Você está na página 1de 14

Universidade Católica de Moçambique

Instituto de Educação à Distancia

Tema: Resolução dos exercícios da 1ª secção presencial

Nome: Joaquim Américo Código: 708182837

Curso: Geografia

Ano de Frequência: 4 Ano

Turma: B

Disciplina: TMGH

1º Trabalho

Docente: Edson Feniche Huo

Chimoio, Maio de 2021


Folha de Feedback

Classificação
Categorias Indicadores Padrões Pontuaçã Nota Subtota
o máxima do l
tuto
r
 Capa 0.5
 Índice 0.5
Estrutura Aspectos  Introdução 0.5
organizaciona  Discussão 0.5
is
 Conclusão 0.5
 Bibliografia 0.5
 Contextualização 1.0
(Indicação clara do
Introdução problema)
 Descrição dos 1.0
objectivos
 Metodologia 2.0
Conteúdo adequada ao objecto
do trabalho
 Articulação e domínio
do discurso académico 2.0
Analise e (expressão escrita
discussão cuidada, coerência /
coesão textual)
 Revisão bibliográfica
nacional e 2.0
internacionais
relevantes na área de
estudo
 Exploração dos dados 2.0
Conclusão  Contributos teóricos 2.0
práticos
Aspectos Formatação  Paginação, tipo e
gerais tamanho de letra, 1.0
paragrafo,
espaçamento entre
linhas
Referências Normas APA  Rigor e coerência das 4.0
Bibliográfica 6ª edição em citações/referências
s citações e bibliográficas
bibliografia
Ficha para recomendações de melhorias

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
Índice

Introdução..........................................................................................................................1

Resolução dos exercícios da 1ª secção presencial.............................................................2

Conclusão..........................................................................................................................9

Referencias bibliográficas...............................................................................................10
Introdução

O presente trabalho tem por objectivo primordial a resolução dos exercícios da disciplina de
Técnicas e Metodologias em Geografia Humana, 4º ano do curso de Geografia.

Por sua vez, a cadeira de Técnicas e Metodologia em Geografia Humana, tem por objectivo
debater sobre aspectos metodológicos relacionadas a pesquisa e aprendizagem da Geografia
Humana, oferecendo as linhas e alguns instrumentos para o desenvolvimento de pesquisas e a
consequente produção de relatórios de pesquisas, a consequente produção de informação
científica.

1
Resolução dos exercícios da 1ª secção presencial

1. O conceito do conhecimento da Geografia Humana é fundamental. Porquê?

O conceito do conhecimento da Geografia Humana, é fundamental porque ajuda o homem a


entender o espaço em que vive, o espaço geográfico. Pois, ajuda também a fazer a leitura
critica das acções, usos e transformações humanas sobre o espaço, assim como a incidência e
o condicionamento exercido pelo espaço sobre a sociedade e suas acções.

2. Apresente 3 conceitos de espaço de acordo com o mesmo numero de autores.


Aponte os pontos semelhantes e divergentes se existir.

É difícil encontrar uma só definição para o termo espaço, pois, possui diversas acepções,
recebendo diferentes elementos de forma que toda e qualquer definição não é imutável, fixa,
eterna; ela é flexível e permite mudanças.

No campo Geográfico, o espaço é o local onde o ser humano actua para fazer alterações no
meio ambiente. O espaço, sofreu e sofre alterações ao longo da historia. O espaço geográfico
compreende ainda as áreas do planeta terra que podem ser catalogadas e classificadas por
meio da geografia (Saquet & Silva, 2008).

O conceito de espaço é compreendido como um conjunto de formas representativas de


relações sociais do passado e do presente e por uma estrutura representada por relações que
estão acontecendo e manifestam-se através de processos e funções (Santos, 1978).

O Manual de TMGH, conceitua o espaço na matemática, como um conjunto, geralmente com


alguma estrutura adicional. O espaço também surge, na geometria, de um volume
tridimensional, que pode ser limitado e definido.

Para Saquet & Silva (2008) e Santos (1978), encontramos em comum o factor tempo. E para
Saquet & Silva (2008) e Manual de TMGH, encontramos os pontos comuns a existência de
uma área limitada ou definida.

3. Defina Paisagem.

Paisagem é o conjunto de formas que num dado momento, exprimem as heranças que
representam as sucessivas relações localizadas entre o homem e a natureza. Ou ainda, a
paisagem se dá como conjunto de objetos concretos.

2
A paisagem constitui-se como resultado do estabelecimento de uma inter-relação entre a
esfera natural e a humana, na medida em que a natureza é percebida e apropriada pelo
homem, que historicamente constitui o reflexo dessa organização (Figueiró, 2001).

A conceituação da Paisagem dá-se também na dicotomia estabelecida pelos geógrafos que


diferenciavam entre paisagem natural e paisagem cultural (Silveira, 2010). A paisagem
natural refere-se aos elementos combinados de geologia, geomorfologia, vegetação, rios e
lagos, enquanto a paisagem cultural, humanizada, inclui todas as modificações feitas pelo
homem, como nos espaços urbano e rural (Correia, 1998).

4. Defina território.

A palavra território refere-se a uma área delimitada sob a posse de um animal, de uma pessoa
(ou grupo de pessoas), de uma organização ou de uma instituição.

Segundo Figuereido (2009) território é um espaço dominado e controlado politicamente, a


partir de relações de poder. Mas para, Haesbaert (2002) afirma ser o território é o produto de
uma relação desigual de forças, envolvendo o domínio ou o controle político-económico do
espaço e sua apropriação simbólica, ora conjugados e mutuamente reforçados, ora
desconectados e contraditoriamente articulados.

5. Defina região.

Uma região pode ser qualquer área geográfica que forme uma unidade distinta em virtude de
determinadas características.

Região é uma área da superfície terrestre que apresenta características naturais


(geomorfologia, vegetação, clima, entre outras presentes em ma região natural) e humanas
(culturais, económicas, politicas e sociais entre outras) que diferenciam das demais áreas,
configurando uma relativa unidade ou identidade interna (Lencioni, 1999). Uma região
também pode ser qualquer área geográfica que forme uma unidade distinta em virtude de
determinadas características, tal como um recorte temático do espaço ou um recorte lógico.

6. Qual a diferença espaço território?

A diferença entre espaço e território: o espaço pode ser entendido como qualquer região ou
fração de espaço do planeta, enquanto que o território é o espaço apropriado por uma relação
de poder.

3
7. Qual a diferença entre Lugar e região?

Lugar pode ser compreendido como o espaço percebido, ou seja, uma determinada área ou
ponto do espaço da forma como são compreendido pela razão humana. Ou seja, é um local
cujo todos tenham relação afectiva. Enquanto que a região, é entendida como uma área ou
espaço que foi dividido obedecendo a um critério especifico. Também pode ser entendido
como um local onde pode ser visto com critérios naturais e culturais.

8. Quais são os sub ramos da Geografia Humana?

A geografia humana é a área da geografia se debruça sobre o estudo das interações dos seres
humanos com elementos do meio ambiente. Sendo assim, ela possui diversos ramos, podendo
destacar: geografia económica, geografia cultural, geografia social, geografia histórica,
geografia rural, geografia ambiental, geografia medica, geografia politica ou geoplitica,
geografia estratégica, urbanismo e ecologia humana.

9. Explique a distribuição e as características dos povos - área de estudo específica


da geografia das populações.

Pode-se compreender o objecto da geografia humana como sendo a leitura crítica das
percepções e transformações humanas sobre o espaço que a compreende, no transcorrer do
tempo, assim como a incidência do espaço sobre a sociedade bem como o estudo do espaço
em que vivemos no sentido da relação do homem com o espaço, o homem espacializado.

Porém, sendo um dos problemas centrais da geografia humana é explicar a distribuição e as


características dos povos/área de estudo específicas da geografia das populações.

Contudo, essa distribuição, somente pode ser compreendida quando se presta atenção à forma
como os povos satisfazem suas necessidades e garantem sua subsistência; a seus valores
culturais e sociais, ferramentas e organização, que são os campos de estudo da geografia
cultural e social; à forma como se concentram em cidades e áreas metropolitanas, objecto da
geografia urbana; a sua organização política, estudada pela geografia política; a sua saúde e
às doenças que os afectam, campo da geografia médica; e à evolução de seus hábitos, matéria
da geografia histórica.

4
10. Identifique os princípios de Geografia.

De acordo com o Manual de TMGH, o carácter científico da Geografia decorre da existência


e aplicabilidade de seus princípios, os quais constituem sua própria metodologia:

 Extensão: princípio segundo o qual deve o geógrafo, ao estudar um fato, ou área,


proceder a sua localização e delimitação, utilizando para tanto os recursos da
Cartografia (Frederico Ratzel).
 Analogia ou Geografia Geral: Princípio segundo o qual, delimitada e observada a
área, deve o Geógrafo compará-la com outras áreas buscando as semelhanças e
diferenças existentes (Karl Ritter e Vidal de La Blache).
 Causalidade: Princípio segundo o qual deve o Geógrafo explicar as causas do fato ou
fatos observados (Alexandre von Humboldt).
 Conexão ou Interacção: Princípio segundo o qual os factores físicos e humanos nunca
agem isoladamente (Jean Brunhes).
 Actividade: Princípio segundo o qual a paisagem possui um carácter sempre dinâmico
(Jean Brunhes).
11. Identifique alguns dos mais importantes geógrafos na geografia humana.

Geógrafos importantes na Geografia Humana, são:

 Carl Ritter (1779 – 1859);


 Paul Vidal de la Blache (1845 - 1918) - Fundador da Escola Francesa de Geoploítica e
possibilismo;
 Sir Halford John Mackinder (1861 – 1947);
 Carl O. Sauer (1889 – 1975) - Crítico do determinismo ambiental;
 Walter Christaller (1893 – 1969);
 Richard Hartshorne (1899 – 1992);
 Torsten Hägerstrand (1916 - 2004);
 Waldo R. Tobler (*1930);
 David Harvey (*1935);
 Edward Soja (*1941);
 Doreen Massey (*1944);
 Nigel Thrift (*1949).

5
12. Métodos geográficos quantitativos / Geoestatística. Em que consiste?

A Geoestatística consiste na análise quantitativa, especificamente a aplicação da metodologia


estatística à exploração de fenómenos geográficos. Geoestatística é utilizada extensivamente
em uma variedade de campos incluindo: hidrologia, geologia, exploração de petróleo,
análises climáticas, planeamento urbano, logística e epidemiologia. A base matemática para a
geoestatística deriva da análise de clusters, análise linear discriminante e testes estatísticos
não-paramétricos.

13. Qual o impacto do método etnográfico para o estudo da Geografia Humana?

Constituem-se em métodos geográficos qualitativos, ou técnicas de pesquisa etnográficas são


utilizados pelos geógrafos. Na geografia cultural há uma tradição do emprego de técnicas de
pesquisa qualitativa, também utilizada na antropologia e na sociologia. Observações
participativas e entrevistas em campo são importantes pois, fornecem aos geógrafos humanos
dados qualitativos.

14. Identifique as principais técnicas e métodos em geografia humana.

Os principais métodos em geografia humana são: geoestatistica, etnogeografia, método


funcionalista e sistémico, dialéctico, materialismo, histórico e geografia critica.

As principais técnicas em geografia humana, são: a entrevista, o inquérito ou questionário e a


observação.

15. Explique a importância do estudo dessas técnicas e métodos na leccionação da


geografia humana.

Estudo de técnicas e métodos em geografia humana constitui a base que vai municiar o
Estudante a ter instrumentos de base para a pesquisa científica e auxiliar se destes para
contribuir com inteligência na busca de soluções científicas para os diferentes problemas da
sociedade humana.

O avanço das ciências geográficas proporcionou para esta ciência instrumentos que a tiraram
de um carácter meramente descritivo para ter no seu leque de investigações métodos
qualitativos e quantitativos.

6
16. Diferencie técnicas dos métodos.

As técnicas servem para colectar, extrair e elucidar informações de determinados objectos,


pode se dizer que existem dois eixos principais nas pesquisas em Geografia as qualitativas e
as quantitativas.

Por sua vez, os métodos são instrumentos organizados que procuram atingir resultados
estando ligados directamente ligado a teoria que o fundamenta, conforme o Japiassu e
Mercondes (1990) é um conjunto de procedimentos racionais, baseados em regras, que visam
atingir objectivos determinados. Ou seja, o caminho pelo qual que se chega a um certo
resultado.

17. O que é a o método Dialéctico?

Uma das características do método dialéctico é a análise as contradições postas pelo modo de
produção capitalista na sociedade, através de uma abordagem histórica e dialéctica. A
respeito do método, Moraes (2005) ressalta a diversidade metodológica na Geografia Crítica
“esta apresenta um mosaico de orientações metodológicas bastante variado: estruturalista,
existencialistas, analíticos, marxistas (em suas várias nuances), ecléticos etc. aqui a unidade
se esvanece como único traço comum, o discurso crítico.

Japiassu e Marcondes (1990) afirmam que é um método que procede pela refutação das
opiniões do senso comum, levando-as à contradição, para chegar então a verdade, fruto da
razão. Resulta dos elementos básicos do pensamento dialéctico estão na tese, antítese e
síntese, onde a tese é uma afirmação ou situação inicial, a antítese é o conflito da tese. Desse
conflito aparece a síntese, que é uma condição nova que leva dentro de si elementos
resultantes desse choque.

18. Argumente em que medida, a Geografia era considerada ciência de


encruzilhada.

Os geógrafos sempre procuraram saber como os seres humanos se relacionam com o globo
terrestre. As condições naturais podem limitar as possibilidades de um homem, como no
deserto, ou oferecer óptimas possibilidades de vida, como num vale fértil. As variações de
tempo, as erupções vulcânicas e outras mudanças na natureza podem afectar actividades
diárias das pessoas. Além disso, as próprias pessoas são factor importante das mudanças

7
geográficas. Elas queimam florestas, escavam ou represam os leitos dos rios e provocam a
erosão do solo. Os esforços para compensar os danos resultantes dessas alterações são parte
importante dos movimentos de conservação da natureza.

Os geógrafos também estudam as ligações entre vários elementos. Por exemplo, podem
investigar de que maneira as populações do Norte da Província de Inhambane dependem das
chuvas, ou qual a relação entre o clima e o solo na África tropical.

8
Conclusão

A Geografia Humana, o objecto do seu estudo, a distribuição e as características dos povos –


área de estudo específica da geografia das populações e as características a ter em conta no
estudo da distribuição das populações. Por sua vez, a Técnicas e Metodologias de Geografia
Humana, tem haver com a descrição das técnicas e métodos de pesquisas que podem ser
aplicadas no âmbito de pesquisas realizadas com o ser humano no seu espaço geográfico.

9
Referencias bibliográficas

Correa, R. L. & Rosendahl (Org.). (1998). Paisagem, Tempo e cultura. Rio de Janeiro:
EdUERJ.

Figueiró, A. S. (2001). Geoecologia e paisagem: revisitando um caminho epistemológico. Rio


de Janeiro: UFRJ. CCMN-Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em
Geografia

Figueiredo, R. M. (2009). Territórios noturnos de vidas “impuras”: Prostituição e


Territorialidade Travesti em Governador Valadares –MG. Viçosa

Haesbaert, R. (2002). Territórios alternativos. Niterói: EdUFF; São Paulo: Contexto.

Lencioni, S. (1999). Região e geografia. São Paulo: EDUSP.

Santos, M. (1978). Por uma Geografia Nova. São Paulo: Hucitec, Edusp

Saquet, M. A. & Silva, S. S. da. (2008). Milton Santos: concepções de geografia, espaço e
território. São Paulo: UERJ

10