oral: Atividade através da linguagem oral comunicar-se relatando
qual alimento saudável gosta suas vivências e seus ponto de vista sobre ele.
• Leitura de imagens: Atividade manusear revistas ou jornais a procura de
alimentos que se classifiquem de acordo com o que é solicitado.

ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES

• Tamanho: Atividade fazer um vídeo relatando o tamanho do alimento se é


grande ou pequeno.

3.10 METODOLOGIA

1º Dia 06/07/20: (Gravar vídeo) Reprodução oral da história “Amanda no país das
vitaminas”, com fantoches dos personagens, tornando mais lúdica e atrativa para
crianças para estimular seu imaginário e melhor memorização da história.

2º Dia 07/07/20: (Gravar vídeo) plantando uma muda de alface personagem da


história, promovendo uma interação da história com o conceito de alimentação
saudável e meio ambiente.

3º Dia 08/07/20: (Gravar vídeo) falando usando os fantoches para estimular que as
crianças representem suas emoções com relação a história e seus personagens.

4º Dia 09/07/20: (Gravar vídeo) mostrando o jogo da memória com os personagens


para promover a memorização das imagens aperfeiçoando o raciocínio dos alunos.

5º Dia 10/07/20: (Gravar vídeo) mostrando a folha com de colorir, atividade essa que
tem como objetivo desenvolver a coordenação visomotora através da pintura e dos
movimentos determinados e ver se reconhecem as cores dos alimentos impressos.
17

7º Dia 14/07/20: (Gravar vídeo) mostrando a folha com as cores primárias e solicitar
que classifiquem as figuras inclusas no material de acordo com sua cor, atividade tem
como objetivo ajudar a reconhecer, nomear e memorizar as cores memorização das
cores.

8º Dia 15/07/20: (Gravar vídeo) mostrando o quebra-cabeça que está sendo enviado
e pedir que o monte e digam a qual alimento formou com a imagem atividade essa
trabalha a concentração, capacidade de resolver problemas, raciocínio logico e
percepção visual.

9º Dia 16/07/20: (Gravar vídeo) falando sobre a importância de uma alimentação


saudável e o cuidado com o corpo, pedir aos alunos que com a ajuda dos pais ou
responsáveis recortem de jornais ou revistas alimentos saudáveis e não saudáveis e
colem no emoji, trabalhando a coordenação motora fina e manuseio de diversos
materiais gráficos.(Explicar o emoji que comeu alimentos saudáveis está feliz e o que
não comeu está triste).

10º Dia 17/07/20: (Gravar vídeo) pedir que depois de tudo que já aprendemos sobre
alimentação saudável, agora queremos saber quais desses alimentos você gosta
de comer, me mande um vídeo me mostrando esse alimento e me diga seu nome e
se ele e grande ou é pequeno, objetivo da atividade estimular a comunicação, relato
de suas vivências, gosto e noções matemática de tamanho.

3.11 RECURSOS

• Livro da história, “Amanda no país das vitaminas”;


• Avental com fantoches personagens;
• Celular para gravar vídeo e tirar fotos das atividades;
• Muda de alface;
• Um vaso de planta ou local para plantar;
• Terra;
• Uma pá;
• Folha A4 com impressão atividade;
18

• Lápis de cor;
• Jogo da memória com os personagens;
• Folha A4 com impressão de alimentos;
• Folha A4 com impressão da Alface;
• Papel crepom;
• Cola;
• Folha A4 com impressão das cores Primárias;
• Figuras de objetos;
• Quebra-cabeça;
• Folha de papel A4 com impressão dos Emojis;
• Revista ou jornais;
• Tesoura;
• Fruta ou verdura;

Foi entregue na casa dos alunos um portifólio com as todas atividades, jogos e
mudinha de alface para realização do projeto, todos possuem os materiais
necessários já disponibilizado pela escola.

3.12 AVALIAÇÃO

A avaliação será realizada mediante o acompanhamento e registro do


desenvolvimento dos processos de aprendizagem dos alunos, para que seja capaz
de ponderar sobre a qualidade das suas interações e participação das atividades
propostas.
19

4. RELATOS DA PRÁTICA

Este trabalho consiste na descrição e reflexão das experiencias vivenciadas no


Estágio de Educação Infantil realizado na Escola Municipal de educação Infantil
Carlos Arno Pretzel no município de São Jerônimo.
Possuindo carga de 10 aulas as quais foram desenvolvidas no período de 06 de
julho 2020 a 17 julho de 2020.
Devido a pandemia não houve observação a maneira utilizada para conhecer
a turma foi através de entrevistas com a professora regente Fabiana Serpa a qual
forneceu todas as informações necessárias para que as atividades fossem elaboradas
de acordo com o ritmo da turma.
As atividades foram realizadas com autonomia baseadas no PPP da instituição,
apesar da ajuda do professar regente fiquei bem livre para escolhe-las claro que tendo
uma base teórica pois é preciso ter conhecimento para construir habilidades e facilitar
o desenvolvimento dos alunos.
Os momentos de participação e atuação do estágio foram de grande
expectativa de aprendizagem é um momento especial, ao mesmo tempo que se
ensina se aprende.
O estágio também proporciona ao acadêmico a reflexão sobre a possibilidade
de ser um educador, fazendo com tenha certeza da profissão que escolheu, o mesmo
poderá perceber a tempo que esse não é o caminho que quer seguir. A formação do
professor é a compreensão da teoria na prática, sabendo que a criança aprende por
meio da brincadeira cabe a ele promover atividades que possibilitem essas
experiências aos alunos por exemplo: sentir, manipular, observar, criar, descobrir,
relacionar, articular, elaborar hipóteses e verificá-las compreender informações cada
vez mais difíceis.
As crianças possuem diversas experiências e conteúdo que terá mais facilidade
em desenvolver e aprender cabe a nós professores buscar caminhos que tornem mais
fácil esse aprendizado.
Buscando garantir que as crianças tenham os conhecimentos e aprendizagem
necessárias depois de algumas entrevistas com a professora regente foi verificado
que escola esse ano de 2020 está trabalhando com as cores e sabores visando
20

potencializar esse conhecimento nos alunos dei a sugestão de trabalhar o tema aliado
a alimentação saudável.
Foi discutido também os recursos utilizados na gravação das aulas como seria
a distância qual material seria utilizado para aplicação e como seriam entregues para
os alunos tendo em vista a saúde e integridade deles.
Tendo em vista que devido a pandemia houve um aumento significativo do consumo
de produtos industrializados.
O referido estágio se realizou no turno vespertino, todas atividades foram
desenvolvidas e planejadas para a faixa etária de 2 a 3 anos tendo como objetivo
principal o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social dos alunos através da
ludicidade e do jogo como forma de aprendizado.
Para Vygotsky, a brincadeira pode ter papel fundamental no desenvolvimento
da criança. Seguindo então essa idéia que o aprendizado se da por meio do jogo
lúdico e os de papéis a história da Amanda no país das vitaminas foi contada de
maneira para que houvesse uma atuação na zona de desenvolvimento proximal, ou
seja foi contada para que determinado valores sejam fortalecidos para incitar seu
imaginário em questão de situações e papéis como seguir a conduta de comer
alimentos saudáveis para não sofrer as mesmas consequências da menina da
história.
Com a ludicidade como mediadora para estimular o desenvolvimento foi
escolhida a história da “Amanda no país das vitaminas” que apresentada através de
vídeo contada com fantoches sempre comparando o alimento saudável com o não
saudável e de acordo com a história mostrando a importância dos mesmo para nossa
saúde e disposição no dia-dia e que podemos mudar nosso hábitos alimentares.
Atividades aplicadas:
• Primeira aula foi contada a história aos alunos;
• Segunda aula plantar a muda de alface trabalhando conceito de meio ambiente
plantar para colher;
• Terceira aula foi solicitado um desenho livre sobre os personagens da história;
• Quarta aula jogo da memória estimulando o desenvolvimento cognitivo;
• Quinta aula colorir os alimentos saudáveis;
• Sexta aula fazer bolinhas de papel crepom e colar na alface personagem da
história;
• Sétima aula classificação de figuras nas cores primárias enviadas no projeto;
21

• Oitava aula montagem de quebra-cabeça;


• Nona aula recorte de alimentos saudáveis e não saudáveis e classificação:
• Décima aula realizar um vídeo com o relato de seu alimento saudável preferido
dizendo seu tamanho e sua cor;

Todas as atividades foram realizadas conforme o planejamento não houve


alterações na aplicação das mesmas.
As atividades foram criadas a partir de várias teorias afim de fomentar o
conhecimento dos alunos começando pela de Piaget quando falamos em assimilação
e acomodação dois elementos chave para aprendizagem humana.
Fazendo com que os alunos adquiram informações que até então não
possuíam ou seja, ela está disposta aprender o quando apresentamos os alimentos
saudáveis que até então não tinham esse entendimento só sabiam que eram
alimentos, e depois começamos a mostra-los em outras atividades ou do mesmo
projeto ocorre o processo de assimilação por esse motivo a importância de se trabalha
uma mesmo assunto mesmo que forma diferente. E assim que eles tiverem o
entendimento completo sobre o assunto, quando ocorrer o processo de acomodação
cabe a nós professores vir com novos temas que despertem o interesse dos
pequenos.
Os ensinamentos da teoria de Piaget saíram dos livros e podem ser vistos na
prática, dentro das salas de aula.
Para a elaboração das atividades devemos saber e entender os estágios de
desenvolvimento e Aprendizagem Humana Segundo a Teoria de Piaget. Os alunos
do MII A se encontram no pré-operatório (2 aos 7 anos) no qual o é marcado pelo
início da linguagem oral, que é quando a criança começa a externar em palavras
aquilo que assimilou e acomodou no passado por esse motivo a última atividade do
projeto foi pedir a eles que falassem qual seu alimento saudável preferido sua cor e
seu tamanho para que externasse em palavras.
E para concluir esse estágio com sucesso foi de grande importância o apoio da
família segundo a teoria de Henry Wallon no segundo estágio – sensório-motor e
projetivo – deve haver, por parte da família, a disposição de oferecer situações e
espaços diversos a fim de que as crianças participem de forma igual, assim como a
atenção para lhes responder sobre o mundo exterior, facilitando-lhes a diferenciação
entre elas e os objetos.
22

A melhor parte de todo o processo foi ver as crianças aprendendo e interagindo


mesmo que através de fotos e de vídeos o contato foi intenso, gratificante e valioso
para minha formação agradeço as famílias pelo apoio e dedicação na realização das
atividades.
23

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Através das entrevistas realizadas na unidade de ensino e com a


professora regente da turma foi possível contatar a importância do lúdico em
sala de aula na Educação Infantil considerando a necessidade de ser a
técnica a ser utilizada para chamar atenção dos alunos afinal como as aulas
foram realizadas via vídeo os mesmo deveriam ser atrativos para despertar
o interesse das crianças .

A prática de estágio mesmo sendo realizada a distância devido a


pandemia, possibilitou novas experiências e conhecimentos para minha
futura profissão adquiri várias possibilidades de se trabalhar alimentação
saudável através de brincadeiras, jogos e contato com meio ambiente.

Todas as experiências oportunizadas no processo foram de extrema


importância para alunos como: controle sobre o corpo e o movimento,
coordenação motora fina, alegria, o desenvolvimento cognitivo, afetivo e
valores.

O Maternal MIIA será uma marca pedagógica em minha vida, minha


primeira turma de estágio será sempre lembrada por mim pelo momento
delicado difícil que entraram na minha vida, mais pelo amor carinho e
reciprocidade que me deram num dos momentos mais importantes da
carreira de um pedagogo. Os alunos serão lembrados pela energia,
dedicação e empenho nas atividades e os pais pelo comprometimento e
confiança.
24

REFERÊNCIAS

CONCEPÇÕES DE JOGO CONFORME VYGOTSKY, PIAGET, WALLON.


Pedagogia ao Pé da Letra, 2013.
MAHONEY, Abigail Alvarenga & ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. Afetividade
e processo ensino-aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. Revista
da Psicologia da Educação, nº 20 – 2005. Acessado em 16.02.2014.
DANTAS, Heloysa. A afetividade e a construção do sujeito na
psicogenética de Wallon. In LA TAILLE, Yves de. Piaget, Vygotsky, Wallon:
teorias psicogenéticas em discussão. Yves de La Taille, Marta Kohl de
Oliveira, Heloysa Dantas. São Paulo: Summus, 1992.
BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – BNCC Versão
Final. Brasília, DF, 2017.