Você está na página 1de 15

O que é PNL: O Guia Definitivo

Home  Blog  Programação Neurolinguística  O que é PNL: O Guia Definitivo

Entenda tudo sobre Programação Neurolinguística,


conhecida como a Metodologia da Excelência Humana, é
capaz de ajudar qualquer pessoa, de qualquer idade, em
qualquer situação a ser melhor e viver com mais excelência.

A Programação Neuroliguística (PNL) é a metodologia com maior potencial


para dar ao ser humano aquilo que ele mais precisa: controle sobre a própria
vida.

Conhecida como a “Metodologia da Excelência Humana”, é capaz de dar a todos


que se aventuram por ela o que, no fundo, todos nós queremos: o PODER de
sermos protagonistas da nossa própria existência.

Primeiramente, o que você sente e pensa quando se depara com a palavra poder?

É certo que todos reagem de alguma forma — boa ou ruim — a essa palavra. Poder
para alguns é sinônimo de dominação, para outros é sinônimo de riqueza, para
outros ainda, é a mesma coisa que ser livre. 

Contudo, a maior surpresa que quase ninguém percebe é que todos nós temos
poder. Todos têm o poder de transformar emoções desorganizadas em estratégias
para alcançar metas; de transformar relacionamentos tóxicos em interações
verdadeiras e significativas.

Isso acontece por um motivo simples: o verdadeiro poder não está fora de
você (dinheiro, admiração dos outros, reconhecimento, etc…) e sim, dentro de
você — mais especificamente, dentro da sua mente. 

Em síntese, todas as outras coisas mais exteriores são consequências de uma


mente empoderada. Os sucessos da vida são resultados quase inevitáveis na vida
de alguém que conhece o poder pessoal e sabe exatamente como usá-lo a seu
favor.

E o que Poder tem a ver com PNL?


Eu sei que esse tema “o poder da mente” anda um pouco batido. E embora as
pessoas falem disso como se fosse mágica, história de ficção científica, a verdade é
que, por mais batido que possa parecer, esse assunto importa…

Se você verdadeiramente entender que o poder está dentro da sua mente e


descobrir como usá-lo, você será capaz de fazer o que quiser. Portanto, nesse
sentido, poder tem tudo a ver com PNL.

É simples de entender, a PNL é uma metodologia tão eficaz por oferecer uma
maneira certeira de acessar, entender e transformar o poder que a sua mente
tem e, principalmente, fazer com que a sua mente trabalhe à seu favor.

É simples, sua mente está sempre exercendo poder sobre você, bom ou mal. Te
direcionando para perto de suas metas e sonhos (ou para bem longe deles).

Se você entender que a maneira que você vive — desde a postura da sua coluna até
as palavras que você utiliza — gera sensações, sentimentos e hábitos em você, que
podem ser prejudiciais ou benéficos, você será capaz de moldá-los e dominá-los…
ou seja: será capaz de direcionar esse poder para o local e da maneira que você
quiser.

Mas, preste atenção aqui…


O Poder da sua Mente não é uma forma de dominação alheia. Você não vai falar
meia dúzia de palavras e conquistar um exército de fãs. Ficar milionário ou qualquer
coisa do tipo. E as mudanças não vão acontecer num passe de mágica.

Dominar e exercer O Poder da sua mente sobre si mesmo e melhorar sua


comunicação e sensibilidade com o outro é o que a PNL pode te ajudar
conquistar. E essa evolução pessoal e relacional é o que realmente gera resultados
surpreendentes.

O principal objetivo da PNL é te ajudar a conquistar um tipo de poder muito


maior — e que, sem dúvidas, ajudou muitos homens e mulheres de sucesso a
evoluírem, como no caso do ator americano Kenneth Blanchard, que venceu uma
fobia com a PNL e milionários como o próprio Tony Robbins, que através da
Programação Neurolinguística alcançaram liberdade, sucesso profissional e
relacional de maneira extraordinário.

Programação Neurolinguística, portanto, tem a ver com autoconhecimento, com


domínio de si mesmo. Tem a ver com a LIBERDADE de ser protagonista da
própria vida. 

Você sabe o que as pessoas de sucesso tem em


comum?
Pessoas de sucesso conseguem dominar seus desejos (como escolher estudar, ao
invés de ficar no bar bebendo com os colegas), conseguem perceber o que as está
levando para mais próximo de seu objetivos. 

Elas são capazes de:

dominar suas piores ansiedades (deixando o futuro para o futuro, importando-


se mais com o aqui e o agora); 
dominar seus pensamentos mais depressivos (em geral, as depressões se
geram por uma constante de pensamentos no passado. Mágoa, raiva, tristeza
são sentimento comuns de quem pensa demais no passado e se esquece do
aqui e do agora) 
dominar seus maiores medos (vencendo fobias, por exemplo)

A questão é: pessoas de sucesso são protagonistas inatos e brilhantes da


própria vida. 

Preste atenção nessa frase de Tony Robbins:


“Ou você molda os seus pensamentos, ou alguém os molda por
você. Ou você direciona a sua vida, ou alguém faz isso por você”. 

— Tony Robbins

A lógica por trás do Poder é bastante simples, na verdade. Ou você escolhe ou


alguém escolherá por você. Conheça e domina os próprios pensamentos, emoções
e direcione sua própria vida para o lugar que você quer… Ou alguém fará isso por
você.

Isto é, domine a si mesmo e sua vida, ou


alguém fará isso. De um jeito ou de outro, essa
é a lei da vida. 
Então, se você tem:

Ansiedades, medos, maus hábitos (como fumar, comer compulsivamente,


procrastinar) ou qualquer tipo de pensamento, sentimento e atitude
relacionados à si mesmo ou aos outros que você não entende o porquê tem;
Não sabe como mudar;
Precisa evoluir…

Seja na sua comunicação, nas suas habilidades de liderança ou ainda, quem sabe…
na sua capacidade de ajudar alguém querido que está sofrendo: A PNL é para
você. 

Você pode utilizar as técnicas para ser um líder mais competente, tomar melhores
decisões de trabalho, ser uma mãe ou pai, uma esposa ou esposo mais preparados,
com maior sensibilidade, clareza e amor.

E além disso tudo, você também pode aplicar as técnicas de PNL para ajudar as
pessoas ao seu redor… Não é incrível? 

É por isso que a Programação Neuroliguística é a metodologia com maior potencial


não para conceder o poder… e sim, para te ajduar a descobrir, compreender e
utilizar a seu favor o Poder que você já tem dentro de si…

O primeiro passo para você começar a entender como acessar o verdadeiro


Poder da sua mente com a PNL e fazê-lo trabalhar a seu favor, está disponível
nesse artigo… Então aproveite e entenda tudo sobre PNL.

Continue lendo!

O Que é Programação Neurolinguística?

Infográfico: o que significa Programação Neurolinguística

Programação Neurolinguística (PNL) é uma das mais eficazes ferramentas de


mudança comportamental conhecidas. 

Também intitulado de “A Fórmula da Excelência Humana”, a metodologia utiliza


modelos e técnicas de desenvolvimento humano, que nos ajudam a entender como
funcionamos e o mais importante: nos ajuda a domar nossa própria mente e fazer
com que ela trabalhe a nosso favor.
Então seja como for, se você já se sentiu “preso” em maus hábitos, estagnado em
relacionamentos que não funcionam, em situações que a saída é simples… mas
você não consegue comandar e fazer aquilo que realmente quer e precisa… É isso
o que você pode alcançar aplicando as técnicas de PNL:

Manter o controle sobre a própria vida e de ser protagonista da própria


história… 

Por ser uma ferramenta, você pode utilizá-la em qualquer situação, da maneira que
precisar. PNL nada mais é que um facilitador, como uma escada entre você e seus
objetivos.

Então, pense comigo…

Você realmente sabe os motivos que te levam a sentir o que sente, a pensar as
coisas que pensa, a agir da maneira que age?

Por que você fica triste, motivado, desmotivado, gosta ou não de alguma coisa?

Por que temos medos, vícios e inseguranças?

Se você não souber, tudo bem. É normal não saber…

Quando nascemos, não recebemos um “Manual do Proprietário”, mas a


Programação Neurolinguística nos ajuda a escrever nosso próprio manual.

Qual o Conceito de PNL


Por esse motivo, para que possamos conquistar melhores resultados, é fundamental
conhecermos mais do nosso próprio funcionamento, podendo desta forma ampliar
as nossas possibilidades de escolha de atitudes e comportamentos que vão ao
encontro da vida que queremos ter.

Desta forma, a definição conceitual da PNL é: o estudo da estrutura da experiência


subjetiva do ser humano. Também podemos definir a PNL como uma metodologia
que foca no alcance da excelência, ou seja, auxilia uma pessoa a atingir os
resultados que deseja em sua vida, criando modelos a partir de atitudes de sucesso.

A PNL vai além das técnicas. Ela é uma metodologia que pode ser utilizada de forma
prática em nosso contexto diário. Está completamente relacionada com resultados
no âmbito pessoal quanto profissional

O Que NÃO é PNL?


Antes de seguirmos em frente, é preciso separar o que é Programação
Neurolinguística, daquilo que não é.

A PNL por ser uma ciência comportamental, conversa de maneira aberta com
diversos estudos científicos: da psicologia até à neurociência…  Ou seja, ao
conversar com esses diversos ramos da ciência, pode ser facilmente confundida
com algumas concepções e ideias que não fazem parte dela. Além disso, muitos
profissionais e estudiosos de outras áreas podem compreender de maneira
equivocada o que é a Programação Neurolinguística, gerando um certo tipo de
preconceito em relação a essa técnica tão eficaz. 

Por esses motivos, precisamos deixar claro que PNL não é: 

1. Achismo;
2. Hipnose;
3. Autoajuda sem fundamentos;
4. Coaching;
5. E não é uma modalidade terapêutica ou uma técnica de terapia comportamental

PNL Não é Achismo nem “pseudociência”


Muitas pessoas equivocadas entendem que a PNL como uma “pseudociência”, ou
seja, algo que não tem fundamentos e bases científicas comprovadas na prática, de
maneira séria. E esse com certeza não é o caso.

A Programação Neurolinguística por ser uma ciência que está em constante


evolução e em contato com ciências que enriquecem suas bases teóricas e práticas.

O que hoje é ensinado nos cursos Practitioner e Master Practitioner aqui da SBPNL,


por exemplo, são técnicas desenvolvidas ao longo de vários anos, estudadas e
aplicadas com eficiência no dia a dia por milhares de pessoas.

Toda a metodologia tem base em estudos de especialistas de diversas áreas, como


a psicologia, a neurociência, a medicina e a filosofia, além de diversas outras
pesquisas realizadas ao longo dos anos e casos reais que demonstram a sua
efetividade.

Leia Também

>>> A História Por Trás do Primeiro Curso de Practitioner em PNL

Além disso, a PNL não é Hipnose


Dessa forma, apresentações de hipnose em que pessoas fazem coisas sem estar
em seu estado normal de consciência, por exemplo, não estão relacionadas com
a linguagem hipnótica que a PNL ensina.

Existem diversos tipos de Hipnose — como a Hipnose Ericksoniana, também


conhecida como Hipnose Moderna — que são sérias, e pautadas em ciência.
Algumas outras nem tanto.

Sendo assim, é preciso diferenciar uma coisa da outra. Quando utilizamos a hipnose
em um terapia, por exemplo, o objetivo é acelerar processos como: conseguir dormir
e vencer uma insônia através de uma técnica de hipnose. São técnicas utilizadas
para alcançar de maneira rápida e quase imediata objetivos específicos.

PNL também não é uma modalidade


terapêutica.
Igualmente como a hipnose, a PNL trata de uma metodologia que oferece
caminhos para que você desenvolva e aprimore suas habilidades sociais,
profissionais e comportamentais, contudo, de maneira mais aprofundada, como
um facilitador e uma ferramenta de trabalho para terapeutas, que ajuda de maneira
prática em muitas questões e situações pontuais do paciente. 

Por esse motivo, a PNL é utilizada por diversos psicólogas, psiquiatras, terapeutas
comportamentais não somente em suas vidas pessoais, mas como uma ferramenta
de trabalho, com fins terapêuticos. 

Em outras palavras: se você tem questões psiquiátricas/psicológicas mais sérias,


procurar um terapêutica comportamental que se utiliza da PNL pode ser bastante
eficaz no seu processo de cura, contudo, ela sozinha não pode ser considerada
como uma modalidade terapêutica — isto é, o profissional da saúde se utiliza da
técnica para efetivar e aprimorar seu atendimento e suas capacidades pessoais.

Sob esse ponto de vista, entende-se então que a PNL é um auxiliador, uma das
ferramentas mais eficazes do desenvolvimento comportamental, que pode ser
aplicada por qualquer um: dentro e fora de um consultório, pelo médico com mais
instrução e também pelo auxiliar de limpeza, com menos instrução. É uma
metodologia democrática que não está presa a nenhuma classe social e/ou
profissional.

 PNL é autoajuda?
Mais um ponto de extrema importância a ser compreendido.

No Brasil, o seguimento da Autoajuda ficou conhecido e estigmatizado como uma


categoria de “pseudociência da autoajuda”, como algo sem fundamento científico,
superficial e até mentiroso. 

Contudo, a Programação Neurolinguística não tem aderência com essa visão


conceitual da autoajuda. Ela é fundamentada em pesquisas da psicologia, biologia,
química, medicina, linguística, neurociências e muitas outras áreas do conhecimento
científico. 

Ou seja, não se trata de experiências pessoais, subjetivas ou de dogmas, mas


sim de uma metodologia com aplicabilidade em diversos
contextos, sustentadas por ciência de diversos ramos, aplicadas e comprovadas
por especialistas e cientistas sérios e comprometidos com a verdade, de maneira
pessoal ou profissional.

PNL como autoajuda


Em contrapartida, podemos classificar a PNL como uma modalidade de “autoajuda”,
no sentido de que ela realmente confere ao indivíduo  o “poder de se auto ajudar”. 

Isso ocorre por ela ser uma metodologia que ao ser aplicada na vida pessoal, é
capaz de conferir autoconhecimento e percepções de si mesmo que antes estavam
escondidas, tudo com o objetivo de avaliar situações desafiadoras como conflitos
internos, hábitos destrutivos e todo tipo de obstáculo interno que o sujeito encontre e
transformar cotidianamente cada uma dessas questões em evolução pessoal. 

Uma vez que a PNL busca o caminho da autotransformação a partir dos recursos
que as pessoas podem encontrar em si mesmas, pode ser chamada de
maneira crua como uma técnica de autoajuda, que visa dar ao ser humano o
poder de ajudar a si mesmo, de maneira autônoma e independente.

Daí vem toda a confusão e a associação de ambos os temas.

Coaching e PNL: é a mesma coisa?


Da maneira maneira que PNL não é a mesma coisa que Hipnose ou um meio
terapêutico, PNL e Coaching também não são a mesma coisa.

O Coaching se baseia em muitos ensinos da PNL, mas a aplicação de cada um é


diferente. 

A metodologia Coaching é 100% focada na solução e atingimento de metas. É um


processo de desenvolvimento humano, visando a alta performance relacionada a
pontos específicos, como alimentação, produtividade, entre outros.

Dessa forma, o Coaching trabalha mais na parte mais superficial da solução e


superação de obstáculos. Contudo, somente o Coaching pode ser insuficiente
para alcançar, superar e transformar questões mais profundas do
comportamento humano, como mudança de mindset, vencer bloqueios, fobias,
ansiedades e depressão, inseguranças mais enraizadas, entre outros.

Isso posto, a metodologia Coaching e a PNL podem andar acompanhadas,


permitindo que os indivíduos se sintam mais realizados e capazes de alcançar seus
objetivos.

Como a PNL Surgiu?


Para entender como uma coisa funciona é de suma importância conhecer sua
história. Como surgiu? Quem são os percussores da técnicas?

A PNL surgiu no início dos anos 70, quando Richard Bandler, um estudante de
psicologia, e John Grinder, um professor de linguística, iniciaram os estudos sobre
PNL na Universidade de Santa Cruz – Califórnia. 

Um dos primeiros trabalhos que realizaram era o de modelar famosos terapeutas da


época, buscando identificar quais eram os padrões internos e externos que eles
utilizavam que tornavam o trabalho deles tão efetivo. 

Quem foram os primeiros a utilizar a PNL


Esses terapeutas eram Milton Erickson, um médico  psiquiatra e hipnólogo; Virginia
Satir, que atuava com terapia familiar; e Fritz Perls, que desenvolveu a terapia de
Gestalt.

Com esse objetivo definido, portanto, os psicólogos Bandler e Grinder começaram a


modelar — estudar e estruturar o comportamento — esses terapeutas, tanto na
linguagem corporal (linguagem não verbal) quanto na linguagem falada (a
verbal), buscando desenvolver técnicas que eles mesmos pudessem aplicar e
elevar os resultados dos seus próprios atendimentos. 

Com o tempo, outros estudantes e pesquisadores se envolveram com este trabalho


de “modelagem”, ampliando-o para diferentes contextos (negócios, artes, criação
etc.), focando em pessoas de sucesso, sempre buscando identificar quais eram os
padrões que faziam a diferença nos resultados excepcionais que estas
pessoas alcançavam.

Dessa maneira, ao descobrirem o funcionamento (a programação) da mente


humana e quais os padrões de comportamento (tanto verbais quando não verbais)
que essa programação gera, surgiu o que conhecemos de Programação
Neurolinguística: uma das técnicas mais democráticas e práticas que existem.

Então, como a PNL funciona na prática?

Como A Programação Neurolinguística Funciona?

Nesse processo de pesquisa, Bandler e Grinder observaram dois tipos de padrões


de comportamento:

Padrões Externos
São comportamentos e linguagens específicas que as pessoas utilizam, que as
ajudam a realizar suas atividades com excelência e influenciavam seus resultados.

Padrões Internos:
Eles também observaram que existiam padrões internos, como crenças e
pressupostos, que são poderosos recursos para alcançar o sucesso.

A verdade é que por trás de absolutamente tudo o que fazemos, como nos


comportamos, por trás de nossas decisões, gostos e anseios, existe uma estrutura
interna de pensamentos e emoções que impactam diretamente as nossas
ações e consequentemente os resultados que alcançamos em nossas vidas.

Dessa forma, nossa mente recebe informações a todo instante, passando cada uma
dessas informações em filtros, que as organizam e fazem com que as pessoas
respondam de determinada maneira à cada um dos estímulos externos. 

Esses filtros são compostos por nossas crenças, cultura, educação, traumas e
ambiente que vivemos. 

Cada indivíduo, conhecendo sua própria programação — ou seja, como sua mente
funciona, como seu cérebro capta as informações, as processa e reage a elas — é
possível ressignificar padrões prejudiciais (como as crenças limitantes, os hábitos
ruins, vícios, medos, entre outros).

Leia também:

PNL e Inteligência Emocional

 O Poder das Palavras na Sua Vida

Pressupostos da PNL
A Programação Neurolinguística é baseada em pressupostos (preceitos que
norteiam toda a metodologia). 

São fundamentos, princípios e verdades universais, que foram encontradas,


esquematizadas e fundamentadas ao longo de todos esses anos de pesquisa. 

Alguns pressupostos são:

O mapa não é território: 

Tudo o que você enxerga de outra pessoa é o superficial, o mapa. Mas, por trás de
toda atitude, toda ação, todo sentimento, escolhas e falas, existe um mundo que
você desconhece (e que em geral, a própria pessoa desconhece). Levar isso em
consideração aumenta nossa capacidade de nos comunicarmos com o outro,
criando empatia e afunilando o entendimento mútuo.

Comunicação é aquilo que o outro entende,


não o que você fala
Em geral, as pessoas reagem àquilo que elas interpretam do que você falou. Por
isso, um comunicador precisa aprender a expressar-se de maneira clara e objetiva,
retirando toda possibilidade de mal-entendido e ruídos.
É impossível não se comunicar
A grande verdade é que todos nós nos comunicamos. Até a pessoa mais calada e
tímida do mundo se comunica. Sua linguagem corporal fala por ela aquilo que ela
não consegue dizer em palavras. Portanto,  nos tornamos responsáveis pelo que
dizemos, pelo que não dizemos e por mais uma série de outros sinais verbais e não
verbais.

Consiga resultados excepcionais fazendo


diferente
Se tem algo na sua vida que quer mudar, mas por mais que tente, parece não
conseguir… é para essas coisas que a PNL vale a pena ser estudada e aplicada. 

Comer compulsivamente, ser sedentário, fumar, beber em desmedida, brigar com


hábitos prejudiciais e querer que as coisas sejam diferentes, sem fazer diferente, é
loucura.

Como disse Einstein “Loucura é fazer tudo sempre igual e esperar resultados
diferentes”.

Claro, nada é tão simples. Alguns comportamentos são tão enraizados que precisam
de um trabalho minucioso, de calma, paciência e persistência, mas com a PNL é
possível atingir essas mudanças e claro, os resultados tão desejados.

Quais são as técnicas da PNL?

Existem diversas técnicas e ferramentas que compõem a Programação


Neurolinguística. Elas podem ser aplicadas no seu dia a dia ou em situações
específicas, quando você deseja ter um bom desempenho ou superar algum
obstáculo.

Entre essas técnicas e ferramentas podemos


citar:
Pressupostos da comunicação 
Rapport 
Metamodelo de Linguagem 
Boa formulação de objetivos 
Padrões de linguagem hipnótica
Âncoras 
Metáforas
Reestruturação em 6 passos 
Polaridades
Círculo de excelência

Benefícios práticos da PNL


A verdade é que os benefícios da PNL são infinitos.

Nesse sentido, percebe-se que desde uma mãe que precisa se comunicar melhor
com seu filho, até o CEO de uma empresa multimilionária podem fazer uso dessa
técnica para conseguir os resultados desejados, aumentando sua qualidade de vida
e resultados.

Igualmente, é possível que aplicar a metodologia em qualquer área da sua vida: das
financeira à vida amorosa. Bem como pode ser aplicada com e por qualquer pessoa,
desde uma criança com dificuldade de aprendizado até em uma negociação tensa
de uma multinacional rica.
Portanto, não é exagero nenhum dizer que os benefícios são praticamente
infinitos.

Porém, por motivos mais didáticos, vamos dividir as aplicações da PNL em três
esferas da vida: relacionamentos e comunicação, desenvolvimento pessoal e
desenvolvimento profissional e vamos ver algumas aplicações práticas em cada
uma desses esferas.

Relacionamentos e Comunicação
Transformar relacionamentos tóxicos em relações equilibradas, saudáveis e
prazerosas;
Comunicação altamente eficaz, com superação de timidez excessiva;
Promoção da empatia, abrindo a possibilidade de uma comunicação mais íntima
e eficaz;
Afunilamento nas relações, tornando pessoas distantes em amigos íntimos;
Aprimorar significativamente os níveis de persuasão e influência;
Remove sentimentos negativos relativos a experiências pessoas;
Saber “ler”, entender e traduzir o que a linguagem verbal e não verbal da outra
pessoa fala;
Habilidade de resolver de maneiras prática e ética conflito com amigos, família e
colegas;
Capacidade de persuasão e influência sobre si mesmo e sobre os outros;
Desenvolver Inteligência Emocional em relacionamentos amorosos, com família
e amigos;
Conhecer e compreender como o ser humano funciona e melhorar seus
relacionamentos;
Aumentar a empatia e a capacidade de se relacionar;
Julgar menos e ajudar mais;
Criar conexões profundas com outras pessoal.

Desenvolvimento Pessoal
Alta performance pessoal nos esportes, academia, objetivos de emagrecer e
ajustar hábitos alimentares;
Alta performance pessoal nos estudos, em projetos e objetivos pessoais; 
Grande habilidade de autoconhecimento;
Ressignificação de transformação de sentimentos negativos relativos a
experiências traumáticas;
Compreensão mais profunda das próprias emoções, sentimentos, pensamentos
e comportamentos;
Habilidade de resolver conflitos internos de uma maneira calma, segura, sem
entrar em crises;
Autoestima e autoconfiança fortalecidas;
Habilidade de transformar sentimentos negativos em estratégias para resolução
de problemas;
Desenvolvimento de Inteligência Emocional para lidar com questões internas
prejudiciais, como crenças limitantes;
Compreender os verdadeiros motivos pelos quais você faz o que faz;
Encontrar meios, estratégias e maneiras de mudar comportamentos
indesejados, como hábitos ruins.

Desenvolvimento Profissional
Alta performance profissional;
Desenvolvimento de “skills” para negócios e profissão;
Desenvolver flexibilidade e Inteligência Emocional nos negócios;
Como melhorar a capacidade de dar e receber feedback;
Saber estabelecer e definir objetivos claros e práticos para atingir metas;
Melhorar a capacidade de negociação e comunicação com colegas, gestores e
subordinados; 
Aperfeiçoar as habilidades e competências para falar em público e fazer
apresentações; 
Habilidade de negociação e transações comerciais complexas; 
Desenvolver Inteligência Emocional no ambiente de trabalho, com colegas,
chefes e subordinado;
Conhecer como o ser humano funciona e aprender a lidar com cada pessoa da
maneira correta, em cada situação, sem julgamentos;
Ser um líder mais qualificado e um colaborador mais capacitado;

Leia também:

>>> Quais são as aplicações da PNL

Quem pode aprender e aplicar a Programação


Neurolinguística?

A Programação Neurolinguística é extremamente democrática. Qualquer um pode


aprender a metodologia e aplicar as técnicas, na situação que tiver necessidade. 

Novamente, não é exagero dizer que existe uma gama praticamente infinita de quem
pode aprender a metodologia e começar aplicá-la. 

Basta entender o funcionamento e aplicar da maneira correta, que os resultados


vem.

PNL para melhorar a Performance


Profissional
A PNL ajuda a lidar com gerenciamento de emoções tanto pessoais, como também
o gerenciamento de pessoas, de equipe.  Se você é um líder ou trabalha em equipe,
sabe como é importante ter Inteligência Emocional em determinadas situações.

Desde o domínio de uma comunicação altamente eficaz, para apresentar um projeto


e fazer reuniões produtivas, até a capacidade de controlar emoções, como evitar
crises de ansiedade, pânico e traçar estratégias de planejamento… São benefícios
que profissionais de diversas áreas têm adquirido ao dominar e aplicar a PNL. 

Aqui está algumas profissões que têm alto


benefício e um desempenho incrível fazendo
uso da Programação Neurolinguística:
Empreendedores
Líderes e qualquer um que desempenha algum tipo de papel de liderança
Professores
Médicos e Terapeutas
Coaches
Membros de equipe
Palestrantes
Escritores
Vendedores e profissionais que trabalham com negociações
Entre outro.
PNL para aprimorar a performance pessoal e
desenvolvimento humano
Crises de ansiedade, de pânico, baixa autoestima, medos e inseguranças… Muitas
vezes esses sentimentos, pensamentos e crenças nos dominam e torna-se difícil
caminhar para frente, em direção de objetivos e sonhos. 

A PNL ajuda em toda essa gama que envolve o desenvolvimento pessoal humano. 

A aplicação na profissão alavanca resultados, faz crescer números, reconhecimento


e status. Já sua aplicação na vida pessoal faz com que haja uma evolução da sua
própria consciência e do seu comportamento. 

Dá à você o poder de dominar e ser protagonistas da própria história. Além de


aumentar sua capacidade de lidar com situações internas, que às vezes só você
conhece e precisa mudar… aumenta a qualidade de vida, a qualidade dos
relacionamentos, da sua saúde física e mental.

Alguns pontos que a PNL mais ajuda no


desenvolvimento pessoal:
Controle emocional
Inteligência Emocional
Diminuição da Ansiedade
Aumento da empatia e persuasão
Domínio de medos e fobias
Capacidade de se comunicar de maneira altamente eficaz
Habilidade para entender e resolver situações de conflito
Controle de pensamentos e crenças que limitam
Autoconfiança
Ajuda a ler emoções, tanto suas como de terceiros
Capacidade de ajudar as pessoas que você ama
Ajuda a traçar planos e estratégias para a vida, como um todo

Como a PNL surgiu no Brasil?


A PNL chegou ao Brasil no início dos anos 80, quando o aluno de Richard Bandler e
John Grinder e também especialista em PNL Gilberto Cury fundou a Sociedade
Brasileira de Programação Neurolinguística e ministrou a primeira Formação em
PNL do país.

Nessa época, Gilberto Cury ressalta que a principal dificuldade para estabelecer a
PNL no país estava na relutância das pessoas em acreditarem que a técnica tinha
seriedade e eficiência o suficiente para ser efetivamente transformadora.

Sob essa perspectiva as primeiras formações eram realizadas com turmas pequenas
— de 12 a 15 participantes — e havia um longo período de pausa entre uma
formação e outra.

Conforme as pessoas foram estudando e aplicando os conhecimentos e técnicas


adquiridas no curso e percebendo uma mudança positiva em suas vidas, a
Programação Neurolinguística foi ganhando mais força e se popularizando, se
tornando cada vez mais conhecida e utilizada em diversos contextos.

Outro ponto fundamental para a popularização


da PNL
Além dos cursos, outro ponto fundamental para a popularização foi o crescimento de
publicações de livros e artigos sobre o assunto e o nascimento de outras instituições
de ensino no país, que também ajudaram enraizar os conceitos da PNL,
aumentando não somente a curiosidade, mas o verdadeiro interesse das pessoas na
metodologia. 

Nesse interim muitas empresas também passaram a se interessar pela PNL, visando
os resultados de alta performance e produtividade que a metodologia ao ser aplicada
permite alcançar.

Atualmente, a PNL é amplamente utilizada, inclusive como base para a criação de


diversas outras metodologias de desenvolvimento humano — como o coaching — e
é reconhecida em todo o mundo como uma metodologia extremamente eficaz
para desenvolver habilidades sociais e comportamentais, as chamadas “soft
skills”.
Quais os cursos de PNL que existem?
No Brasil, hoje, você pode encontrar diversos livros e artigos sobre Programação
Neurolinguística, além de inúmeros cursos, abordando cada tipo de situação
específica, como hábitos, liderança, relacionamentos, entre outros.

Mas, para quem quer realmente entender e aprender como funciona e como


aplicar, de maneira prática, no dia a dia essa metodologia, nada melhor do que
participar de um curso em uma instituição séria de ensino e começar por cursos
da Formação Básica em PNL.

Para entender de maneira completa o que é a Programação Neurolinguística, como


ela funciona em todas as situações, abrindo a mente para o mundo de
possibilidades, há dois cursos precursores e fundamentais.

Trilha de Formação em PNL


Se você quiser aprender mais, conhecer melhor a PNL como ciência, metodologia
de desenvolvimento humano, técnicas de alta performance e saber quando e como
aplicá-las, existe uma trilha de formação para isso, elaborada de maneira que o
básico até o avançado sejam ensinados de maneira didática, simples e objetiva,
visando os resultados diários de cada um dos cursos. 

Os cursos que fazem partem da Trilha de Formação são:

Practitioner em PNL
Se você quiser aprender mais, conhecer melhor a PNL como ciência, metodologia
de desenvolvimento humano, técnicas de alta performance e saber quando e como
aplicá-las, o Practitioner em PNL é o pontapé inicial nesta área do conhecimento. 

Neste curso você vai aprender como seu “mindset” pessoal funciona para que
consiga, de forma consciente, atuar sobre seus comportamentos e atitudes,
despertando todo seu potencial interno para que você se torne uma pessoa mais
alinhada consigo mesma e com seus objetivos de vida. 

A sua formação, entretanto, não se encerra aí. Sua jornada de transformação


pessoal pode ser muita mais rica, intensa e profunda.

Algumas coisas que você aprende nesse curso:


O que é e como estabelecer estratégias de motivação;
Como evitar a procrastinação;
Ferramentas para aprimorar a forma como você se relaciona com os outros;
Melhorar sua comunicação interpessoal;
Como tornar-se mais produtivo;
A arte da persuasão: como tornar-se mais persuasivo, mais assertivo e mais
empático;
Traçar estratégias mais efetivas para alcançar objetivos e finalmente tirar seus
planos do papel;
Como ter mais empatia;
Entre outros.

Master Practitioner em PNL


O Master Practitioner em PNL é a continuação lógica da sua formação em
Programação Neurolinguística. Nele você tem acesso a transformações importantes
relacionadas a valores, crenças e critérios, fatores que atuam como direcionadores
de nossos comportamentos e ações.

O curso é a formação mais profunda, intensa e completa da Programação


Neurolinguística. 

Além de ampliar e consolidar as habilidades aprendidas no Practitioner você vai


conhecer novas técnicas e explorar ferramentas e modelos mais avançados da PNL
para aplicação em diversos contextos da sua vida pessoal e profissional.

O curso promove uma compreensão mais aprofundada da mente humana e suas


representações. Dessa maneira, você vai aprender a identificar os fatores que
inibem a sua capacidade de realização e, assim, atuar de forma consciente sobre
eles, potencializando suas capacidades e recursos e promovendo mudanças mais
sustentáveis na sua vida. 

Algumas coisas que você aprende no Master


Practitioner:
Distinguir as crenças limitantes;
Organizar as informações necessárias para efetuar uma mudança e alcançar
um objetivo;
Compreender as motivações e comportamentos das pessoas à sua volta;
Identificar os filtros perceptivos por meio dos quais você percebe o mundo à sua
volta, chamados de Metaprogramas;
Encontrar os recursos necessários para mudar suas crenças.

Demais formações em PNL


Há, ainda, outros cursos baseados no conhecimento de PNL para serem
aplicados em diversas áreas da sua vida. 

Trainer Training
O Trainer Training é voltado para quem deseja se tornar um líder, falar com
desenvoltura para grupos e audiências, realizar apresentações e ensinar outras
pessoas. 

Hipnose moderna 
O curso Hipnose Moderna permite que as pessoas criem seus próprios transes
hipnóticos para gerar mudanças rápidas de atitudes comportamentais.

Com o objetivo de tornar a PNL conhecida e popularmente disseminada como uma


metodologia pautada em ciência comportamental e que efetivamente funciona,
a Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística é pioneira em
oferecer cursos de formação em PNL no Brasil.

Conheça todos os cursos da SBPNL e veja qual deles se adequa melhor aos seus
objetivos pessoais e profissionais!

Sobre a Sociedade Brasileira de Programação


Neurolinguística (SBPNL) 
Como falado anteriormente, a Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística
foi fundada em 1981 por Gilberto Cury e até o momento, já atendeu, ensinou e
ajudou mais de 55 mil alunos e mais de 1,5 mil empresas do setor público e
privado, tornando-se a maior instituição de ensino de PNL em toda a América
Latina, formando, inclusive, grande parte dos profissionais do mercado brasileiro.

Ela foi também a pioneira ao trazer a PNL ao Brasil, tendo participação ativa no
cenário internacional como uma das mais importantes instituições do setor, além de
contribuir para a reformulação da metodologia a cada descoberta.

Sendo assim, os alunos da SBPNL contam com uma infraestrutura de qualidade,


para que o aprendizado possa acontecer de maneira adequada, garantindo conforto
e bem-estar a todos os participantes de nossos cursos.

Quem inicia os estudos de Programação Neurolinguística na SBPNL, pode contar


com a certeza de que encontrará tudo o que precisa para se aprofundar no tema.
Afinal, a instituição oferece cursos que complementam o seu conhecimento em
diferentes áreas, tanto da vida profissional quanto pessoal.

E aí… quer saber mais sobre PNL?

Visite nosso blog e também confira todos os nossos cursos presenciais e online


disponíveis!

Fale também com nossos consultores!