Você está na página 1de 10

O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10,

conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.


Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
NOTA TÉCNICA 15/2021
Florianópolis, 12 de fevereiro de 2021.

ASSUNTO: Orientações - organização documental - Serviço de Inspeção Estadual

Prezados,

Considerando:

● A necessidade de padronização das fiscalizações e das exigências demandadas pelo Serviço de Inspeção;

● A evidente e continuada necessidade de atualização dos processos visando a otimização de recursos humanos e financeiros;

● A necessidade de constante organização dos documentos gerados pelo Serviço de Inspeção Estadual;

● A necessidade de tornar o Serviço de inspeção mais ágil e dinâmico, para que este possa concentrar seus esforços na prevenção de zoonoses e
outras doenças veiculadas pelos alimentos por meio de inspeções e fiscalizações in loco;

● O fato do Estado estar aderido ao SISBI, sendo necessário a realização/execução de ações continuadas visando a manutenção de um sistema de
inspeção equivalente ao executado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA);

O DEINP esclarece e determina que:

1) Fica substituído o Anexo I, do POP 03, versão 2, pelo documento abaixo descrito – (Anexo 1 - Relação de Anexos e Informações de Uso v3)

2
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Anexo 1 - Relação de Anexos e Informações de Uso v3

FREQUÊNCIA MÍNIMA LOCAL DE ARQUIVO


ANEXO NOME UTILIZADO POR OBSERVAÇÕES RECOMENDADA OU
PRAZO
Relação de Anexos MVOs, MVHs,
Anexo 1 e Informações de Estabelecimentos e --- ----
Uso Responsáveis Técnicos
---
Utilizar a última versão constante no Sigen+. Estabelecimento deve
manter cópia física ou digital devidamente arquivada. E arquivar
documento digitalizado na pasta do SIE do DR.
Checklist -
Anexo 2 MVOs Uma vez ao ano
Estabelecimento O login e senha do responsável pela aplicação/finalização do
documento serve como comprovação da ação. Não é preciso assiná-
lo eletronicamente, desde que o RA/TAS tenha sido assinado pelos
Agroindústria + pasta digitalizada
responsáveis pela aplicação.
do SIE do DR

Utilizar a última versão constante no sigen+. MVH deve manter cópia


física ou digital arquivada na sala do SIE. E arquivar documento
digitalizado na pasta do SIE do DR.
Anexo 3 Checklist – MVH MVOs Uma vez ao ano
O login e senha do responsável pela aplicação/finalização do
documento serve como comprovação da ação.
Agroindústria + pasta digitalizada
do SIE do DR
Fica abolida a
obrigatoriedade de
utilização do Anexo 4
“Relatório Descritivo de
Relatório Descritivo Utilizar para a descrição de fatos constatado durante a fiscalização,
Supervisão ou Auditoria”
Anexo 4 de Supervisão ou MVOs e MVHs com a possibilidade de inclusão de fotos. Estabelecimento deve
para atendimento a
Auditoria manter cópia arquivada quando o documento for gerado
denúncias. No entanto, Agroindústria + pasta digitalizada
as informações sobre a do SIE do DR
investigação e
documentos

3
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
complementares deverão
constar no RA
(preferencialmente
digitado) ou no TAS (letra
legível). Faz-se
necessário descrever no
documento
comprobatório: 1) Motivo
da demanda 2) Quando e
como foi realizada a
fiscalização? 3) Data,
horário, local, e apoio de
outro órgão quando
houver? 4) O que foi
observado na
fiscalização? 5) Quais
foram os pontos
avaliados no
estabelecimento; 6) Qual
a conclusão (regular ou
irregular); 7) Em caso de
irregularidades, quais? 8)
O documento pertinente
a investigação
obrigatoriamente deverá
estar assinado (RA/TAS
ou SGPe).

Termo de
Documento para avaliar a descrição e implementação e eficiência dos
Verificação dos Verificação de todos os
Anexo 5 MVHs Programas de Autocontrole. MVH deve manter arquivado na sala do
Programas de PACs a cada seis meses
SIE.
Autocontrole (PAC) Manter na sala do
SIE/Agroindústria – disponível
ao MVO durante fiscalização
Registro de Não
Documento para informar as Não Conformidades verificadas no Em não conformidades
Anexo 6 Conformidade MVHs
estabelecimento constadas pelo MVH
(RNC)

4
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Manter na sala do
SIE/Agroindústria – disponível
ao MVO durante fiscalização

Entregar no prazo
Descrever medidas para adequação às não conformidades apontadas máximo de 10 dias úteis
Plano de Ações Responsável legal e
Anexo 7 nas fiscalizações, RNCs e Checklists. Manter arquivado juntamente após recebimento dos
Corretivas MVHs
com o documento que o originou. documentos de Manter na sala do
fiscalização. SIE/Agroindústria – disponível
ao MVO durante fiscalização

Deverá ser gerado um


Relatório Mensal documento por MVH e Manter na sala do
Registrar a carga horária por estabelecimento, o nº de RNC e Termo
Anexo 8 de Atividades da MVHs arquivado nos SIE/Agroindústria – disponível
de Ações do MVH emitidos.
Inspeção estabelecimentos SIEs ao MVO durante fiscalização
até o 10° dia útil do mês

Ficha de
Verificação Ante Manter na Agroindústria –
Anexo 9 Mortem e MVHs Arquivar no estabelecimento. A cada abate disponível ao MVO durante
Liberação de Abate fiscalização
– Aves

Boletim Sanitário – Responsável Legal ou Documento obrigatório que deve acompanhar as GTAs (verificação
Anexo 10 A cada abate Manter na Agroindústria –
Aves RT ante mortem pelo MVH). Arquivar no estabelecimento
disponível ao MVO durante
fiscalização
Registro Diário de
Abate e Disponível ao MVO online a
Anexo 11 MVHs Lançar os dados no sigen +. Diário
Condenação de qualquer momento. Avaliar
Aves durante fiscalização
Relatório Mensal Disponível ao MVO online a
de Abate e qualquer momento. Avaliar
Anexo 12 MVHs Lançar os dados no SIGEN+. Até o 10° dia útil do mês durante fiscalização
Condenações de
Aves
Ficha de Manter na sala do
Anexo 13 Verificação Ante MVHs Arquivar no estabelecimento A cada abate SIE/Agroindústria – disponível
Mortem - Suínos ao MVO durante fiscalização

5
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Registro Diário de Disponível ao MVO online a
Abate e qualquer momento. Avaliar
Anexo 14 MVHs Lançar os dados no sigen +. Diário
Condenações de durante fiscalização
Suínos
Relatório Mensal Disponível ao MVO online a
de Abate e qualquer momento. Avaliar
Anexo 15 MVHs Lançar os dados no SIGEN+. Até o 10° dia útil do mês durante fiscalização
Condenações de
Suínos
Ficha de Manter na sala do
Verificação Ante SIE/Agroindústria – disponível
Anexo 16 MVHs Arquivar no estabelecimento A cada abate
Mortem – ao MVO durante fiscalização
Ruminantes
Registro Diário de Disponível ao MVO online a
Abate e qualquer momento. Avaliar
Anexo 17 MVHs Lançar os dados no sigen +. Diário
Condenações – durante fiscalização
Ruminantes
Relatório Mensal Disponível ao MVO online a
de Abate e qualquer momento. Avaliar
Anexo 18 MVHs Lançar dados no SIGEN+. Até o 10° dia útil do mês durante fiscalização
Condenações de
Ruminantes
Comunicação de Se não for lançado no SIGEN+ encaminhar uma via ao escritório local
Suspeita de da CIDASC e arquivar original no Estabelecimento.
Anexo 19 Doenças de MVHs Imediato
Notificação Aceita-se outra forma de envio, conforme determinação/orientação da
Obrigatória Defesa Sanitária Animal.
Registro Diário de Manter na Agroindústria –
Controle de disponível ao MVO durante
Anexo 20 Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Diário
Recebimento de fiscalização
Leite
Registro de Manter na Agroindústria –
Anexo 21 Análises Mensais Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês disponível ao MVO durante
do Leite fiscalização
Registro Diário de Manter na Agroindústria –
Anexo 22 Recebimento de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Diário disponível ao MVO durante
Matéria Prima fiscalização
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
Anexo 23 de Produção de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês disponível ao MVO durante
Entreposto fiscalização

6
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Cárneos e/ou
Lácteos

Relatório Mensal Manter na Agroindústria –


de Produção de disponível ao MVO durante
Anexo 24 Fábrica de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês fiscalização
Conservas e
Produtos Suínos
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
de Produção de disponível ao MVO durante
Anexo 25 Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês
Abatedouro fiscalização
Frigorífico
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
de Produção de disponível ao MVO durante
Anexo 26 Produtos das Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês fiscalização
Abelhas e
Derivados
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
Anexo 27 de Produção de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês disponível ao MVO durante
Ovos fiscalização
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
Anexo 28 de Produção de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês disponível ao MVO durante
Pescado fiscalização
Relatório Mensal Manter na Agroindústria –
Anexo 29 de Produção de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. Até o 10° dia útil do mês disponível ao MVO durante
Leite e Derivados fiscalização
Manter na Agroindústria –
disponível ao MVO durante
fiscalização
Termo de Coleta de Obrigatório para acompanhar as amostras coletadas encaminhadas
Anexo 30 MVOs e MVHs Quando houver coleta
Amostras aos laboratórios credenciados. No caso de coleta oficial, manter
na agroindústria + pasta
digitalizada do SIE do DR

Planilha de Manter na Agroindústria –


Preencher os produtos que foram coletados nos respectivos meses Atualizar quando houver
Anexo 31 Registro de Coletas MVHs disponível ao MVO durante
(arquivar no estabelecimento). coleta
de Monitoramento fiscalização

7
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Boletim Sanitário – Documento obrigatório que deve acompanhar as GTAs (verificação Manter na Agroindústria –
Anexo 32 Responsável legal A cada abate
Suínos ante mortem pelo MVH). disponível ao MVO durante
fiscalização
Ficha de
Atualização de Encaminhar cópia atualizada, via digital, para a CIDASC sempre que Sempre que ocorrerem Agroindústria + pasta digitalizada
Anexo 33 Responsável legal
Informações do houver alterações. atualizações do SIE do DR
Estabelecimento
Manter na Agroindústria –
Controle de RNCs Controlar os RNCs emitidos e a efetividade das ações. Arquivar no Atualizar quando houver disponível ao MVO durante
Anexo 34 MVHs fiscalização
Emitidos estabelecimento, junto aos RNCs. emissão de RNC

Planilha Diária de Manter na Agroindústria –


Anexo 35 Registro de Brincos Responsável legal Arquivar no estabelecimento Diário disponível ao MVO durante
na Sangria fiscalização
Registro de Manter na Agroindústria –
Atividade do Atualizar quando houver disponível ao MVO durante
Anexo 36 MVHs Arquivar no estabelecimento
Médico Veterinário atividades do MVH fiscalização
Habilitado
Requerimento de Encaminhar cópia digital para o MVO responsável pelo SIE, e arquivar
Anexo 37 Responsável legal Quando houver interesse Agroindústria + pasta digitalizada
Adesão ao SISBI original no estabelecimento.
do SIE do DR
Registro de
Anexo 38 Supervisão / MVOs Arquivar no escritório local da Cidasc Semestral pasta digitalizada do SIE do DR
Auditoria
Carga Horária Manter na Agroindústria –
Mensal e sempre que
Anexo 39 Médico Veterinário MVHs Arquivar no estabelecimento disponível ao MVO durante
houver alterações
Habilitado fiscalização
Manter na Agroindústria –
disponível ao MVO durante
fiscalização
Utilizar a última versão constante no sigen+. Arquivar documento físico A cada três meses pelo
Checklist -
Anexo 40 MVHs e MVOs no estabelecimento e arquivar documento digitalizado na pasta do SIE MVH e anualmente pelo No caso de aplicação do
Qualidade do Leite
do DR. MVO checklist pelo MVO, manter na
agroindústria + pasta digitalizada
do SIE do DR

8
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Sempre que ocorrerem Agroindústria + pasta digitalizada
reuniões. Uso opcional, do SIE do DR
desde que as
Anexo 41 Lista de Presença MVOs Arquivar no estabelecimento
informações contidas na
lista de presença estejam
contidas no TAS/RA.
Utilizar a última versão constante no sigen+. O MVO/DR deve manter
cópia arquivada. Pasta digitalizada do SIE do DR
Checklist –
Anexo 42 MVOs Uma vez ao ano
MVO/DR
O login e senha do responsável pela aplicação/finalização do
documento serve como comprovação da ação.
Sempre que ocorrer Agroindústria + pasta digitalizada
comunicação para do SIE do DR
público externo. Para
processos tramitados no
SGPe, admite-se que os
pareceres (para casos
Documento utilizado para resposta aos Estabelecimentos,
Anexo 43 Nota Técnica (NT) MVOs sucintos) sejam redigidos
Responsáveis Técnicos, MVHs e outros.
no próprio sistema, desde
que o parecer seja
assinado e incorporado
no processo (assinar e
gerar peça de tramitação
na pasta digital)
Registro de
Análises de Quando houver Manter na Agroindústria –
Anexo 44 Recebimento de Responsável legal Após verificação do MVH arquivar no estabelecimento. recebimento de matéria- disponível ao MVO durante
Matéria Prima para prima fiscalização
Mel
Termo de Registro Manter na Agroindústria –
das Ações do disponível ao MVO durante
Anexo 45 MVHs Arquivar no estabelecimento Sempre que necessário
Médico Veterinário fiscalização
Habilitado

9
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
2) Salvo exceções, não sendo um documento previsto nesta nota técnica (POP), o MVO deve orientar ao MVH e estabelecimento para que não
encaminhem a documentação para os Departamentos Regionais/escritório central. A documentação (destacada na cor salmão) deverá permanecer no
estabelecimento e estar disponível sempre que demandando pela fiscalização.

3) A documentação, destacada na cor cinza, é gerada pelo Serviço Oficial. Estes documentos, além do estabelecimento, deverão permanecer
arquivados na pasta digital do SIE do DR.

4) O Termo de Coleta de Amostras deve ser mantido nas agroindústrias (Manter na Agroindústria – disponível ao MVO durante fiscalização). No
entanto, quando a coleta for oficial, manter na agroindústria + pasta digitalizada do SIE do DR (documento destacado no quadro na cor verde).

5) Fica autorizado o MVO solicitar o encaminhamento da documentação prevista para arquivo no estabelecimento (POP 03) por meio de e-mail.
Esta demanda deverá ser realizada apenas em casos excepcionais. Como rotina, deve-se avaliar a documentação e os procedimentos in loco.

6) Os Programas de Autocontrole são de responsabilidade da empresa, devendo permanecer arquivados na indústria. Casos excepcionais
poderá ser autorizado/demandado o envio por e-mail ao MVO. No entanto, como rotina, deve-se avaliar esta documentação e os procedimentos da
inspeção/fiscalização in loco.

7) RNC são documentos que devem ser arquivados no estabelecimento. Somente casos excepcionais deverão ser enviados aos DRs ou quando
o estabelecimento entrar em REF (Regime Especial de Fiscalização) e/ou e/ou nos processos de recoleta.

8) Análises de monitoramento não conformes deverão ser arquivadas na pasta digitalizada do SIE do DR. As demais análises, deverão ser
arquivadas no estabelecimento.

9) O relatório mensal de MRE (Material de Risco Especificado) deverá ser emitido e arquivado nas agroindústrias.

10) Revoga-se a obrigatoriedade de uso do Anexo 41. No entanto, as informações pertinentes ao documento, assim como assinatura, deverão
constar no TAS/RA.

10
O original deste documento é eletrônico e foi assinado utilizando Assinatura Digital SGP-e por JADER NONES em 12/02/2021 às 11:40:10, conforme Decreto Estadual nº 39, de 21 de fevereiro de 2019.
Para verificar a autenticidade desta cópia impressa, acesse o site https://portal.sgpe.sea.sc.gov.br/portal-externo e informe o processo CIDASC 00000742/2021 e o código 7A6AXC44.
Fica, a critério da credencia, receber ou não os relatórios de produção e demais informações julgadas pertinentes. No entanto, o encaminhamento
de documentos à Cidasc, não solicitadas nesta nota técnica, não devem ser enviados aos Departamentos Regionais (salvo demandas excepcionais).

Oportunamente, informamos que a Cidasc está elaborando um aplicativo para uso nas atividades de rotina do estabelecimento, MVH e MVO. A
expectativa do Deinp é que muitos documentos do Serviço da Inspeção sejam, gradativamente, inseridos eletronicamente no sistema. Tal mudança oferecerá
maior praticidade no lançamento das informações, assim como rápida consulta e compilação dos dados pelas partes interessadas. Esse projeto encontra-se
em andamento e, no momento, seguimos no aguardo e acompanhando os trabalhos desenvolvidos pela empresa responsável pela programação.

Todos os profissionais que atuam na inspeção deverão passar a utilizar o aplicativo (disponível no tablet) para o lançamento do RA, com coleta
eletrônica das assinaturas. Em breve, o Deinp emitirá um pequeno manual com instruções visando o correto uso desta ferram enta (tablet/aplicativo). Válido
informar que aceita-se, somente para casos de exceção, o uso do TAS. Nesta última situação, o documento obrigatoriamente deverá ser lançado no sistema
posteriormente, na tela registro de atividades (RA).

Utilizando como base a NT 298/2021 e o POP de fiscalização nº 03, esclarecemos que todos os médicos veterinários e demais profissionais que atuam
na inspeção devem otimizar suas fiscalizações, buscando avaliar a situação in loco de cada estabelecimento SIE, somado a avaliação da documentação, in
loco, dos documentos inerentes ao Serviço (SIE).

Permanecemos à disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,

Jader Nones
Gestor do Departamento Estadual de Inspeção de Produtos de Origem Animal - DEINP

11

Você também pode gostar