Você está na página 1de 47

Opti 4G - Diagnóstico

- Ponsse 2015 Series -


Opti 4G - Manutenção
Diagnóstico da Rede Arcnet
O status dos módulos é exibido na guia Conexões
com a rede. Assento, Módulo da grua,
Transmissão, Cabeça processadora e Suspensão
ativa indicam os módulos, e seus status são exibidos
na caixa junto a eles.

Status do módulo

0 Nenhuma conexão para o módulo


1 Módulo no status de programar
2 O programa iniciar do módulo foi iniciado
3 O programa aplicativo do módulo foi iniciado
4 O teste do módulo está começando
5 O teste do módulo está ligado, verde
Calibração de controles
Selecione Grua na guia Teste. Você pode testar as funções da
grua.

Calibragem dos controles de entrada


A corrente principal deve estar ativada e o motor desligado ao
calibrar.
1. Ligue os módulos (do bloqueio de ignição). 1
2. Pressione o botão Calibragem dos controles de entrada.
3. Escolha um controle, por exemplo, Joystick direito.
4. Pressione Calibração inicial. 3
5. Calibração de zona morta só p/ manopla
direita/esquerda)
a. O programa pergunta se você deseja calibrar a zona
morta. Se você responder Sim, a calibração da zona
morta é iniciada. Caso contrário, a calibração
continua a partir da Seção 6.
b. Mova a manopla dentro de seu alcance mecânico.
c. Pressione Calibração da zona morta ao encontrar 2
os limites satisfatórios para a zona morta.
Calibração de controles
6. Gire um pouco o controle para a sua
posição extrema, por exemplo, com as
manoplas, repita os movimentos X, Y e Z.
Verifique se o visor registra os valores
máximo e mínimo para todas as direções. 1
7. Defina o Ajuste da zona morta [%]. O
ajuste aumenta o alcance específico da
zona morta da manopla de controle
conforme a porcentagem.
3
8. Pressione Salvar.
9. Selecione o próximo controle e repita os
pontos 4-7. 10. Envie as configurações
para os módulos.

2
Diagnóstico de Entradas e Saídas do
Cabeçote
Entradas → valor de sensores ou manoplas de
controle (depois da calibração).

Saídas → valor de saída de corrente do módulo.

Corrente elétrica → valor de corrente medido (deve


ser similar às Saídas).
Entradas (Sensores), Modelo H7
Transmissor de pressão da cabeça processadores
• Conector HJ2-10.
• Se o cabeçote se encontra ativo seu valor deve mudar
conforme varia a pressão na linha LS do bloco de
Conector válvulas (o valor mostrado é a saída do
conversor A/D).

Controle da serra
• HJ3-5 (senia A) e HJ3-11 (sinal B).
• 1 sensor do tipo encoder
• Quando a serra está em estado inicial o valor é 0.
Quando a serra está em sua máxima posição, a mesma
deve alcançar um valor positivo máximo (valor de aprox.
38 pulsos).

Sensor de diâmetro
• Conector HJ2-1 (+5V), HJ2-8 (terra) e HJ2-6 (Sinal, entre
0-5V).
• Sensor do tipo potenciômetro.
• Para a regulação do sensor de diâmetro se deve fechar o
cabeçote e certificar que a leitura tenha o valor 50.
Entradas (Sensores), Modelo H7
Sensor do ângulo de inclinação
• Conector HJ3-8.
• Sensor do tipo indutivo NPN (ON/OFF).
• Entrada: 0 → Cabeçote horizontal ; 1000 → Cabeçote vertical.

Pulsos de comprimento
• Conector HJ3-6 (sinal A) e HJ3-12 (sinal B)
• Medição dos rolos de alimentação
a. Sensor tipo encoder de 1000ppr
b. Para verificar o correto funcionamento do sensor pode-se girar 1 volta o rolo de alimentação e verificar que gere 4000 pulsos na tela.
c. Na tela de Manuseio pode-se verificar que os 4000 pulsos de comprimento são aproximadamente 1,15 metros, em caso de não ser assim
então deve-se realizar a calibração do comprimento.
• Medição na roda medidora
a. Sensor tipo encoder de 500ppr
b. 1 volta gera 2000 pulsos na tela

IMPORTANTE!
Os sensores do cabeçote têm alimentação comum: +24V em HJ3-13 e 0V (terra) em HJ3-14.
Caso exista um curto-circuito na alimentação de algum dos sensores, os demais deixam de funcionar também.
Somente o sensor de diâmetro (potenciômetro) se alimenta com 5V do conector HJ2.
Conectores
• Primeiro selecionar o módulo (ex.
Cabeçote do harvester).

• Depois conector (por exemplo, J3).

• Os terminais destacados no conector são


exibidos ao lado da entrada dos cabos.

• Na lista encontramos o número do


terminal, sinal e descrição de cada
terminal do conector e estado do mesmo.
Configuração
• Selecionar “Unidade de Medição – saídas,
cabeça processadora”.

• Aparecerá a lista de funções de saídas do


cabeçote.

• Caso realize alguma alteração nas configurações,


devemos enviá-las aos módulos para que tenham
efeito. Para isso, desligue o motor, coloque a
chave de ignição na posição “I” e depois
pressione o botão “Definir”. Verifique se as
configurações foram enviadas corretamente.
Lâminas dianteiras fechadas
• Selecionar a função “Lâminas dianteiras
fechadas”.

• Para ajustar as lâminas deve-se pressionar


o botão “Configuração”.

• Para realizar a calibração automática da


função pressionar “Calibração”.
Lâminas dianteiras fechadas
Configuração

O “Gráfico de compressão” permite ajustar distintos níveis de


pressão conforme varia-se o diâmetro.
• Mín. 25 bar
• Máx.130 bar

No exemplo, pode-se observar valores padrões, é possível que


se deva colocar mais pressão para obter um menor descasque
da madeira.
Lâminas dianteiras fechadas
Configuração

• Para mudar a pressão no arranque de alimentação pode-se utilizar a


função “Mudanças de nível de pressão inicial de alimentação”. Caso o
diâmetro da árvore esteja acima do limite de diâmetro definido, então é
realizado uma mudança de pressão durante a distância definida.

• A “Alimentação para trás” serve para ajustar um menor nível de pressão


quando se alimenta para trás.
Lâminas dianteiras fechadas
Configuração

Outros
• A “Mudança de pressão durante (repouso)” é a pressão sem
alimentação dos rolos. Por exemplo, utiliza-se esta pressão quando se
abre e fecha o cabeçote sem uma árvore.
• A “Mudança de pressão durante o abate” define o nível de pressão
para cortar a árvore (tilt vertical).

Pressão de fechamento
• Serve para que as facas comecem a fechar suavemente, por exemplo,
50 bar durante um tempo determinado (1700ms), depois aplique a
corrente de fechamento normal.
Lâminas dianteiras fechadas
Calibração

• O gráfico de calibração mostra a informação de corrente (mA)


necessária para obter uma determinada pressão (bar) para a
função.

• Esta calibração é feita automaticamente, é imprescindível que o


transmissor de pressão (presosstato) esteja conectado na linha
LS do bloco de válvulas.

• Dê partida na máquina, coloque 1200rpm, ative e feche a cabeça


processadora. E pressione o botão “Automático” para começar
com a calibração.
Rolos de alimentação fechados
• Esta função é configurada da mesma forma que as facas
(para mais detalhes ver “Lâminas dianteiras fechadas”.)

• Selecionar a função “Rolos de alimentação fechados”.

• Para ajustar o aperto dos rolos pressionar o botão de


configuração “Ajuste”.

• Para realizar a calibração automática da função


pressionar “Calibração”.
Rolos de alimentação fechados
Gráfico da compressão
• Mín. 25 bar
• Máx. 150 bar
Rolos de alimentação fechados
• Mudança de nível de pressão inícial de
alimentação.

• Alimentação para trás


Rolos de alimentação fechados
• Outros
a. Mudança de pressão durante (repouso)
b. Mudança de pressão durante o abate

• Pressão de fechamento
Rolos de alimentação fechados
• Calibração
Lâminas traseiras fechadas
• Esta função é configurada da mesma maneira
que as facas (para mais detalhes ver
“Lâminas dianteiras fechadas”.)

• Selecionar a função “Lâminas traseiras


fechadas”.

• Para ajustar dos rolos, deve-se pressionar o


botão Configuração “Ajuste”.

• Para realizar a calibração automática da


função pressionar “Calibração”.
Lâminas traseiras fechadas
Gráfico da compressão
• Mín. 25 bar
• Máx. 130 bar
Lâminas traseiras fechadas
• Mudança de nível de pressão inicial de alimentação.

• Alimentação para atrás


Lâminas traseiras fechadas
• Outros
a. Mudança de pressão durante (repouso)
b. Mudança de pressão durante o abate

• Pressão de fechamento
Lâminas traseiras fechadas
• Calibração
Lâminas dianteiras abertas
Selecionar a função “Lâminas dianteiras
abertas”.

Para a abertura das facas deve-se ajustar os


“Níveis de controle”, ou seja a corrente
enviada à válvula para a abertura.

Além disso, pode-se configurar o fechamento


final de maneira de que as lâminas comecem
a abrir rapidamente (em “Hora de
amortecimento” 600ms com uma corrente
“Nível de amortecedores” 494mA segundo o
exemplo) e depois finalize de maneira lenta
(“Nível de controle” 600mA).
Rolos de alimentação abertos
• Selecionar a função “Rolos abertos”.
Lâminas traseiras abertas
• Selecionar a função “Lâminas traseiras
abertas”.
Inclinação para cima
• O “Nível de controle” é a corrente enviada
quando começa a subir o cabeçote.

• Uma vez que o sensor de inclinação detecta o


cabeçote para cima a corrente é enviada para
“Nível de amortecedores”.

• A “Flutuação do tilt” é a corrente enviada


quando o cabeçote está em modo flutuação
(aprox. 300mA).
Inclinação para baixo
• O “Nível de controle” é a corrente enviada
quando o cabeçote permanece
pressionando para abaixo.

• Quando o corte é realizado a árvore e o


cabeçote cai sempre pressionando para
abaixo.
Pressão do sabre
• “Iniciar avance lento” indica o ângulo antes do
serrar quando o nível de controle é reduzido.

• “Nível de controle, reduzindo (%)” é a


redução durante o avance lento.
Pressão do sabre
• Esta configuração é para a subida do sabre, para
ajustar a descida ver a tela em Opti Service.

• O sabre começa a subir com o nível de controle


máximo, depois quando chega ao ângulo inicial
começa a frenagem e ao chegar ao ângulo final o
nível de controle será o mínimo. O sabre se manterá
em sua posição superior com o nível de controle
(mínimo).

• Para realizar a calibração automática da função


pressionar “Calibração”. Lembre-se de que você
deve primeiro ligar a máquina, colocar 1200 rpm e
ativar a cabeça processadora (abra e feche o
cabeçote).
Pressão do sabre
• Calibração
Alimentação proporcional
• A corrente mínima determina o
mínimo movimento dos rolos.

• Em “Configuração da
alimentação” poderemos ajustar
o “Nível de alimentação lenta”,
esta é uma porcentagem entre o
mín e máx e será o nível
utilizado, procure na janela de
serrar.

• É possível configurar os
parâmetros para alimentação
para frente e para trás
separadamente.
Rampas de alimentação
mA
650

300 Comprimento adaptativo


em uso

0
Time

Alimentação Alimentação Janela de Parar Distância de


Rampas
rápida lenta serração avanço frenagem

Janela de Serviço Tabela de preços Janela de Configuração


Janela da serra
Se o cabeçote parou antes da distância de parada de avanço
(5cms de acordo com o exemplo anterior) fora da janela da
serra, então começa a buscar a janela da serra utilizando
pulsos.

Incrementa a corrente desde o nível mínimo até a velocidade de


alimentação lenta utilizando a aceleração definida pela a janela
da serra.

Gráfico de pulso
100
% Nível de alimentação

50

30 Neste caso o cabeçote não parou dentro da janela da serração e,


portanto, inicia uma busca de pulsos. Após 2 pulsos de busca, a
janela é encotrada e a corrente é cortada.
0 1 2 pulsos
Bomba proporcional
• Selecionar “Máquina base - controles”.

• Aparecerá a lista de funções, deve selecionar “Bomba


proporcional”.

• Pressionar o botão “Ajustes”, e a janela com os


ajustes da bomba será exibida.

• O Opti realiza um controle proporcional da bomba do


circuito do cabeçote. Existem distintos níveis de
controle dos quais são definidos de acordo com a
vazão necessária no momento de realizar um
determinado conjunto de funções.

• Os níveis de corrente (mA) indicados na figura


proporcionam uma vazão adequada adequado para os
movimentos do cabeçote, recomenda-se não modificar
os valores.
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Bomba proporcional
Válvula redutora de pressão
Selecionar “Máquina básica - controles”.

Aparecerá a lista de funções, deve selecionar a função “Válvula


redutora de pressão”.

Para ajustar pressão da bomba do cabeçote para as distintas


funções do mesmo, ajusta-se os mA enviados para a válvula
redutora de pressão. Desta mesma maneira ajusta-se a pressão
para suspensão ativa e carga de circuito de freio.

Os níveis de pressão devem ser ajustados com a máquina ligada


e cabeçote ativo. Depois altere a corrente para cada função para
obter a pressão desejada.
Níveis de pressões recomendadas:
• Nível básico: 160 bar
• Controle do rotator: 190 bar
• Carga no circuito dos freios: 190 bar
• Suspensão ativa: 210 bar
• Incline para cima: 160 bar
• Alimentação lenta: 280 bar
• Velocidade rápida: 280 bar
• Serração: 240 bar
Programas
• Selecione a aba “Programas”.

• Para carregar um programa a um módulo


primeiro deve-se estar seguro de que a
versão de hardware e software é a correta.

• Depois de selecionar o módulo em “Versões


atuais” (lista superior) e o programa em
“Arquivos de programa” (lista inferior),
pressione o botão “Carga”.

• Uma vez carregado o programa ao módulo


lembre-se de enviar as configurações (aba de
Configuração, e clicar no botão “Definir”).
Obrigado!
Ponsse PLC 2019

Você também pode gostar