Você está na página 1de 3

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL E MOBÍLIA PARA TEMPORADA

IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES


LOCADORA: INEIDE DO CARMO MARQUES DOS SANTOS , brasileira, casada, funcionaria
pública, Carteira de Identidade nº 2.096.995, C.P.F. nº 337.597.584-87, residente e domiciliado
na Rua Nossa Senhora de Fátima, 403, bairro de Jardim São Paulo, Recife, Pernambuco.
LOCATÁRIO: PAMALA ELIZABETE DA SILVA, brasileira, ............., Carteira de Identidade nº
10.262.918 de 24/09/2015., C.P.F. nº 154.599.744-61, residente e domiciliada na
Rua/Av....................................................................................
As partes acima identificadas têm, entre si, justos e acertados o presente Contrato de Locação
de Imóvel e Mobília para Temporada, que se regerá pelas cláusulas seguintes e pelas condições
de preço, forma e termo de pagamento descrito no presente.
DO OBJETO DO CONTRATO
Cláusula 1ª. O objeto do presente instrumento é o aluguel do imóvel situado na Rua Nossa
Senhora do Carmo, nº 54, Loteamento Nossa Senhora de Lourdes, Tamandaré, Pernambuco, de
propriedade da LOCADORA, e da mobília consistente do inventário que será anexado a este
instrumento no ato da entrega das chaves e devidamente vistoriado e rubricado pela Locatária.
DO USO DO IMÓVEL
Cláusula 2ª. O imóvel em questão será utilizado pela LOCATÁRIA no período discriminado na
cláusula 4ª com fins de hospedagem durante os dias 13 a 18 de fevereiro de 2021.
Cláusula 3ª. Poderão se hospedar no imóvel descrito (15) quinze pessoas.
Parágrafo primeiro. Caso o máximo de pessoas não seja respeitado pagará o LOCATÁRIA uma
multa de R$ 500,00 (reais).
Parágrafo segundo. Se, proveniente do desrespeito elencado no parágrafo primeiro desta
cláusula, houver algum dano ao imóvel, a LOCATÁRIA arcará, além da multa prevista, com todas
as despesas oriundas da reparação do dano causado.
Cláusula 4ª. A LOCATÁRIA poderá usufruir do imóvel no período de 13 a 18 de fevereiro de
2021.
DO VALOR A SER PAGO
Cláusula 5ª. Pela locação será pago a importância de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos
reais) pagos da seguinte forma: R$ 2.000,00 (dois mil reais) na data da assinatura deste
instrumento, ficando o restante, R$ 2.500,00, (dois mil e quinhentos reais) a ser pago até o dia
13 de fevereiro de 2020, data da entrega das chaves.
Cláusula 6ª. O consumo de energia elétrica ocorrido no período de locação descrito na Cláusula
4ª será assumido pela LOCADORA até o valor de R$ 100,00, se ultrapassar este montante será
reembolsado pela LOCATÁRIA, calculado pelo valor do kWh cobrado pela concessionaria
(CELPE), multiplicado pela quantidade de kWh correspondente ao consumo durante todo o
período descrito na cláusula 4ª desse instrumento.
DAS OBRIGAÇÕES DO LOCADOR
Cláusula 7ª. A LOCADORA deverá entregar as chaves a LOCATÁRIA, no dia 18 de fevereiro de
2021.
Cláusula 8ª. A LOCADORA afirma estar o imóvel em perfeitas condições de uso, como
comprovado através de fotografias enviadas à LOCATÁRIA.
Parágrafo único. Caso haja qualquer impedimento legal por parte do governo Municipal e/ou
Estadual ao uso das Praias, durante de período do presente Contrato, descrito na Cláusula 4ª
do presente Contrato, haverá rescisão imediata do contrato, e devolução integral da quantia
paga.
DAS OBRIGAÇÕES DO LOCATÁRIO
Cláusula 9ª. A LOCATÁRIA se compromete a desocupar o imóvel na data de 18/02/2021,
prevista no presente, sem qualquer hipótese de prorrogação do prazo estipulado.
Parágrafo único: Caso permaneça no imóvel por tempo não determinado em contrato, pagará
multa diária de R$ 300,00 (trezentos reais).
Cláusula 10ª. Todas as bagagens e objetos pertencentes a LOCATÁRIA deverão ser retirados no
dia da desocupação. Caso ainda reste algum objeto pertencente a LOCATÁRIA, a LOCADORA se
compromete a guardar e zelar pela sua conservação pelo prazo de 30 dias.
Parágrafo único. Findo o prazo estipulado, a LOCADORA poderá se desfazer dos objetos
pertencentes a LOCATÁRIA, sem prévia notificação.
Cláusula 11ª. A LOCATÁRIA deverá administrar cuidar da limpeza, da ordem e da conservação do
imóvel.
Parágrafo único. Caso A LOCATÁRIA não zele pelo imóvel, causando-lhe qualquer dano, deverá
arcar com as despesas cabíveis à reparação do mesmo.
Cláusula 12ª. No imóvel haverá uma lista com a relação de todos os utensílios, equipamentos e
artigos decorativos existentes, que deverão ser conferidas pela LOCATÁRIA, e que poderão ser
utilizados.
Parágrafo primeiro. Se A LOCATÁRIA der falta de algum objeto quando da conferência da
listagem, deverá comunicar imediatamente a LOCADORA, sob pena de se assim não fizer arcar
com o previsto no Parágrafo único da cláusula 10ª do presente.
Parágrafo segundo. Todos os itens constantes na relação mencionada nesta cláusula deverão
ser conservados em sua qualidade e quantidade, e mantidos na mesma disposição de quando
foi entregue o imóvel.
Cláusula 13ª. No caso de estrago, sumiço, perda ou quebra de qualquer utensílio, equipamento
ou artigo decorativo deverá A LOCATÁRIA ressarcir, imediatamente após a sua constatação a
LOCADORA com outro objeto de mesma espécie, qualidade e quantidade quando fungíveis; ou,
no caso de qualquer dano a algum bem não fungível, deverá ser acordado entre as partes o
valor da indenização.
Parágrafo único. Mesmo que A LOCATÁRIA não se encontre mais hospedado no imóvel em
questão, constatado alguma hipótese elencada nesta cláusula, será considerada dívida liquida e
certa, podendo ser cobrada pela LOCADORA à LOCATÁRIA.
Cláusula 14ª. É vedada a LOCATÁRIA a troca do segredo das fechaduras. Qualquer evento que
ocorra que se faça necessária a troca de tal segredo, deverá ser comunicado a LOCADORA e só
poderá ser efetuado mediante autorização expressa.
Cláusula 15ª. Durante o período em que estiver hospedada, a LOCATÁRIA e os seus, serão
totalmente responsáveis pela guarda e manutenção de seus pertences.
DO FORO
Cláusula 16ª. Para dirimir quaisquer controvérsias oriundas do CONTRATO, as partes elegem o
foro da comarca de Recife.
Por estarem assim justos e contratados, firmam o presente instrumento, em duas vias de igual
teor, juntamente com 02 (duas) testemunhas.
Recife, 31 de janeiro de 2021.

INEIDE DO CARMO MARQUES DOS SANTOS


C.P.F. nº 337.597.584-87

----------------------------------------------------------------
C.P.F. nº -------------------------------------

...................................................................................
Testemunha 1 – RG nº .............................

....................................................................................
Testemunha 2 – RG nº ..........................

Você também pode gostar