Você está na página 1de 2

Escola Estadual de Ensino Médio em os dias atuais, com algumas poucas modificações.

Sobre seu
Tempo Integral Professor Francisco de trabalho e a taxonomia atual assinale o que for correto.
Assis Dias Ribeiro 01) A sequência correta para as categorias taxonômicas atualmente
DISCIPLINA: Biologia Série: é: reino – classe – filo – ordem – gênero – família – espécie.
2ºAno____ Data: ___/___/___ 02) O critério básico da classificação de Lineu, quando ainda não
PROFESSORA: Carla Cristiane A. S. Lima havia surgido a teoria da evolução biológica, era a semelhança
Aluno(a):______________________________________________ anatômica entre os organismos, pois as espécies eram
consideradas tipos padrões e imutáveis, conceito este chamado de
1. O sistema de classificação taxionômica ainda hoje utilizado foi fixismo.
elaborado por Carl von Linné 101 anos antes de Charles Darwin 04) Em vez de serem "tipo" imutáveis, caracterizados apenas pela
publicar A Origem das Espécies. Para Lineu, a invariabilidade das anatomia, as espécies são hoje classificadas segundo critérios
espécies é a condição da ordem na natureza. Para Darwin, nossas fisiológicos, embriológicos, bioquímicos, genéticos e ecológicos,
classificações deveriam se tornar, até onde for possível adequá-las, que podem revelar mais corretamente seus parentescos naturais e
genealogias. Já no início do atual século, o pesquisador norte- evolutivos.
americano Kevin de Queiroz propôs que adotássemos um novo 08) Atualmente foram acrescentados mais dois táxons às categorias
código de classificação, no qual se perderiam as categorias taxonômicas propostas por Lineu: o filo e a família.
taxionômicas mais amplas do sistema lineano (praticamente do 16) Nesse sistema de classificação havia dois grandes grupos: reino
gênero para cima) e que fosse norteado pelas relações de vegetal e reino animal. Dentro de cada reino eram reunidas várias
proximidade evolutiva entre os seres vivos. classes; numa classe, várias ordens; numa ordem, vários gêneros e
A partir do texto, pode-se dizer que: num gênero, várias espécies.
a) o sistema lineano de classificação não permite visualizar as As alternativas corretas são:_______________________
relações de ancestralidade e descendência entre os seres vivos. 4.(FGV/2012) Inda tanto nos sobra, por este grandioso país, de
b) mesmo após a publicação do livro de Darwin, o sistema lineano doenças e insectos por cuidar!...(Trecho extraído do livro
foi mantido por esclarecer acerca das relações evolutivas entre as Macunaíma, escrito por Mário de Andrade em 1928.)
espécies. A malária é uma das doenças que, ainda hoje no Brasil, acomete
c) para Darwin, a classificação taxionômica deveria ser readequada intensamente a população, com mais de 300 mil casos por ano,
para que refletisse o grau de semelhança morfológica entre as concentrados principalmente na região amazônica. Nessa
espécies. protozoose, a função realizada pelo mosquito prego, Anopheles
d) para o pesquisador Kevin de Queiroz, as espécies não têm spp, com relação ao Plasmodium spp e ao ser humano é,
importância quando da construção de um sistema de classificação respectivamente, de
taxionômica. a) hospedeiro intermediário e vetor.
e) Lineu antecipou, em 101 anos, os conceitos evolutivos b) hospedeiro definitivo e hospedeiro intermediário.
posteriormente postulados por Darwin, conceitos estes atualmente c) hospedeiro intermediário e hospedeiro definitivo.
questionados por Kevin de Queiroz. d) hospedeiro definitivo e vetor.
2.(UFPEL) Carl von Linné (1707-1778), denominado Lineu, em e) vetor e hospedeiro intermediário.
Português, através de sua obra "Systema Naturae", propôs uma 5. (UEPG PR/2011) Muitas são as pesquisas sobre a cura da Doença
forma de denominar os seres vivos por intermédio do que chamou de Chagas. Em uma dessas pesquisas, os cientistas descrevem
de "unidade básica de classificação" ou ESPÉCIE. Como exemplo, a como o parasita Trypanosoma cruzi insere pedaços de seu DNA
ave conhecida popularmente como quero-quero é classificada, dentro do DNA humano, fenômeno conhecido como ação
segundo o modelo de Lineu, como 'Vanellus chilensis'. autoimune. Sobre esse protozoário, assinale o que for correto.
De acordo com esses conceitos, analise as afirmativas a seguir. 01. Faz parte do reino Animália ou Metazoa.
I. O nome específico de um organismo é 02. É classificado como protozoário mastigóforo.
sempre composto de duas palavras: a 04. É o agente causador da Doença de Chagas.
primeira designa o gênero e a segunda, a 08. Os hospedeiros do Trypanosoma cruzi são insetos
espécie. popularmente chamados de barbeiros que, ao adquirirem os
II. O nome específico do quero-quero é parasitas, transformam-se em vetores da Doença de Chagas.
'chilensis' e o nome genérico é 'Vanellus'. 6. (UNESP SP/2008) Um estudante de biologia, ao observar uma
III. O nome específico do quero-quero é amostra de água, encontrou uma ameba viva. Em seu relatório,
binominal, e 'Vanellus' é seu epíteto escreveu: O animal observado é um eucarioto, apresenta o corpo
específico. formado por muitas células e não possui uma forma definida, já
IV. O nome específico do quero-quero é que altera sua conformação constantemente. Sua locomoção
binominal, e Chilensis, assim escrito, é seu ocorre através de expansões do corpo, denominadas pseudópodes.
epíteto específico. A descrição do aluno está
V. A espécie 'Vanellus chilensis' inclui o a) errada, pois a ameba não é considerada um animal e é
gênero seguido de seu epíteto específico: unicelular.
'chilensis'. b) errada, pois a ameba é um procarioto e é unicelular.
Estão corretas apenas as afirmativas c) certa, pois o aluno descreveu corretamente todas as
a) II e III. c) II e IV e) II e V características do animal.
b) IV e V. d) I e III d) parcialmente certa, pois errou apenas ao dizer que a ameba é
3.(UEPG) Em 1735, o botânico sueco Lineu publicou o trabalho formada por muitas células.
Systema naturae, no qual propôs a classificação dos seres vivos em e) parcialmente certa, pois errou apenas ao dizer que a ameba é
grupos, hoje chamados táxons, que constituem uma hierarquia. As um eucarioto.
categorias taxonômicas por ele propostas ainda são mantidas até
7. O uso prolongado de lentes de contato, sobretudo durante a e) consumo excessivo de açúcares na alimentação e má
noite, aliado a condições precárias de higiene representam fatores higienização bucal, que contribuem para a proliferação de
de risco para o aparecimento de uma infecção denominada ceratite bactérias.
microbiana, que causa ulceração inflamatória da córnea. Para 9. Maré vermelha deixa litoral em alerta.
interromper o processo da doença, é necessário tratamento Uma mancha escura formada por um fenômeno conhecido como
antibiótico. De modo geral, os fatores de risco provocam a "maré vermelha" cobriu ontem uma parte do canal de São
diminuição da oxigenação corneana e determinam mudanças no Sebastião (...) e pode provocar a morte em massa de peixes. A
seu metabolismo, de um estado aeróbico para anaeróbico. Como Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião entrou em estado de
decorrência, observa-se a diminuição no número e na velocidade alerta. O risco para o homem está no consumo de ostras e moluscos
de mitoses do epitélio, o que predispõe ao aparecimento de contaminados. (Jornal "Vale Paraibano")
defeitos epiteliais e à invasão bacteriana. (CRESTA. F. Lente de A maré vermelha é causada por:
contato e infecção ocular. Revista Sinopse de Oftalmologia. São a) proliferação de algas macroscópicas do grupo das rodófitas,
Paulo: Moreira Jr., v, n.04, 04. 2002) (adaptado). tóxicas para consumo pelo homem ou pela fauna marinha.
A instalação das bactérias e o avanço do processo infeccioso na b) proliferação de bactérias que apresentam em seu hialoplasma o
córnea estão relacionados a algumas características gerais desses pigmento vermelho ficoeritrina. As toxinas produzidas por essas
microrganismos, tais como: bactérias afetam a fauna circunvizinha.
a) A grande capacidade de adaptação, considerando as constantes c) crescimento de fungos sobre material orgânico em suspensão,
mudanças no ambiente em que se reproduzem e o processo material este proveniente de esgotos lançados ao mar nas regiões
aeróbico como a melhor opção desses microrganismos para a das grandes cidades litorâneas.
obtenção de energia. d) proliferação de liquens, que são associações entre algas
b) A grande capacidade de sofrer mutações, aumentando a unicelulares componentes do fitoplâncton e fungos. O termo maré
probabilidade do aparecimento de formas resistentes e o processo vermelha decorre da produção de pigmentos pelas algas marinhas
anaeróbico da fermentação como a principal via de obtenção de associadas ao fungo.
energia. e) explosão populacional de algas unicelulares do grupo das
c) A diversidade morfológica entre as bactérias, aumentando a pirrofitas, componentes do fitoplâncton. A liberação de toxinas
variedade de tipos de agentes infecciosos e a nutrição afeta a fauna circunvizinha.
heterotrófica, como forma de esses microrganismos obterem 10. (PUC – SP) Analise as seguintes frases:
matéria-prima e energia. I. As diatomáceas são algas microscópicas constituintes do
d) O alto poder de reprodução, aumentando a variabilidade fitoplâncton.
genética dos milhares de indivíduos e a nutrição heterotrófica, II. As diatomáceas são produtores primários de ecossistemas
como única forma de obtenção de matéria-prima e energia desses marinhos.
microrganismos. III. As diatomáceas realizam fotossíntese liberando oxigênio para a
e) O alto poder de reprodução, originando milhares de atmosfera.
descendentes geneticamente idênticos entre si e a diversidade Pode-se considerar:
metabólica, considerando processos aeróbicos e anaeróbicos para a) apenas I é verdadeira
a obtenção de energia. b) apenas II é verdadeira
8. A cárie dental resulta da atividade de bactérias que degradam os c) apenas III é verdadeira
açúcares e os transformam em ácidos que corroem a porção d) I, II e III são verdadeiras
mineralizada dos dentes. O flúor, juntamente com o cálcio e um e) I, II e III são falsas
açúcar chamado xilitol, agem inibindo esse processo. Quando não
se escovam os dentes corretamente e neles acumulam-se restos de Bons Estudos!!
alimentos, as bactérias que vivem na boca aderem aos dentes,
formando a placa bacteriana ou biofilme. Na placa, elas
transformam o açúcar dos restos de alimentos em ácidos, que
corroem o esmalte do dente formando uma cavidade, que é a
cárie. Vale lembrar que a placa bacteriana se forma mesmo na
ausência de ingestão de carboidratos fermentáveis, pois as
bactérias possuem polissacarídeos intracelulares de reserva.
Disponível em: http://www.diariodasaude.com.br. Acesso em: 11
ago. 2010 (adaptado).
A partir da leitura do texto, que discute as causas do aparecimento
de cáries, e da sua relação com as informações do dicionário,
conclui-se que a cárie dental resulta, principalmente, de:
a) falta de flúor e de cálcio na alimentação diária da população
brasileira.
b) consumo exagerado do xilitol, um açúcar, na dieta alimentar
diária do indivíduo.
c) redução na proliferação bacteriana quando a saliva é
desbalanceada pela má alimentação.
d) uso exagerado do flúor, um agente que em alta quantidade
torna-se tóxico à formação dos dentes.

Você também pode gostar