Você está na página 1de 7

Supremo Tribunal Federal

MANDADO DE INTIMAÇÃO

Ação Penal n. 1044

AUTOR(A/S)(ES) : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL


PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
AUT. POL. : POLÍCIA FEDERAL
RÉU(É)(S) : DANIEL LÚCIO DA SILVEIRA
ADV.(A/S) : JEAN CLEBER GARCIA FARIAS (31570/DF)
ADV.(A/S) : TULIO MARCELO DENIG BANDEIRA (26713/PR)
ADV.(A/S) : GEOVANA TAYNA MIRANDA (101889/PR)
ADV.(A/S) : WELLINGTON DE QUEIROZ (10860/GO)
ADV.(A/S) : PATRICIA REITTER DE JESUS OLIVEIRA (54711/DF)

O Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, MANDA que o oficial de


justiça INTIME Deputado Federal OTONI DE PAULA, com endereço no(a) Gabinete 484 -
Anexo III - Câmara dos Deputados, Brasília/DF, telefone (21) 99820-7230, a comparecer à
audiência de instrução designada para o dia 16 de agosto de 2021, às 18h30min, a ser
realizada por videoconferência e presidida pelo Magistrado Instrutor do gabinete do
Relator, AIRTON VIEIRA (art. 21-A, § 1º, I, do RISTF).
O ato deverá ser acessado por intermédio da plataforma ZOOM.US:
https://us02web.zoom.us/j/84280074864?pwd=elcwK1lwN01sQTZyaWczcWxIYm10Zz09
ID da reunião: 842 8007 4864

Senha de acesso: 425756

Na impossibilidade de comparecimento no horário designado, deverá a testemunha indicar


alternativas nos dias já estabelecidos (16 e 17 de agosto de 2021) na decisão que
determinou a audiência.

Fica designado para o dia 13 de agosto de 2021, às 16 horas, o procedimento de teste de


acesso à referida plataforma.

Eventuais esclarecimentos poderão ser obtidos junto à Secretária Judiciária desta Corte
pelo endereço eletrônico sej@stf.jus.br ou pelo telefone (61) 3217-3612.
Acompanha este expediente cópia da decisão proferida nos autos em epígrafe em 27 de
julho de 2021.

Secretaria Judiciária do Supremo Tribunal Federal, em 27 de julho de 2021.

Ministro Alexandre de Moraes


Relator
Documento assinado digitalmente

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código C136-21C1-BD96-EFA6 e senha 5ACC-A5B0-0E1C-C885
AÇÃO PENAL 1.044 DISTRITO FEDERAL

RELATOR : MIN. ALEXANDRE DE MORAES


REVISOR : MIN. MARCO AURÉLIO
AUTOR(A/S)(ES) : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROC.(A/S)(ES) : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
AUT. POL. : POLÍCIA FEDERAL
RÉU(É)(S) : DANIEL LÚCIO DA SILVEIRA
ADV.(A/S) : JEAN CLEBER GARCIA FARIAS
ADV.(A/S) : TULIO MARCELO DENIG BANDEIRA
ADV.(A/S) : GEOVANA TAYNA MIRANDA
ADV.(A/S) : WELLINGTON DE QUEIROZ
ADV.(A/S) : PATRICIA REITTER DE JESUS OLIVEIRA

DECISÃO

Trata-se de ação penal em face do Deputado Federal DANIEL


LÚCIO DA SILVEIRA. A denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da
República imputou ao parlamentar a prática das condutas descritas no
art. 344 do Código Penal (por três vezes) e no art. 23, II (por uma vez) e IV
(por duas vezes), o último combinado com o art. 18, ambos da Lei
7.170/83.
A denúncia foi integralmente recebida pelo PLENO desta SUPREMA
CORTE (Pet 9456, Relator(a): ALEXANDRE DE MORAES, Tribunal
Pleno, DJe de 21/6/2021).
Regularmente citado (eDoc. 320), o réu apresentou sua defesa prévia
(arts. 8º da Lei 8.038/90 e 238 do RISTF), alegando que “os fatos narrados na
exordial, não coadunam com a verdade e provará sua inocência no decorrer da
instrução processual”, e arrolando 29 (vinte e nove) testemunhas (eDoc.
354).
Intimada para que procedesse à adequação do número de
testemunhas, reduzindo-o, entre aquelas já indicadas, ao máximo legal,
ou seja, indicando até 8 (oito) testemunhas para cada fato específico, sob
pena de indeferimento por este Juízo, a Defesa apresentou novo rol,
indicando 14 (catorze) pessoas.
É o breve relato. Decido.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68
AP 1044 / DF

I - DA IMPOSSIBILIDADE DE SUBSTITUIÇÃO DE
TESTEMUNHA

Das 14 (catorze) testemunhas agora arroladas pela Defesa (eDoc.


371), 13 (treze) constavam do rol apresentado por ocasião da defesa
prévia (eDoc. 354), quais sejam: Senadores EDUARDO GIRÃO, JORGE
KAJURU e LASIER MARTINS; Deputados Federais CARLOS JORDY,
EDUARDO BOLSONARO, FILIPE BARROS, OTONI DE PAULA e
VITOR HUGO; e outros: MARCELLO ROCHA MONTEIRO, MODESTO
CARVALHOSA, PAULO FARIA, RICARDO VASCONCELOS e SILVIO
MUNHOZ
A Defesa, no entanto, apresentou testemunha que não havia sido
indicada no momento adequado, a Deputada Federal BIA KICIS. Nos
termos do art. 451 do Código de Processo Civil c/c art 3º do Código de
Processo Penal e art. 9º da Lei 8.038/90, a substituição de testemunha só é
permitida nos casos de falecimento, enfermidade, ou impossibilidade de
localização. Nesse sentido, confiram-se os seguintes julgados:

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL NA AÇÃO PENAL.


SUBSTITUIÇÃO DE TESTEMUNHAS. APLICABILIDADE DO
ART. 451 DO CÓDIDO DE PROCESSO CIVIL, NOS TERMOS
DO ART. 3º DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL E ART. 9º DA
LEI N. 8.038/1990. HIPÓTESES NÃO VERIFICADAS.
REQUERIMENTO DESMOTIVADO. IMPOSSIBILIDADE.
INSURGÊNCIAS DESPROVIDAS.
1. Não havendo previsão legal específica, aplica-se o
disposto no art. 451 do Código de Processo Civil, na forma do
art. 3º do Código de Processo Penal e do art. 9º da Lei n.
8.038/1990, para o regramento do pleito de substituição de
testemunhas no processo penal.
2. Operada a preclusão consumativa da pretensão
probatória com a apresentação do rol de testemunhas, a
posterior substituição destas só é permitida nos casos de não
localização, falecimento ou enfermidade que inviabilize o
depoimento.

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68
AP 1044 / DF

3. No caso, o agravante não indica qualquer circunstância


concreta superveniente à indicação do rol de testemunhas que
dê embasamento ao pleito excepcional de substituição. 4.
Agravo regimental desprovido.
(AP 1002 AgR-terceiro, Relator(a): EDSON FACHIN,
Segunda Turma, DJe de 7/12/2017)

Ementa: AGRAVOS REGIMENTAIS. AÇÃO PENAL.


SUBSTITUIÇÃO DE TESTEMUNHAS. APLICABILIDADE DO
ART. 451 DO CÓDIDO DE PROCESSO CIVIL, NOS TERMOS
DO ART. 3º DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL E ART. 9º DA
LEI N. 8.038/1990. HIPÓTESES NÃO VERIFICADAS.
REQUERIMENTO DESMOTIVADO. IMPOSSIBILIDADE.
INSURGÊNCIAS DESPROVIDAS.
1. Não havendo previsão legal específica, aplica-se o
disposto no art. 451 do Código de Processo Civil, na forma do
art. 3º do Código de Processo Penal e do art. 9º da Lei n.
8.038/1990, para o regramento do pleito de substituição de
testemunhas no processo penal.
2. Operada a preclusão consumativa da pretensão
probatória com a apresentação do rol de testemunhas, a
posterior substituição destas só é permitida nos casos de não
localização, falecimento ou enfermidade que inviabilize o
depoimento.
3. No caso, os agravantes não indicam qualquer
circunstância concreta superveniente à indicação do rol de
testemunhas que dê embasamento ao pleito excepcional de
substituição, assinalando que, inclusive, tinha ciência da
anterior indicação dos mesmos testigos pela acusação.
4. Agravos regimentais desprovidos.
(AP 996 AgR, Relator(a): EDSON FACHIN, Segunda
Turma, DJe de 28/8/2017)

Cumpre destacar que, no despacho que determinou à Defesa que


adequasse o rol de testemunhas ao número máximo legal, constou
expressamente que a redução deveria ser entre aquelas já indicadas, nos

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68
AP 1044 / DF

termos legais acima mencionados.


Assim, o indeferimento da testemunha Deputada Federal BIA KICIS
é medida que se impõe.

II – DA INQUIRIÇÃO DE PARLAMENTARES

Nos termos do art. 221 do Código de Processo Penal, o Presidente e o


Vice-Presidente da República, os senadores e deputados federais, os
ministros de Estado, os governadores de Estados e Territórios, os
secretários de Estado, os prefeitos do Distrito Federal e dos Municípios,
os deputados às Assembleias Legislativas Estaduais, os membros do
Poder Judiciário, os ministros e juízes dos Tribunais de Contas da União,
dos Estados, do Distrito Federal, bem como os do Tribunal Marítimo
serão inquiridos em local, dia e hora previamente ajustados entre eles e o
juiz.
No rol apresentado pela Defesa, com o indeferimento da
testemunha Deputada Federal BIA KICIS, restam 8 (oito) parlamentares,
detentores de prerrogativa legal de ajuste de local, dia e horário para sua
inquirição: Senadores EDUARDO GIRÃO, JORGE KAJURU e LASIER
MARTINS; e Deputados Federais CARLOS JORDY, EDUARDO
BOLSONARO, FILIPE BARROS, OTONI DE PAULA e VITOR HUGO.
Portanto, considerados os termos do art. 221 do CPP e as restrições
decorrentes da pandemia do Covid-19, bem como a possibilidade de
comparecimento por videoconferência, ou seja, sem necessidade de
deslocamento físico, a inquirição dos parlamentares fica sugerida para o
dia 16/8/2021, uma segunda-feira, no horário de 14h às 19h15min, e
individualmente especificado abaixo.

III - DISPOSITIVO

Diante de todo o exposto, INDEFIRO a inquirição da testemunha


Deputada Federal BIA KICIS.
DESIGNO AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO para os dias 16,

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68
AP 1044 / DF

17/8/2021, a ser realizada por videoconferência e presidida pelo


Magistrado Instrutor deste Gabinete, AIRTON VIEIRA (art. 21-A, § 1º, I,
do RISTF), nos seguintes horários:

a) 16/8/2021:

14h: Senador EDUARDO GIRÃO;


14h45min: Senador JORGE KAJURU;
15h30min: Senador LASIER MARTINS;
16h15min: Deputado Federal CARLOS JORDY;
17h: Deputado Federal EDUARDO BOLSONARO;
17h45min: Deputado Federal FILIPE BARROS;
18h30min: Deputado Federal OTONI DE PAULA;
19h15min: Deputado Federal VITOR HUGO.

(b) 17/8/2021

10h: MARCELLO ROCHA MONTEIRO;


10h45min: MODESTO CARVALHOSA;
11h30min: PAULO FARIA;
12h15min: RICARDO VASCONCELOS.
13h: SILVIO MUNHOZ.

À Secretaria para que proceda à intimação dos parlamentares


supramencionados, por oficial de justiça. Diante de eventual
impossibilidade de comparecimento nos horários designados, deverão ser
indicadas alternativas, nos dias já estabelecidos (16 e 17/8/2021).
Intime-se a Defesa para que, informada das datas acima, possa
apresentar as demais testemunhas, a serem ouvidas também nos horários
acima designados.
Se impossibilitada de apresentar as demais testemunhas, a Defesa
deverá, fundamentadamente, requerer expressamente a intimação.
Deverá a Secretaria disponibilizar sala de audiência, nas

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68
AP 1044 / DF

dependências do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, de onde o ato será


conduzido, com apoio de pessoal e equipamentos, inclusive com o
fornecimento de link para a videoconferência, possibilitada, inclusive, a
gravação do ato.
A Secretaria deverá, ainda, disponibilizar servidor/funcionário que
proceda à redução a termo dos depoimentos das testemunhas a partir da
gravação das oitivas.
Ciência à Procuradoria-Geral da República.
Intime-se.
Publique-se.
Brasília, 27 de julho de 2021.

Ministro ALEXANDRE DE MORAES


Relator
Documento assinado digitalmente

Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 2F25-B49C-0A74-B936 e senha 25B8-C929-105E-AF68

Você também pode gostar