Você está na página 1de 6

PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO

ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR


ESTUDO DE CASO: OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA

1. NUTRIÇÃO HOSPITALAR
Supervisora: Profa. Giovana Regina Ferreira

Mulher, negra, 44 anos, encaminhado para internamento em hospital de alta


complexidade para tratamento de infecção por COVID-19 no dia 21/07.
Paciente iniciou sintomas no dia 14/07 com tosse seca, odinofagia, cefaleia
e mialgia. Paciente com histórica patológica pregressa de depressão,
Obesidade, Diabetes M tipo II, Hipertensão arterial e dislipidemia. Paciente
faz uso diário de Lozartana, Metformina, Sinvastatina e Quetiapina. Após
internamento paciente teve piora do padrão respiratório sendo necessário
intubação no dia 22/07, com início de terapia nutricional enteral via SNE.
Paciente com boa evolução após necessidade 1 semana de intubação e
sedação para tratamento dos parâmetros ventilatórios. No dia 27/07 iniciou-
se desmame da sedação, paciente acordou no dia 28/07. Manteve bons
parâmetros respiratórios e foi extubada no dia seguinte. Após avaliação pela
fonoaudiologia foi retida a SNE e iniciada dieta via oral na consistência
pastosa e líquidos espessados devido risco de broncoaspiração.
Paciente segue internada na UTI sob vigilância respiratória, em melhora
laboratorial (PCR em queda, sem leucocitose ou bastonetose). Hoje refere
apetite reduzido e cansaço para comer. Relata episódios de náuseas e
vômitos pela manhã. Evacuação presente no dia anterior na consistência
“normal”. Diurese presente diariamente com coloração amarela bem escura.

Recordatório alimentar de 24h:


• Café da manhã: ½ copo de 180ml de mingau de amido espessado
• Colação: ½ copo de 180ml de iogurte de morango espessado
• Almoço: 2 colheres de polenta, 3 col de carne de frango batida, ½
colher de sopa de caldo de feijão.
• Lanche: ½ copo de 180ml de vitamina de banana espessada
• Jantar: 5 col de sopa de legumes batida
• Água: 300ml de água
Antropometria:
Peso relatado antes da internação: 90kg. Altura relatada: 1,60m
PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO
ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR
TÓPICOS QUE DEVEM CONTER NA RESOLUÇÃO DO ESTUDO DE CASO DE
NUTRIÇÃO HOSPITALAR

• Triagem nutricional: Aplicar a NRS 2002 e classificar o paciente


segundo a prioridade de atendimento e explicar o motivo da classificação
conforme o caso apresentado.

• Avaliação nutricional do paciente internado: Avaliação


antropométrica: apresentar cálculos e classificações segundo os dados
antropométricos disponíveis. Necessidades nutricionais: Apresentar o
cálculo das necessidades energéticas e proteicas adequadas (explicar
qual referência foi seguida – considerar COVID-19). Avaliação do
consumo alimentar: conforme o recordatório de 24 horas apresentar o
cálculo do consumo de energia e macronutrientes do dia anterior, avaliar
e classificar a ingestão alimentar do paciente segundo referências
nutricionais.

• Diagnóstico nutricional: Classificar paciente segundo os diagnósticos


padronizados da ASBRAN.

• Prescrição dietoterápica: Determinar qual será o enfoque da conduta


nutricional a curto e longo prazo, realizar orientações e prescrição
dietética apresentando via de alimentação, consistência da dieta e
necessidade de suplementação. Apresentar dados energéticos e de
macronutrientes na prescrição realizada.

• Registro do atendimento nutricional em prontuário (SOAP): Fazer o


SOAP do atendimento nutricional (considerar que todos são primeiras
consultas).

• Orientação de alta hospitalar: Descrever orientações de alta hospitalar


considerando comorbidades da paciente, consistência da dieta e aporte
nutricional da prescrição.
PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO
ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR

2. UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO (UAN) HOSPITALAR


Supervisora: Profa. Laís Seiscentos

A alimentação no âmbito hospitalar, é essencial para a garantia do bem-estar e


melhora do quadro clínico dos indivíduos. As Unidades de Alimentação e
Nutrição (UAN) hospitalares, são responsáveis pela oferta de refeições
equilibradas e adequadas do ponto de vista higiênico sanitário, garantindo assim,
a oferta de um alimento seguro.

TÓPICOS QUE DEVEM CONTER NA RESOLUÇÃO DO ESTUDO DE CASO DE


UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO (UAN) HOSPITALAR

• Elaboração de cardápio para o paciente: Elaborar cardápio para


consumo diário, considerando a consistência da dieta prescrita pela
nutricionista. Usar como base, a planilha do Hospital do Trabalhador, que
especifica a média diária de calorias (kcal e macronutrientes) para cada
tipo de dieta.

• Estruturação da equipe: Definir organograma e carga horária da equipe


de produção.

• Elaboração / Acompanhamento de controles internos que garantem


a entrega de um alimento seguro: Usar como base resoluções e
portarias relacionadas às Boas Práticas para Serviços de Alimentação.

• Critérios usados para o recebimento da matéria prima e entrega do


alimento pronto para o consumo: Usar como base resoluções e
portarias relacionadas às Boas Práticas para Serviços de Alimentação.

• Elaboração de Procedimento Operacional Padronizado (POP´s) dos


principais equipamentos utilizados nesta UAN: Considerar todos os
tópicos que descrevem um POP.

• Tipos de perigos encontrados dentro da área de produção:


Considerar os perigos relacionados ao alimento durante o processo de
manipulação.
PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO
ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR

3. NUTRIÇÃO CLÍNICA AMBULATORIAL


Supervisora: Profa Camila da Silva Pereira

DADOS ANTROPOMÉTRICOS E HISTÓRICO DE SAÚDE SEGUIR


INÍCIO DO ESTUDO DE CASO.

REGISTRO DE HISTÓRICO ALIMENTAR E ROTINA – PRÉ INTERNAMENTO

- Sedentarismo – poucas caminhadas sem frequências a muitos anos


- Ganho de peso em maior intensidade, há 10 anos. Evoluindo de 75kg -> 90
kg. Entre idas e vindas em dietas tem mais de 2 anos que não perde peso,
apesar de tentativas.
- Uso de medicamentos feito corretamente e acompanhamento em UBS, para
controle de síndrome metabólica. Obesidade, hipertensão e DMII.
- Rotina alimentar pregressa:
- Acorda 6:00 não sente fome cedo. No trabalho – é professora de ensino
fundamental – come normalmente as 9:00 pão com creme vegetal disponível e
leva uma fruta – toma café com leite desnatado com adoçante, o mais barato,
aperta duas vezes o adoçante, não é pouco.
- Almoça meio dia em casa, mora perto do trabalho, arroz e feijão tem sempre,
integral não muito porque os filhos não gostam, come bastante peito de frango
porque acha mais saudável, mas também as vezes come carne moída. Nem
sempre consegue que tenha legumes, mas gosta de cenoura, chuchu,
abobrinha, não tem frescura pra comer. Mas pelo diabetes parou um pouco com
cenoura e beterraba. Come sempre alface, tem uma horta pequena em casa.
Tem macarrão algumas vezes na semana, tentou diminuir o consumo mas não
consegue. Quando tem batata, aipim come só esses e não come arroz.
- A tarde – repete o da manhã, quando tem doce e quer comer come um pedaço
bem pequeno. Compra coisas diet, com frequencia, pra comer.. mas mais
quando chega em casa. Bem variado, bolo, biscoito, tem de tudo um pouco diet
PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO
ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR

- Pra emagrecer, parou de jantar a noite, as vezes funciona.. as vezes não, aí


vai comendo um pouco de cada coisa, belisca uma fruta, toma café, come
alguma coisa diet, dorme 22 horas. Não tem insônia.

RESOLUÇÃO PARA NUTRIÇÃO CLÍNICA AMBULATORIAL

• O que mais é importante ser questionado a paciente?


• Elaborar sugestão de mudança de rotina de alimentar, visando melhoria
do estado nutricional e controle das patologias envolvidas. De forma clara
e SIMPLES. Focar no qualitativo
• Quais micronutrientes e alimentos específicos podem ser prescritos?
Porque?
• Elaborar metas de curto prazo, médio e longo prazo da paciente. Qual o
foco do tratamento?
• Elaborar uma sugestão de cardápio semanal.

4-Nutrição em Saúde Coletiva


-Supervisora: Profª Giselda Wisnievski

Com a ciência de que a obesidade é considerada um dos maiores


desafios da saúde pública e que ela vem sendo enfrentada a partir do
incentivo de mudanças comportamentais individuais, exaltando a perda
de peso como forma inquestionável de garantir saúde. Tendo em vista
a importância das Diretrizes brasileiras de obesidade e sua influência
sobre a prática profissional, o tipo de relacionamento com o corpo gordo
e a relação direta de quilos perdidos com melhor nível de vida e saúde,
as atividades para saúde coletiva devem abranger:
-Síntese dos principais pontos da Obesidade e políticas públicas
concepções e estratégias adotadas pelo governo brasileiro.
-Análise socio -econômica e cultural do paciente.
PROJETO INTERDISCIPLINAR REMOTO
ESTÁGIO CURRICULAR DE NUTRIÇÃO - UNICESUMAR

- Adequação da dieta prescrita na alta hospitalar com a situações de


pessoas com baixo poder aquisitivo, e a sequência do atendimento
ambulatorial .
- Orientação para a população relacionadas à obesidade , seus riscos e
consequências para o indivíduo, para a comunidade e para o estado.
- Sugerir formas complementares de tratamento e /ou controle da
obesidade para esse paciente específico.

Desejamos ótimo trabalho a todos, pois sabemos, sentimos e


acreditamos que podem fazer muito mais do que imaginam .

Você também pode gostar