Você está na página 1de 12

TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Professor: Régis Romero

ALUNO(A): Nº
TURMA: TURNO: DATA: / /
OSG 2424/20

3. Assinale o que for correto em relação ao corpo, à ima-


EDUCAÇÃO FÍSICA gem corporal e à aquisição de hábitos saudáveis.
I. ( ) A checagem corporal, comumente adotada por
1. As atividades físicas e esportivas (AFEs) constituem mulheres, é um procedimento seguro que as
um campo complexo, dinâmico e em transformação; leva ao alcance da satisfação corporal.
agregam práticas com finalidades diversas, tais como II. ( ) Na sociedade atual, mulheres são constante-
exercícios físicos, jogos, esportes, danças, lutas, gi- mente afetadas pela pressão exercida pela
násticas e atividades de aventura. cultura ocidental para a aquisição de um
I. ( ) A prática de AFEs é observada cotidiana- corpo magro, esbelto e sarado, a ser alcan-
mente na ação de caminhar, correr, exerci- çado por diferentes vias, entre as quais se
tar-se em parques, ruas, praças, praias, com encontra o exercício físico.
ou sem orientação profissional. III. ( ) A insatisfação com a imagem corporal (tradu-
II. ( ) A multiplicidade de oferta de AFEs em aca- zida pelo sentimento negativo em relação ao
demias é um reflexo do mercado que, cotidi- peso e à forma corporais) é um aspecto a ser
anamente, demanda o surgimento de novos considerado no diagnóstico de transtornos ali-
produtos como forma de atrair pessoas para mentares, como anorexia e bulimia.
o consumo. IV. ( ) A prática esporádica de exercício físico, a
III. ( ) Após a expansão das academias nas décadas adoção de uma variedade de dietas e modis-
de 1970 e 1980 no Brasil, modelos de fitness mos alimentares e a checagem regular do
deixaram de ser importados de outros paí- corpo no espelho constituem formas de aqui-
ses, em uma estratégia para valorizar as sição de hábitos saudáveis.
práticas locais de AFEs. A V–V–F–V
IV. ( ) No Brasil, com a ampliação na oferta de AFEs, B V–F–F–V
houve a substituição do modelo de academia C V–V–F–F
focado em interesses pessoais e em história de D F–V–V–F
vida de proprietários para um modelo voltado
ao empreendimento comercial. 4. Assinale o que for correto em relação a adaptações e
Sobre o exposto, assinale a alternativa correta. a ajustes anatomofisiológicos durante a prática de
A V–V–F–V exercício físico.
B V–F–F–V A O músculo esquelético pode realizar ações dos ti-
C F–V–F–V pos: isométrico (caracterizado pela contração
D V–V–F–F muscular); concêntrico (relacionado ao aumento
do músculo em comprimento no estado ativo);
2. A aquisição de hábitos saudáveis e a busca por quali- excêntrico (em que predomina a constância do
comprimento do tendão).
dade de vida por meio da prática de atividades físicas
B Os estímulos bioquímicos e biomecânicos gerados
e esportivas (AFEs), associadas a uma alimentação
pela contração muscular independem da intensi-
equilibrada, têm sido divulgadas e estimuladas por di- dade e da duração do exercício.
ferentes setores sociais. Entretanto, em sociedades C Repetidas contrações musculares ocasionadas por
afetadas por inúmeros problemas sociais, como a bra- meio do treinamento físico são potentes estímulos
sileira, as possibilidades de acesso às AFEs e ao tempo para as adaptações moleculares em geral, exceto
de lazer são desigualmente distribuídas. para a regulação molecular metabólica.
I. ( ) O indivíduo deve assumir a responsabilidade D O músculo esquelético humano pode exercer força
por sua condição sedentária e pela falta de sem o uso de oxigênio, dada a sua habilidade para
aquisição de hábitos que o levem a uma vida gerar energia anaerobicamente.
saudável.
II. ( ) As possibilidades de escolha de AFEs e de 5. A inclusão é um processo social amplo de acolhimento
acesso a elas acabam sendo reguladas pela de todas as diferenças, e não apenas de pessoas com
renda das pessoas. deficiência. Para que ela seja potencializada na vida dos
III. ( ) Pessoas de renda inferior têm acesso à diferentes sujeitos são necessárias ações que promo-
oferta de AFEs oriundas do setor público por vam a consciência social e a valorização das diferenças.
meio da disponibilidade de equipamentos, de Entre essas ações se encontram práticas corporais por
espaços e de serviços. meio da Educação Física na escola.
IV. ( ) Desenvolver políticas de ampliação de espaços I. ( ) No sentido de promover a Educação Física in-
clusiva é preciso separar deficientes de não de-
públicos para atividades de lazer, sobretudo
ficientes, para que cada grupo tenha suas pró-
para aqueles que não têm condições de adqui-
prias experiências em condições de igualdade.
rir serviços na iniciativa privada, constitui uma
II. ( ) Programas de Educação Física para pessoas
das ações voltadas à equidade social. com deficiência visual precisam reconhecer
Sobre o assunto, assinale o que for correto. as necessidades e as possibilidades motoras
A F–V–F–V do indivíduo com essa deficiência, estimu-
B F–V–V–V lando a orientação espacial, a mobilidade e
C F–V–F–F a aquisição de habilidades básicas por meio
D V–V–F–V do controle e do domínio do corpo.
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

III. ( ) Programas inclusivos para crianças autistas I. ( ) Apesar de os exergames requererem dos par-
devem considerar práticas corporais inova- ticipantes movimentos de partes do corpo (ou
doras que se distanciem da rotina cotidiana do corpo todo) para que o jogo aconteça, eles
(como gincanas e jogos imaginários) e que ainda não foram pensados como estratégia
adotem o domínio da técnica corporal como para que crianças e adolescentes ampliem
princípio norteador. sua prática de atividade física.
IV. ( ) A experiência motora vivenciada pelo defici- II. ( ) Ao movimentarem o corpo nos exergames,
ente intelectual pode melhorar a sua relação os alunos podem ver seus próprios movi-
com o meio em que vive, potencializando o mentos na tela, ampliando, assim, a consci-
desenvolvimento de sua força muscular, de ência de seu corpo.
suas habilidades motoras, de sua expressivi- III. ( ) Os exergames são utilizados nas aulas de Edu-
dade, de sua socialização, o que contribui cação Física para incentivar a aplicação da tec-
para a promoção de processos inclusivos. nologia ao movimento corporal, embora sejam
limitados em seu potencial educativo para dis-
cutir valores, estereótipos e preconceitos.
Sobre o assunto, assinale o que for correto.
IV. ( ) Escolher jogos de videogame que contem-
A V–V–F–F plem habilidades corporais e discutir com os
B V–F–F–F alunos como transformá-los em atividades
C F – V – F –V corporais constituem estratégias para traba-
D V–F–F–V lhar esse conteúdo nas aulas de Educação
Física.
6. Os povos indígenas têm seus direitos constantemente
desrespeitados em sua relação com a terra e no reco- Assinale o que for correto sobre Educação Física e
nhecimento de sua habilidade para dialogar tradição e exergames – que combinam movimento corporal e jogos
contemporaneidade. Suas práticas corporais nativas eletrônicos.
tendem a ser “civilizadas” por uma racionalidade
A F–V–F–V
branco-europeia e norte-americanizada a partir do
B V–F–F–V
momento em que elas se mostram interessantes C F–V–F–F
como produto a ser consumido. D F–V–V–V
I. ( ) Grupos indígenas estão sujeitos à expropri-
ação de suas práticas corporais no momento 8. O ciclismo, surgido na Inglaterra em meados do sé-
em que elas são reguladas pelo sentido do- culo XIX, ganhou notoriedade e, na atualidade, exibe
minante do fenômeno esportivo. inúmeras possibilidades de uso das bicicletas. Assinale
II. ( ) Arco e flecha foram bastante usados pelos o que for correto sobre as diferentes modalidades de
indígenas como arma de guerra e são atual- prática do ciclismo.
mente utilizados para caça, pesca e prática A O ciclismo em pista inibe a produção de serotonina
esportiva. pelo corpo.
III. ( ) O futebol é um esporte bastante comum em B O ciclismo de estrada pode auxiliar na melhora da
comunidades indígenas que tiveram contato resistência muscular, do condicionamento físico e
com a mídia televisiva. dos sistemas cardíaco, respiratório e vascular.
IV. ( ) Ao jogarem o futebol apropriado e adaptado C O ciclismo urbano não é adequado a grupos femi-
a sua realidade, as etnias indígenas partici- ninos em função dos riscos decorrentes da preca-
pantes de Jogos dos Povos Indígenas não se riedade dos espaços em que é praticado.
deixam afetar pelas condutas comumente D A prática do ciclismo em estrada, montanha e pista
associadas ao esporte de rendimento, como pode contribuir para melhorar a aptidão física, mas
aquelas que geram disputas, conflitos e ani- não interfere nos níveis psicológicos do praticante,
mosidades. haja vista que efeitos como bem-estar e autoes-
tima são alcançados em esportes que envolvem
Assinale o que for correto em relação às práticas corpo- amplo contato corporal e socialização.
rais indígenas. 9. Em relação ao esporte, à atividade física e à saúde,
A F–F–F–V assinale o que for correto.
B V–V–V–F I. ( ) Ao se perceberem inaptos para atingir aquilo
C V – F– V – F a que aspiram no esporte, muitos indivíduos
D F–V–V–V buscam representar-se por seus ídolos, de-
legando-lhes a conquista da fama, da ri-
7. “Sou professora de Educação Física escolar e sempre queza e do status que não podem alcançar
procuro proporcionar experiências novas para os alunos, em sua realidade cotidiana.
desenvolver atividades que eles ainda não tenham vi- II. ( ) Os meios de comunicação contribuem tanto
venciado, ou apresentar um conteúdo de forma diferente para produzir quanto para destruir ídolos es-
[...]. Desenvolvi uma experiência de ‘gamificação’ com portivos.
seis turmas de 4o e 5o anos do Ensino Fundamental [...] III. ( ) A prática de atividade física e/ou esportiva
eles discutiram como transformar os games em ativida- de alta intensidade e de grande volume de
des corporais [...]”. treino, realizada por adolescentes, não se
(RIBEIRO, C. Professora se inspira em jogos de videogame para criar prova de configura uma forma de alcance da autoima-
atletismo. Disponível em: http://porvir.org/professora-seinspira-em-jogos-de-video- gem idealizada a partir de padrões sociais de
game-p... Acesso em: 5 set. 2019).
beleza, haja vista que os interesses de seus
praticantes estão centrados nas finalidades
competitivas.

OSG 2424/20
2
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

IV. ( ) O esporte deve ser pensado de modo dissoci- A F–F–V–V


ado da atividade física e da saúde, assim B F–V–V–V
como a atividade física e a saúde não podem C V–F–V–F
ser visualizadas em suas relações com o es- D V– V – V – V
porte, sobretudo porque os objetivos são dis-
tintos – o esporte busca a performance e o 12. Sobre os hábitos saudáveis, como a atividade física e
desempenho diferenciado, enquanto a ativi- boa nutrição, assinale o que for correto.
dade física e a saúde se voltam para o equilí- I. ( ) Os exercícios anaeróbicos reduzem a com-
brio e o bem-estar corporal. placência da artéria carótida relacionada à
idade em mulheres em uso de terapia hor-
A V – V–F–F monal, aumentando o óxido nítrico no endo-
B V – F – V– F télio vascular e reduzindo o fator constritor
C V – V–F–V endotelial.
D V – F–F–F II. ( ) A perda de peso é mais efetiva quando ela se
associa à redução de calorias e à atividade fí-
10. Assinale o que for correto em relação à postura cor- sica. Uma pessoa pode perder aproximada-
poral e à sua ligação com o movimento humano. mente 25% de sua massa corporal e 75% de
I. ( ) A postura e o equilíbrio muscular devem ter sua gordura somente com a redução de calo-
prioridade no desenvolvimento das qualida- rias, mas, em combinação com atividade fí-
des específicas necessárias ao alto desem- sica, a perda de gordura é de 98%.
penho esportivo, pois favorecem uma prá- III. ( ) Durante o exercício físico, há elevação da
tica sem o risco de lesões. frequência cardíaca. A indicação é que, du-
II. ( ) A mecânica do movimento humano é afetada rante o exercício, ela permaneça entre 30%
em seus componentes osteomioarticulares e 60% da frequência cardíaca máxima.
pelo excesso de esforço físico, mas não pela IV. ( ) A prática regular de atividade física reduz os
falta desse esforço. sintomas menopausais (ondas de calor, suo-
III. ( ) O movimento repetitivo de extensão lombar res noturnos, estado psicológico alterado) e
na Ginástica Rítmica conduz ao desenvolvi- melhora a qualidade de vida no climatério.
mento da hiperlordose – desvio postural re-
sultante do encurtamento de grupos muscu- A V–V–F–F
lares da coluna, como o grande dorsal e o B F–F–V–V
quadrado lombar. C F–V–F–V
IV. ( ) Os desvios da coluna transcendem a preocu- D V–F–V–F
pação estética, haja vista que podem gerar
dor, incapacidade funcional, queda no rendi- 13. Sobre os padrões de beleza, a saúde e performance
mento das capacidades motoras e níveis bai- física, assinale o que for correto.
xos de desempenho físico, sobretudo pelo en- I. ( ) No início do século XXI, a mulher molda seu
curtamento e/ou pela hiperextensão muscular. corpo como quer, por meio de exercício fí-
sico, de cirurgia plástica, de alimentação
A V–F–F–F consciente; intensificam-se os implantes de
B V–V–F–F silicone e a lipoescultura.
C F–F–V–V II. ( ) O fator econômico influencia de maneira im-
D V–F–V–F portante a imagem corporal do indivíduo. Na
classe alta, cultua-se a ideia de corpo agra-
11. Sobre a Educação Física e suas relações com o lazer e dável e saudável quando magro, moldado
tempo livre, assinale o que for correto. com ginástica para que seja belo; na classe
I. ( ) Trabalhar a questão do lazer nas aulas de média, há uma insatisfação constante com o
Educação Física escolar pode contribuir para corpo e a preocupação em atingir algo pró-
que o aluno tenha uma apropriação crítica e ximo do ideal corporal da classe alta; a
criativa de seu tempo livre por meio da inte- classe baixa vê o corpo belo e saudável,
riorização do conhecimento. como o corpo grande e forte, relacionando-o
II. ( ) O lazer está previsto como um direito social com a força para o trabalho.
na Declaração Universal dos Direitos Huma- III. ( ) Na atualidade, a mídia divulga um padrão
nos e na Constituição Federal do Brasil. corporal de beleza que privilegia a diversi-
III. ( ) A ideia do lazer ativo tem por base o funcio- dade racial encontrada no Brasil.
nalismo e surge a partir da sociedade indus- IV. ( ) Da Idade Média até o final do século XIX, va-
trial, visando contribuir para a inserção pro- lorizava-se o corpo feminino mais magro,
dutiva do trabalhador na sociedade. Nesse mais masculino; quem tinha seios e quadris
contexto, a função do lazer é enfrentar o largos procurava escondê-los; as mulheres
crescimento das doenças crônico- buscavam no exercício físico uma forma de
-degenerativas, fenômeno característico de alcançar esse padrão corporal.
sociedades industrializadas.
IV. ( ) A discussão e a vivência do lazer foram pro- A V–V–F–F
fundamente alteradas no decorrer do século B F–F–V–V
XX. O lazer passou a ser visto e disseminado C F–V–F–V
pelos meios de comunicação de massa como D V–F–V–F
um bem de consumo que impulsiona um
mercado promissor na sociedade.

OSG 2424/20
3
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

14. Um dos princípios do esporte é garantir a igualdade 17. Estados físico, fisiológico e psicológico dos atletas à
de condições nas disputas entre os oponentes. Sobre véspera de competições influenciam seu desempenho
esse assunto, assinale o que for correto. físico e competitivo. Sobre o assunto, assinale o que
A O princípio da igualdade é observado quando um for correto.
atleta tem determinação por vencer a qualquer A Em modalidades de luta, exige-se que os atletas
custo, e a instituição e a equipe que o cercam mantenham determinado peso corporal até as
compartilham dos mesmos valores. Nesse sen- competições, utilizando estratégias como desidra-
tido, admite-se o uso de doping, pois todos os tação rápida e restrição de consumo alimentar.
competidores têm hoje o mesmo acesso aos fár- Essas práticas podem ocasionar estresses físico,
macos que servem como doping. fisiológico e psicológico, influenciando em seu de-
B O princípio do fair play no esporte comporta o uso sempenho competitivo.
de substâncias proibidas com a finalidade de me- B Excesso de carga em treinamento e períodos ina-
lhoria do desempenho esportivo. dequados de recuperação ao longo da temporada
C Hoje, os atletas competem orientados pelo princí- não têm efeitos significativos no desempenho
pio do amadorismo, fazendo com que os interes- competitivo de atletas.
ses comerciais sejam minimizados em relação ao C Em relação ao volume de treinamento, indivíduos
princípio da igualdade de oportunidades. que treinam menos são mais propensos a ser aco-
D Em relação ao uso de doping no esporte, a auto- metidos por síndromes psicológicas.
manipulação hormonal é um meio eficaz para ma- D Apesar de a diminuição de carga de treinamento
ximizar o rendimento em curtos espaços de às vésperas de competições ser fator cultural nas
tempo. modalidades de luta, alcança-se a otimização do
desempenho físico e competitivo sobretudo por
15. A caminhada é uma das atividades físicas mais prati- meio da ampliação das cargas de treinamento nos
cadas pela população adulta. Sobre o assunto, assi- dias próximos a competições.
nale o que for correto.
I. ( ) A caminhada é um dos tipos de atividade fí- 18. Sobre os hábitos saudáveis e a qualidade de vida, as-
sica mais praticado, principalmente por mu- sinale o que for correto.
lheres adultas durante o período de lazer. I. ( ) Os baixos níveis de atividade física são apon-
II. ( ) Mulheres tendem a se envolver mais com tados como fator de risco para várias doen-
atividades físicas relacionadas a serviços do- ças crônicas não transmissíveis (DCNT), por
mésticos quando comparadas aos homens. exemplo diabetes mellitus tipo 2 e hiperco-
Ir a supermercados ou a padarias, por exem- lesterolemia.
plo, contribui para o deslocamento ativo e II. ( ) A resistência anaeróbia em idosos, conquis-
para o aumento da prática dessa modali- tada por meio de atividade física intensa, é
dade. uma das variáveis com maior importância na
III. ( ) Apesar de complexa, a caminhada está as- redução do risco de mortalidade por todas as
sociada à manutenção e ao aprimoramento causas e particularmente por eventos cardi-
da condição básica de saúde dos indivíduos ovasculares.
que a praticam. III. ( ) Na atualidade, a ausência de atividade física,
IV. ( ) Fatores ambientais, como infraestrutura e a prevalência de doenças crônicas, o au-
segurança pública, ruas e calçadas pavimen- mento do quadro de morbimortalidade estão
tadas e iluminadas, parques e ciclovias, so- relacionados com as mudanças na organiza-
mados a uma boa percepção de segurança, ção do mercado de trabalho, podendo inter-
podem estimular o deslocamento ativo em ferir negativamente na qualidade de vida do
forma de caminhada. trabalhador.
IV. ( ) Os indivíduos que em sua rotina são adeptos
A V–V–F–V da atividade física são mais propensos ao
B F–F–V–V afastamento do trabalho por serem mais
C F–V–F–V susceptíveis ao estresse e à indisposição
D V–F–V–F para a realização de tarefas cotidianas, pois
chegam cansados ao trabalho.
16. Assinale o que for correto.
A Altos níveis de aptidão cardiorrespiratória e de ap- A V–V–F–V
tidão muscular estão associados ao desenvolvi- B F–F–V–V
mento de doenças cardiovasculares, a um maior C F–V–F–V
risco de morte por doença coronariana, ao au- D V–F–V–F
mento da gordura abdominal e ao desenvolvi-
mento de hipertensão arterial. 19. A obesidade entre crianças e adolescentes é um fenô-
B A prática regular de atividade física, particular- meno global e preocupante, tanto em países desen-
mente de exercícios aeróbicos, é eficiente para re- volvidos quanto em países em desenvolvimento. So-
duzir a frequência cardíaca em repouso. bre a (in)atividade física e a obesidade, assinale o que
C Homens apresentam prevalência significativa- for correto.
mente maior de inatividade física em comparação I. ( ) A associação entre alterações hormonais,
às mulheres. má alimentação, baixos índices de atividade
D Atividades físicas, especialmente anaeróbicas de física e alta exposição a comportamento se-
intensidade elevada, contribuem para a melhoria dentário pode ocasionar acúmulo de gordura
do nível de aptidão cardiorrespiratória. e obesidade.

OSG 2424/20
4
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

II. ( ) A síndrome metabólica, caracterizada por 22. Sobre os padrões de beleza, a saúde e performance,
um conjunto de fatores de riscos cardiovas- assinale o que for correto.
culares, pode levar adolescentes obesos ao I. ( ) A busca pela boa forma física, associada a
aumento exponencial do risco de morbidade padrões de beleza, é sinônimo de saúde.
na vida adulta. II. ( ) Na atualidade, o corpo magro é sinônimo de
III. ( ) Em casos de sobrepeso e obesidade, o alto beleza para as mulheres, além de constituir
risco de lesões por exercícios de alto impacto o padrão de corpo ideal. Para os homens, o
pode prejudicar a adesão ao treinamento ae- padrão está mais associado à definição cor-
róbico e a progressão deste, devendo-se poral (músculos e força).
III. ( ) A associação entre ciência e corpo é nova, e
considerar alternativas de baixo impacto,
o corpo humano vem sendo pormenorizado
como hidroginástica e minitrampolim.
e progressivamente desvelado e considerado
IV. ( ) Recomenda-se que adolescentes obesos
uma máquina cujo rendimento precisa ser
pratiquem exercícios físicos, especialmente melhorado.
anaeróbicos, eficazes na redução dos índices IV. ( ) Em busca do padrão ideal de corpo estabe-
de glicemia, de insulina e de pressão arterial. lecido socialmente, a avaliação negativa da
própria imagem corporal pode gerar reper-
A V–V–V–F cussões psíquicas, acarretando distúrbios,
B F–F–V–V como anorexia e bulimia.
C F–V–F–V
D V–F–V–F A V–V–V–F
B F–F–V–V
20. A procura por suplementos nutricionais está se tor- C F–V–F–V
nando cada vez mais comum entre frequentadores de D V–F–V–F
academias. Sobre a relação entre atividade física e su-
plementação nutricional, assinale o que for correto. 23. O envelhecimento humano é um processo biológico
A O uso de suplementos nutricionais pelos frequen- que engloba alterações fisiológicas, bioquímicas e psí-
tadores de academias é motivado especialmente quicas, apresentando especificidades diferentes de
pelo desejo de manutenção da saúde. outras fases da vida, especialmente quanto à prática
B Os suplementos nutricionais vêm sendo utilizados do exercício físico.
I. ( ) A atividade física contribui para a melhora da
também por atletas profissionais, com o intuito de
imagem corporal de idosos e pode constituir-
aumentar a performance em esportes de compe-
se como forte aliada para a compreensão das
tição.
dimensões fisiológicas, psicológicas e soci-
C Nos esportes de alto rendimento, suplementos ais.
nutricionais, como os esteroides anabolizantes II. ( ) O processo de envelhecimento ocasiona al-
androgênios, são utilizados porque não apresen- terações na composição corporal, por isso o
tam risco de um teste positivo de doping. acúmulo de gordura está mais relacionado
D Estudos mostram que o uso de suplementos nu- ao processo de envelhecimento do que ao
tricionais proteicos, como a proteína do soro de estilo de vida saudável e ao nível de regula-
leite, não tem efeito sobre o aumento da massa ridade da prática de exercícios físicos.
corporal magra. III. ( ) Um estilo de vida ativo tem efeito benéfico na
manutenção da capacidade funcional e da au-
21. Sobre a obesidade e atividade física, assinale o que tonomia física durante o envelhecimento.
for correto. Uma vida ativa minimiza a degeneração pro-
I. ( ) A obesidade caracteriza-se pelo excesso sig- vocada pelo envelhecimento e melhora a sa-
nificativamente maior de peso e, particular- úde e a qualidade de vida do idoso.
mente, de massa de tecido adiposo. IV. ( ) Uma rotina habitual de exercícios físicos
II. ( ) O estilo de vida sedentário ou um nível mais pode trazer benefícios ao idoso no que diz
baixo de atividade física do habitual são fa- respeito ao aumento de massa muscular e à
tores que não se refletem na obesidade em melhoria da postura, da saúde mental, do ní-
vel de estresse, da ansiedade, da diminuição
adultos.
de quedas e de depressão.
III. ( ) Crianças, adolescentes e adultos jovens devem
ser os grupos principais a serem atingidos em
Sobre o assunto, assinale o que for correto.
campanhas de prevenção da obesidade.
IV. ( ) Tradicionalmente, a obesidade abdominal,
A V–V–V–F
B F–F–V–V
independentemente do gênero, tem mos-
C F–V–F–V
trado baixa correlação com a circunferência
D V – F – V –V
da cintura e do quadril.
24. Sobre as adaptações e os ajustes anatomofisiológicos
A V–V–V–F do exercício e da atividade física, assinale o que for
B F–F–V–V incorreto.
C F–V–F–V A ( ) O termo obesidade é sinônimo de excesso de
D V–F–V–F peso, e essas expressões têm relação es-
treita com o estilo de vida.

OSG 2424/20
5
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

B ( ) A manutenção da massa muscular durante a Diante do exposto anteriormente, é possível perceber


redução de peso corporal, associada com di- que houve um aumento da procura por
eta, com exercícios e com terapia cognitivo- A exercícios físicos aquáticos (natação/hidroginástica),
comportamental, em mulheres obesas, pode que são exercícios de baixo impacto, evitando o
ser o ponto essencial para o sucesso do con- atrito (não prejudicando as articulações), e que
trole ponderal, pois, além de auxiliar na re- previnem o envelhecimento precoce e melhoram
dução da gordura corporal, no aumento ou a qualidade de vida.
na manutenção da massa magra, atua na B mecanismos que permitem combinar alimentação
melhoria do controle metabólico. e exercício físico, que permitem a aquisição e ma-
C ( ) A dieta hipocalórica promove déficits calóri- nutenção de níveis adequados de saúde, sem a
cos na ingestão, induzindo um maior uso de preocupação com padrões de beleza instituídos
lipídios como fonte de substrato energético. socialmente.
Entretanto, o exercício físico, em especial o C programas saudáveis de emagrecimento, que evi-
de força, amplia o gasto calórico e aumenta tam os prejuízos causados na regulação metabó-
a massa muscular, minimizando reduções na lica, função imunológica, integridade óssea e ma-
taxa metabólica basal e outros efeitos nega- nutenção da capacidade funcional ao longo do en-
tivos advindos da dieta hipocalórica. velhecimento.
D ( ) A obesidade é considerada fator de risco pri- D dietas que preconizam a ingestão excessiva ou
mário para o diabetes mellitus e para doen- restrita de um ou mais macronutrientes (carboi-
ças cardiovasculares. Portanto, a redução do dratos, gorduras ou proteínas), bem como exercí-
excesso de gordura corporal, que ocorre pela cios que permitem um aumento de massa muscu-
associação de exercício físico a um controle lar e/ou modelar o corpo.
de ingestão calórica, é um ponto fundamen-
tal de intervenção junto à população acome- 28.
tida por tais doenças. Conceito e importância das lutas

25. Sobre o exercício físico e seus benefícios à saúde, é Antes de se tornarem esporte, as lutas ou as artes
correto afirmar que marciais tiveram duas conotações principais: eram
A a prática regular de exercícios físicos pode ser be- praticadas com o objetivo guerreiro ou tinham um
néfica à saúde ao melhorar a sensibilidade à insu- apelo filosófico como concepção de vida bastante sig-
lina e a redução das magnitudes da pressão arte- nificativo.
rial. Atualmente, nos deparamos com a grande expan-
B o treinamento aeróbico, diferentemente do treina- são das artes marciais em nível mundial. As raízes ori-
mento resistido, tem demonstrado efeito positivo entais foram se disseminando, ora pela necessidade
sobre os níveis de pressão arterial em repouso em de luta pela sobrevivência ora pela “defesa pessoal”,
indivíduos hipertensos. ora pela necessidade de ter as artes marciais como
C o treinamento resistido tem como efeito a redução própria filosofia de vida.
dos níveis de glicemia em jejum em indivíduos CARREIRO, E. A. Educação Física na Escola: implicações para a prática
sem alteração metabólica. pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008 (fragmento).

D pessoas com níveis iniciais mais baixos de coles-


terol e de triglicerídeos demonstram maiores be- Um dos problemas da violência que está presente
nefícios advindos do exercício físico. principalmente nos grandes centros urbanos são as
brigas e os enfrentamentos de torcidas organizadas,
26. Com relação à prática de atividade física durante a além da formação de gangues, que se apropriam de
adolescência, assinale o que for correto. gestos das lutas, resultando, muitas vezes, em fatali-
A A prática regular de atividade física na adolescência dades. Portanto, o verdadeiro objetivo da aprendiza-
representa um impacto momentâneo para um estilo gem desses movimentos foi mal compreendido, afinal
de vida saudável e para a promoção da saúde. as lutas
B Dentre os benefícios da atividade física regular na A se tornaram um esporte, mas eram praticadas com
adolescência, destacam-se o controle da pressão objetivo guerreiro a fim de garantir a sobrevivência.
arterial e a redução do risco de obesidade. B apresentam a possibilidade de desenvolver o autocon-
C O Brasil apresenta índices elevados de atividade trole, o respeito ao outro e a formação do caráter.
física durante a adolescência. C possuem como objetivo principal a “defesa pessoal”
D O alto índice de atividade física entre os adoles- por meio de golpes agressivos sobre o adversário.
centes no Brasil está relacionado ao bom desem- D se disseminaram pela necessidade de luta pela so-
penho do País em variáveis, como condição eco- brevivência ou como filosofia pessoal de vida.
nômica e nível de escolaridade.
29.
27. Na modernidade, o corpo foi descoberto, despido e
modelado pelos exercícios físicos da moda. Novos es-
paços e práticas esportivas e de ginástica passaram a
convocar as pessoas a modelarem seus corpos. Multi-
plicaram-se as academias de ginástica, as salas de
musculação e o número de pessoas correndo pelas
ruas.
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO. Caderno do professor: educação física. Disponível em: http://www.wordinfo.info. Acesso em: 27 abr. 2010.
São Paulo, 2008. (Foto: Reprodução/Enem)

OSG 2424/20
6
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

O homem evoluiu. Independentemente de teoria, essa cada vez mais, uma relação estreita com a saúde. Es-
evolução ocorreu de várias formas. No que concerne sas atividades podem estar sendo estimuladas nas au-
à evolução digital, o homem percorreu longo trajeto las de Educação Física, dando oportunidade para to-
da pedra lascada ao mundo virtual. Tal fato culminou dos. Sendo assim, são efeitos benéficos da atividade
em um problema físico habitual, ilustrado na imagem, física:
que propicia uma piora na qualidade de vida do usuá- A diminuição da atividade física, diminuição da força
rio, uma vez que muscular, diminuição da frequência cardíaca em
A a evolução ocorreu e com ela evoluíram as dores de repouso, aumento no volume sistólico, melhora do
cabeça, o estresse e a falta de atenção à família. autoconceito e da autoestima.
B a vida sem computador tornou-se quase inviável, B diminuição da gordura corporal, incremento da
mas se tem diminuído problemas de visão cansada. força muscular, aumento da frequência cardíaca
C a utilização em demasia do computador tem pro- em repouso, diminuição no volume sistólico, me-
porcionado o surgimento de cientistas que apre- lhora do autoconceito e da autoestima.
sentam lesão por esforço repetitivo. C diminuição no estilo de vida, incremento da força
D o uso contínuo do computador, de forma inade- muscular, diminuição da frequência cardíaca em
quada, tem ocasionado má postura corporal repouso, aumento no volume sistólico, melhora do
autoconceito e da autoestima.
30. Sobre os conceitos de saúde, qualidade de vida, ativi- D diminuição da gordura corporal, incremento da
dade física e exercício físico, enumere as questões força muscular, diminuição da frequência cardíaca
como V (verdadeiras) ou F (falsas). em repouso, aumento no volume sistólico, me-
I. Uma pessoa só é considerada saudável, se não lhora do autoconceito e da autoestima
estiver doente: isso é o que preconiza o conceito
de saúde estabelecido pela OMS. 33. Marque o que for correto sobre as adaptações e os
II. A qualidade de vida é uma condição humana re- ajustes anatomofisiológicos do exercício físico e da
sultante de parâmetros individuais e socioambien- atividade física.
tais, modificáveis ou não, que caracterizam as I. ( ) Para que os programas de condicionamento
condições em que vive o ser humano. físico tenham sucesso quanto a aspectos es-
III. É falso afirmar que todo movimento corporal que téticos, independentemente de outros parâ-
gera gasto de energia, realizado sem planeja- metros clínicos, devem ser elaborados com
mento, é uma atividade física. o propósito imediato de modificar alguns pa-
IV. O exercício físico e toda atividade física, planejada râmetros fisiológicos.
e estruturada, repetitiva, têm como objetivo a II. ( ) A inatividade física associada a hábitos ali-
manutenção ou a melhoria de um ou mais com- mentares inadequados é um dos fatores que
ponentes da aptidão física, de habilidades moto- contribui para a elevação da pressão arterial
ras ou de reabilitação orgânico-funcional. na população infantil.
V. A saúde é uma condição humana com dimensões III. ( ) Os exercícios físicos moderados contribuem
físicas, sociais e psicológicas, caracterizadas num para a melhora dos indicadores de saúde,
contínuo com polos positivo e negativo. mas os de alta intensidade tem relação di-
reta com o aumento do perfil lipídico e dos
De acordo com o exposto, a sequência correta é riscos de mortalidade.
A V, V, F, V, V. IV. ( ) A prática de exercícios físicos provoca me-
B F, V, F, V, V. lhora nas funções respiratórias, pois a venti-
C F, F, V, F, F. lação pulmonar aumenta, proporcionando o
D V, F, V, V, F. aumento do consumo de oxigênio.

31. O conhecimento e a aprendizagem que trata do ensino A V–V–V–F


anatômico, fisiológico e biológico ajudam o aluno no B F–F–V–V
autogerenciamento das atividades corporais. Dessa C F–V–F–V
forma, esse conhecimento, em conjunto, possibilita ao D V – F – V –V
aluno
A compreender o funcionamento do organismo hu- 34. Marque o que for correto acerca do movimento hu-
mano, de forma a reconhecer e modificar as ativi- mano e dos ajustes e adaptações do corpo na relação
dades corporais, valorizando-as como recurso com o exercício e com a atividade física.
para a melhoria de suas aptidões físicas. I. ( ) A análise do movimento humano, a exemplo
B demonstrar autonomia na elaboração de ativida- da que é feita pela biomecânica, representa
des corporais, assim como a capacidade para dis- uma forma de identificar características e
cutir e modificar regras, reunindo elementos de propriedades funcionais do corpo e de seu
várias manifestações de movimento. comportamento sujeitas a alterações e/ou
C compreender as diferentes manifestações da cul- adaptações ao longo da execução dos movi-
tura corporal, reconhecendo e valorizando as dife- mentos.
renças de desempenho, linguagem e expressão. II. ( ) Ajustes posturais e ações compensatórias por
D participar de atividades em grandes e pequenos meio de exercícios não são indicados a indiví-
grupos, compreendendo as diferenças individuais duos com lombalgia e escoliose, haja vista que
e procurando colaborar para que o grupo possa essas patologias da coluna estão ligadas a pro-
atingir os objetivos a que se propôs. blemas de ordem natural e não cultural.
III. ( ) O movimento humano é causado tanto por
32. Muitas das atividades diárias realizadas pela humani- forças internas que atuam fora do eixo arti-
dade como a caça e a pesca estão relacionadas às ati- cular, promovendo deslocamentos angulares
vidades físicas. Na sociedade contemporânea, ocorre dos segmentos, quanto por forças externas
a diminuição do esforço físico e o aumento do seden- ao corpo.
tarismo, fazendo com que a atividade física tenha,

OSG 2424/20
7
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

IV. ( ) O conhecimento das forças internas que A V–V–V–F


atuam na realização do movimento tem apli- B V–F–V–V
cações, por exemplo, no estudo clínico da C F–V–F–V
marcha em pessoas com disfunções advin- D V–F–F–V
das de anomalia muscular, bem como no
aperfeiçoamento da técnica de movimento, 37. Assinale o que for correto acerca da relação exercício
na determinação de cargas excessivas em físico, aptidão física e saúde.
atividades de alto nível e em atividades la- I. ( ) No atleta, a ocorrência da câimbra, após exer-
borais do cotidiano.
cício intenso, tem como causa a desidratação,
A V–V–V–F e, em repouso (sem esforço físico), está rela-
B V–F–V–V cionada a baixos níveis de minerais.
C F–V–F–V II. ( ) O álcool aumenta a capacidade de resistên-
D V–F–F–V cia física durante a realização de exercícios,
por ser uma substância estimulante.
35. A Educação Física, para além de seus valores histórico III. ( ) A prática de exercício físico no período mens-
e social, tem ganho destaque por meio de algumas trual, no caso de pessoa sem comprometi-
práticas corporais presentes na contemporaneidade, mentos relacionados à saúde, não é fisiolo-
sobretudo no que se refere à promoção da saúde. En- gicamente nociva, além de que os incômo-
tretanto, isso ainda não é suficiente no combate aos dos associados com a menstruação parecem
índices de inatividade, ligados, muitas vezes, ao ser menores nas mulheres esportistas, em
pouco tempo liberado das obrigações laborais, esco- comparação com a média da população fe-
lares e cotidianas para a realização dessas práticas,
minina menos ativa fisicamente.
bem como à falta de informação e estímulo. A partir
IV. ( ) Em atletas adolescentes, ao produzir grande
disso, marque o que for correto.
aumento na prolactina, o exercício pode re-
I. ( ) A adoção de atividade física e de práticas es-
portivas na idade adulta independe da ado- sultar em retardo da menarca ou provocar
ção de comportamento adquirido na adoles- condição amenorreica transitória.
cência.
II. ( ) Estudos indicam que 80% dos jovens entre A V–V–V–F
13 e 15 anos, no mundo, praticam menos do B F–F–V–V
que uma hora por dia de atividade física. C F–V–F–V
III. ( ) Os baixos níveis de atividade física e o au- D V–F–F–V
mento de peso em crianças, apesar de se-
rem fatores preocupantes ao seu desenvol- 38. Sobre os padrões de beleza, a saúde e performance,
vimento, não interferem em seu crescimento assinale o que for correto.
físico e em sua maturação biológica. I. ( ) Atualmente, as mulheres, em busca da con-
IV. ( ) A inatividade física está entre os fatores ambi- quista de um corpo supersarado, procuram
entais que influenciam no aumento de peso, intensamente o desenvolvimento muscular
assim como o tempo de sono, a alimentação e por meio do uso de substâncias derivadas da
o longo período em frente ao televisor. testosterona, as quais, por sua composição,
A V–V–V–F não possuem efeitos colaterais ao organismo
B V–F–V–V feminino.
C F–V–F–V II. ( ) O exercício físico intenso e prolongado pode
D V–F–F–V mudar o perfil lipídico na corrente sanguínea
e aumentar espécies reativas de oxigênio
36. Marque o que for correto em relação ao tema hábitos (ROS), as quais, em excesso, levam à neu-
saudáveis e qualidade de vida. trofilia (ocorrida regularmente em atletas de
I. ( ) A qualidade de vida está associada à indivi- triathlon), tendo como consequência o au-
dualidade, constituindo-se como um dos ob- mento de infecções do trato respiratório su-
jetivos a ser alcançado para a melhoria de perior dos atletas.
diversos aspectos da vida, entre os quais a III. ( ) Doping esportivo é a utilização, por um
aquisição de hábitos saudáveis. atleta, de substâncias não naturais ao corpo
II. ( ) O sedentarismo, como fator associado ao
para melhorar seu desempenho de forma ar-
aumento do número de doenças (a exemplo
tificial.
da obesidade), é consequência da transfor-
IV. ( ) Atualmente, há excessiva preocupação das
mação tecnológica que criou facilidades e
entretenimentos marcados pela ausência de mulheres com a imagem e com a adoção de
atividade física. corpos perfeitos, numa procura incessante
III. ( ) A prática regular de exercícios físicos, na pela juventude e pela superação dos limites
idade adulta, tida como hábito saudável, é biológicos do próprio corpo, preocupação
indicada para tratamentos não farmacológi- que não atinge o universo masculino.
cos de doenças já instauradas, como hiper-
tensão arterial, artrose e diabetes, contribu- A V–V–V–F
indo para reduzir a taxa de mortalidade por B F–F–V–V
essas patologias. C F–V–V–F
IV. ( ) A prática de exercícios físicos para a melhora D V–F–F–V
do sistema imunológico torna-se ineficaz em
crianças obesas, uma vez que a obesidade
modifica seu sistema de defesa, deixando-as
mais propensas a doenças imunes.

OSG 2424/20
8
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

39. TEXTO I para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com pro-


blemas e com o estresse. Além disso, auxilia também
Importância da atividade física na manutenção da abstinência de drogas e na recu-
peração da autoestima. Há redução da ansiedade e do
Introdução estresse, o que ajuda no tratamento da depressão.
Mas o que é atividade física? De acordo com Mar- A atividade física pode também exercer efeitos no
cello Montti, atividade física é definida como um con- convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de tra-
junto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas balho quanto no familiar.
pratica envolvendo gasto de energia e alterações do Interessante notar que quanto maior o gasto de
organismo, por meio de exercícios que envolvam mo- energia em atividades físicas habituais, maiores serão
vimentos corporais, com aplicação de uma ou mais os benefícios para a saúde. Porém, as maiores dife-
aptidões físicas, além de atividades mentais e sociais, renças na incidência de doenças ocorrem entre os in-
de modo que terá como resultados os benefícios à sa- divíduos sedentários e os pouco ativos. Entre os últi-
úde. mos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não
No Brasil, o sedentarismo é um problema que é tão grande. Assim, não é necessária a prática in-
vem assumindo grande importância. As pesquisas tensa de atividade física para que se garantam seus
mostram que a população atual gasta bem menos ca- benefícios para a saúde.
lorias por dia do que gastava há 100 anos, o que ex- O mínimo de atividade física necessária para que
plica por que o sedentarismo afetaria, aproximada- se alcance esse objetivo é de mais ou menos
mente, 70% da população brasileira, mais do que a 200 Kcal/dia. Dessa forma, atividades que consomem
obesidade, a hipertensão, o tabagismo, o diabetes e o mais energia podem ser realizadas por menos tempo
colesterol alto. O estilo de vida atual pode ser respon- e com menor frequência, enquanto aquelas com me-
sabilizado por 54% do risco de morte por infarto e por nor gasto devem ser realizadas por mais tempo e/ou
50% do risco de morte por derrame cerebral, as prin- em maior frequência.
cipais causas de morte em nosso país. Assim, vemos
como a atividade física é assunto de saúde pública. Como é feita a escolha da atividade física ade-
quada?
Por que a preocupação com o sedentarismo? A escolha é feita individualmente, levando-se em
Na grande maioria dos países em desenvolvi- conta os seguintes fatores:
mento, grupo do qual faz parte o Brasil, mais de 60% • Preferência pessoal: o benefício da atividade só é
dos adultos que vivem em áreas urbanas não praticam conseguido com a prática regular, e a continui-
um nível adequado de exercício físico. Esse problema dade depende do prazer que a pessoa sente em
fica mais claro quando levamos em conta os dados do realizá-la. Assim, não adianta indicar uma ativi-
censo de 2000, que mostram que 80% da população dade com a qual a pessoa não se sinta bem.
brasileira vive nas cidades. • Aptidão necessária: algumas atividades depen-
As pessoas mais sujeitas ao sedentarismo são: dem de habilidades específicas. Para conseguir re-
mulheres, idosos, pessoas de nível socioeconômico alizar atividades mais exigentes, a pessoa deve
mais baixo e indivíduos incapacitados. Observou-se seguir um programa de condicionamento gradual,
que as pessoas reduzem, gradativamente, o nível de começando por atividades mais leves.
atividade física a partir da adolescência. • Risco associado à atividade: alguns tipos de exer-
Em todo o mundo, observa-se um aumento da cícios podem associar-se a alguns tipos de lesão,
obesidade, o que se relaciona pelo menos em parte à em determinados indivíduos que já são predispos-
falta da prática de atividades físicas. É o estilo de vida tos a ela.
moderno, no qual a maior parte do tempo livre é pas-
sado assistindo televisão, usando computadores, jo- Atividade física em crianças e jovens
gando videogames etc. Nesses grupos, além de ser importante na aquisi-
ção de habilidades psicomotoras, a atividade física é
Quais são os benefícios da atividade física? importante para o desenvolvimento intelectual, favo-
A prática regular de exercícios físicos acompanha- recendo um melhor desempenho escolar e também
se de benefícios que se manifestam sob todos os as- melhor convívio social. A prática regular de exercícios
pectos do organismo. Do ponto de vista músculo- pode funcionar como uma via de escape para a ener-
-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus gia "extranormal" das crianças, ou seja, sua hiperati-
muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos vidade. […]
e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar
no desenvolvimento das habilidades psicomotoras. Considerações finais
Com relação à saúde física, observamos perda de Para finalizar, devemos ressaltar que a prática de
peso e da porcentagem de gordura corporal, redução atividade física deve ser sempre indicada e acompa-
da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, nhada por profissional qualificado: fisioterapeutas ou
diminuição do colesterol total e aumento do HDL- profissionais de Educação Física. Caso a pessoa sinta
colesterol (o "colesterol bom"). Todos esses benefícios algo diferente é mandatório informar ao profissional
auxiliam na prevenção e no controle de doenças, responsável. Outro ponto importante, que não deve
sendo importantes para a redução da mortalidade as- ser esquecido, é a adoção de uma alimentação saudá-
sociada a elas. A pessoa que deixa de ser sedentária vel, rica em frutas, legumes, verduras e fibras. Deve-
e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de se preferir o consumo de carnes grelhadas ou prepa-
morte por doenças do coração em 40%. Isso mostra radas com pouca gordura e evitar o consumo exces-
que uma pequena mudança nos hábitos de vida é ca- sivo de doces, comidas congeladas e os famosos lan-
paz de provocar uma grande melhora na saúde e na ches de fast-foods. E lembre-se: beber muito líquido
qualidade de vida. (de preferência água e sucos naturais).
Já no campo da saúde mental, a prática de exer- A atividade física consiste em exercícios bem pla-
cícios ajuda na regulação das substâncias relaciona- nejados e bem estruturados, realizados repetitiva-
das ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue mente. Eles conferem benefícios aos praticantes e têm

OSG 2424/20
9
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

seus riscos minimizados através de orientação e con-


trole adequados. Esses exercícios regulares aumen- PRIMEIROS SOCORROS
tam a longevidade, melhoram o nível de energia, a
disposição e a saúde de um modo geral. Afeta de ma- 1. Para poder determinar em nível de primeiros socorros,
neira positiva o desempenho intelectual, o raciocínio, como leigo, o funcionamento satisfatório dos controles
a velocidade de reação, o convívio social. O que isso centrais dos mecanismos da vida, é necessário com-
quer dizer? Há uma melhora significativa da sua qua- preender os sinais indicadores chamados de sinais vi-
lidade de vida! tais.
O que precisamos ressaltar é o investimento con- Quanto aos tipos de sinais vitais, analise os itens
tínuo no futuro, a partir do qual as pessoas devem bus- abaixo.
car formas de se tornarem mais ativas no seu dia a dia,
I. Temperatura.
como subir escadas, sair para dançar, praticar ativida-
II. Pulso.
des como jardinagem, lavagem do carro, passeios no
parque. A palavra de ordem é MOVIMENTO. III. Respiração.
IV. Pressão arterial.
TEXTO II V. Dor
Esta é uma tabela de treinamento para iniciantes de
corrida muito usada em academias de ginástica. Ob- Estão corretas as alternativas:
serve-a para responder às questões que se seguem. A I, II, III, IV e V.
B Apenas IV e V.
TEMPO VELOCIDADE ESFORÇO C Apenas I, II, III e IV.
0’–1’ (1’) 5-6 km/h Leve D Apenas I, II, III e V.
1’–3’ (2’) 7-9 km/h Mediano
3’–4’ (1’) 10-12 km/h Extremo 2. As pessoas estão diariamente sujeitas a acidentes e
4’–6’ (2’) 7-9 km/h Mediano incidentes. Na escola, essas ocorrências são muito co-
6’–7’ (1’) 10-12 km/h Extremo muns, daí a necessidade de os profissionais da educa-
7’–9’ (2’) 5-6 km/h Leve ção terem conhecimento em primeiros socorros. O
9’–10’ (1’) 7-9 km/h Mediano desmaio consiste na perda súbita, temporária e re-
10’–11’ (1’) 10-12 km/h Extremo pentina da consciência, devido à diminuição de san-
11’–14’ (3’) 7-9 km/h Mediano gue e oxigênio no cérebro, causada por diversos fato-
14’–15’ (1’) 10-12 km/h Extremo res e com alguns sintomas específicos. Identifique a
15’–16’ (1’) 5-6 km/h Leve figura que demonstra o procedimento indicado para
16’–18’ (2’) 7-9 km/h Mediano quando uma pessoa estiver desfalecendo, sem perder
18’–19’ (1’) 10-12 km/h Extremo a consciência.
19’–20’ (1’) 5-6 km/h Leve
20’–21’ (1’) 7-9 km/h Mediano A
21’–22’ (1’) 10-12 km/h Extremo
22’–24’ (2’) 7-9 km/h Mediano
24’–25’ (1’) 5-6 km/h Leve
Fonte: academia Smart Fit – texto adaptado.
A partir dos textos I e II, pode-se concluir que
A praticar atividades como o treino descrito no texto
II, uma vez por dia, é benéfico para a saúde.
B fazer a atividade física prevista no texto II já basta
para você ter uma excelente qualidade de vida. B
C beber pelo menos 4 litros de água por dia é ne-
cessário para praticar a tabela de exercício do
texto II.
D praticar uma atividade física, segundo o texto I,
não requer acompanhamento profissional qualifi-
cado.
40. “Só uma pessoa com bom condicionamento cardio-
vascular terá energia suficiente para suportar uma
carga de exercícios de musculação", diz o professor
Ney Pereira, coordenador do Curso de Pós-Graduação
em Educação Física e Fisioterapia da Universidade C
Gama Filho – RJ."
A Nova Estética Muscular. VEJA. 16 jun. 1999.
Sobre o assunto do texto, pode-se inferir que o(a)
A músculo estriado cardíaco, no adulto, quando le-
sado, é regenerado a partir do tecido epitelial ad-
jacente, o qual tem grande capacidade de rege-
neração. D
B oxigênio que o organismo recebe durante a reali-
zação de atividade física é distribuído pelo sangue
através do plasma sanguíneo.
C contração do músculo estriado cardíaco é importante
para que o sangue circule no interior dos vasos.
D músculo liso, muito trabalhado nas academias
para a obtenção de um melhor resultado estético,
depende do sistema nervoso para se contrair.

OSG 2424/20
10
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

3. Em caso de acidente envolvendo aluno, as ações de I. Avaliar os riscos vigentes e iminentes;


primeiros socorros devem priorizar os sinais vitais II. Proteger-se contra possíveis contaminações;
com base na observação das seguintes alterações: III. Convocar a autoridade policial;
A Falta de respiração, falta de circulação (pulso au- IV. Remover a vítima para local protegido;
sente), hemorragia abundante, perda dos senti- V. Providenciar o socorro especializado.
dos (ausência de consciência).
Estão corretos apenas os procedimentos
B Lesão na pele, hemorragia, sangramento perifé-
rico, perda dos sentidos (audição e tato).
A I e III.
C Dilatação da pupila, perda dos sentidos (ausência B I e IV.
de consciência), palidez, sudorese inferior. C I, II e V.
D Sangramento periférico, respiração ofegante, D II, III e IV.
falta de circulação (pulso ausente), cefaleia.
10. Ao prestar os primeiros socorros a um indivíduo que
4. Sinais vitais são aqueles que indicam a existência de se encontra no tribunal, o enfermeiro fez a avaliação
inicial do membro afetado por meio do exame físico
vida, são os reflexos ou indícios que permitem concluir
local e dos sinais e sintomas apresentados. Os dados
sobre o estado geral de uma pessoa. Os sinais sobre
que auxiliaram o enfermeiro a suspeitar de uma fra-
o funcionamento do corpo humano que devem ser co-
tura fechada, no membro inferior direito do cliente,
nhecidos e compreendidos são:
estão corretamente descritos em:
A Temperatura, pulso, transpiração, coloração da pele.
B Temperatura, punho, expiração, pressão arterial. Exame físico do Sinais e
C Temperatura, pulso, respiração, pressão arterial. membro afetado sintomas
D Temperatura, punho, expiração, pressão hiperbárica. Avaliar pulsos e a sensi- Dor, deformidade,
bilidade proximalmente hematomas, crepita-
5. Em caso de acidentes no ambiente de trabalho, os pri-
ao local da fratura sus- ção e perda da inte-
meiros socorros podem ser fornecidos ao acidentado A peita e gravidade do gridade da pele no
enquanto este aguarda o atendimento médico especi-
sangramento externo na local da lesão.
alizado. Marque a alternativa que descreve uma ati-
área afetada.
tude correta de primeiros socorros.
Avaliar pulsos proximais Dor, cavitação, crepi-
A Nunca tentar controlar sangramentos.
ao local da suspeita da tação e saída de gotí-
B Lavar ferimentos com álcool. B fratura, cor da pele e si- culas de gordura pela
C Remover objetos empalados.
nais de crestadura. lesão cutânea local.
D Proteger ferimentos com panos limpos, fixando-
Avaliar pulsos e sensibi- Deformidade, hema-
-os sem apertar.
lidade proximais ao local tomas, crepitação e
da fratura suspeitada, perda da integridade
6. Os feriadões são marcados por inúmeros acidentes.
C solicitando movimenta- da pele no local da
Ao socorrer corretamente uma vítima de acidente,
ção do membro afetado lesão.
deve-se levar em consideração, em primeiro lugar,
para avaliar a função
A uma possível parada cardíaca.
motora deste.
B o sangramento das feridas.
C a obstrução das vias aéreas. Avaliar pulso, cor da pele, Dor, deformidade,
D uma possível fratura de osso. função motora e sensibili- hematomas, crepta-
D dade distalmente ao local ção no local da le-
7. A massagem cardíaca é uma manobra que objetiva da fratura suspeita. são.
garantir a oxigenação dos órgãos quando ocorre uma
parada cardiorrespiratória. A massagem cardíaca em 11. No ano de 2015, a American Heart Association (AHA)
uma vítima de acidente só é indicada quando publicou, com os “Destaques das diretrizes”, os princi-
A a vítima ou familiares pedirem. pais pontos de discussão e as alterações feitas na Atu-
B a vítima estiver respirando com muita dificuldade. alização das diretrizes de 2015 para a Ressuscitação
C a vítima estiver com hemorragia abundante. Cardiopulmonar (RCP) e Atendimento Cardiovascular
D tiver certeza de que o coração não está batendo. de Emergência (ACE). Em relação a essa publicação,
analise as afirmativas a seguir sobre o suporte básico
8. Em um atendimento, você encontra o paciente incons- de vida para o adulto e qualidade da ressuscitação car-
ciente com suspeita de lesão de coluna vertebral e epi- diorrespiratória aplicada por socorrista leigo.
sódio de vômito. Desse modo, este paciente deve ser I. A ventilação excessiva favorece o retorno venoso ao
mantido coração e o resgate da função neurológica da vítima.
A sentado. II. Os socorristas podem ativar o serviço médico de
B em decúbito dorsal com a cabeça inclinada late- emergência, via celular, sem sair do lado da vítima.
ralmente. III. A aplicação das compressões torácicas adequadas
C em decúbito ventral. exige ênfase na frequência e em minimizar o número
D em decúbito lateral. e a duração das interrupções das compressões.
IV. Um único socorrista deve aplicar duas ventilações
9. Um funcionário que atua na área de atendimento ao de resgate antes de iniciar as compressões torá-
público observou a presença de vítima de mal súbito, cicas.
devendo oferecer a essa vítima os primeiros socorros, De acordo com o exposto, estão corretas as afirmativas
até a chegada do socorro especializado. Considere a A I e II.
seguir os procedimentos que ele poderá adotar: B I e IV.
C II e III.
D III e IV.
OSG 2424/20
11
TC DE EDUCAÇÃO FÍSICA

12. Na prestação de primeiros socorros a uma pessoa com 15. No atendimento de uma parada cardiorrespiratória,
avulsão dentária, com impossibilidade de reimplantar para se obter uma ressuscitação cardiopulmonar de
o dente no momento do atendimento, o técnico de en- qualidade, o socorrista NÃO deve
fermagem, a fim de melhorar a sobrevida do dente A realizar compressões torácicas a uma frequência
durante 30 a 120 minutos, até a chegada do dentista, entre 100 a 120 minutos.
armazena temporariamente o dente avulsionado em B comprimir a uma profundidade de, pelo menos,
uma solução com eficácia comprovada para prolongar duas polegadas (5 cm).
a viabilidade das células dentárias em relação à saliva. C minimizar as interrupções nas compressões.
Considere as soluções abaixo: D apoiar-se sobre o tórax entre as compressões.
I. Água de coco.
16. A respeito do cuidado referente às emergências trau-
II. Clara de ovo. máticas, assinale a afirmativa correta.
III. Solução de glicose a 50%. A Nos casos de evisceração, não se deve tocar nas
vísceras.
Entre as soluções descritas pela American Heart Asso-
B No caso de extrusão de globo ocular, deve-se re-
ciation 2015 e American Red Cross de 2015, NÃO colocá-lo e irrigá-lo com colírio.
consta(m) o que é apresentado em C Nos casos de ferimentos superficiais, deve-se lavar
A III, apenas. com água e sabão para remover coágulos e sujeiras.
B I, apenas. D Nos casos de amputação, deve-se realizar cuidados
C II, apenas. com o seguimento amputado, limpando-o com solu-
D I e II, apenas. ção salina, envolvendo-o com compressa úmida em
solução salina, colocando-o em sacos plásticos e di-
13. Durante a abordagem à vítima em situação de retamente no gelo ou na água gelada.
trauma, em ambiente pré-hospitalar, que está aguar-
17. O auxiliar de enfermagem do ambulatório da Assem-
dando a chegada do serviço móvel de emergência, o
bleia foi solicitado para cuidar de uma colaboradora
técnico de enfermagem que atua em ambulatório, que perdeu a consciência, sentada na cadeira durante
como medida de primeiros socorros, deve a reunião. Suspeita-se de parada cardiorrespiratória
A transportar a vítima em posição de Trendelenburg (PCR). Chegando ao local, as ações imediatas do au-
quando ela estiver com a função respiratória alte- xiliar de enfermagem para identificação da PCR são:
rada e com suspeita de lesão cerebral traumática, A Verificar se o local é seguro para o socorrista e
para aumentar a pressão intracraniana. vítima; avaliar a resposta e, simultaneamente,
B realizar curativo em lesão torácica aberta com dis- observar a ausência ou anormalidade na respira-
positivo oclusivo ou torniquete, sendo contraindi- ção, e sentir o pulso em até 10 segundos.
cado manter a lesão exposta, mesmo na ausência B Retirar a vítima do local, encaminhando-a para o
ambulatório; aplicar dois choques com o uso do
de sangramento.
desfibrilador externo automático, observando sua
C aplicar pressão direta em local de sangramento resposta, e avaliar a respiração realizando a ma-
com talas rígidas e compressas, retirando-as para nobra de flexão do pescoço.
troca quando estiverem encharcadas. C Abrir as vias aéreas com a vítima sentada, fazer
D fazer com que a pessoa permaneça o mais imóvel pos- uma ventilação, verificar-lhe a elevação do tórax,
sível, quando houver suspeita de lesão de coluna. sentir o pulso em até 10 segundos e aplicar o cho-
que se houver desfibrilador disponível no local.
14. Considere, abaixo, algumas condutas de suporte bá- D Chamar por ajuda; abrir as vias aéreas da vítima,
sico de vida em ambiente extra-hospitalar a uma ví- realizar inspeção oral em busca da obstrução de
vias aéreas e verificar o pulso em até 10 segun-
tima de trauma.
dos.
Local/Tipo Conduta
Membro Superior Avaliar pulso periférico e
I.
sensibilidade
Abdominal aberto Recolocar os órgãos de
com evisceração. volta na cavidade abdo-
II.
minal com auxílio de GABARITO
uma compressa limpa. EDUCAÇÃO FÍSICA
Ocular por Corpo Remover o corpo estra- 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Estranho nho, se ele estiver solto, A B D D C B A B A C
III.
por meio de irrigação 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
com soro fisiológico.
D C A D A B A D A B
Amputação Trau- Aplicar gelo diretamente
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
mática. na parte amputada e
D C D A A B D D D B
IV. acondicioná-la em um
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
saco plástico com álcool
70%. A D C B C A B C A C
PRIMEIROS SOCORROS
Está correto o que se afirma apenas em 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
A II, III e IV. C D A C D C D B C D
B I e IV. 11 12 13 14 15 16 17
C II e III. C A D D D A A
D I e III.

Atualizado em 31/03/2020 - CRCA/EVE

OSG 2424/20
12

Você também pode gostar