Você está na página 1de 5

CONTRATO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA DE BEM IMÓVEL

Ao dia vinte e dois do mês de junho de dois mil e quinze (22/06/15) , por este contrato
particular de venda e compra de bem imóvel que fazem de um lado como outorgante
vendedor, NOME, NACIONALIDADE, PROFISSÃO, portador do RG nº, inscrito no CPF Nº
residente na Rua, nº, BAIRRO, CIDADE, ESTADO,, como outorgante comprador, NOME,
NACIONALIDADE, PROFISSÃO, portador do RG nº, inscrito no CPF Nº residente na Rua, nº,
BAIRRO, CIDADE, ESTADO,, ajustam a venda e compra do imóvel abaixo especificado,
conforme a legislação pertinente e as cláusulas abaixo especificadas:

Cláusula I: O outorgante vendedor é legítimo proprietário e possuidor do bem objeto deste


negócio e declara para os devidos fins de direitos que o bem está livre de quaisquer ônus
que possa obstruir ou dificultar a integral disposição do bem e a validade e eficácia jurídica
deste contrato, sendo responsável por todos os encargos, ações judiciais, ônus, evicção e
tributos que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel relativo a fatos geradores
acontecidos até a presente data.

Cláusula II: Por este instrumento particular e na melhor forma de direito o outorgante
vendedor cede e transfere seus direitos de legítimo proprietário e possuidor do bem aqui
descrito ao outorgante comprador. O imóvel objeto deste negócio jurídico é

Cláusula III: Como preço do negócio o outorgante comprador se compromete a pagar ao


outorgante vendedor, em moeda corrente do País, a importância líquida e certa de R$ , cujo
pagamento se dará da seguinte forma:

§1º - O outorgante comprador pagará ao outorgante vendedor, a

Cláusula IV: O outorgante vendedor transmite DESDE JÁ ao outorgante comprador TODA


POSSE, jus, domínios, direitos e ações que exerciam sobre o imóvel, ora vendido e objeto
deste instrumento, para que dele o outorgante comprador use e goze como melhor lhes
aprouver, obrigando-se o outorgante vendedor, por si e seus sucessores ou herdeiros, a
qualquer título, fazer esta venda sempre boa, firme e valiosa, respondendo pela evicção de
direito, quando chamados à autoria, na forma da Lei.

Página 1 de 5
Cláusula V: Caso o outorgante vendedor não queira receber o pagamento em seu respectivo
vencimento e outorgar a escritura definitiva nos termos ora ajustados ao outorgante
comprador ou a que estes indicarem, os mesmos poderão depositar a referida importância
em Juízo, bem como requerer a competente Ação de Adjudicação Compulsória, cujo valor
somente será liberado ao outorgante vendedor por ocasião da outorga da escritura
definitiva, e depois de deduzidas todas as custas, despesas processuais, encargos legais e
honorários advocatícios.

Cláusula VI: As partes renunciam ao direito de arrependimento, sendo o presente


instrumento assinado em caráter irrevogável e irretratável, obrigando não só as partes
contratantes como também seus herdeiros e sucessores a fazerem este negócio jurídico
sempre válido e eficaz.

Cláusula VII: O outorgante vendedor declara que não está vinculado a nenhuma instituição
de Previdência Social e responsabiliza-se por quaisquer impostos ou taxas, quer seja
estadual ou municipal, que venha recair sobre o imóvel até a presente data, inclusive
quanto às despesas decorrentes de débito junto à Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Rio
Pardo/SP, em relação a IPTU, ou ainda, concessionária de energia elétrica, abastecimento de
água, rede de esgoto, serviços públicos prestados ao imóvel, entre outros..

Cláusula VIII: Considerando que o outorgante vendedor trata-se de pessoa FISICA, fica este
ciente da apresentação dos seguintes documentos e certidões:Certidão Negativa de Débitos
Relativos às Contribuições Previdenciárias e as de Terceiros (CND); Certidão Conjunta
Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e a Dívida Ativa da União; Certificado
de Regularidade do FGTS – CRF, expedido pela Caixa Econômica Federal; Certidão da
Secretaria da Receita Federal; Certidão do imóvel; Certidão de avaliação do imóvel;
Certidão Negativa de Débitos, expedida pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Rio
Pardo/SP; Certidão de Ações Reais e Pessoais Reipersecutórias relativa ao imóvel e de
Ônus Reais, expedida pelo Serviço de Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Santa
Cruz do Rio Pardo/SP; Certidão Negativa de Ações Cíveis e Execuções Fiscais, expedida pela
seção de distribuição judicial do Fórum da comarca da residência do outorgante
vendedora e da comarca do município onde se localiza o imóvel negociado; Certidão
Negativa de Protesto, expedida pelo Tabelionato de Protestos de Letras e Títulos da
comarca da residência do outorgante vendedora e da comarca do município onde se
localiza o imóvel negociado; Certidão de Distribuição de Ações e Execuções Cíveis, Fiscais,
Criminais e dos Juizados Federais Criminais Adjunto, expedida pelo Poder Judiciário –
Justiça Federal; Certidão Negativa de Débito Trabalhista; Certidão Conjunta de Débitos
Relativos à Tributos Federais e Dívida Ativa da União .

Página 2 de 5
Cláusula IX: Ajustam as partes o prazo de 01 (HUM) mês para que a outorgante vendedor
apresente os documentos e certidões acima especificados, caso sejam essas, por qualquer
motivo obstadas pelos entes que as emitem, o prazo será automaticamente prorrogado por
03 (três) meses, sendo o outorgante comprador mantido na posse. Sendo que na sua falta,
implicará a rescisão automática do presente contrato, devendo, ainda a outorgante
vendedora restituir ao comprador os valores que lhe foram pagos, bem como indenizar as
benfeitorias eventualmente realizadas no imóvel, e o outorgante comprador, por sua vez,
devolver o imóvel ao outorgante vendedor no estado em que se encontram, salvo se os
outorgantes compradores anuírem com a prorrogação dessa data, uma vez esclarecidos os
eventuais obstáculos que as impedem de serem emitidas de pronto.

§1º - Ocorrendo ou não a prorrogação do prazo acima mencionado, não haverá reajuste
sobre as prestações estipuladas na cláusula III.

Cláusula X: Considerando que o outorgante comprador é pessoa física, ficam estes


responsáveis pela apresentação dos seguintes documentos: cópia autenticada dos
documentos pessoais (RG; CPF; e Certidão de Casamento), no ato da lavratura da Escritura
Pública de Compra e Venda de Imóvel junto ao Tabelionato de São Pedro do turvo/SP;

Cláusula XI: A quitação total do valor ajustado entre as partes dar-se-á no ato da lavratura
da escritura publica de compra e venda do imóvel junto ao tabelionato de São Pedro do
Turvo- SP.

Cláusula XII: Até a data da lavratura da escritura definitiva e seu registro junto ao Serviço de
Registro de Imóveis competente, a outorgante vendedor obriga-se a fornecer todas as
informações e assinar todos os documentos necessários, para que o outorgante comprador
venham a exercer seus direitos de posse e titularidade sobre o imóvel.

Cláusula XIII: Que o imóvel, objeto do presente instrumento, foi vistoriado pelo outorgante
comprador, razão pela qual declaram saber como é e o estado em que se encontra,
aceitando-o como está.

Cláusula XIV: Pelas partes foi dito que a presente transação é feita com a cláusula “AD
CORPUS”, cabendo ao outorgante comprador, seus herdeiros ou sucessores, todo e
qualquer direito que se encontra nos limites incontestáveis do imóvel pelo presente
instrumento, ora transmitido, em cuja posse o outorgante vendedor e seus antecessores
imediatos se encontravam há vários anos.

Página 3 de 5
Cláusula XV: Os outorgante comprador somente poderão transferir o imóvel, objeto deste
instrumento, a terceiros, antes da quitação total do preço ajustado, com anuência expressa
da outorgante vendedora.

Cláusula XVI: Caso alguma das partes não cumpra o disposto nas cláusulas estabelecidas
neste instrumento, responsabilizar-se-á pelo pagamento de multa equivalente a 20% (cinco
por cento) do valor do negócio avençado entre as partes.

Cláusula XVII: Fica sob inteira responsabilidade civil e criminal das partes contratantes em
apor suas assinaturas neste instrumento, bem como das testemunhas.

Cláusula XVIII: Que a DOI – Declaração sobre Operação Imobiliária, referente a presente
transação será comunicada à agência da Secretaria da Receita Federal, por ocasião da
lavratura da escritura definitiva.

Cláusula XIX: O presente instrumento é celebrado sob a égide da legislação civil prescrita
pelo Código Civil Brasileiro e legislação civil complementar em vigor, cumprindo à parte que
sentir-se lesada em face da outra, relativamente aos termos deste instrumento,
preliminarmente a qualquer medida judicial, efetivar a notificação competente, judicial ou
extrajudicialmente.

Cláusula XX: As partes de comum acordo elegem a Comarca de Santa Cruz do Rio Pardo/SP,
CEP 18.900-000, para dirimir eventuais litígios decorrentes do presente ajuste.

E por estarem de acordo e aceitarem todas as condições aqui pactuadas, as partes assinam
este documento em 02 (duas) vias de igual teor para único fim, na presença de 02 (duas)
testemunhas aos devidos fins de direitos.

Santa Cruz do Rio Pardo/SP,

_________________________
Outorgante comprador

Página 4 de 5
___________________________________
Outorgante vendedor

TESTEMUNHAS:

_________________________ _________________________
Nome: Nome:
CPF: CPF: 
RG: RG: 

Página 5 de 5

Você também pode gostar