Você está na página 1de 5

1.

Carga elétrica e eletricidade


A primeira observação registrada a cerca da eletricidade
ocorreu seis séculos antes de Cristo, por Tales de Mileto onde ao
atritar um pedaço de âmbar no pelo de um animal, esse material
(âmbar) começou a atrair outros objetos, como penas e pedachos
de palha.

O relato de Tales costuma ser considerado o marco inicial desse


ramo da Física chamado de eletricidade.

No entanto a experiência de Tales só foi estudada 22 séculos


depois. No século XVI foram feitas experiências para tentar
compreender as proriedades do âmbar,porém William Gilbert
observou o mesmo efeito que Tales, mas em diversos outros
materiais, como vidro, enxofre, seda, lã, entre outros.

William Gilbert organizou seus estudos, incluindo estudos sobre


imãs, magnetismo e magnetismo terrestres na obra De agnete
(Sobre ímãs) publicada em 1600, uma das obras mais importante
da história da ciência, pois influencciou vários cientistas, como os
astrônome alemão Johannes Kepler e o Italiano Galileu
Galileu,Essa obra inaugurou o estudo sitemático do magnetismo e
da eletricidade

2)Carga elétrica
Para entender como a matéria era constituida, experiências feitas
revelaram que os prótons e os elétrons são partículas eletrizadas
que apresentam comportamentos opostos, mas com igual
intensidade.Os nêutrons descobertos em 1932 por James
Chadwick, que são partículas eleticamente neutras.

Ao próton e ao elétron associou-se uma propriedade


denominada carga elétrica, e convencionou-se estabelecer que a
carga associada ao próton é positiva, enquanto a carga elétrica
associada ao elétron é negativa

É o equilíbrio entre o número total de prótons no núcleo e o


número total de elétrons na eletrosfera que torna o átomo
elétricamente neutro.Quando esse equilíbrio é rompido, caso em
que o átomo perde ou ganha elétrons, ele se transforma em íon
uma partícula carregada positiva ou negatvamente

3. Princípio de atração e repulsão


Imagine a seguinte experiência: Duas barras de vidro suspensas
por um fio de náilon, próximas entre si, são atritadas com um
pano de seda. Ambas as barras se eletrizam postivamente, e, ao
serem abadonadas, notamos que elas se repelem. Que conclusão
é possível tirar desse fato?

Cargas positivas se repelem


Agora, imagine que o mesmo procedimento seja realizado com
duas barras de celuloide(plástico), atritadas com lã. Nesse caso, as
barras se eletrizam negativamente e, ao serem abandonadas, elas
se afastam mutuamente. Conclui-se que:

Cargas negativas se repelem


Entretanto, se aproximamos a barra do vidro atritada com seda e a
barra de celuloide atritada com lã, verificamos que elas se atraem.
Conclusão:

Carga positiva atrai carga negativa e vice versa


Reunindo essas observações, podemos enunciar a primeira lei
fundamental da eletrostática, também conhecida como princípio
da atração e repulsão:

4.Condutores e isolantes
Alguns materiais permitem trenferência de elétrons com mais
facilidade que outros; Estes são chamados de condutores
elétricos. Os que não transferem bem os elétrons são
denominados isolantes ou dielétricos

A existência de condutores e isolantes é explicada atualmente


pela presença, nos átomos, dos chamados elétrons livres ou
elétrons de condução. Esses elétrons são atraídos mais
fracamente pelo núcleo,por estarem afastados dele, podendo ficar
fora de seu campo de ação e, assim, deslocar-se "livremente" no
interior do material.

5. Processos de eletrização
.Eletrização por atrito
Quando dois corpos de materiais diferentes sofrem atrito, o
contato entre eles acontece com tal proximidade que os átomos
de um material interagem fortemente com os átomos do outro.
Nessa interação, ocorre a transferência de elétrons de um corpo
para outro. O que cede elétrons fica eletrizado positivamente, e
aquele que recebe elétrons fica eletrizado negativamente.

.Eletrização por contato

Ao realizar um contato entre dois átomos um carregado


elétrcamente e outro neutro, a repulsão entre os elétrons do
átomo carregado faz que haja transferência de parte desses
elétrons para o átomo neutro. No final, ambos os condutores
ficarão eletrizados negativamente

. Contato entre um condutor eletrizado e a terra

Quando se faz o contato entre um corpo eletrizado e o solo, tanto


um como o outro ficam eletrizados. Lembre-se que a
redistribuição das cargas é proporcional às dimenções dos corpos
envolvidos. Como as dimensões do corpo são desprezíveis em
comparação com a dimenção da terra, dizemos que ele se
descarrega ou fica elétricamente neutro.

.Eletrização por indução

Quando há separação de cargas em um corpo neutro pela


aproximação de outro, carregado, dizemos que esse corpo neutro
sofreu indução elétrostática. O corpo eletrizado que causa a
indução é denominado indutor, e o corpo que sofre a indução
denomina-se induzido

6. Lei de Coulomb
A força elétrica que atua entre pequenas esferas eletrizadas pode
ser de atração ou repulsão, dependendo dos sinais das cargas. Na
balança de torção, o movimento da esfera provoca uma rotação
no fio de fibra, e o ângulo de giro do fio é proporcional à
intensidade da força que os determinou.

Considerando que a eletrização se distribui em esferas de


pequeno raio, que comparado a distância estabelecida entre elas,
as cargas elétricas serão denominadas puntiformes ou puntuais, e
as esferas, partículas eletrizadas.

Você também pode gostar