Você está na página 1de 159

1

dos Clãs Maiores, uma vez que é isolada por suas


Índice características geográficas, e com algumas mudanças em
PARTE I: PROVÍNCIA NAISHOU .............................................. 3 sua história e nos NPCs, ela pode ser definida dentro do
História .................................................................................. 4 domínio de um Clã. O Narrador é livre para modificar a
Geografia ............................................................................... 7 Província alterando quaisquer detalhes que não se ajustem
Personagens ........................................................................ 34 à sua versão de Rokugan; os vários elementos de Naishou
Mapas .................................................................................. 45 são projetados para serem independentes entre si, de
PARTE II: KYUDEN KUROGANE-HANA ................................. 47 modo que o todo não desmoronará se alguns aspectos
História ................................................................................ 47 forem mudados.
Geografia ............................................................................. 51 Este produto deve ser visto em primeiro lugar
Personagens ........................................................................ 59 como uma fonte de ideias, não como uma representação
PARTE III: O COVIL ............................................................... 72 rigorosa.
História ................................................................................ 72
Geografia ............................................................................. 77 Caio Graco Pimenta
Personagens ........................................................................ 85 2
PARTE IV: HANAMI MURA ................................................... 88
História ................................................................................ 90
Geografia ............................................................................. 93
Personagens ........................................................................ 96
Mapas ................................................................................101
PARTE V: KANAZAWA MURA.............................................103
História ..............................................................................103
Geografia ...........................................................................104
Personagens ......................................................................105
Mapas ................................................................................108
PARTE VI: KYUDEN SOYOKAZE ..........................................109
História ..............................................................................110
Geografia ...........................................................................112
Personagens ......................................................................122
Mapas ................................................................................138
PARTE VII: OSHI NO KODA .................................................145
História ..............................................................................145
Geografia ...........................................................................146
Personagens ......................................................................152
Mapas ................................................................................158

Bem-vindo à Província Naishou. O objetivo deste


livro é oferecer diversos Cenários de Campanha, sendo o
maior deles o homônimo do livro, a Província Naishou,
acompanhando diversos outros Cenários posteriormente:
Kyuden Kurogane-Hana, O Covil, Hanami Mura, Kanazawa e,
finalmente, Kyuden Soyokaze. Província Naishou trás a
Narradores e Jogadores ambientes completos para definir
suas aventuras. Os Cenários são descritos em detalhes tanto
quanto possível, desde seus daimyo até as menores aldeias.
O conteúdo também é projetado para combinar com o uso
de facções que receberam pouco tratamento até agora,
como os Clãs Menores, os Imperiais, os ronin e a Irmandade
de Shinsei.
A intenção é apresentar-lhe possíveis Cenários de
Campanha, com mais profundidade, detalhes e opções de
aventura. Uma Campanha definida nestes Cenários pode
ser um conto de intriga nas cortes, com luta pelo controle
local, ou uma saga militar para proteção de invasões ou
ataques de bandidos, ou ainda uma investigação mística das
lendas e superstições locais.
A localização exata de vários Cenários é
deliberadamente ausente para que possa ser definida em
qualquer lugar que melhor se adeque à Campanha.
Naishou, por exemplo, pode ser facilmente colocada em
qualquer área fora das fronteiras clássicas dos territórios
“Pronto?” Ayumi diz, entrando em sua postura de
PARTE I: PROVÍNCIA duelo. Os soldados ao redor ficam tensos, seus olhos se
estreitam observando qualquer possível transgressão às
NAISHOU regras de duelo.
“Sempre,” Itaru responde. Mas enquanto limpa sua
Bayushi Itaru deixou seu cavalo lentamente, mente e prepara sua própria postura, algo à distância
entregou a rédea a um subordinado. Assegurou-se que seu chama sua visão. Um samurai solitário, trazendo um
daisho estava apropriadamente preso no cinto, que sua estandarte dourado e marrom samurai acima de si. Ele
armadura estava imaculada, antes de andar lentamente até aparece na estrada vindo das montanhas.
a adversária. Afinal, pensava não ser sábio enfrentar uma Ayumi nota o foco do olhar do oponente e relaxa
Garça sem sua melhor aparência. para segui-lo.
“Doji Ayumi-san,” diz enquanto se curvando, “Leão,” ela diz. “Parece que também vêm reclamar
oferecendo a contraparte do respeito que ela sempre lhe a Província Naishou para si mesmos.”
deu em campo de batalha. “Manhã gloriosa. Espero que as “Não tenhas tanta certeza,” Itaru retrucou. “Olha o
Fortunas te tenham trazido saúde no dia de hoje.” mon na base do estandarte.”
“Bayushi Itaru-san,” ela responde, curvando-se com 3
Ela força a vista por um instante, então seus olhos
exata mesma medida. Os cabelos brancos, fluidos e soltos arregalam em surpresa. “Miya? O que fazem aqui... com o
dela contrastam bastante com a trança única dele. “Estou Leão?”
muito bem, obrigada. Não somos afortunados por estarmos Itaru se volta a Ayumi. “Qualquer que seja a razão,
em companhia tão estimada, e em algumas das terras mais diria que nosso duelo de morte deve ser adiado. Concordas?”
belas do Império?” “Sim,” ela diz conforme gesticula para suas tropas
“De fato,” Itaru responde com um aceno. Olhando prepararem o recuo. “Uma pena. Eu torci que esta questão
ao redor, ele nota que genuinamente concorda com a acabasse. De uma forma ou de outra.”
conversa fiada educada da mulher. De onde está, pode ver o “O mundo morre diariamente,” Itaru diz, com o
Vale Nobu, suas planícies ondulantes temperadas com sorriso oculto pelo mempo. “Amanhã, um novo mundo
pequenos vilarejos, a sombra verde-escuro da Floresta Kawa nascerá.”
no horizonte, e a sombra mais fraca nas Montanhas Taru Tropas do Leão começam a verter através da pas-
além. Seria uma cena idílica... não fossem as tropas atrás sagem das montanhas, seguindo o portador do estandarte.
dele, e o opositor exército da Garça. É claro, até estes dois Itaru imagina toda a província segurando o fôlego, incerto
são ambos demonstrações gloriosas do poderio do Império. sobre quais mudanças o vento traz às cobiçadas terras.
Uma pena que, em breve, isso chegará ao fim.
4

do Trovão, a Província Naishou foi julgada demasiado


História danificada para valer a pena reconstrução e os Clãs a
deixaram crescer sozinha, como território sem Clã, mas
Enquanto Naishou não é certamente a mais famosa dentro das fronteiras do Império.
província do Império, tem, no entanto, uma história antiga Realmente, muitas gerações existiram antes que
e celebrada e é local de numerosas batalhas e lutas políticas Naishou se recuperasse, mas as pessoas que sobreviveram
para controlar seus vales prósperos. O status da província na província se orgulham de sua ascendência que
está vago enquanto estiver sob o governo provisório das perseverou quando outros desistiriam. Pequenas aldeias se
famílias Imperiais. Muitos Clãs enviam cortesãos, soldados e tornaram maiores, e Toshi no Naishou se tornou um centro
sacerdotes para Naishou na esperança de assegurar para o comércio que ajuda a reforçar e unificar toda a
vantagens e abrangê-la em suas esferas de influência. Como província. Coletores de impostos Imperiais visitam a
resultado, a província é foco de atividade e interação entre província anualmente e trazem de volta uma recompensa
muitas facções diferentes. lenta, mas crescente, aos cidadãos esforçados. A geografia
A área que viria a ser conhecida como a Província da província, cercada por uma pequena cadeia de
Naishou já era habitada quando os Kami caíram no Reino montanhas e por uma grande floresta, não a isola
dos Mortais no Amanhecer do Império. Três grupos tribais completamente, mas a mantém distante das mentes dos
principais ocupavam a área: a Tribo Yamataru, que vivia nas Clãs Maiores.
montanhas e construiu numerosos santuários às Fortunas; a Só foi preciso um único samurai perdido para
Tribo Morikawa, que sobrevivia na generosidade da floresta findar este isolamento. Ele percebeu que o que era uma
e mantia ritos estranhos para aplacar os espíritos também região de pouco interesse agora era uma bela área bem
estranhos que ali vivem; e a Tribo Takanobu, que plantava povoada capaz de dar suporte significativo a um Clã. Logo,
arroz e travava uma guerra no vale que compreende o resto petições abundaram a Corte Imperial pela custódia de
da província. Quando os samurais do Império nascente Naishou, enquanto o Leão reuniu um exército para tomá-la
chegaram pela primeira vez na região, acharam um lugar pela força antes de qualquer outro o fizesse.
próspero, pois os Takanobu tinham lentamente expulsado A província mudou de mãos várias vezes durante
as outras tribos do vale e dominado a área. Os samurais os anos, e, às vezes, parecia que os Clãs destruiriam seu
terminaram os conflitos entre as tribos e trouxeram os prêmio para não permitir que quaisquer outros
presentes da civilização de Hantei a eles; a maioria dos controlassem suas riquezas. Visto como um ato de
moradores aceitou prontamente seus novos líderes como repreensão a Clãs mais agressivos, a província foi designada
um presente das Fortunas. No entanto, logo a Primeira à Fênix, oficialmente devido a seu significado espiritual.
Guerra irrompeu e o conflito varreu a região. Embora Sempre um dos menores Clãs Maiores, o Clã de Shiba
tenham lutado bravamente, os guerreiros das tribos foram enviou apenas poucos samurai para controlar a província,
vencidos, e os samurais deixaram a área vazia. Após o Dia confiante que o decreto do Imperador protegeria o que
Nova Vantagem
Cidadão de Naishou (3): Você é um habitante da Província Naishou, uma área orgulhosa e ancestral que lembra
de orar às Fortunas dedicadamente em épocas de paz e em tempos de dificuldades. Você pode adquirir Bênção de
Fortuna por um ponto a menos. Você pode trocar a Fortuna para a qual a Vantagem é orientada, porém deve pagar o
custo dela novamente quando o fizer. Por fim, receba um Aumento Gratuito às rolagens de Perícias Sociais quando lidar
com monges que cultuem a Fortuna para a qual possui Bênção de Fortuna.

agora era dele. Fênix fizeram algumas mudanças no que já dirá se Naishou cairá nas mãos de um Clã ou permanecerá
estava em vigor, e população local foi capaz de continuar diretamente sob supervisão Imperial.
como antes, desfrutando de uma renovada era de paz e Leão e Lanceiros: No Amanhecer do Império, a
prosperidade tranquila. Ao longo do tempo, a Fênix retirou lança era a arma branca mais comum entre as tribos que
seu contingente militar, uma vez que Naishou foi vista como viviam no que se tornou Rokugan. Os guerreiros tribais que
uma área segura e principalmente auto-administriva. Os seguiram Akodo e Matsu eram particularmente hábeis nos
poucos samurais que permaneceram eram homens e caminhos da lança, tanto como uma arma corpo-a-corpo 5
mulheres velhos, muitas vezes perto da aposentadoria, que quando de arremesso de curto alcance, e esses lanceiros
desempenhavam funções simples. Assim, Naishou se tornou formaram a espinha dorsal dos exércitos Leão durante a
um local comum para samurais de todos os Clãs se Primeira Guerra. Na era de paz que se seguiu sob Hantei
aposentarem, uma vez que tinha vários mosteiros e era, em Genji, o Leão como um todo desloca-se ao caminho da
geral, um lugar de paz. espada, que todas as principais figuras de Rokugan
Foi outra coincidência que fez a província voltar a (incluindo Akodo e Matsu) consideravam a mais honrosa
chamar a atenção do Império. Uma Garça visitante soube arma do samurai . No entanto, dentro das fileiras da família
que o Governador Provincial Fênix tinha acabado de morrer Matsu havia muitos tradicionalistas que continuaram a
sem herdeiros. A Fênix tinha afastado quase todos os seus defender as tradições de seus antepassados com lança.
samurais restantes da Província, não deixando ninguém Nos tempos modernos, as unidades de lanceiros do
para intervir e administrar as terras. Alegando indignação Leão são poucas em número e consideradas pelos Clãs um
com a falta de atenção dada às terras do Imperador, o resquício de uma época mais simples, mas o estilo que usa a
samurais imediatamente reivindicou a província em nome magari-yari foi plenamente mantido dentro de algumas
de seu Clã, e a liderança da Mão Esquerda prontamente o famílias – incluindo as Casas Goseki e Ikeda da família
apoiou, enviando tropas para impor sua vontade. No Matsu – e é muito usado em Naishou desde a chegada de
entanto, rapidamente o Escorpião apareceu na fronteira, um exército Leão composto principalmente de membros
alegando que o último Daimyo Provincial era pai de uma desta Casa. O estilo se espalhou porque também é ensinado
criança de uma samurai-ko Escorpião solteira, o suficiente a ashigaru e ganhou a admiração dos habitantes da
para fazê-lo legítimo herdeiro. A Garça, é claro, rejeitou a espiritual e tradicional Província Naishou.
alegação, e a guerra eclodiu mais uma vez (embora, desta
vez, cuidado foi tomado para não danificar o prêmio em Cultura
demasia). A guerra chegou ao clímax, com os generais de Os plebeus da província de Naishou têm mantido
ambos os lados vindo a um duelo final quando um exército registros excecionalmente cuidadosos de sua história, e
Leão chegou – sem aderir à guerra, mas para acabar com ainda se identificam com base nas tribos originais que
ela. O Leão escoltava um samurai Miya que o Imperador moravam na área antes do primeiro Hantei. A grande
tinha nomeado como o novo Governador Provincial. maioria dos habitantes de Toshi no Naishou descende da
O destino da Província Naishou agora está aberto. tribo Takanobu, e tende a ser ligeiramente menor que um
O Daimyo Provincial não pode chamar muita força da rokugani médio, com um rosto maior. A tribo era
humilde família Miya, mas, com a ajuda do Leão, consegue originalmente composta por agricultores e guerreiros em
manter a província sob controle. A maioria dos Clãs Maiores quantidade igual e governava a maior parte do Vale do
enviou delegações à corte do novo Governador Provincial Nobu em torno do rio. Infelizmente, a maioria desses
temporário para pleitear o direito de fiscalizar a província, antigos guerreiros morreu na Primeira Guerra, e os
mas é claro que a família Miya não tem intenção de fazer descendentes modernos da tribo são – na sua maioria –
uma escolha precipitada. Um boato alega que o Governador agricultores, comerciantes e artesãos. Ainda assim, eles não
Provincial detém Clãs Menores em alta estima e isto levou a esqueceram completamente o componente marcial de sua
um número estranhamente elevado de representantes história, e nas raras ocasiões em que foi necessário que a
destas facções mais humildes de Rokugan, esperançosos província fornecesse tropas ashigaru, samurais foram
para ganharem reconhecimento. Enquanto isso, a imigração surpreendidos com a velocidade que a plebe respondeu ao
de samurais à província impulsionou sua economia. Muitos chamado. Os Tananobu também têm uma forte história de
ronin vêm para proteger os interesses dos comerciantes cooperação, um legado de sobrevivência em relativa
locais ou para oferecer seus serviços às muitas facções reclusão por gerações, mas este altruísmo não se estende
diferentes que disputam influência. Isso também significa aos descendentes de outras tribos. Samurais às vezes não
que há muitos guerreiros corajosos presentes em uma compreendem as razões pelas quais um camponês local se
região relativamente pequena, e a população teme que a esforça para ajudar um vizinho, mas desdenha outro.
guerra poderá, em breve, ocorrer novamente. Só o tempo (Descendentes dos Yamataru ou dos Morikawa costumam
ficar fora da cidade devido a estas rivalidades antigas.) Os
camponeses Takanobu consideram Toshi no Naishou a Naishou eram ramificações da Tribo de Isawa, embora essas
maior conquista de sua tribo, e realizam um festival anual alegações nunca tenham sido confirmadas por
para comemorar a fundação da cidade. Uma característica historiadores. Independentemente disso, o Fortunismo é
notável deste festival é a troca de presentes entre as fortemente enraizado em toda a região, com as Sete
famílias descendentes da tribo, ajudando a manter seu Fortunas especialmente reverenciadas. A tradição se
senso de identidade e comunidade. desenvolveu de modo que os samurais locais escolhem uma
Parte da razão pela qual os camponeses da provín- Fortuna patrona dentre as sete enquanto permanecerem
cia de Naishou são capazes de se agarrar tão fortemente a em Toshi no Naishou. Uma vez que uma Fortuna for
sua história é porque eles têm uma taxa anormalmente alta selecionada, espera-se que o samurai ore diariamente em
de alfabetização. Isto é particularmente verdadeiro em um dos templos dedicados a essa Fortuna, bem como
Toshi no Naishou, onde quase metade dos heimin sabe ler e mostre a sua escolha através de outros meios, como usar
escrever. Enquanto a maioria deles raramente têm tempo netsuke em seu obi, bordar o nome da Fortuna em seu
ocioso para se dedicarem à leitura e, portanto, carecem do quimono, colocar uma representação da Fortuna em seu
vocabulário rebuscado do samurai média, eles ainda estandarte pessoal ou criar obras de arte dedicadas à 6
mantêm a sua habilidade de passar adiante informações a Entidade. Benten, Bishamon e Furkurokujin são as mais
seus filhos. Isto é – em parte – devido à forte influência dos populares. Não é considerado estranho mudar de patrono
monges Fortunistas na área, que acreditam nos benefícios desde que isso não seja frequente e acompanhe oração e
da população ser capaz de ler textos religiosos para reforçar meditação suficientes. A maioria dos samurais que visitam
sua espiritualidade. Um efeito colateral dessa alfabetização Naishou só por um curto período abandona este costume
generalizada é que os comerciantes e camponeses tendem uma vez que deixa a província, mas aqueles que lá vivem
igualmente a manterem registros cuidadosos de seu por longos períodos de tempo tende a absorver a tradição
trabalho e do comércio, ajudando a garantir a equidade e para toda a sua vida.
reduzir litígios. Assim, enquanto os comerciantes de Toshi Uma tradição abraçada por ambos samurais e
no Naishou buscam o lucro tanto quanto os comerciantes camponeses é relacionada a segredos. Naishou significa
de qualquer outro lugar, eles são muito menos propensos a “segredo” em rokugani e, enquanto a interpretação formal
tentar tirar proveito de um camponês ignorante – afinal do nome se dá sobre os longos períodos de isolamento
eles nunca sabem quando um camponês desses pode vir a provincial do resto do Império, os habitantes locais levam o
não ser tão ignorante assim. nome muito a sério. Aqueles que vivem na província
Enquanto a população samurai de Toshi no Naishou acreditam que informação perdem parte de seu
Naishou tem variado ao longo das gerações, a existência valor se são conhecidas por muitos e, assim, determinam
contínua da cidade deu origem a um par de costumes cuuidadosamente com quem partilhá-las. Uma lenda, o
únicos para seus samurais locais. O primeiro deles é ligado à nome de um amigo, o caminho para um local específico...
apresentação de recém-chegados: quando um novo aqueles na província Naishou sempre têm muito cuidado a
samurai entra no bairro samurai pela primeira vez, ele deve quem contam essas coisas. Samurais na corte abraçam a
anunciar em voz alta o seu nome e toda a sua filiação como tradição com anseio, e o comércio de “segredos” se tornou
uma espécie de introdução geral. Acredita-se que este um sistema secundário de trocas de favores usuais da corte.
hábito tenha surgido durante o período conturbado em que Isso tende a divertir samurais do Escorpião enquanto irrita
a cidade mudou de mãos várias vezes seguidas, de modo a Clãs mais simples, como o Caranguejo. É claro que, nenhum
garantir que todos sabiam quem estava na cidade e onde samurai recusará a ordem de um superior a compartilhar
sua lealdade repousa. A forma exata da declaração muda de informações, mas eles ainda dirão “himitsu” (“é segredo”)
acordo com o samurai: os Leões são conhecidos por antes – para expressar a importância do que farão.
declamar várias gerações de seus antepassados enquanto Segredos são também considerados ofertas aceitáveis às
ronin na maioria das vezes se limitam a nada mais do que Fortunas, geralmente escritos em pedaços de papel
seu próprio nome. Quem estiver de plantão quando esses dobrado. Estes são geralmente queimados, mas, em alguns
anúncios forem feitos deve relatar o recém-chegado à corte templos, são exibidos primeiro na frente da estátua da
do Governador, garantindo que o mestre da cidade saiba Fortuna por um dia. Trata-se de blasfêmia roubar ou ler
quem adentra seu domínio. Claro que um visitante sempre estes segredos, e os monges do templo punirão
pode ficar em distritos periféricos da cidade e permanecer severamente as pessoas que se atreverem a fazê-lo. As
lá sem aviso prévio, mas esse comportamento é oferendas para Fortunas são frequentemente segredos
considerado desrespeitoso ao Governador Provincial. simbólicos, como o nome secreto de um animal de
O outro costume é resultado da grande estimação, o local do primeiro beijo de alguém ou coisas
importância religiosa à população de Toshi no Naishou. As semelhantes, mas alguns samurais assumem riscos maiores
tribos da região eram altamente dedicadas às Fortunas na esperança de agradar as Fortunas. Devido à conexão
mesmo antes de a província se tornar parte de Rokugan, e a entre segredos e a adoração às Fortunas, intensa devoção
população se manteve excepcionalmente devota desde às vezes é vista como um sinal de ter algo a esconder, uma
então, uma tendência reforçada pelo controle da cidade dicotomia que pode confundir estranhos.
pela Fênix. Na verdade, samurais da Fênix muitas vezes
sugerem a ideia de que as tribos originais da província
7

Kawa há pouco mais que trajetos, e um guia local é


Geografia recomendado para encontrar o caminho.
O clima da província é semelhante ao resto de
A Província Naishou tem uma diversidade consider- Rokugan, embora mais suave em muitos aspectos. As
ável de paisagens a despeito de seu tamanho pequeno, e Montanhas Taru protegem o resto da província dos ventos
sua geografia tem moldado o seu povo ao longo dos sécu- do norte e, embora o vale veja a queda de neve durante o
los, dando origem à sua cultura única e seu folclore. inverno, a neve é raramente acompanhada por muito
Geograficamente, é delimitada pelas Montanhas Taru no vento, fazendo a estação fria muito mais suportável. Em
norte e no leste, pelo Pântano Omikura no noroeste, e pela raras ocasiões, o Lago Tsunegawa congelará durante o
Floresta Kawa no oeste e no sul. Estes três elementos são inverno, mas quando isso acontece os nativos avisam contra
difíceis de atravessar, e é por isso que a província tem as tentativas de caminhar através dele. O Rio Itochu nunca
permanecido relativamente isolada por grande parte de sua congelou em qualquer história ou memória.
história. O principal caminho dentro e fora da província é o A primavera, como em outros lugares de Rokugan,
Rio Itochu, que se origina no lago Tsunegawa e flui para fora é a estação da plantação de novos cultivos, e os plebeus
do sudeste da província, eventualmente juntando-se a um realizam vários festivais em nome da Fortuna do Arroz e da
dos principais rios navegáveis de Rokugan. A única outra Fortuna do Solo. A neve derretendo nas Montanhas Taru o-
saída importante da província é através das Montanhas Ta- casionalmente causa inundações, embora só raramente isto
ru, principalmente através do Estreito Sujuko, no nordeste. seja grave. O verão é quente, mas tolerado pela combina-
Dois terços da população da província vive no Vale ção de ventos e acesso à água. E é também a estação em
Nobu que rodeia o rio. Abrigado entre as montanhas e a que os nativos mais se deslocam, uma vez que todas as es-
floresta, o vale é bem irrigado por muitos rios e lagos tradas são claras e secas e o plantação está feita. O povo de
menores, e a terra é fértil o suficiente para suportar o Naishou se reúne fortemente durante essa época, com mui-
cultivo generalizado de arroz e grãos. Deve-se notar que “o tos festivais para celebrar as Fortunas e desfrutar de suas
Vale Nobu” é um termo muito genérico que engloba muitas bênçãos. A seriedade retorna no outono, quando a colheita
variações locais do terreno, desde planícies estendidas até tem prioridade sobre a maioria das outras atividades. As
colinas rochosas com florestamento. Dezenas de aldeias chuvas pesadas podem às vezes cair durante o outono,
exploram a terra e os rios, embora seu número seja muito fazendo o trabalho da colheita ainda mais árduo, mas as
menor no sul após a cidade de Toshi no Naishou, onde a terras férteis do vale asseguram que o esforço valha a pena.
terra é menos propícia à agricultura. A capital – Toshi no Naishou – é o centro econômi-
Grande parte da viagem e do comércio no interior co e político da província Naishou e, em muitos aspectos, é
da província acontece por barco, e há apenas uma estrada o que torna a região uma entidade política unificada.
principal, ligando Toshi no Naishou a Koso Mura. Estradas Situado na margem ocidental do Rio Itochu, é, de longe, o
menores ligam muitas outras aldeias entre si, ao rio ou à maior assentamento na província, mais de duas vezes maior
estrada principal, mas elas nem sempre são confiáveis que o segundo maior (Koso Mura), e só tem aumentado de
quando há mau tempo. Nas Montanhas Taru e na Floresta tamanho desde a chegada do novo Governador Provincial.
Toshi no Naishou se espalha em um semicírculo ao redor do de forma aleatória. O distrito tem uma rede confusa e
Palácio do Governador, localizado na margem do rio. A emaranhada de ruas e casas; locais importantes, por vezes,
margem oriental do rio é geralmente vista como de mau parecem ser colocado ilogicamente. As únicas coisas que
agouro e se mantém praticamente carente de qualquer mantêm a área facilmente compreensível são seu tamanho
construção, habitada apenas pela comunidade eta da relativamente pequeno e o rio que corre ao longo de um
cidade, que admira o resto da cidade de longe. A capital é dos lados; muitos samurais fazem uso do rio para viagens a
descrita, primeiro separada conforme seus bairros e partir de uma parte do bairro a outra, e há sempre várias
posteriormente conforme suas localidades importantes. pequenas balsas ao longo das margens à procura de clientes
Enquanto Toshi no Naishou é a joia da coroa da samurais. Todo o bairro trimestre é regularmente
Província Naishou, ela está longe de ser o único assenta- patrulhado pelas tropas da guarnição Leão, então o crime e
mento notável. Na verdade, sem as muitas outras vilas e outros tipos de problema são muito raros. Recentemente, o
aldeias em torno dela a cidade não poderia sobreviver mais Daimyo Provincial Imperial proibiu duelos no bairro,
do que alguns dias. A longa e complexa história da Província independente da vontade dos daimyo dos adversários,
Naishou deu origem a muitas idiossincrasias em seus salvo pelos duelos sancionados que ocorrerem em sua
assentamentos, e um viajante às vezes pode sentir que está própria corte. Esta medida foi tomada para garantir que o 8
adentrando uma região completamente diferente, distrito continue pacífico, apesar da presença de muitos
simplesmente visitando outra comunidade. Koso Mura, samurais de diferentes Clãs, muitas vezes rivais
Hitori Mura, Shizu Mura e especialmente Toshi no Naishou O Distrito Comercial: Envolvendo o bairro samurai
são os mais importantes centros culturais e econômicos da está o distrito comercial, que também funciona como um
Província Naishou, mas, na verdade, eles representam centro de entretenimento para samurais e camponeses
apenas uma fração da população. Dezenas e dezenas de igualmente. Aqui, toda a província trata de vender e trocar
pequenas aldeias estão espalhadas pelas Montanhas Taru, produtos, e a área é sempre movimentada com a atividade.
pelo Vale Nobu, e pela Floresta Kawa. Embora a maioria Em contraste com as áreas comerciais muitas vezes caóticas
delas se alinhe aos costumes de uma ou outra dentre as de outras cidades, aqui o negócio é sempre conduzido de
três tribos originais, todas têm suas particularidades. uma forma ordenada e educada, uma vez que a população
Além disso, a forte devoção da província às tradicionalmente espiritual se recusa a valorizar mais o
Fortunas levou à construção de um número exagerado de dinheiro que crescimento. Muitas famílias têm negociado
santuários e mosteiros, alguns deles próximos dos centros entre si por gerações, e, por isso, muitas operações
populacionais, e outros tão isolados quanto possível. Há, mercantis são questões de arranjos pessoais e informais em
portanto, muitas variações locais na fé e na espiritualidade vez de negociações reais. Interações comerciais também
da população. são frequentemente convocações sociais, onde os
comerciantes trocam notícias e fofocas, e muitas pousadas
Toshi no Naishou e casas de chá sediam estas reuniões “comerciais”.
O Bairro Samurai: A área imediatamente ao redor A patrulha deste distrito é geralmente deixada para
do Palácio do Governador é o bairro samurai, e é delimitado camponeses, e várias famílias de doshin tem orgulho de
por um pequeno muro de pedra que – embora mantido em ajudar a manter a paz neste distrito densamente povoado.
bom estado de conservação – é mais simbólico que prático. Tanto dinheiro inevitavelmente atrai más intenções, e
O bairro fica em um promontório rochoso, colocando-o em algumas organizações criminosas são conhecidas por
terreno estável, acima do nível de qualquer inundação operarem na área, algumas delas tão antigas quanto a
possível, e também permitindo que os residentes ignorem o própria cidade. Elas controlam a maior parte das formas de
resto da cidade (o que muitos samurais apreciam). Suas entretenimento, como bordéis e casas de jogos, que
casas variam em estilo e qualidade, tendo sido construídas mantêm um perfil baixo para que não ofender os olhos de
gradualmente ao longo de muitos anos. Conforme a popula- pessoas honradas. Aos gostos mais refinados de samurais, o
ção samurai aumentou e diminuiu ao longo das gerações, distrito possui um número de teatros e casas de gueixas e,
algumas partes do distrito caíram em desuso, enquanto embora a sua qualidade seja menor do que os poucos
outras desfrutam de renovação. Em muitas maneiras o estabelecimentos de mesmo tipo encontrados no bairro
bairro samurai é quase uma cidade em si – com seus samurai, também são mais acessíveis e baratos. O bairro
próprios templos, pousadas, casas de chá, restaurantes e também é famoso por seus muitas dançarinas e muitos
outras conveniências. O resultado é que muitos moradores comediantes, um desdobramento da paixão da cidade por
samurais não visitam o resto da cidade regularmente. festas religiosas. As noites frequentemente apresentam
Tipicamente apenas dois guardas vigiam o portão trupes de artistas que trabalham nas ruas iluminadas por
único que atravessa a muralha em torno do bairro samurai, lanternas, e as competições entre diferentes trupes são
mas isso é mais do que suficiente para marcá-lo como um grandes, ocasionalmente deixam de ser cordiais.
mundo diferente daquele dos camponeses, que precisam O distrito comercial tem acesso a menos da mar-
de permissão explícita para visitar esta parte da cidade. Ti- gem do rio que o bairro samurai, mas faz uso mais eficiente
picamente, apenas servos visitam o bairro samurai regular- dela na forma de dois portos. O porto norte geralmente cui-
mente, enquanto o resto da população heimin considera da de todas as atividades relacionadas ao comércio da pro-
assuntos “de dentro da muralha” fora de sua preocupação. víncia, e, assim, é geralmente mais calmo e um pouco mais
Como muitas cidades, o desenvolvimento de Toshi amigável; o negócio aqui é muitas vezes uma questão pes-
no Naishou nunca foi realmente planejado, inclusive o soal, como no resto do distrito. O porto sul lida com impor-
desenvolvimento do bairro samurai, que também cresceu tação e exportação de produtos, com o comércio de fora da
província, e é muitas vezes visto como um lugar mais duro e ponesa de grandes dimensões: as ruas são tranquilas, des-
arriscado, mas também que oferece mais oportunidades. Os providas de arte ou ornamento, e todas as pessoas parecem
trabalhadores dos dois portos têm uma rixa entre si, se conhecer. A única diferença é causada pelo tamanho da
embora ninguém se lembre como ela começou, e brigas cidade: alguns agricultores têm de viajar muito longe para
entre trabalhadores portuários são um problema frequente. chegar a seus campos, portanto, em tempos recentes, a ci-
As Residências Heimin: A terceira camada da cida- dade organizou carroções para transportar os trabalhadores
de, de forma irregular, se espalha tanto para o interior da em ida e volta. Todas as manhãs e à noite, as estradas fora
terra quanto ao longo do rio. Ela é o lar da massiva popula- da cidade estão cheias dessas carroças grandes que
ção heimin, incluindo artesãos, pescadores e agricultores. transportam os fazendeiros de e para seus trabalhos, uma
Os artesãos geralmente vivem perto da zona comercial, u- visão estranha para aqueles de outras partes do Império.
ma vez que este é o lugar onde seus produtos são vendidos, A periferia da cidade é também onde muitos
e, na verdade, a divisória entre o distrito comercial e as ca- doshin têm suas casas, uma vez que eles preferem viver em
sas dos artesãos é muitas vezes indefinida. Uma grande va- zonas tranquilas longe dos bairros onde devem prosseguir
riedade de artesãos pode ser encontrada aqui, uma vez que os seus deveres. Isso também permite que cuidem de seus
a província está acostumada a viver em relativo isolamento vizinhos heimin quando há problemas ocasionais, e, assim, 9
do Império, tornando a cidade lar de criadores de itens mantém aos samurais o poder de intervir sobre os
incomuns. Carpinteiros são particularmente respeitados problemas triviais locais.
devido à necessidade da região por autossuficiência, e são Os bairros de agricultores também são o lar das
muitas vezes contratados para ajudar cidades periféricas destilarias da cidade, convenientemente próximas aos cam-
com construções novas ou reparos. A qualidade do seu pos onde o arroz e os outros grãos são produzidos. Em con-
trabalho tem ajudado a garantir a continuidade da traste com o resto dos distritos heimin, estes são fortemen-
prosperidade de Naishou e deu-lhes um status elevado aos te protegidos, por doshin e mesmo por ocasionais ronins. As
olhos da população heimin (mesmo que poucos samurais técnicas dos cervejeiros locais são bastante originais, tendo
prestem atenção a essas coisas). sido aperfeiçoadas por gerações separadas do resto do Im-
O bairro também abriga inúmeros ferreiros, que pério, e eles guardam seus segredos com cuidado. O saquê
fabricam de tudo, de armas e armaduras samurais às de Naishou é conhecido como uma bebida leve e adocicada
inúmeras ferramentas necessárias ao povo comum. Os – embora não particularmente famosa fora da Província – e
ferreiros da cidade são fortemente dependentes dos é popular entre aqueles que são conhecedores dela. Os fa-
embarques de minério das minas nas montanhas da bricantes geralmente oferecem uma garrafa de saquê para
província, e seu trabalho é, por vezes, interrompido pela a casa de cada agricultor no final do ano em agradecimento
irregularidade nas entregas dos mineiros. Isto causa tensões pelo seu trabalho árduo no vital cultivo de arroz. Como re-
entre os dois grupos, às vezes, exigindo escoltas armadas sultado, o festival de ano novo nesses distritos é frequente-
para proteger os mineiros visitantes de ataques de mente muito mais animado do que no resto de Rokugan.
multidões enfurecidas. Uma vez que a área de artesãos da Uma característica notável desses bairros é que
cidade é geralmente um bairro tranquilo e trabalhador, Toshi no Naishou não tem paredes externas e, como tal, o
estes incidentes raros são ainda mais notáveis e chocantes. campesinato é a primeira linha da cidade de defesa caso
Grande parte da população de pescadores da venha a ser atacado. Isto não é tão perigoso quanto se
cidade vive ao longo de ambos os lados do Rio Itochu, imagina, uma vez que as guerras anteriores sobre a
tornando-a o único grupo que não é de eta a ter residências província tornou grande parte de seus agricultores
na margem oriental. Os pescadores são um pouco menos detentores de experiência como ashigaru.
organizados do que os outros comércios, e muitas vezes A Vila Hinin: Nenhuma cidade é completa sem uma
trabalham em pequenas unidades familiares. Não é grande comunidade eta. Toshi no Naishou não é exceção.
incomum que pescadores solteiros vivam em seus próprios Assim como em outros lugares em Rokugan, os hinin são
barcos na margem do rio, em vez de em cabanas. Em mantidos fora da vista e fora das mentes. A eles são dadas
contraste com os portos comerciais, não há rivalidade entre as piores terras disponíveis para construir suas casas. Em
os pescadores de diferentes áreas, pois o rio provê, até Toshi no Naishou, estes terrenos estão na margem leste do
agora, trabalho a todos. Ainda assim, com a cidade em rio, que é enlameada e instável, sujeita a inundação, e
crescimento, os pescadores se aventuram um pouco mais amplamente considerada amaldiçoada. A aldeia eta é úmida
longe ao longo do rio a cada ano para achar o suficiente. e suja durante todo o ano – apesar dos melhores esforços
Como acontece em qualquer lugar de Rokugan, marinheiros de seus habitantes – e as inundações ocasionais deixam o
em Toshi no Naishou são muito supersticiosos, e toda a bairro em constante necessidade de reparos. Curtidores,
margem do rio não usada para habitação ou docas é repleta agentes funerários e lixeiros se amontoam neste lugar
de pequenos santuários para uma variedade de Fortunas, desagradável, raramente ou nunca visitado por outros. Eles
muitas vezes decoradas com imagens da salamandra encontram consolo nas ocasionais visitas de monges à área,
gigante pela qual a província é famosa. mas, fora isso, devem suportar a vida árdua por conta
Toshi no Naishou tem uma população considerável própria. Uma única família de torturadores também vive no
de agricultores em seus bairros exteriores – mais próximos bairro, oferecendo seus serviços aos magistrados locais. Os
aos campos e às plantações de arroz – que fornecem grande torturadores são vistos como uma fonte de má sorte pelo
parte da comida da cidade. Os agricultores tendem a prefe- resto dos hinin, que os evitam a menos que forçados.
rir a companhia de seus iguais, e visitar os arredores da ci- Todos os hinin vivem com medo da suposta maldi-
dade pode trazer a sensação de entrar em uma aldeia cam- ção local, diversamente atribuída a fantasmas, a um demo-
nio ou a uma Fortuna injustiçada, dependendo de quem es- ningyo, kappa e seres divinos. Esta pintura foi presente de
tá falando. Eles alegam que todos os anos um deles desapa- um Artista Kakita visita que alegava ter o dom de ver as
rece sem deixar vestígios, e culpam a maldição por estes in- coisas que existiam no Rio Itochu que outros não podiam
cidentes. Quando a noite cai, eles tendem a nunca ficarem ver. A câmara da corte é complementada por muitas salas
sozinhos, sempre com medo de que alguém não estará lá de reuniões menores nos dois primeiros andares do palácio.
na manhã seguinte. O resto da cidade presta pouca atenção Os aposentos do governador estão situados no piso
a essas histórias, e aqueles que tomam a sério as mais alto do palácio, como é habitual na arquitetura
superstições eta são geralmente ridicularizados como tolos. rokugani. Pequenas varandas circundam o piso,
Algumas vozes pragmáticas ocasionalmente reclamam que proporcionando a mais bela vista da cidade. O andar em si é
a aldeia eta deveria ser movida, mas ninguém quer os hinin espaçoso o suficiente para uma grande família, uma vez que
vivendo mais perto deles e certamente ninguém quer gastar alguns ex-governadores trouxeram seus parentes para lá
recursos com esse povo. Então, por agora, os hinin residir com eles. Há um santuário à memória de todos os
permanecem em sua casa pouco auspiciosa, presos ao que governadores anteriores, independentemente de filiações
quer que vague por suas ruas noturnas. de Clãs, e é considerado sábio ao ocupante atual do cargo
O Palácio do Governador: Devido à história rezar por orientação. O quarto principal do governador está 10
confusa de Naishou, ninguém sabe ao certo quando ou por localizado no centro do piso, separado de todos os outros
quem o Palácio do Governador foi construído em primeiro quartos e cercado por postos de guarda; este forte
lugar, uma vez que os registros existentes são muitas vezes esquema de segurança, em contraste com o resto do
contraditórios. No entanto, Governadores Provinciais palácio e da cidade, é um legado da era da guerra, quando
sempre o usam como sua residência, e – a menos que Koso muitos governadores sofreram tentativas de assassinato. O
Mura cresça muito – isto provavelmente continuará. quarto do governador também contém um mapa antigo da
O Palácio do Governador é impressionante para totalidade da província Naishou, que se acredita ter sido
um local provinciano, embora fique aquém do esplendor criado por um cartógrafo Imperial no segundo século. Um
dos principais assentamentos dos Clãs Maiores. Localizado rumor popular afirma que este mapa tem muitos segredos
no topo do promontório rochoso que compreende a maior esquecidos, como os locais de ruínas antigas e tesouros
parte do bairro samurai, ele tem vista para ambos o Rio escondidos, mas na verdade nenhum governador jamais
Itochu e o resto da cidade, uma localização ideal tanto para pareceu encontrar alguma dessas coisas.
defesa militar quanto para o prazer visual. No entanto, Os servos do palácio vivem fora do bairro samurai,
diferente de sua localização, o palácio não é construído para viajam de e para seu local de trabalho todos os dias em vez
a guerra, e mudou de mãos várias vezes durante as eras de viver na propriedade como em muitos castelos maiores.
quando os Clãs Maiores disputaram a província. Seu design Claro, alguns deles trabalham durante a noite, enquanto as
é focado em corte e governança, e muitos samurais portas estão fechadas, dormindo durante o dia.
apreciam sua elegância. O Santuário de Penhasco: Um visitante que circun-
O palácio tem quatro andares, com telhados de a muralha externa do complexo do Palácio acabará por
vermelhos brilhantes e paredes branqueadas por chegar à borda do penhasco com vista para o Rio Itochu.
tratamento de limão (isto é feito anualmente, durante uma Não há nenhuma parede para evitar quedas, e muitos sa-
cerimônia religiosa dedicada às sete Fortunas). Um murais acham a vista deste lugar emocionante, tornando-o
pequeno muro circunda o complexo do palácio em todos os um local de passeio, e também um local para encontros ro-
lados, salvo do rio. Os portões são normalmente guardados mânticos à luz da lua ou para atletas ousados mergulharem
por dois soldados, mas – durante o dia – estão abertos para no rio. As correntes abaixo são bastante fortes, então isso
samurais visitantes, a menos que haja uma emergência. O não é uma façanha tão fácil como pode parecer.
pequeno pátio do palácio não permite a presença de um Um pequeno santuário repousa na borda para
jardim real, embora haja algumas árvores e estátuas. lembrar os visitantes de uma tragédia passada. A filha de
O interior do palácio tem todas as comodidades um governador anterior, perseguindo seu animal de
que se poderia esperar de um lugar que hospeda uma corte estimação perdido, caiu do penhasco no rio. Seu corpo
provincial. Os quartos de hóspedes são extensos, uma vez nunca foi recuperado. O último ato do governador foi
que a disputa política sobre a província significa que a corte ordenar que o santuário fosse construído, e depois ele se
local tem muitos visitantes. Cada quarto tem uma pintura aposentou para um mosteiro nas montanhas Taru, com a
dedicada a uma das Fortunas, Menores ou Maiores, e a dor de sua perda demais para aguentar. Por sua ordem, o
disputa pelo quarto “apropriado” já é, por si só, um santuário sempre tem uma vela acesa durante a noite, que
complexo jogo de favores entre os cortesãos que visitam o avisa os visitantes sobre o perigo do penhasco.
local. Os quartos Benten estão sempre entre os mais Rumores do Palácio: Os servos do Palácio do
populares. Esta disputa também resulta em uma Governador e os samurais que ficam lá como convidados
distribuição aleatória de hóspedes, independentemente da contam muitos contos sobre o lugar, a maioria deles sem
filiação por Clã. Para evitar problemas, o atual governador dúvida é pura ficção, mas alguns talvez contenham um grão
tem corredores regularmente patrulhados. de verdade.
A câmara principal da corte é muito grande para A história mais comumente ouvida é que o Palácio
um palácio provincial, com algumas câmaras anexas teladas é construído sobre ruínas antigas, talvez de origem não
por shoji para reuniões menores. A parede atrás da cadeira humana. Esta história é possivelmente apoiada pelo fato de
do governador é decorada por uma pintura bonita de águas que o acesso ao porão é controlado estritamente em todas
correntes habitadas por criaturas fantásticas, como nagas, as vezes, e nenhum empregado ou convidado nunca viu o
que se encontra atrás das escadarias guardadas. Vozes mais lentes detalhes e artesanato, e os visitantes notarão que a
pragmáticas acreditam que o porão é simplesmente um pedra usada para esculpi-las não é encontrada nas Monta-
lugar para esconder tesouros, ou armas e suprimentos em nhas Taru. Os mais devotos acreditam que as estátuas são
caso de guerra. presentes dos Paraísos Celestiais enquanto os céticos
Outro conto popular afirma que a razão pela qual assumem que originalmente vieram de algum lugar fora da
nenhum registro concorda sobre quando o Palácio foi Província. Independentemente disso, estas representações
fundado é porque este não é o primeiro Palácio. das Sete Fortunas são o centro da atividade do templo, e as
Supostamente, o original estava situado em algum outro oferendas são deixadas em seus pés todos os dias.
lugar da cidade, mas foi arrasado durante a guerra, e todos Os monges residentes vivem em um conjunto de
os vestígios de sua existência foram destruídos. Se salas em condições muito ascéticas. As câmaras monásticas
verdadeiro, qualquer Clã que construiu o palácio original individuais tendem a ser sufocantes e quentes no verão e
poderia apresentar uma reivindicação muito mais forte ao congelantes no inverno, mas os monges estão acostumados
controle da província Naishou. a suportar essas condições como parte de seu estilo de vida.
Finalmente, muitos empregado afirmam que o Pa- Mesmo o abade do templo, uma pessoa respeitada e
lácio está cheio de passagens secretas. Supostamente algu- influente dentro da cidade, dorme nas mesmas condições. 11
mas destas permitem espionar os convidados, enquanto ou- Mesmo quem nunca visita o templo achará
tras emergem muito fora do castelo em edifícios distribuí- impossível ignorar a sua presença na cidade. Uma vez que, a
dos na cidade. Os empregados alegam que as passagens fo- cada dia, quando o sol está no seu ápice, os monges trazem
ram construídas por um dos mais paranóicos ex-governado- um enorme gongo de latão para a frente da entrada do
res. Seja verdade ou não essa história, os cortesãos no santuário e o tocam três vezes, simbolicamente purificando
Palácio do Governador muitas vezes se preocupam com a tudo dos três pecados: medo, inveja e arrependimento. O
possibilidade de serem espionados. Quaisquer discussões som reverbera por toda a cidade como uma fonte de
dentro das paredes do Palácio tendem a ser especialmente admiração e conforto para os moradores. A maioria dos
cautelosas e indiretas, até para os padrões Rokugani. cidadãos de Toshi no Naishou fica parado e em silêncio
O Templo às Sete Fortunas: O segundo maior edifí- quando o gongo ressoa, e isso produz um efeito
cio de Toshi no Naishou é considerado por alguns morado- impressionante quando toda a cidade parece parar por um
res como mais importante que o próprio palácio. Isto é em instante. O gongo soou em todas os dias da história da
parte devido à importância do Fortunismo à população local cidade, mesmo no meio de guerras ou desastres. Os
e em parte porque governadores vêm e vão enquanto os artesãos da cidade têm várias substituições prontas para o
monges deste templo têm sido uma presença constante e caso de ser danificado ou roubado. Muitas réplicas menores
influente na cidade. Enquanto os monges raramente fazem deste gongo são encontradas em santuários e templos
qualquer uso de sua influência, nenhum governador é tolo o menores em toda a cidade, e estes são tocados por
suficiente para ignorar sua orientação ou suas opiniões. visitantes que procuram purificação adicional.
Dizem que as fundações do templo foram coloca- Além do gigantesco gongo e das estátuas, o templo
das nos dias que precederam a queda dos Kami e, enquanto também é famoso por sua biblioteca, que recolheu
ele foi reformado e até mesmo completamente reconstruí- centenas de lendas e histórias sobre ambas a província e a
do várias vezes ao longo dos séculos, o projeto básico foi adoração Fortunista ao longo dos séculos. Às vezes parece
sempre mantida inalterado, oferecendo um vislumbre da que apenas os monges de Fukurokujin podem localizar um
arquitetura do Amanhecer do Império. A estrutura principal texto específico em suas prateleiras lotadas. O acesso à
é um edifício de um andar apoiado por uma plataforma de biblioteca é controlado pelos monges, que consideram
madeira, provavelmente devido às inundações que caráter mais importante que status ao ponderar quaisquer
ocasionalmente atingem a cidade. Uma pequena escada de solicitações. Na rara ocasião em que um samurai tenta
madeira, sempre de exatos sete degraus, leva até a entrada forçar a questão, os monges dedicados a Bishamon são
do templo, que tem a forma de um pequeno arco torii. Toda rápidos em lembrar a todos de sua presença.
a estrutura é construída principalmente de madeira, e o A Estalagem dos Três Ventos: Esta pousada é
templo é conhecido por ranger suavemente conforme as conhecida como a residência preferida de samurais que não
pessoas se movem em torno dele; alguns acreditam que os têm garantido um quarto no Palácio, mas que desejam per-
sussurros das Fortunas podem ser ouvidos nesses ruídos manecer na cidade. Quando os convidados perguntam so-
tênues. A construção de papel e madeira torna fogo um bre nome excêntrico da pousada, o proprietário conta a his-
risco constante, de modo que o templo é normalmente tória de como Tamon, a Fortuna malévola do vento norte,
fechado aos visitantes durante a noite, para reduzir o uma vez se apaixonou por uma jovem donzela da província
número de velas. Os monges residentes se deslocam à noite de Naishou. Ela concordou em acompanhá-lo de volta aos
com apenas a luz mínima necessária. Paraísos Celestiais se ele prometesse nunca incomodar a
A principal câmara de adoração, diretamente na província novamente. A Fortuna aceitou o acordo, e é certa-
entrada, é grande o suficiente para uma centena de pesso- mente verdade que os ventos do norte nunca são fortes em
as. As principais atrações são as estátuas de pedra das Sete Naishou, então os residentes rezam principalmente às
Fortunas, que supostamente estão no templo desde a sua outras três Fortunas do Vento, cujo favor é menos seguro.
criação. Aquela de frente para a entrada é Benten, com os A pousada está localizada no distrito comercial,
braços abertos em um gesto de boas-vindas, enquanto os limítrofe ao bairro samurai, tão perto que se pode ver as
outros estão organizados em torno dela em semicírculo. A- portas do distrito de vários dos quartos. Isto, combinado
pesar de sua antiguidade, as estátuas ainda mostram exce- com a alta qualidade do estabelecimento, torna-o um local
ideal para samurais visitantes, estejam atendendo à corte rea é mais grosseira e caótica do que o resto a cidade. Casas
ou apenas de passagem. A pousada tem estado na mesma de saquê, como a Carpa Bêbada, o Sapo Feliz, e os Três Afo-
linhagem familiar há séculos, e o proprietário geralmente gados atender a marinheiros visitantes e são universalmen-
assume o nome Onshu. O resto da família trabalha ou na te conhecidas por seu saquê barato de baixa qualidade e
pousada ou como servos bairro samurai, de modo que são pelas brigas que hospedam. A maioria dos samurais não se-
surpreendentemente atualizados sobre políticas samurais e ria pego nesses humildes locais, embora alguns Caranguejos
fofocas samurais. Onshu também assegura que suas filhas e Louva-a-Deus parecem apreciar a “atmosfera animada”.
casem em posições que estabelecem contatos adicionais Um homem de grande influência no porto comer-
em toda a cidade. Como resultado, Onshu é uma das cial sul é o capitão do porto, Shuzou. Embora seja um mero
melhores fontes de rumores em toda Toshi no Naishou. Ele plebeu, um funcionário menor nomeado pelo Governador,
pode muitas vezes ser encontrado no balcão, alegremente ele tem completa autoridade sobre o porto sul e controla
compartilhando as últimas notícias com um visitante quais navios podem atracar, quais podem partir e quais
samurai enquanto ele limpa a madeira impecável. taxas, tarifas e honorários devem ser pagos. Que um heimin
Apesar da diversidade dos indivíduos que passam possua este nível de poder surpreende muitos samurais,
pelo lugar, Onshu não mantém nenhuma segurança no mas não há dúvida de que Shuzou é um homem verdadeira- 12
local, confiando na honra e no decoro de seus clientes para mente brilhante, capaz de rastrear uma dúzia de diferentes
garantir a paz. Até agora, a sua fé sempre esteve certa, e tarifas e manter a lista de navios atualmente aportados em
não há casos de violência nos Três Ventos. Alguns atribuem sua mente todo o tempo. Ainda assim, alguns se perguntam
esta paz à especialidade de Onshu, um chá maravilhosa- qual o motivo pelo qual suas decisões às vezes parecem
mente relaxante conhecido como Favorito de Hotei; Onshu tendenciosas, sem motivo aparente, o que sugere que o
clama que é cultivado apenas em um pequeno vilarejo nas servo obediente pode ter projetos secretos. Como resultado
Montanhas Taru, e sempre se recusa a nomear qual. Outros da crescente hostilidade à sua posição, Shuzou contratou
atribuem a aura da pousada de paz ao conhecimento de eti- dois ronin corpulentos para estarem ao seu lado onde quer
queta de Onshu e ao jeito que ele assegura que cada samu- que vá; isto desencorajou bastante potenciais agressores,
rai saiba quão profundamente se vergonharia trazendo mas também levantou mais suspeitas sobre suas intenções.
violência a um lugar tranquilo em plena vista de seus pares. A Casa de Gueixas Pérola Solitária: Diz-se que, no
Independentemente disso, a Estalagem dos Três Ventos início da história da cidade, um pescador caiu ao mar no Rio
está sempre cheia de samurais e mantém uma atmosfera Itochu e avistou o brilho de uma pérola branca no fundo
genial. Qualquer um tolo o suficiente para ameaçar Onshu lamacento. Depois de vender a pérola por um preço
provavelmente se verá como inimigo de todos os hóspedes elevado, ele decidiu seguir a carreira de caçador de pérolas.
da pousada samurai, portanto o humilde estalajadeiro é um Ele passou o resto de sua vida tentando encontrar mais
dos homens mais bem protegidos de Toshi no Naishou. pérolas, mas nunca teve qualquer sucesso e acabou por
O Porto Comercial Sul: O Rio Itochu é a salvação de morrer pobre. A Cada Gueixa Pérola Solitária é
Toshi no Naishou, trazendo arroz das muitas aldeias supostamente construída no lugar do rio onde o pescador
menores na província, fornecendo a cidade com a captura encontrou sua pérola, e a dona da casa gosta de recontar a
diária dos pescadores, e ligando a província para o comércio história para todos os novos clientes como uma lição sobre
com o resto do Império. O Porto Comercial Sul do bairro estar satisfeito com a sorte e abster-se de ganância. A sua
samurai é onde a maior parte da riqueza flui, uma vez que é localização, dentre as residências samurais, pode ser uma
o único a lidar com o mundo exterior à província Naishou. visão surpreendente para os novos visitantes, mas é um dos
Esta riqueza traz, é claro, problemas com ela. vários locais que permitem que o bairro samurai funcione
Durante o início da história da Província Naishou, sem depender da cidade em torno dele. Ainda assim, ao
esse porto não via muita atividade. O comércio com o resto longo do tempo, alguns samurais se opuseram à presença
do Império foi limitado, a cidade estava focada em assuntos do estabelecimento, e as gueixas fazem para grandes
do resto da província, e havia poucas aldeias ao sul, onde a esforços para manterem a sua casa discreta exteriormente.
terra se torna menos fértil. No entanto, quando Naishou foi O edifício em si é muito normal, com paredes brancas e um
“redescoberta” pelo Império, o sul do Rio Itochu tornou-se telhado de telha preta. Ele não está marcado de modo
a principal via para comércio e viagens da província, e o algum (nem mesmo as tradicionais lanternas vermelhas) –
porto comercial sul de repente se tornou próspero. Nos as gueixas confiam em sua reputação e no boca a boca para
tempos modernos, que vê o tráfego diário abundante, os espalhar a conhecimento de seu estabelecimento.
estivadores carregam e descarregam sem parar remessas No interior, no entanto, a história é outra. A
de mercadorias para dentro e fora da cidade. Bens de luxo, pequena casa é rica e elaboradamente decorada, criando a
como seda, especiarias e obras de arte entram em Naishou sensação de entrar em outro mundo no momento de passar
por este porto, pagos com moedas, fardos de arroz ou através da porta. Incenso aromático flutua através do lugar,
criações de artesãos da cidade. e cada quarto é decorado com almofadas de seda, belas
Os habitantes mais tradicionais da cidade veem o pinturas e esculturas, e muitas outras maravilhas. As sete
porto comercial sul como um desenvolvimento “moderno”, salas de reuniões da Pérola Solitária são temáticas em nome
não por ele ser recente, mas porque é diferente das tradi- das quatro estações do ano, do Sol, da Lua e das estrelas.
ções de Toshi no Naishou. O influxo de bens, visitantes e in- Há sempre exatamente sete gueixas ativa na Pérola
fluências de fora irrita alguns residentes locais e, enquanto Solitária, e alguns aprendizes em formação. O número sete
nem todos aqueles que trabalham são denunciados pelos é, naturalmente, considerado auspicioso, e por manter a
tradicionalistas como trapaceiros ímpios, é verdade que a á- casa pequena a okasan é capaz de se concentrar em alguns
artistas altamente desejados, o que impulsiona a demanda seus homens, e sua disciplina tem sido suficiente para
e os preços. A gueixa mais procurada no momento é uma prevenir quaisquer disputas significativas... até agora.
garota chamada Suzuko, que, enquanto um pouco mais alta A prioridade de Seiki é seu dever para com o
do que o considerado adequado, é dotada de uma graça e Governador, não fazendo jogos políticos, e sua própria
elegância que mais do que compensam qualquer falha. Ela frustração não vem da discussão sobre o quartel, mas da
diz ter feito o próprio governador derramar lágrimas com falta de estruturas adequadas defensáveis na área. Ele
uma representação musical particularmente inspirada, um percebe plenamente que nem o Palácio nem o muro
testemunha de suas habilidades. Em privado, Suzuko é um externo do bairro samurai pararão qualquer adversário
jovem caprichosa, insatisfeita com sua vida atual, e estão determinado. Seus pedidos de novos fundos para fortalecer
espalhando rumores de que ela tem um amante samurai as defesas do bairro, até agora, caíram em ouvidos surdos,
que está considerando a compra de seu contrato. Enquanto e, entretanto, ele continua a realizar inspeções e exercícios
a perda de Suzuko certamente seria um golpe para a Pérola na área, tentando garantir que seus homens estejam
Solitária, isto seria favorável à gueixa em segundo lugar, prontos para qualquer ameaça possível.
Hichihiko, que quer desesperadamente a chance de A Casa de Apostas Truta Dourada: escondida em
recuperar ser o centro das atenções. um canto indistinto do distrito comercial, a Truta Dourada 13
O Quartel Principal: Toshi no Naishou nunca foi parece não ser nada mais do que um pequeno restaurante,
uma fortaleza militar, mas sua grande população precisa de atendendo principalmente a população de trabalhadores
policiamento, e uma defesa básica é necessária para evitar locais. No entanto, se um visitante dá a senha correta para
chamar a atenção dos bandidos. O quartel foi construído o homem atrás do balcão, ele será levado à parte de trás do
pela primeira vez quando a Província Naishou chamou a prédio, descendo um lance de escadas... à maior casa de a-
atenção do Império, e as suas origens exatas são incertas. postas de Toshi no Naishou. O quarto do porão é geralmen-
Samurais do Clã Caranguejo muitas vezes comentam que o te lotado todas as noites, com até cinquenta pessoas – a
design robusto do prédio lhes é familiar, mas não provaram maioria heimin – jogando simultaneamente. Muitos
que foram eles que construíram a estrutura. jogadores também fumam cachimbos, portanto, o quarto é
O Quartel “Principal” recebe este nome porque é o sempre escuro e nebuloso devido ao fumo, ardendo os
único de seu tipo no bairro samurai, embora existam alguns olhos e os pulmões. A segurança é reforçada por seis heimin
edifícios menores em outros bairros da cidade. Ele fica fora corpulentos com tetsubo e, em caso de problemas reais, a
do Palácio, e, em caso de emergência, os soldados podem casa também pode invocar as habilidades de um ronin
rapidamente ser convocados ao castelo propriamente dito, chamado Itachi (que normalmente apenas se senta em um
ou movidos para defender o muro baixo do bairro samurai. canto, evitando chamar a atenção). Itachi é um duelista e
Nos raros combates que atingiram o centro da cidade, o espadachim talentoso, mas também é um bêbado que caiu
quartel sempre foi um ponto chave da disputa, uma vez que em desonra no passado devido a tempos difíceis, e seu
a sua construção robusta (com paredes de pedra e seteiras) trabalho aqui é a única coisa o mantém alimentado. Muitos
permite-lhe agir como uma fortaleza. Na maioria das vezes, subestimam este ronin sujo com rosto desfigurado e barba
porém, o quartel é simplesmente usado para alojar por fazer, mas, uma vez que sua lâmina esteja em sua mão,
soldados quando eles não estão de plantão. Existem camas toda a dúvida deixa seus olhos e ele se torna um assassino
suficientes para até duzentos soldados, embora o lugar perigoso. Devido aos seguranças e ao ronin, a maioria das
ficaria muito lotado com uma grande guarnição desse pessoas sabe que não deve causar nenhum problema, e até
tamanho. O quartel também tem uma pequena cantina, mesmo a mais terrível das perdas é geralmente aceita com
mas infelizmente tem uma reputação de comida sem graça apenas um lamento desesperado.
e triste. O cozinheiro, um velho plebeu de nome Ichuzo, não A combinação de sigilo e segurança fez do local
parece se importar muito com o sabor desde que todos uma empresa muito rentável para seu dono, um homem
estejam alimentados na hora certa. discreto chamado Kuzeshige. Ele é efetivamente o chefe do
Com a nomeação de um novo Governador, o crime organizado na cidade, e sobreviveu por muitos anos
quartel se tornou um ponto de discórdia política, em vez de por suas qualidades. Ele é razoável e sutil. Ele delega os
conflito militar. As tropas do Leão do Governador crimes reais para subordinados e se mantém longe dos
inicialmente ocuparam a estrutura, mas os delegados de olhos do público, preservando a aparência de honestidade
outros clãs começaram a se queixar de não terem nenhum pessoal e evitando excessiva provocação das autoridades.
lugar perto do Palácio onde seus yojimbo fossem abrigados. Sua fortuna também o tornou bastante influente, e ele
Isto acabou por ganhar uma concessão do Governador, que geralmente tem alguns samurais em dívida, o que lhe
permitiu que um pequeno número de bushi de outras permite evocar favores para se proteger quando necessário.
delegações usassem também o quartel. Embora mais da Kuzeshige não se esconde de ninguém, e sua residência é
metade dos soldados ainda sejam Leões, mais e mais uma das moradas mais opulentas do distrito comercial; no
samurais novos de outros Clãs estão aparecendo, e o lugar entanto, nenhum magistrado jamais foi capaz de obter
está se tornando cada vez mais lotados e tenso. Escorpiões qualquer prova sobre ele diretamente. Aos habitantes mais
e Garças, em particular, têm chegado em grande número, e honrados da cidade, ele é, ao mesmo tempo, uma mancha
considerando o interesse passado desses Clãs na província, na reputação de Toshi no Naishou e uma frustração
os Leões estão profundamente desconfiados de sua constante. Aos mais pragmáticos, Kuzeshige é o menor dos
presença em expansão, não importa qual a razão oficial que muitos possíveis males. Afinal, ele mantém a pequena
aleguem. O comandante do Leão, um homem chamado criminalidade sob controle e impede que criminosos mais
Matsu Seiki, tem, assim, exortado retidão e cortesia em cruéis reivindiquem o submundo da cidade.
Kuzeshige mantém um olhar atento sobre o atual tentando preparar tanto a sua irmã quanto seus patronos
Governador, cujas intenções desconhece. É provável que para a mudança, mas até agora tudo parece
ele aplique sua considerável influência para ajudar a obstinadamente hostil à idéia, e Jottei está começando a
escolher qual Clã controlará a província a partir de agora... e sentir que ele deveria simplesmente abandonar o lugar.
ele decide onde o seu melhor interesse reside. Com várias Relações com o Resto da Província: Hitori Mura:
extorsões, salões de apostas e operações de contrabando As pessoas desta aldeia preferem evitar lidar com Toshi no
financiando seus cofres, Kuzeshige é capaz de empregar Naishou, mas aqui há as únicas minas na província, e o
muitos ronin e camponeses fortes, portanto, um conflito comércio entre os dois assentamentos é inevitável. Os
direto com ele será muito perigoso. moradores insistem em trazer seus produtos à cidade e não
A Filha Obediente: Este popular teatro Noh tem o contrário, mantendo sua própria casa tranquila e livre de
este nome após um dos contos de fantasmas mais popula- problemas comerciais. Os habitantes de Toshi no Naishou
res da cidade. Ele conta a história de um fazendeiro idoso acham a prática vagarosa e suspeita, e são frustrados com a
que vivia com sua filha única. Sua esposa tinha morrido há irregularidade do aporte de minério. Hitori Mura é a antiga
muito tempo e todos os outros filhos tinham se casado e se sede da tribo Yamataru, e a maioria das pessoas de Toshi no
mudado para longe, deixando sua filha para cuidar dele. Naishou considera a vila como quase de outro mundo. Os 14
Quando o ancião finalmente morreu, sua filha sentiu que aldeões franzem a testa para as muitas distrações e os
não tinha finalidade neste mundo, não tendo amigos e ne- confortos da cidade, e acreditam que a urbana Toshi no
nhum comércio. Dominada pela tristeza e solidão, ela tam- Naishou esqueceu o verdadeiro caminho das Fortunas. No
bém morreu, mas seu espírito se perdeu no caminho para a entanto, cada comunidade necessida da outra, de modo
vida após a morte, e seu fantasma assombra a cidade em que as divergências são normalmente limitadas a
busca de seu pai. Dependendo da interpretação a história, a amarguras e ocasionais brigas na rua.
filha é elogiada por sua dedicação ou desprezada por sua Koso Mura: No passado, Koso Mura foi a principal
falta de propósito, enquanto seu pai às vezes é retratado parceira comercial de Toshi no Naishou, mas, nos últimos
como um homem bom e às vezes como um egoísta. Muitas tempos, tornou-se claro que a cidade quer se erguer como
variantes da história existem, mas todos em Toshi no uma rival para Toshi no Naishou, e as relações entre os dois
Naishou concordam que a história tem uma raiz real. assentamentos têm azedado. Os habitantes da cidade veem
O teatro é um velho acessório da cidade, que cres- as pessoas de Koso Mura como iconoclastas perigosos
ceu ao longo dos séculos de um modesto estabelecimento devido ao hábito de casarem descendentes de diferentes
patrocinado por uma ator Garça aposentado a um grande e tribos originais e devido ao estabelecimento de uma série
respeitado teatro que possui performances durante todo o de grandes templos shinseístas. Enquanto o povo de Toshi
ano. As execuções de Noh são extremamente populares na no Naishou respeita o Pequeno Professor, eles sempre
Província Naishou, devido tanto à valorização dos habitan- viram as Fortunas como seres superiores e sentem que a
tes locais das artes tradicionais quanto ao apreço pelas his- cidade distante está abandonando o caminho correto.
tórias de fantasmas e espíritos que frequentemente são re- Alguns começaram a ver a cidade como uma dependente e
tratadas pelo Noh. O teatro tem sempre estado sob a prote- estão mudando seus interesses comerciais a outros lugares,
ção do Clã Garça, independentemente da propriedade da ci- prejudicando ainda mais as relações.
dade, e ninguém poderia imaginar ser de outra forma. A Fi- Shizu Mura: Embora Shizu Mura seja igualmente
lha Obediente é um teatro único, pois permite que tanto sa- divergente em cultura e costumes como Hitori Mura, ela é
murais quanto heimin assistam às performances ao mesmo tratada de forma diferente desta porque não tem algo que
tempo, embora os dois grupos sejam cuidadosamente Toshi no Naishou realmente queira. Além do envio ocasio-
segregados. Devido aos gostos locais, muitas vezes, as peças nal de madeira ou outros bens florestais, as duas comunida-
são aquelas impopulares no resto do Império. A taxa de en- des geralmente ignoram uma a outra e assim estão satisfei-
trada é modesta o suficiente para que mesmo um agricultor tas. Shizu Mura é habitada principalmente por descenden-
ocasionalmente assista se juntar dinheiro para o evento. tes da tribo Morikawa, e as pessoas de Toshi no Naishou os
O diretor do teatro é Kakita Jottei. A posição é he- veem como misterioso e talvez um pouco insanos. Os alde-
reditária, e o primogênito Jottei herdou quando seu pai fa- ões acham que as pessoas de Toshi no Naishou são arrogan-
leceu há apenas um ano. Ele é um ator talentoso e diretor, tes e facilmente enganadas, mas geralmente mantêm essa
e muitos ficaram felizes com sua chefia da Filha Obediente, opinião para si. A única qualidade realmente apreciada en-
mas até agora ele simplesmente seguiu o cronograma pla- tre os aldeões de Shizu Mura é como grandes contadores de
nejado por seu falecido pai e parece não ter muito interesse histórias, uma vez que têm muitas lendas e contos diverti-
no teatro. Na verdade, Jottei tem sonhos maiores, e espera dos sobre os espíritos e criaturas sobrenaturais da floresta.
avançar a locais mais proeminentes e gloriosos, como Outras Vilas: a Província Naishou detém várias
Kyuden Doji ou Shiro Sano Kakita. Ele está discretamente se dezenas de pequenas aldeias, e muitas delas são muito
preparando para sair de Naishou, com a intenção de deixar pequenas para aparecer em Mapas Imperiais. A maioria
a sua irmã caçula Kakita Amihiko como substituta, mas ele destas aldeias foi originalmente fundada pela tribo
ainda não sente que ela está pronta para a direção. Takanobu e é, portanto, de parentesco distante do povo de
Enquanto ela (como Jottei) é um graduada na Academia de Toshi no Naishou, por isso a cidade tem uma atitude
Arte Kakita, ela é muito mais talentosa com ikebana do que paternalista em direção a esses assentamentos menores.
com a atuação. Além disso, o teatro também sempre foi Quando os moradores da cidade têm dificuldade em
dirigido por um homem, e seu público tradicionalista encontrar um cônjuge, não é incomum que viajem através
provavelmente achará inaceitável uma diretora. Jottei vem do campo até que possam encontrar um casamento, uma
prática conhecida eufemisticamente como “colheita de O centro físico e político da cidade é o Forte
arroz”. Isso resulta em uma rede de conexões entre a Jimichi, o único castelo militar de nota na província. No
cidade e o interior. No entanto, os imigrantes das aldeias passado, os exércitos dos Clãs Maiores e também bandidos
periféricas nem sempre são bem-vindos na cidade, uma vez marcharam abaixo as montanhas tentando atacar Naishou,
que carecem das conexões familiares necessárias para ter mas Koso Mura se situa idealmente para barrar o caminho
sucesso, e muitos jovens que sonham com sucesso no maior para o resto da Província Naishou. O Forte Jimichi foi
assentamento da província muitas vezes voltam para casa construído para dissuadir esses ataques por um dos
envergonhados após alguns meses, ou caem como presas primeiros Governadores da Fênix e tem cumprido esse
aos aspectos mais perigosos e sórdidos da vida urbana. papel desde então. Um castelo de três andares, é muito
Aos samurais, as pequenas aldeias da província pequeno para abrigar a população de toda a cidade, mas
muitas vezes apresentam uma oportunidade para se sua posição permite que até mesmo uma pequena força de
aposentar honrosamente de deveres mais exigentes, e soldados defenda-a de forma eficaz. Qualquer pessoa que
muitos destes pequenos assentamentos têm um único se aproxime do Forte deve se mover através de ruas
samurai que lhes são inerentes, proporcionando estreitas expostas aos disparos de flechas das paredes da
governança e proteção que raramente são mais do que fortaleza, tornando qualquer ataque difícil e dispendioso. 15
simbólicas. Samurais jovens são frequentemente Não há nenhum ataque a algum tempo, e o forte mais
encorajados a viajarem pela zona rural para conhecer estes comumente serve como uma corte para o lorde.
gokennin (detentores de terra) e solicitar sua tutela. Isto é Koso Mura também é famosa por seus templos
conhecido como estar “procurando o caminho” e fortalece shinseístas. Possui nada menos que cinco, um para cada um
ainda mais as relações entre a cidade e as aldeias. dos Elementos. Enquanto a Província Naishou como um to-
Esses padrões aplicam-se principalmente às aldeias do é tradicionalmente muito ligado ao fortunismo, em Koso
do Vale Nobu. Mais perto das Montanhas Taru ou da Mura o taoísmo (sinônimo de shinseísmo) tem encontrado
Floresta Kawa, esses elos se tornam mais fracos, e quando a maior popularidade, talvez em parte como uma forma de
cidade precisa de algo a partir dessas aldeias distantes, ela distinguir-se de Toshi no Naishou. Os templos estão espa-
geralmente age através de Hitori Mura ou de Shizu Mura. lhados pela cidade, garantindo que os moradores nunca es-
Nessas pequenas aldeias periféricas não é incomum ver os tejam longe de orientação espiritual, e cada templo é deco-
casamentos entre descendentes de diferentes tribos rado com representações coloridas do elemento que repre-
originais, algo desdenhado pelos habitantes de Toshi no senta. Os templos são ocupados por uma seita monástica
Naishou. Estas aldeias veem Toshi no Naishou como um local que é um ramo da Ordem dos Quatro Templos, mas
mestre distante, pouco mais do que como o lugar para onde qualquer monge pertencente a uma ordem taoísta é bem-
os seus impostos vão e, enquanto alguns podem visitar a vindo neles. Os monges assumem um papel muito ativo na
cidade por curiosidade, a maioria vive suas vidas inteiras comunidade, constantemente fornecendo ajuda, conselhos
sem sair das fronteiras de sua aldeia. e orientação. Como resultado, a população é geralmente
pacífica e surpreendentemente bem-educada, ansiosa para
Koso Mura, A Vila Rival conseguir um lugar melhor para suas almas em suas próxi-
Várias horas de caminhada ao norte de Toshi no mas vidas. Os monges também estão presentes na corte de
Naishou está a cidade de Koso Mura, a segunda maior Koso Mura, onde conduzem cerimônias religiosas e aconse-
comunidade na província depois de Toshi no Naishou, que lham o prefeito. Uma vez por ano, os cinco templos são re-
está muito à frente em tamanho que qualquer outra consagrados em uma cerimônia solene que envolve toda a
comunidade local. Originalmente, Koso Mura foi um lugar população. Este é um evento delicado em que a cidade, nor-
muito semelhante a Toshi no Naishou, mas menor, todavia malmente animada, deixa suas atividades para que todos
ela se desenvolveu cada vez mais diferente ao longo dos reflitam sobre seus pecados e seu progresso no Caminho.
anos e se elevou como uma rival à capital da província. Koso Como parte de um esforço recente para atrair mais
Mura é um ponto de foco para comércio e agricultura na samurais, a cidade recentemente construiu uma grande
porção norte da província, e mantém muitas pequenas pousada chamada Água sobre as Pedras. É projetada para
aldeias ao seu redor sob a sua influência. Enquanto ainda receber samurais visitantes e abriga até trinta convidados
muito atrás em riqueza e influência quando comparada a ao mesmo tempo. O estabelecimento é particularmente
Toshi no Naishou, Koso Mura tem vários fatores que famoso por seus bolos de arroz, cuja reputação estende-se
poderiam eventualmente dar-lhe a vantagem contra a além da cidade e é ouvida até nas provínicias vizinhas. O
tradicional sede do governo da província. cozinheiro, um plebeu chamado Otsu, é considerado um
Koso Mura é situada perto das Montanhas Taru, dos maiores tesouros da cidade, e há rumores de que
mas ainda completamente dentro dos limites do Vale Nobu outras cidades gostariam de raptá-lo ou até mesmo vê-lo
e do território tradicional da tribo de Takanobu e de seus morto. Muitos visitantes ficam surpresos ao ver este gordo
descendentes. A cidade é construída em terras que são um homem de meia-idade protegido por dois samurais onde
pouco mais rochosas e elevadas do que o resto do vale, quer que vá. Enquanto Otsu não acredita que alguém o
tornando a construção mais difícil, mas também mataria só por causa de seus bolos de arroz, ele não
protegendo-a de inundações. Não há nenhum rio principal recusaria a proteção do prefeito. O resto do seu cardápio
que atravesse Koso Mura, e os habitantes obtêm a água também é de alta qualidade, por isso, mesmo com preços
preferivelmente de poços. Fora da cidade, numerosos um pouco caros, a pousada é muito popular entre os
pequenos córregos fornecem água aos arrozais, e a colheita samurais. Seu nome estranho vem do método do cozinheiro
aqui sempre foi abundante. de cozinhar o alimento em água aquecida sobre pedras
muito quentes, que os nativos acreditam preservar sabores. compartilhando sua paixão pela agricultura e pela vigorosa
A pousada tornou-se um marco, e somente a enorme defesa da comunidade por soldados ashigaru.
devoção do povo comum impede que camponeses e hinin Em virtude da distância, da cultura e de seu status
sintam inveja dos samurais que comem as iguarias. como o segundo maior assentamento da província, Koso
Koso Mura é o principal centro de comércio e de Mura tornou-se cada vez mais uma rival para Toshi no Nai-
população na parte norte da Província Naishou, por isso vê shou pelo assento do Governador da província. Os comerci-
uma desenvolve uma relação íntima com as aldeias meno- antes locais estão particularmente interessados nisso, uma
res circundantes. Nestas, o povo é principalmente de agri- vez que mudaria a principal rota de comércio exterior da
cultores e mineiros que vêm vender seus produtos ou trocá- província do Rio Itochu para uma passagem através das
los contra coisas que não podem obter em suas pequenas montanhas. Com a ajuda das aldeias nas Montanhas Taru,
aldeias. Koso Mura tem um grande mercado público que é eles trabalharam arduamente para tornar esta rota mais se-
totalmente coberto, um aspecto incomum que lhe permite gura e fácil de usar, e alguns comerciantes de fora da pro-
operar em plena capacidade mesmo durante dias chuvosos. víncia começaram a conduzir seus negócios através de Koso
Os moradores dizem que a única vez que o mercado fecha é Mura ao invés de tomar o caminho muito mais longo pelo
quando um Imperador morre – mas, claro, quando a notícia sul. O afluxo de riqueza desta expansão está fazendo com 16
chega à Província Naishou, um novo Imperador já está no que mais pessoas se mudem para Koso Mura, e há uma en-
trono, então é tarde demais para chorar. O mercado é lota- xurrada de obras em andamento, incluindo uma nova mura-
do quase todos os dias, e os visitantes devem abrir espaço lha defensiva, um novo estábulo e até mesmo alguma ex-
através de multidões movimentadas para chegar em qual- pansão do próprio Forte Jimichi. Uma vez que este trabalho
quer lugar. Isso infelizmente abre oportunidade para que os esteja completo, Koso Mura será mais defensável do que a
ladrões prosperem, particularmente as crianças, embora os própria Toshi no Naishou, um forte argumento para alterar
guardas locais façam o possível para suprimir a criminalida- a habitação do Governador e de sua corte. Naturalmente,
de. Ainda assim, no geral, visitar o mercado é uma os habitantes de Toshi no Naishou não estão desatentos de
experiência maravilhosa, cheia de cheiros de uma centena toda esta atividade, e têm tomado medidas para dificultar
de alimentos diferentes (muitos deles cozidos no local por seu progresso. Alguns comerciantes da cidade reorientaram
vendedores). À noite, o mercado é iluminado por muitas seu comércio de Koso Mura para aldeias menores, diminu-
lanternas coloridas e acolhe casas de saquê improvisadas e indo suas receitas e acesso a certos bens. Outros fazem
jogos de azar. Não é incomum que o mercado continue fofocas sobre as práticas religiosas de Koso Mura, sugerindo
ocupado continuamente 24 horas por dia. que a cidade está abandonando as Fortunas. Até agora,
Um dos fatos que claramente separa os habitantes estas rivalidades não levaram a qualquer tipo de violência,
de Koso Mura daqueles de Toshi no Naishou é que em Koso mas as tensões estão constantemente aumentando.
Mura as pessoas se casam entre grupos tribais diferentes Como o resto da Província Naishou, o povo de Koso
livremente. Embora isso não seja exatamente novidade em Mura ama histórias e lendas, e uma em particular é muito
outros lugares da província, particularmente em pequenas popular na cidade. É um conto de dois monges, um dedica-
aldeias localizadas nas zonas de fronteira entre os do a Inari – a Fortuna de Arroz – e outro pertencente à or-
diferentes territórios originais das antigas tribos, em Koso dem shinseísta dos Sete Trovões. Os dois monges estavam
Mura, isso é abraçado, em vez de meramente ignorado ou viajando perto da aldeia quando encontraram uma raposa
oculto. Os moradores da cidade ainda mantêm um controle ferida. Eles a tomaram sob seu cuidado, pois o monge de I-
cuidadoso de sua ascendência, mas não acreditam que haja nari insistia que as raposas eram servas da Fortuna e deveri-
qualquer tabu contra o casamento entre os grupos. Os am ser respeitadas. Enquanto eles descansavam em um
estrangeiros à província ficam muitas vezes perplexos com pequeno mosteiro local, uma violenta tempestade atingiu a
as nuances culturais em jogo aqui, com os agricultores área, colocando em perigo a próxima colheita. O monge de
discutindo em profundidade as implicações de ser nove Inari rezava à Fortuna dia e noite, enquanto o taoísta descia
dezesseis avos Takanobu, cinco dezesseis avos Morikawa, e nos campos para ajudar os camponeses a salvar a colheita.
um oitavo Yamatoru. Estes casamentos intertribais também No final, o desastre foi evitado. Ambos cuidaram da raposa
levam a cidade a desenvolver relacionamentos muito mais durante seu tempo livre, e o animal fugiu assim que
fortes com os descendentes dos Yamataru e Morikawa que conseguia caminhar. O monge de Inari seguiu-o, clamando
em outras partes da província, produzindo alguns efeitos que lhe mostraria onde a Fortuna queria que estivesse,
interessantes e benéficos. Os visitantes de Toshi no Naishou enquanto o shinseísta ficou para trás para ajudar a aldeia. O
muitas vezes percebem como o custo da madeira e dos primeiro monge e a raposa nunca foram vistos novamente,
metais parece ser menor em Koso Mura, mas, se enquanto o segundo monge passou o resto de sua vida na
mencionam isso, os comerciantes apenas murmuram algo aldeia, ensinando e ajudando o povo. As pessoas de Koso
sobre os “custos de transporte”. Isso também afeta os Mura acreditam que esta história mostra a importância de
costumes e as superstições locais, que muitas vezes prestar atenção ao aqui e ao agora ao invés de obcecar-se
parecem ser uma fusão de toda a província. Por exemplo, a sobre preocupações abstratas. Todos eles conhecem o
cidade é salpicada com os pequenos santuários mais conto, que aprendem desde a infância.
comumente encontrados nas Montanhas Taru, e também O Prefeito Shiba Gaijutsu: O atual samurai regente
pode encontrar pequenos amuletos pendurados na frente em Koso Mura é uma Fênix chamada Shiba Gaijitsu. Ao
das casas para afastar os maus espíritos, da mesma maneira contrário de muitos oficiais locais atuais, Gaijitsu já estava
como na Floresta Kawa. No entanto, a área permanece mais no cargo quando o último Governador Fênix morreu. Duran-
fortemente alinhada com a herança cultural Takanobu, te o breve período de combate entre o Escorpião e a Garça,
Gaijitsu sabiamente manteve suas tropas de guarnição lo é bastante difícil, pois fica em uma parte especialmente
modesta na defensiva dentro da cidade, mantendo-se fora traiçoeira das montanhas, onde apenas alguns caminhos
de problemas, deixando claro que colocaria uma luta difícil íngremes e estreitos podem chegar. A vila se localiza no
se alguém tentasse conquistar a cidade. Sua estratégia se flanco de uma montanha, onde a inclinação é menos
provou correta, e quando o novo Governador Imperial pronunciada, mas ainda bastante para fazer a caminhada do
chegou, decidiu manter Gaijitsu no controle de Koso Mura. fundo da vila ao alto um processo cansativo. Muitas das
Isto lhe dá uma grande vantagem diante de muitos de seus ruas têm escadas construídas nelas.
rivais, uma vez que tem um conhecimento forte da área, Hitori Mura é uma vila de mineração, muito eleva-
baseado em anos da experiência. Seu número limitado de da nas montanhas para crescer qualquer coisa de valor. O
tropas da Fênix recentemente foi suplementado por fornecimento de alimentos vem de outras partes da provín-
soldados do Leão, mas até agora o Leão respeitou sua cia, e quase todos na cidade estão comprometidos com o
autoridade e essa presença mantém as outras forças de Clãs funcionamento das minas. Há duas minas, uma de cobre e
longe de Koso Mura, então Gaijitsu coopera plenamente outra de minério de ferro; Suas entradas estão localizadas
com eles. Enquanto ele é um líder militar qualificado, acima da aldeia, ainda mais acima do flanco da montanha. A
Gaijitsu prefere a paz, uma vez que torna sua cidade mais aldeia em si é quase totalmente sem adornos, falta a cor e a 17
propensa a prosperar. Ele vê como seu dever fazer com que vivacidade dos assentamentos do Vale Nobu, mas mostra
o lugar ao qual foi designado proteger seja o mais bem muitos sinais de arquitetura inteligente. As casas são feitas
sucedido possível... mesmo que isso signifique ultrapassar de madeira forte e pedra, e usam grandes pilares e bases
Toshi no Naishou como sede do governo da província. Na sólidas para manter a estabilidade na montanha. Isto não é
verdade, como um forte adepto do Tao, Gaijitsu espera meramente devido às inclinações. Os ventos fortes são mui-
transformar Koso Mura em um centro do taoísmo para todo to comuns na área, e durante o inverno as neves pesadas
o Império. Frequentemente, ele convida os monges das são regra, fazendo mesmo uma visita a um vizinho em uma
ordens shinseístas a virem ensinar na cidade. Deve-se notar, caminhada perigosa. Todos os edifícios são construídos para
no entanto, que Gaijitsu não tem nada contra os habitantes se manterem por muitas décadas, apesar das condições
de Toshi no Naishou, e realmente respeita o Governador ferozes da área. Além disso, enquanto a maioria das famílias
Imperial. Ele realmente não se importa quem governará a tem suas próprias residências, os moradores mais pobres
província enquanto ele conseguir continuar desenvolvendo vivem juntos em algumas grandes casas comunais, uma
Koso Mura. Os aldeões há muito notaram quanto ele coisa especialmente útil no frio do inverno.
investe em seu bem-estar e o apoiam firmemente. Hitori Mura foi uma vez a sede da tribo Yamataru,
As Forças da Garça: Em um assentamento e os moradores tem permanecido mais ou menos homogê-
recentemente desenvolvido perto de Koso Mura está a neos desde então. Os descendentes dos Yamataru tendem a
presença do exército da Garça. Após a breve guerra entre a mostrar uma musculatura forte e têm a pele ligeiramente
Garça e o Escorpião, os dois exércitos foram autorizados a mais escura que outros Rokugani. Eles são um produto do
permanecerem dentro da Província Naishou para evitar seu ambiente, um povo duro e severo com pouco tempo
ofender qualquer um dos Clãs. A maioria das tropas da para futilidades. Um Yamataru considera um bate-papo
Garça acampa no vale próximo a Koso Mura. Shiba Gaijitsu ocioso desperdício do ar precioso nas montanhas, e os
se recusa a permitir que o exército se aproxime demais, estrangeiros sentem com facilidade quão quietos os nativos
embora permita que pequenos grupos visitem a cidade podem ser. Isso é agravado ainda mais por uma desconfian-
(nunca mais de vinte de uma vez). Embora os aldeões ça inata por qualquer estranho. Os moradores sabem que
estejam incomodados sobre ter um exército samurai todos os seus parentes vivem nas montanhas e desconfiam
acampado dentro de algumas horas de seus lares, eles não instantaneamente de alguém que não conhecem. Eles são
têm quaisquer queixas em aceitar os koku das Garças em um povo especialmente secretista, mesmo para os padrões
troca de alimento e de outros suprimentos. Por outro lado, da Província Naishou, e nunca compartilham informações
a situação tornou a diplomacia de Koso Mura com o com estranhos se puderem evitar. Eles também são muito
Escorpião mais difícil, e alguns incidentes inexplicáveis devotos, orando a uma variedade de Fortunas maiores e
recentes foram atribuídos à inimizade do Clã dos Segredos menores para ajudar na sua sobrevivência. Embora alguns
com a Garça. A Taisa da Garça, Doji Ayumi, cuidou de monastérios possam ser encontrados espalhados pelas
cultivar um bom relacionamento com a cidade, já que ela Montanhas Taru, não há nenhum deles próximo a Hitori
sabe que se a guerra irromper outra vez ela não pode ter Mura, e os aldeões há muito tempo se acostumaram a
um inimigo nas costas dela no momento que começar. cuidar de suas próprias necessidades espirituais. Eles
Quando as Garças não estão visitando a vila ou em construíram pequenos oratórios de pedra por toda Hitori
seu acampamento, podem frequentemente ser encontra- Mura (e também por todos os percursos pela montanha e
das conduzindo manobras de treinamento massivo ou nas aldeias próximas). Estes são geralmente pilares de
desbravando a área. Nas raras ocasiões em que encontram pedra muito simples com um pequeno altarno fundo para
viajantes, esses samurais são educados, mas permanecem oferendas. Não há marcas nos pilares, já que a maioria dos
cuidadosamente discretos sobre suas próprias atividades. moradores das montanhas não sabe ler (ao contrário dos
camponeses das terras baixas), mas todos eles sabem qual
Hitori Mura, A Vila Solitária espírito ou Fortuna cada santuário venera. Isso pode ser
Nas profundezas das Montanhas Taru, longe das confuso para os visitantes, mas as pessoas das Montanhas
principais rotas onde a maioria das pessoas viaja, encontra- Taru – e especialmente as pessoas de Hitori Mura – não se
se uma antiga e isolada aldeia chamada Hitori Mura. Visitá- importam com o que os estrangeiros pensam.
As minas são o coração da aldeia, a única razão Se um visitante conseguir realmente ganhar
pela qual ela existe e prospera em um ambiente tão duro. A bastante confiança dos habitantes locais para que falem
mina de cobre, chamada de Mina Vermelha pelos morado- mais livremente, eles podem contar a história do “menino
res, é a mais velha das duas. Adentra profundamente no zokujin”. Supostamente, uma vez, há muito tempo, um me-
coração da montanha, serpenteando e se retorcendo nino curioso vagou para as minas. Sem surpresa, ele se per-
conforme segue os veios do minério. Vários filões acabaram deu e caiu em uma caverna natural, terminando mais fundo
ao longo dos séculos, mas novos foram sempre na montanha do que qualquer um jamais tinha ido. Os
descobertos. Embora os túneis sejam, na sua maioria, aldeões procuraram em toda a mina e nunca encontraram o
estáveis, a profundidade da mina ainda a torna perigosa, e menino... mas vinte anos mais tarde, um homem apareceu
suas passagens e poços profundos podem ser confusas nas minas, sem a memória do percurso que tinha feito até
àqueles que não estão familiarizados com ela. Um pequeno lá. Ele estava cego, mas saudável, e alegou ser o menino de
rio subterrâneo atravessa as partes mais baixas da mina. As muitos anos antes. De acordo com sua história, um grupo
águas estão sujas demais para beber, mas representam um de zokujin o encontrou e cuidou dele, criando-o como um
obstáculo para novas escavações. Pequenos santuários dos seus. Enquanto as histórias dos zokujin não sejam
podem ser encontrados dentro da mina, assim como na novidade nas montanhas, ninguém nunca tinha ouvido falar 18
aldeia, mas aqui eles costumam marcar os locais de de um zokujin se comunicar com um humano, muito menos
acidentes para apaziguar os espíritos dos mineiros falecidos. cuidar de um, então os moradores ficaram desconfiados.
A entrada da mina de ferro está perto da mina de Eles temiam que o homem pudesse ter enlouquecido,
cobre, mas os túneis vão em uma direção completamente especialmente quando ele começou a falar sobre uma
diferente. É conhecida como a Mina Cinzenta para a aldeia. grande fera presa sob a montanha que tinha acordado e
Enquanto a Mina Vermelha é um labirinto de muitas seções devoraria os mineiros se continuassem a se aventurar por
diferentes, a Mina Cinzenta é principalmente um eixo verti- seus túneis. Pouco tempo depois, entretanto, ocorreram
cal único com os túneis extendendo-se horizontalmente em vários colapsos letais nas minas. Os aldeões começaram a
sua parte inferior. O eixo principal tem mais de uma cente- temer por sua subsistência futura, mas uma manhã o cego
na de metros de profundidade, e apenas os mais experien- caminhou mais uma vez para a mina, carregando uma
tes não sentem apreensão quando descem em cestas de simples picareta. Ele nunca mais foi visto, mas depois de sua
madeira para começar seu trabalho diário. A Mina Cinzenta partida os desabamentos cessaram. Muitos acreditam que
é notoriamente mais propensa a acidentes do que a ele foi lutar contra o mal que tinha sido liberado, e alguns
vermelha, e só os mais corajosos mineiros trabalham lá. Eles dizem que ele ainda vive no fundo da terra até hoje, dotado
são supersticiosos, e acreditam que a maioria dos acidentes pela longevidade sobrenatural dos zokujin.
são causados por maldições ou criaturas estranhas, e não Autoridade e Administração: Enquanto Hitori
razões mundanas. Em particular, os mineiros se recusam Mura é, em sua maior parte, autoadministrada, não é
absolutamente a trabalhar na Mina Cinzenta à noite, incomum que um ou mais samurais estejam lotados lá.
alegando que é quando é mais perigosa – apesar do fato de Naturalmente, a aldeia nunca foi submetida a qualquer tipo
que o sol nunca brilha nos túneis profundos. de ataque, isolada como é, então isto é geralmente uma
Embora os moradores de Hitori Mura prefiram ficar designação simbólica – uma recompensa para um samurai
sozinhos do que ter que lidar com o mundo exterior, não se que quer paz e tranquilidade ou uma punição de exílio. A
pode comer metal, então a cidade vende ou comercializa última chegada à aldeia é alguém completamente diferente,
sua produção para obter alimentos e outras coisas que pre- entretanto: Kaiu Yukito é um engenheiro do Caranguejo que
cisa para sobreviver. A maior parte deste comércio, inevita- trabalhou na mineração durante a maior parte de sua vida.
velmente, é com Toshi no Naishou, o único assentamento De fato, os antepassados de Yukito estavam intimamente
que tem necessidade massiva de metais. Uma vez que os relacionados aos lendários mineiros do finado Clã Javali, e
moradores preferem não receber visitantes, eles trazem seu ele é apaixonado por melhorar as técnicas de mineração e
minério à cidade, uma caminhada que pode levar vários continuar seu legado.
dias no melhor clima, devido ao peso. A aversão a Toshi no Durante as primeiras semanas de sua permanência,
Naishou faz com que os mineiros prefiram esperar até que Yukito parecia satisfeito em observar e tomar notas sobre
tenham um grande carregamento pronto antes de empre- os caminhos dos moradores, mas agora ele começou a ofe-
endam a viagem, e, claro, eles nunca viajam durante o in- recer sugestões sobre como podem melhorar a sua produz-
verno, tornando o fornecimento de metais um pouco irre- ção. Não é de se surpreender que ele tenha sofrido uma
gular. Isso irrita os cidadãos da capital da província, mas os forte desaprovação. Não só os habitantes de Hitori Mura
mineiros preferem que seja assim que deixar os comercian- desconfiam de pessoas de fora, mas também são profunda-
tes aparecerem na sua porta todos os dias. Quando os co- mente tradicionais e muito relutantes em mudar suas ma-
merciantes obstinados vêm até Hitori Mura, encontram u- neiras comprovadas pelo tempo. Yukito está cansado da o-
ma recepção fria, porque os nativos veem os descendentes posição obstinada dos mineiros a suas ideias e suas muitas
da tribo Takanobu como preguiçosos, decadentes e, pior superstições infundadas, e acredita que eles estão exploran-
ainda, tagarelas. Recentemente, os representantes de Koso do apenas uma fração do verdadeiro potencial da monta-
Mura começaram a visitar para negociar melhores negócios nha. Os moradores começaram a evitar o samurai, esperan-
para si próprios, para profunda irritação dos mineiros, e, em do que ele vá embora antes de atrair má sorte – ou violên-
uma ocasião, isso levou a uma discussão feroz entre os mer- cia – sobre seus ombros. Até agora, no entanto, Yukito está
cadores dos dois assentamentos rivais. Só terminou quando tão absorvido em seus planos futuros para as minas que
os mineiros ameaçaram jogar todos pela montanha abaixo. não notou o comportamento ameaçador dos moradores.
Não obstante aos samurais residentes, a autorida- os habitantes de Shizu Mura temem os maus espíritos da
de real em Hitori Mura é exercida pela linhagem do chefe Floresta de Kawa, que acreditam vagar pela noite.
local, que tem administrado a vila há séculos. O atual des- Shizu Mura é o maior assentamento de
cendente da linhagem é um ex-mineiro de meia-idade cha- descendentes da tribo Morikawa. Esse grupo era menos
mado Shiba Gakuto, que não só dirige a aldeia, mas exerce estruturado do que as outras duas tribos antigas, por isso às
influência considerável nas outras cidades das montanhas vezes é mais difícil rastrear seu legado, mas os herdeiros
também. Alguns dizem que seus antepassados foram os lí- dos Morikawa geralmente tendem a ser ligeiramente mais
deres da tribo Yamataru, e se isso é verdade ou não, ele cer- altos do que os rokugani médios e muitas vezes têm olhos
tamente comanda grande respeito em todos os assenta- verdes, uma característica marcante que atrairia muito mais
mentos das Montanhas Taru. Tendo passado a maior parte atenção se fossem pessoas mais numerosas. Os Morikawa
de sua vida nas minas, Gakuto inspira obediência através de são geralmente pessoas amigáveis e extrovertidas, em con-
sua experiência e de sua presença física, e com sua picarela traste com os Yamataru. Embora eles se mantenham
na mão, mesmo alguns samurais podem ser relutantes em principalmente em florestas, eles acolhem quem visita suas
enfrentá-lo em combate. Gakuto tem sete filhos, uma famí- aldeias. Eles são famosos por nunca expulsar os hóspedes,
lia grande para Hitori Mura, e ele compreende e aprecia o sempre fornecendo-lhes, pelo menos, um mínimo de hospi- 19
estilo de vida duro, mas gratificante, da sua cidade, talidade. Eles tendem a ser excessivamente apaixonados
juntando-se ao seu povo em rejeitar qualquer acordo, por piadas e brincadeiras inofensivas, e mostram uma estra-
exceto o mínimo necessário, com o resto da província e do nha tendência a rir sem motivo específico – embora sejam
Império. Ele percebe inquieto que as pessoas mais jovens mais cuidadosos com seu comportamento diante de samu-
na aldeia são às vezes atraídas pelo estilo de vida mais fácil rais. Muitos deles também têm compulsivos hábitos estra-
das cidades do vale, e se preocupa se isso enfraquecerá a nhos, variando de um indivíduo para outro. Por exemplo,
sua comunidade. Recentemente, depois que seu filho mais um fazendeiro pode andar em torno de sua casa duas vezes
velho conduziu uma viagem para entregar o minério a Toshi antes de deixá-la, enquanto um lenhador pode cumprimen-
no Naishou, o rapaz voltou com um gosto por saquê e tar os pássaros como se fossem amigos amados. Estes hábi-
apostars. Gakuto também se preocupa com o potencial tos parecem ser pequenas superstições ritualizadas, o resul-
para a guerra entre os Clãs samurais sobre a província – ele tado dos aldeões viverem tão próximos à Floresta Kawa.
é um dos poucos aldeões que percebe que a guerra poderia Enquanto a floresta pode parecer pacífica aos forasteiros,
afetá-los mal, uma vez que interromperia o comércio do os moradores sabem que ele está repleta de espíritos e
qual dependem seus alimentos. Ele frequentemente deseja criaturas que devem ser apaziguados de várias maneiras.
que pudesse simplesmente esmagar todos esses problemas Uma proteção universal em Shizu Mura é o uso de
diferentes com sua picareta, do jeito que faz com uma amuletos. Estes são geralmente pequenos feixes de folhas,
rocha teimosa ou um aldeão cabeçudo, mas seu senso de ramos e rochas da floresta, amarrados com um pergaminho
responsabilidade o obriga a ser mais cauteloso. com um kanji para proteção ou segurança. A escolha dos
materiais é feita pelos habitantes de cada casa, e a ideia é
Shizu Mura, A Vila Misteriosa que o amuleto faça a casa ter o mesmo cheiro da floresta,
Embora existam várias aldeias localizadas na fron- para confundir os espíritos a acreditarem que não há nada
teira da Floresta Kawa, a cidade de Shizu Mura é realmente lá e que eles devem continuar seu caminhos. Normalmente,
localizada dentro dela. Sem entrar propriamente na floresta os amuletos são abençoados por um monge local, ou por
ninguém jamais a notaria. A floresta ao redor da aldeia é u- um shugenja, se houver algum residindo lá, e eles são,
ma mistura de carvalhos, freixos e cedros, juntamente com então, amarrados às vigas do telhado diante das portas.
vários aglomerados densos de árvores de bambu – algumas Eles são deixados pendurados até que caiam naturalmente,
das quais até mesmo crescem em remendos entre as casas. quando são prontamente substituídos. Não é preciso dizer
Graças a esta abundância de materiais naturais, os aldeões que é considerado muito azar viver em uma casa sem um
são geralmente bem alojados em edifícios de madeira resis- amuleto, e os moradores muitas vezes se recusam a entrar
tente. Um pequeno córrego, não mais do que alguns metros em uma casa que não tenha nenhum. Na verdade, danificar
de largura e raramente com mais de quinze centímetros de ou cortar um amuleto é visto quase como uma tentativa de
profundidade, atravessa o meio da aldeia, fornecendo água assassinato, e multidões punitivas podem executar justiça
fresca e proteção contra incêndios. Os habitantes de Shizu com as próprias mãos quando isso acontece. Os estranhos
Mura perseguem uma variedade de ocupações, e, além do recebem alguma margem de liberdade quanto a isso, mas
necessário cultivo de arroz, quase todos estão relacionados não muita, pois esta é uma questão que os herdeiros ale-
à floresta e suas recompensas. São lenhadores, carpinteiros, gres dos Morikawa levam muito a sério. Eles também evi-
papeleiros e até mesmo alguns caçadores. Enquanto os tam falar sobre isso sempre que possível, uma vez que acre-
aldeões não são relutantes em lidar com o mundo exterior, ditam que os espíritos estão sempre ouvindo e que derrota-
a aldeia é autossuficiente e os moradores estão habituados ria o propósito de deixá-los saber o que os amuletos fazem.
a confiar em si mesmos. Há muito pouca atividade em Shizu Este foco nos espíritos da floresta aplica-se à
Mura à noite, e os visitantes de áreas mais metropolitanas espiritualidade dos aldeões também de maneira
podem ficar bastante perturbados em como a cidade se generalista. Embora rezem às Fortunas da mesma maneira
torna escura (preta), vazia e silenciosa após o por do sol, que os residentes do vale, eles também têm uma variedade
com todos recuando para suas próprias casas. Isto não é de festivais e rituais para apaziguar especificamente os
apenas devido ao isolamento provincial – é também porque espíritos que habitam a Floresta Kawa. Às vezes, a linha
entre a proteção e a veneração não é clara, e se pode
argumentar que os moradores – e até mesmo os monges para o jovem shugenja. A Floresta Kawa parece muito
locais – tratam os espíritos da Floresta Kawa como tranquila e segura em aparência, mas os aldeões têm tantas
Divindades, comportamento que pode ser preocupante lendas estranhas, tantos rituais para manter os espíritos à
para os visitantes devotos. Por exemplo, uma vez mensal distância, tantas histórias de pessoas simplesmente
em uma noite sem lua, os aldeões amarrarão uma cabra a desaparecendo na floresta. Sezaru ficou fascinado por tudo
um tronco de árvore fora dos limites de Shizu Mura, e isso e, apesar das advertências cada vez mais inquietantes,
ninguém fala de seu destino – ela simplesmente não estará dos nativos ele está determinado a ficar até que ele resolva
lá pela manhã. Há também um rumor local de um monge os mistérios da floresta e aprenda se são meramente
mantido prisioneiro em seu próprio santuário profundo superstição ou verdadeiro perigo espiritual.
dentro da floresta, uma vez que a criatura que vive lá se O Exército Escorpião: Uma mudança recente para
enfurecerá a menos que seja rezado a ela constantemente. Shizu Mura e as outras aldeias na área é a presença do
Os habitantes de Shizu Mura gostam de contar exército Escorpião, cujo acampamento está localizado perto
histórias sobre a floresta – na verdade, às vezes parece que da fronteira da floresta. Uma vez que nunca houve muita
eles têm uma história diferente para cada árvore. Um dos presença militar nesta região, o novo Governador nomeou
contos mais comuns é a lenda do “Rei Sapo”. Supostamen- o Escorpião para supervisionar as aldeias, embora, na 20
te, se alguém seguir o pequeno riacho sem nome que flui verdade, os moradores continuem suas atividades diárias da
através da aldeia, pode-se em algum momento encontrar a mesma forma que sempre. O Escorpião mantém uma
sua fonte, onde vive o Rei Sapo. Isto é realmente muito educada distância das aldeias, apenas interagindo com elas
mais difícil de fazer do que pode parecer, porque o córrego quando absolutamente necessário. Enquanto os moradores
raso desaparece frequentemente no subterrâneo ou se a- apreciam esta cortesia, na verdade o Escorpião
bre em pântanos pequenos ao longo de seu curso, e nin- simplesmente quer ter certeza de que suas tropas sejam
guém está realmente certo onde sua origem fica. Suposta- mantidas concentradas em um local onde possam
mente, uma menina e seu irmão a encontraram, e ela mais reimplantar caso a guerra venha mais uma vez.
tarde afirmou que o Rei Sapo era um enorme anfíbio incha- Ainda assim, a visão dos samurais nas armaduras
do do tamanho de um urso, que falava como um homem e carmesins e pretas é agora uma ocorrência não rara em
usava um chapéu alto, como um cortesão Imperial. Ele era Shizu Mura e nos vilarejos vizinhos, e a área é percebida
auxiliado por uma corte de sapos, pequenos como os co- como uma “zona do Escorpião” nas mentes de outros
muns e grandes como ele, todos parecendo muito inteligen- samurais. Desde que o comandante do exército Escorpião
tes e importantes, sentados juntos em cima de um vasto foi formalmente convidado à corte, seu subordinado direto
tesouro de moedas de ouro. A princípio, ele repreendeu as está no comando, um homem chamado Shosuro Kanetsuru.
duas crianças por interromperem sua corte, mas a moça se Ele é um samurai de poucas palavras que evita
lembrou de seus modos e se desculpou profunda e sincera- compromissos sociais, se possível. No entanto, ele tem sido
mente, o que lhe agradou. Ele se ofereceu para lhe dar par- ocasionalmente visto levando alguns de seus homens
te de seu tesouro se ela trocasse por um tesouro seu. A ga- profundamente na floresta desafiando as advertências dos
rota prontamente concordou, pois sua família era muito po- moradores locais. Kanetsuru não deseja deixar livres
bre e ela achou que tinha pouco a perder. O Rei Sapo sorriu espíritos malignos para atormentarem seus soldados, mas
e colocou para fora a língua pegajosa, engolindo seu irmão- só o tempo dirá se suas ações são corajosas ou tolas.
zinho. Horrorizada, a menina fugiu, agarrando as moedas de
ouro que encheram suas mãos. Embora sua família não fos- Botsu Mura, a Vila Pantanosa
se mais pobre, nunca mais teve felicidade. Estranhos muitas O Pântano Omikura na porção noroeste da Provín-
vezes acham esta história bastante perturbadora, especial- cia Naishou nunca atraiu muitos visitantes ou colonos, en-
mente porque os habitantes de Shizu Mura parecem pensar tretanto, uma vila pequena e muito antiga pode ser encon-
que é engraçado contar isso, e o fazem com um sorriso. trada dentro de seus limites. As pessoas de Botsu Mura são
Samurais Habitantes: Shizu Mura não tem quase principalmente os pescadores que vivem das águas do
nenhum valor estratégico ou econômico quando pântano, usando lanças curtas de madeira em vez de redes,
comparada com os estabelecimentos do Vale Nobu ou e caçando peixes e anfíbios com igual entusiasmo. Eles
mesmo com as vilas nas Montanhas Taru. No entanto, ela complementam sua dieta com arroz e fungo selvagens que
recebe samurais, que são sempre recebidos educadamente, crescem no charco. O pântano também possui um número
com alojamento adequado, e alertados para não se de plantas únicas que não são encontradas em outras
aventurarem muito longe na floresta. Um morador é partes da província. Algumas têm o valor para herbalistas,
Kitsune Sezaru, um shugenja que inicialmente não planejava fornecendo aos aldeões uma modesta fonte de comércio.
visitar a cidade por mais de alguns dias. Ele estava a As estruturas da aldeia são todas construídas sobre
caminho de Toshi no Naishou para representar seu Clã na plataformas, incluindo os caminhos entre as casas,
corte e simplesmente desejava passar um curto período de permitindo que uma pessoa atravesse todo o assentamento
tempo na Floresta Kawa para desfrutar de uma paisagem sem pisar na lama fedorenta abaixo dele. O mau cheiro e a
que lembrava as terras de sua própria família. No entanto, umidade não desaparecem, é claro. Embora os moradores
Sezaru tem se tornado gradualmente mais e mais tenham se acostumado com isso, eles não gostam de serem
interessado na Floresta Kawa e em seus habitantes. A lembrados dessas coisas por visitantes. A maioria dos
família Kitsune não estranha aos espíritos da floresta, aldeões daqui são descendentes da tribo Takanobu e têm
particularmente espíritos animais, e tem uma qualidade primos no vale, embora algumas famílias reivindiquem a
específica para isso, que é bastante original e fascinante herança dos Morikawa. Independentemente, os moradores
tendem a pensar sobre si mesmos como um grupo distinto extremamente peculiar. Embora eles ainda se lembram das
devido ao seu ambiente único. Graças a seu isolamento, as regras básicas de etiqueta, eles são muito inconscientes dos
pessoas de Botsu Mura estão acostumados a se ocorridos no resto da província (e, na verdade, do Império
protegerem, e a aldeia tem uma reputação de ferocidade como um todo). Eles sobrevivem com a produção de alguns
em face a ameaças externas. Embora as lanças de pesca não arrozais dentro das fronteiras da cidade, juntamente com as
sejam consideradas armas conforme a Legislação Imperial, frutas e os legumes que conseguirem plantar em seus quin-
os aldeões são bastante habilidosos em usá-las contra tais. Qualquer visitante será cordialmente acolhido e implo-
oponentes humanos. Na maioria das vezes, no entanto, eles rado por coisas que a vila não tem, como sementes, roupas
são um povo pacífico e, além de pescar, também são hábeis e ferramentas. No entanto, assim que a noite chegar, esses
na elaboração de itens úteis a partir dos juncos mesmos visitantes serão veementemente expulsos, uma
notoriamente altos do pântano – tatames, roupas vez que os moradores acreditam que dormir na aldeia por
protetoras (especialmente perneiras para afastar as uma noite é suficiente para receber a maldição. Dizem que
sanguessugas do pântano) e até mesmo seus barcos de alguém que já tentou sair depois disso morreu. Alguns
pesca raso são todos feitos a partir desses juncos. sofreram um ataque cardíaco assim que saíram dos marcos
Enquanto os moradores advertem os forasteiros que designam os limites da aldeia. Outros pereceram na 21
contra explorar o pântano, isso não é por uma preocupação floresta, esmagados por árvores caídas, atacados por
espiritual como na Floresta Kawa, mas simplesmente animais selvagens ou de quaisquer outras maneiras. Uma
porque é o pântano é, em si, perigoso. Raramente passa-se história afirma que um homem realmente chegou até a
um ano sem que alguém se torne presa dos perigos do própria Toshi no Naishou, só para ser encontrado morto na
pântano, e os aldeões só podem aprimorar suas habilidades manhã seguinte com uma expressão aterrorizada em sua
e orar às Fortunas contra a próxima vez. Isso significa que face. Pelo que os moradores sabem, qualquer pessoa que
grande parte da área permanece desconhecida, e isso atraiu nasça na aldeia ou que durma uma única noite dentro de
o visitante mais recente e estranho da aldeia: Togashi seus limites não pode deixa-la e viver.
Shizuko, uma monja do Dragão cujas andanças a levaram a Surpreendentemente, um samurai vive em Ichinori
este local isolado. Ela passou seus primeiros dias aqui Mura. Usagi Yoshihiko procurou propositadamente a vila e
ajudando a remodelar o santuário local, mas não mostrou de bom grado permaneceu apesar da maldição, que ela a-
nenhum sinal de querer sair desde então, e os moradores credita ter sido infligida por um maho-tsukai. Ela vive na al-
aceitaram sua presença. Muitas vezes, ela pode ser deia há vários anos e, embora ainda não tenha desvendado
encontrada meditando enquanto está de pé em uma das a maldição, não abandonou a sua determinação para supe-
bordas do piso da aldeia. Ela também gosta de conversar rá-la. Há também muito para explorar, pois, enquanto a vila
com as crianças da aldeia, contando-lhes histórias sobre o não se expandiu na superfície, muitos moradores cavaram
Tao e as Fortunas, ou cantando músicas folclóricas de todos túneis em busca de mais espaço, e alguns desses túneis fo-
os lugares de Rokugan. Ela muitas vezes desaparece por ram esquecidos desde então. Yoshihiko muitas vezes explo-
dias no pântano, mas até agora ela sempre voltou sã e ra esses túneis, procurando por uma pista que possa ajudá-
salva, e os aldeões desistiram de desencorajá-la. Alguns la a desvendar a maldição. Infelizmente, nenhum aldeão a-
pensam que ela encontrou algo de interesse místico no qui sabe ler ou escrever, e há poucos pergaminhos deixados
pântano, enquanto outros pensam que ela é apenas louca o do passado da cidade. Eles mantêm sua história através de
suficiente para desfrutar o cheiro. contos. Grande parte do trabalho de Yoshihiko consiste em
entrevistar aldeões, particularmente os mais antigos entre
Ichinori Mura, a Vila Maldita eles, tentando descobrir a verdade. A presença da samurai
Aqueles que vivem perto ou dentro da Floresta da Lebre permitiu que alguma normalidade retornasse à al-
Kawa têm afinidade por todos os tipos de contos e lendas, deia, já que sua lâmina é afiada e ela não tem pena em usá-
mas mesmo eles dão amplo espaço para Ichinori Mura. A la para trazer a justiça quando necessário, sufocando os
aldeia é considerada amaldiçoada, tanto por seus elementos indisciplinados da sociedade decaída de Ichinori
habitantes quanto por pessoas de fora, embora a natureza Mura. Muitos aldeões a veem como um símbolo de espe-
exata da maldição permaneça obscura. Uma das histórias rança, e eles seriam devastados se algo acontecesse a ela.
mais comuns fala de um velho, talvez um shugenja, que A Maldição de Ichinori Mura: Seria a maldição que
veio à aldeia durante um inverno particularmente severo e assola a aldeia de Ichinori Mura real? Se sim, como aconte-
pediu hospitalidade. A aldeia já era pobre na época, e a ceu? E se não, o que faz os aldeões acreditarem que é real?
comida e a lenha estavam acabando, de modo que ninguém O tópico foi deliberadamente deixado sem respos-
abriu a porta – cada família esperava que a próxima tas oficiais a estas perguntas. Ichinori Mura é apresentado
aceitasse o velho. Ele morreu de frio no meio da aldeia, mas como um gancho de aventura, um local interessante que o
não antes de amaldiçoá-la com suas palavras finais: “Já que Narrador pode então expandir para o que quiser que seja.
valorizam sua aldeia demais para ajudar um estranho, Talvez o velho tenha sido um espírito ou uma Fortuna que
nunca mais a deixarão.” amaldiçoou a aldeia por seu egoísmo, e a aflição só pode
Independentemente se a história é verdadeira, não ser findada apaziguando aquele espírito ou aquela fortuna.
há como negar que a aldeia sofre com grandes e duradou- Talvez um maho-tsukai já tenha morado na cidade, e seu
ros infortúnios e seus habitantes parecem incapazes de sair. covil esteja escondido nos túneis embaixo dela. Talvez não
Quem visita, encontra uma miserável série de residências haja uma maldição real, mas algum psicopata ou culto as-
habitadas por gente doente e abatida. Depois de muitas sassina cada aldeão que sai. As possibilidades são infinitas.
gerações sem sair de sua vila, os aldeões são um grupo
Moku Mura, a Vila Lacustre comércio e viagens, e a muitos agricultores é a maneira
Em contraste com o Pântano Omikura, o Lago mais fácil de chegar à cidade e pagar impostos, vender o ex-
Tsunegawa, no norte da província, tem muitas aldeias nas cesso de produção ou adquirir novas ferramentas e mate-
proximidades, pois é bonito e fácil de navegar. Moku Mura riais não encontrados no campo. Assim, as aldeias ao longo
é uma das maiores dessas aldeias, uma cidade pesqueira do rio são frequentemente centros de comunicação entre
construída ao longo da costa. A paisagem é bastante idílico, as partes mais remotas da província e sua capital. Oichi
e, embora a aldeia ganhe a vida com a pesca, também Mura é um exemplo perfeito, situada ao longo da margem
recebe frequentes visitantes samurais atraídos pela beleza norte do rio, perto de um grande número de assentamentos
do lago e pelos vários bandos de aves que migram através agrícolas. A aldeia tem uma economia equilibrada, com a
dela todos os anos. Os aldeões são descendentes da tribo maioria dos seus habitantes trabalhando como pescadores
Takanobu e têm um olho para as oportunidades, então há ou agricultores, mas com um bom número de comerciantes
muito tempo perceberam que a beleza da área poderia e marinheiros que movimenta bens e pessoas acima e
atrair visitantes ricos, e fazem o seu melhor para tornar sua abaixo através do rio. Todos os habitantes são
cidade tão esteticamente agradável quanto possível. As descendentes da tribo Takanobu e têm uma reputação de
casas são pintadas em cores vivas e os caminhos da aldeia hospitalidade amigável, reforçada ainda pelos laços 22
são varridos e limpos todos os dias. Cerejeiras foram familiares que mantêm com os assentamentos vizinhos.
plantadas ao longo da costa, e os pássaros são tratados com Esta tradição também é representada pelo templo local de
cuidado para não afugentá-los da aldeia. Várias pousadas Jizo, a Fortuna da Misericórdia, mantido por monges que
recebem visitantes samurai, todas próximas à margem do são quase todos nascidos na aldeia. Os monges comumente
lago para que possa ser admirado sem sair do quarto. Sem visitam cidades vizinhas para cuidar dos pobres e doentes,
surpresa, a aldeia é bastante popular entre o Clã Garça, e melhorando ainda mais a reputação de Oichi Mura.
Garças que visitam a Província Naishou costumam fazer A cidade tem visto uma recente onda de atividade
questão de vir aqui. Apenas a distância de Toshi no Naishou devido a alguns dos comerciantes de Toshi no Naishou cor-
impede que Moku Mura seja realmente popular, mas tarem o comércio com Koso Mura. Isso obrigou algumas al-
mesmo a quantidade modesta de tráfego samurai é deias a começarem a usar Oichi Mura para negociar com a
suficiente para torná-la próspera. cidade, no lugar de Koso Mura. O trabalho está em anda-
Devido à predominância de samurais da Garça mento para expandir a infra-estrutura da vila para acomo-
aqui, são os hóspedes de outros Clãs que atraem a atenção. dar este desenvolvimento, embora haja alguma preocupa-
O caso mais recente é Moshi Masako, uma jovem shugenja ção de que esses investimentos poderiam ser contraprodu-
e amante da pintura. Enquanto Masako tem sido muito centes se Koso Mura recuperar as boas graças da capital.
tranquila e educada para todos os seus companheiros Oichi Mura está sob a administração de Otomo Ji-
samurais, ela está aqui, na verdade, com sede de vingança. tsuto, que foi nomeado diretamente pelo novo Governador
Seu pai e seu marido morreram em uma escaramuça de e recebeu uma pequena escolta de tropas do Leão. O gover-
fronteira com a Garça há alguns anos atrás e, embora a nador sabe que esta aldeia é importante para manter a in-
Garça mais tarde tenha reparado os erros para aquilo que fluência no norte da província, e sentiu que só podia confiá-
foi acordado como um mal-entendido, ela nunca fez a paz la a um samurai sem lealdades conflitantes. Jitsuto nunca
com eles em sua alma. No entanto, como uma sacerdotisa foi considerado um cortesão de sucesso por sua família, que
dos kami, ela é supostamente devotada à paz e à sentiu que ele não tinha a capacidade de intimidação pela
iluminação, então ela decidiu atacar o Clã Garça em um tipo qual os Otomo são conhecidos. Jitsuto é geralmente um
diferente de campo de batalha: as artes. Uma pintora hábil, jovem bastante agradável, conhecido por ser amigável e de
Masako derramou todo o seu pesar e paixão em seus novos mente aberta, traços raramente associados com o resto de
trabalhos, que atingiram níveis surpreendentes de arte. sua família. Ele se dedicou a seu trabalho desde que che-
Moku Mura é o lugar perfeito para ela manter seu rancor e gou, refinando a organização da aldeia sempre que possível,
aperfeiçoar sua arte, já que há muitos visitantes da Garça, mas evitando ingerências desnecessárias. Enquanto ele está
mas não é parte de seu território. Suas obras de arte muito distante do campesinato para ser verdadeiramente
caracterizam a ira dos kami e das Fortunas contra a beleza amado, os plebeus o respeitam por facilitar o seu trabalho
do mundo natural, ainda que cheia de fúria espiritual, e sem perturbar suas tradições. Ele tem ido orar regularmen-
todos concordam que ela capturou a raiva do mundo divino te no templo de Jizo, ganhando o respeito dos monges.
de uma maneira raramente vista antes. Ironicamente, seus Jitsuto muitas vezes pode ser encontrado em algum lugar
trabalhos tornaram-se bastante populares entre Garça, que na aldeia durante o dia, observando e fazendo planos para
parecem alheios à sua história trágica. Masako passa todo o o futuro. Durante a noite ele verifica relatórios até tarde,
seu tempo pintando (no seu quarto ou na praia) ou no embora sempre encontre tempo para cumprimentar e
santuário local dedicado ao espírito do Lago Tsunegawa, adequadamente receber qualquer samurai visitante.
orando pelas almas de sua família e pela força para derrotar
aqueles que considera seus inimigos. Panchu Mura, a Vila Caída
Quando os cidadãos tradicionais de Naishou que-
Oichi Mura, a Vila Fluvial rem mostrar o que querem dizer quando falam dos perigos
Muitas aldeias na Província Naishou aproveitam a de abrir mais sua província ao mundo exterior, eles apon-
generosidade do Rio Itochu. Trata-se, na maioria das vezes, tam para Panchu Mura. Uma das poucas aldeias ao sul de
de aldeias de pescadores, uma vez que o rio sempre produz Toshi no Naishou, mas ainda dentro da fronteira da provín-
uma captura abundante, mas é também uma rota para o cia, Panchu Mura costumava ser uma simples cidade agríco-
la, com seus habitantes trabalhando duro para cultivar ali- em seus próprios modos simples, com alguns santuários de
mentos em terras menos férteis do que aquelas encontra- pedra marcando sua devoção.
das na parte norte do Vale Nobu. Muitos deles também são Durante muito tempo, isso foi realmente tudo o
doshin, oficiais camponeses da lei, para defender sua aldeia que havia para Settou Mura. No entanto, há alguns meses,
remota contra bandidos. Infelizmente, esses dias de traba- um dos aldeões encontrou um veio de prata nas montanhas
lho simples se foram. A mudança não aconteceu do dia para próximas. Ele rapidamente reportou ao chefe da aldeia, que
a noite, mas gradualmente, conforme mais e mais samurais decidiu não revelar a existência do minério ao Governador –
viajaram para a província a partir de todas as direções. não pela ganância, mas principalmente pelo desejo de se-
Muitos em Panchu Mura viram o influxo de samu- rem deixados sozinhos pelos samurais intrometidos. Ele via
rai como sua chance de melhorar a riqueza de sua aldeia, o que estava acontecendo com os assentamentos na pro-
mas eles tinham pouco a oferecer aos visitantes além do ar- víncia que atraíam demasiada atenção, e não desejava ver
roz de má qualidade. Alguns heimin mais oportunistas mon- sua pacífica aldeia oprimida por soldados, comerciantes,
taram uma cervejaria, transformando arroz barato em sa- apostadores, ou pior. Entretanto, alguém deve ter ignorado
quê barato. Isso realmente atraía clientes, mas apenas os suas ordens, porque logo os bandidos começaram a bisbi-
samurais pobres e desonrados, em vez da refinada elite que lhotar as fronteiras da aldeia. Os aldeões foram capazes de 23
esperavam trazer. Ainda assim, mais moeda era mais moe- afastar o primeiro grupo de bandidos com armas improvisa-
da e a aldeia continuou neste caminho. Agora, há duas cer- das e coragem teimosa, mas eles temem que mais virão em
vejarias de saquê rivais (mas igualmente baratas) com pou- breve. A aldeia é defensável – está localizada no fundo de
sadas para vender seus produtos, duas casas de apostas e um vale acessível apenas através de uma única passagem
um bordel mal disfarçado como uma casa de gueixas. Pan- estreita –, mas uma força poderosa ou determinada pode
chu Mura adquiriu uma reputação como um lugar de férias provavelmente sobrepujar os agricultores.
baratas, e continua a atrair uma clientela miserável. Apesar Felizmente para Settou Mura, o Governador deci-
da sua localização fronteiriça, a guarnição Leão lhe dá am- diu recentemente testar sua teoria de que os Clãs Menores
plas autonomia e distância, achando-a repugnante e indigna poderiam ser adequados para governar após sua partida.
de sua proteção. Há alguma pressão na corte do Governa- Samurais de vários Clãs Menores foram nomeados como
dor para redesenhar as fronteiras da província de forma a protetores de algumas aldeias na Província Naishou, e por
excluir a aldeia completamente de Naishou, permitindo que acaso Settou Mura é uma das aldeias selecionadas – preci-
seja abandonada de uma vez por todas. Tudo isto lamenta samente devido à sua percepção de falta de importância.
profundamente o restante dos habitantes legítimos e tradi- Assim, para surpresa dos aldeões, logo depois que
cionais da aldeia, mas agora eles são uma pequena minoria, expulsaram os bandidos, um trio de guerreiros corpulentos
continuando a trabalhar nos campos enquanto todos os ou- do Clã Texugo chegou, alegando que a aldeia estava agora
tros procuram meios mais fáceis de ganhar a vida. Mesmo o sob sua proteção. Desde então, nenhum novo bandido se
templo local para Kenro-Ji-Jin, a Fortuna do Solo, caiu em aproximou da área, então os três samurais samurais não
mau estado, com poucas pessoas sentindo o chamado para sabem nada dos ataques, muito menos do veio de prata.
servirem como monges ou para doar dinheiro. Ichiro Hidetsugu é o líder do grupo pequeno, junto
Algumas pessoas gostam do novo estado das coi- com seus irmãos mais novos Ichiro Kunihiro e Ichiro Akira.
sas. Um ronin de nome Takenori pode geralmente ser en- Os três são um grupo unido, acostumado a trabalhar por
contrado na vila, apreciando frequentemente uma bebida conta própria. Hidetsugu é o mais experiente na arte da
das casas de saquê Lótus Seca ou Águas Bentas. Sua falta de guerra, mas Kunihiro é um bom guerreiro e Akira é um
modos (e de espadas) levou muitos a suspeitarem que não excelente batedor, hábil em explorar montanhas. Eles veem
seja realmente um samurai, mas seu tamanho colossal e sua a aldeia como um teste, e admiram os moradores locais por
capacidade de balançar seu dai tsuchi são suficientes para sua tenacidade e autossuficiência. Se os bandidos
silenciar a maioria dos críticos. Takenori é sujo, despentea- retornarem, eles terão de enfrentar três guerreiros
do, rude e violento. Ele desfruta tremendamente de Panchu perigosos, mas se os Texugos aprenderem sobre o filão de
Mura, uma vez que pode pagar por seus entretenimentos prata, não há como prever a reação deles. Assim, até agora,
baratos por extorquir dinheiro dos moradores a cada pou- os aldeões estão mantendo distância.
cos dias ou assim... quando sequer se incomoda em pagar,
uma vez que poucos na aldeia ousarão pedir-lhe moedas. Sujuko Mura, a Vila do Desfiladeiro
Por outro lado, Takenori com prazer atacará qualquer outra As Montanhas Taru não são fáceis de atravessar,
pessoa que não pagar ou que incomode os moradores, uma tornando as poucas passagens cruciais para o bom funcio-
vez que ele sabe quese todos morrerem ou empobrecerem, namento da Província Naishou. O Estreito Sukujo é a maior
ele não terá mais suas bebidas. Takenori também toma cui- delas, uma das poucas maneiras de entrar e sair da provín-
dado para nunca matar um samurai de Clã, já que sabe que cia sem usar o Rio Itochu. A vila de Sujuko Mura é definida a
o assassinato atrairia atenção indesejada de magistrados. meio caminho através desta passagem, e sua presença
ajuda a tornar a travessia da montanha viável. Embora a vila
Settou Mura, o Prêmio Oculto seja um lugar um tanto tedioso e monótono, habitado prin-
O vilarejo de Settou Mura é aparentemente cipalmente por descendentes da austera tribo Yamataru, al-
indistinto de qualquer uma das muitas outras pequenas gumas famílias descendente dos Takanobu há muito tempo
aldeias agrícolas devotas que estão espalhadas pelas se estabeleceram na cidade e abriram várias pequenas pou-
Montanhas Taru. Os camponeses falam pouco, mas são sadas e lojas para receber viajantes. O restante dos habitan-
educados, trabalham arduamente e veneram as Fortunas tes concentrou-se em suas ocupações tradicionais de agri-
cultura (a vila cuidadosamente mantém arrozais em terra- do como sua base de operações. Eles construíram vários
ços nas encostas mais baixas da garganta) e de uma peque- quartéis ao redor da aldeia e uma muralha de madeira sim-
na pedreira nas proximidades. Durante muitos anos isso foi ples para reforçar suas defesas, e estão atualmente traba-
bem sucedido e a aldeia prosperou, mas este equilíbrio está lhando em duas torres para deixá-los cientes de inimigos
em risco de ser abalado pelo novo afluxo de recursos de distantes. É claro que ninguém realmente se atreveu a
Koso Mura. A cidade vê o Estreito Sujuko como o caminho atacar o Leão, mas os Leões acreditam na preparação
para estender a sua influência e prosseguir a sua rivalidade completa para ameaças em potencial. Eles deixaram os
com Toshi no Naishou, e começou a renovar Sujuko Mura e habitantes da aldeia em paz, salvo por pegar suprimentos
expandir e melhorar a própria estrada na montanha. Várias de comida e matricular alguns camponeses mais jovens
famílias mercantes mudaram-se recentemente de Koso como soldados ashigaru. Uma vez que a vila é descendente
Mura para criar negócios aqui, e tornaram-se um terceiro da tribo Takanobu, os voluntários não faltaram.
grupo social distinto das famílias Takanobu e Yamataru. Enquanto o comandante Leão visitou Sujuu Mura
O influxo de riqueza, visitantes e viajantes trouxe várias vezes, ele geralmente supervisiona operações em ou-
muito dinheiro, e também tensão social. Os Takanobu não tras partes da província ou na capital. Em sua ausência, a li-
veem nenhum problema com a nova expansão, mas os Ya- derança das tropas recai a Matsu Kazuyo, uma jovem samu- 24
mataru não gostam da nova situação caótica e dos hábitos rai-ko que só recentemente obteve seu atual posto. Ela está
pecaminosos dos recém-chegados (cujos negócios muitas ansiosa para se provar valiosa, mas achou o comando mais
vezes caracterizam beber e jogar). A violência quase flores- difícil do que pensava, particularmente sobre a logística. Em
ceu quando uma nova família tentou remover um pequeno muitos dias, ela se sente como pouco mais do que um
santuário de pedra para que pudessem construir uma nova comerciante glorificado, em um infinito rever de relatórios
pousada no local. Este incidente foi amenizado antes que sobre o transporte de alimentos aqui ou ali. Ela anseia por
qualquer dano ocorresse, mas novas famílias continuam um confronto glorioso com a Garça ou com o Escorpião (ou
chegando, novos negócios continuam a abrir, e os agriculto- com ambos), mas a decisão não cabe a ela, que se senta
res e mineiros Yamataru se tornam cada vez mais inquietos. fumegante enquanto políticos brigam em Toshi no Naishou.
Em tempos de dúvida, os aldeões frequentemente Tudo que ela pode fazer é tentar se certificar de que o Leão
se voltam para um mosteiro local para aconselhamento, e o esteja pronto quando chegar a hora, e ela treina suas tropas
Abade Suguru está tentando oferecer respostas. Natural da incansavelmente, às vezes levando-as à exaustão em
aldeia e membro da Ordem das Mil Fortunas, ele prega pa- inúmeros exercícios. Samurais visitantes são uma bem-
ciência e resistência diante da adversidade, e até agora sua vinda ruptura à frustração e à monotonia, e ela certamente
orientação ajudou a prevenir qualquer violência absoluta. lhes oferecerá sua hospitalidade. No entanto, os inimigos
Infelizmente, Suguru tem interesses diferentes do que a vila do Clã Leão devem ser cautelosos, pois ela tem um
tem em mente. Ele tem sido um membro da conspiração temperamento curto – mesmo para o padrão Matsu – e
Kolat por muitos anos. Desiludido com o distante e elusivo seus dias de ócio em Sujuu Mura pioraram seu humor.
patrocínio das Fortunas, Suguru há muito tempo decidiu
tentar sua sorte com a filosofia Kolat da Regência do As Vilas Orientais
Homem. Ironicamente, ele não está satisfeito com a nova A maioria das aldeias em Naishou abriga poucos
situação na aldeia, pois teme que atraia muita atenção ela e samurais e é um lugar quieto onde pouco acontece fora do
interrompa as operações do Kolat aqui – particularmente o comum. Elas tendem a se apoiar, criando pequenas redes
uso do mosteiro para abrigar espiões e assassinos para a que relatam à capital provincial tão pouco quanto
conspiração. No entanto, membros influentes da Seita da necessário. As aldeias listadas aqui, situadas na parte
Moeda têm interesses na expansão da aldeia e da oriental da província, são parte do grupo tribal de Takanobu
passagem, então Suguru está obedientemente tentando e são um exemplo representativo destes grupos pequenos.
guiar Sujuko Mura para um caminho mais mercantil. O Narrador pode usá-las como inspiração para criar suas
cidades, possivelmente centrando-as em torno de um dos
Sujuu Mura, o Celeiro assentamentos mais importantes descritos anteriormente.
Situada na parte noroeste da Província Naishou, a Aian: é uma vila grande, com algumas modestas
poucas horas de distância da Floresta Kawa e do Rio Itochu, residências samurais em suas ruas. Possui uma forja, uma
Sujuu Mura não é visivelmente diferente das muitas outras casa de chá e uma loja de mercadorias. Muitos moradores
aldeias ao seu redor. No entanto, situa-se no meio de terras de outras aldeias a visita em busca de vários suprimentos.
particularmente férteis e produz um dos maiores exceden- Boubi: é uma vila pequena e isolada que tem
tes de alimentos na região – o que é exatamente por isso pouca relação com as outras listadas aqui. Ela, no entanto,
que o Leão o escolheu como a base para seu exército. En- recentemente alugou quartos a um pequeno grupo de ronin
quanto uma parcela considerável de suas tropas permanece que se hospeda na única pequena estalagem da vila.
em Toshi no Naishou para atender às necessidades do Go- Danshou: é uma pequena e simples aldeia agrícola
vernador, a cidade é muito apertada para abrigar sua força cujos habitantes parecem desfrutar de uma alegria infinita.
principal e muito longe das regiões mais externas da provín- Uma lenda afirma que a aldeia foi abençoada no passado,
cia para ser sua sede. Eles elegeram Sujuu Mura com base possivelmente por uma encarnação de Hotei, e boa sorte
em sua localização e sua colheita generosa, garantindo que nunca faltou desde então.
seus soldados não precisariam se preocupar com comida. Houi: é localizada em uma área geograficamente
Sujuu Mura foi transformada desde a chegada do desigual, onde o terreno é moldado em grandes cumes e
Governador, com centenas de soldados Leões agora a usan- árvores crescem amplamente. A aldeia tem feito o melhor
que pode para cultivar em qualquer espaço que fique entre absoluta dada a natureza um tanto igualitária do bando.
as cristas rochosas. Sononsuke foi um samurai Leão da família Akodo, e perdeu
Jouzousho: é uma vila grande e próspera, osten- toda a sua unidade devido a uma manobra mal concebida
tando não só uma casa de gueixas mas também uma cerve- por seu comandante. Ele foi considerado vergonhoso por
jaria de saquê. Muitos na área a veem como um destino de ter sobrevivido em detrimento às mortes de seus irmãos,
lazer. Pelo menos um Otomo atualmente vive na aldeia. mas não quis cometer seppuku. Embora Sonosuke retenha
Juujiro: é a menor vila da área, e não existiria se alguns ecos da natureza severa e honrosa do Leão, sua vida
não fosse a encruzilhada em que fica. Muitos que viajam como um ronin tem-lhe dado muito pragmatismo e ele às
entre as aldeias param em sua pousada, mesmo que apenas vezes até recorre ao banditismo para sobreviver. Ele não
para almoçar. tem grande ideal ou objetivo para seus homens além da
Koujou: é uma vila de tamanho modesto, situada sobrevivência, e isso pode ser o motivo pelo qual
onde um córrego atravessa a estrada e controla uma conseguiram viver tanto tempo.
pequena ponte e um moinho movido a água. O moinho Sonosuke trouxe seus homens para a Província Nai-
produz farinha de arroz e de outros grãos, e macarrão shou há alguns anos, vendo a região frouxamente governa-
fresco é vendido na pousada local. Um samurai da família da como uma boa oportunidade. As poucas tropas de samu- 25
Miya atualmente vive aqui. rais locais estão espalhadas por toda a província, mas a
Mujitsu: é um pequeno local, mas contrasta com possibilidade de conflitos renovados aparece no horizonte,
uma bela paisagem que faz a sua casa de chá um lugar criando muitas oportunidades de emprego. Até agora, sua i-
agradável para descansar. Um pintor Doji tem apreciado a deia valeu a pena, e o covil só foi forçado a se deslocar duas
serenidade da vila para promover sua arte. vezes desde a sua chegada. Os dois outros ronin que Sono-
Sencha: é um assentamento pequeno em um vale suke mais confia são uma samurai-ko chamado Hiroko e um
estreito entre dois montes rochosos. A partir daí, um arqueiro chamado Shigekazu. Hiroko é jovem, alegre e uma
pequeno caminho leva a um mosteiro nas proximidades, amazona hábil que faz a maior parte do cuidado com os
atravessando um simples, mas bem conservado, arco torii. dois cavalos que os ronin possuem. A maioria assume que
Tenraku: é uma vila de tamanho médio cuja ela já foi um Unicórnio, mas perguntar sobre seu passado é
localização na estrada para Toshi no Naishou faz com que a única maneira de arruinar seu bom humor habitual, então
veja bastante tráfego. Uma pousada e uma loja de os membros pararam de falar sobre isso. Shigekazu é um
carpintaria fazem-lhe um elemento importante da área. homem severo, filho de um ronin e uma gueixa, e é
Mosteiro de Yasurugi: é situado sobre uma colina amargurado que os samurai dos Clãs dominem os homens-
arborizada, alcançada por uma escadaria rasa que passa sob onda; No entanto, ele é um atirador habilidoso e sabe
sete arcos torii dedicados às Sete Fortunas, sendo o maior muito sobre a sobrevivência na natureza. Ambos Hiroko e
dedicado a Fukurokujin. Este monastério fornece orientação Shigekazu são fortemente leais a Sonosuke, e ele sabe que
espiritual para todas as aldeias da região. ficarão ao seu lado, mesmo se os outros se dispersarem.

O Covil dos Lobos, o Acampamento Ronin Emma-o Seido


A Floresta Kawa hospeda muitos perigos, mas al- O isolamento relativo da Província Naishou sempre
guns deles são mais mundanos do que espíritos irritados ou a tornou ideal para samurais ou monges a procura de
complexos metamorfos. Um deles é o Covil dos Lobos, um reclusão, qualquer que fosse sua razão. Muitos samurais
acampamento ronin geralmente encontrado na parte norte que desejam deixar suas velhas vidas para trás se mudam
da floresta. Os ronin do covil vêm de muitas origens e exe- para uma das pequenas aldeias da província, vivendo seus
cutam uma variedade de funções, tanto honradas quanto dias como seus protetores. Outros se aposentam para um
criminosas. Seu único traço unificador é a solidariedade mú- dos muitos mosteiros da região.
tua, pois compartilham a remuneração e os benefícios de Aqueles que se aposentam para Emma-O Seido
seu emprego para terem certeza de que sobreviverão. No estão unidos por um sentimento: dor. O santuário pequeno
momento, o grupo tem aproximadamente uma dúzia. Os é um destino predileto para samurais-ko que perderam um
homens-onda são bem versados em técnicas de sobrevivên- parente (normalmente um ou mais filhos) e cujo luto as
cia e geralmente podem se manter pelo menos minima- incapacitou de encontrar a paz em suas vidas. A natureza da
mente alimentados caçando quando não estão trabalhando vida em Rokugan significa que há mulheres de todas as
em outro lugar na província. Eles coletivamente possuem idades neste santuário, todas buscando sair da tristeza
dois cavalos, que estão entre os seus bens mais valiosos, vivendo suas vidas em devoção à Enigmática Fortuna da
por isso, quando realocam sua acampamento, uma das Morte. O santuário está localizado no alto das Montanhas
primeiras coisas que eles fazem é construir um estábulo Taru e é bastante pequeno, escondido ao lado de um pico
simples. A Floresta Kawa permite que permaneçam fora da constantemente maltratado por ventos frios. As freiras de
vista (e, assim, fora da mente das autoridades) pela maior Emma-O dizem que, às vezes, podem ouvir as lamentações
parte do tempo, mas eles se certificam que sua base seja dos mortos ao som do vento. Algumas aldeias próximas
sempre defensável e as sentinelas do lugar asseguram-se de fornecem o santuário com comida e algumas outras
que não sejam pegos pela surpresa. Se eles atraem a amenidades simples em troca da assistência das freiras com
atenção, eles rapidamente juntam suas coisas e se mudam, ritos funerários em toda a região. Poucos vão para o próprio
destruindo sua base anterior. santuário, pois é um lugar frio, pouco acolhedor e
O atual líder do grupo é um homem chamado desamparado, com pouco espaço para acomodar os
Sonosuke, embora sua autoridade nem sempre seja visitantes. Em vez de uma estátua para a adoração, o
santuário contém um velho conjunto de armadura samurai muito sólida e mantido impecavelmente limpo, apesar do
que dizem ter pertencido ao marido falecido de uma irmã; fluxo constante de visitantes. Na verdade, não se passa um
A laca se desgastou e é impossível distinguir o seu Clã de dia sem que um agricultor venha prestar seu respeito à For-
origem. Uma vez que Emma-O é muitas vezes retratado tuna da qual depende a sua vida, e sete caminhos diferen-
como um conjunto vazio de armadura, as irmãs encontram tes conduzem as terras circunvizinhas ao templo, com suas
este um ponto de foco adequado para a sua devoção. rotas desgastadas no solo pela interminável peregrinação
O santuário é atualmente liderado por uma mulher de suplicantes. Cada um atravessa um arco torii quando
chamada Akari. Ela pertenceu ao Clã Libélula, mas se apo- chega ao templo. A única característica marcante do inte-
sentou aqui depois que seu marido faleceu. Ela agora super- rior do templo é uma estátua de 3 metros de altura da For-
visiona muitas mulheres que foram parte de famílias até tuna, representada como dando arroz ao povo. A escultura
mesmo mais prestigiadas do que dela, uma ironia que ela a- de madeira não é particularmente refinada em design, e é
precia. Enquanto ela chegou aqui já preparada para se dedi- creditada como esculpida pelos próprios fazendeiros. Há
car à Fortuna, muitas outras novas irmãs vêm simplesmente também pequenas talhas de raposas, os animais reverencia-
para sofrer, muito sobrecarregadas com o arrependimento dos como servos de Inari, em todas as portas principais do
de continuar suas vidas ou lidar com sua dor. Akari é uma templo. Dezenas de monges residem neste lugar, e quase 26
Guardiã paciente e respeitosa, e a maioria das freiras agra- todos são de famílias heimin da região, compartilhando um
dece a ela por ajudá-las a encontrar alguma paz em suas no- vínculo de parentesco com seus devotos visitantes.
vas vidas. Akari tenta se certificar de que os enredos políti- O Abade do Templo é atualmente um monge an-
cos não acompanhem as novas irmãs ao santuário, uma vez cião chamado Goichi. Ele perdeu a visão e mal pode se mo-
que ter tantos ex-samurais em um lugar pode facilmente ver de seus aposentos, mas mantém um sagacidade afiada
ser problemático. O difícil é piorado pelo fato de que muitas e um conhecimento inigualável da Fortuna e de suas tradi-
recém-chegadas esperam meses antes de realmente ções. Goichi viveu toda a sua vida no templo, tendo chega-
fazerem seus votos, e permanecem tecnicamente samurais do a ele como uma criança órfã. Ele abraçou a vida de tra-
até esse momento. Akari proíbe severamente o acesso a balho simples e a plenitude espiritual oferecida pelo tem-
seu santuário àqueles que possam perturbar estas mulheres plo, e ascendeu através das fileiras inteiramente através de
em luto, para que não sejam atraídas de volta às conexões trabalho duro e paciência, aprendendo a partir de seus an-
de suas vidas anteriores. Até agora ela permaneceu distante ciãos da época. Com bem mais que oitenta anos de idade,
dos recentes conflitos entre os Clãs sobre a Província ele é visto pelo campesinato como a prova do favor da For-
Naishou. Ela está certa de que estes confrontos em breve tuna ao templo. O recente afluxo de samurais à província
trarão mais mortes, mais almas partidas pelas quais orar e não é do gosto de Goichi, especialmente depois do breve,
mais mulheres em luto para consolar. mas selvagem, conflito entre a Garça e o Escorpião, que a-
As Graças da Fortuna: As Graças da Fortuna se meaçou o sustento de muitos aldeões. Isto fechou o humor
movem através de toda Rokugan, mas têm um templo do velho Abade, e ele frequentemente medita em uma
principal, que é um convento a um dia viagem do Oratório pequena sala atrás do templo, dedicada ao aspecto furioso
ao Ki-Rin. Elas também mantêm conventos nas terras das de Inari, conhecido como o Dragão de Gelo. Ele avalia
famílias Toritaka, Kitsu e Usagi; além de um santuário na cuidadosamente se deve intervir, pois milhares de aldeões
Província Naishou: Emma-O Seido. As freiras que não seguem sua liderança e ele poderia facilmente desencadear
possuem o dom de falar com os kami se tornam membras uma grande revolta contra esses samurais belicosos e tolos.
da Irmandade de Shinsei, irmãs da Ordem da Morte;
contudo todas – shugenja e monjas – são, acima de tudo, Muzaka Shinden, O Mosteiro Oculto
sacerdotisas que prestam os mesmos serviços à No interior da Floresta Kawa, há um monastério
comunidade, como médiuns, parteiras e curandeiras. cuidado por apenas um punhado de monges, um templo
que poucas almas já viram. É extremamente difícil
Inari Seido encontrá-lo, porque se esconde em uma região densamente
A parte ocidental do Vale Nobu é primairamente florestada sem um único caminho aberto para ele. Na
uma planície aberta, perfeita para crescer arroz e outros verdade, magia quase que certamente é parte do que
grãos graças a muitos rios menores e córregos que cruzam o oculta o templo. Sabe-se que espíritos travessos e
e alimentam eventualmente no Rio Itochu. Dezenas de vilas metamorfos ativamente desencorajam visitantes ao lugar.
pequenas e indiferenciadas podem ser encontradas na área, Em raras ocasiões, os exploradores perseveram através de
mas uma grande estrutura quebra a monotonia da região: todos os truques e obstáculos para alcançar Muzaka Seido,
Inari Seido é um templo de tamanho considerável, e sua possivelmente o único templo dedicado à Fortuna dos
presença e sucesso é ainda mais notável, dada a quase total Enigmas em toda Rokugan.
ausência de influência samurai em sua história. Apesar de A Província Naishou tem muitos templos, dedica-
ser referido como “santuário” (“seido”), este local dos às Fortunas maiores e menores, mas esse é de longe o
claramente se qualifica como um templo. mais obscuro deles. O templo, localizado em uma clareira
A lenda local reivindica que os plebeus da área natural da floresta, é tão simples quanto uma estrutura po-
construíram o templo eles mesmos, pedra por pedra, e de ser, construído inteiramente usando a madeira local. Em
quando a obra estava completa alguns dos trabalhadores vez de uma estátua para a Fortuna, o templo exibe um per-
rasparam suas cabeças e devotaram suas vidas à Fortuna do gaminho longo com o nome e o título de Muzaka. Os mon-
Arroz. Seja isso verdade ou não, o templo parece carente de ges dizem que seria tolo alguém fingir saber a aparência da
adornos aos olhos de samurais, embora seja de construção Fortuna misteriosa. Os poucos monges que vivem aqui, cui-
dando do templo e mantendo registros de todas as visitas, acreditam que contém uma ou mais passagens aos Reinos
são, em sua maioria, ex-visitantes do templo que, tendo Espirituais, talvez para o Chikushu-do ou até mesmo ao
chegado lá por acaso ou por intenção, optaram por ficar e Gaki-do ou ao Mei-do, pois certamente há muitas histórias
passar o resto de suas vidas contemplando um dos seres de fantasmas associadas a ela. Outros culpam a presença de
mais misteriosos da cosmologia rokugani. Eles meditam so- metamorfos com um gosto para travessuras, como saru
bre enigmas e koans, e se alimentam das frutas da floresta. (macacos), kitsune (raposas) e tanuki (guaxinins), que são
Mosuke é o último monge a se juntar ao pequeno propensos a jogar brincadeiras perigosas com os mortais.
templo. Seu corpo marcado aponta para uma vida anterior Algumas descrições das lendas da tribo Morikawa parecem
como um samurai, mas em Muzaka Seido, como na maioria apontar para a antiga presença de ogros, e alguns campone-
dos mosteiros é inapropriado questionar um monge sobre ses ainda acreditam que uma tribo inteira de ogros vive em
sua vida passada. O homem que um dia se tornaria Mosuke algum lugar na floresta, talvez usando uma rede de caver-
tropeçou no templo depois de fugir de um bando perturba- nas subterrâneas para se esconder. Todas essas histórias
dor de metamorfos saru. Naquela época, ele era – por ele podem ser verdadeiras... ou talvez nenhuma delas. O que é
mesmo reconhecido – um fanfarrão e um tolo, e seu orgu- certo é que todos os anos há alguns incidentes estranhos ou
lho foi quebrado por ser humilhado por um bando de ani- terríveis na floresta, suficientes para manter a população 27
mais. Ele percebeu que havia muito sobre o mundo e sobre assustada e as lendas alimentadas. Na maioria das vezes, as
si mesmo que não sabia, e foi quando chegou a esta ilumi- pessoas simplesmente desaparecem, às vezes sem um ras-
nação que encontrou o templo da Fortuna dos Enigmas. A tro, às vezes deixando o sangue para trás. Mais raramente o
princípio, ele só pretendia ficar por um curto período de problema será algo mais misterioso, como árvores mudan-
tempo, para descansar e se recuperar, mas rapidamente do lugar, ou riachos na floresta tornando-se vermelhos por
descobriu que o fogo da curiosidade não poderia ser extin- um dia. Os camponeses que vivem perto da floresta tentam
to. Ele raspou a cabeça e juntou-se aos outros monges. Re- se proteger através de vários ritos e amuletos, apontando
zar para Muzaka e meditar sobre enigmas é bastante gratifi- sua sobrevivência como prova de sua sabedoria.
cante para ele, mas Mosuke também está profundamente Alguns shugenja que investigaram a floresta acredi-
interessado em outros visitantes do templo. Poucos tam que é um dos poucos lugares em Rokugan que creem
tornam-se monges, mas todos têm uma razão para ser o lar de alguns kenku, os corvos lendários. Um shugenja
encontrar seu caminho lá, pretendido ou não. Mosuke tenta afirmou ter identificado cinco kenku diferentes vivendo na
guiá-los em direção às suas próprias respostas, pois floresta em uma base permanente, e postulou que a ruína
reconhece o valor do conhecimento adquirido com a de uma de suas cidades antigas deve estar em algum lugar
percepção pessoal. Ele também sabe que os enigmas de dentro dos limites da floresta. Enquanto outros estudiosos
outras pessoas também podem ensiná-lo, e elogia a Fortuna têm levantado questões sobre essas alegações, as lendas
por cada chance de entender mais o mundo. locais incluem muitos contos dos kenku observando mortais
ou mesmo se disfarçando como homens-onda. Desde que o
A Floresta Kawa novo Governador chegou com muitos tantos samurais,
Compreendendo a maioria do leste e do sul de alguns dos recém-chegados exploraram as florestas na
Naishou, a Floresta Kawa é de tamanho modesto quando esperança de ganhar a patronagem de um sensei kenku,
comparado às principais florestas rokugani, como Shinomen mas até agora a maioria retornou sem êxito, enquanto
ou Isawa Mori, mas é certamente impressionante aos nati- alguns não nunca voltaram. Os plebeus locais culpam
vos. O que se chama de “Floresta Kawa” abrange vários ti- Keiichi, supostamente um kenku poderoso com
pos diferentes de florestas, desde bosques de bambu até al- temperamento notoriamente maligno e paciência curta
tas colinas sempre cobertas de verde, mas é uma área geo- para tolos e arrogantes. Outros kenku frequentemente
gráfica contínua que se estende desde o Pântano Omikura retratados nas histórias locais são Kazuto (que toma o
no norte até as fronteiras da província no sul. Em sua maior disfarce de um duelista ronin para procurar desafiantes),
porção, a floresta não é difícil de transitar, uma vez que as Koiko (uma mulher kenku e supostamente uma ferreira de
árvores crescem em trechos, em vez de uma massa densa, grande talento), Tsuji e seu filho Tsujiken (que são ditos
mas a paisagem e o terreno são irregulares e confusos. Ne- viajarem por aí como um par de monges peregrinos).
nhuma estrada principal já foi cortada através da floresta, Opções ao Narrador – O que se Esconde na
tornando-a uma barreira natural impedindo viagem simples Floresta Kawa: a verdadeira natureza da Floresta Kawa foi
para a província. Isso não impediu os habitantes de Naishou deliberadamente deixada de lado para permitir que
de tentarem explorá-la, no entanto, e muitas aldeias estão Narradores a adaptem à sua Campanha e surpreendam seus
localizadas na fronteira da floresta, com algumas até mes- Jogadores. Aqui estão algumas opções para Narradores. A
mo dentro de suas fronteiras. Eles colhem madeira da flo- maioria dessas opções também poderia explicar a presença
resta e a vendem às cidades sempres necessitadas do vale. dos kenku na área, uma vez que eles poderiam estar
A floresta é majoritariamente um lugar muito cal- vigiando qualquer mal que espreita na floresta.
mo e seguro, e pode-se facilmente viajar através dela sem Alternativamente, eles podem simplesmente viver lá
encontrar nem mesmo uma pitada de perigo. Poucos ani- porque o lugar costumava ser a sua antiga casa (ver mais
mais grandes estão presentes, tendo sido há muito caçados adiante neste Capítulo sobre as Cinco Raças).
pelos antigos moradores locais. No entanto, ocasionalmen- Culto Sinistro: A reputação sinistra da floresta pode
te, um viajante azarado encontrará algo mais estranho e pe- ser devido ao mal humano, em vez das atividades dos
rigoso. A natureza exata da presença na floresta está aberta reinos espirituais. Talvez o supersticioso povo Morikawa,
a debate e nunca foi investigada minuciosamente. Alguns uma tribo mais antiga do que o próprio Império, esconda
um culto herege em seu meio, dedicado a deuses se instalaram no pântano ou perto dele exploram esta
incompreensíveis da floresta. Abdução, sacrifício humano e recompensa, vendendo os peixes exóticos para Toshi no
tortura seriam suas maneiras de aplacar os seres nos quais Naishou, onde se tornaram populares como iguarias. O
acreditam, enquanto espalham lendas para cobrir suas pântano também faz crescer algumas ervas e raízes que
atividades profanas. Se qualquer um desses deuses podem ser usadas tanto para cozinhar quanto para a
realmente responde ao culto cabe ao Narrador. medicina. No entanto, as condições sujas tornam a doença
Escuridão Enganosa: A natureza estranha da um risco constante, e aldeias inteiras já foram aniquiladas
floresta pode ser devido às atividades de Nada, também pela febre do pântano em mais de uma ocasião. Aqueles
conhecido como a Escuridão Enganosa. Talvez Goju morem que exploram os pântanos podem ocasionalmente se
lá, ou talvez a influência seja mais sutil. Talvez dentro da deparar com os restos pútridos de uma dessas aldeias, um
floresta esteja uma pequena e indistinta rocha, sob a qual lembrete sombrio da natureza do pântano.
Nada se escondeu durante a criação do mundo, e sua Algumas ruínas de pedra podem ser encontradas a-
influência afetou a área desde então. qui e ali no pântano, apontando para alguma civilização an-
Hengeyokai: A floresta pode ser um lugar privile- tiga, embora – dado o seu estado – é impossível dizer se são
giado para os metamorfos de Chikushu-do, que se reúnem de origem humana ou qualquer outra coisa. Algumas lendas 28
lá em suas formas animais, evitando os olhos curiosos dos locais afirmam que o Pântano Omikura é habitado por
seres humanos. Os desaparecimentos seriam devidos à sua trolls, o que – se verdadeiro – faria deles o único exemplo
recusa em deixar os humanos saberem seus segredos ou a conhecido de criaturas das Terras Sombrias na província. Is-
simples crueldade de sua parte, já que alguns deles pouco to atraiu pouca atenção das autoridades, entretanto, já que
apreciam o domínio dos humanos sobre o mundo natural. não houve nenhuma vítima real, nenhum sinal da Mácula, e
Nada: é perfeitamente possível que não haja nada nenhuma testemunha credível. Os camponeses insistem
estranho na Floresta Kawa, e sua reputação seja simples- que os trolls simplesmente são inteligentes o suficiente pa-
mente devido à superstição e às persistentes lendas entre ra se afastarem quando vistos, e alguns estudiosos têm es-
os nativos. Os raros desaparecimentos são causados por peculado que os pântanos podem ser o lar de uma pequena
acidentes, como pessoas se perdendo na floresta, caindo população de trolls imaculados, o que seria inédito em
em cavernas ou buracos, ou sendo atacadas por animais Rokugan. Samurais mais cínicos sugerem que o boato é sim-
selvagens. A presença dos kenku poderia ser apenas mais plesmente uma manobra dos moradores para atrair mais
uma lenda, talvez usadas por ronin para cobrir seus rastros, atenção à área. Certamente, os plebeus estão felizes em
ou poderia ser verdadeira, mas totalmente alheia à floresta. vender itens que alegam serem artefatos pertencentes aos
Portal: Como mencionado acima, a floresta poderia trolls, ou até mesmo supostos ossos ou couros de troll. Esta
esconder uma passagem para o Gaki-do, o Mei-do, ou mes- prática os distancia de seus vizinhos, e pode eventualmente
mo o Toshigoku. Para uma reviravolta, o portal pode ser a atrair a atenção de hostis samurais do Caranguejo.
um Reino Espiritual desconhecido para Rokugan, lar de coi-
sas estranhas e loucas que obedecem leis aparentemente O Lago Tsunegawa
sem sentido. Isso explicaria a estranheza dos ritos e Fazendo fronteira com o Pântano Omikura e as
superstições usados pelos moradores para se protegerem. Montanhas Taru, o Lago Tsunegawa recebe a água de
Reino Ogro: Talvez escondido no fundo da floresta, ambos e origina o Rio Itochu, a corrente sanguínea da
haja uma tribo de ogros livres, que habita lá há gerações, Província Naishou. Isto significa que o Lago Tsunegawa é de
escondida em cavernas durante o dia. Eles têm acovardado suma importância a todos, e – sem surpresa – inspira
os moradores locais para que façam oferendas de comida e muitas legendas locais. O lago é bastante profundo, mas,
reverência, pensando serem semelhante a espíritos ou uma vez que as Montanhas Taru atuam como uma barreira
deuses. Os ogros às vezes atacam os visitantes desavisados, contra os ventos do norte, a água é geralmente bastante
embora tenham sempre o cuidado de permanecerem quieta na superfície do lago, muitas vezes tão suave quanto
escondidos de equipes com armamentos melhores. um espelho. Apenas algumas rochas pequenas e dispersas e
ilhas rompem sua superfície. Alguns dizem que o lago foi
O Pântano Omikura originalmente criado por um terremoto que levou a uma
A Floresta Kawa tem muitos pequenos rios e lagos subsidência no solo, enchendo rapidamente com água. No
escondidos dentro dela, muitos dos quais eventualmente a- entanto, como os terremotos quase não são descritos em
limentam o Rio Itochu. Na parte nordeste da província, es- toda a província, isso parece improvável.
ses riachos são tão numerosos que transformaram a área ao As águas do lago abundam de peixes, enquanto nas
redor deles em um pântano em que a floresta leve gradual- porções rasas também há muitos mariscos, assim dezenas
mente dá lugar a juncos densos. Este é o Pântano Omikura, de aldeias enviam seus barcos afora às águas todos os dias.
uma outra barreira para entrada e saída de Naishou. O pân- O lago é a principal fonte de peixes para toda a província.
tano é um terreno fértil para insetos e outras perturbações Além disso, a beleza do lago e suas árvores circundantes –
mais graves, como sanguessugas e cobras venenosas, e a muitas delas salgueiros ou cerejeiras – o tornam um destino
maioria dos habitantes da província o veem como pouco popular para samurais, especialmente poetas e pintores. A
mais do que um transtorno. O fedor de podridão e gases natureza pacífica da região também incentiva a construção
também torna o lugar muito pouco atraente à maioria. No de vários mosteiros nas proximidades, geralmente
entanto, o pântano também tem abundância de peixes para dedicados às ordens monásticas mais pacíficas e
oferecer, incluindo algumas espécies não vistas em contemplativas. Somente a fronteira norte do lago é
qualquer outro lugar na província. Os poucos aldeões que
deixada sem atividade humana, uma vez que as íngremes jar a expansão das comunidades agrícolas nessa direção. Is-
montanhas a isolam completamente. so não dissuade tanto os comerciantes, cujos navios maio-
Algumas das lendas mais populares sobre o lago res podem lidar melhor com a correnteza, e a maior parte
dizem respeito às estranhas criaturas-tartarugas de bico do comércio da província com o Império toma esse cami-
conhecidas como kappa, espíritos conhecidos do outro lado nho. As margens do rio imediatamente além do vale são ás-
do Império como malandros e sanguinários. Talvez ajustan- peras e em sua maioria inférteis, gerando uma longa viagem
do à natureza pacífica do lago, os kappa da Província antes que os sinais da civilização retornem, mas, no fim, o
Naishou são vistos como especialmente benignos, prontos Itochu desemboca em um rio maior dentro do Império. Des-
para adverter as crianças sobre nadarem demasiado distan- de a chegada do novo Governador, o volume de viagens na
te da praia ou sobre ficarem muito tempo fora à noite. parte sul do rio aumentou muito. Projetos estão em anda-
Todas as crianças daqui sabem que se curvar educadamente mento para tornar o rio mais seguro, como a dragagem do
para kappas é a melhor forma de se comportar, uma vez fundo e o uso de paredes de pedra para fortalecer os ban-
que quando se curvar em retorno, a água derramará da cos quando necessário. O progresso está em curso, mas os
depressão em sua cabeça, o que os desorienta. Algumas marinheiros já estão achando a parte sul do rio mais fácil de
histórias afirmam que os kappas podem ser apaziguado navegar, mesmo que ainda não seja tão calmo quanto é no 29
através de oferendas de pepinos, que eles amam ainda mais Vale Nobu propriamente dito. Algumas vozes na corte do
do que o sangue, e ainda hoje muitos aldeões jogarão um Governador, provavelmente ansiosas para colher o prêmio
pepino no lago antes de tomar banho nele para apaziguar para seu próprio Clã no futuro, pediram uma extensão das
os kappas. Há também histórias sobre um Rei Kappa, um fronteiras da província para o sul, talvez criando uma nova
espécime especialmente grande que vive em uma caverna cidade portuária como um ponto de passagem para os na-
nos pés das Montanhas Taru. Ele raramente nada, muito vios a caminho de Toshi no Naishou. Enquanto a ideia é co-
velho e grande para se mover facilmente, e seus mercialmente sólida, qualquer extensão de fronteiras move
subordinados o trazem comida. Diz-se que o Rei Kappa tem a Província Naishou para mais perto de outras províncias
grande conhecimento de medicina, e muitos têm procurado mais bem estabelecidas, que talvez não olhem com bonda-
por ele quando enfrentam doenças fatais ou outras de a um novo vizinho cuja fidelidade ainda está pendente.
situações terríveis de saúde. No entanto, ninguém nunca O papel central do Rio Itochu na vida da província
alegou realmente encontrá-lo, e o Rei Kappa pode ser nada também o coloca no centro de muitas histórias, desde as
mais do que uma superstição local – especialmente dada a mundanas até o francamente extravagante. Um tópico
natureza dos kappas em outros lugares de Rokugan. favorito do povo ribeirinho é a lendária raça ningyo. Muitas
versões das características dos ningyo em histórias de
O Rio Itochu Naishou existem, e algumas são contraditórias. Acredita-se
A artéria principal de transporte, de pesca e de co- que os ningyo sejam um povo benevolente, mas secretista,
mércio através da Província Naishou é o Rio Itochu, em mui- que supostamente salvará os azarados do afogamento, mas
tas maneiras a característica definidora da região. O rio flui também punirá os gananciosos, atraindo-os para sua des-
através do Vale Nobu em um ritmo vagaroso e é largo e graça com falsas promessas de pérolas. Curiosamente, his-
profundo o bastante para permitir que um grande kobune tórias sobre os ningyo são desconhecidas em torno do Lago
navegue seu comprimento inteiro. O rio se origina no Lago Tsunegawa, e alguns acreditam que isso prova que as
Tsunegawa, mas muitos rios menores e córregos das mon- pessoas ao redor do lago são de uma ascendência diferente
tanhas e da floresta também desembocam nele. O povo da que aquelas ao longo do rio, enquanto outros sugerem uma
província há muito aprendeu a aproveitar os rios para seu possível rivalidade entre os ningyo e os kappas. Natural-
uso, usando os cursos de água menores para inundar os mente, nenhum samurai viu nenhuma desses misteriosos
arrozais onde quer que o cultivo seja possível e, combinado habitantes das águas. Algumas áreas do Rio Itochu, especi-
com os peixes do lago e do rio, tornaram a província relati- almente curvas em seu curso, são supostamente onde os
vamente autossuficiente. Todo o mundo sabe que os nati- ningyo esconder suas casas, mas ninguém nunca foi capaz
vos são abençoados pelo rio, que raramente inunda e é fácil de realmente corroborar a existência das criaturas. Ainda
de navegar. Muitos santuários ao longo de suas margens assim, eles são um tema popular para a arte, e muitos tem-
oferecem graças ao espírito do rio, que os moradores rezam plos e santuários construídos pelo rio apresentam estátuas
com tanto fervor quanto a qualquer outra Fortuna. Shugen- deles perto de suas entradas. Em Toshi no Naishou, eles são
ja confirmam que o kami do rio é particularmente poderoso frequentemente representados em pinturas, e muitos res-
e responsivo, sugerindo que Itochu no Kami seja realmente taurantes ribeirinhos terão nomes associados aos ningyo.
um poderoso espírito. Ele geralmente é representado como
um benevolente homem barbudo de pele azul, com uma As Montanhas Taru
cesta cheia de peixes ao seu lado. Itochu no Kami é um per- Enquanto as Montanhas Taru não são tão altas ou
sonagem popular nas lendas locais, geralmente ensinando majestosas quanto as cordilheiras mais conhecidas do Im-
lições amáveis aos jovens e aos tolos, e compartilhando os pério, elas ainda são um obstáculo formidável e um compo-
valores de paciência, paz e trabalho. Acredita-se que as nente-chave da Província Naishou. As montanhas formam
grandes salamandras encontradas no Rio Itochu sejam seus uma barreira com apenas algumas passagens confiáveis, e
servos, por isso são tratadas com respeito correspondente. muitos de seus picos permanecem inexplorados, embora
O Rio Itochu é a principal rota dentro e fora da pro- outros têm sido habitados há tanto tempo quanto o resto
víncia. No entanto, as águas tornam-se mais velozes e peri- da província. Em alguns lugares, o cultivo de arroz nas en-
gosas ao sul de Toshi no Naishou, o que ajuda a desencora- costas mais baixas é possível, e os arrozais em terraços po-
dem ser modestamente mantidos com dificuldade. Algumas mulheres temerários, tanto camponeses quanto samurais,
plantações de chá também existem, e enquanto o gosto das tentaram localizar os zokujin e se encontrar com les, mas
folhas é geralmente considerado decepcionantemente leve todos esses esforços foram em vão. Alguns moradores das
aos padrões rokugani, os moradores são muito afeiçoados. Montanhas Taru acreditam que os zokujin têm uma grande
A maioria das encostas mais altas são completamente nuas cidade, talvez até um reino, escondido debaixo dos picos
de qualquer vida, pouco mais do que rocha e gelo. Durante das montanhas. A entrada a este reino hipotético é geral-
o inverno, todas as montanhas são totalmente cobertas de mente sugerida como o lugar chamado de Fosso Oyukushi,
neve, tornando-as ainda menos acessíveis do que o habitu- um abismo profundo nas montanhas que nunca foi explora-
al, e muitas aldeias das Montanhas Taru devem sobreviver do, com seu fundo imergindo na escuridão permanente
ao inverno completamente isoladas. Alguma mineração centenas de metros. Shugenja que estiveram perto dele
acontece, na maior parte de depósitos de cobre e de ferro dizem que os kami estão dormentes, quase sem resposta,
centrados em torno de Hitori Mura. Ainda assim, quando tornando a exploração por magia, na melhor das hipóteses,
comparada às outras cordilheiras, a riqueza mineral local é muito difícil. Assim, o abismo continua a ser um mistério, e
escassa. Algumas aldeias mantêm pedreiras, vendendo a cidade zokujin – se existente – permanece intocada, o que
materiais de construção aos templos e à cidade. Essa pedra pode ser melhor para todas as partes envolvidas. 30
também é usada nos pequenos santuários espalhados pelas
montanhas, que geralmente assumem a aparência de pila- O Vale Nobu
res. Cavernas podem ser encontradas através das monta- Os habitantes da província de Naishou chamam
nhas, embora sejam geralmente pequenas, suficientes para qualquer área entre as Montanhas Taru e a Floresta Kawa
pouco mais do que um abrigo durante uma viagem. de “Vale Nobu”, mas estritamente falando não é uma área
As Montanhas Taru são a razão principal porque geográfica único. O que o unifica é o assentamento huma-
Naishou foi afastada de Rokugan através de toda a sua his- no, pois o Vale Nobu sempre esteve no coração da provín-
tória, e ainda faz isso no presente. A única passagem confiá- cia. O vale é essencialmente a bacia de drenagem do Rio
vel ocorre próximo à aldeia de Sujuko Mura, e requer dias Itochu, e já que a irrigação é crucial para crescer o arroz, o
para atravessar. Ainda assim, o trabalho está em andamen- vale foi sempre o foco da civilização humana aqui. A paisa-
to para torná-la mais acessível e confiável, e uma nova rota gem real do Vale Nobu varia de colinas suaves e ondulantes
comercial está começando a se desenvolver a partir dela. no norte a um vale lacustre real mais perto do Rio Itochu e
Não obstante a este desenvolvimento, a maioria das aldeias às planícies largas sulistas e ocidentais da província. Alguns
dentro das montanhas permanece isolada, muitas vezes pequenos lagos rompem a monotonia da paisagem, en-
com escassas relações com o resto da província, e nenhuma quanto que um rebento ocasional da Floresta Kawa às vezes
com o resto de Rokugan. Essas cidades formam uma pode ser encontrado nas partes ocidentais do vale. O mais
espécie de comunidade interna, conectada por caminhos importante é a presença de córregos e rios, de todas as for-
estreitos e às vezes até pontes de corda, ajudando-se mas e tamanhos, que atravessam toda a área e eventual-
mutuamente em momentos de necessidade. mente alimentam o Itochu. Muito poucos destes são
As montanhas Taru são a parte menos povoada da profundos bastante para a navegação, mas muitos ainda
província, e pode-se explorá-las por dias sem encontrar necessitam de pontes para cruzá-los. Eles fornecem a água
uma alma humana. Isto levou à criação de uma série de para os inúmeros arrozais do vale, que definem a paisagem
mosteiros dentro das montanhas, o lar de monges de em toda a província. Embora a terra não seja tão fértil
natureza mais ascética. Estes mosteiros abrirão suas portas quanto as províncias da Garça, a gestão cuidadosa ao longo
para abrigar viajantes e permitem que qualquer pessoa reze dos anos combinada com o acesso fácil à água permitiu a
em seus santuários, mas, de outra forma, se fecham do produção de alimentos impressionantemente elevada, alta
contato externo, sobrevivem através de doações de aldeias o suficiente para alimentar a população da província e ainda
vizinhas ou simplesmente possuem alguns arrozais. Como ter muito para impostos e exportações. Isto, mais do que
acontece com o resto da Província Naishou, a maioria são qualquer coisa, é a razão pela qual tantos Clãs desejam a
monastérios fortunistas, embora existam alguns taoístas e Província Naishou. Mesmo os exércitos mais poderosos
não haja discriminação entre os grupos – afinal, todos precisam de arroz para encher as barrigas dos soldados.
concordaram sobre o valor do isolamento. Toshi no Naishou é a única cidade real na província,
Naturalmente, nenhuma região da Província Nai- e apenas alguns outros assentamentos merecem o nome de
shou estaria completa sem alguns contos e lendas de criatu- cidade. A maioria da população vive nas dúzias e dúzias de
ras sobrenaturais. A diferença aqui, possivelmente devido à vilas dispersas através do Vale Nobu. Elas geralmente
natureza lacônica dos habitantes, é que esses contos são ra- formam pequenos aglomerados interdependentes, em
ros o suficiente para que alguns deles possam ser verdade. qualquer número de três a vinte aldeias que se apoiam
As histórias mais típicas são sobre relatos de zokujin, cha- mutuamente, trocando bens e serviços e formando um ciclo
mados de “duendes do cobre”, com uma profunda afinida- econômico fechado, a menos que seja necessário que seja
de pelo elemento Terra. Testemunhas deles são encontra- diferente. Assim, a maioria das aldeias tenta ter algum tipo
das em cada área montanhosa de Rokugan, e sua existência de recurso único para oferecer às suas vizinhas, como um
é geralmente considerada fato, trazendo credibilidade às moinho, uma pousada, uma casa de saquê, uma loja de
histórias da Província Naishou. Infelizmente, as tribos comércio, uma forja, uma carpintaria, um estábulo, uma
zokujin nas Montanhas Taru parecem ter pouco interesse casa de gueixa, ou mesmo apenas um artista habilidoso,
em se comunicar com a humanidade, desaparecendo antes como um marionetista. Desta forma, os moradores só
de qualquer contato ser estabelecido. Alguns homens e precisam ir à distante capital provincial quando
absolutamente necessário (como para entregar seus honrados, ou a pessoas às quais ele deve favores. A corte
impostos). As estradas refletem essa realidade, com redes mantém vigilância sobre o equilíbrio dos samurais de Clãs, e
de caminhos que unem pequenos grupos de aldeias, com qualquer nomeação é analisada como um sinal de que o Clã
muito menos rotas ligando-as ao resto da província. As possa ganhar o controle da província de Naishou. Isso criou
pontes são também de importância vital, e frequentemente alguma política local interessante, com samurais às vezes
uma vila existirá simplesmente para se certificar que uma trabalhando para promover sua aldeia sobre outras a fim de
ponte seja mantida em bom estado para evitar que uma serem reconhecidos como melhores administradores e
seção da província se torne isolada de seus vizinhos. ganharem mais favor com o Governador. Infelizmente, às
As aldeias provinciais são do estilo rokugani clássi- vezes isso faz com que eles forcem demais os aldeões, e isso
co, imutável ao longo dos séculos, com a maioria das pesso- criou algum ressentimento entre os heimin.
as vivendo em pequenas cabanas de madeira de dois quar- As pessoas do Vale Nobu são tão apaixonadas por
tos com telhados de palha. Pessoas mais ricas, como comer- histórias e lendas quanto o resto da província, mas vivem
ciantes ou proprietários de estalagens podem ser capazes em um ambiente fortemente modificado pela mão do
de manter uma construção mais refinada, de madeira e homem e, assim, têm poucas histórias sobre criaturas
papel, ou com telhados de telhas. Cada aldeia também terá sobre-naturais. Na verdade, seria difícil a eles até mesmo 31
alguma maneira de manter suas atividades espirituais, fingir terem visto qualquer coisa desumana quando tudo o
talvez apenas um pequeno santuário que os camponeses que há por milhas ao redor são outras aldeias. No entanto,
mantêm, ou, mais frequentemente, um mosteiro que as histórias de fantasmas são diferentes, e o Vale Nobu tem
atende às necessidades de um aglomerado de aldeias em muitas delas. A grande maioria parece implicar yorei,
conjunto. Os habitantes do vale são tão devotos quanto em fantasmas cujas histórias trágicas oferecem uma lição
qualquer outro lugar na província, e sempre se certificarão moral. Os pais gostam de dizer isso a seus filhos para lhes
de que os santuários locais estejam em bom estado. A cada ensinar boas maneiras, ou simplesmente para assustá-los
geração, alguns aldeões ouvirão o chamado das Fortunas e para longe de comportamentos perigosos, como se
se juntarão à Irmandade para dedicar sua vida a elas. Alguns esgueirarem à noite ou se aventurarem muito longe de
monastérios taoístas também existem, mas são geralmente casa. Ainda assim, algumas dessas histórias parecem ter
muito menos populares (embora ainda tratados com uma base na verdade, e exorcistas – especialmente as
respeito) – a exceção é a área nortenha do vale, em torno freiras de Emma-O, passam pela área para banir almas
de Koso Mura, onde eles encontram mais aceitação. errantes. De acordo com o povo da Província Naishou,
A maioria das aldeias também têm uma ou mais noites sem lua são particularmente propícias às aparições
residências de samurais. Estas são, obviamente, de melhor de outros mundos, embora isso não pareça ser o único
qualidade e geralmente têm jardins e outras cortesias, e, fator. Na maioria das noites, com ou sem lua, um viajante
enquanto ainda são parte do assentamento, são geralmente poderia facilmente se sentir seguro em qualquer lugar do
a uma pequena distância do resto da aldeia para manter a vale... e de vez em quando, algo mais acontece.
propriedade. Com tantas aldeias espalhadas pelo vale, por Opções ao Narrador – Os Fantasmas do Vale
muitas gerações tem sido considerado mais eficiente ter sa- Nobu: Novamente, o nível real de atividade sobrenatural
murais individuais ou famílias de samurais vivendo em dife- presente no Vale Nobu é deixado ao Narrador para se
rentes aldeias para fornecer proteção e administração, ao adaptar ao tom de sua Campanha. Enquanto o vale pode
invés de reunir todos em uma única cidade. Desde a chega- ser usado perfeitamente sem qualquer presença
da do novo Governador, as tropas do Leão começaram a pa- sobrenatural, Narradores que gostam de introduzir
trulhar as estradas da província em grandes grupos, mas há criaturas sobrenaturais em suas histórias podem achar
muito poucas para cobrir todo o Vale Nobu, de modo que fantasmas como uma escolha ideal, tanto como uma das
os samurais locais nas aldeias ainda são importantes. Na criaturas mais “humanas” de Rokugan quanto uma das mais
maioria das vezes e dos lugares, estas posições são relativa- misterioso. Os parágrafos seguintes oferecem opções
mente honoríficas, uma vez que a província raramente vê diferentes para explorar os fantasmas do Vale Nobu:
perigos genuínos. Assim, muitos desses samurais aldeões Novamente, Nada: Talvez não haja nada mais nas
são aqueles que desejam uma existência tranquila, como ar- lendas de fantasmas no Vale Nobu do que superstições
tistas, estudiosos e samurais semiaposentados ou totalmen- camponesas e contos populares. Se esta opção é tomada
te aposentados. Devido à história da província, mesmo du- em conjunto com as opções mundanas semelhantes nas ou-
rante o tempo que a Fênix controlava a região, não era in- tras partes da província, Naishou se torna um lugar cheio de
comum que samurais de outros Clãs ocupassem essas posi- lendas, mas com pouca base real para o seu misticismo. Isto
ções. A Fênix tinha poucos samurais próprios para enviar pode ser um ajuste melhor para Narradores que desejam
aos recantos da província e nenhuma objeção a comparti- focar suas Campanhas em temas militares ou políticos.
lhar o dever de proteger as aldeias, desde que fosse- Alguns fantasmas: Embora algumas ocorrências de
cumprida de forma pacífica e honrosa. No entanto, com o assombrações possam realmente ser verdadeiras, elas po-
novo Governador, essas posições se tornaram favores que dem ser apenas uma fração das histórias relatadas. Alguns
ele pode conceder àqueles que considera dignos, como um fantasmas reais levam a população local a inventar mais
sinal de confiança dele e das autoridades Imperiais. Ele histórias e a atribuir qualquer fenômeno incomum a algum
começou a colocar samurais Imperiais em aldeias tipo de fantasma ou espírito. Isto é ideal para acalmar
importantes, garantindo que os assentamentos mantenham personagens em uma falsa sensação de segurança, pois
sua neutralidade e permaneçam leais apenas a ele. Outras depois de muitas lendas falsas eles ficarão muito surpresos
nomeações vão a samurais que acha serem qualificados e quando realmente encontrarem um espírito genuíno.
Portal: Se o Vale Nobu é realmente o local de grande mal, uma ameaça do outro mundo ou um oni
muitos casos de assombrações, pode ser devido a uma primordial, do tempo de antes de a humanidade andar na
passagem existente entre ele e um dos Reinos Espirituais, terra (e pode ser que Kuni Shiyoda o tenha encontrado
provavelmente o Mei-do. Esta passagem poderia abrir durante suas andanças). Talvez algum ser terrivelmente
apenas intermitentemente, explicando as aparições inimaginável descanse no fundo do Fosso Oyukushi,
irregulares de fantasmas. Se o Narrador estiver usando a observado cuidadosamente para que não desperte.
opção das Cinco Raças descrita abaixo, a passagem pode ser A Última das Tribos Perdidas: Talvez algo misterio-
o resultado de uma presença Kitsu na Província, ou mesmo so more dentro da Província Naishou... algo não rokugani,
a razão pela qual eles vivem aqui, observando-a para que mas ainda humano. As três tribos de Naishou eram todas de
não se abra totalmente. pessoas ferozmente independentes, e talvez alguns de seus
Longe do Império: Para uma opção mais extrema, elementos tenham se recusado a se curvar aos Kami e se
mas interessante, especialmente se o Narrador colocar a esconderam nos cantos remotos da província, continuando
Província Naishou nas fronteiras do território de Rokugan, o a viver como sempre. As Montanhas Taru, o Pântano
grande número de fantasmas pode ser explicado pelo fato Omikura e a Floresta Kawa poderiam ser esconderijos
de que a Ordem Celestial nunca reconheceu completamen- adequados para pequenos grupos dessas pessoas. Seus 32
te Naishou como parte do Império. Consequentemente, a costumes e sua língua seriam estranhos a Rokugan. Eles
província é um tanto desconectada dos Reinos Espirituais, usariam roupas de pele e não teriam conhecimento da
explicando por que tantas almas se perdem e são incapazes Ordem Celestial, mas provavelmente poderiam ainda obter
de alcançar Mei-do. Esta descoberta provavelmente viria apoio de alguns de seus primos mais civilizados, que não
como um golpe aos devotos habitantes, mas também teriam coragem de abandonar seus antigos parentes.
poderia ser explicada pela presença dos remanescentes das Algo Inteiramente Diferente: Talvez haja uma
tribos originais se essa opção também é usada. presença sobrenatural na Província Naishou, mas não o tipo
que seus habitantes acreditam. Afinal, os simples aldeões
Opções ao Narrador – As Cinco Raças não podem realmente diferenciar um zokujin de um goblin,
A extensão do quanto as Cinco Raças (zokujin, um troll de um ogro, um kenku de um tsuru, ou um ningyo
kenku, ningyo, trolls e kitsu) estão realmente presentes na de uma naga. Os habitantes locais podem ter tentado dar
Província Naishou é deixada a critério do Narrador. Embora sentido às coisas com base em suas próprias lendas, em vez
a região esteja cheia de lendas sobre essas criaturas, não há de investigar até o fim criaturas evasivas e assustadoras.
garantia de que nenhuma dessas histórias seja verdadeira. Algumas dessas opções podem significar uma presença mais
As opções a seguir apresentam as escolhas mais óbvias aos forte das Terras Sombrias na Província Naishou, o que
Narradores que desejam explorar as possibilidades. significaria que o Jigoku também tem interesse na isolada
Nada: os contos podem ser só lendas. Dependendo província. Dependendo de onde no Império você posicionou
do tom que o Narrador quer dar à sua Campanha, o a província, isso poderia ser altamente apropriado.
campesinato pode realmente acreditar neles ou eles
poderiam saber que não há nada para lhes dar Fauna
credibilidade, mas continuam recontando as histórias de Com sua grande diversidade de paisagens e
qualquer maneira como lições de moral ou para adicionar ambientes, Naishou está repleta de animais selvagens,
cor às suas vidas. Alternativamente, talvez os habitantes desde o fundo do Rio Itochu aos picos das Montanhas Taru.
astutos da província construíram lendas falsas e Como em outros lugares de Rokugan, muitos animais são
periodicamente se disfarçam como as criaturas para criar o atribuídos de alguma forma a um significado espiritual,
interesse em suas terras e trazer visitantes e dinheiro. embora os moradores tenham por vezes desenvolvido
Restos do Passado: Talvez algumas ou todas as Cin- opiniões diferentes sobre essas simbologias.
co Raças tenham vivido na Província Naishou, mas agora es- A maioria dos animais selvagens de Naishou são
tão mortas há muito tempo, deixando apenas ruínas e me- pequenos animais inócuos. Poucos predadores grandes
mórias para trás. Os ocasionais relatos de criaturas poderia perturbam a província, e os que estão presentes raramente
ser devido a camponeses interpretando coincidências, ou o se preocupam em se aproximarem dos humanos. Nas
resultado de ecos espirituais do passado se manifestando Montanhas Taru, o maior animal é o urso negro, que se
como fantasmas ou ilusões. Isso ainda deixaria muitas mantem geralmente longe dos alojamentos humanos e –
ruínas antigas e artefatos para estudiosos investigarem. enquanto feroz, se provocado – geralmente evita
Vivos e Ativos: Nesta opção, remanescentes de al- confrontos. Na Floresta Kawa, pequenos grupos de lobos
gumas ou de todas as Cinco Raças ainda podem ser encon- ocasionalmente apareceram, mas geralmente são
trados na Província Naishou, e a maioria das histórias é ver- passageiros com territórios que alcançam fora da província.
dadeira. Naishou poderia ser um dos últimos lugares onde Durante o inverno, lobos famintos às vezes tentam suas
os trolls puros sobrevivem, e o Lago Tsunegawa poderia ter chances fora da floresta e, quando isso acontece, os aldeões
sido causado por um cataclismo antigo que destruiu uma são rápidos em cavar buracos de lobos, cobertos de galhos
cidade ningyo, forçando-os ao rio e deixando espaço para e com iscas no fundo, para prender os lobos e depois matá-
os kappas ocuparem seu lugar. As ruínas fabulosas situadas los com lanças. Durante o resto do ano, os lobos são pouco
sob o Palácio do Governador podem ser reais e terem mais do que sombras na floresta, fugindo à vista dos
pertencido aos kitsu, que ainda podem ser capaz de visitá- humanos. Uma espécie menor de lobo pode
las a partir dos Reinos Espirituais. Talvez algumas dessas ocasionalmente ser encontrada nas montanhas, mas nunca
criaturas tenham ficado para trás para vigiar algum tipo de se soube que representasse perigo a seres humanos.
No Vale Nobu, o único predador notável é a Provavelmente o animal mais perigoso da província
raposa, que se alimenta igualmente de animais selvagens e é uma espécie de víbora cinzenta e amarela, cuja mordida
de aves domésticas. Enquanto constituem um pode levar a semanas de febre e dor, reivindicando algumas
aborrecimento, raposas são raramente caçadas devido à vidas a cada ano. Essas cobras são encontradas
sua associação com Inari, a Fortuna do Arroz. Uma raposa principalmente na Floresta Kawa, e ver uma delas é
em um campo de arroz é considerada um bom presságio, considerado uma premonição, geralmente um sinal de que
geralmente um sinal de uma excelente colheita. se está prestes a ser punido por sacrilégio.
Ratos e outros pequenos animais são comuns na Finalmente, uma variedade de aves chama Naishou
província e podem ser uma praga aos agricultores. Ratos de lar. Os corvos estão espalhados por todas as áreas, em-
são encontrados principalmente em Toshi no Naishou, e bora sejam vistos de maneiras diferentes, dependendo de
prosperam lá. Os gatos são usados frequentemente para onde eles são encontrados. São ignorados nas Montanhas
caçá-los e a outros pequenos animais. Para isso os rokugani Taru enquanto no Vale Nobu são considerados um incômo-
criam gatos, mantendo-os como animais de estimação. Os do uma vez que tentam constantemente comer a colheita.
gatos são importantes para limpar as pragas. Os cães são Muitas aldeias colocam espantalhos com rostos temíveis
mantidos como animais de estimação também, em uma tentativa de expulsar os pássaros, embora os 33
especialmente por samurais, embora encontrem uso por espantalhos em si muitas vezes se tornam a fonte de lendas
caçadores entre as aldeias da montanha e da floresta. sobre a possessão por fantasmas. Devido à falta de entu-
Lebres saltam por todo o Vale Nobu, normalmente siasmo pelo shinseísmo na região, a tradicional associação
predadas por raposas, e a floresta é o lar de esquilos e de do corvo com o Pequeno Professor pouco fez para melhorar
uma pequena espécie de macaco. sua reputação aqui. Na Floresta Kawa, entretanto, os corvos
Ouriços são comuns através da maior parte do va- são vistos como um animal sábio e nobre, não devido a
le, e as crianças camponesas às vezes os criam como ani- Shinsei mas aos boatos dos kenku. Os aldeões de lá muitas
mais de estimação. Eles são vistos como um animal benevo- vezes manter penas de corvo como amuletos de sorte, e ali-
lente, devido à sua tendência a serem presas de cobras e mentam corvos com frutos ou grãos quando os encontram.
outros animias, e se tornaram o tópico de muitas histórias. As garças migram frequentemente através da pro-
Na verdade, as pessoas comuns da província às vezes usam víncia, geralmente parando no Lago Tsunegawa e contri-
a imagem de um ouriço para se representarem: são buindo à beleza visual dele. Patos de todos os tipos também
pacíficas e trabalhadoras, mas espinhosas se ameaçadas. são encontrados ao longo do Rio Itochu. Nas montanhas, os
Dessa forma, o ouriço é quase o mon da Província Naishou. falcões selvagens reinam – predando pássaros menores e
Emma-O Seido está cercada por várias cavernas mamíferos – enquanto na floresta são as corujas as aves
que abrigam centenas de morcegos, reforçando sua predatórias maiores e mais comuns. Muitos pássaros únicos
imagem como protetores dos vivos e guias para os espíritos também vivem no Pântano Omikura, incluindo uma
dos mortos. Os morcegos também são encontrados em variedade de garças que predam as rãs locais.
outros lugares da província, embora em menor número.
Nas montanhas onde o bambu cresce, os evasivos
pandas vermelhos foram vistos. Os veados também são
vistos ocasionalmente na Floresta Kawa, mas nunca com
regularidade, para a decepção dos caçadores. Javalis são
igualmente incomuns, e sua natureza temperamental faz
com que a maioria das pessoas se alegre de sua raridade.
O Rio Itochu e seus muitos afluentes são o lar de
carpas, trutas e muitas outras espécies de peixes. Os
humanos não são os únicos a caçar neles, pois grupos de
lontras vivem no rio, e os pescadores gostam de jogar as
miudezas descartadas de volta para as lontras ou até
mesmo as criam para ajudá-los no trabalho da pesca,
embora isso requeira esforço e paciência. O maior animal
no Rio Itochu, no entanto, é a salamandra gigante, um
anfíbio impressionante que pode crescer até seis metros de
comprimento. Embora possa morder se irritado – e excretar
uma substância leitosa fedorenta como pimenta ardida
podre, um veneno aerossol irritante aos olhos –, a
salamandra gigante é mais um animal manso sem
predadores conhecidos. A aparência impressionante da
criatura e sua longa vida a torna um tema comum para a
arte na província. Naturalmente, há uma variedade de
outros anfíbios menores nas vias navegáveis da província e
especialmente nos pântanos. Uma espécie de sapo com cor
de árvore vive na Floresta Kawa e é levemente tóxica se
tocada, mas ainda assim tratada com respeito devido à
lenda do Rei Sapo que vive em algum lugar na floresta.
do com a vinda de seu novo Governador. No entanto, é
Personagens geralmente aceito que sua chegada é apenas uma solução
temporária para o problema do controle sobre a Província,
A Província Naishou é um dos centros mais antigos e os Clãs têm investido sua influência para tentar garantir a
da religião fortunista do Império, e seus muitos templos e Província Naishou para si próprios. O resultado é um
mosteiros atraem um número significativo de peregrinos e ambiente político tenso e complexo, com muitas pessoas
samurais aposentados, ansiosos para compartilhar da paz e diferentes conforme cada uma persegue os próprios planos.
da sabedoria desta devoção antiga. Além disso, a área está Os seguintes samurais frequentam a Corte Naishou
repleta de lendas de espíritos travessos, Fortunas errantes, presidida por Miya Ansho, e alguns trazem consigo seus
e outros eventos sobrenaturais, suficientes para qualquer próprios auxiliares: Bayushi Itaru, Ikoma Shikai, Isawa Suzu-
teólogo estar pelo menos um pouco interessado na provín- hiko, Kakita Seisho, Kasuga Hitsuko, Kuni Shiyoda, Mirumo-
cia. É bem comum ver monges e shugenja nas estradas da to Hajitsu, Miya Iaimiko, Susumu Oiji e Suzume Hideyo. Os
Província Naishou e nas ruas da própria Toshi no Naishou. demais personagens descritos adiante neste Capítulo são
Contudo, enquanto há séculos Naishou foi uma figuras proeminentes em assuntos militares (Doji Ayumi,
província tranquila e praticamente esquecida, ela teve a sua Matsu Tadanobu da Casa Ikeda, Kagemori e Tsuruchi Junko)
quota de batalhas desde que os samurais do Império torna- 34
ou religiosos (Isawa Daichi e Okimoto). Doji Ayumi é a mais
ram-se ciente dela. Após a recente extinção da linhagem próxima a conseguir um convite à Corte Naishou enquanto
Fênix de Governadores, as batalhas entraram em erupção Okimoto certamente conseguiria se tivessem interesse.
mais uma vez, principalmente entre a Garça e o Escorpião, Política, religião e guerra não são as únicas
mas também entre e com outras facções. A chegada do no- preocupações da Província Naishou. O comércio tem sido
vo Daimyo Imperial trouxe paz para a região, mas ele tam- sempre importante para os habitantes locais, permitindo
bém trouxe centenas de soldados do Leão para reforçar ain- que a área prospere através de intercâmbios internos, e o
da mais a presença militar na província. O Governador per- recente interesse do Império trouxe também um aumento
mitiu que as tropas de Garças e Escorpiões permanecessem do comércio externo. As artes sempre receberam a atenção
para evitar insultar ainda mais os dois Clãs. Agora, os exérci- nas cidades, e devido ao nível mais elevado de alfabetização
tos estão restritos a manobras pacíficas, avaliando a força não é incomum – mesmo nas menores aldeias – encontrar
de cada um e tentando se certificar de que estejam prontos contadores de histórias, músicos ou marionetistas. Em
quando o conflito irromper novamente. Caso a política última análise, no entanto, à maioria das pessoas de
falha, os vales, as florestas e as montanhas da Província Naishou, o trabalho e a família são suas únicas
Naishou verão samurais lutando em centenas, com seu preocupações, com pouco tempo para qualquer outra coisa.
sangue afogando os esforços do Governador pela paz.
O cenário político de Toshi no Naishou foi revigora-
Bayushi Itaru co se importava com suas aulas de etiqueta, preferindo trei-
Se não usasse o mon do Clã Escorpião, muitos nar com arcos, espadas de madeira, varas ou qualquer ou-
considerariam Bayushi Itaru o samurai perfeito. Ele é bem tra coisa semelhante a uma arma sobre a qual pusesse suas
educado, um veterano de várias batalhas, um duelista peri- mãos. Ela é a única filha de seus pais, e eles pouco lhe recu-
goso, um excelente conversador e um favorito de muitas jo- savam. Inicialmente, esperavam tê-la na Academia de Due-
vens damas na corte. Na verdade, Itaru não encontra qual- los Kakita, o sensei olhou-a e declarou que sua ferocidade
quer prazer especial nos deveres desonrosos que realiza pa- significava que ela estava mais adequada para treinamento
ra seu Clã nem age fora dos limites do Bushido desnecessa- com os Daidoji. Ele estava certo: Ayumi floresceu sob a
riamente. No entanto, quando seus deveres exigem, ele tutela dos Daidoji, aprendendo a manejar muitas armas e se
fará o necessário para obter a vitória para o seu Clã. tornar uma estudiosa da estratégia militar. Depois que seu
Os sucessos anteriores de Itaru dentro e fora do gempukku ela se tornou um dos poucos membros da família
campo de batalha levaram seus superiores a escolhê-lo para Doji lutando no exército Daidoji do Clã. No campo de
liderar a campanha para reivindicar Província Naishou com batalha, era uma adversária perigosa, capaz de se adaptar a
base em um suposto herdeiro Escorpião do Governador muitas situações diferentes, e sempre golpeando com preci-
anterior. As tropas de Itaru teriam garantido a província são e velocidade. Ela também se tornou popular entre suas 35
rapidamente se não fosse a resistência obstinada das forças tropas, que apreciavam como ela tratava todos como iguais,
de Doji Ayumi. Ayumi e é um dos poucos samurais que Itaru unidos em seus deveres pelo Clã Garça. Ela avançou rapida-
verdadeiramente respeita por ser uma mulher tão mente através das fileiras, e já tinha sua própria legião sob
destemida e engenhosa. Ele estava se preparando para seu comando quando foi enviada para a Província Naishou.
enfrentá-la em um duelo quando o novo Governador Embora esperasse uma vitória rápida, Ayumi viu-se
chegou com suas tropas Leoas, interrompendo o feudo. diante de um inimigo ainda mais inteligente e mais capaz do
Desde então, Itaru abandonou a armadura do guer- que ela: Bayushi Itaru. Suas tropas se enfrentaram várias ve-
reiro e vestiu o quimono do cortesão, alternando facilmente zes e enquanto Ayumi se ressentia do Escorpião por sua
entre os dois papéis. Ele constantemente usa influência contínua oposição, ela também desenvolveu pelo homem
para o Escorpião ser atribuído ao dever de supervisionar a um respeito relutante, depois de tê-lo visto lutar e matar
província, mas também ajuda o Governador sempre que seus homens com grande habilidade e perspicácia. Ao invés
pode, mostrando o potencial do que o Escorpião pode fazer de continuar a depredar soldados um do outro sem qual-
pela província. Tão bem sucedido ele tem sido que o quer resultado, eles decidiram travar um duelo até a morte
Escorpião afastou o apoio à reivindicação do herdeiro do para resolver o destino da província. Ayumi não era uma
Governador anterior – um jovem rapaz cujo status sempre duelista superlativa como muitos Garças, mas estava mais
foi contestado de qualquer maneira – e agora espera que o do que pronta para enfrentar Itaru pela honra do Clã. Ela
próprio Itaru seja declarado o próximo Governador. ficou desapontada quando chegada do novo Governador e
Enquanto muitos (incluindo ele mesmo) de seu exército Leão trouxe um fim ao conflito.
consideram Itaru sem fraquezas reais, na verdade, ele tem Desde então, Ayumi aguarda seu momento, seu
escondido uma dependência de ópio dos olhos do público. humor está cada vez mais sisudo enquanto espera por uma
Ele diz a si mesmo que tem o desejo sob controle e que não chance de lutar novamente. A política não se adequa a ela e
é nenhum risco à sua posição. Este orgulho também o leva ela tem se mantido bem longe da corte, preferindo deixar a
às vezes a se colocar em perigo desnecessário (como um responsabilidade nas mãos dos outros. Ela mantém suas
duelo até a morte que tinha a intenção de travar com Doji tropas em alerta constante, prontas para lutar contra o
Ayumi, uma adversária perigosa). Só o tempo dirá se essas Escorpião, o Leão ou qualquer outra pessoa que poderia
fraquezas internas derrubarão o escolhido do Clã Escorpião. tentar tomar a Província Naishou pela força das armas.
Escolas: Bushi Bayushi 5 Conforme os dias se passaram, ela tornou-se cada vez mais
Honra: 1,6 desesperada por uma luta... especialmente desde que ela
Glória: 5,8 recebeu uma carta de seus pais. Eles a prometeram em um
Status: 5,8 – Taisa Escorpião casamento com um rico cortesão da Garça, exatamente o
Perspicácia: 244 tipo de homem superficial que ela não gosta. Ela não
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 4, Fogo 4 – Agilidade desobedecerá seus pais, é claro, mas quanto mais ela puder
5, Terra 3 – Vontade 4, Vácuo 3 atrasar seu casamento, melhor – e há pouco espaço para
Vantagens: Beleza Perigosa, Liderança, Mente um casamento durante uma campanha militar.
Clara Escolas: Yojimbo Daidoji 3/Soldado Pesado Daidoji
Desvantagens: Arqui-Inimigo: Doji Ayumi, Honra: 4,0
Compulsão: Ópio (4), Superconfiante Glória: 6,7
Perícias: Atletismo 3, Batalha 5, Corte Rokugani 10, Status: 6,1 – Taisa Garça
Defesa 5, Etiqueta 5, Furtividade 3, Iaijutsu 5, Investigação Perspicácia: 204
4, Jiujutsu 2, Jogos 5, Katana 5, Kenjutsu 5, Kyujutsu 1, Ma- Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3 – Reflexos 4, Fogo 3
nipulação 6, Poesia 3, Sedução 3, Sinceridade 5, Venenos 1 – Agilidade 4, Terra 3, Vácuo 3
Vantagens: Garça Resplandecente Avançado,
Doji Ayumi Garça Resplandecente Básico, Mãos de Pedra, Rápido
Alguns dizem que a paixão de Doji Ayumi pela Desvantagens: Casamento Arriscado, Incapaz de
guerra vem de sua mãe, que era uma Leoa antes de se casar Mentir
com um samurai da Garça. Mesmo quando criança, ela pou-
Perícias: Atletismo 4, Batalha 6, Cavalaria 3, Defesa Glória: 3,8
5, Etiqueta 2, Iaijutsu 4, Jiujutsu 3, Katana 5, Kenjutsu 5, Status: 2,2
Kyujutsu 5, Yari 6, Yarijutsu 6 Perspicácia: 192
Kata: Atacar como a Terra, Atacar como o Vento, O Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 2 –
Mundo é Vazio, Vitória do Vento Carisma 4, Fogo 2 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 4,
Vácuo 3
Ide Ojong Vantagens: Engenhoso, Honra Incerta (4), Patrono
Ide Ojong cresceu nas planícies do Unicórnio e Mercantil, Riqueza, Servos: inúmeros
como muitas crianças que assistem quando os guerreiros do Desvantagens: Insensível, Invejoso, Nome Gaijin
Clã cavalgam gloriosos armadurados em cima de seus cor- Perícias: Adestramento 3, Avaliação 7, Caligrafia:
céis formidáveis. Contudo, ao contrário de seus irmãos, O- Rokugani 3, Cavalaria 3, Comércio 7, Corte Rokugani 6, Defe-
jong só tinha desprezo pelo que via. Talvez devido à sua fra- sa 3, Diplomacia 5, Etiqueta 5, Intimidação 6, Investigação 5,
gilidade – Ojong era um pequeno e muitas vezes enfermo Jogos 5, Kuenai 5, Manipulação 10, Sedução 6, Sinceridade 7
rapaz, e permaneceu um homem magro e de estatura baixa
mesmo depois que atingiu a idade adulta – ele sempre Ikoma Shikai 36
acreditou que a força física de um samurai era pequena em Embora a presença do Leão em Toshi no Naishou
comparação com a força da mente de alguém. Ele estudou seja principalmente fornecida pelas tropas que servem o
muito, mesmo antes de se matricular na Escola de Emissá- Governador, o Clã decidiu que também precisava de uma li-
rios Ide. Foi enquanto estudava naquela escola que Ojong gação na corte para garantir que o Governador valorize sua
veio a perceber que ele poderia realizar muito mais na vida contribuição tanto quanto a qualquer outro Clã. Como é fre-
se ignorasse as regras cansativas e restritivas do Bushido. quentemente o caso, este papel cai sobre um membro da
Depois de seu gempukku, Ojong propôs a ser um família Ikoma, uma mulher chamada Shikai. Tendo servido
patrono comerciante, vendo a riqueza como a chave para o com as tropas que acompanhavam o Governador, Shikai foi
poder e o sucesso. A partir de um começo singelo, como a uma escolha ideal que agradou a todos os envolvidos.
venda de corcéis de segunda categoria a outros Clãs, os ne- Desde que assumiu as suas novas funções, Shikai tem sido
gócios de Ojong desenvolveram-se até que ele se tornou o uma mulher extremamente ocupada, embora não mostre
mestre de uma grande caravana mercante, enviando todos sinais de fadiga. Na corte, ela ouve as petições e as queixas
os tipos de produtos para todos os cantos do Império. Um dos Clãs sobre as tropas Leoas, defendendo a honra de seu
de seus maiores feitos foi garantir uma aliança pessoal com Clã em todas as ocasiões. Ela conta contos de valor sobre os
a família Yasuki, que cria uma rede ainda maior de comér- soldados que vieram consigo, garantindo que nenhum Clã
cio. Com a sua ajuda, Ojong se tornou não só um homem nunca esqueça o poderio do Leão. Ela relata os feitos das
rico, mas também influente, capaz de exercer controle tropas do Leão ao Governador para que Miya Ansho aprecie
através de grandes distâncias mediante seus subordinados. o quão veloz e exatas suas ordens são seguidas. Fora da cor-
Agora o olhar de Ojong recaiu sobre a Província te, ela constantemente aprende mais sobre a província para
Naishou. Ela oferece uma tremenda oportunidade, porque melhor se preparar para suas funções. Ela vai a qualquer lu-
muito da sua economia está sem supervisão de qualquer gar onde as tropas colidem com outros samurais, amacian-
um dos grupos mercantis fortes do Império, e ele vê nisso do a situação se necessário ou orientando resposta se isso é
uma oportunidade para estabelecer um reduto o curso honroso. Ela sempre lembra os homens do quão
inexpugnável. Ojong trouxe a maioria de seus comerciantes glorioso é servir aquele que foi nomeado diretamente pelo
para a província com a intenção de permanecer aqui em Imperador. Shikai faz tudo isso sem se cansar ou reclamar,
uma base semipermanente. Através de uma combinação de ganhando muitos elogios por seu serviço dedicado.
talento empresarial e técnicas menos respeitáveis, aqueles No entanto, na verdade Shikai está desiludida com
sob o patrocínio de Ojong começaram a tomar conta de o seu papel. Ela sabe que usando o Leão para impor seu
vários comércios principais nos interiores da província, até governo, em vez de as Legiões Imperiais, o Governador
agora, sem ninguém mais saber. Uma vez que Ojong essencialmente remove o Clã da lista de candidatos para
continua a reinvestir sua riqueza na própria província, ao administrar a província (ainda que sem desprezá-lo). O Leão
olho destreinado, ele não parece ser particularmente rico... está ocupado demais policiando a terra para manobrar
mas isso significa que ele está em constante crescimento de política para o controle, e seu destino é muito intimamente
poder e influência. Quando for a hora certa, Ojong planeja ligado à situação do Governador Miya. Shikai torce que o
revelar a extensão do que alcançou na província e quer exército Leão parta após o Governador escolher um
obter o cargo de Governador para si ou para um sucessor – um sucessor que, sem dúvida, será escolhido
Governador fantoche que fará o que ele deseja. com base em política, em vez de honra e glória. Embora
Ojong tem alguns mercenários ronin e guerreiros Shikai não tenha a necessidade obsessiva de que um Leão
do Unicórnio à sua disposição, mas sua verdadeira força é a se torne Governador, ela está com raiva que o cargo será
maneira como ele empunha seu dinheiro como arma. Ele preenchido sem uma boa e honrada batalha. Por isso, ela
fará seu movimento quando se tornar impossível removê-lo começou uma manipulação de eventos dentro e fora da
sem prejudicar toda a economia da Província Naishou. Em corte para promover o aumento das tensões entre seu Clã e
seguida, ele olhará para trás, aos guerreiros de sua terra os outros, tentando promover um confronto militar, onde o
natal, e sorrirá à sua fraqueza. Leão pode realmente mostrar seu brilhantismo e sua honra.
Escolas: Cavaneiro Ide/Emissário Ide 3 Escolas: Omoidasu Ikoma 3
Honra: 1,2 Honra: 3,4
Glória: 4,6 forma escondida. No entanto, seu maior interesse sempre
Status: 3,8 foi nos trolls, uma vez que partilham a sua ligação com o
Perspicácia: 179 elemento Fogo. Apesar de muitos relatórios contrários,
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – Daichi espera que alguns membros da raça caída tenham
Carisma 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 3 – Vontade 4, escapado da Mácula e da decadência que comprometeu sua
Vácuo 2 cultura, e ele pensa que na Província Naishou pode
Vantagens: Habitante do Yomi, Memória Precisa encontrá-los. Enquanto a maioria dos samurais descarta
Desvantagens: Influenciado: criar uma gloriosa suas idéias como os delírios de um lunático, eles raramente
guerra para o Leão lutar, Maldição de Fortuna: Hotei dizem isso em sua cara, pois seu poder mágico tem crescido
Perícias: Batalha 1, Caligrafia: Rokugani 1, Conheci- bastante forte ao longo dos anos. E, claro, se uma de suas
mento: História Rokugani 5, Conhecimento: Leão 5, Conheci- ideias vierem a se provar próximas da verdade, isto
mento: Lei Rokugani 1, Conhecimento: Naishou 1, Corte Ro- transformaria o futuro da província.
kugani 8, Etiqueta 4, Heráldica Rokugani 1, Investigação 4, Jo- Escolas: Shugenja Isawa 3
gos 5, Kenjutsu 3, Manipulação 4, Narração 5, Sinceridade 6 Honra: 2,4
Glória: 3,1 37
Isawa Daichi Status: 1,1
Quando o antigo Governador da Fênix morreu sem Perspicácia: 191
um herdeiro, Isawa Daichi não percebeu. Na verdade, Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 2 –
semanas tinham passado quando ele veio à corte (pedir Carisma 3, Fogo 5, Terra 3, Vácuo 3
auxílio para localizar os textos que ele precisava para Vantagens: Amigo dos Kami do Fogo, Bênção de
continuar a sua pesquisa) quando Daichi percebeu a Fortuna: Fukurokujin, Sábio
mudança política que aconteceu na cidade. Desvantagens: Crédulo, Fascinação: As Cinco Raças
Daichi é um dos eruditos em vanguarda no Império Perícias: Acupuntura 3, Caligrafia: Rokugani 3, Cifra
no que alguns se referem como as Cinco Raças: os zokujin 3, Conhecimento: As Cinco Raças 7, Etiqueta 1, Feitiçaria 3,
que vivem na terra, os ningyo nas profundezas das águas, os Investigação 4, Meditação 3, Shintao 1, Teologia Rokugani 5
misteriosos homens-corvo chamados kenku, a raça caída Magias: Sentir, Comunicar, Invocar, Abraço de
dos trolls, e os há muito perdidos homens-leão que Kenro-ji-jin, Armadura de Jurojin, Caminho da Paz Interior,
andaram pelos Reinos Espirituais (os kitsu). Desde que ele Extinguir, Morte da Chama, Muralha de Chamas, Passos
ouviu as lendas como uma criança, Daichi quis saber mais. Apressados, Pela Luz de Lorde Lua, Proteção da Terra,
Ele vê as Cinco Raças como as encarnações dos próprios Símbolo de Fogo, Sopro do Dragão do Fogo, Sopro do Fogo
elementos, e, portanto, como uma fonte de sabedoria e Celestial, e outras que o Narrador julgar apropriado
iluminação para qualquer shugenja. Quando Daichi passou
por seu gempukku, seus professores lhe concederam Isawa Suzuhiko
permissão para viajar através do Império em busca de sinais Isawa Suzuhiko é uma arrojada e popular figura na
de civilizações antigas das Cinco Raças. corte, impossível de perder de vista, graças a seus olhos ver-
Infelizmente, enquanto Daichi tem brilhantes men- des naturais e seus cabelos tingidos de vermelho brilhante.
te e memória, ele conhece muito menos sobre a alma hu- Embora seja uma shugenja, é claro para todos que ela pre-
mana – e a capacidade humana para a enganação. Muitas fere a vida na corte que a serenidade do templo. Cortejada
vezes, ele se viu em caminhos tolos porque acreditou em com frequência, ela está sempre ciente dos últimos escân-
histórias que outros teriam reconhecido como fábulas ou dalos românticos e regimes matrimoniais dos samurais em
simples mentiras. Uma vez, um marinheiro do Louva-a-Deus torno dela. Quando não está ocupada com as últimas intri-
lhe vendeu vários peixes exóticos por um preço caríssimo, gas sociais, Suzuhiko é uma cantora naturalmente talento-
alegando que eram bebês ningyo. Um vilarejo montanhesco sa, e seus desempenhos ocasionais cimentaram ainda mais
inteiro passou um inverno enganando-o a acreditar que sua posição forte na corte de Toshi no Naishou. Enquanto
zokujin estavam na área, disfarçando suas crianças e man- não parece muito focada em recuperar a província ao
dando-as correr ao redor da vila à noite. Ainda assim, a des- controle da Fênix, ela tem sido bem sucedida no sentido de
peito de todas as pistas falsas que Daichi seguiu, ele ocasio- assegurar que a Fênix seja respeitada e apreciada por todos.
nalmente se deparou com um fragmento de conhecimento Seu Clã está satisfeito com o seu serviço e, sob sua
real. Apesar de suas experiências, ele manteve uma orientação, a Fênix adquiriu vários aliados chave.
quantidade surpreendente de fé ingênua em outros. Poucos percebem que há uma preocupação mais
Daichi veio à Província Naishou depois de rumores importante na mente de Suzuhiko. Enquanto pode ter sido
de suas muitas lendas e das ruínas estranhas às vezes vis- uma vez apenas uma shugenja de coração calmo, há vários
lumbradas na fronteiras do seu território, como no Pântano anos ela procurou uma posição como magistrada após uma
Omikura. Ele tem estado na província há meses, catalogan- série de assassinatos que atormentou sua província natal
do cada pedaço de informação que encontrar, dividindo seu nas terras da Fênix. Para ela, o assassino era um shugenja
tempo entre a escavar através das bibliotecas da cidade e que usava sua considerável habilidade em magia para cobrir
explorar cantos remotos. Ele ouviu histórias de ningyo no seus rastros. Parecia não haver nenhum motivo particular
rio, de zokujin nas montanhas e de kenku nas florestas. Não para os assassinatos, exceto o ato de matar em si, uma per-
parece haver quaisquer vestígios de kitsu na província, em- versão do dom shugenja. Suzuhiko é, ao mesmo tempo, faz-
bora Daichi esteja convencido de que uma vez houve uma cinada e horrorizada com os crimes, e acumulou muita in-
grande cidade aqui, que desde então tem estado de alguma formação sobre os casos. Uma vez que muitos dos assassi-
natos iniciais aparentavam mortes por causas naturais, ela paz, ele pode sentir os ventos da guerra soprando no ar e,
chamou o assassino de Mão do Destino. Recentemente, ela quando as batalhas vierem, ele estará lá para prestar a sua
se convenceu de que a Mão do Destino veio à Província Nai- assistência a qualquer um que puder pagar.
shou para continuar seu trabalho terrível. Assim, enquanto Kagemori é um guerreiro impressionante e uma
ela continua a viver a vida de uma jovem mulher popular na presença intimidante. Sua chegada tem atraído muita aten-
corte, em seu tempo livre ela está tentando procurar sus- ção daqueles que sabem sobre assuntos militares, e ele pas-
peitos, determinada a resolver o caso da Mão do Destino. sa seu tempo nas várias pousadas e tabernas de Toshi no
Escolas: Shugenja Isawa 3/Inquisidora Naishou enquanto avalia várias ofertas de emprego. Não há
Honra: 2,3 inimigos que Kagemori se recusará a lutar, embora ele se
Glória: 3,6 lembre bastante das Terras Sombrias e geralmente evite as
Status: 4,3 - Inquisidora terras do Caranguejo. Ao contrário de muitos ronin, ele não
Perspicácia: 207 sonha em ingressar em um Clã – ele gosta de sua existência
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 4, Fogo atual, onde ganha a vida e o respeito através de sua força e
3, Terra 3, Vácuo 3 de sua habilidade apenas. Poucas pessoas o incomodam,
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Voz em parte porque ele não procura problemas desnecessá- 38
Desvantagens: Fofoqueiro, Influenciado: achar a rios... e em parte porque ele é uma coisa enorme com um
Mão do Destino particularmente grande tetsubo amarrado às suas costas.
Perícias: Acupuntura 3, Caligrafia: Rokugani 3, Cifra Escolas: Bushi Hida 2/Combatente 1
3, Corte Rokugani 5, Diplomacia 3, Etiqueta 3, Feitiçaria 5, Honra: 1,5
Fofoca 5, Heráldica Rokugani 3, Investigação 5, Meditação 3, Glória: 3,5
Narração 5, Pesquisa 5, Shintao 1, Sinceridade 3, Teologia Perspicácia: 189
Rokugani 3 Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 2 –
Magias: Sentir, Comunicar, Invocar, Barreira Ele- Reflexos 4, Fogo 2 – Agilidade 4, Terra 3, Vácuo 3
mental, Caminhar Sem Atravessar, Caminho da Paz Interior, Vantagens: Estrategista, Grande, Magari-Yarijutsu
Chama Paciente, Chamar Pelo Vento Menor, Chamas do Básico, Magari-Yarijutsu Intermediário
Interior, Essência do Ar, Extinguir, Força da Vontade, Pela Desvantagens: Desvantagem Social: Ronin
Luz de Lorde Lua, Proteção da Terra, e outras apropriadas Perícias: Acupuntura 3, Atletismo 4, Batalha 5, Co-
Kiho: Espírito dos Quatro Ventos, Proteção do Chi mércio 3, Conhecimento: Terras Sombrias 2, Defesa 5, Furti-
vidade 2, Iaijutsu 3, Intimidação 5, Investigação 4, Jiujutsu 5,
Kagemori Kenjutsu 5, Kyujutsu 1, Subojutsu 5, Tetsubo 5, Yarijutsu 3
Muitos ronin têm trágicas e complexas histórias Kata: Atacar como a Terra
por trás de seu vergonhoso lugar na Ordem Celestial.
Kagemori não. Ele nasceu um membro da família Hida e Kakita Seisho
simplesmente caiu no sono uma noite enquanto em guarda. Seisho não é o que normalmente se imagina quan-
Ninguém foi ferido como resultado, nenhuma criatura das do se pensa em um cortesão da Garça. Embora seu cabelo
Terras Sombrias se esgueirou através de seu turno, mas ain- seja tingido do tradicional branco, é também sem corte e
da era uma falha imperdoável aos olhos de seus superiores, geralmente despenteado. Tudo, desde de seu quimono
que o jogaram fora como um exemplo. Kagemori deu de abarrotado à sombra de fadiga abaixo de seus olhos, mostra
ombros, pegou suas armas e armaduras (antes que alguém um homem que perdeu o controle de sua própria vida. Em
pensasse em pedi-las de volta) e caminhou para o norte várias ocasiões Seisho mostrou-se embriagado pela corte, e
para nunca mais voltar. Ele não se sentia particularmente uma vez trouxe duas gueixas para lhe fazer companhia.
envergonhado – afinal ninguém morreu. Mas ele também Seisho só continua a ser o chefe da delegação da Garça por
não se sentiu irritado, pois ele compreendeu as ações do causa da tremenda riqueza e influência de seu pai; um
superior. Ele simplesmente sabia que teria de procurar uma homem que viu no envio da delegação Garça para Toshi no
nova vida em outro lugar, e considerando os deveres do Naishou uma oportunidade para se livrar de seu vergonho-
Caranguejo, talvez isso foi uma bênção disfarçada. so filho. Outros diplomatas Garça de escalão inferior fazem
Como um ronin, Kagemori luta voluntariamente a maioria do trabalho real da corte, enquanto Seisho ocasio-
para quem o contratar. Ele prefere trabalhar para samurais nalmente não faz nada, com o resto do tempo jogando,
dos Clãs Maiores, mas só porque eles geralmente pagam bebendo e visitando teatros e casas de gueixas. Enquanto
mais. Kagemori sobreviveu a muitas batalhas e adquiriu um ele é popular entre os samurais mais festivos e frívolos, que
talento para táticas de batalha, baseado mais no instinto do o veem como um companheiro agradável para as noites de
que em qualquer estratégia aprendida. Suas ideias salvaram boemia, muitos amigos e aliados da Garça são obrigados a
a vida de muitos homens lutando ao lado dele, e, Kagemori educadamente ignorar a desonra que Seisho traz a seu Clã.
se viu sendo contratado por comandantes militares, Há mais a falhas em Seisho do que pode parecer à
nominalmente como um yojimbo, mas, na verdade, para primeira vista. Desde criança, ele sempre teve uma profun-
fornecer conselhos táticos durante a batalha. Ele teve um da compreensão das emoções humanas, capaz de sentir o
bom desempenho em ambos os papéis, garantindo a que outros sentiam apenas olhando para eles. À medida
permanência em empregos com bastante frequência. que envelheceu e se comprometeu à formação como Corte-
Recentemente, Kagemori viajou para a Província Naishou, são Doji, seu dom só cresceu mais forte, até o ponto em
onde achou que seus serviços podem em breve serem que Seisho podia sentir as emoções daqueles ao seu redor
demandados. Embora a província esteja formalmente em quase como se fossem suas próprias. Sua mente se tornou
profundamente sensível, exposta aos sentimentos alheios e, Hitsuko tem sido uma força ativa na corte –
enquanto isso lhe concedia compreensão, também o enfra- surpreendente para um samurai de Clã Menor – ganhando
queceu emocional e fisicamente. Seisho continuamente so- aliados e inimigos igualmente em grande número. Ela nunca
freu dores de cabeça, depressões e insônias. A única manei- pretendeu esconder que sua meta é a província e, enquanto
ra para encontrar a libertação foi afogar suas emoções em alguns se ressentem de sua temeridade, outros apreciam a
outras sensações, e ele se voltou à jogatina, à bebida e à sua honestidade. Hitsuko também tem a certeza de fazer
putaria como uma forma de escapar de sua eterna dor. amizade com todos os outros samurais dos Clãs Menores, e
Seisho percebe que ele vive uma espiral de auto- é muitas vezes está acompanhada de pelo menos dois deles
destruição, mas simplesmente não suporta continuar sen- na corte. O primeiro, Ichiro Oishi, é uma montanha humana
tindo como quando sua mente está clara. Ainda assim, de- que age como seu yojimbo; sua aparência rude e bandida
baixo de toda sua miséria, é um homem esperto e inteligen- esconde um espadachim talentoso. O segundo, Tonbo
te, e é imprudente subestimá-lo. O último homem que Denbe, é um jovem shugenja considerado um pouco
abertamente o confrontou na corte foi tão completamente lunático, muitas vezes aparentemente perdido em sua
envergonhado pela repreensão altamente perspicaz de própria mente; no entanto, suas magias têm ajudado
Seisho que ele escolheu o exílio em vez de mostrar a face a Hitsuko várias vezes na corte. Juntos, eles são um grupo 39
qualquer rokugani novamente. Se Seisho pudesse usar suas colorido e cheio de recursos, e estão começando a ser
perícias de forma mais confiável, ele seria um dos homens levados a sério pelos delegados dos Clãs Maiores.
mais capazes e perigosos da Garça... mas para fazer isso, ele Enquanto Hitsuko está desfrutando de sua missão
precisaria retomar a expor-se às emoções não filtradas dos em Toshi no Naishou, ela recebeu recentemente algumas
outros, e isso pode muito bem enlouquelê-lo. cartas anônimas de natureza preocupante. Antes de vir à
Escolas: Cortesão Doji 3 Província Naishou, Hitsuko secretamente deu à luz a uma
Honra: 2,9 criança de uma relação casual. Ela abandonou o recém-
Glória: 3,0 nascido na porta de um mosteiro, em vez de se deixar ser
Status: 2,4 arruinada pelo escândalo, mas as cartas sugerem que
Perspicácia: 179 alguém sabe sobre a criança. Até agora, as
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 5, Ar 2 – correspondências têm feito apenas requisições leves,
Carisma 6, Fogo 3 – Inteligência 5, Terra 2, Vácuo 4 exigindo apoio em matérias políticas que não são relevantes
Vantagens: Dom Interior: Empatia, Memória aos Clãs Menores, mas Hitsuko teme que o pior esteja por
Precisa, Mente Clara, Riqueza vir. Primeiro, ela suspeitou de Kuzeshige, a mente criminosa
Desvantagens: Compulsão: Álcool (4), Compulsão: da cidade, mas ele parece não ter nenhum conhecimento
Apostas (2), Luxúria sobre o assunto. Hitsuko está desesperadamente à procura
Perícias: Caligrafia: Rokugani 3, Cerimônia do Chá da identidade do chantagista, determinada a erradicá-lo e
3, Corte Rokugani 10, Etiqueta 6, Heráldica Rokugani 1, mostrar quão perigoso é brincar com ela.
Investigação 5, Jogos 3, Manipulação 7, Narração 3, Escolas: Cortesã Kasuga 2/Contrabandista Kasuga
Oratória 1, Poesia 3, Shintao 3, Sinceridade 3 Honra: 1,3
Glória: 3,3
Kasuga Hitsuko Status: 2,7
Quando os rumores começaram a se espalhar que Perspicácia: 180
Miya Ansho estava considerando atribuir Naishou a um Clã Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 3 –
Menor, vários Clãs Menores enviaram representantes com Carisma 4, Fogo 3, Terra 3, Vácuo 3
ordens para trabalhar em conjunto para garantir a Vantagens: Aliado: Ichiro Oishi, Aliado: Tonbo
província, sabendo que, por conta própria, eles não tinham Denbe, Engenhoso, Leitura Labial, Voz
influência suficiente para conseguir muito. Eles escolheram Desvantagens: Obrigação, Pequeno, Segredo
uma Tartaruga para representá-los na corte do Governador, Sombrio
principalmente por causa da influência política do Clã diante Perícias: Comércio 3, Corte Rokugani 5, Defesa 1,
das famílias Imperiais. Kasuga Hitsuko, uma jovem, bela e Etiqueta 4, Furtividade 3, Investigação 4, Jogos 3, Kuenai 4,
eloquente mulher, ofereceu-se a este serviço logo que ela Manipulação 5, Sedução 3, Sinceridade 6, Tantojutsu 1
ouviu falar sobre a oportunidade, e fez com que todos os
outros candidatos fossem rapidamente descartados. Kuni Shiyoda
Hitsuko foi muitas vezes descrita como “esperta Kuni Shiyoda já foi considerada uma heroína do Clã
demais para seu próprio bem”, enquanto crescia. Era a filha Caranguejo. Treinada como Caçadora de Bruxos, ela vascu-
caçula e a única menina em cinco irmãos que seguiram seus lhou o Império em busca de maho-tsukai e de outras amea-
pais em serviço como marinheiros. Enquanto amava o mar, ças. Ela foi incansável e destemida, mostrando uma força
Hitsuko amava ainda mais ocultação, espionagem e em combate que desmentia sua aparência esguia. Ela tam-
mentiras, uma tendência que a colocou em problemas bém mostrou pouco da aspereza dura normalmente asso-
tantas vezes quanto a tirou deles. Seus pais concluíram que ciada às suas família e profissão, e seu comportamento a-
ela seria muito melhor nas cortes do que no convés, e ela gradável a ajudou a dar cabo de seus deveres com dano po-
concordou. Para ela, atender à corte é mais como jogar um lítico mínimo. Seu treinamento contínuo só a fez mais peri-
jogo do que como trabalhar. Ela já tinha experimentado gosa aos inimigos do Império, e o Caranguejo tinha grandes
alguns sucessos em cortes menores quando ouviu falar esperanças para o resto de sua carreira. Quando foi enviada
sobre a oportunidade na Província Naishou e saltou para cá. ao que deveria ter sido uma tarefa simples para alguém de
seu calibre, rastrear um ogro nas Montanhas Seikitsu, ao inimigo mais rápido do que qualquer outro, atirando
Shiyoda não retornou da tarefa. Em algum momento, um lanças com força e precisão mortais. Eles o veem como um
grupo de busca foi enviado para recuperá-la (ou localizar herói renascido das épocas antigos, um homem capaz de
seu corpo), mas não a encontrou nem encontrou qualquer façanhas maiores que a vida. Longe do campo de batalha,
ogro. O Caranguejo foi forçado a assumir o pior, e Shiyoda Tadanobu mantém-se para si, e esse comportamento refor-
foi declarada morta, lamentavelmente mais um herói do Clã ça ainda mais a sua reputação única. Em seu cargo atual, ele
caído contra as forças das Terras Sombrias. comanda a lealdade de centenas de soldados, muitos dos
Ninguém ficou mais surpreso que os Caranguejos quais emulam sua atitude, bem como seu estilo de luta. A
quando Shiyoda reapareceu na província Naishou. Ela companhia sob as ordens de Tadanobu é famosa por sua
chegou ao Palácio do Governador completamente delirante, dedicação ao dever, e esta foi, pelo menos, parte da razão
falando descontroladamente de um antigo mal escondido pela qual foi escolhido pelo Imperador para acompanhar o
na província, um mal mais antigo do que as próprias Terras novo Governador da Província Naishou. Alguns cortesãos
Sombrias e infinitamente mais perigoso. Shiyoda suplicou a sugeriram que a verdadeira razão foi um favor político para
todos, camponeses e samurais igualmente, a deixarem a o Leão ou porque as Legiões Imperiais não queriam ou não
província e nunca mais voltarem para não despertarem algo podiam responder ao chamado dos Miya. Independente- 40
terrível demais para qualquer um deles lutar. Não é preciso mente disso, Tadanobu obedeceu sem questionar.
dizer que a maioria dos samurais ficou pouco mais do que Desde sua chegada, Tadanobu permaneceu
impressionada, e foi a suposição geral que Shiyoda havia ocupado, embora haja poucos inimigos para lutar. Seus
enlouquecido. Apesar disso, ela ficou em Toshi no Naishou, homens patrulham as ruas de Toshi no Naishou, ajudando a
implorando ao Daimyo Provincial para reconsiderar sua po- manter a ordem, e também foram implantados por toda a
sição sempre que ele a deixa falar. província. Eles protegem suas fronteiras contra Clãs
Muitos se lembram dos contos de valor de Shiyoda potencialmente agressivos, defendem as aldeias florestais
e a enxergam agora como uma mulher cuja mente se contra os bandidos ocasionais, e mantêm o controle sobre
estilhaçou diante dos horrores das Terras Sombrias. Alguns, os movimentos dos exércitos de Garças e Escorpiões, caso
no entanto, ainda vislumbram seu antigo brilho entre as entrem em guerra novamente. Essas funções exigem que
divagações, e se perguntam se não há um grão de verdade Tadanobu esteja em contato com outros samurais mais do
em seus avisos. que ele geralmente gosta, e embora tenha aprendido a
Por que Kuni Shiyoda é Louca? A seção sobre as moderar seu discurso um pouco duro, outros ainda ficam
Montanhas Taru na Parte IV contém uma sugestão sobre o frequentemente surpresos por seu comportamento severo.
que Shiyoda pode ter encontrado para levá-la à loucura e ao Apesar de toda a sua reputação formidável, Ikeda
desespero frenético. No entanto, o Narrador também pode Tadanobu não tem nenhum desejo especial por lutar além
explorar outras possibilidades para Shiyoda. de executar suas funções. Quando sozinho, ele gosta de ler
Talvez Shiyoda esteja realmente maluca, louca por e estudar as lendas dos antigos heróis do Leão, em busca de
sua última batalha com o ogro. Talvez ela esteja, na uma maneira de imitá-los. Tadanobu é um descendente de
verdade, Maculada, e sua loucura seja um sintoma da Matsu Itagi, que quase condenou a si mesmo depois de
influência do Jigoku. Se a campanha é definida antes da entrar nas Terras Sombrias em busca de um inimigo digno.
época A Guerra Contra a Escuridão, talvez Shiyoda tenha O espírito de Itagi fala constantemente no ouvido de
encontrado a Escuridão Enganosa e foi levada à loucura por Tadanobu, conduzindo-o a alturas ainda maiores, nunca
seus terrores. Neste caso, ela tem, provavelmente, pelo satisfeito. Tadanobu não protesta contra as demandas de
menos, um ponto das sombras. Ou talvez ela sequer seja seu antepassado, fazendo o seu melhor para obedecê-lo,
Kuni Shiyoda, mas uma criatura metamorfoseada que não como em tudo o mais. Na verdade, sua verdadeira
entende corretamente a humanidade. esperança é de uma morte gloriosa para que ele possa
Escolas: Caçadora de Bruxos Kuni 3 juntar-se aos heróis do passado no Yomi.
Honra: 2,8 Escolas: Bushi Matsu 5
Glória: 3,1 Honra: 4,2
Status: 1,0 Glória: 6,7
Perspicácia: 178 (recebeu 5 de estudo meditativo) Status: 6,1 – Shireikan Leão
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 3 – Perspicácia: 237
Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 2 Atributos e Anéis: Água 4, Ar 3 – Reflexos 4, Fogo 3
Vantagens: Bênção de Fortuna: Bishamon, Força – Agilidade 5, Terra 4, Vácuo 3
da Terra Vantagens: Engenhoso, Magari-Yarijutsu
Desvantagens: Destino Negro, Tocado Pelo Vácuo Avançado, Magari-Yarijutsu Básico, Magari-Yarijutsu Final,
Perícias: Acupuntura 3, Adivinhação 2, Atletismo 2, Magari-Yarijutsu Intermediário, Magari-Yarijutsu Superior
Caça 1, Conhecimento: Maho 4, Conhecimento: Terras Desvantagens: Antissocial (2), Assombrado
Sombrias 5, Corte Rokugani 1, Defesa 3, Etiqueta 2, Herval Perícias: Atletismo 7, Batalha 7, Conhecimento:
1, Intimidação 1, Investigação 5, Jiujutsu 3, Kenjutsu 4, História Rokugani 7, Conhecimento: Leão 7, Defesa 5,
Meditação 1 Etiqueta 1, Iaijutsu 3, Investigação 3, Jiujutsu 5, Kenjutsu 5,
Kyujutsu 1, Magari-Yari 8, Yarijutsu 10
Matsu Tadanobu da Casa Ikeda Kata: Atacar como a Água, Atacar como o Fogo,
Ikeda Tadanobu é uma lenda entre os seus ho- Fúria Infinita
mens. Ele os leva das linhas de frente, correndo em direção
Mirumoto Hajitsu Miya Ansho
Mirumoto Hajitsu não deveria se tornar um regen- Ninguém esperava que Miya Ansho ascendesse a
te. O segundo filho de um Daimyo Provincial, ele estava seu patamar atual, talvez nem mesmo ele próprio. Um
interessado, desde a sua juventude, em religião e teologia, garoto quieto e estudioso, Ansho aprendeu bem todas as
mas, a pedido de seu pai, juntou-se aos exércitos de seu Clã lições e se tornou um Shisha como a maioria de sua família.
para ganhar glória e prestígio. Ele sobreviveu a várias bata- No entanto, não conseguiu mostrar muito entusiasmo para
lhas, o suficiente para ascender ao cargo de gunso de sua explorar o Império e viajar através dele, por isso lhe foram
própria unidade, quando soube que o pai e o irmão tinham dadas atribuições nas cidades mais bem estabelecidas. Isso
morrido da praga. Relutantemente, Hajitsu voltou para sua combinava com ele, uma vez que significava atender a
província natal e governou tão bem quanto podia por mui- cortes muito importantes, e Ansho logo se tornou
tos anos. Mais de uma vez ele foi forçado a ir ao campo de conhecido por sua maestria em etiqueta e sua facilidade em
batalha novamente quando a guerra ameaçou suas terras. navegar através das teias complexas de intriga muitas vezes
Quando se aproximou de seu quadragésimo ano, encontradas nesses locais. À medida que envelhecia, seu
Hajitsu se viu profundamente cansado de suas funções e, domínio das Técnicas Miya o ajudou a se tornar uma forte
apesar de sua província ser tão bem sucedido quanto se voz em nome da paz nos palácios dos lordes, muitas vezes 41
poderia esperar nas terras pobres do Clã Dragão, ele sentiu impedindo guerras antes que acontecessem. Seu nome se
que era o momento de passar adiante as rédeas do poder. tornou cada vez mais conhecido até que chegou aos
Com a autorização de seu lorde, Hajitsu aposentou-se de ouvidos do próprio Imperador, que estava pensando em
sua posição, raspou a cabeça e se preparou para uma nova como resolver a situação na Província Naishou. Ansho foi
vida. Depois de transmitir todo o conhecimento que podia nomeado Governador e recebeu uma força de tropas do Clã
para seu sucessor, Hajitsu deixou sua casa e empreendeu Leão para ajudá-lo a restabelecer a paz na região.
uma peregrinação a Província Naishou, cujos templos Enquanto Miya Ansho se intimida com o tamanho
sempre foi curioso para visitar. de sua tarefa, ele tem, até agora aderido a ela impressio-
Desde sua chegada, Hajitsu tem dividido o seu tem- nantemente. Suas habilidades diplomáticas o ajudam a acal-
po entre os templos da cidade e a corte, onde ocasional- mar a Garça e o Escorpião, mesmo que ambos considerem a
mente joga go ou conversa com os samurais dispostos a Província sua propriedade. Ele elogiou a Fênix por sua ges-
ceder a seu interesse em teologia. No entanto, muitos tão anterior das terras sem confirmar o seu estado futuro, e
dentro e fora do Dragão têm manifestado interesse em ver usou suas tropas do Leão para reforçar as defesas do vale,
Hajitsu se tornar o próximo Governador, que aponta a sua evitando todo o derramamento de sangue. Ansho está
experiência prévia como um líder político e um comandante levemente desconfortável em ter tantos soldados sob seu
militar. Enquanto Hajitsu não recusará uma ordem direta de comando, mas entende que a presença ajuda a tornar a sua
seus superiores, ele não deseja voltar a participar do mundo autoridade mais credível. Ele tem trabalhado incansavel-
político, do qual finalmente escapou, nem procura um mente para entender o funcionamento da Província, pes-
retorno ao campo de batalha. Seu sono é frequentemente quisando sua história e suas lendas e adotando muitos dos
assolado por terríveis pesadelos em que se lembra de suas seus costumes. Suas decisões o tornaram popular entre os
inúmeras batalhas, assistindo a amigos e inimigos caírem heimin, especialmente porque durante os primeiros meses
mortos diante de lâminas e setas. Ele espera encontrar a de seu mandato ele se concentrou em garantir que a agri-
paz para si mesmo na aposentadoria, e preferiria muito cultura, o comércio e a religião fossem todos devidamente
mais se juntar a uma ordem monástica que governar apoiados e protegidos. Os Clãs Maiores, no entanto, se
novamente. No entanto, ele também vê o potencial de revelaram menos positivos a ele, uma vez que permanecem
conflito crescente na Província Naishou, e se pergunta se obcecados sobre quando e para quem a Província será final-
não há mais que podia fazer para assegurar a paz para os mente concedida. Ansho não recebeu nenhum prazo para
outros antes que ele possa finalmente a assegurar para si. isso, no entanto, e se recusa a nomear um novo Governador
Escolas: Bushi Mirumoto 4 até que esteja plenamente convencido da retidão da sua
Honra: 3,1 escolha. A discussão dos Clãs Maiores o decepciona, e ele
Glória: 6,2 está pensando seriamente em nomear um samurai de um
Status: 4,9 Clã Menor para governar a área como lição aos arrogantes
Perspicácia: 217 diplomatas dos Clãs Maiores, apesar da reação política que
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 3 – Agilidade isso pode causar. Nesse meio tempo, Ansho participa
4, Terra 4, Vácuo 3 ativamente na gestão de sua corte, frequentemente
Vantagens: Estrategista, Herança, Recuperação intervindo para reprimir argumentos que ameacem a
Veloz harmonia que está trabalhando tão duro para criar.
Desvantagens: Asceta Ansho é um homem delgado de meia-idade. Embo-
Perícias: Atletismo 3, Batalha 3, Conhecimento: ra não tenha um físico impressionante, ele é capaz de impor
Shugenja 3, Corte Rokugani 3, Defesa 4, Etiqueta 5, Iaijutsu respeito até mesmo em guerreiros agressivos mediante seu
4, Jogos 4, Katana 5, Kenjutsu 5, Kyujutsu 1, Meditação 4, comportamento e suas palavras. Ele é viúvo, tendo perdido
Nazodo 4, Oratória 3, Sinceridade 3, Teologia Rokugani 4 sua esposa a uma doença há anos, e este é o único tema
Kata: Atacar como a Terra, Espírito de Meu Irmão, que pode quebrar o seu autocontrole. Enquanto Ansho car-
Estrelas Cadentes rega a honra de servir ao Imperador, ele só encontra a ver-
dadeira alegria na presença de sua filha adolescente Iaimi-
ko, que é uma Shisha ela mesma e uma jovem mulher tão
feroz e enérgica quanto ele é comedido e calmo. Embora às até chegar ao ponto de insultar cortesãos e de ter ameaça-
vezes ele se preocupe com o temperamento dela, ela o aju- do um insuportável poeta Kakita com um duelo. Seu pai
dou tremendamente a aprender sobre a Província Naishou, está cada vez mais preocupado com o seu comportamento,
e até agora ele não se arrependeu em trazê-la consigo. mas reluta em reprimir sua natureza de espírito livre e, por
Escolas: Shisha Miya 5 enquanto, Iaimiko continua a viver como ela sempre viveu.
Honra: 4,0 Escolas: Shisha Miya 3
Glória: 6,4 Honra: 3,5
Status: 6,1 – Daimyo Naishou Glória: 3,9
Perspicácia: 236 Status: 5,2 – Magistrada Provincial
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – Perspicácia: 200
Carisma 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 3 – Vontade 4, Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 4, Fogo
Vácuo 5 3 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 3
Vantagens: Bênção de Fortuna: Fukurokujin, Cida- Vantagens: Bênção de Fortuna: Fukurokujin,
dão de Naishou,Equilíbrio, Posição Social: Daimyo Provincial Irrepreensível, Posição Social: Herdeira do Governador
Desvantagens: Amor Perdido: esposa, Coração Provincial, Sorte (6) 42
Mole Desvantagens: Bravo, Contrário
Perícias: Caligrafia: Rokugani 5, Cavalaria 3, Perícias: Adestramento 3, Atletismo 4, Caligrafia:
Cerimônia do Chá 3, Conhecimento: História Rokugani 3, Rokugani 2, Cavalaria 5, Corte Rokugani 7, Defesa 4, Diplo-
Conhecimento: Naishou 3, Corte Rokugani 10, Defesa 2, macia 1, Etiqueta 4, Heráldica Rokugani 4, Iaijutsu 3, Investi-
Diplomacia 1, Etiqueta 7, Heráldica Rokugani 6, Investigação gação 4, Jiujutsu 1, Kenjutsu 4, Oratória 3, Sinceridade 3
5, Jogos 5, Meditação 3, Oratória 6, Poesia 4, Sinceridade 6,
Teologia Rokugani 5 Okimoto
O Abade do Templo das Sete Fortunes em Toshi no
Miya Iaimiko Naishou detém uma das posições mais importantes e in-
O pai de Miya Iaimiko, Ansho, às vezes diz que ela fluentes da província. De fato, em períodos cujo governador
lembra sua falecida mãe, apesar de falar isso sempre pare- é fraco ou inexistente, pode ser o único posto influente. As
cer doloroso para ele. Iaimiko acredita nele, pois em muitos pessoas da Província Naishou sempre olharam para as
aspectos ela é muito diferente dele. Quando ela terminou fortunas em busca de orientação, e consideram os Monges
seu gempukku como Arauto (“Shisha”) Miya, ela não podia da Ordem das Sete Fortunas como a voz das Fortunas.
esperar para montar em um cavalo e percorrer o Império, Após o abade anterior falecer de velhice, muitos
trazendo a palavra do Imperador para lugares distantes. Ela ficaram surpresos com o fato de que ele deixou instruções
está muito mais à vontade em aldeias isoladas ou em estra- para tornar Okimoto seu sucessor, em vez de o costume dos
da aberta do que na corte, onde seu pavio curto e opiniões anciãos do templo elegerem um novo abade. Na época,
fortes a colocam em apuros. No passado, ela já, por vezes, Okimoto ainda era um monge jovem, simples e humilde,
desapareceu durante meses a uma atribuição ou a outra, criado a partir de um bebê abandonado no nascimento por
voltando suja, exausta e faminta, mas sempre satisfeita. um fazendeiro pobre. Embora ele tenha aceitado o
Como criança, Iaimiko sonhou em se juntar à Guar- comando do velho Abade, ele insistiu que ele não poderia
da (“Miharu”) Seppun, e, embora seu pai não tenha pertimi- assumir o manto de liderança até que realmente estivesse
do que sua filha única abandonasse a tradição familiar, ela, pronto. Ele passou os 35 anos seguintes de sua vida
no entanto, estudou a arte da lâmina por conta própria. Isto servindo cada uma das Sete fortunas com a máxima
se mostrou útil em mais de uma ocasião em que sua perso- dedicação, preparando-se para seu papel. Ele treinou com
nalidade corajosamente aventureira a meteu em situações os monges de Bishamon e lutou contra bandidos ao seu
perigosas. Ela carrega algumas cicatrizes agora, mas pronta- lado. Ele trabalhou nos campos das aldeias com os monges
mente se vangloria que seus oponentes terminaram piores. de Ebisu. Ele se debruçou sobre velhos pergaminhos nas
Quando seu pai ordenou que ela o seguisse para bibliotecas com monges de Fukurokujin, tratou os doentes e
Naishou, Iaimiko ficou inicialmente decepcionada, já que ela enfermos ao lado daqueles que serviam Jurojin, e
não gostava da ideia de ser confinada a um único lugar. No administrou as finanças de vários mosteiros sob os
entanto, ela mudou de opinião desde então; e está constan- auspícios de Daikoku. Ele orientou e aconselhou jovens
temente explorando a província, encontrando pessoas e amantes em nome de Benten, e passou cinco anos em
lugares interessantes a cada dia. Ela atua como contraparte isolamento pacífico para chegar mais perto de ideal de
para o pai, colocando a mão na massa enquanto ele contentamento de Hotei. Quando ele finalmente retornou
trabalha na corte, e ajudou a estabelecer sua reputação de ao templo da cidade, Okimoto tinha se transformado em
entender as necessidades específicas da Província Naishou. um homem sábio e experiente, dotado de sabedoria sobre
O campesinato a ama, pois ela trata os seus problemas com o mundo e sobre si mesmo. Só então ele assumiu a
grande preocupação e sempre dispõe tempo para ouvi-los liderança do templo, e continua no cargo desde então.
quando ela passa através de suas aldeias remotas. Okimoto é agora um homem muito velho, ainda
Recentemente, Iaimiko se viu recebendo diversas surpreendentemente apto e capaz, embora sua visão esteja
tentativas de cortejo. Enquanto ela não carece de charme – em declínio. Ele venera todas as Sete Fortunas igualmente
apesar de sua natureza não ortodoxa – é claro para ela que em suas orações e serviços, e tenta promover os ideais de
os pretensos maridos estão mais interessados em ganhar o equilíbrio e paz em todo o mundo que encontra. Okimoto é
favor de seu pai. Ela não aceita bem a atenção indesejada, altamente popular entre as massas camponesas, mais ainda
do que os Abades anteriores, devido às muitas obras de lidar com escriba do Governador, mas têm pouca escolha
compaixão que seus irmãos e ele executam em conjunto. senão fazê-lo. Sua aparência física não impressiona – Oiji é
O recente afluxo de samurais de fora da província jovem, porém é magérrimo, a ponto de uma aparência
preocupa Okimoto, que vê o potencial para novos conflitos doente –, de modo a não inspirar medo nem respeito, e
crescendo dia a dia. Violência pode manchar a alma, mas, se ninguém confia nele. Embora muitos tenham tentado minar
o povo comum vier a ser ameaçado, Okimoto pedirá a seus sua posição, até agora eles não encontraram uma razão
monges para fazerem o que puderem para protegê-lo. Com válida para reclamar sobre sua lealdade ou serviço.
os recursos de numerosos templos e mosteiros sob seu Claro, Oiji de fato tem segundas intenções, mas
comando, ele pode realmente ser uma ameaça significativa não necessariamente as que outros lhe atribuem. Ele
às forças de qualquer Clã Maior, particularmente genuinamente respeita Miya Ansho, que ele vê como um
considerando que detém o apoio de uma grande parcela do verdadeiro estadista. O fato de que ele se recusou a dar a
povo heimin e hinin da província. Claro, isso seria um último Aranha a chance de controlar a província só prova sua força
recurso – Okimoto não tem nenhum desejo em levantar um de vontade na mente de Oiji. Por isso, ele resolveu fazer o
conflito, e continua tentando promover a prosperidade e a mandato do Governador durar o maior tempo possível. Ele
paz para todos. Ele reza dia e noite que isso seja suficiente. trama, mente e arquiteta em cada momento para fazer 43
Escolas: Monge da Ordem das Sete Fortunas todos os outros Clãs aparentemten incapazes de governar,
5/Abade/Guardião ou pelo menos para criar dúvida suficiente de modo a fazer
Honra: 2,6 uma escolha clara ser impossível. Sua posição lhe permite
Glória: 4,0 tremenda perspicácia sobre a mente do Governador, bem
Status: 4,0 – Abade do Templo às Sete Fortunas como o acesso a uma grande quantidade de informações, e,
Perspicácia: 246 como resultado de sua campanha, até agora ele tem sido
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 4, Fogo bastante bem sucedido. Oiji espera que, ao manter as
4, Terra 3 – Vontade 4, Vácuo 4 opções turvas por tempo suficiente, o Governador
Vantagens: Bênção de Fortuna: Jurojin, Cidadão de perceberá que a única escolha verdadeira é permanecer em
Naishou, Herói do Povo sua posição indefinidamente.
Desvantagens: Ancião (perdeu Força da Terra), Escolas: Cortesão Daigotsu 3
Caolho (oriundo de Idoso), Coração Mole, Heimin, Idoso Honra: 0,6
Perícias: Acupuntura 5, Atemi 1, Atletismo 4, Glória: 2,0
Comércio 5, Conhecimento: História Rokugani 5, Status: 3,1 – Mordomo do Daimyo Miya Ansho
Conhecimento: Mitos e Lendas 5, Corte Rokugani 9, Defesa Perspicácia: 164
3, Etiqueta 5, Jiujutsu 5, Meditação 5, Ofício: Agricultura 5, Atributos e Anéis: Água 3, Ar 2 – Carisma 3, Fogo 3,
Sinceridade 3, Teologia Rokugani 7 Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 2
Kiho: Calma de Shinsei, Canalizar o Dragão do Vantagens: Impiedoso, Irrepreensível, Posição
Fogo, Desarmonizar, Descanse, Irmão, Espírito dos Quatro Social
Ventos, Estapear a Onda, Golpe Quebrante, Proteção do Desvantagens: Ferida Permanente
Chi, Punho do Ar, Tocar o Dragão do Vácuo, e outros que o Perícias: Atuação 3, Caligrafia: Rokugani 3, Corte
Narrador julgar apropriado Rokugani 5, Diplomacia 4, Etiqueta 4, Intimidação 3,
Investigação 4, Manipulação 5, Meditação 3, Sadane 3,
Susumu Oiji Sedução 3, Sinceridade 4, Tantojutsu 1
A maioria das Campanhas usando a Província
Naishou provavelmente ocorrerá em uma era na qual o Clã Suzume Hideyo da Casa Edakumi
Aranha não existe, mas, se o Narrador estiver usando um Suzume Hideyo era apenas um homem jovem
Cenário com a Aranha, este NPC pode ser adicionado. quando um cortesão da Garça visitante ouviu um de seus
Quando o Governador Imperial abriu sua corte, um poemas. Antes que ele mesmo soubesse o que estava acon-
de seus primeiros atos foi anunciar que seu sucessor não tecendo, favores foram trocados e Hideyo se viu um aluno
seria da Aranha sob quaisquer circunstâncias. Isso veio sem na Academia de Arte Kakita, o estabelecimento de maior
surpresa, mesmo para a Aranha. Embora seja nominalmen- prestígio de seu tipo no Império. Àquele cujas mãos esta-
te um Clã Maior, a Aranha ainda inspira profunda inimizade vam cobertas de calos de arar os campos, a transição para o
e desconfiança, e nenhum outro Clã toleraria deixá-los luxo e a elegância da Academia não foi fácil. Ele frequente-
assumir o controle de uma província próspera. mente confrontou zombaria por seu humilde nascimento e
Quando Susumu Oiji ouviu a notícia, no entanto, e- maneirismos “rurais”, mas a alegria de estudar com os
le foi rápido em transformar a rejeição em uma oportunida- magníficos professores superou tudo. Além disso, uma vez
de pessoal. Ele declarou que, uma vez que não tinha nenhu- que superou os hábitos rústicos, Hideyo se tornou um
ma preocupação com a filiação do próximo Governador, ele jovem nobre e encantador, e quando deixou a Academia
estaria idealmente posicionado para auxiliar o atual. Ele tinha feito vários amigos leais. Seus sensei esperavam que
apresentou seu ponto bastante eloquente, e Miya Ansho lapidasse suas habilidades em uma das muitas cortes de
aceitou seu serviço, fazendo dele um escriba oficial. Rokugan, ganhando favores para si mesmo, para o Clã
Como muitos outros membros da família Susumu, Pardal e, é claro, a seus professores da Garça.
Oiji serve seu mestre obedientemente, tomando nota cui- Mas, em vez disso, Hideyo partiu da Academia de
dadosa de cada anúncio e oferecendo conselhos quando so- Arte deixando para trás apenas um belo poema de
licitado. Devido à sua filiação, os outros Clãs não gostam de agradecimento a seus professores. Ele começou a viajar
pelas estradas da Rokugan. Apesar de sua educação sua gunso, Tsuruchi Junko. Uma pequena arqueira ronin,
especial, Hideyo não tinha esquecido os ideais do Pardal. Junko ficou feliz quando foi autorizada a jurar lealdade aos
Ele queria defender o princípio da Pobreza Honrosa por Tsuruchi com base apenas em suas perícias, ela e seus
servir as castas mais baixas através de sua arte. Ele homens foram para a província desde que a guerra entre a
procurou por todo o Império momentos inspiradores para Garça e o Escorpião começou, e eles conhecem seu terreno
registrar em seu trabalho, e aqueles que leem os poemas de como poucos. A precisão dos arqueiros e sua capacidade de
Hideyo são muitas vezes impressionados com a sinceridade infligir emboscadas mortais fez deles uma mercadoria mili-
simples que detêm. Sua escolha dos temas humildes divide tar valiosa, e Junko tem o prazer de explorar isso. Embora a
os críticos, não que as suas opiniões sejam importantes guerra tenha diminuído por enquanto, muitos acreditam
para Hideyo. Além disso, sua trajetória é errática, porque que ela em breve voltará à província, e quando isso
muitas vezes ele largará tudo para ajudar as pequenas acontecer todos vão querer as Flechas de Junko ao seu lado.
aldeias de qualquer forma que puder, seja no campo ou Quando não está liderando seus homens para um
com sua lâmina. Ele nunca fica muito tempo em um lugar, lado ou outro, Junko fica feliz em criar acordos comerciais 44
sempre em busca de sua próxima fonte de inspiração. para o seu Clã na Província Naishou. Afinal de contas, o
As andanças de Hideyo o trouxeram à Província comércio continuará, não importa qual Clã ganhe o
Naishou, e ele caiu de amores por esta terra. Ele admira a escritório do Governador. Navios do Louva-a-Deus já estão
devoção e a dedicação dos habitantes, e continua encon- viajando para cima e para baixo do Rio Itochu regularmente,
trando novos momentos para capturar e novas histórias pa- transportando passageiros e mercadorias. Junko está
ra contar. O influxo de novos samurais à província o preocu- satisfeita com esta evolução, uma vez que ela recebe uma
pa, uma vez que teme que destruirão a cultura única de parte de cada acordo que firma. Ela lembra vividamente dos
Naishou e colocarão homens e mulheres pacíficos em peri- desconfortos da sua antiga vida como ronin, e agora quer
go. Embora lute se for necessário, Hideyo sabe que sua ver- estar o mais confortável possível. Enquanto ela não tem
dadeira arma é sua arte, e ele começou a usar seus poemas medo de sujar as mãos quando a missão exige, em seu
e histórias para dar ao sofrimento das pessoas comuns a a- tempo livre, Junko gosta de comprar para si mesma as
tenção do Governador e de outros samurais proeminentes. melhores comidas, bebidas e roupas, e tudo o mais que
As reações têm sido mistas, desde choque devido a temas requeira grandes somas de dinheiro.
tão mundanos a admiração pela beleza de suas composi- Poucos sabem que, antes que se juntasse aos
ções, mas poucos realmente pausam para avaliar as dificul- Tsuruchi, Junko era uma assassina de aluguel, cometendo
dades que ele descreve. Talvez, Hideyo acredita, um poema vários assassinatos de alto escalão para clientes que nunca
suficientemente belo finalmente nascerá, e convencerá os conheceu. Embora ela nunca tenha ouvido falar dos seus
samurais a deixarem a Província Naishou por ela mesma, antigos empregadores desde que se juntou ao Louva-a-
para que não destruam o que eles vieram reclamar. Deus, Junko se preocupa com o que poderia acontecer se os
Escolas: Artista Kakita 3 seus crimes antigos forem revelados. Ele acredita que ela
Honra: 4,4 nunca foi realmente suspeita, uma vez que usou tanto
Glória: 3,2 furtividade quanto tiros de longo alcance com o arco para
Status: 1,0 despachar suas vítimas para o outro mundo, mas sabe que
Perspicácia: 198 seu destino seria selado se apenas uma das mortes fosse
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – atribuída a ele. Junko gosta verdadeiramente da companhia
Carisma 5, Fogo 3, Terra 3 – Vontade 4, Vácuo 4 dos Louva-a-Deus, mas se sua vida for colocada em perigo,
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Grande ela os abandonará sem hesitação.
Potencial: Música, Grande Potencial: Narração, Grande Escolas: Arqueiro Tsuruchi 3
Potencial: Poesia Honra: 1,7
Desvantagens: Asceta, Incapaz de Mentir Glória: 3,8
Perícias: Acupuntura 3, Atletismo 2, Caligrafia: Status: 3,2 – Gunso Louva-a-Deus
Rokugani 1, Conhecimento: Naishou 1, Corte Rokugani 2, Perspicácia: 182
Defesa 3, Diplomacia 3, Etiqueta 3, Iaijutsu 4, Kenjutsu 3, Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 3, Fogo
Música 5 (Flauta), Narração 5, Ofício: Agricultura 3, Poesia 3 – Agilidade 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3
7, Sadane 2, Sinceridade 3 Vantagens: Bênção de Fortuna: Daikoku, Caminho
da Terra: Naishou, Discreto
Tsuruchi Junko Desvantagens: Insensível, Segredo Sombrio
Os Louva-a-Deus estavam atrasados na competição Perícias: Atletismo 5, Batalha 3, Caça 3, Comércio
para tomar a Província Naishou, e não enviaram um número 4, Conhecimento: Naishou 1, Corte Rokugani 2, Defesa 5,
significativo de tropas para o local. Em vez disso, eles têm o- Etiqueta 2, Furtividade 5, Intimidação 3, Investigação 3,
ferecido seus serviços para um número de diferentes fac- Kyujutsu 6, Sinceridade 2, Tantojutsu 3, Yumi 6
ções, fornecendo assistência militar em troca de moedas ou Kata: Atacar como o Vento, Ataque do Topo do
favores políticos. Uma das unidades mais populares é colo- Precipício, Vitória do Vento
quialmente conhecida como “Flechas de Junko” devido à
45

Mapas
46
Unicórnio), os NPCs desnecessários podem ser removidos
PARTE II: KYUDEN sem dificuldade. Eles são projetados para serem indepen-
dentes, como personalidades interessantes que podem adi-
KUROGANE-HANA cionar profundidade a uma Campanha, fornecendo assis-
tência ou oposição aos Jogadores, conforme necessário.
Adiante se encontra um Cenário detalhado para Finalmente, a última parte do Capítulo apresenta
uma Campanha construída em torno de temas de intriga da uma variedade de aventuras – algumas breves e simples,
corte e interação social. Kyuden Kurogane-Hana é delibera- outras mais detalhadas. O Narrador pode usá-las como
damente criado como uma fortaleza sem lealdade determi- estão descritas ou expandi-las e mudá-las para se
nada, que o Narrador pode posicionar em quase qualquer adequarem às necessidades de sua Campanha.
território de Clã ou era de Campanha, tornando-o um
destino temporário ou o ambiente de toda uma Campanha.
Está descrita a história do castelo, com detalhadas
História
história e mitologia por trás de sua fundação e de seu A verdadeira história da fundação de Kyuden
desenvolvimento, mas deliberadamente evitando Kurogane-Hana é tão misteriosa e intrigante quanto o
mencionar nomes de família, filiações a Clãs ou outros 47
próprio castelo, envolta em mistério e obscurecida pelo
detalhes específicos. Isso permite que o Narrador defina o tempo. Apesar de sua proeminência moderna, ele não
castelo em qualquer território de Clã Maior, ou mesmo começou como um lugar de verdadeira importância, e sua
(com algumas pequenas modificações) no território de um ascensão à fama começou muito tempo depois de ter sido
Clã Menor ou Imperial. Da mesma forma, a história do construído. Assim, não há menção nas Histórias Imperiais
castelo majoritariamente evita conexões diretas com oficiais ou nas bibliotecas Ikoma de sua fundação. Todos os
grandes eventos no Império, permitindo que funcione registros mantidos por aqueles que construíram o castelo
igualmente bem em qualquer século da história rokugani. estão há muito perdidos, talvez para sempre, nas
A seleção de NPCs que se segue adiante abrange catacumbas abaixo de suas fundações.
todo o espectro de Clãs e facções. Eles podem ser usados Como é tantas vezes verdade nesses casos, na
como estão em um Cenário de Campanha moderno em que ausência de uma história escrita, uma lenda surge em seu
todas as facções estão ativas, mas se o Narrador está con- lugar. É um conto favorito dos lordes de Kyuden Kurogane-
duzindo uma Campanha em uma era onde nem todos eles Hana, e eles o repetem frequentemente na presença de
estão presentes (como uma época anterior ao Retorno do convidados. Alguns observam, no privado, que o conto se
torna cada vez mais elaborado conforme é contado, mas é alma vivendo a centésima oitava vida poderia meditar o
claro que, em público, dizem que o lorde de Kurogane-Hana mesmo número de dias e alcançar a mesma Iluminação.
simplesmente se lembra de novos detalhes que havia Yama pediu ao kenku para lhe dizer que vida ele
esquecido em suas narrativas anteriores. próprio estava vivendo. A criatura respondeu que era
De acordo com a história, muito antes de as mura- realmente a centésima oitava vida de Yama. Suas almas
lhas de Kyuden Kurogane-Hana serem erguidas, um eram de idade igual, e se ele meditasse aqui por cento e
pequeno santuário existia sobre suas futuras fundações. Era oito dias, ele também compreenderia verdadeiramente o
um santuário a Emma-O, a Fortuna da Morte, construído Vazio. Tendo assim retribuído a cortesia cedida a ele pelo
sobre um lugar sagrado à Fortuna: a foz de um vale monge, o kenku voou, desaparecendo nas nuvens acima. O
íngreme, cercado por florestas, com um riacho correndo conto não diz o que aconteceu depois com ele.
através dele e desaguando em um lago raso; no lugar Yama agora sabia que sua paciência era a chave pa-
sereno de vida natural, isolado do Império em geral. ra alcançar a Iluminação. Ele procurou um lugar sereno aci-
A fundação deste santuário é a parte central da ma do lago, sentou-se e começou a meditar, pretendendo
lenda que os senhores do castelo são tão apaixonados por imitar o kenku e se contemplar por cento e oito dias.
recontar. De acordo com o conto, havia uma vez um monge O tempo passou e Yama continuou suas medita-
48
chamado Yama conhecido por sua bondade, paciência e ções ininterruptas, seu corpo sustentado pelos Elementos
gentileza, mas também estoico. Yama era o tipo de homem enquanto ele seguia sem comer ou dormir. Mas na noite do
que não podia ser dissuadido uma vez que sua mente centésimo sétimo dia, a meras horas antes do sol nascer no
estivesse preparada para uma tarefa. Sua paciência e último dia de suas meditações, um grupo de bandidos
dedicação foram muito maiores do que a maioria dos invadiu a clareira, perseguindo um cervo. A comoção
outros de sua idade, e é dito que, uma vez, desejando um interrompeu a meditação de Yama, e todo o tempo e
morango, ele plantou um arbusto de morango de uma paciência que ele gastou no esforço foi imediatamente
semente e simplesmente esperou até o primeiro desperdiçado. Quando os olhos de Yama se abriram, ele viu
brotamento dar os frutos adequados. o veado cortado pelos bandidos e sentiu que o supremo
Como diz a lenda, um dia, Yama chegou a um lago entendimento do universo escorregava através de seus
para descansar – o lago agora conhecido como o Espelho do dedos tão seguramente quanto a vida escorregava do corpo
Céu – quando ele viu um mítico kenku meditando no banco do veado. Mesmo um homem com paciência tão profunda
de areia mais distante. Curioso, aproximou-se do estranho como a dele não se sustentava diante daquela perda.
ser pássaro, mas não quis interromper seus pensamentos, O líder dos bandidos viu Yama e respondeu como
então ele simplesmente se sentou na frente da criatura e esses homens cruéis e violentos sempre respondem: ele
esperou. Na verdade, ele esperou vários dias (ou talvez deu um passo à frente e cortou a cabeça de Yama com um
semanas, dependendo da narração do conto) antes que o só golpe de espada. Diz-se que o monge nem sequer piscou,
kenku finalmente abrisse os olhos. Então esperou outro dia e, enquanto morria, seu rosto – pela primeira vez em sua
antes que o kenku finalmente falasse com ele. longa vida – contorceu-se em uma carranca amargurada.
O kenku disse que esta era sua 108ª encarnação, e A ira de Yama por ter sido enganado por sua
alegou que estava meditando ininterruptamente no local recompensa cármica foi tão grande que seu espírito não
por exatamente cento e oito dias, um para cada tentação saiu do mundo mortal. Em vez disso, ele subiu de seu corpo
mortal. No centésimo oitavo dia, o kenku abriu os olhos e se como um goryo – um fantasma vingativo que rasgou a vida
Iluminou, compreendendo a verdadeira natureza do Vácuo. dos corpos dos bandidos em um único instante de fúria.
Por Yama não ter interrompido suas meditações, que teria Não mais o monge Yama, o espírito vestiu a armadura de
frustrado sua tentativa de Iluminação, o kenku decidiu ébano de um dos bandidos caídos e amarrou seus espíritos
compartilhar um segredo universal com ele. O homem- em correntes, arrastando-os todos ao reino do Mei-do para
pássaro explicou que sua própria iluminação não era uma ter certeza de sua punição. Assim, ele se tornou Emma-O, o
habilidade especial de sua raça. Em vez disso, qualquer Juiz Final, a Fortuna da Morte.

As Origens de Emma-O?
Existe alguma validade do mito de Yama e a suposta origem da Fortuna da Morte? Os próprios rokugani
discordam sobre o tema, com um número igual de estudiosos e teólogos condenando e apoiando a lenda. É certamente
uma das poucas histórias existentes que oferecem uma origem para a Fortuna da Morte.
No entanto, a maioria dos teólogos Rokugani concorda que Emma-O já era adorada no início do Império, numa
época em que apenas algumas dessas Divindades – notavelmente as Sete Fortunas originais e um punhado de Fortunas
Primitivas – eram reconhecidas e adoradas. Isso sugere que Emma-O pode ter sido uma Fortuna Primitiva, ou um mortal
ascendido que alcançou o status de Fortuna antes que o Kami caísse.
Embora o conto de Yama possa parecer se encaixar com a ideia de que Emma-O surgiu nos Paraísos Celestiais
antes do tempo dos Kami, há dificuldades com a teoria. É bem sabido que monges não existiam em Rokugan até depois
da fundação do Império e especificamente após a Primeira Guerra, quando a paz e a ordem impostas pela regência dos
Kami permitiram que aqueles que se sentiam atraídos pela contemplação e adoração abraçassem esse modo de vida.
Assim, parece improvável que o conto de Yama seja literalmente verdadeiro, não importa quão significativo e atraente.
No entanto, independentemente da verdade ou da falsidade da história, não há contestação de que o local
original do santuário no vale é sagrado para o culto da Fortuna da Morte.
De acordo com esta lenda, o local onde se encontra Conforme as estações passavam, os arquitetos,
o santuário é o lugar onde o próprio Yama se transformou egenheiros e trabalhadores corriam para completar o
no temido juiz do Mei-do. E naquele mesmo lugar cresceu castelo. Durante todo o tempo, Lorde Ieyasu estacionou
um salgueiro, uma árvore torcida com exatos cento e sete cada vez mais suas forças perto da fronteira, preparando-se
ramos... não exatos cento e oito. para o momento em que ele teria a aprovação legal para
apoiar sua invasão. Muitos acreditavam que a guerra era
Fundação de Kyuden Hirogane-Hana quase inevitável, aguardando apenas uma justificativa
À medida que o tempo passou, o santuário no vale jurídica frágil. Mas os esforços dos cortesões de Lorde Seto
remoto atraiu cada vez mais monges e visitantes, impediram-no de obter essa autoridade final, e conforme as
eventualmente exigindo expansão. Um templo de tamanho estações passaram como a corrida do rio, o castelo cresceu
considerável cresceu em torno do santuário e a fama do lentamente mais e mais forte.
local cresceu. O templo especializou-se em funerais e À medida que o terceiro inverno chegava desde o i-
ofereceu um lugar onde os corpos (e as cinzas, nício da crise, o castelo de Lorde Seto finalmente atingiu um
posteriormente) de ancestrais reverenciados podiam ser ponto de ser um pouco eficaz, embora não fosse de forma
enterrados com honra num lugar de santa serenidade. Com alguma completo. Levaria mais um ano até que as muralhas 49
o tempo, isso levou a um aumento na importância política defensivas íntimas fossem terminadas e dois anos mais para
da localidade, uma vez que cada vez mais os restos dos terminar a parede mais distante. O trabalho no fosso tinha
samurais mais proeminentes repousavam lá. Como tem sido apenas começado e somente duas, das cinco torres de ar-
comum em toda a história do Império, esta importância quearia planejadas, estavam terminados. A fortaleza princi-
acabou por tornar o templo um tema de conflito. pal, contudo, estava praticamente concluída, e se Lorde
O templo e seu vale sereno situam-se muito próxi- Ieyasu lançasse seu ataque, as forças de Lorde Seto seriam
mos à fronteira entre as terras de dois lordes que passaram capazes de proteger o templo com valentia. Ainda assim, o
a ser rivais políticos e militares. Durante algum tempo, os estado atual das defesas deixou muito a desejar, e Lorde
dois simplesmente vigiaram as terras um do outro, manten- Seto sabia que um ataque poderoso e focado ao castelo in-
do suas ambições sob controle. O mais poderoso dos dois completo ainda não poderia ser repelido. Sussurros come-
era Lorde Ieyasu, cujas terras eram consideravelmente çaram a percorrer as cortes de que, apesar de todos os seus
maiores. O templo, no entanto, estava dentro das terras de esforços Lorde Seto, ele não poderia proteger adequada-
seu rival, Lorde Seto. À medida que este marco nas terras mente o Templo de Emma-O, e alguns alegaram que seus
de Lorde Seto crescia em importância, Lorde Ieyasu engenheiros estavam discutindo sobre quais aspectos das
começou a sentir como se devesse ser dele. defesas do castelo deveriam receber prioridade imediata.
Lorde Ieyasu não lançou um ataque militar para to- Os monges do templo não se preocupavam com esse
mar o templo – não imediatamente, pelo menos. Na época, estado político-militar, tranquilizando constantemente os
era proibido aos servos do Imperador atacar uns aos outros seguidores de Seto de que tudo ficaria bem. Mas Lorde Seto
sem justificativa honesta, e, em todo caso, a violência era começou a se preocupar. Seus cortesãos estavam tendo
desagradável a terrenos sagrados. Em vez disso, Lorde cada vez mais dificuldade em barrar os esforços de Lorde
Ieyasu procurou outros meios para agarrar o templo. Ieyasu, e ele suspeitava que ele só teria mais aquele inverno
Durante a estação da Corte de Inverno, os cortesãos de antes que Lorde Ieyasu pudesse fazer sua jogada. À medida
Lorde Seto informaram-no de que Lorde Ieyasu estava que a temporada da corte de inverno começava, Lorde Seto
secretamente buscando razões legais para invadir suas visitava o Santuário de Emma-O todas as noites, rezando
terras, com a intenção de arrancar-lhe o Templo a Emma-O. para que esses problemas terminassem em seu favor.
Lord Seto, no entanto, se recusou a ser intimidado pelas Talvez Emma-O, a Fortuna da Morte, tenha ouvido
táticas de seu rival. Ele ordenou a seus cortesãos que suas orações e respondido. Independentemente disso, no
bloqueassem e dissuadissem todas as tentativas de obter início daquela corte de inverno, o Divino Filho do Céu
aprovação para se apoderar de suas terras, atrasando a morreu em silêncio enquanto dormia. Apesar da neve
ofensiva política de Lorde Ieyasu o maior tempo possível. obstrutiva do inverno, os arautos espalharam rapidamente
Enquanto isso, construiria um castelo em torno do templo, a palavra da morte do Imperador a toda a terra. Todos os
a fim de defendê-lo contra qualquer possível ataque futuro. cantos do Império ouviram a notícia e se entristeceram por
Lorde Seto resolveu não só construir um grande seu líder. A palavra chegou mesmo aos trabalhadores do
castelo para defender o templo (e através de sua posição castelo do Lorde Seto, que continuavam sua construção
estratégica, toda a fronteira), mas também torná-lo um dos apesar do frio do inverno. Foi uma notícia inesperada, mas
mais formidáveis castelos que a terra já tinha visto. Afinal, não tão inesperada quanto o que aconteceu a seguir.
uma possível razão pela qual Ieyasu poderia ter permissão Lorde Seto recebeu palavra de seus leais cortesãos
para apreender o templo seria se fosse provado que Lorde apenas dias depois. As cortes haviam imediatamente se
Seto era incapaz de defendê-lo adequadamente. Seto não esquecido dos feudos e se voltaram para a questão da
poupou nenhuma despesa, recrutando os melhores sucessão Imperial. O filho do falecido Imperador subiu ao
arquitetos, até Engenheiros Kaiu, que ele conseguiu Trono Esmeralda em uma magnífica cerimônia, e um de
encontrar, homens com reputação de construir castelos que seus primeiros atos como o novo Imperador foi organizar o
pudessem suportar mesmo os mais fortes cercos. A notícia funeral de seu pai. O corpo já havia sido cremado, os restos
disso não escapou às cortes, é claro, e logo muitos rumores já abençoados e a alma já começado sua jornada ao
sussurraram sobre o projeto do castelo de Lorde Seto e do Tengoku, mas as neves do inverno parariam qualquer
lento acúmulo de tropas nas terras do Lorde Ieyasu. tentativa de uma cerimônia fúnebre adequada para o Filho
do Céu. O funeral em si teria que esperar até o degelo das para armadilhas a soldados invasores. A área mais íntima,
neves, e, quando esse tempo chegou, o novo Imperador que mantinha o próprio edifício, não era colocada no centro
declarou que seu pai teria seu funeral no maior santuário da do terreno do castelo, o que teria sido ideal para uma corte
Fortuna da Morte que existisse dentro do Império. De eficiente, mas, em vez disso, ficava na parte de trás, ao lado
acordo com os cortesãos de Seto, que tinham passado os das muralhas do castelo. O vital Templo estava murado,
últimos três anos cantando os louvores do templo nas com apenas seu nível mais alto visível do chão. As torres de
terras de seu senhor e cultivando a amizade do filho do arqueiros eram interrompiam a disposição visual do
Imperador, o maior santuário de Emma-O era certamente complexo. O fosso semiconstruído bloqueou o ponto de
seu. No amanhecer da primavera, o próprio funeral Imperial entrada mais eficiente.
seria realizado no templo dentro do castelo do Lorde Seto! Muitos dos arquitetos analisaram o local e declara-
Seus cortesãos tinham alcançado uma vitória ram que não tinham absolutamente nada com o qual traba-
notável, e seu castelo era agora um local com a sansão lhar. Era certamente uma disposição ideal para defender
Imperial. Lorde Ieyasu não ousaria se apoderar da terra contra um cerco, não podiam negar, mas para um castelo
agora! De fato, ninguém leal ao Trono se atreveria a cujo propósito era hospedar uma corte era simplesmente
ameaçá-lo. Os cortesãos de Lorde Seto fizeram o impossível inutilizável mesmo com uma quantidade infinita de tempo 50
e anularam a necessidade de defender a fronteira. Eles para trabalhar, para não mencionar os poucos meses ti-
haviam feito seu trabalho tão bem, de fato, que já não havia nham para fazê-lo digno do Imperador. Durante algum tem-
necessidade mais de uma fortaleza! po parecia que ninguém estaria disposto a assumir a comis-
Mas agora havia necessidade de um palácio, um são e Lorde Seto seria condenado pela vitória de seus pró-
lugar adequado para abrigar o Filho do Céu. prios cortesãos sobre o Lorde Ieyasu. Mas finalmente en-
O feito enchia Lorde Seto de pavor. A Corte contraram alguns jovens artistas e arquitetos que estavam
Imperial estaria visitando seu castelo... seu castelo dispostos a assumir a tarefa aparentemente impossível.
incompleto, e de base militar... logo que viesse o degelo da A nova equipe trabalhou durante todo o restante
primavera. Ele não poderia hospedar a família Imperial do inverno. A construção de pedra foi abandonada em favor
dentro de um mero forte militar, um castelo construído de madeira e gesso, que poderiam ser trabalhados muito
para resistir a cercos! Não podia fazer o Imperador mais rapidamente. Faixas de ferro trabalhado foram postas
percorrer o caminho longo, murado, sinuoso, como um de lado em favor de sedas e tintas coloridas. Lorde Seto
labirinto, até a torre, um caminho construído para a defesa observou como seus cofres diminuíam, sentindo cada vez
do castelo! Ele não poderia oferecer a seus hóspedes um mais pavor conforme os dias passavam e os arquitetos
simples quartel de soldados para dormir, com apenas faziam tudo em seu alcance para converter as paredes de
paredes de pedra e vistas de copas de árvores para pedra insensíveis do castelo em um lugar de beleza e
contemplar semanas a fio! Seus cortesãos haviam feito serenidade. Não havia nada que pudesse fazer além de
muito bem seu trabalho, e agora ele tinha um problema acompanhar e orar.
ainda maior: o risco de insultar o novo Imperador. Quando o degelo da primavera veio, os arquitetos
Mas ele não podia derrubar os aspectos militares e os trabalhadores fizeram maravilhas. O fosso foi converti-
do castelo e começar um novo. O trabalho avançara demais do em uma piscina refletora, e de árvores plantadas em tor-
para isso e, em qualquer caso, simplesmente não havia no dela flores brancas nasciam durante a nova temporada.
tempo para esse esforço. A corte do Imperador talvez per- As duas torres de arqueiro acabadas foram convertidas em
doasse o estado incompleto das muralhas mais afastadas do usos mais apropriados a uma corte. Uma torre tornou-se
castelo e de alguns outros edifícios periféricos, mas Lorde um observatório das estrelas, enquanto a outra foi transfor-
Seto teve de oferecer um castelo suficientemente completo mada em uma sala de chá elevada, onde se poderia ter a ce-
e esplêndido para honrar a presença do Imperador e rimônia do chá enquanto se tinha a vista para o complexo.
acolher uma corte desse nível. Ele teve apenas alguns As paredes que rodeavam o templo receberam à sua super-
meses curtos para converter o que seria um castelo em um fície, gesso branco inacabado, simbolizando a sombra de
palácio digno de ser chamado um Kyuden. morte branca. Os barracões dos soldados foram convertidos
Quando Lorde Seto compartilhou essa mudança de – tanto quanto possível – em quartos de hóspedes e rece-
planos com seus engenheiros, a maioria deles desistiu. Eles beram vívidas paredes de papel colorido pintado, salas de
tinham ancestralidade Kaiu orgulhosa e princípios militares chá e outras amenidades, embora exteriormente ainda pa-
guiavam seus pensamentos e suas ações. Eles não estavam reciam mais adequado a soldados. Sem tempo para nivelar
dispostos a mudar seus planos tão cuidadosamente calcula- as áreas externas do castelo e derrubar as paredes labirínti-
dos. Desejaram a Lorde Seto o melhor e partiram (com seus cas, foi construída uma grande rampa de madeira e gesso
planos da construção) para trás às terras do Caranguejo. que contornou toda a disposição defensiva do castelo, es-
Apesar deste novo contratempo, Lorde Seto se tendendo-se até a entrada até o templo, era a solução ideal
recusou a desistir. Através da rápida mecanização de seus dado o tempo curto. Apenas um punhado dos restantes
cortesãos, ele recrutou a ajuda de arquitetos talentosos de edifícios pode ser concluído, por isso, no grande jardim
outros lugares do Império. Sua tarefa era realmente diante do edifício, os servos de Lorde Seto ergueram tendas
formidável, é claro, e eles se certificaram de que Lorde Seto coloridas e rezaram para que a primavera fosse quente.
apreciava a expansão e entendia a dificuldade do que lhes Na terceira semana da primavera, Lorde Seto viu a
era pedido. Para eles o esboço do castelo era um pesadelo. procissão Imperial aproximar-se de seu castelo. Em todos os
O caminho para o edifício era labiríntico e com várias lugares em que olhava, via apenas o que havia dado errado.
camadas, possuindo inúmeros becos sem saída projetados Parte pedra, parte madeira; meio Shiro, meio Kyuden, e
contornando um monumento à morte em seu centro, seu um pergaminho pessoalmente escrito a Lorde Seto,
castelo parecia um desastre. As palavras tranquilas dos felicitando-o pela excelência de seu castelo, admitindo a
monges, que insistiam em que tudo estava bem, não lhe derrota em sua competição e o elogiando pela competência
consolavam. Ele só conseguiu manter a face e sair para de seus cortesãos. Diz-se que Lorde Ieyasu visitou o castelo
cumprimentar o Imperador ao pé de sua torre. Em seus de vez em quando durante sua vida, tornando-se amigo de
aposentos privados, deixou uma caixa com um quimono Lorde Seto dentro dos salões da fortaleza cuja construção
branco debaixo do seu estande de seu daisho, esperando nasceu de suas próprias ambições.
plenamente que o dia terminasse com o seu seppuku se Quando o Imperador comparou o castelo a um
comprometendo a reparar o desagrado do Imperador. pedaço de ferro bruto retrabalhado na forma de uma flor,
Mas então algo notável aconteceu. Quando Lorde Lorde Seto decidiu tomar essa imagem para o nome do
Seto se curvou ao se aproximar do Imperador, notou que o castelo. Tornou-se conhecido como Kyuden Kurogane-Hana,
Filho do Céu sorria. O Imperador ficou espantado com o que o Castelo de Flor de Ferro.
viu no novo castelo. A ele, parecia a declaração mais com-
plexa e convincente da vida e da morte entremeadas que Kyuden Kurogane-Hana Hoje
ele já tinha visto. O Filho do Céu percorreu o lago refletor, O Castelo da Flor do Ferro está ainda na base do
51
meditando sobre as pétalas brancas caídas que flutuavam vale. Houve muitas melhorias feitas desde os primeiros
sobre a superfície das águas. Subindo a rampa, ele olhou anos frenéticos, mas os senhores que herdaram a terra
para o lado e se maravilhou com o labirinto sob seus pés. E- certificaram-se de manter a aparência geral do castelo
le sorriu com a novidade de tomar chá suspenso alto acima intacta. É um lugar de importância política considerável,
do solo, ou com a possibilidade de noites geladas passadas apesar de sua localização relativamente remota, tendo
olhando as estrelas no conforto de um observatório. hospedado o funeral de um Imperador – algo que poucos
Ele entendeu o templo rodeado pela parede castelos podem se gabar – e ter um templo cujas
branca como uma declaração artística sobre a natureza catacumbas contêm suas cinzas. É frequentemente o local
secreta da morte. Como a morte, ele só podia ser visto em de cortes importantes, e sua arquitetura permanece um
vislumbres pelo lado da vida, e ninguém saberia como era fascínio aos cortesões visitantes. Os monges do templo são
realmente até que passassem pelas portas para o que tão sorridentes e tranquilizadores quanto sempre,
estava além. Tudo o que o Imperador viu só serviu para descendentes daqueles que testemunharam em primeira
agradá-lo. Assim como um samurai deve equilibrar os mão o que a vontade das Fortunas poderiam trazer.
aspectos cortesãos e guerreiros de sua vida, ele declarou O próprio Lorde Seto tem suas cinzas enterradas
que aquele castelo combinava aspectos militares com os de dentro das catacumbas embaixo do templo, e um pequeno
um palácio de corte. O Filho do Céu louvou o Lorde Seto por santuário ao primeiro senhor do castelo está nos jardins do
sua audácia e visão, pela finura de seus trabalhadores e templo. No marco de pedra pode-se encontrar seu haiku
pelo brilhantismo de seus arquitetos. Uma vez que o final, escrito em seu leito de morte na velhice:
Imperador ficou impressionado, naturalmente toda a sua “Onde flores murcham
corte também ficou. Certamente, eles disseram, não havia Folhas caídas alimentam mudas
nenhum castelo dentro do Império tão singular. Abaixo do vale”
Naturalmente, ninguém ficou tão surpreso com
esse resultado quanto o próprio Lorde Seto e sua equipe.
Não só não ele não teria que cometer seppuku, ele
Geografia
realmente se tornou famoso em toda a terra por sua visão
Adiante, estão descritos os locais mais notáveis
única, respirando nova vida à arte da arquitetura com sua
tanto dentro quanto fora do Kyuden Kurogane-Hana,
abordagem não convencional. Até o Lorde Ieyasu enviou
fornecendo uma variedade de ambientes nos quais os
Jogadores podem interagir com os habitantes da corte e do uma força inimiga que se aproximava. No entanto, uma vez
templo. Evitamos apresentar um mapa do castelo e dos que se tornou necessário converter a fortaleza em um
arredores, uma vez que Kyuden Kurogane-Hana foi palácio, a ausência de sombra nas proximidades tornou-se
concebido como um castelo genérico que pode aparecer mais uma falha na estrutura. A solução de Lorde Seto foi
em qualquer parte do Império que o Narrador quiser. Cada simplesmente estender a floresta para encontrar o castelo.
Narrador tem a liberdade para colocar seus conceitos sobre Grandes esforços foram feitos para plantar uma nova
onde e como ele deve ser. floresta ao redor do castelo, usando uma combinação de
transplante em massa e semeadura.
Kagami no Tengoku Mura Centenas de anos depois, o bosque chamado Seto
Embora o foco principal de todo castelo seja seu no Mori agora é o lar de inúmeros animais e o cenário de
interior, há um número de pontos interessantes fora das muitos agradáveis passeios pela floresta. É uma fonte de
paredes de Kyuden Kurogane-Hana. É notável que não haja madeira de alta qualidade, e às vezes de frutas e nozes. O
uma grande cidade fora do castelo, em contraste com a bosque acaba quando é substituído pela floresta muito mais
maioria dos Kyuden do Império. Em vez disso, há apenas antiga, mas isso só é evidente àqueles que observam como
uma vila modesta, Kagami no Tengoku Mura, em as árvores se tornam mais altas e mais velhas e os caminhos
52
homenagem ao famoso lago que fica no vale abaixo do menos percorridos.
castelo. É uma comunidade humilde de cultivo de arroz, que Perto do próprio castelo, alguns dos ciprestes mais
ganha um pouco mais de prosperidade devido à sua antigos e raros são destacados dos outros por pedaços de
proximidade com o castelo, mas na qual há muito pouco de cordas e cercas de madeira. Estas são árvores sagradas que
interesse para samurais. Além dos arrozais e campos de precedem o plantio do bosque Seto, marcando os locais
chá, possui apenas uma cervejaria e uma pequena casa de onde se acredita que os espíritos da floresta habitem. Muito
chá. Os habitantes camponeses são bastante agradáveis, azar é creditado àquele que perturbar ou prejudicar estas
mas se concentram em seus próprios negócios e evitam o árvores. Os monges do templo as visitam periodicamente
castelo com seus habitantes samurais. para reparar as cordas sagradas e se certificarem de que
O lago próximo é uma bacia de água doce seus espíritos sejam devidamente reverenciados.
alimentada por córregos das montanhas, juntamente com
várias nascentes. É relativamente vazio de peixes, mas de Hora no Kaze (“A Caverna do Vento”)
outra forma repleto de vida, com anfíbios e insetos, e é um Não muito longe do Lago Espelho do Céu está uma
ponto de parada para aves migratórias, incluindo garças. caverna pequena profunda na encosta. Em contraste com
Não se sabe como este lago veio a ganhar o seu nome de muitos dos outros lugares nos arredores, a caverna é seca e
Kagami no Tengoku (“Lago Espelho do Céu”), mas alguns mantém uma temperatura moderada durante todo o ano.
postulam que é um tributo à serenidade das águas nas Isto faz com que seja um lugar ideal para armazenar bichos-
noites de verão. A lenda diz que um dos arquitetos do da-seda, e os moradores locais frequentemente a usam
castelo se inspirou nele para converter o fosso incompleto para esta finalidade. O nome da caverna é derivado de um
em uma piscina refletora. som de eco estranho que pode ser ouvido em toda a
caverna durante todo o ano, assemelhando-se a um vento
Seto no Mori constante, apesar da completa ausência de mesmo a menor
O bosque cercando o castelo é denso e brisa dentro. A fonte do som é desconhecida, embora
exuberante. Um bosque misto temperado dominado por alguns samurais que tenham investigado acreditem que
bordos, ciprestes e pinheiros, que se estende várias pode haver uma fonte subterrânea que flui sob o chão da
centenas de metros em todas as direções, e acaba por se caverna produzindo o som de corrente. De qualquer
fundir com a floresta de idade antiga, que antecede a maneira, há grande número de superstições sobre esse
existência do castelo. som, e os heimin locais visitam regularmente o templo para
Na verdade, este bosque é artificial, plantado sob o pedir bênçãos e proteções dos monges contra o possível
comando do primeiro senhor do castelo, Lorde Seto. mal que esse som pode significar.
Enquanto o castelo ainda estava em sua concepção, os
engenheiros de Seto inicialmente colocaram o castelo bem A Piscina Refletora
longe da floresta dominante do vale, que poderia ocultar Logo do lado de fora das paredes do castelo pode

Opções ao Narrador: Próximo à Civilização


A representação padrão de Kyuden Kurogane-Hana o coloca a uma distância considerável de outros
assentamentos ou cidades importantes. Isso é projetado para facilitar seu posicionamento em um Cenário normal de
Rokugan sem interromper os assentamentos e as fortalezas de Rokugan. Entretanto, não há nenhuma razão pela qual
um Narrador não possa realocar o castelo em uma região muito mais central ou povoada do Império, talvez mesmo
substituindo um dos castelos principais existentes do império. Neste caso, é provável que o castelo seja adjacente a uma
vila muito maior ou possivelmente até mesmo uma pequena cidade ao invés da humilde aldeia de Kagami no Tengoku
Mura. Essa comunidade permitirá que o Narrador adicione muitos outros tipos de ambientes e distrações para os
cortesãos que visitam o castelo, incluindo pousadas, casas de gueixas e casas de apostas. Também fará com que as
cortes do castelo sejam mais proeminentes e com hóspedes mais notórios, o que faz com que o Narrador ajuste os NPCs
em pelo menos um Rank, e adicionar NPCs de Rank superior e mais eventos politicamente significativos na corte.
ser encontrada uma grande e bela piscina refletora. pouco de autoridade genuína dentro dos limites da piscina.
Originalmente, ela pretendia servir como o fosso do castelo, A família desenvolveu inúmeras técnicas para manter as
selando-o contra o ataque externo. Entretanto, a mudança águas limpas e intocadas, os peixes koi saudável, e a área ao
a um palácio conduziu a seu redesenho nesta agradável redor atraente em todas as quatro estações do ano.
alternativa. Diz-se que a piscina era a característica externa O membro mais velho da família é um homem
favorita do Imperador quando visitou o castelo (algo que os grosseiro com paciência apenas pelo seu trabalho. Ele não
lordes de Kurogane-Hana se certificam de mencionar se importa muito com os visitantes. Sujar a piscina, fazer
frequentemente), e muito esforço é feito para assegurar ruído desnecessário, tocar as flores, alimentar o peixe, no
que continue proeminente e em bom estado. geral, romper a serenidade da piscina evoca sua ira, o que é
A piscina é rasa (os arquitetos preencheram o fun- irônico, pois, sem visitantes para apreciarem a piscina, o
do do fosso pretendido) e sua água clara brilhante é habita- trabalho de sua família e seus deveres seriam sem
da por koi, anfíbios, libélulas e outros animais lacustres. A propósito. Claro, como um heimin, ele não pode realmente
superfície possui diversos lírios e flores de lótus, presentes criticar samurais ou os impedir de visitar a piscina, mas ele
de um cortesão há séculos. A piscina é alimentada pelo deixa clara sua opinião expressando seu descontentamento
mesmo córrego que atravessa o templo em si, e suas bordas com suspiros desapontados e outros sinais sutis. Ele 53
são preenchidas por benjoeiros, amavelmente também faz questão de impedir que qualquer plebeu de
transplantados da floresta das proximidades. Os benjoeiros fora de sua família visite a piscina.
são resistentes a pragas e doenças, e graças ao trabalho e Pode-se notar que não há nenhuma lei que
estudo dos zeladores, eles permanecem belos durante todo impessa um samurai de punir ou matar os zeladores em
o ano. Na primavera, as árvores mostram folhas de cor retaliação por seus gestos de descontentamento. No
verde clara, mas sua verdadeira beleza é no verão, quando entanto, essa ação certamente atrairá a ira dos lordes do
grandes aglomerados de lindas flores enchem a brisa castelo por danar os fidedignos e valiosos retentores.
quente do vale. Estas flores são de cor de pérola branca
intocada – a cor da morte e da impermanência, bastante Os Três Andares
realçada no meio do verde vibrante que simboliza a vida e a O terreno do castelo se localiza em cima de uma
restauração. A justaposição de cores é muitas vezes base de pedra alta chamada Musha-Gaeshi, e se espalha
interpretada como uma declaração da vida florescendo em por aproximadamente dez hectares no total. A base de
meio à morte, e o reflexo das árvores na piscina serena é pedra originalmente serviu para elevar o castelo e, assim,
também geralmente é citado como a representação da torná-lo mais difícil de assaltar, embora também o torne
percepção humana. Às vezes, os visitantes notavos são mais impressionante de olhar. Todo o complexo é
perguntados sobre qual cor primeiro atraiu sua atenção, construído em três andares, com o palácio no topo superior
com a resposta oferecendo uma visão sobre sua e a entrada na porção inferior.
personalidade e sua filosofia: eles se concentram no verde O andar inferior é o maior, conhecido como
da vida, no branco da morte ou na serenidade da piscina? Sannomaru, e foi construído diretamente sobre a Musha-
O caminho para o castelo atravessa esta piscina a- Gaeshi. A fronteira de todo este primeiro andar (exceto pela
través de uma grande ponte plana de madeira, ampla o sufi- entrada) é protegida por muros de pedra. O segundo andar,
ciente para três homens caminharem lado a lado. Ela está conhecido como o Ninomaru, é construído acima do
apenas alguns centímetros acima da superfície da água, e primeiro e é cercado por um fosso interno. Finalmente, o
não há parapeito. Isso permite que a ponte ofereça aos visi- terceiro andar, Honmaru, é elevado acima do segundo e
tantes uma visão de seus próprios reflexos nas águas, em- adjacente às paredes principais; é separado das outras
bora tenha havido alguns casos de convidados que caíram camadas por outro portão e uma muralha interna. Cada
nas águas (o que normalmente invoca a ira dos zeladores). trajeto sinuoso de um andar para o seguinte é uma subida
No meio da piscina refletora há uma pequena ilha ascendente constante, com rampas abruptas sobre os
com um gazebo, e uma passarela de madeira sai de uma pequenos fossos que conduzem aos portões que concedem
das laterais da ponte para se conectar a esta ilha. Grande o o acesso ao andar seguinte. Este projeto é tradicional para
suficiente para acomodar uma pequena reunião para uma grandes fortes militares em Rokugan, e é conhecido como o
cerimônia de chá ou um grupo de poesia, o gazebo também layout Taikaku. É considerado ideal para a defesa contra
é um destino popular para aqueles que procuram ataques externos.
meditação, e há uma bacia de incenso disponível no centro. Não é ideal, no entanto, para um palácio cujo
À noite, é também um local de encontro popular para os objetivo é entreter convidados e acolher cortes. Os andares
amantes secretos, apesar das tentativas dos zeladores já estavam lá quando os planos mudaram, de modo que os
desencorajar a prática. arquitetos acrescentaram uma única grande rampa,
Zeladores da Piscina Refletora: Aqueles que chamada Rampa Esplêndida, que começa no portão da
cuidam da famosa piscina refletora do castelo são uma frente, contorna inteiramente os primeiro e segundo
família de servos heimin juramenta diretamente ao senhor andares e termina na porta da frente do terceiro andar.
do castelo. Eles têm cumprido seu dever de cuidar da No papel político moderno do castelo, esses três
piscina há muitas gerações, e são considerados seus andares servem funções sociais ao invés de funções
honrados retentores. Eles tomam suas tarefas muito a sério, militares. Quando os convidados permanecem dentro do
e, enquanto não são samurais, suas posições como servos castelo, os samurais mais elevados em status e seus
diretos do lorde do castelo lhes permite desfrutar de status empregados imediatos permanecem dentro do íntimo
muito mais elevado do que o heimin típico e até mesmo um andar Honmaru. O Ninomaru é o lar dos samurais e vassalos
mais próximos, enquanto os visitantes de baixa estirpe As Estradas Kuruwa
ficam no andar inferior e mais próximos à entrada. Somente “Kuruwa” é o termo para as paredes menores do
heimin que sejam servos diretos dos visitantes ou dos castelo, as inúmeras barreiras que dividem os terrenos do
lordes são autorizados a viverem dentro das muralhas do castelo em diferentes seções menores. Originalmente como
castelo, e mesmo assim, somente nos Alojamentos Servis parte da disposição defensiva do castelo, os dois primeiros
especificamente projetados a eles. De outra forma, heimin andares foram projetados com muitas seções desordena-
não são permitidos dentro das paredes do castelo. das, trajetos de pedra em labirinto e paredes interiores obs-
Este arranjo também tem um sistema disciplinar trutivas. Este complexo sistema de paredes, pátios, passare-
incorporado, conforme os vassalos que desagradam seus las e portões de estrangulamento permitiria que os defen-
senhores podem ser punidos sendo movidos para o sores antecipassem o caminho dos invasores (ou mesmo os
segundo andar. Muitos consideram isso um implícito aviso dirigissem) e infligissem pesadas perdas à medida que
de redução de status e, portanto, são gratos por não terem seguiam ao andar superior. Claro, isso se tornou um
sido mudados para o andar mais baixo, no qual teriam que obstáculo quando o propósito do castelo mudou, mas
degladiar espaço com convidados muito mais mundanos derrubar todos os kuruwa era simplesmente impraticável
que eles. No entanto, em alguns sentidos, ser movido para no tempo disponível, então a Rampa Esplêndida serviu 54
o Ninomaru é uma punição mais severa, uma vez que os como a solução para o problema. Depois da visita bem-
primeiro e terceiro andares têm acesso fácil à Rampa sucedida do Imperador, Lorde Seto decidiu respeitar o
Esplêndida, enquanto que aqueles que ficam em Ninomaru gênio dos Engenheiros Kaiu que projetaram a disposição
devem fazer seu caminho através da rede labiríntica de original dos andares deixando os kuruwa em seus lugares.
caminhos do castelo para chegar a uma sala de reunião ou a Os caminhos sinuosos formados pelos kuruwa ago-
uma corte. Esse deslocamento àqueles do segundo andar ra servem como lugares para cortesãos pensativos passea-
pode deixar de ser uma mera caminhada de cinco minutos a rem e vagarem conformes seus caprichos os levam, queira
uma excursão de meia hora, exigindo mais preparação e para matar o tempo entre compromissos ou simplesmente
esforço para manter uma agenda apertada. É um castigo para buscar inspiração solitária para uma obra de arte. Os
adequado aos cortesãos que ofenderam, especialmente se hóspedes aventureiros e curiosos podem passar horas ex-
eles tendem a dormir muito tarde. plorando os labirintos dos dois andares inferiores. Ao longo
do caminho, eles podem se deparar com muitas das várias
A Rampa Esplêndida atrações menores do castelo, como os Cinco Jardins situa-
Originalmente construída de carvalho robusto e dos nos andares inferiores, o próprio Templo de Emma-O
montada em menos de um mês, a rampa esplêndida foi em um canto defensivo do Ninomaru ou um dos túneis ilu-
posteriormente atualizado para uma estrutura permanente minados por lanternas que passa sob a Rampa Esplêndida.
de pedra e madeira que exigiu dez anos para ser concluída. Artistas colocam suas obras nas paredes dos
É bastante larga para que doze homens caminhem lado a caminhos, esperando que um desses cortesãos transeuntes
lado enquanto sobrem ao portão do Honmaru. As bordas tome conhecimento de seu trabalho. Tornou-se uma prática
são protegidas com muretas de pedra que atingem a comum para os visitantes com habilidades artísticas
cintura, com corrimãos contínuos de madeira construídos contribuírem desta forma, e algumas peças permanecem
sobre elas. Os corrimãos existem em número de nove em em exposição durante meses, ou mesmo anos se alguém na
cada lado, com finais tampados com ferro fundido esculpido família dominante do castelo achá-las chiques.
em formato de giboshi (bulbos ornamentais) com faces de Durante os festivais, lanternas vermelhas são
criaturas fantásticas, vistas como guardiãs do castelo. Entre amarrados das paredes no segundo andar, criando um
os giboshi, estão postes que exibem lanternas de papel labirinto de luzes para emocionar e animar os convidados.
correspondentes às estações. Durante os festivais, é comum
ver a Rampa Esplêndida extensivamente decorada com lan- Os Portões do Castelo
ternas e flâmulas, e os dragões dançarinos do anual Festival Os portões de Kyuden Kurogane-Hana formam
de Bon sempre começam sua marcha na base da rampa. pontos de estrangulamento que limitam o acesso a
A Rampa Esplêndida ganhou seu nome devido à diferentes partes do complexo. Esta é uma característica
esperteza da esposa de Seto. No momento em que a rampa comum mesmo em palácios da corte, por isso sua presença
foi concluída ainda parecia ser uma subida assustadora para é aceita. Segurança, afinal, ainda é uma preocupação,
o andar mais alto, e, portanto, inadequada a convidados da mesmo em castelos construídos para a corte e o lazer.
corte. A esposa de Lorde Seto sugeriu que ele a chamasse Kyuden Kurogane-Hana possui cinco portões
de Rampa Esplêndida para torná-la atraente àqueles que principais. O primeiro é a entrada, o portão principal do
teriam que a escalar. Lorde Seto começou a tornar a rampa castelo, uma estrutura maciça que perfura as paredes
tão esplêndida quanto possível, pintando-a de cores externas e leva diretamente à base da rampa esplêndida.
brilhantes e adicionando as lanternas e as flâmulas que são Com seu telhado de duas camadas de estilo pagode e
agora uma parte tradicional de sua decoração. Na época da grandes portas de madeira, ele é um local imponente aos
chegada do Imperador, a rampa era uma ponte brilhante e novos visitantes. Ao lado do portão principal estão duas
colorida para o palácio, uma passarela mágica com vista imensas estátuas de pedra de leões, os animais guardiões
para todo o complexo. O Imperador ficou encantado com tradicionais colocados nas entradas de palácios e templos.
esta entrada não ortodoxa e a Rampa Esplêndida tornou-se O portão principal também tem dois postos de guarda em
uma das características mais populares do castelo. suas paredes, e segue a prática padrão de todo o castelo
para garantir a segurança de todos os hóspedes.
O segundo portão separa o segundo andar do chegando a um aposento com uma única grande janela
primeiro, e é conhecido como o Portão Ninomaru. Embora voltada para o oeste, o que mantém a câmara fresca e em
seja idêntico em aparência ao primeiro portão, é mais alto e penumbra até pouco antes do crepúsculo. A janela é um
mais estreito, e suas estátuas guardiãs são os espíritos ki- círculo perfeito, oferecendo vista ao resto do castelo. Os
rin. Enquanto o primeiro portão é um vão ajustado hóspedes gostam de se encontrar aqui para realizar
diretamente na muralha externa, este portão é posicionado negociações privadas ou concursos de poesia, e os amantes
em uma kuruwa. Isso o torna fácil esquecer, e alguns têm o também consideram a Torre da Sala de Chá um lugar
confundido com um beco sem saída. especialmente favorável para se encontrar tarde da noite.
O terceiro portão também é colocado em uma das
kurawa, mas fica no topo da Rampa Esplêndida. Este é o O Teatro e a Galeria
Portão Honmaru, que restringe o acesso ao terceiro e mais O teatro e galeria de arte de Kyuden Kurogane-
alto andar. É o mais esplêndido dos portões, pintado em Hana estão localizados no segundo andar, à direita da
cores vibrantes e possuindo um telhado de pagode de três camada superior e facilmente visíveis da Rampa Esplêndida.
camadas. Estátuas banhadas em ouro de dragões celestais É um edifício bastante grande, construído a partir de
espiralados guardam este portão, e seu olhar enigmático carvalho no estilo de um dojô antigo. No interior, o teatro 55
avalia a pureza de cada visitante. pode acomodar muitos convidados, tanto em uma grande
O quarto portão é o portão do templo Shinden área de convivência aberta anterior ao palco quanto nas
Emma-O. É fixado nas paredes resistentes mais baixas que duas varandas de comprimento que se estendem por toda a
cercam o templo. As portas são feitas a partir de vigas de estrutura. Seu design é mais adequado ao teatro kabuki,
carvalho maciço, fortemente lacado e com talhas elabora- embora peças noh também sejam realizadas. O teatro tem
das e requintados. Em uma porta, uma representação do todas as comodidades que se espera: uma passarela
pacífico monge Yama sorri aos visitantes, enquanto na hanamichi divide a seção de público e fornece um lugar
outro, uma armadura samurai vazia possui olhos que fitam para os atores se deslocarem longe do palco enquanto vigas
ameaçadoramente e mãos que brandem uma naginata. O sólidas permitem que a técnica chunori de levantar atores
portão é fechado do crepúsculo à alvorada. Durante a noite, no ar com cordas e polias. Uma pequena curiosidade é a
os monges não permitem nenhum visitante. ausência de um assento Imperial, reservado
A existência do quinto portão não é conhecida por especificamente aos hóspedes Imperiais. Isto é porque o
qualquer visitante, nem pela maioria daqueles que vivem primeiro Imperador a visitar o castelo preferia se sentar na
no Kyuden. É uma passagem subterrânea que bloqueia o fileira dianteira durante peças; e devido a seu status, sua
caminho aos túneis escondidos nas catacumbas do castelo. excentricidade não foi desencorajada. Mesmo assim,
No improvável caso de que alguém vir a descobrir a durante as visitas de hóspedes poderosos ou de alto escalão
passagem de fuga e procurar usá-la como uma entrada, o com preferências tradicionais ou exclusivistas, uma secção
portão permanece como o principal obstáculo. É feito de da varanda é normalmente adaptada para este fim.
ferro fundido e exibe uma máscara de carranca que Quando não há apresentações, o teatro é aberto
representa a face perdida de Emma-O. Em centenas de ao público e funciona como uma galeria de arte. Considera-
anos, ele nunca foi aberto. se apropriado colocar esculturas no palco, sem bloquear a
passarela hanamichi, e colocar pinturas, poesia e outros
O Observatório das Estrelas trabalhos planos nas paredes das varandas. O acesso é
Originalmente, os planos dos Engenheiros Kaiu irrestrito, e qualquer artista aspirante é bem vindo a
pediam seis torres para servir como torres de vigia e postos pendurar suas obras.
para arqueiros (seis sendo um número especialmente
afortunado). Dois seriam colocadas lado a lado, de frente Os Cinco Jardins
para a fronteira com as terras do Lorde Ieyasu, enquanto as Dispersos ao longo das três camadas do terreno do
outras seriam colocadas em cada um dos quatro cantos do castelo estão cinco jardins. Dois são encontrados no
palácio. No entanto, apenas duas dessas torres foram primeiro andar, dois no segundo, e o mais grandioso no
erguidas. Quando os planos do castelo mudaram, os novos andar superior.
arquitetos procuraram um uso mais adequado às duas Os jardins do primeiro andar incluem um jardim de
torres de arqueiros que já haviam sido construídas. A torre rochas próximo à base da Rampa Esplêndida, que apresenta
mais ao sul agora serve como um observatório. Uma pequenos caminhos gramados ao redor de corpos oblongos
escotilha foi construída no teto da sala superior de modo de areia raspada e pedras empilhadas. Visitantes
que o céu pode ser exposto aos ocupantes. Além disso, as observadores conseguirão reparar nas semelhanças entre a
paredes leste e oeste foram deixadas em grande parte paisagem exterior e a colocação de objetos dentro do
como espaços abertos para que o ar da noite flua jardim. Isso é intencional, pois o jardim é realmente
livremente através da sala. A câmara está equipada com representativo da paisagem circundante. Este jardim foi um
grandes almofadas e um poço de carvão para aquecer presente de um lorde que veio a uma corte de inverno no
pessoas, lanches e chá. passado e cuja delegação concebeu e construiu o jardim.
O segundo jardim do primeiro andar é o maior do
A Torre da Sala de Chá terreno do castelo e o que recebe mais visitantes. Possui
A segunda das torres concluídas, que ficava para o um tema outonal, com as plantas escolhidas
leste, foi convertida em um salão de chá. Os hóspedes especificamente para representar essa estação o ano
entram através de uma pequena escotilha no chão, inteiro. É um jardim de passeio e incorpora o fosso interior,
com um caminho que serpenteia e atravessa o fosso várias vez que a conversão a um palácio significou que muito do
vezes em pequenas pontes arqueadas. O caminho leva espaço desses quartéis foi convertido a hospedagem de
eventualmente a um pequeno pavilhão onde a vista de todo convidados. Cada quartel também tem um pequeno
o jardim pode ser apreciada. estábulo anexo, e estes podem ser usados para abrigar os
No segundo andar está outro jardim de rochas, cavalos dos hóspedes, bem como o número limitado de
dentro das paredes do Templo a Emma-O. Maior do que o montarias usadas pelos soldados do castelo.
jardim de pedras do primeiro andar, ele é cuidado pelos Embora os quartéis sirvam principalmente para a-
monges e exige atenção considerável deles. Ele é descrito brigar os protetores do castelo, podem servir a outras finali-
adiante, na descrição de Shinden Emma-O. dades quando necessário. Os hóspedes de menor importân-
Também no segundo andar, ao lado da Torre da cia são às vezes alojados em um quartel quando não há es-
Sala de Chá, está um jardim menor destinado a realizar paço em outro lugar, e os quartos também podem ser usa-
cerimônias de chá ao ar livre. No seu centro, encontra-se dos para prender prisioneiros quando houver necessidade.
uma pequena pagoda. O jardim possui diversos bonsai,
colinas verdes em miniatura, e pequenas lagoas, e sua As Casas de Banho
disposição é construída para ser melhor apreciada a partir Há três casas de banho dentro dos terrenos do 56
da pagoda central, que inclui o assento para o convidado castelo, uma em cada andar. A primeira fica perto do dojô
mais honrado de qualquer reunião. É o jardim mais popular no primeiro andar, a segunda requer uma longa caminhada
para contar histórias e fazer festas de poesia. a partir do templo no segundo andar, e a terceira é
O último e mais belo jardim está adjacente ao construída em uma passagem coberta conectada ao palácio
palácio no terceiro andar. É um jardim de passeio projetado no terceiro andar.
para atender os gostos da família Imperial. Na primavera e
no verão, ele é um jardim vibrante e verde, projetado como As Três Waraku-an (Casas de Hóspedes)
uma representação em miniatura das terras que cercam a Casas de hóspedes estão localizadas no primeiro e
cidade Imperial de Otosan Uchi. No entanto, a natureza da segundo andares, com uma casa maior única no primeiro
vida vegetal utilizada neste jardim é tal que, no inverno, é andar e duas menores no segundo. São grandes estruturas,
completamente estéril, com árvores vazias de folhas na quase palácios em miniatura, externamente com a estética
forma de troncos e lagoas congeladas. usada no palácio principal e nas torres, que agora são o
Os três jardins que contêm plantas têm árvores observatório e a sala de chá suspensa. Cada casa de
frutíferas e vegetação comestível crescendo em algum lugar hóspedes é dividida em três seções: um vão de entrada
dentro de suas terras. Originalmente, eram destinadas a decorado com esculturas e pinturas; uma série de quartos
fornecer comida em caso de cerco. Agora, entretanto, individuais de habitação privada aos convidados
fornecem uma fonte agradável de deleites para os (geralmente situada ao longo de vários corredores
cozinheiros do castelo, que são conhecidos por sua culinária internos); e pequena cozinha com empregados para
trabalhando com frutos e bagas. atender às necessidades dos hóspedes. A casa de hóspedes
As famílias de jardineiros de diferentes jardins são do andar mais baixo também tem uma enorme sacada para
conhecidas por serem rivais umas das outras. Cada uma descansar, enquanto as duas casas de hóspedes do segundo
procura superar as outras tornando seu próprio jardim o andar apresentam estábulos particulares e um vão de
mais belo dentro das muralhas do castelo. Esta rivalidade é entrada maior que funciona como uma área para recepção.
encorajada pelo lorde do castelo, que acredita se beneficiar
da constante concorrência. Ao contrário dos zeladores da Armazéns
piscina refletora, os jardineiros dão boas-vindas aos visitan- Os armazéns do castelo são numerosos e
tes de seus jardins respectivos, visto que seus esforços não espaçosos. Alimentos, outros suprimentos, e todo o tipo de
podem ser apreciados a menos que haja visitantes. necessidades sazonais são mantidos conforme exigido.
Enquanto os outros edifícios menores do castelo têm
O Dojô madeira ou grossas paredes de papel, os armazéns têm
O castelo mantém apenas um dojô bushi simples paredes feitas de gesso grosso. Isto é para fornecer
em seu primeiro andar, próximo ao quartel. Ele é mantido resistência aos incêndios, sempre um perigo em castelos e
por um sensei honrado da família dominante, e serve assentamentos rokugani.
principalmente como um lugar de treinamento para o
modesto montante de guardas do castelo. Durante o dia, As Terras das Tendas
qualquer visitante pode usar o terreno do dojô para treinar No primeiro andar, está um vasto espaço aberto
por conta própria. Algumas aulas são abertas aos hóspedes, destinado à colocação de tendas. Isto é uma característica
de modo que podem observá-las, mas não participar delas. residual dos primeiros dias do castelo como receptor de
O território do dojô fica fechado à noite, durante a qual é cortes. As tendas são ocasionalmente usadas por hóspedes
vigiado por seus alunos em turnos. na primavera e no verão, que preferem desfrutar da brisa
ao ar livre. Mais frequentemente, no entanto, as tendas
Os Quarteis servem como um espaço comunal aos habitantes do
Há três quartéis diferentes dentro dos terrenos do castelo, e sempre é possível encontrar escultores
castelo, um em cada andar, oferecendo alojamento à trabalhando em suas peças, artistas passando tinta sobre
guarnição do castelo. Os quartéis são muito menores do papel, samurais praticando seus katas e grupos de
que originalmente pretendidos pelos projetistas Kaiu, uma cortesãos envolvidos em jogos improvisados de kemari.
construída especificamente para a sua frequente
O Fosso Interior necessidade de sair a qualquer momento.
Um pequeno fosso envolve a fronteira do segundo O Grande Salão: Um amplo salão composto por
andar, separando-o ainda mais do primeiro. Só é possível cinco grandes câmaras interligadas por paredes de papel e
atravessá-lo pelo Portão Ninomaru. As águas do fosso portas deslizantes shoji. A maior câmara é usada para sediar
alimentam as lagoas artificiais dos jardins, e koi e outros a corte principal, com um estrado para o anfitrião e muito
animais podem ser encontrados nadando em suas águas espaço para mesas e outros móveis portáteis. Pequenas
turvas. câmaras são construídas nas paredes disfarçadas por shoji.
São para yojimbo esperarem até serem chamados, e estão
A Fortaleza Principal, o Palácio Seto diretamente conectados a passagens de fuga que interligam
O Palácio Seto se situa no andar mais alto, ao lado todas as câmaras.
das muralhas do castelo e, portanto, é a estrutura mais Os Aposentos para Convidados de Honra: todas as
distante da entrada principal. A sua localização é ideal para residências menores dentro do palácio são idênticas em seu
a supervisão defensiva dos terrenos do castelo. Apesar da formato. Uma sala de chá central fica entre quatro a oito
simplicidade de seu projeto, é um palácio requintado que suítes individuais que estão conectadas à sala central via 57
contém um layout formidável de salões de audiências, de portas shoji. Cada residência de hóspedes possui uma
câmaras confidenciais, de escritórios e de aposentos temática de obras de arte diferente, mas todas são
residenciais, assim como um corredor grande no piso térreo semelhantemente extravagantes e confortavelmente
apropriado para recepcionar uma corte formal. O castelo mobiliadas. O primeiro piso apresenta quatro condomínios
mede 115 metros de altura e parece ter oito andares de casas de hóspedes agrupadas, que às vezes serve como
quando visto de fora, embora o interior tenha apenas sete. embaixadas de Clãs durante as Cortes de Inverno.
O palácio foi originalmente destinado a ser um Os Alojamentos dos Servos: A Corte Imperial requer
reduto. Os arquitetos o planejaram para atuar não apenas um grande número de criados, e uma ala inteira do castelo
como a moradia do daimyo, mas também como uma torre foi dedicada a alojá-los. Até hoje, ela permanece com esse
de vigia para ver tropas se aproximando. Assim, não foi propósito.
colocado no centro do castelo como a maioria dos projetos, A Cozinha: Uma extensão dos aposentos dos
mas sim na parte de trás do terceiro piso, construído servos, é aqui que eles preparam a comida aos convidados
diretamente na parede principal. Ele foi planejado para ser de honra do senhor.
uma torre de quatro lados coberta com vários telhados Segundo Piso: Os Aposentos para Convidados de
triangulares no estilo de fortalezas, criando a ilusão de Honra: idem àqueles no primeiro piso, mas sem
“falsos andares” para confundir inimigos. Uma vez que se condomínios de casas de hóspedes.
tornou um palácio, muitas dessas características A Sala Pinheiro: uma sala pequena cujo nome
sobreviveram de forma vestigial, incluindo uma abundância deriva do tema predominante de pinheiros pintados nas
de assoalhos concebidos para chiar quando se caminhar paredes. Possui acesso a uma grande varanda com vista
sobre ele, um dispositivo de segurança destinado a para os jardins. Um lugar popular para reuniões e festas de
denunciar assassinos. chá.
A fortaleza deveria ter duas asas que se A Câmara de Audiência Privada: Uma sala segura
estenderiam às laterais, alojando quartéis para os guardas. para o propósito de hospedar audiências verdadeiramente
Somente uma asa foi terminada antes que o propósito do privadas. O acesso a esta sala é concedido através de um
castelo mudasse, e se transformou em quartos dos dos dois conjuntos de portas shoji secretos do corredor. Ela
empregados. O espaço onde a outra ala seria erguida é está localizada no centro do piso, sem fonte natural de luz,
agora o jardim do terceiro andar. Outro edifício, de só dois e as paredes da sala são mais espessas do que o habitual
pisos de altura, está ligado ao palácio através do ramo que para ajudar a obscurecer qualquer palavra falada dentro
serve como residência dos empregados. Este edifício serve dela.
como uma extensão do prédio central, e tem uma casa de Terceiro Piso: Os Aposentos para Convidados de
banhos própria e uma segunda residência ao daimyo. Honra: idem àqueles no primeiro piso, mas sem
A disposição do palácio é dessa forma: condomínios de casas de hóspedes.
Primeiro Piso: A Sala Cipreste: uma sala de entrada O terceiro andar também contém uma série de
pequena cujo nome deriva das quatro pinturas diferentes outros quartos simples, adequados a várias funções.
de ciprestes, uma em cada parede. Quarto Piso: Os Aposentos para Convidados de
A Sala Principal: Um amplo aposento com uma Honra: idem àqueles no primeiro piso, mas sem
paisagem panorâmica pintada na parede mais distante. condomínios de casas de hóspedes.
trono estreito se situa diante da parede pintada. Este A Varanda Nortenha: Uma grande varanda pública
aposento serve para recepcionar convidados e receber virada para o norte, com vista para o terreno do templo.
presentes em nome do lorde do castelo. Este é outro local popular para festas de chá, jantares
Os Aposentos do Arauto Imperial: na verdade, são privados e funções semelhantes.
dois quartos separados por uma porta shoji. Uma metade Quinto Piso: Os Aposentos do Daimyo:
apresenta um pequeno estrado e é usada para receber praticamente todo o quinto andar é dedicado às moradias
mensagens importantes do Arauto Imperial. A outra pessoais da família governante do castelo. A maior sala
metade é uma sala de estar para o uso do Arauto Imperial, neste andar é a suíte principal, que ocupa um terço do
espaço. Dentro desta suíte, há a Varanda Ocidental, com seixos. Acredita-se que o jardim descreve a paisagem ao
vista para os jardins. Mei-do, e que se alguém que esteja perdido na vida após a
Os Aposentos da Guarda do Palácio: Um sexto do morte, lembrando deste jardim encontrará onde deveria
espaço deste piso é dedicado à guarda pessoal do daimyo. estar. Os monges do templo passam grande parte do seu
Atrás de suas paredes estão passagens secretas que tempo cuidando do jardim, varrendo as areias de maneiras
permitem acesso a cada um dos quartos deste andar. sutis. Esse trabalho não é apenas uma tarefa em si, mas um
Sexto Piso: Os Aposentos Imperiais: Os maiores dos foco meditativo.
cômodos do palácio é encontrado no sexto andar, e são O Salão de Palestras: O maior edifício dentro do
dedicados a alojar qualquer visitante Imperial (exceto o pátio do Templo, o Salão de Palestras também contém salas
Arauto Imperial). Este é o lugar onde o Imperador uma vez de estar para os monges. Aqui é onde os mais antigos
ficou, e, desde então, qualquer um que se hospede aqui monges instruem os outros sobre as caminhos do Mei-do e
desfruta de grande honra. Desses aposentos, acessa-se à a natureza de sua misteriosa Fortuna patrona.
Varanda Oriental, com vista para o sol nascente. A Biblioteca: Adjacente ao Salão de Palestras, a
Sétimo Piso: O pequeno sétimo andar é usado Biblioteca é um vasto depósito de pergaminhos de
principalmente como depósito, mas também dá acesso aos sabedoria. Contém registros da história do castelo, 58
telhados do pagode do castelo através de uma escotilha genealogias familiares para a linha do daimyo e uma vasta
escondida no teto. gama de textos teológicos e filosóficos. Os trabalhos sobre a
vida após a morte, Mei-do e a Fortuna da Morte são
Shinden Emma-O especialmente numerosos. Desconhecido para muitos, os
O objetivo original por trás da construção do níveis mais baixos da Biblioteca contém uma das três
castelo é o Templo a Emma-O, situado no canto mais seguro entradas para as catacumbas abaixo do templo.
do terreno do castelo, seccionado do resto do castelo por O So-Do: O So-Do é um salão dedicado à
grandes muralhas. Os convidados que se aproximam dessas meditação sentada, uma característica comum em templos
paredes não podem ver o que está além, uma afirmação e mosteiros. É um longo vão aberto, um pouco parecido
sutil sobre a natureza da morte. com um dojô, onde os monges praticam a concentração ea
Shinden Emma-O foi o local do funeral de um quietude interior na meditação. Os alunos aprendem as
Imperador. Como tal, goza de muita fama e prestígio como técnicas adequadas de meditação de monges mais antigos,
um lugar especializado em ritos funerários dos recém- e através de sua meditação eles aceitam a impermanência
partidos. É considerado uma grande honra ser cremado aos de todas as coisas e confiam no julgamento final de sua
pés da estátua de Emma-O, e maior ser sepultado dentro de Fortuna patrona. O So-Do também tem uma entrada
suas catacumbas após a morte, pois quer dizer que suas secreta para as catacumbas.
cinzas compartilham proximidade com as de um Filho do As Catacumbas e a Secreta Câmara de Saída:
Céu. Isto é reservado apenas aos mais merecedores. Desconhecido a todos, salvo alguns poucos honrados e
As Paredes do Templo: As paredes do templo seletos, sob o castelo e o templo há uma rede subterrânea
delimitam um grande pátio onde os santuários, os jardins e de túneis e passagens. Dentro delas, há incontáveis túmulos
outros lugares sagrados ficam. As próprias paredes são de onde as urnas e as cinzas de muitos samurais honoráveis
pedra grossa, mas pintadas e lacadas de cor preta (já foram tem seu descanso final.
brancas) para se assemelhar a ébano. O portão para o A maior dessas tumbas é a do Imperador que teve
templo é cercado por estátuas de dragões guardiões. seu funeral neste castelo. Humilde em aparência, é, no
Normalmente, os projetos de templos rokugani entanto, digna de um Imperador, com paredes cobertas por
possuem duas entradas, uma para o norte e uma para o sul, murais que retratam seus muitos atos gloriosos em vida.
para permitir um fluxo de energia positiva. Para Shinden Nenhum visitante é autorizado a entrar no túmulo do
Emma-O, a entrada pelo norte foi abandonada. Uma vez Imperador, e considerando que as portas de ferro são
que alguém passou pelas portas da morte, apenas o peso seladas, entrar sem permissão seria realmente difícil.
do carma pode fornecer outro caminho de volta. Ao longo das catacumbas estão pequenos
O Santuário a Emma-O: No centro do pátio do santuários dedicados aos samurais enterrados lá. Os antigos
templo está o Santuário a Emma-O. Passando sob os arcos lordes do castelo também têm seus restos mortais nas
torii do santuário, pode-se chegar ao salgueiro sagrado catacumbas, e os atuais governantes os visitam de vez em
onde a lenda diz que o monge Yama se tornou a Fortuna da quando para cumprimentá-los e orar por orientação. Os
Morte. Esculpida em torno do salgueiro, encontra-se uma artefatos sagrados que esses senhores carregaram em vida,
representação da entrada de Mei-do, com uma estátua de como daisho, armaduras ou outros objetos pessoais que os
Emma-O olhando impassivelmente aos adoradores. Aqui é simbolizaram, são mantidos em exibição reverente diante
onde os visitantes podem fazer ofertas para o Juiz Final. de seus túmulos. A falta de umidade e de calor os mantém
Logo do lado de fora do santuário estão poços de bem preservados, e a natureza secreta das catacumbas
purificação onde os visitantes podem enxaguar seus braços garante que estão a salvo de qualquer almas desonrosas
e face antes de entrar. Santuários menores às Fortunas que possam perturbá-los.
existem frequentemente dentro do pátio também, embora As catacumbas são extensas, desdobram-se por to-
nenhuma receba a mesma veneração que Emma-O. da a largura e por todo o comprimento do castelo. Explora-
Os Jardins do Mei-do: O canto sudeste do dores que não conhecem o layout se perderão dentro delas.
complexo contém um jardim da rocha, um mar de camas e Há apenas três entradas (uma a partir do castelo, e duas a
dunas de areia, rochas eretas, e caminhos desenhados por partir do templo) e uma saída externa trancada. Além de
sua função religiosa como um repositório de cinzas funerá- Delegação do Caranguejo: Embora o contingente
rias, as catacumbas também servem como uma rota de Caranguejo em Kyuden Kurogane-Hana seja pequeno – co-
emergência para escapar do castelo. Isto é um resquício do mo é típico na maioria das cortes – a liderança de Yasuki Jin
projeto militar original que Lorde Seto decidiu manter mes- deu ao caranguejo mais peso e influência do que se poderia
mo após a conversão de seu castelo a um palácio de corte. esperar. O Caranguejo como um todo tem um interesse
A saída externa é um conjunto de portões de ferro pequeno neste lugar, embora os Kaiu gostariam de uma
que requerem uma chave específica para desbloquear. oportunidade de examinar o castelo e seus arredores mais
Deles, emerge-se para o exterior em Seto no Mori, em um de perto – talvez mais do que seus proprietários gostariam.
bosque oculto próximo ao Lago Espelho do Céu. Desse Espoente entre os convidados do Caranguejo está
ponto, qualquer um pode facilmente encontrar seu o amigo e também guarda-costas de Jin, Hida Yohachi
caminho até a aldeia, refugiar-se dentro das florestas ou (Bushi Hida 2). Yohachi é surpreendentemente elegante
fugir para uma província vizinha. para um bushi Caranguejo, embora ninguém jamais possa
confundi-lo com um cortesão. Ele passa a maior parte do
Personagens seu tempo no dojô mais próximo ou diante do tabuleiro de
go, e jogará com qualquer pessoa que esteja disposta a
59
Nenhum Cenário de Campanha, especialmente jogar (na maioria das vezes, o próprio Jin). Os oponentes
uma corte, está completo sem uma série de NPCs descobrirão que é relativamente competente no jogo, mas
interessantes, desafiadores e divertidos para preenchê-lo. não hábil o suficiente para ser notável. Yohachi é um
Este Capítulo apresenta uma matriz de NPCs para o uso do defensor sólido de seu amigo, seja o ataque vindo de uma
Narrador. Tentamos deliberadamente fazer a seleção tão lâmina ou de uma palavra, mas ele tende a dar espaço a Jin
“genérica” quanto possível, a fim de facilitar Campanhas quando o assunto é conversa, falando apenas quando
definidos em uma variedade de eras. No entanto, alguns absolutamente necessário ou quando Jin não está
NPCs só funcionam em certas porções da história de disponível para se defender.
Rokugan – Kitsuki Rinjin, por exemplo, não pode existir em Delegação do Dragão: Rinjin é o líder não oficial de
uma era anterior à fundação da família Kitsuki, e Chuda vários samurais do Dragão que não viajaram juntos para
Natsuko requer um Cenário em que o Clã Aranha exista ou Kyuden Kurogane-Hana, mas que construíram uma relação
uma infiltração similar das Terras Sombrias esteja em curso. de trabalho unificado entre si desde a sua chegada. Como o
Dito tudo isso, esses NPCs são essencialmente Clã Dragão não tem nenhum interesse particular na área e
ferramentas para o Narrador usar como bem entender, e não está buscando nenhuma vantagem política particular
um Narrador criativo pode livremente misturar e combinar aqui, cada visitante do Dragão é relativamente livre para
Clãs, famílias e históricos para atender às necessidades de fazer o que quiser. No entanto, eles estão felizes em dar
sua Campanha. apoio uns aos outros, conforme necessário.
Notável entre os Dragãos locais estão um bushi Mi- como uma atribuição precoce para temperá-los para cortes
rumoto e um shugenja Tamori. O bushi, Mirumoto Sei (Bu- mais proeminentes.
shi Mirumoto 3) está em peregrinação para visitar os locais Daidoji Ninku está permanentemente lotada em
nde descanso sagrado de vários grandes espadachins para Kyuden Kurogane-Hana como sua Magistrada Esmeralda
prestar seu respeito. Tamori Kyono (Shugenja Tamori 1) en- residente. Ela possui um jovem e charmoso yoriki chamado
controu neste lugar uma excelente oportunidade para esta- Doji Ryuta (Cortesão Doji 1) e um guarda-costas ronin
belecer contato com o Louva-a-Deus e o Escorpião para fins chamado Kuro (de Rank 2 sem Técnicas) e pode chamar a
de obter materiais raros para suas experiências alquímicas. guarnição do castelo em necessidade.
Delegação do Escorpião: Os objetivos do Escorpião Delegação do Leão: Devido à importância deste lu-
em Kyuden Kurogane-Hana são diretos: melhorar a gar para o Leão e a presença da famosa Ikoma Kazue, há u-
reputação e o status do Escorpião, encontrar informações ma comitiva excepcionalmente grande de Leões na corte de
úteis para o Clã e manter os outros Clãs em seus dedos. Kyuden Kurogane-Hana. Vários alunos menores da Escola
Shosuro Mieko é a líder oficial do Escorpião, e ela de Omoidasu Ikoma vêm aprender com Kazue – algo que a
geralmente é acompanhada por dois ou três jovens mulher Ikoma inicialmente recusou, embora tenha final-
cortesãos que protege. No entanto, o Clã também envia mente aceitado ensinar três alunos de cada vez se a família 60
frequentemente um ou dois diplomatas de maior suprimisse o conhecimento público de seu paradeiro. Os
experiência a quem ela, na verdade, presta deferência. No Akodo e os Kitsu também têm um grande interesse no local,
momento, ela tem apenas um protegido, Bayushi Kyogi. Os com Akodo Morito (Bushi Akodo 2) e seu amigo íntimo,
visitantes atuais incluem Bayushi Nohime (Cortesã Bayushi Kitsu Anoru (Shugenja Kitsu 2), sendo os membros seniores
3) e Shosuro Ikagi (Cortesão Bayushi 2). de suas respectivas delegações familiares aqui.
Mieko e seus convidados também têm guarda- O Leão mantém uma pequena força de bushi aqui
costas para cuidarem de sua proteção e defendê-los em como um presente aos mestres deste lugar, atualmente
caso de duelos. O yojimbo de Mieko é um homem comandada por Matsu Hotaru (Bushi Matsu 3). Embora
silencioso, modesto e discreto chamado Bayushi Kagama Kyuden Kurogane-Hana não seja do Leão, o Clã de Akodo
(Bushi Bayushi 2). acredita firmemente em honrar adequadamente os mortos,
Delegação da Fênix: A Fênix mantém apenas uma e lugares como este devem ser protegidos,
pequena presença em Kyuden Kurogane-Hana, mas isso é independentemente da propriedade do Clã. Enquanto a
principalmente devido ao fato de que Nishi e Akiko presença de soldados Leões armados às vezes causa tensão,
trabalham tão eficientemente que há pouca necessidade de o Leão não está ansioso em iniciar um conflito nesta área se
outros. Há dois Cortesões Asako menores aqui, funcionando puder ser evitado, e Hotaru submete-se às decisões do
essencialmente como estudantes e assistentes de Nishi, lorde do castelo em todos os assuntos locais. Afinal, ela e
assim como uma shugenja conselheira, Isawa Riako seus soldados estão aqui para manter a santidade de
(Shugenja Isawa 2). Riako e os Cortesões Asako auxiliares Shinden Emma-O, não para perturbá-la.
têm pouca ambição ou finalidade próprias. Em vez disso, Delegação do Louva-a-Deus: Antes que Gendou
dedicam-se completamente a se certificarem que a chegasse a Kyuden Kurogane-Hana, a presença do Louva-a-
campanha de Nishi pela paz encontre tão poucos obstáculos Deus era relativamente pequena, embora útil ao Clã.
quanto possível. Eles geralmente não são vistos na corte, Yoritomo Harui (Cortesã Yoritomo 1) tinha sido designada
embora todos estejam cientes de que a Fênix detém uma para ajudar a estabelecer uma presença Louva-a-Deus no
sacerdotisa do Vácuo à sua disposição, especialista em eixo político da corte, além de prestar apoio aos
magias de purificação e de adivinhação. Os pedidos de comerciantes Louva-a-Deus que visitam. Gendou procurou
auxílio da Isawa em certas questões têm sido caros, mais do não ficar no caminho direto de Harui, mas rapidamente
que uma pechincha para a delegação da Fênix. construiu sua própria base de poder e atraiu vários
Quando o conflito verbal se agrava nas cortes, samurais que trabalhavam anteriormente para Harui.
muitas vezes uma ou mais Fênix intervêm – convidadas ou Embora não exista exatamente hostilidade entre as duas
não – para abafar a raiva dos envolvidos. Esta atividade lhes delegações do Louva-a-Deus aqui, os dois grupos parecem
trás poucos amigos, e muitas vezes faz com que qualquer servir interesses distintos. Harui e seu assistente e guarda-
diplomata intervenha para se tornar o novo alvo de costas Yoritomo Zou (Bushi Yoritomo 2) tentam espalhar a
hostilidade. É claro que isso serve, em última instância, aos influência do Louva-a-Deus de uma forma um pouco
objetivos de Nishi. diplomática (e legal), enquanto Gendou simplesmente
Delegação da Garça: A Garça tem um interesse busca poder e lucro da forma que puder. As duas
modesto em Kyuden Kurogane-Hana, mas uma corte cada delegações têm origens em províncias diferentes do Louva-
Clã Maior é representado em pelo menos a algum grau a-Deus. Devido aos sucessos de Gendou aqui, vários
(junto com até mesmo alguns Clãs Menores) não pode ser pequenos comerciantes e cortesãos do Clã viajaram para cá
ignorada de modo que o Escorpião ou outra facção para ver que glória e poder podem também ganhar, embora
majoritariamente cortesã ganhe uma vantagem clara. Doji nem todos se adaptem tão facilmente às práticas de
Ronshouko é a líder oficial da delegação do Clã Garça aqui, Gendou e, assim, prefiram trabalhar com Harui e Zou.
sempre acompanhada por seu guarda-costas Doji Koreda Os dois grupos têm o cuidado de não causar um ao
(Bushi Kakita 2). Vários cortesãos menores são lotados aqui outro qualquer dificuldade direta. Mesmo o antiético
como seus assessores e assistentes, e os jovens graduados Gendou tem uma forte lealdade ao Clã. No entanto,
da Escola de Cortesões Doji são muitas vezes enviados aqui observadores externos rapidamente percebem que as duas
facções não estão trabalhando juntas.
Delegação do Unicórnio: Bujun estabeleceu uma palavras de Natsuko alavancando-as. Ele é um maho-tsukai
presença Unicórnio focada e bem organizada em Kyuden competente e mais de uma vez concedeu silenciosamente a
Kurogane-Hana, a fim de lidar com seus objetivos complica- um visitante uma maldição ou doença depois de “avisá-lo”
dos o mais eficientemente possível. Seu assistente principal de seu terrível destino escrito nas estrelas. Isso deu
é um Ide calculista e frio chamado Hito (Emissário Ide 2), credibilidade às suas palavras, pelo menos aos olhos de
um homem mais velho que é encarregado de coordenar os alguns. Os dois Chuda são cuidadosos para não abusar deste
horários e os esforços dos representantes do Unicórnio truque para ninguém suspeitar, e fingirão não se conhecer.
aqui. Hito tem vários outros funcionários que, por sua vez, o Kori também está lá para ajudar Natsuko em seus
ajudam com seus deveres, então ele raramente interage esforços secretos para interferir diretamente no manuseio
diretamente com aqueles que o Unicórnio têm interesse. dos mortos. Através de subterfúgios e furtividade, os dois
Uma vez que os Unicórnios são viajantes por conseguiram desviar uma dúzia de cadáveres para seus
natureza, não é incomum que vários apareçam sem aviso mestres. Normalmente, isso envolve forjar registros e
prévio e fiquem no castelo por um curto período; e sua substituir um cadáver com uma urna cheia de cinzas,
estadia normalmente é tratada por Bujun ou Hito. Ide Bujun convencendo as pessoas certas de que a cremação foi
sempre deixa claro a esses visitantes (de uma forma firme, realizada corretamente. 61
mas amigável) que não necessariamente precisam ajudá-lo
em seus objetivos, mas não devem trazer dificuldades ou Asako Nishi
vergonha a ele ou ao Clã durante sua permanência. Para uma Fênix, a morte não é um fim, mas sim-
Atualmente, uma dupla de bushi Shinjo descansa aqui: plesmente mais um passo no grande ciclo da existência. Pa-
Kumari (Bushi Shinjo 1) e Shimoko (Bushi Shinjo 2). Além ra uma Fênix, o renascimento é um conceito de importância
das duas, há também um excêntrico Iuchi, Sen (Shugenja vital, que interliga o fim e o início juntos. Para Asako Nishi,
Iuchi 2), que fala pouco. essas são verdades que ele tenta desesperadamente
Delegação do Macaco: A única presença real que o agarrar, embora a dor em sua alma torne difícil.
Macaco tem em Kyuden Kurogane-Hana é Irui e seu Nishi estava noivo de uma jovem maravilhosa,
pequeno exército de criados. Assim sendo, muito pouco Shiba Miroko. É incomum que um Asako seja casado com
progresso diplomático foi feito em nome do Clã Macaco. um graduado da Escola de Bushi Shiba, e o arranjo era polí-
Este não é um problema particular, entretanto, uma vez tico ao invés de pessoal. No entanto, Nishi e sua noiva se a-
que o único objetivo real do Clã Macaco é simplesmente ser paixonaram completamente um pelo outro em seu primeiro
notado e lembrado pelos Clãs Maiores. encontro, anos após o noivado ser arranjado, e se alegra-
Delegação do Pardal: O Pardal não tem nenhuma ram com seu iminente casamento. Para Nishi, era um sonho
agenda política particular em Kyuden Kurogane-Hana fora que poucos samurais tiveram a sorte de ter – amor verda-
quaisquer oportunidades que Rin possa encontrar e julgue deiro em um casamento. Não demorou muito para que o
valer a pena perseguir. Devido a isso, ela é muitas vezes a jovem Asako estivesse planejando os nomes de seus filhos e
única representante de seu Clã aqui. Ela pode, conforme sonhando como poderia estabelecer uma propriedade
necessário, convidar seu Clã para ter um ou dois modesta, mas confortável, para passar adiante através de
funcionários enviados para ajudá-la. sua família. Uma casa pacífica e amorosa que deixaria um
Rin e qualquer um de seus possíveis assistentes se pequeno canto do mundo mais brilhante para seus filhos.
concentrarão em abrir seu caminho para as boas graças dos Mas apenas alguns meses depois, a vida de Shiba
Clãs Maiores, estabelecendo relações amigáveis e Miroko foi tirada pela guerra.
mutuamente benéficas. A principal barreira a esses A morte de Miroko quebrou o mundo de Nishi, e e-
esforços, é claro, é a limitação dos recursos e do poder de le tentou se confortar com a idéia de que ela renasceria. Ele
seu Clã. Até agora, sua tática mais eficaz é se abster de jurou que esperaria por Miroko, não importa quanto tempo
apresentar o Pardal como aliado valioso. Em vez disso, ela demorasse. Se sua alma renascesse, ele a encontraria de
usa suas relações amistosas com toda a corte para agir alguma forma e se apaixonariam novamente. Infelizmente
como mediadora, negociando parcerias e trocas entre para Nishi, após uma quantidade apropriada de tempo de
grupos que, de outra forma, nunca se comunicariam. Isso luto, ele foi prometido por seu lorde para se casar com
lhe deu vários favores menores, que ela acredita ser um outra mulher – uma parente de Miroko. Tudo o que teria
bom começo para seus esforços diplomáticos. sido seu compromisso anterior foi perdido. Sua nova noiva,
Presença Ronin: Há um pequeno número de ronin Yuri, é uma mulher estoica e fria que imediatamente viu seu
fixos em Kyuden Kurogane-Hana, mas é raro que tenham futuro marido como um fraco que permitiu que suas
alguma conexão particular um com outro. Seus objetivos emoções o superassem muito facilmente.
são tão variados quanto eles próprios podem ser. Nishi decidiu superar sua depressão, tentando se
Infiltração da Aranha/das Terras Sombrias: dedicar ao ideal de paz. Quantos mais lares serão
Natsuko está visitando Kyuden Kurogane-Hana sob a destruídos ou jamais terão a oportunidade de se formarem
aparência de uma simples ronin erudita, então só tem um pela guerra? Com esta inspiração, o jovem Asako pediu uma
assistente com ela. O jovem chamado Kori (Shugenja Chuda missão em Kyuden Kurogane-Hana – afinal, quem estaria
2) é seu companheiro secretamente. Alegadamente, Kori é mais disposto a ouvir as palavras de paz do que aqueles que
um especialista em presságios e sinais... ou assim eles visitam o Templo a Emma-O, aqueles que sofreram perdas
permitem que todos acreditem. Ele afirma ver os padrões recentemente?
dos céus e ouvir os sussurros dos antepassados, mas sua Nishi ainda não casou, mas está conformado com
função real é simplesmente ajudar a dar crédito e peso às sua futura esposa e sua futura mudança de nome. Ele, no
entanto, teve pouco sucesso em mudar as pessoas. Sua localização. Na verdade, no entanto, sua demissão foi um
determinação é para superar e não deixar que a amargura o esforço conjunto do outro Escorpião em sua corte anterior
consuma. Ele encontrou muitas almas ansiosas por para se livrar dele, conforme suas mentiras estavam
vingança, morte e mais derramamento de sangue para ameaçando fazer o Clã em um estoque de riso e causando
acumularem em cima das mortes que já as trouxeram para danos reais aos seus objetivos. Eles respiraram um suspiro
este lugar. de alívio quando ele saiu, e enviaram uma pequena carta de
Todas as manhãs, ele tenta o seu melhor para ver condolência à delegação Escorpião da corte a qual foi
nessas pessoas oportunidades para cumprir sua missão, enviado.
mas ele está lentamente começando a sentir que Seus superiores, entretanto, decidiram que era
simplesmente será esmagado pelo trágico ciclo de guerra, hora de Kyogi se tornar um trunfo para o Clã ou deixar de
em vez de superá-lo. incomodá-lo. Eles enviaram Bayushi Kyogi a Mieko para ser
Escolas: Cortesão Asako 2 usado como bode expiatório. Se Mieko determinar que não
Honra: 3,8 está apto para o Caminho do Escorpião, o futuro de Kyogi
Glória: 2,1 será, de fato, escuro.
Status: 2,7 Escolas: Cortesão Bayushi 1 62
Perspicácia: 167 Honra: 1,4
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 3 – Glória: -2,0
Carisma 4, Fogo 2 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, Status: 1,0
Vácuo 4 Perspicácia: 110
Vantagens: Dom Interior: Empatia, Sábio Atributos e Anéis: Água 2, Ar 2 – Carisma 3, Fogo 3
Desvantagens: Amor Perdido, Casamento – Inteligência 4, Terra 2, Vácuo 2
Arriscado, Coração Mole Vantagens: Engenhoso
Perícias: Cerimônia do Chá 2, Conhecimento: Desvantagens: Compulsão: Mentir, Superconfiante
História Rokugani 4, Conhecimento: Lei Rokugani 2, Corte Perícias: Atuação 1, Caligrafia: Rokugani 1, Conhe-
Rokugani 9, Etiqueta 5, Heráldica Rokugani 1, Meditação 4, cimento: Lei Rokugani 1, Corte Rokugani 1, Etiqueta 1, Falsi-
Shintao 3, Sinceridade 5, Teologia Rokugani 3 ficação 1, Fofoca 1, Investigação 1, Sedução 1, Sinceridade 1

Bayushi Kyogi Chuda Natsuko


Bayushi Kyogi acredita ser um cavalheiro cortesão Chuda Natsuko considera-se intelectual. Tudo pode
suave e desonesto que pode influenciar até mesmo o ser racionalizado se realmente vale a pena, e o que não
diplomata mais forte em qualquer tópico que possa surgir. oferece uma justificativa razoável é estupidez ou
Ele se vê como um homem das damas – embora nunca de possivelmente insanidade. A jovem infiltrada entende que
forma grosseira ou desajeitada – e um mestre da persuasão. tem uma visão um pouco “preto no branco” a esse respeito,
Ele está certo de que sua nova designação para Kyuden mas acha que isso a tem servido surpreendentemente bem.
Kurogane-Hana é uma recompensa pelo trabalho bem feito Parte dessa filosofia gira em torno da ideia de poder: quem
e uma oportunidade para um avanço ainda mais inevitável o tem e como ele pode ser tomado ou criado. Natsuko
através das fileiras do corpo diplomático Escorpião. passou grande parte de sua vida tomando decisões
Infelizmente, esta visão existe apenas dentro da baseadas em como elas poderiam aumentar seu poder,
mente de Kyogi. Na realidade, ele é um fanfarrão arrogante usando sua mente afiada para descartar promessas vazias e
e um mentiroso compulsivo, determinado a progredir no buscar oportunidades reais.
mundo com suas palavras. Além disso, ele nem sequer é Natsuko não nasceu na família Chuda, mas talvez
muito bom em ser um cortesão. Poderia ter sido, se tivesse estivesse destinada a se tornar um deles. Seus pais eram
escolhido perseguir seus talentos com determinação real, shugenja ronin, mas a jovem não tinha talento para falar
mas gasta todo seu tempo inflando sua reputação e com os espíritos. Não só ela parecia incapaz de ouvir ou se
esperando que o mundo reconheça seu brilho. comunicar com eles, mas muitas vezes sentia que os
Kyogi é muitas vezes completamente alheio ao fato espíritos elementais não gostavam dela. É claro que seus
de que suas mentiras nem sempre fazem sentido para os pais achavam que isso era apenas a filha igualando o
outros. Ele parece pensar que todos devem e vão acreditar silêncio dos kami com hostilidade e, embora lamentassem
em qualquer coisa que lhes diga, e parece honestamente que ela não tivesse herdado seus dons, eles não se
confundido quando as pessoas não respondem a ele como preocuparam com isso. A vida de um ronin era dura e
espera. Se suas mentiras são referenciadas, ele nunca perdas eram esperadas.
admite a verdade, em vez de simplesmente vir com outra No momento em que ela se tornou maior de idade
mentira que convenientemente explique qualquer para começar qualquer treinamento real, no entanto, seus
problema criado por suas palavras anteriores. pais tinham sido mortos em uma escaramuça com
Mais recentemente, o tempo de Kyogi em outra bandidos. Ela foi levada pelos monges. O sentimento de
corte foi interrompido quando ele foi incontestavelmente fracasso que ela carregava por não poder ser um shugenja
comandado para viajar a Kyuden Kurogane-Hana. A ordem se multiplicara dez vezes depois de ver seus pais morrerem,
não foi explicada a ele e não lhe foi dado tempo para saber deixando-a chorar indevidamente sobre seus corpos. Ela era
qual o motivo de ter sido emitida. Consequentemente, ele tão inconsequente que os bandidos nem sequer a
se convenceu de que sua súbita reatribuição foi devido a consideraram uma ameaça.
uma necessidade de seus talentos únicos em sua nova
Os monges passaram muitos anos tentando em si mesma como uma verdadeira “Garça Férrea”, e
consolar a moça e redirecionar sua raiva e tristeza, mas sem ganhou uma reputação como uma mulher séria e dedicada,
sucesso: ela educadamente escutava e deixava as palavras de moral rígida e severa dedicação ao dever. Ela pode traçar
passarem por sua mente sem verdadeira consideração. sua linhagem de volta ao próprio Daidoji Masashigi, o
Natsuko avaliava as filosofias de seus professores pouco daimyo cuja morte heroica na Batalha da Ponte ganhou o
mais do que divertidos jogos mentais sem verdadeiro respeito do Caranguejo à sua família. Quando criança
propósito. À medida que ela crescia, ela começou a cogitar sempre pensou em seguir de perto no caminho de seu
fugir do mosteiro e procurar seu próprio caminho na vida. antepassado e, desde o momento em que ela tinha idade
No entanto, um dia, ela foi abordada por um novo suficiente para treinar, ela se dedicou ao caminho da
professor, cujos ideais lhe atrairiam com mais força: um espada e do bushido. Depois de seu gempukku, ela manteve
membro da secreta família Chuda. a tradição de passar um ano na Muralha Kaiu, lutando
No início, Natsuko não confiava no novo professor contra as Terras Sombrias. Lá, ela aprendeu muito sobre a
cujos ideais estavam tão obviamente mais de acordo com arte da batalha – talvez mais do que ela poderia ter
suas crenças pessoais. Ela estava preocupada que estivesse desejado – e no processo ganhou grande respeito de seus
sendo testada de alguma forma. De certa forma, ela estava companheiros Caranguejos de esquadrão. 63
certa. Os Chuda estavam interessados nela, mas não sabiam Uma vez que voltou às terras da Garça, a vida de
o quão profundamente suas convicções estavam Ninku parecia simples e sem inspiração em contraste com
enraizadas. Quando finalmente decidiram que ela era digna, seu ano ao lado do Caranguejo. Ela recebeu vários deveres
Natsuko e seu sensei desapareceram uma noite para como guarda nas terras da Garça, deveres que eram
continuar seu treinamento em um forte escondido da honrosos, mas raramente perigosos ou emocionantes.
família secreta. Os dias de Ninku de dever mundano chegaram ao
Estranhamente, Natsuko não tinha nenhum fim de uma maneira inesperada. Enquanto estava de guarda
interesse real no poder de maho, embora os Chuda em uma conferência diplomática nas terras do sul da Garça,
estivessem dispostos prontamente para ensiná-la. Ela achou ela percebeu que um dos participantes era na verdade uma
a magia do sangue muito dispendiosa e compreendeu os bruxa do pântano. Seu tempo com o Caranguejo permitiu
perigos ocultos muito mais rapidamente do que muitos que ela notasse detalhes sutis que seus companheiros
maho-tsukai, incluindo alguns de seus professores. Em vez tinham perdido, e no momento crítico ela foi capaz de
disso, ela foi atraída para aqueles Chuda que serviam como desmascarar a criatura antes que pudesse matar um
infiltrados, como aquele que a encontrou. Agradou-lhe embaixador de um Clã vizinho. Em reconhecimento a seus
muito pensar em recrutar outros à causa Chuda bem sob o feitos, o Clã providenciou que ela fosse nomeada
nariz da autoridade tradicional samurai. Esse era o Magistrada Esmeralda.
verdadeiro e duradouro poder: não persuadido ou Kyuden Kurogane-Hana é a primeira missão oficial
emprestado de espíritos negros, mas arrancado das mentes de Ninku como uma Magistrada Esmeralda, e ela está deter-
e dos corações dos outros. minada a cumprir bem seu dever e trazer glória ao nome de
Atualmente, Natsuko está em Kyuden Kurogane- sua família. No entanto, ela também está desconfortavel-
Hana como parte de um plano que ela e seus mestres mente consciente de que ela não tem nenhuma experiência
inventaram há vários meses. Um dos limites mais irritantes real em qualquer política ou aplicação da lei, ambos campos
para o poder dos Chuda é uma frequente falta de cadáveres que são vitais para seus deveres aqui. Ela sabe o suficiente
para animar com os kansen. Se os Clãs Maiores pudessem sobre as Terras Sombrias para reconhecer que seu
ser convencidos de que a cremação era uma prática anti- companheira Garça Doji Ronshouko não está sofrendo de
quada, já não necessária, isso seria um caminho para nenhuma doença sobrenatural, então ela começou a
aumentar o poder potencial da família Chuda. Enquanto cultivar a dama cortesã como uma aliada. Afinal, você
Natsuko acredita que uma tradição tão profundamente nunca sabe quando você pode precisar de alguém com
arraigada nunca terminará em sua própria vida, ela acha um habilidade política para guardar suas costas na corte.
desafio interessante afastar este costume. Escolas: Yojimbo Daidoji 3/Guerreira de Ferro
Escolas: Cortesã Daigotsu 3 Daidoji
Honra: 0,4 Honra: 4,6
Perspicácia: 186 Glória: 3,0
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3 – Carisma 4, Fogo 3 Status: 4,5 – Magistrada Esmeralda
– Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 2 Perspicácia: 213
Vantagens: Meigo Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 2 –
Desvantagens: Destino Negro Reflexos 3, Fogo 4, Terra 3, Vácuo 3
Perícias: Atuação 4, Cerimônia do Chá 1, Vantagens: Engenhoso, Garça Resplandecente
Composição 3, Corte Rokugani 5, Defesa 3, Etiqueta 5, Avançado, Garça Resplandecente Básico, Mente Clara,
Furtividade 4, Intimidação 3, Jogos 2, Manipulação 5, Posição Social: Magistrada Esmeralda
Meditação 2, Sedução 2, Sinceridade 5, Tantojutsu 3 Perícias: Atletismo 3, Batalha 2, Caça 4, Cavalaria 2,
Conhecimento: Bushido 2, Conhecimento: Lei Rokugani 5,
Daidoji Ninku Conhecimento: Terras Sombrias 2, Defesa 4, Etiqueta 3,
Daidoji Ninku não é uma mulher particularmente Heráldica Rokugani 3, Iaijutsu 3, Investigação 5, Katana 5,
atraente, especialmente para uma Garça, mas isso Kenjutsu 5, Kyujutsu 3, Masakari 1, Sinceridade 2, Subojutsu
raramente a incomoda. Em vez disso, ela sempre pensou 1, Yari 5, Yarijutsu 5
Glória: 3,0
Doji Ronshouko Status: 2,0
Doji Ronshouko nasceu em uma família de artistas Perspicácia: 193
e, por muito tempo, ela deveria seguir o caminho das artes Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3 – Carisma 4, Fogo 3,
também. Ela mostrou cedo sinais de grande talento Terra 2, Vácuo 3
artístico, especialmente no campo da poesia. Infelizmente, Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Grande
ela também sofria de uma constituição frágil e, mais Potencial: Origami, Grande Potencial: Pintura, Grande
perturbador, a epilepsia. A maioria dos rokugani vê a Potencial: Poesia, Irrepreensível, Mente Clara
epilepsia como o resultado de uma maldição ou da ira das Desvantagens: Epilepsia, Infortúnio: Alergia à Tinta
Fortunas, e muitas vezes isso atraiu desprezo e zombaria de Perícias: Caligrafia: Rokugani 2, Cerimônia do Chá
outras crianças e evitou a proximidade de adultos. 2, Composição 3, Corte Rokugani 8, Diplomacia 4, Etiqueta
Apesar destas desvantagens, os pais de Ronshouko 4, Heráldica Rokugani 3, Investigação 2, Jogos 2, Kemari 2,
conseguiram arranjar que ela fosse matriculada na Manipulação 4, Narração 3, Oratória 4, Origami 3, Pintura 3,
Academia de Arte Kakita. Ela estudou lá por um ano e um Poesia 5, Sinceridade 4, Teologia Rokugani 3
meio, lentamente conquistando seus professores com seus 64
talentos artísticos e personalidade encantadora. No Hisao
entanto, no final desta época, sua má saúde sofreu uma O Império está repleto de histórias de homens e
súbita mudança para pior. Depois de alguma investigação, o mulheres corajosos que nasceram ronin, mas que, no
sensei percebeu que ela era muito sensível à tinta. Eles entanto, se tornaram heróis reverenciados graças a ações
foram forçados a concluir que ela era inadequada para uma valiosas e honrosas. Enquanto alguns rokugani sustentam
vida entre os artitstas. Felizmente, eles também tinham esses heróis como exemplos de como a nobreza é um
notado que ela tinha uma aptidão considerável para as distintivo da casta samurai não importa a origem da pessoa,
palavras e, através de uma troca de favores, um conhecido outros apontam que, para cada ronin admirável, há dezenas
sensei da Escola de Cortesões Doji veio para conhecê-la. de homens-onda desprezíveis que trocam seus ideais e
Poucos dias depois, ela foi convidada a frequentar a escola. honra por algo para comer. Poucos entendem ambas as
Seus pais dificilmente podiam recusar, uma vez que a metades desta verdade mais do que Hisao.
alternativa era desistir de qualquer esperança para sua filha Hisao nasceu ronin, de pais que, por sua vez,
ser capaz de servir o Clã de forma eficaz. nasceram ronin também. Ele pode traçar sua linhagem de
Doji Ronshouko tornou-se uma elegante jovem volta a três gerações de ronin – samurais sem mestre que
cortesã que procura sintetizar a ética da Garça da perfeição, lutaram para manter sua honra ao lidar com as
da beleza e da nobreza. Mantém-se sempre na sombra e necessidades práticas de sobrevivência. Seu avô era um
carrega sempre um guarda-chuva, uma vez que sua pele é hábil combatente e espadachim que foi honrado a servir em
bem pálida. Apesar de sua fama fazer com que muitos a uma das legiões do próprio Imperador antes de morrer em
vejam com desconfiança, ela é, no entanto, uma jovem batalha. Seu pai lutou em uma grande guerra e ganhou
atraente – em circunstâncias normais, sua beleza garante a glória e respeito e, também, morreu em batalha. Mas, em
atenção em todas as cortes, menos nas mais elitistas. última análise, nenhum deles deixou para trás muito legado
Ronshouko abraçou seu novo papel como cortesã com todo além memórias respeitáveis entre os daimyo e os oficiais
o seu coração, determinada a superar suas fraquezas e que serviram por um curto tempo.
trazer honra ao Clã Garça. Ela acredita que os objetivos do Embora sua linhagem não tenha a profundidade de
Clã podem ser alcançados sem a necessidade de engano, e um samurai de Clã Maior, Hisao fez o que pode para viver
que a honestidade e a verdade são o que deve diferenciar a de acordo com isso. Ele estudou a lâmina com grande fer-
Garça de seus rivais, especialmente o desonesto Escorpião. vor, entrelaçando-a com seus interesses pessoais em temas
Ela se recusa a usar mentiras para conseguir o que quer ou como a história, o Tao e a filosofia religiosa. Sua vasta gama
o que precisa para o Clã. de conhecimento marcial e acadêmico às vezes fez outros
Apesar de sua sensibilidade delicada, Ronshouko é se perguntarem se ele foi expulso do Dragão, do Leão ou da
extremamente hábil em manobras da corte, e muitas vezes Fênix, o que ele nega educadamente. Por dentro, os
é capaz de evitar com sucesso os perigos complicados da samurais de Clã não conseguem imaginar um homem
diplomacia. Ela é igualmente hábil na etiqueta e nascido ronin tão inteligente e bem estudado quanto ele.
sinceridade, e isso combinado com seu talento artístico O lugar do ronin na sociedade é um assunto que
subjacente faz dela uma força surpreendentemente consome os pensamentos de Hisao mais do que é típico
poderosa nas cortes. para homens-onda Apesar de suas frustrações, Hisao não se
Apesar de seus muitos talentos, Ronshouko até enfurece diante da desigualdade do universo, mas sim
agora foi incapaz de alcançar uma corte verdadeiramente pacientemente examina e disseca sua situação. Embora seja
importante, como Kyuden Doji ou a Capital Imperial – suas um homem orgulhoso que nunca se rebaixe a ações
características físicas simplesmente tornam muitas pessoas desonrosas ou vergonhosas, ele nunca deixa seu orgulho
desconfortáveis para o Clã confiar nela em locais tão vitais. tirar proveito dele quando os outros o desprezam ou o
Ela está determinada a provar que estão erradas, e ela vê a menosprezam por sua posição. Em vez disso, ele serve
sua missão em Kyuden Kurogane-Hana como uma firmemente como um exemplo de como um grande ronin
oportunidade para fazer exatamente isso. pode se tornar, percebendo que os argumentos verbais e
Escolas: Cortesã Doji 3 insultos nada são em face da ação.
Honra: 3,5
Durante algum tempo, Hisao acreditou que estava Ide Bujun
condenado a seguir os honrosos, mas obscuros passos de Enquanto a maioria dos honrosos samurais
seus ancestrais. Isso o incomodava, pois acreditava que era enxergam o comércio e o dinheiro como, na melhor das
seu dever superar os feitos de seus pai e avô, hipóteses, males necessários (e muitas vezes como uma
esperançosamente ganhando uma posição ou um dever influência corruptora), Ide Bujun desenvolveu uma relação
para passar aos seus próprios herdeiros. Felizmente, o oposta com isso. Apesar do que outros tentam dizer a si
destino finalmente lhe deu a oportunidade exata que ele mesmos, Bujun sabe que o Império não se dá simplesmente
desejava – enquanto servia o Leão em um pequeno conflito com Honra. Até mesmo o mais obediente samurai deve
de fronteira, ele resgatou o filho do homem que seu pai comer, e não é preciso ser um homem egoísta ou
havia morrido protegendo. O samurai, Matsu Daro, ficou desonroso para desejar aumentar a propriedade e as terras
impressionado com a habilidade e a coragem inabalável de familiares. Na verdade, ele acredita que é na troca de bens
Hisao. Enquanto os outros homens-onda fugiram quando – moedas ou outras coisas de valor – que uma pessoa
um ataque tático havia sido soado, Hisao recuou com revela suas verdadeiras intenções e valores.
esperteza e disciplina semelhantes a qualquer samurai de O objetivo de Bujun na vida emergiu das
Leão, ajudando Daro a matar quatro atacantes quando eles consequências de uma pequena escaramuça entre o Leão e 65
poderiam tê-lo esmagado se estivesse só. Depois de alguma o Unicórnio. Como um patrono mercantil bem sucedido,
conversa, os dois se reconheceram a partir das histórias que Bujun foi capaz de ajudar a reconstruir uma aldeia destruída
tinham ouvido de seus respectivos pais. ao longo de uma única estação, retornando camponeses
Hisao recebeu uma posição como auxiliar de Daro, para suas casas e permitindo que uma família samurai
e conseguiu servir de maneira honrosa por diversos anos voltasse à sua propriedade recém-reconstruída também.
até que o Leão morreu em outra escaramuça menor, esta Quando surgiu a questão do reembolso (da usual maneira
com o Escorpião. Hisao matou impiedosamente o bushi indireta), Bujun percebeu que nunca precisou realmente do
Escorpião que derrubou seu amigo e mestre, então dinheiro que gastou. Enquanto uma Fênix poderia ter
entregou as espadas de Daro ao Leão. simplesmente recusado o pagamento ou um Louva-a-Deus
Foi neste momento que Hisao percebeu que os poderia ter aceitado dinheiro de qualquer maneira, o jovem
últimos anos o fizeram esquecer o quão precária era sua Ide decidiu um curso de ação completamente diferente.
posição. Nenhum outro oficial do Leão na batalha conhecia Lembrando que uma pequena cidade do nordeste
Hisao pessoalmente, e quando o ronin apresentou as tinha experimentado uma seca terrível naquela estação,
espadas de seu mestre, ele foi imediatamente acusado de Bujun permitiu a seu beneficiário uma escolha – ou
ser o assassino de Daro, tentando reivindicar uma reembolsaria os koku reais para ele, ou entregaria parte da
recompensa como algum tipo de truque. Somente o colheita à cidade no nordeste. Naturalmente, a opção que
comportamento calmo e disciplinado de Hisao fez com que envolveu dar a comida para a cidade era mais barata do que
o comandante Leão hesitasse em simplesmente executá-lo simplesmente pagar a reconstrução inteira, e assim a cidade
no local. Embora a confusão tenha acabado esclarecida foi capaz de passar o inverno sem enfrentar a fome.
quando a esposa de Daro confirmou a identidade de Hisao, Desde então, o amistoso Ide viajou para onde quer
os dias que passou como prisioneiro à espera de uma que pudesse transformar rotas comerciais e negociações
possível execução injusta o fizeram perceber que, embora em trocas de favores para os necessitados. Enquanto
acreditasse estar melhorando, suas vida e reputação aqueles que ele lida com ele pensam em termos de serviços
dependiam totalmente da palavra de outra pessoa, ao invés e favores trocados, Bujun calma e cuidadosamente calcula o
de dependerem de suas próprias ações. valor dos koku em movimento, certificando-se de que
Desde então, Hisao percorreu Rokugan, visitando aqueles que podem pagar sempre sejam exigidos um pouco
os santuários e os lugares de descanso de grandes heróis do mais. Este excedente é encaminhado por Bujun para
Império, na esperança de obter alguma sugestão de como projetos valorosos, como a Bênção de Miya ou templos que
ascender acima de sua posição. Ele está visitando Kyuden ajudam a cuidar de doentes e feridos.
Kurogane-Hana por um tempo antes de continuar sua jorna- Ide Bujun é um notável parceiro de conversa. Ele
da, embora não tenha certeza de quando voltará à estrada. sabe um pouco sobre uma ampla gama de temas devido a
Escolas: Combatente 4 suas viagens, e acha quase qualquer assunto fascinante. Ele
Honra: 3,8 aproveitará qualquer oportunidade para passar o tempo
Glória: 2,8 falando individualmente com alguém que acredite poder
Perspicácia: 203 ajudá-lo ou auxiliar um de seus projetos. Ele tentará
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 2 – Reflexos 4, Fogo aprender de interesses compartilhados com qualquer
4, Terra 3 – Vontade 4, Vácuo 3 pessoa com a qual deseja falar, e para isso tem aprendido
Vantagens: Aliados: Leão, Contemplação de Sun muitos jogos e entretenimentos sociais, como go e até
Tao kemari. Uma vez que Bujun tem um vasto leque de
Desvantagens: Desvantagem Social: Ronin interesses, conexões e dívidas de gratidão, é extremamente
Perícias: Atletismo 3, Batalha 3, Caça 4, Cavalaria 4, difícil recusar uma reunião com ele mais de uma vez ou
Conhecimento: História Rokugani 2, Defesa 4, Etiqueta 3, duas vezes. E uma vez que ele foque sua atenção em
Iaijutsu 5, Investigação 2, Kenjutsu 7, Kyujutsu 5, Meditação alguém, ele tem um jeito estranho de aprender como os
3, Shintao 4, Subojutsu 2, Yarijutsu 2 próprios objetivos do alvo e os dele podem trabalhar juntos.
Mais recentemente, Bujun tem tentado fornecer
apoio material aos Caranguejos – historicamente aliados
dos Unicórnios –, e tenta recorrer aos recursos sedutora e uma adversário temível. Sussurros entre o Leão
consideráveis da Garça para esse fim. Se alguém pode lidar começaram a insistir que ela era, na verdade, o próprio
com a tarefa impossível de convencer a Garça a ajudar a Ikoma reencarnado, e sugerem que o Daimyo Ikoma
financiar a guerra em curso do Caranguejo contra as Terras poderia nomeá-la como sua sucessora.
das Sombras, é Bujun. Dois anos atrás, inexplicavelmente, ela
Escolas: Caravaneiro Ide/Emissário Ide 3 desapareceu no meio do verão. Na verdade, a heroína da
Honra: 3,5 família Ikoma passou os últimos dois anos em silêncio entre
Glória: 4,7 os monges e samurais de Kyuden Kurogane-Hana. Kazue
Status: 3,7 saiu do centro das atenções de maneira honrosa, pedindo
Perspicácia: 198 ao daimyo de sua família para lhe conceder documentos de
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – viagem para que pudesse realizar uma peregrinação e
Carisma 5, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 4, Vácuo 3 reunir mais informações para suas histórias. Não era um
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Patrono pedido estranho – uma vez que Kazue já tinha desfrutado
Mercantil, Sábio de viajar abertamente a vários locais de perfil artístico
Desvantagens: Coração Mole, Pequeno elevado –, e foi concedido prontamente. 66
Perícias: Adivinhação 2, Caligrafia: Rokugani 3, A verdadeira razão para o pedido ela não poderia
Cavalaria 2, Cerimônia do Chá 2, Comércio 7, revelar. Um dia, Kazue tinha enfrentado uma revelação
Conhecimento: Caranguejo 2, Conhecimento: História das súbita e devastadora: os contos que ela contou, os poemas
Areias Escaldantes 2, Conhecimento: História Rokugani 2, que ela escreveu e as peças que ela colocou no papel
Corte Rokugani 3, Diplomacia 5, Etiqueta 5, Jogos 3, pareciam todos iguais. Tendo experimentado tanta vida,
Narração 3, Sinceridade 4, Tantojutsu 3 parecia quase impossível pensar em algo que não tivesse
sido feito ou escrito. A epifania a chocou muito e ela fugiu
Ikoma Kazue dos olhos do público até que pudesse encontrar sua
Desde o nascimento, Ikoma Kazue foi saudada inspiração mais uma vez. Ela espera que seu tempo aqui,
como uma das grandes herdeiras da casa Ikoma. Sua mãe e registrando as histórias de grandes homens e mulheres,
seu pai eram exemplares do que significava ser Ikoma: possa inspirá-la. Mas enquanto seu trabalho aqui lhe valeu
confiantes, fortes de voz e de corpo, ousados, honrados e a gratidão de muitas famílias por seu cuidado registro dos
hábeis nas em narrativa e oratória. Com duas figuras tão feitos de seus antepassados honrados, ela não restaurou
renomadas quanto seus pais, muitos samurais menores sua inspiração. Kazue agora se pergunta se o grande fogo de
teriam sido superados pelas expectativas estabelecidas seu talento juvenil fugiu dela completamente.
sobre eles. Em vez disso, Kazue se deleitou em viver de Escolas: Omoidasu Ikoma 3
acordo com esse padrão, especialmente porque ela era, de Honra: 3,8
fato, tudo o que se esperava dela e muito, muito mais. Glória: 4,7
Tudo o que Kazue estudou veio facilmente a ela. Status: 3,3
Onde um samurai inferior se tornaria excessivamente Perspicácia: 193
confiante e preguiçoso devido a esse talento, a jovem Atributos e Anéis: Água 3, Ar 2 – Carisma 4, Fogo 3
Ikoma simplesmente enxergou um desafio em descobrir – Inteligência 5, Terra 3, Vácuo 3
onde realmente estavam seus limites. Não demorou muito Vantagens: Habitante do Mei-do, Mãos de Pedra,
para que seus estudos começassem a levá-la de província Memória Precisa, Sábio, Voz
em província nas terras do Leão - dos salões sagrados do Perícias: Batalha 2, Caligrafia: Rokugani 1,
Colégio de Guerra Akodo (que treina Estrategistas Akodo) Composição 4, Conhecimento: História Rokugani 5,
aos campos implacáveis da Escola de Bushi Matsu e até Conhecimento: Leão 5, Corte Rokugani 5, Defesa 3, Etiqueta
mesmo houve um verão entre os serenos Kitsu. Uma vez 5, Heráldica Rokugani 1, Jiujutsu 3, Kenjutsu 3, Narração 10,
que seus pais eram tão amados entre o Leão, era fácil para Sinceridade 4
a ela ter acesso a esses lugares para estudar por um tempo.
Ela prometeu a todos os sensei e estudantes que conheceu Kitsuki Rinjin
que suas experiências a ajudariam a representar o Leão Enquanto a morte é uma coisa bastante comum no
para si e para o Império em sua plena e verdadeira glória. Império, aqueles que fazem estudo constante dela são
Enquanto Kazue amadurecia, sua reputação se es- geralmente considerados perturbados, educadamente
palhou como um incêndio entre as planícies secas do norte. evitados, na melhor das hipóteses. Kitsuki Rinjin, no
Cada corte de inverno queria ter uma cópia de qualquer entanto, conseguiu barganhar com seus charme natural e
novo trabalho que a donzela Ikoma tinha publicado naquele natureza amigável uma defesa contra esses preconceitos.
ano, e Kazue teve a honra de ser convidada ainda jovem à Mesmo quando criança, Rinjin já se fascinava com
própria Corte Imperial pelo menos três vezes. Essas visitas o conceito de morte – não no sentido espiritual, mas no físi-
só aumentaram sua lenda crescente, conforme seu co. Como uma coisa viva se degrada e retorna ao ciclo natu-
comportamento amigável e barulhento causou bastante ral é um mistério interminável que ele passou sua vida ten-
agitação... de fato, diz-se que o próprio Imperador riu com o tando desvendar. Para isso, os ritos funerários, a detenção e
comportamento franco e alegre dela. os variados estados de decadência devidos à morte natural
Kazue sempre conseguiu andar sobre uma tênue ou não natural, e as marcas da sujeira são infinitamente fas-
linha entre ser uma cortesã e uma guerreira, uma bêbada cinantes para ele. Muitos são afastados pelas perguntas ma-
inveterada e uma samurai-ko honrada, uma mulher jovial e cabras que ele faz, mas poucos são capazes de negar ao en-
cantador Kitsuki algumas respostas mais, e ele é geralmente Otomo Hiroshi
cuidadoso para não exceder a paciência de outros. A Hiroshi é um jovem simpático e inquisitivo que usa
maioria dos eruditos no campo de Rinjin geralmente são o corte de cabelo samurai formal e uma barbicha bem
gente severa e insensível, mas sua natureza amistosa arrumada. Ele passou a maior parte de sua vida até agora
permitiu que viajasse muito e localizasse muitas fontes de isolado das propriedades da família Otomo, estudando e se
informação que normalmente são negadas a seus pares. preparando para deixar sua marca no mundo. No entanto,
Naturalmente, Rinjin chamou a atenção dos Kuni, seu temperamento erudito o tornou mal adaptado ao
cujos shugenja e estudiosos têm procurado muitas vezes mundo implacável da política. A família reconheceu desde
respostas sobre esses temas em outros Clãs, apenas para cedo que enviar Hiroshi para o covil da política só faria com
serem afastados com nojo. Vários sensei da Escola de que parecessem ineptos, e preferiu encorajar seu lado
Shugenja Kuni foram rápidos para estabelecer uma amizade intelectual. Seu talento especial para lembrar datas e
com o jovem Kitsuki, e eles começaram a emprestar sua lugares acabou levando-os a marcar um encontro com um
autoridade para ele, a fim de lhe conceder viagens gratuitas Escriba Imperial oficial, que o nomeou para o mesmo cargo.
e acesso a indivíduos importantes pelos quais ele seria Hiroshi vê sua missão em Kyuden Kurogane-Hana
considerado muito insignificante para se aproximar. Rinjin como uma grande oportunidade. Ele acredita que as 67
está muito feliz em compartilhar suas descobertas com seus histórias oficiais do Império têm subestimado o significado
aliados entre os Caranguejos. Recentemente, no entanto, o deste castelo, e sua intenção é corrigir essa supervisão tão
estudioso do Dragão começou a se perguntar sobre as dramaticamente quanto possível. Consequentemente, ele
motivações de dois dos sensei shugenja com os quais está constantemente cutucando cada canto do castelo e
trabalha, e ele reteve certas informações por medo de questionando cada residente, tentando descobrir contos
como epoderiam ser usadas em mãos inescrupulosas. ocultos e segredos antigos que provarão o significado do
Apesar de sua natureza envolvente, a vida de Rinjin castelo. Sua guarda-costas, Seppun Tokari (Miharu Seppun
ainda é de relativa obscuridade. Afinal, um sorriso amigável 1) acha Hiroshi um protegido difícil, uma vez que ele tem
só pode ir tão longe quanto para dissipar a reputação de uma tendência a fugir sozinho e fazer perguntas não muito
seu assunto desagradável, sem falar na atitude geral de políticas a pessoas importantes.
desprezo pela pequena e não convencional família Kitsuki. Hiroshi é solteiro e está à procura de uma esposa
Rinjin aceitou que o melhor que ele pode esperar é que o adequada para administrar sua casa e continuar sua família.
trabalho que deixa para trás seja lembrado, mesmo que ele Escolas: Seiyaku Otomo 2
próprio seja rapidamente esquecido. Onde outros podem Honra: 3,8
achar isso uma causa de tristeza, o Dragão abraçou a Glória: 3,0
inevitabilidade de seu destino, e aqueles que o conhecem Status: 3,0 – Escriba Imperial
às vezes o descrevem como “alegremente fatalista”. Perspicácia: 167
Se Kitsuki Rinjin estiver em Kyuden Kurogane-Hana, Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 3, Fogo
ele naturalmente passará a maior parte de seu tempo em 3, Terra 2, Vácuo 3
Shinden Emma-O, um ponto de parada para seus estudos. Vantagens: Escriba Imperial, Memória Precisa
Aqui ele encontrou uma fonte fascinante de informações, Desvantagens: Fascinação: Segredos
conforme samurais de muitos Clãs vêm para celebrar seus Perícias: Acupuntura 1, Caligrafia: Rokugani 2, Ca-
antepassados. Ele é genuinamente curioso sobre outros valaria 2, Conhecimento: História Rokugani 4, Conhecimen-
visitantes e sobre o que pode possivelmente aprender com to: Lei Rokugani 2, Corte Rokugani 3, Defesa 1, Etiqueta 5,
eles em relação ao seu estudo primário, mas ele não é único Heráldica Rokugani 3, Intimidação 2, Investigação 1,
neste propósito. Como a maioria dos Kitsuki, o jovem Kenjutsu 1, Manipulação 3, Meditação 2, Narração 2,
estudioso tem uma mente afiada e pode apreciar qualquer Obiesaseru 3, Sinceridade 2, Teologia Rokugani 2
tópico que possa ser discutido (ou dissecado, por assim
dizer) em um nível intelectual. Ele sabe o suficiente para Shiba Akiko
não discutir os detalhes grosseiros ou descorteses do que Shiba Akiko é uma mulher dotada de um otimismo
estuda com aqueles que não estão igualmente interessados, quase impenetrável e de conduta impecável, um grande fei-
mas se alegrará uma vez que o assunto for abordado. to para alguém que já conheceu uma grande decepção atra-
Escolas: Investigador Kitsuki 3 vés de sua curta vida. Em sua infância, Akiko sonhava em
Honra: 3,6 frequentar a colégio Asako e estudar o conhecimento aca-
Glória: 1,5 dêmico e a etiqueta social. Durante os devaneios particular-
Status: 2,1 mente fantasiosos, ela até se perguntou se sua família po-
Perspicácia: 186 deria garantir um convite para os aliados do Clã entre a fa-
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 3 – mília Doji e deixá-la atender à sua famosa Escola de Corte-
Carisma 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 3 sões Doji. A família da jovem Shiba concordou que ela pos-
Vantagens: Aliados: Sensei do Dojô das Terras suía um comportamento encantador e extrovertido, e ela e-
Devastadas Kuni, Bênção de Fortuna: Benten ra bonita o suficiente para brilhar nas cortes, aparentemen-
Desvantagens: Destino Negro te tornando-a perfeita para alguém que pudesse represen-
Perícias: Acupuntura 3, Autópsia 4, Caligrafia: tar a família como diplomata. Quando tinha idade suficien-
Rokugani 3, Conhecimento: Lei Rokugani 1, Corte Rokugani te, Akiko foi matriculada na Escola de Cortesões Asako.
7, Defesa 1, Etiqueta 4, Ichi Miru 4, Intimidação 1, Kenjutsu No entanto, ao iniciar seus estudos, tornou-se
2, Meditação 2, Nazodo 4, Sinceridade 3 dolorosamente claro que o idealismo juvenil tinha se
tornado uma firme e problemática prisão na alma de Akiko. Glória: 1,7
Enquanto outros tentavam ensiná-la a ficar em silêncio Status: 2,1
porque seria descortês ou até mesmo potencialmente Perspicácia: 197
vergonhoso falar, ela se recusava a aprender e insistia em Atributos e Anéis: Água 2 – Força 3, Ar 4, Fogo 3 –
falar sempre que alguém não estava sendo inteiramente Agilidade 4, Terra 3 – Vontade 4, Vácuo 3
verdadeiro ou estava falhando em viver de acordo com os Vantagens: Escolas Múltiplas, Irrepreensível,
padrões mais rígidos do bushido, do Tao de Shinsei ou de Resistência à Magia (4)
grandes personalidades reverenciadas pela Fênix, como Desvantagens: Amor Verdadeiro, Idealista, Incapaz
Isawa ou Shiba. Além disso, ela tinha uma paixão particular de Mentir
por confrontar aqueles que tentavam se esconder por trás Perícias: Cerimônia do Chá 1, Conhecimento:
de manipulações e distorções da lei e da etiqueta. Enquanto Shugenja 3, Corte Rokugani 1, Defesa 5, Etiqueta 3, Iaijutsu
ela não era rude ou violenta enquanto fazia isso, ela foi, no 4, Kenjutsu 4, Kyujutsu 3, Naginata 3, Meditação 3,
entanto, inflexível em seus confrontos. Enquanto os Asako Tantojutsu 4, Teologia Rokugani 2, Yarijutsu 3
nunca tentaram treiná-la para dobrar ou ignorar a verdade
como os Bayushi ou mesmo os Doji poderiam ter feito, eles Shosuro Mieko 68
sabiam que ainda era de vital importância ser capaz de lidar Shosuro Mieko é uma mulher simples para os
com essas situações de forma adequada (ou, às vezes, padrões Escorpiões, e é mais comumente reconhecida por
esquecê-las completamente), e estava claro que Akiko não sua máscara (um elaborado véu rendado que cobre todo o
ouviria a orientação deles. seu rosto), em vez de por qualquer característica pessoal
Após um ano de treinamento com os Asako, Akiko distintiva. Embora seja a cortesã representante do
foi enviada de volta à sua família. Os Asako foram graciosos, Escorpião em Kyuden Kurogane-Hana, ela muitas vezes
afirmando que Akiko mostrou grande potencial para um segue os comandos de cortesões visitantes do Escorpião.
treinamento mais tradicional dos Shiba, e talvez fosse bem Essa deferência raramente é entendida por estranhos, que
melhor para o Clã se ela fosse instruída nas artes do simplesmente aceitam isso como mais uma inexplicável
combate. Akiko estava amargamente desapontada, mas, fiel estranheza da máquina política do Escorpião.
a sua natureza, ela aceitou os comentários sobre seu Àqueles dentro do Clã, no entanto, faz todo o
potencial não como a desculpa educada que eles eram. Era sentido. Isto é porque o objetivo de Mieko aqui não é
seu dever servir ao Clã, independentemente de quaisquer realmente político, embora certamente não lhe careçam
sonhos que pudessem residir em seu coração, então ela habilidades políticas. Em vez disso, o Escorpião escolheu
mudou o foco de sua vida sem reservas. este local para ela por seu status: uma corte de tamanho
Felizmente para ela, o sangue Shiba corria forte em moderado, onde novos cortesãos podem praticar suas
suas veias e ela era realmente talentosa nas artes marciais, habilidades em um palco razoavelmente grande, mas ainda
bem como possuía a mente afiada e os reflexos necessários obscuro o suficiente para que, se os mesmos cortesãos
para se tornar uma yojimbo. Entretanto, no tempo que ela cometerem erros, nenhum dano permanente seja causado
tinha para si mesma, ela ainda praticava as artes da corte – ao Escorpião. A tarefa de Mieko é auxiliar os cortesãos em
a pronúncia, os comportamentos, as petições cuidadosas ascensão para que brilhem com talento real, e transmitir
necessárias para declarar a verdade sem ofensa. Seu sensei seus julgamentos a seus superiores. Ela também mantém
na Escola de Bushi Shiba não negligenciou esta faceta de vigilância específica aos jovens cortesãos que poderiam ser
sua estudante, assim, quando o tempo veio para que Akiko candidatos potenciais às fileiras dos Supai Escorpiões, à qual
recebesse uma posição, sugeriu-se que deveria ser atribuída ela própria pertence. Ela tem um olho afiado àqueles que
a um diplomata Asako menor como guarda-costas. podem dizer uma mentira de forma convincente e que
Não demorou muito para Akiko se apaixonar por estão dispostos a colocar sua própria reputação em risco
Asako Nishi, mas ela está determinada a manter suas emo- em nome do Clã.
ções sob controle. O cortesão é tudo o que Akiko admira Recentemente Mieko recebeu a notícia de um
nos Asako – é honrado, dedicado à sua causa e, apesar de recruta em potencial que chegaria em breve. De maneira
sua própria perda e pesar, serve ao Clã com todo o seu incomum, a carta acompanhava uma advertência de que o
coração. Ela está ciente de que Nishi será casado com uma recém-chegado deve ser vigiado e supervisionado de perto,
mulher horrível e indigna, mas nunca fala uma palavra torta sugerindo fortemente que Mieko assumisse um papel mais
sobre a noiva, tornando-o o único tópico que ela escolhe ativo na corte do que o habitual enquanto seu novo candi-
evitar totalmente. Akiko tem sido um auxílio inestimável ao dato estiver presente. Também foi sugerido que, se ela não
cortesão Asako, já que ele pode confiar nela para entregar achasse o jovem adequado ao treinamento dos Supai, as
mensagens e lidar com pequenos negócios da corte em seu consequências para ele seriam graves – talvez fatais. Mieko
nome – permitindo que efetivamente esteja em dois luga- inicialmente não tinha certeza do que fazer com a
res ao mesmo tempo (pelo menos durante os momentos advertência, mas uma vez que o novo Escorpião chegou –
que Akiko pode ser convencida que ele está em segurança). um homem chamado Bayushi Kyogi – ela rapidamente viu
A mente de Akiko sabe que Nishi nunca a amará em exatamente o que seus superiores queriam dizer.
retorno, mas seu coração ainda sonha que ele possa fazer Por agora, Mieko está desempenhando o papel de
isso, e ela se dedica a ele e a sua missão completamente. uma cortesã mais energética do que estava acostumada,
Escolas: Bushi Shiba 1/Yojimbo Shiba 1/Artista certificando-se de que os interesses do Escorpião não sejam
Shiba prejudicados pela inexperiência do seu novo companheiro.
Honra: 4,4
Escolas: Cortesã Bayushi 3/Lealista Escorpião/Supai problemas, sua pequena conversa ou qualquer outra coisa
Escorpião 1 que pudesse estar em suas mentes.
Honra: 1,4 Infelizmente, Rin já havia passado tempo suficiente
Glória: 3,0 nos campos de arroz para obter uma aparência sofrida
Status: 2,5 como um camponês. Suas mãos calejadas são horrendas
Perspicácia: 202 aos olhos da corte e seu rosto queimado pelo sol não
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 5, Fogo 3 – melhora esta situação. Ela envelheceu rápido diante da vida
Inteligência 4, Terra 2, Vácuo 3 rural, mais marcada do que um típico camponês rokugani.
Vantagens: Chantagem: Muitas, Discreto, À luz dos dons de Rin, o Pardal providenciou que
Engenhoso recebesse o treinamento adicional dos Doji, aproveitando
Desvantagens: Segredo Sombrio as conexões tradicionais entre os dois Clãs. Os Doji ensina-
Perícias: Atuação 1, Caligrafia: Rokugani 2, Cifra 2, ram-lhe os fundamentos da etiqueta da corte e das mano-
Conhecimento: Bushido 2, Conhecimento: Lei Rokugani 1, bras sociais. Infelizmente, o Pardal tinha apenas alguns fa-
Corte Rokugani 4, Defesa 1, Etiqueta 4, Falsificação 1, vores menores para gastar em sua educação, então dentro
Fofoca 4, Furtividade 4, Heráldica Rokugani 2, Intimidação de um ano ela se encontrou de volta às terras de seu Clã, 69
3, Investigação 2, Jogos 2, Manipulação 3, Sedução 3, sem atender à Escola de Cortesões Doji. No entanto, sua
Sinceridade 5 breve permanência fora a infundiu com um ardente desejo
de ver mais do Império. Os lordes do Pardal consideraram
Suzume Rin que ela estava realmente apta para servi-los fora de suas
Rin representa um problema que ocorre de vez em terras, e a enviaram a Kyuden Kurogane-Hana para
quando nas fileiras do Pardal – um jovem nobre com gran- representar os interesses do Pardal. O Clã Menor nunca
des talentos para falar em público e comportamento cortês, havia estabelecido uma presença lá, embora eles tivessem
mas talentos que florescem mais tarde do que seus iguais. ouvido que era uma corte menor de interação política.
O Clã Pardal é tradicionalmente adepto de atitudes Desde sua chegada, Rin fez um grande número de
menos “adequadas” de interação com os camponeses e de amigos, aproveitando todas as oportunidades para
fazer o trabalho braçal no campo, mas a liderança do Clã é conhecer novas pessoas, aprender suas histórias e escrever
pragmática o suficiente para perceber que eles devem fazer sobre isso em seus diários. Ela acredita que está começando
o possível para mostrar uma face mais refinada ao resto do um grande trabalho que mostrará as atitudes e vidas de
Império. Para esse fim, os jovens samurais cujos talentos vários samurais diferentes dos Clãs de toda Rokugan.
lhes servem para representar o Pardal nas cortes são Através deste trabalho ela espera trazer melhor
frequentemente separados de seus parentes e dispensados compreensão do Império àqueles de seu Clã que não são
do trabalho servil e de outras tarefas físicas que a maioria tão afortunados quanto ela.
dos samurais do Pardal executa rotineiramente. Isso Escolas: Bushi Suzume 1/Artista Kakita 1
garante que o futuro cortesão não carregue a marca Honra: 3,6
reveladora de mãos calosas, atitudes excessivamente Glória: 2,1
empáticas aos camponeses e a atitude grosseira geral que, Status: 2,3
de outra forma, os colocaria em uma desvantagem severa Perspicácia: 155
na maioria das cortes. Atributos e Anéis: Água 2 – Força 3, Ar 3, Fogo 3 –
Ocorre de vez em quando, no entanto, que os Agilidade 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 2
samurais com talento cortês não sejam reconhecidos até Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Escolas
depois de já terem passado vários anos servindo ao Clã Múltiplas
conforme sua tradição. Rin é uma jovem samurai-ko que foi Desvantagens: Pequeno, Semblante Incômodo
testada para sua aptidão com a lâmina antes de qualquer Perícias: Atletismo 2, Caligrafia: Rokugani 2,
outra coisa. Dado o fervor e a alegria que ela teve pelo Composição 2, Conhecimento: História Rokugani 3,
treinamento de combate, os lordes da família Suzume Conhecimento: Lei Rokugani 1, Corte Rokugani 3, Defesa 1,
acreditavam que ela estava destinada a se tornar uma bushi Diplomacia 3, Etiqueta 3, Iaijutsu 1, Katana 4, Kenjutsu 4,
talentosa e nada mais, e ela serviu nos campos durante o Narração 4, Sinceridade 3, Teologia Rokugani 2
plantio e a colheita como todos os outros soldados Pardais.
Vários anos mais tarde, o sensei Pardal notou como Toku Irui
Rin desfrutava de todos os aspectos da vida – incluindo a Toku Irui é uma cortesã do Clã Macaco, mas seu
conversa – com paixão e alegria igualmente claras. Seus status como cortesã é principalmente em virtude
professores poderiam pedir-lhe para que separasse um simplesmente de não brilhar em qualquer outra coisa.
alqueire de arroz em uma centena de pilhas igualmente Desde uma idade tenra, Irui era muito mais interessada nas
perfeitas e ela obedeceria sorrindo para si mesma o tempo fofocas e na moda da corte do que qualquer coisa que seria
todo. A jovem estava genuinamente interessada em todos considerada útil pela maioria de seu Clã. Seu sensei a
os tópicos possíveis e seu sensei percebeu que isso poderia descreveu como uma estudante medíocre quando se sentiu
ser um traço muito eficaz na corte, afinal quase qualquer generoso, mas com mais frequência ele dizia “atroz,
um pode facilmente ser convencido a falar sobre si mesmo, simplesmente atroz”. Sua carreira como bushi estava
e se Rin tinha paciência para ouvir, eles poderiam se abrir. condenada desde o início e, se não tivesse demonstrado
Aqueles que lidavam com ela sempre gostavam muito de alguma aptidão para a diplomacia, teria sido, na melhor das
sua companhia, pois ela escutava com seriedade seus hipóteses, casado com algum marido qualquer. Seu
treinamento de combate terminou e a ela foi dada alguma Yasuki Jin
modesta instrução sobre os caminhos da corte – em que ela Yasuki Jin é um homem pequeno para os padrões
mostrou resultados um pouco melhores, embora ainda não rokugani, e minúsculo para os padrões do Caranguejo.
fosse uma estrela. Mesmo assim, ele consegue se destacar em uma multidão.
Uma vez que ela (finalmente) passou por seu O charme e a energia de Jin rapidamente chamaram a
gempukku, Irui foi enviada como um auxiliar de uma corte atenção do sensei Yasuki, e ele foi preparado para um papel
Louva-a-Deus, principalmente porque seus superiores não na corte desde cedo. Ele se destacou como um excelente
poderiam pensar em nada melhor para ela fazer sem aluno que rapidamente compreendeu tanto as
prejudicar o Clã. Lá, ela mergulhou avidamente na cena da complexidades da negociação cortesã quanto os campos de
corte, devorando boatos e fofocas como se faminta. Seu comércio e mercantilismo mais tradicionais dos Yasuki,
interesse mais básico era imutável ao longo de sua fazendo dele uma celebridade no dojô.
permanência – moda de vestuário e acessórios. Depois do Após seu gempukku, Jin inicialmente se concentrou
estilo de vida (e de roupas) simples das terras do Macaco, em fazer um nome para si mesmo como um patrono
os trajes extravagantes e os estilos sempre em mudança da mercantil. Ele tinha uma habilidade para encontrar bons
corte do Louva-a-Deus lhe eram fascinantes e viciantes. negócios e – muitas vezes mais importante que isso – para 70
Mesmo assim, seu Clã viu que as cortes eram o evitar problemas. Embora ele tenha certeza de sempre
lugar mais útil para Irui, e certamente serviam a seus gostos enviar muitos lucros de volta para o Clã, ele também
muito melhor do que a vida de um bushi faria. Ela melhorou pessoalmente sua vida através de seu sucesso,
representaria o Clã sem dano e poderia até ser capaz de especialmente na forma de roupas e empregados. Para os
construir algumas conexões ou alianças, ou talvez fosse padrões Yasuki, Jin é elegante, e faz questão de sempre
mais útil mediante um casamento com outro Clã. seguir as últimas tendências de moda e estética.
Independente de seu possível destino, era claro que o À luz do sucesso de Jin no reino comercial, o Clã
melhor era trazê-la de volta do outro lado do mar. decidiu dar-lhe uma chance de provar que seus talentos
Irui passou os próximos anos servindo seu Clã em também podem servir ao Clã na diplomacia mais
várias cortes menores. Seus objetivos eram sempre simples, convencional. Sua missão em Kyuden Kurogane-Hana é sua
e ela nunca fez muito progresso para obter acesso às cortes primeira chance de fazê-lo, e ele aborda as negociações
maiores, embora ela teria adorado ter feito isso – afinal, lá aqui com a mesma mistura de entusiasmo, determinação e
ela poderia finalmente estar na vanguarda da moda em vez implacável encanto que ele usou anteriormente em seus
um ano atrasada. esforços mercantis. Falar com Jin pode ser cansativo. Ele é
Muito pouco sobre Irui mudou desde aquela implacável, tanto em sua boa alegria quanto em sua busca
época, embora sua comitiva tenha aumentado em tamanho por bons negócios, independentemente de se tratar de
para lidar com sua coleção enorme e cada vez maior de favores ou koku. Do ponto de vista de Jin, não há realmente
roupas. Ela está sempre vestida com o estilo mais recente e nenhuma diferença entre os dois. Ambos são simplesmente
não pode ficar fora de moda nunca. Ela pode passar horas a moeda de seus respectivos mercados.
intermináveis na corte discutindo as últimas tendências em Objetivo principal de Jin na corte de Kyuden
projetos de quimonos ou bordados, ou sobre os talentos Kurogane-Hana é construir uma rede de favores e aliados
das costureiras e dos alfaiates mais famosos do Império, em com a quel possa confiar no futuro. Ele conscientemente
técnicas de amarrar o obi, ou sobre o que os cortesãos cultiva amizades com todos, independentemente de Clã ou
usaram na última Corte Imperial. Infelizmente, ela não tem posição, e está tão feliz discutindo estilos de roupas com
as perícias de corte necessárias para ser convidada às cortes Toku Irui quanto conversa o mais mórbido de tópicos com
de maior prestígio. Sua nomeação a Kyuden Kurogane-Hana Kitsuki Rinjin. Ele é um talentoso jogador de go e muitas
é sua realização a mais notável em sua carreira até agora, e vezes confia no jogo para quebrar o gelo com os outros.
requeriu diversos anos para conseguir. No seu ritmo atual, Quando ele não tem mais nada para fazer, ele geralmente
ela pode receber um convite para Kyuden Doji quando pode ser encontrado jogando contra seu guarda-costas.
estiver próxima a se aposentar. Escolas: Mercador Yasuki 2
Escolas: Bushi Toku 1 Honra: 1,5
Honra: 2,4 Glória: 2,1
Glória: 2,3 Status: 2,0
Status: 1,0 Perspicácia: 157
Perspicácia: 139 Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 2 –
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 2, Fogo 3, Terra 3 – Carisma 4, Fogo 2 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 2
Vontade 4, Vácuo 2 Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Riqueza (4)
Vantagens: Servos: muitos Desvantagens: Pequeno
Desvantagens: Fascinação: Moda, Fofoqueiro, Perícias: Adestramento 1, Atletismo 2, Avaliação 5,
Insensível Comércio 5, Conhecimento: Lei Rokugani 4, Conhecimento:
Perícias: Atletismo 1, Caça 1, Caligrafia: Rokugani 1, Terras Sombrias 2, Corte Rokugani 3, Defesa 2, Etiqueta 6,
Cerimônia do Chá 1, Conhecimento: História Rokugani 1, Furtividade 2, Heráldica Rokugani 2, Intimidação 1, Jogos 2,
Conhecimento: Moda 5, Corte Rokugani 3, Defesa 1, Kenjutsu 2, Kuenai 2, Narração 3, Ofícios: Alfaiataria 1,
Etiqueta 3, Fofoca 3, Heráldica Rokugani 3, Investigação 1, Sinceridade 3, Teologia Rokugani 2
Kenjutsu 1, Kyujutsu 1, Sinceridade 2, Teologia Rokugani 1
Yoritomo Gendou Gendou veio a Kyuden Kurogane-Hana durante
Poucos diriam que Gendou ganhou sua posição por uma visita a um de seus contatos, e permaneceu desde
perícia, determinação ou trabalho duro. Embora ele seja um então por diversos meses. O castelo é como uma roda
dos mais poderosos patronos mercantis da família constantemente girando em oportunidades, e para um
Yoritomo, ele ganhou uma reputação de ser um bruto homem como Gendou isso não é algo facilmente afastado.
alcoólico, intimidando seu caminho através de obstáculos Ele aproveitará qualquer oportunidade para avançar tanto
ao invés de tentar mesmo o mais leve toque da graça social. sua própria posição quanto a do Louva-a-Deus. No entanto,
Aqueles que lidam regularmente com Gendou não gostam ele não é tolo e não vive o tempo que tem perseguindo
dele, e fazem o que ele deseja apenas por medo do que metas impossíveis ou desafiando inimigos imbatíveis.
poderia acontecer se não o fizessem. Gendou ganhou (e Quando dada a oportunidade, Gendou tem grande
manteve) muitos contratos comerciais e favores por pura prazer em envergonhar aqueles que poderiam se considerar
sorte, tropeçando na oportunidade certa na hora certa, melhores do que ele. Isso muitas vezes significa expor os
quando estava claro que ele não tinha ideia de como fazer o cortesãos Doji e Bayushi na corte quando há uma boa
que tinha definido para fazer. chance de fazê-lo ou vencer um Yasuki em uma negócio
Ou assim parece à maioria. comercial (algo que ele está feliz em fazer, apesar das
71
Na verdade, Gendou cautelosamente construiu relações geralmente amigáveis entre o Caranguejo e o
cada negociação comercial, cada acordo político e cada Louva-a-Deus tanto no comércio quanto nas cortes).
tratado em torno de uma imagem falsa. Ele faz parecer que Escolas: Cortesão Yoritomo 3
no final alguma revelação de última hora ou vantagem cai Honra: 0,9
em seu colo, ganhando o dia para ele contra todas as Glória: 3,4
probabilidades. Na verdade, o velho Yoritomo sempre Status: 3,5
mantém suas vantagens desde o início, habilmente Perspicácia: 191
ludibriando seus adversários a um falso senso de Atributos e Anéis: Água 3, Ar 2 – Reflexos 4, Fogo 3
superioridade e vitória inevitável. A tática funciona várias – Agilidade 4, Terra 4 – Vontade 5, Vácuo 2
vezes, apesar de ocasionalmente outros atentarem a ela. Vantagens: Engenhoso, Mente Clara, Patrono
Gendou tem um outro fator a seu favor – ele não tem Mercantil
escrúpulos sobre como essas vantagens são obtidas. Desvantagens: Compulsão: Saquê (-2)
Embora ele certamente tenha certeza de ter mais Perícias: Atletismo 3, Avaliação 5, Comércio 5,
informações do que outros e usá-las habilmente, ele Conhecimento: Lei Rokugani 3, Corte Rokugani 3, Defesa 4,
também tem sido conhecido por ameaçar queimar o templo Etiqueta 2, Furtividade 3, Intimidação 7, Jiujutsu 5, Kuenai 1,
de um monge, e forçar homens orgulhosos a adicionarem Kyujutsu 1, Poesia 1, Prestidigitação 5, Sinceridade 4,
seus selos a um contrato enquanto ele aperta suas Tantojutsu 2, Venenos 1
gargantas. Mais tarde, poucos estão dispostos a admitir que
foram humilhados por um homem tão repulsivo.
Se Gendou fosse simplesmente um manipulador
habilidoso ou um valentão convincente, outros veriam seu
padrão e aprenderiam com ele. No entanto, as coisas que
Gendou arrecada em seu favor para conseguir ganhos
“afortunados” de última hora parecem vir de lugar nenhum.
Isto adiciona raiva a seus rivais, e em negociações mais
atrasadas, eles praticamente saltam na possibilidade de
finalmente colocar o comerciante em seu lugar, fazendo
geralmente mais erros em sua precipitação.
Gendou não é um planejador impecável, mas é um
homem astuto que não vê limites sobre o que está disposto
a fazer para alcançar seus objetivos. Ele muitas vezes tem
que se defender fisicamente, e outros ficarão bastante
surpresos que o grande bêbado seja rápido e capaz em uma
luta... e que nunca luta de forma justa.

Cadê os Mapas?
Nós deliberadamente nos abstivemos da apresentação de uma planta detalhada ou um mapa oficial para
Kyuden Kurogane-Hana. Uma vez que o objetivo é que seja um Cenário genérico que pode inserir em qualquer
Campanha, prender o Narrador a uma disposição detalhada específica diminuirá suas possibilidades de personalizar o
castelo às suas necessidades. Da mesma forma, se o Narrador planeja algum tipo de perseguição ou mistério dentro do
próprio palácio, uma planta detalhada pode ser desvantajosa por interromper a história que ele planeja contar.
Dito isto, sabemos que muitos jogadores e Narradores desfrutam de plantas baixas. Muitos suplementos
publicados nos primeiros anos de A Lenda dos Cinco Anéis, como a série de livros “O Caminho dos Clãs”, continham
exemplos de plantas de castelos notáveis dentro de Rokugan. Narradores interessados são convidados a consultarem
esses livros.
aqueles anos. Satisfeito e impressionado com esta resposta,
PARTE III: O COVIL o Imperador proclamou-o o primeiro samurai da família
Heichi e o fundador do Clã Javali.
Adiante se encontra tanto um Cenário de Campa- Infelizmente, apesar de ter estabelecido uma repu-
nha próprio dentro de Rokugan quanto uma grande verda- tação de guerreiros fortes e tenazes e especialistas em mi-
de oculta do Império de Rokugan: a sobrevivência do Javali. neração, o javali sobreviveu por menos de dois séculos. No
início do sexto século, um usuário de maho chamado
História Agasha Ryuden se infiltrou no principal castelo do Clã, Shiro
Heichi. Ryuden sabia que, sob as terras do Javali, havia o
sangue do Primeiro Oni, morto na Primeira Guerra, que se
A História do Javali transformou em um minério poderoso. Usando maho, Ryu-
A história do Javali é estranha e misteriosa, muitas den sacrificou a maior parte do Clã Javali e usou o sangue
vezes esquecida na Rokugan moderna. Os membros do Primeiro Oni para criar a Bigorna do Desespero, um po-
originais do Clã faziam parte de uma expedição do deroso artefato que passaria a assolar a história do Império
Caranguejo enviada no final do século IV para estabelecer com a criação de muitos nemuranai terríveis e malditos.
minas de ferro e aldeias numa porção das Montanhas 72
Quando as autoridades Imperiais chegaram a Shiro Heichi
Crepusculares. Eles desapareceram sem deixar rasto, para investigar o fracasso do Clã em pagar seus impostos,
isolados por deslizamentos de terra e terremotos. Uma vez parecia que o Clã havia simplesmente desaparecido. O
que as montanhas eram conhecidas como o lar de muitas Imperador finalmente declarou o Clã Menor dissolvido,
criaturas estranhas e espíritos perigosos, e o Caranguejo acabando com o legado orgulhoso do Javali.
tinha poucos recursos para poupar para uma missão de Desconhecido para a maioria, o que aconteceu foi
resgate, eles simplesmente assumiram que os samurais e os muito mais complexo do que apenas o ataque de um shu-
camponeses haviam perecido. genja corrompido. Durante sua viagem inicial às Montanhas
Mais de sessenta anos depois, um contingente Crepusculares, os samurais do Caranguejo foram mantidos
samurai emergiu das montanhas e viajou para a Capital em cativeiro pelo Shakoki Dogu, um poderoso espírito da
Imperial, oferecendo presentes de jade e ferro ao terra que havia acordado para proteger o sangue do
Imperador. O Hantei perguntou se o minério era o Primeiro Oni. Por solidão, o Shakoki Dogu manteve os
pagamento pelas terras, um teste sutil destes samurais – samurais entre o Reino Mortal e os Reinos Espirituais para
afinal, na verdade, todas as terras em Rokugan pertencem ajudá-lo em sua vigília. Hida Heichi finalmente o convenceu
ao Império. O líder do grupo, um homem que se chamava a deixá-los ir e jurou sempre proteger as montanhas.
Hida Heichi, respondeu habilmente que era simplesmente o Quando Agasha Ryuden quase destruiu o Javali sozinho, o
pagamento dos impostos Imperiais devidos por todos
Shakoki Dogu ficou aterrorizado e transformou os últimos Quando as notícias e as caravanas comerciais
samurais Heichi sobreviventes em espíritos, removendo-os deixaram de vir de Shiro Heichi, a vida no Covil continuou
do Ningen-do para sempre. Em anos posteriores, os inicialmente como sempre fora. Em primeiro lugar, Jomei
visitantes das Montanhas Crepusculares relatam sentir uma assumiu que os últimos mensageiros e embarques foram
presença misteriosa e ocasionalmente encontrar pequenas adiados pelo mau tempo, um problema frequente nas
estatuetas de humanoides grosseiramente entalhadas – os montanhas acidentadas. No entanto, depois de algumas
olhos do Shakoki Dogu no mundo. semanas, Jomei ficou preocupado e enviou vários de seus
melhores homens para entrar em contato com o resto do
A História do Covil Clã. Nenhum deles retornou. Logo depois, o Covil foi
Após a criação do Javali pelo Imperador, seu Cam- atacado por uma força de oradores de sangue, despachada
peão enviou várias expedições através das Montanhas Cre- por Agasha Ryuden para dispor deste remanescente
pusculares para detectar possíveis locais de mineração que persistente do Javali. Graças aos preparativos completos de
poderiam ser explorados pelo novo Clã Menor. Alguns locais Jomei e a seu estoque de jade, o ataque foi repelido,
encontrados já estavam ocupados pelo Caranguejo ou mes- embora a um grande custo para a população do Covil.
mo pela Garça, e o Javali teve que explorar mais, em busca Perturbado pelo ataque violento de usuários de 73
de lugares remotos, difíceis e perigosos (e não que isso os maho, Jomei novamente enviou batedores, desta vez com a
tenha perturbado, dada a sua história). Uma destas expedi- melhor caçadora, Heichi Juneiko, a Shiro Heichi. Depois de
ções foi mais longe do que qualquer outra. Conduzida por muitos dias, a líder da expedição voltou com uma notícia
um samurai chamado Heichi Jomei, ela conseguiu atraves- terrível: o Javali desapareceu de Rokugan. Jomei
sar uma das passagens mais difíceis na cordilheira, chegan- rapidamente reuniu o que restava de seu pessoal, dizendo-
do eventualmente a um canto remoto que nunca havia sido lhes o que tinha acontido e anunciando sua decisão. O Covil
explorado por qualquer rokugani. Era um pequeno planalto permaneceria a última fortaleza do seu Clã, para preservar a
completamente rodeado de montanhas, protegido da vista sua herança e a manter vigília eterna nas montanhas. No
exterior e protegido do clima ruim, acessível apenas através entanto, eles não poderiam arriscar deixarem seus inimigos
de um único caminho muito estreito. O planalto era bem saberem que ainda existiam. Portanto, Jomei proibiu
irrigado por córregos das montanhas, oferecendo a completamente que alguém deixasse o Covil sem sua
perspectiva de plantação de culturas. Acampando permissão. Sua existência seria, doravante, um segredo
imediatamente, Jomei enviou seus melhores batedores às para o mundo exterior.
montanhas circundantes, e encontrou vários veios de ferro Meia dúzia de samurais de outros Clãs estava
e até alguns de cobre e jade. A área parecia perfeita para presente quando Jomei fez seu anúncio, e ele lhes informou
um assentamento, apesar do seu afastamento de Shiro que a regra também se aplicaria a eles. Eles nunca seriam
Heichi, e a construção começou quase que imediatamente, autorizados a deixar o Covil, para não o revelarem. Alguns
enquanto Jomei chamou por reforços. atacaram os guerreiros do Javali, enquanto outros tentaram
Claro, transformar o lugar em um assentamento escapar ou se realizaram seppuku. Jomei ficou triste por ver
habitável foi um grande trabalho. Além disso, as montanhas suas mortes, mas sentiu que não tinha escolha.
eram habitadas por muitos predadores naturais, como
lobos e ursos, que não apreciavam a intrusão súbita dos O Isolamento
humanos em seus locais de caça. A primeira temporada de O Covil mudou apenas ligeiramente nos anos desde
inverno se provou extremamente áspera, com fortes neves que Jomei o isolou do Império. Jomei recusou o título de
e ventos amargos. Uma avalanche enterrou uma das Campeão Javali, tanto por não se sentir digno do título e
caravanas de abastecimento, resultando em fome e até porque reivindicar a posição arriscaria a exposição aos ini-
morte. Mas o povo sobreviveu, mostrando a tenacidade migos do Clã. Quando ele faleceu, seu filho tomou o nome
pela qual o Javali já havia se tornado famoso. A primeira de Jomei, e isso logo se tornou uma tradição, de modo que
colheita de arroz permitiu que a nova aldeia começasse a um Heichi Jomei sempre foi responsável pelo Covil. O lugar
crescer e prosperar, e o fluxo de comércio do minério de sobreviveu em isolamento quase completo, separado do
ferro permitiu que Heichi Jomei transformasse seu forte resto do Império e quase do próprio tempo. As pessoas usa-
temporário em um verdadeiro castelo. ram os recursos de suas minas para fazerem armas, arma-
O estabelecimento continuava perdido, duras e ferramentas. Os camponeses continuaram a cultivar
amplamente desconhecido fora do Clã Javali, e passou a ser nas montanhas, e os samurais suplementam o alimento
conhecido simplesmente como o Covil, um nome simples com a caça de pássaros. Os córregos das montanhas às ve-
baseado em sua localização remota e natureza altamente zes fornecem peixes, e as montanhas têm árvores suficien-
defensável. Ele expandiu suas operações de mineração, tes para suprir suas necessidades mínimas de madeira, car-
abrindo três grandes minas que vieram a ser conhecidas vão e papel. O Covil nunca mais foi próspero, mas sobrevi-
como os Três Irmãos, enquanto os aldeões cultivavam cada veu, e sua população é mais ou menos estável. A maioria
pequeno local que podiam plantar, construindo arrozais em dos samurais foi inicialmente obrigada a se casar com mu-
terraços para cima e para baixo através das encostas, lheres camponesas, uma vez que simplesmente não havia
tentando fazer o lugar o mais autossuficiente possível. mulheres samurais suficientes no Covil, e isso simplesmente
Muitos Javalis foram enviados ao Covil para protegê-lo foi ignorado educadamente por todos os envolvidos depois
contra predadores e impedir qualquer possível ataque dos que os casamentos foram concluídos. Samurais velhos
Clãs Maiores. Nenhuma ameaça real surgiu, mas Jomei e rasparam suas cabeças e construíram um pequeno mosteiro
suas tropas mantiveram vigilância. sob a liderança de um monge que estava em peregrinação
no local quando Agasha Ryuden atacou, preservando e os ronin com grande suspeita e é muito mais provável
ensinando os caminhos do Tao e das Fortunas. simplesmente matá-los do que aceitá-los no Covil.
No entanto, apesar do isolamento, o Covil não As Montanhas Crepusculares também são propen-
esteve completamente segregado do Império. Ao longo de sas a serem atacadas por criaturas das Terras Sombrias. Go-
muitos anos, pequenos grupos de samurais, monges, ronin, blins e ogros são as mais comuns, mas as criaturas mais exó-
cartógrafos e outras pessoas, ocasionalmente, tropeçaram ticas às vezes conseguem passar além da fronteira do Ca-
no Covil. Fugitivos camponeses e bandidos às vezes também ranguejo também. Uma extensa rede de túneis e cavernas
encontraram seu caminho, particularmente em tempos de pode ser encontrada em toda a região, e alguns samurais
grande tumulto no resto de Rokugan. O Jomei exigiu que acreditam que os túneis ligam a área às Terras Sombrias,
todos estes visitantes permanecessem com eles para que explicando a aparição em quantidade baixa, mas também
não expusessem a fortaleza escondida aos inimigos. Na constante, de monstros que afligem as montanhas, apesar
verdade, estes visitantes encorajaram ainda mais os Jomei dos melhores esforços do Caranguejo. Inevitavelmente,
em sua determinação em permanecerem ocultos, pois algumas destas criaturas ameaçam o Covil, e o Javali está
revelaram que o Javali fora oficialmente dissolvido pelo muito feliz pelo pequeno veio de jade em suas montanhas.
Imperador, aumentando a ameaça de que o Covil pudesse Alguns sugeriram que as criaturas são atraídas ao Covil 74
ser considerado uma violação da Lei Imperial ou um bando devido a algum mal antigo escondido sob as montanhas,
de ronin. Alguns destes visitantes foram mortos, enquanto embora Heichi Jomei e seus sucessores tenham sempre
outros aceitaram indignados ou de bom grado seu destino e rejeitado esta ridícula ideia de “mineral negro.”
se tornaram moradores do Covil. O Jomei até oferecia que O Velho e o Novo: Talvez a característica mais
os visitantes da casta samurai se casassem com a família peculiar do Covil seja como sua falta de interação com o
Heichi e se tornassem Heichi, embora apenas alguns exterior manteve os habitantes inconscientes sobre o resto
tenham aceitado isso. do Império. Ao olho de um rokugani típico, o lugar parece
Claro, um problema que se apresentou que ainda está no século X. As notícias ainda vêm ao Covil
imediatamente foi a questão dos impostos. Dado o histórico através de visitantes ocasionais que acabam achando o
de seu Clã, Jomei não poderia evitar a salvaguarda de parte lugar e, em algumas ocasiões, o Jomei organizou expedições
da produção do Clã para impostos, mas entrar em contato de espionagem para visitar o exterior – até mesmo criando
com o mundo exterior poderia significar revelar seu povo e a lenda dos ronin Heichi –, mas demoram anos ou mesmo
arriscar sua destruição. O primeiro Jomei supervisionou a décadas entre cada expedição, e de qualquer forma, o Covil
construção de um salão especial no castelo onde parte da é sempre muito lento para se adaptar. Por exemplo, o
produção das minas poderia ser armazenada com Retorno do Unicórnio pegou o Javali de surpresa muitos
segurança até o momento em que pudessem trazê-la de anos depois de acontecer. Da mesma forma, o Javali
volta ao Imperador. Os moradores do Covil consideram esta mantém túmulos tradicionais, apesar das advertências
tradição sagrada, e apenas os samurais mais confiáveis são ocasionais sobre o Decreto Imperial que ordena a cremação
designados para protegerem o salão. Apesar do pequeno (uma resposta à Primeira Ascensão de Iuchiban). Tumbas
tamanho do Covil, ao longo dos anos os impostos somaram ponteiam as montanhas em torno do Covil, criando uma
uma quantidade formidável, e os samurais se preocupam vulnerabilidade aos oradores de sangue, caso ataquem.
com o fato de ser uma soma suficiente para ameaçar a Por outro lado, o pouco conhecimento que o Javali
lealdade ou atrair bandidos. Cada um dos Jomei luta possuía tem sido estimado ao longo dos tempos, e os Javalis
sempre com a dúvida entre enviar estes impostos de volta conhecem os eventos dos séculos anteriores ao isolamento
para Rokugan, perguntando-se se é agora o momento certo no Covil como se tivessem acontecido ontem. Um aluno da
para se revelar ao Império, mas até agora eles continuaram história ou da genealogia de Rokugan ficaria encantado com
a seguir o caminho da cautela. o Covil, que manteve intactas muitas tradições antigas, for-
Perigos nas Montanhas: Nos muitos anos desde mas de linguagem e registros históricos. E, claro, as técnicas
que o Covil se isolou de Rokugan, os predadores naturais secretas da Escola de Bushi Heichi ainda são ensinadas aqui.
foram caçados em grande parte das montanhas As Técnicas são os legados mais importantes do Covil, e os
circundantes. No entanto, o Covil periodicamente enfrenta Jomei têm o cuidado de garantirem que sejam sempre
ameaças de natureza menos comum. repassadas à próxima geração.
Os bandidos representam um dos maiores perigos. É claro, os samurais ainda são humanos, e sua falta
Grupos de ronin e criminosos costumam usar as Montanhas de perfeição às vezes prejudica a existência geralmente
Crepusculares como um refúgio das forças do Caranguejo e harmoniosa do Covil. Em momentos de silêncio ou quando
da Garça, e há a constante ameaça que venham a tropeçar muitos convidados estão presentes, a agitação da liberdade
no Covil. Gangues algumas vezes descobriram a existência pode agitar o povo do Covil, e os debates surgem sobre se a
do Covil, atacando suas fronteiras ou tentando organizar política de isolamento ainda é apropriada. O primeiro e
ataques em larga escala na aldeia ou nas minas. Em pelo mais famoso exemplo disso aconteceu duas gerações após
menos uma ocasião, uma gangue descobriu os impostos o primeiro Heichi Jomei morrer. Jurei, o filho do atual Jo-
armazenados a partir de um aldeão capturado, e o líder da mei, começou a argumentar que era hora de o Javali retor-
gangue reuniu uma força muito grande e formidável com o nar a Rokugan, já que os oradores de sangue não se mani-
objetivo de atacar o castelo. Isso resultou em uma guerra festaram em muitos anos. Certamente, um novo Imperador
em pequena escala dentro das montanhas, durando vários seria simpático à causa do Clã Menor perdido e os restabe-
dias e custando mais de cem mortos em cada lado. Devido a leceria uma vez que seus impostos fossem remetidos. Jurei
isso e a outros incidentes semelhantes, o Javali tende a ver realmente havia deixado o Covil uma vez em uma missão
para obter medicamentos raros e tinha ficado fascinado Dormente. Estes contos são negados pelos Jomei do
pelo mundo maior de Rokugan. O debate atravessou o Clã, passado e do presente, mas isso pode ser apenas para
pois muitos ainda temiam que os usuários de magia profana manter a aparência de absoluta fidelidade às suas regras. O
pudessem retornar, ou duvidaram do destino de seu Clã em que é verdade, no entanto, é que os samurais são enviados
um mundo que os esquecera. Jurei trabalhou arduamente do Covil sempre que o Jomei obtém alguma dica de que o
para convencer o pai e o resto do Clã a mudar de ideia, mas Javali está operando no resto de Rokugan. Durante a Guerra
enquanto alguns concordavam com ele (particularmente dos Clãs, por exemplo, um ronin shugenja se dizia Heichi
entre as gerações mais jovens), seu pai se recusou a se Chokei e afirmava ser o herdeiro do Javali, e isso atraiu a
afastar de sua posição, determinado a proteger o Javali, atenção do Covil.
mesmo que significasse mantê-los presos em um mundo É uma triste verdade que aqueles enviados para
menor. Logo depois, ocorreu um incidente violento quando fora do Covil nem sempre voltam, dados os perigos do
um dos samurais mais jovens do Covil tentou escapar e foi Império. Na verdade, alguns optam por permanecer no
confrontados por sentinelas. Eles relutantemente o Império maior, em vez de retornar à estranha vida insular
mataram, e o evento levou Jurei e seus seguidores à fúria. A do Covil. O Javali prefere ignorar a possibilidade de que
batalha irrompeu dentro do Clã Javali, samurai contra alguns dos povos o abandonaram e apontam para a 75
samurai, enquanto os camponeses observavam e se sobrevivência do Covil como prova da integridade de seus
perguntavam se os seus lordes enlouqueciam. No fim, samurais.
Jomei encerrou o conflito civil matando seu filho em
combate pessoal, um ato que o deixou com o coração O Preço do Isolamento
partido. Ele se retirou para o pequeno mosteiro do Covil e O Covil foi segregado do resto do Império desde o
nomeou seu braço-direito o novo Jomei, deixando-lhe a início do século VI. Embora o Javali nunca tenha sido um Clã
tarefa de reconstruir as forças do Covil. conhecido por sua adesão à etiqueta ou por seguir as
Um Vislumbre do Exterior: Em poucas raras últimas modas da corte, este longo isolamento, no entanto,
ocasiões, o Jomei permitirá que alguns samurais custou-lhe muito. Avanços tecnológicos, técnicas marciais,
abandonem o Covil e viajem para Rokugan. Os motivos para novas táticas de batalha, lições das grandes batalhas contra
isso variam amplamente e podem incluir a busca de Iuchiban e as Terras Sombrias, novos feitiços, novos meios
recursos importantes (remédios, sementes para plantas que para detectar a Mácula... tudo isso e ainda mais foi negado
não crescem no Covil) ou tentar aprender se o Culto dos aos Javalis. As seções a seguir descrevem as informações
Oradores de Sangue ainda é uma ameaça. Às vezes, o Javali mais vitais as quais a família Heichi não tem acesso.
tentará recrutar samurais individuais ou camponeses Enterro: Após a Batalha das Sepulturas Roubadas e
especializados, especialmente se o Covil carece de alguma do surgimento do Culto dos Oradores de Sangue, Hantei XI
habilidade essencial. Por exemplo, em uma ocasião, uma proibiu o enterro dos mortos em Rokugan: de agora em
praga percorreu o vale e matou todos os monges no diante, todos os cadáveres deveriam ser cremados. Os
mosteiro, e uma expedição foi organizada para encontrar e oradores de sangue quase aniquilaram os exércitos de
recrutar novos monges para atender às necessidades Rokugan usando os cadáveres reanimados de seus
espirituais do Covil. Os convidados, é claro, nunca podem antepassados, e a única maneira de evitar uma repetição
deixar o Covil, pois se acredita que isso arrisque o segredo desta atrocidade era destruir os cadáveres. Rituais de
do lugar e, portanto, a sua sobrevivência. cremação elaborados foram desenvolvidos pela Irmandade
Enviar qualquer pessoa para fora do Covil é sempre de Shinsei e pelo Clã Fênix, e estes rituais foram utilizados
visto como um grande risco para o Clã Javali, e apenas os em toda a Rokugan. Os eta tiveram a dura tarefa de
mais confiáveis samurais são encarregados destas desenterrar os corpos dos mortos em cemitérios em todo o
expedições. Estes homens e mulheres devem ser grandes Império Esmeralda, desde as criptas dos lordes da Garça até
guerreiros, caçadores inigualáveis e também possuírem os humildes túmulos camponeses. O Leão lutou muito
mentes e intelectos afiados. Astúcia também é necessária, contra a ordem do Imperador, por seu amor pelos seus
uma vez que os exploradores do Javali devem dissimular ancestrais entrando em contradição com sua devoção ao
sua identidade e talvez inventar um disfarce para explicar dever imposto pelo Imperador, mas, no final, o Clã caiu em
seu comportamento e seu sotaque tão incomuns. Claro, si quando seu Campeão cremou o corpo de seu pai em um
qualquer mon ou outros símbolos de identificação são ritual público.
removidos antes que o samurai saia do Covil, e a armadura Isolados como estavam, os Javalis não aprenderam
é pintada de um marrom suave. O mai chong, a arma sobre esta ordem até quase dois séculos depois. Além disso,
tradicional no Clã, também não é trazida para fora do Covil, nunca a cumpriram. Embora os samurais convidados
pois é muito distintiva e reconhecível. tenham lhes contado sobre o Decreto do Imperador, eles
No entanto, alguns no Covil compartilham histórias não deram credibilidade. Um enterro honrado ainda é a
alegando que em algumas ocasiões, um grande número de recompensa final de um samurai, e o Javali não poderia
samurais abandonou o Covil, devido a tempos de grande acreditar que o Filho do Céu negaria isso aos seus súditos.
perigo no Império como um todo. Uma lenda afirma que Mesmo os heimin do Covil recebem suas próprias
quando uma aldeia no sopé das Montanhas Crepusculares sepulturas. Esta prática, infelizmente, poderia muito bem
correu o risco de ser destruída por algum grande mal, toda ameaçar destruir o Covil se os oradores de sangue
a força do Covil emergiu e lutou como um exército sem conseguissem tirar proveita dela.
bandeira. Outro relato afirma que o samurai do Covil lutou Vestimentas: Quando o Javali foi fundado, a casta
na grande batalha contra Iuchiban na Batalha do Rio samurais não usava regularmente quimono, kataginu ou
hakama. Um estilo de vestuário conhecido como hitatare Esmeralda que algum Magistrado Esmeralda fosse
era a norma. O hitatare consistia em uma camisa e uma designado a Heichi sano Negura. O magistrado atribuído foi
calça, ambas largas e penduradas, amarradas com arcos um jovem chamado Doji Yoshi, que veio com um
elaborados em torno do corpo de um samurai. Bushi em entusiasmo desenfreado ao cargo. Durante seu mandato, as
serviço ativo e patrulha normalmente usavam yoroi terras do Javali conheceram a paz. Infelizmente, Yoshi foi
hitatare, uma versão reduzida do vestuário, que deveria ser morto por um bandido pouco antes de o Covil interromper
usada sob armadura. As duas metades do hitatare o contato com o mundo exterior.
acompanhavam um obi, onde o samurai mantinha suas Desde então, o Javali viveu sem magistrados. Os
espadas, seus leques e outras necessidades. Normalmente, heimin e os eta, em grande parte, policiam a si mesmos
a metade superior de um hitatare era amarrada por uma mediante a nomeação de doshin, com apenas um
grande série de arcos no peito. envolvimento ocasional de samurais, e a justiça entre os
Após o Reinado do Crisântemo de Aço, o hitatare samurais é geralmente administrada pelos Jomei.
começou a cair em desuso em favor do quimono. Há muitas Ocasionalmente, surge um mistério real e, nestes casos,
razões para isso, desde a maior facilidade de produção do Heichi Jomei atribuirá a um samurai o dever de investigar e
quimono até o desejo da maioria dos rokugani por um novo resolver o problema. Depois que o caso for resolvido, o 76
começo depois do infeliz reinado de Hantei XVI. A produção samurai é simplesmente designado a outro dever.
diligente de seda da Garça e as quantidades da nova moda Dinheiro: No resto de Rokugan, cada Clã cunha
que o Clã de Doji entregava como presentes, sem dúvida, moedas com base em seus impostos de colheitas. A
também contribuiu para a queda do hitatare. quantidade de koku que pode ser cunhada é determinada
Mas no Covil, nunca houve um influxo de quimono pelo governo Imperial – e isso é uma função do Escritório
e dos outros estilos de moda. A durabilidade e a facilidade do Campeão Esmeralda e do Tesoureiro Imperial.
de criação do hitatare significaram que o Javali não viu Dentro do Covil, no entanto, não há como o Javali
necessidade de substituí-lo, especialmente devido aos receber a permissão do Imperador para cunhar novas
suprimentos limitados de roupas. Em épocas posteriores, os moedas. Apenas uma modesta quantidade de dinheiro
samurais convidados muitas vezes se tornaram objeto de estava em circulação no local quando o primeiro Jomei
piadas aos Javalis devido à sua falta de familiaridade com o escolheu isolar o Covil do Império e, ao longo dos séculos,
hitatare, e eles atribuem seus filhos o ensino dos recém- isso resultou em muito pouco para manter a economia local
chegados sobre como se vestir. Alguns convidados da Garça em funcionamento, apesar das adições ocasionais de
tentaram esclarecer o Javali quanto aos novos estilos de pequenas quantidades de moedas de convidados do Javali.
roupas, mas seus esforços foram em vão. Os Jomei cunharam secretamente zeni adicionais (a moeda
Celebrações: A chegada dos gaijin em Rokugan de menor valor na economia rokugani) para facilitar o
durante o reinado da Imperadora Hantei Yugozohime foi comércio adequado dentro do Covil. Eles lamentam esta
um período transformador para o Império. Com os navios violação técnica da Lei Imperial e esperam que, ao restringir
de Merenae e Thrane, vieram novas tecnologias, incluindo a as novas moedas àquelas de menor representação, a escala
estranha e terrível pimenta gaijin. Embora o uso desta e a seriedade da sua desobediência sejam minimizadas.
tecnologia tenha sido proibido, dentro de um século, os O Jomei e o Imperador: “Otosan Uchi é muito
fogos de artifício comemorativos tinham entrado nas longe daqui.” – Ditado no Covil
tradições de Rokugan. Embora estes fogos de artifício, Os samurais convidados ficam muitas vezes
denominados hanabi, fossem declarados oficialmente como confusos e inseguros quanto a devoção do Javali ao seu
criações alquímicas sem relação com os gaijin, na verdade líder, que ocupa a posição de Daimyo Provincial do Covil. À
eram uma tentativa de recriar a pimenta gaijin. Eles medida que o Covil ficou cada vez mais distante de
rapidamente se tornaram um elemento popular de Rokugan, o poder do Jomei aumentou para o controle
festivais. No século XII, os fogos de artifício são um quase absoluto do local.
elemento básico das celebrações da colheita de cada aldeia. Em Rokugan, a sociedade é estruturada como um
Em todas as pequenas aldeias do Império, menos espelho da Ordem Celestial. No topo desta ordem está o
no Covil. Os fogos de artifício exigem muitos componentes Imperador, o supremo e divino governante de Rokugan. A
difíceis de encontrar ou criar, e é preciso muitas semanas família do Imperador carrega o Mandato do Céu e as
para construir o hanabi usado em apenas uma noite de bênçãos do Tengoku. Portanto, não há força maior sobre o
celebrações. Este luxo está além dos escassos recursos do Ningen-do do que a palavra e a autoridade do Imperador.
Javali. Ocasionalmente, convidados trarão consigo alguns O Covil, no entanto, é governado por Heichi Jomei.
hanabi, mas isso é raro. Assistir a fogos de artifício não é Enquanto o Javali ainda reivindica lealdade ao Trono
algo facilmente esquecido por um Javali, e um convidado Esmeralda, na prática o Jomei tornou-se objeto de grande
capaz de trazer esta raridade será bem visto. Muitas vezes, parte da reverência que os samurais em outro lugar
podem demorar várias gerações entre estas ocasiões. reservam ao Imperador. O Jomei comanda o Covil com
Aplicação da Lei: Nos primeiros dias do Covil, havia autoridade absoluta, dirigindo tudo, desde decisões de
uma agitada transição de atividades. Os heimin estavam cultivo até alocação de alimentos no inverno. Não existe
sendo chamados para trabalhar nas minas dos Heichi, o força maior do que o Jomei para recorrer as queixas,
Caranguejo estava fortemente envolvido, e havia planos fazendo com que a palavra do daimyo seja tão clara quanto
para construir grandes estradas através das Montanhas a Lei Imperial. Não é preciso dizer que isso incomoda os
Crepusculares para dar apoio à nova população lá. Assim, o estrangeiros que se tornam convidados do Javali.
Campeão Javali, Heichi Batsuda, pediu a um Magistrado
77

para trás apenas um homem que havia sido ferido em um


Geografia deslizamento de rochas. Foi este homem a última pessoa a
ver Miya Akate e os Hiruma que o acompanhavam, e foi ele
O Covil fica em um amplo platô localizado entre as que nomeou o outro pico de Arrependimento.
Montanhas Crepusculares. Apesar de seu tamanho Nos tempos modernos, as montanhas representam
pequeno, o Covil consegue ser amplamente autossuficiente, um desafio aos jovens samurais do Javali. É considerada
contando com cultivos no planalto e pesca a partir dos uma honra subir ao topo da Esperança e deixar para trás um
córregos das montanhas, particularmente do grande rio pequeno símbolo de sua presença. Estas lembranças podem
conhecido como o Rio dos Três Cavalos. Armas e armaduras ser qualquer coisa – contas de oração, estátuas de
são feitas a partir de minérios extraídos das três grandes antepassados, às vezes até as espadas são deixadas no pico
minas locais, garantindo que os Javalis estejam bem da montanha. Escalar a montanha sem ajuda é uma façanha
equipados. Apenas uma estreita estrada sai do Covil, tremenda, e muitos falharam e morreram na tentativa, e o
conectando-o ao mundo exterior. sensei do dojô do Javali proíbe seus estudantes de tentarem
Ao leste e ao oeste do Covil estão as montanhas Ki- um ato tão imprudente. Apesar disso, o desafio que a
tai (Esperança) e Kaikon (Arrependimento). Os picos gê- montanha representa é muitas vezes muito atraente para
meos estão entre os mais altos das Montanhas Crepuscula- um jovem samurai hesitar. Alguns também tentaram
res, parecendo alcançar o próprio Tengoku com seus topos escalar Arrependimento, mas até hoje ninguém nunca teve
brancos e cobertos de neve. Elas, talvez mais do que as or- sucesso. Os que vão muito longe nunca mais são vistos de
dens de Heichi Jomei, serviram para isolar o Covil do mundo novo. A montanha permanece tão mortal agora quanto
exterior. As montanhas foram nomeadas pelo Caranguejo quando Miya Akate tentou.
no início do Império. O zeloso Miya Akate, um Cartógrafo A terra arável no planalto é coberta por várias
Imperial a serviço do primeiro Miya, liderou uma equipe de fazendas grandes, complementadas por uma série de
exploradores da família Hiruma através das Montanhas arrozais que escalam as porções inferiores das montanhas
Crepusculares. Os mapas das terras do Caranguejo de Akate (embora nenhum arrozal seja mantido nas encostas de
constituiriam o alicerce dos mapas Imperiais do sul de Arrependimento). A maioria deles é dedicada à produção de
Rokugan, e ele desfrutou de sucesso nas cortes por seus arroz, grãos e vegetais, embora o Covil também crie aves
esforços. Os exploradores sofreram uma escalada difícil nas domésticas por seus ovos e também plantes árvores
montanhas, mas quando chegaram ao pico do que frutíferas. As fazendas dão emprego à maior parte da
pensavam ser a montanha mais alta, viram outro pico que população comum do Covil e são supervisionadas de perto
igualava em altura. O Caranguejo chamou aquele pico de por Heichi Jomei e pelos samurais do Javali.
Esperança, pois o fim de sua jornada estava próximo. Miya
Akate conduziu a equipe à próxima montanha, deixando
A principal fonte de madeira para o Covil é a dos séculos. “Somente os mortos trilham o Caminho ao
pequena floresta chamada Eiko no Mori, que está localizada Jigoku,” é um ditado popular na região, e alguns
ao lado da estrada que desce do planalto. Muito pouco da camponeses contam um conto terrível de um menino que
floresta fica no planalto em que o Covil se assenta, estas foi pelo caminho e terminou devorado por um oni.
terras foram limpas para a agricultura, mas as árvores Esta superstição ocasionalmente atraiu o interesse
crescem abundantemente nas encostas de Esperança e dos Magistrados Imperiais, e suas falhas em retornarem da
Arrependimento abaixo da linha da neve. As árvores dentro desbravação do caminho apenas aumentam ainda mais sua
e ao redor do Covil são na sua maioria araucárias, terrível reputação. No século XII, um Magistrado Jade
principalmente pinheiros, sendo o clima muito frio para chamado Isawa Konetsu jurou limpar o caminho de
suportar árvores diferentes. qualquer espírito maligno que o corrompia. Konetsu viajou
O Rio dos Três Cavalos: este rio foi nomeado pela pelo caminho por vários dias antes de ser parado por um
equipe de batedores que o descobriu. Na verdade, não é grupo do que acreditou serem ronin. Konetsu facilmente
um rio, mas um grande córrego de água doce que corre venceu os ronin com seu formidável poder mágico, apenas
perto e através do Covil. É a fonte primária de água e peixes para viajar e encontrar o Covil. A despeito de seu poder, ele
para as pessoas do Covil e, como tal, é fortemente não poderia derrotar toda a força do Javali; e se rendeu a 78
patrulhado pelos samurais do Javali. Isso é especialmente Heichi Jomei e desapareceu de Rokugan.
necessário porque, infelizmente, o rio atrai a atenção de Eiko no Mori: A altitude do Covil impede que as ár-
uma tribo de goblins da montanha que vivem ao norte do vores decíduas cresçam em seu planalto e, principalmente,
Covil. Estas criaturas são os opositores mais frequentes dos a maioria das árvores foram cortadas há séculos para abrir
Javalis, já que ambos os grupos precisam da água do rio. espaço para mais fazendas. No entanto, há uma floresta
O rio também tem sido alvo de criaturas das Terras perene bastante saudável que cresce nas encostas mais
Sombrias mais poderosas que procuram envenenar ou baixas das Montanhas Crepusculares e também sobe nas
contaminar os habitantes do Covil. Até agora, o Javali encostas dos picos Esperança e Arrependimento. Eiko no
conseguiu evitar este resultado, e a sua vigilância Mori é majoritariamente formada por pinheiros e abetos,
esperançosamente garante que eles continuarão a fazê-lo. geralmente grossos. Foi explorada por uma batedora ronin
As Presas do Javali: A fronteira do Covil, e o fim do chamada Eiko, e Miya Akate nomeou-a em homenagem a
território do Javali, é um penhasco chamado de Presas do ela em recompensa por sua dedicação.
Javali. As Presas são assim chamados devido a duas pedras O Caranguejo considera a floresta sem
de projeção proeminentes que sobressaem da borda do importância, localizada tão dentro das Montanhas
penhasco. Estas construções escarpadas possuem três vezes Crepusculares, que são em grande parte inóspitas, e não se
a altura de um homem, e nenhum ser vivo consegue subir preocupa em policiar nem mesmo as regiões mais baixas
por sua pedra cinzenta. que estão fora do território do Covil. No entanto, este
O penhasco desce para um desfiladeiro profundo isolamento faz da floresta uma abrigo popular aos bandidos
entre as montanhas, a centenas de metros de profundida- e muitas vezes fica praticamente infestada com eles.
de. Nenhum samurai explorou as fendas escuras, e muitos Organizações de bandidos tão diversas quanto os
acreditam que a luz do sol nunca chegou tão longe. Matadores da Floresta e as Serpentes de Sanada já a
A Estrada do Viajante (O Caminho ao Jigoku): Há chamaram de casa em várias ocasiões.
muitas estradas pequenas e passagens estreitas que O Bosque dos Jogos: Há uma lenda entre o Javali de
atravessam as Montanhas Crepusculares, mas apenas uma um arvoredo no interior de Eiko no Mori, onde sempre há
leva ao Covil. Esta estrada estreita, que percorre a lateral um tabuleiro de go esperando, com suas peças imaculadas
das Presas do Javali conforme ascende ao planalto, é e preparadas em todos os momentos para um novo jogo.
conhecida pelo Javali como a Estrada do Viajante e é Ninguém sabe de onde vieram o tabuleiro e as peças, mas,
fortemente patrulhada pelos Javalis mais bem treinados e supostamente, estão preparados para novos jogadores.
equipados. Quando patrulham as partes menos elevadas do Alega-se que, se os jogadores forem forçados a abandonar
caminho, estes samurais cobrem os mon de suas roupas e um jogo por alguma razão e, em seguida, voltarem para o
armaduras, aparentando nada mais do que ronin errantes. bosque, eles acharão as peças posicionadas como deixaram,
Eles são encarregados de interceptar qualquer pessoa que um jogo incompleto perpetuamente esperando por eles.
possa ameaçar o Covil. Normalmente, eles escoltam os Um conto anexado a esta lenda afirma que um ronin que
visitantes ao Covil, onde é oferecida uma escolha entre a morava no Covil jogou um jogo contra um grande Kaiu por
morte ou se tornarem “convidados” permanentes que quase quinze anos.
residem lá. Aqueles que recusam a escolta ao Covil são O Ponto dos Sacerdotes: As Montanhas Crepuscu-
mortos no local para evitar revelar sua localização. lares sempre foram um lugar de interesse para os shugenja
Aos de fora do Covil, esta antiga estrada é muito de Rokugan. As montanhas têm uma natureza que é bastan-
mais ameaçadora. Ao longo dos séculos, muitos heimin e te diferente das outras duas principais cadeias de monta-
samurais recorreram a estrada e nunca voltaram. As aldeias nhas em Rokugan. Elas são menores e menos formidáveis
do Caranguejo perto da estrada referem-se a ela como o do que a Espinha do Mundo e a Grande Muralha do Norte,
Caminho ao Jigoku, e os sacerdotes às vezes realizaram mas têm uma natureza mais sinistra e angustiante do que
rituais para tentar purgar a estrada dos supostos espíritos qualquer outra grande cadeia de montanhas. Nas raríssimas
malignos que a habitam. Heimin do Caranguejos são ocasiões em que um shugenja se tornou um dos hóspedes
completamente convencidos de que a estrada é involuntários do Javali, eles usaram seu isolamento forçado
amaldiçoada e permitiram que caísse em desuso ao longo
Shugenja do Javali
Um dos aspectos mais notáveis do Covil é que os Heichi não têm nenhum shugenja e não têm capacidade real
para reconhecer ou entender quando um de seus nasce com o dom dos kami. Não há distinção entre quem fala com os
kami e aquele que fala a partir da loucura. Estes miseráveis, sejam ou não verdadeiramente loucos, são colocados no
cuidado dos monges no Mosteiro Solitário. Há muitas razões para isso: o isolamento do Covil, o tamanho pequeno do
Clã Javali original e atual, e a quase total carência de shugenja entre a linhagem dos Hida, da qual os Javalis se originam.
Apesar desta falha, o Javali reconhece as qualidades de um sacerdote dos kami quando um deles se junta a eles
como convidados. Estas adições involuntárias à população do Covil são sempre uma grande vantagem aos Heichi e,
ocasionalmente, representam uma oportunidade para aqueles que pertencem ao Javali e possuem a dádiva dos espíritos
para receber algo que se aproxime mais do treinamento formal dos shugenja.
A falta de identificação do Javali e do treinamento adequado para shugenja se provou muito perigosa mais de
uma vez. Em uma ocasião, por exemplo, um heimin afirmando ser guiado por um espírito conduziu samurais a um
incêndio, causando grandes danos antes que os samurais do Javali pudessem vencer.
79
como uma oportunidade para estudar as Montanhas Até agora, os veios de minério nunca foram saturados,
Crepusculares em profundidade. embora a mina tenha crescido e se desdobrado cada vez
Na borda do Covil, perto de Eiko no Mori, está um mais profundamente na montanha.
pequeno santuário dedicado aos kami da Terra. Construído O nome de Ozashin foi dado à pequena mina de
no centro de um grande anel de árvores, o santuário faz jade do vale. Cuidadosamente protegida todo o tempo, esta
parte de um complexo maior chamado Ponto dos é a principal defesa do Covil contra os ataques ocasionais de
Sacerdotes. Ao longo dos séculos, estes shugenja o criaturas das Terras Sombrias, bem como uma atração
visitaram, passando inúmeras horas em comunhão com os potencial a bandidos. O próprio Ozashin foi o primeiro
kami da Terra das Montanhas Crepusculares. mestre da mina e ordenou que os mineiros heimin criassem
O lugar foi originalmente escolhido devido à sua um novo túnel que ligasse a mina a Heichi sano Nagura,
afinidade com os kami da Terra. Comunicar-se com os construído por Heichi Jomei. O Alívio de Ozashin, como o
espíritos da Terra é mais fácil aqui do que em qualquer túnel passou a ser chamado, fornece uma rota de
outro lugar do Covil, e talvez mais fácil do que em qualquer emergência, caso o castelo esteja sob cerco apertado.
lugar da cordilheira inteira. O santuário contém uma A terceira mina tem o nome de Goshoryu, e é a
pequena biblioteca que registra os estudos e as mais rica do Covil, com extensos depósitos de ferro e cobre,
observações dos poucos shugenja que aqui vieram ao longo bem como pequenos veios de ouro. Esta mina era o
dos séculos, passando suas descobertas para o futuro. principal recurso do Covil em seus primeiros dias, e o Javali
Em meio a todo o conhecimento espiritual e a explorava vigorosamente. Muitos heimin foram trazidos
esotérico armazenado no Ponto dos Sacerdotes, podem ser das terras principais do Javali para trabalhar aqui, e eram
encontrados estudos sobre o espírito conhecido como bem recompensados. Chegou o ponto em que o Javali
Shakoki Dogu. Alguns shugenja aprenderam a se comunicar considerou trocar favores comerciais com o Caranguejo
com este espírito tão silencioso da Terra, embora invocar o para que os Kuni trouxessem alguns mujina escravizados
Shakoki Dogu tenha um alto custo ao shugenja. Há também para trabalhar na mina. Felizmente, este plano nunca se
pesquisas sobre feitiços de Jade e de purificação da Mácula, concretizou, uma vez que é improvável que os mujina
uma vez que a maioria dos shugenja que aqui viveu era da fossem mantidos sob controle depois que o Covil se isolou
família Kuni originalmente. Na verdade, o Ponto dos do resto do Império.
Sacerdotes é um dos grandes tesouros escondidos do Javali, Santuário a Shinsei: O único templo da fortaleza
mas o próprio Clã, infelizmente, é incapaz de usá-lo. do Javali, este santuário é um pequeno edifício ainda
Os Três Irmãos: A equipe de reconhecimento bastante útil, em cujo centro uma antiga estátua de pedra
original que descobriu o Covil incluía três irmãos. O mais de Shinsei fica. Embora seja mantida com carinho, a grande
velho, Heichi Goshoryu, era um pioneiro e liderou o grupo idade desgastou muitos dos detalhes. Os monges do
através das Montanhas Crepusculares. O irmão do meio, Mosteiro Solitário são os cuidadores do santuário. Embora o
Heichi Dammaku, mapeou as terras que exploraram com santuário seja teoricamente dedicado à seita shinseísta, as
habilidades que ele havia aprendido com os Miya. O caçula, injeções ocasionais de forasteiros no Covil significam que
Heichi Ozashin, era o mais cauteloso e desconfiado; e suas nem todos os monges são daquela seita, e aqueles que
habilidades os salvaram do ataque das criaturas das Terras cuidam do santuário podem ser ouvidos debatendo sobre
Sombrias uma dúzia de vezes. Juntos, os três descobriram as seitas taoísta e fortunista.
os recursos econômicos das minas de ferro, de cobre e de O santuário está localizado à beira dos Flancos do
jade que agora possuem seus nomes e são coletivamente Javali, tornando-o facilmente acessível a todos dentro do
conhecidas como os Três Irmãos. castelo e da cidade; e um caminho leva daqui pela
A maior mina, rica em ferro, recebeu o nome de montanha ao Mosteiro Solitário. Os monges responsáveis
Dammaku. Tem sido amplamente explorada nos séculos fazem o possível para oferecer lições e ensinamentos
desde a sua descoberta, com sua riqueza material de valor religiosos a qualquer um que precise deles. Os samurais do
imensurável. Nos tempos modernos, a mina quase parece Javali não se dedicam especialmente à busca da Iluminação,
um favo de mel, já que inúmeros novos túneis e acessos mas certamente são devotos, e os heimin do vale muitas
foram criados (ou descobertos) com a passagem do tempo. vezes têm necessidade de um conselho espiritual.
O monge mais famoso do santuário foi conhecido Jomei e seus retentores mais próximos são enterrados, é
como Tomei. Ele não foi um nativo aposentado do Javali ou protegido por uma estátua excepcionalmente bela feita de
um heimin local que se tornou monge. Ao contrário, ele foi jade sólida. Esta estátua foi um presente que o Covil
trazido ao Javali após uma praga. As artes de cura de Tomei recebeu do Daimyo Kaiu, pouco antes de o Javali ser
trouxeram um grande socorro ao povo do Covil e fizeram separado do Império Esmeralda. Ela é tão alta quanto um
mais para espalhar a palavra de Shinsei entre o Javali do homem e brilha com uma luz verde suave quando atingida
que qualquer outra coisa. Tomei foi frequentemente trazido pelo sol. Alguns acreditam que é realmente infundida com o
para aconselhar o Jomei reinante em questões espirituais e poder da Fortuna da Morte.
era amigo de todos os habitantes do Covil. Quando ele A Estátua de Jade de Emma-O: Os Narradores que
morreu, uma pequena estátua em sua honra foi colocada desejam melhorar os temas sobrenaturais do Covil podem
no santuário, ao lado da própria estátua de Shinsei. optar por declarar que a estátua de jade de Emma-O é
O Mosteiro Isolado: Construído na encosta da realmente imbuída com uma fração da essência da Fortuna.
montanha, o Mosteiro Solitário é uma estranheza mesmo Quando os feitiços maho são lançados na vizinhança, ou os
para os padrões do Covil. Foi construído como um lugar mortos famintos parecem assolar as pessoas do Covil, a
para os samurais velhos se aposentarem e depois se tornou estátua ganha vida. Ela é motivada pela vontade de Emma- 80
o lar dos monges do Javali. O seu uso evoluiu ao longo dos O, procurando garantir os limites entre a vida e a morte. O
séculos, e se tornou uma casa para a prática da arte, já que Narrador pode usar isso como um gancho para alertar os
no mundo trabalhador do Covil apenas os velhos têm Jogadores da presença de oradores de sangue ou mortos-
tempo para perseguir este tipo de coisa. Alguns monges vivos no vale, ou como um deus ex machina para salvá-los
também criaram uma maneira de buscar a Iluminação que de uma luta impossível contra estes adversários.
não poderiam cogitar durante suas vidas ocupadas como Shugenja que estudem a estátua podem
samurais. potencialmente descobrir sua verdadeira natureza, mas
O mosteiro é construído em madeira, na mais alta somente se já estão intimamente familiarizados com a
expressão artística da carpintaria rokugani. O Abade sempre morte. Aqueles que, no passado, entenderam a importância
aprende a carpintaria artística e passa adiante a seu e o poder da estátua de jade nunca passaram este
sucessor. Além da madeira, a escultura é a forma mais conhecimento adiante por medo de que o conhecimento
comum de arte no mosteiro, o que talvez não seja levasse à destruição da estátua.
surpreendente, dados os recursos com os quais os monges Os Flancos do Javali: A cidade do castelo em torno
têm que trabalhar no Covil. Uma fração significativa das de Heichi sano Negura é de tamanho apenas moderado,
Fortunas está representada ne mosteiro por estátuas de dificilmente surpreendente, dado o limitado espaço e
pedra ou madeira. Muitas destas são exibidas no caminho recursos do Covil. A população heimin nunca subiu acima de
que leva ao Santuário a Shinsei. mil pessoas, e muitas vezes é tão pequena quanto trezentas
Nem todas as estátuas são tão orgulhosamente ou quatrocentas. A maioria dos habitantes são agricultores,
exibidas, nem todos os artesãos são bem quistos. No embora existam alguns artesãos, particularmente ferreiros,
interior do mosteiro se encontra uma estátua que testa a pedreiros, carpinteiros e tecelões. A cidade está arrumada
alma de todos os que olham para ela. Ele retrata um em um padrão de meia lua em torno da porção oriental do
homem estilizado recuando em horror abjeto, com lágrimas castelo propriamente dito, levando ao nome “Flancos do
escorrendo pelo rosto; uma inscrição na base diz apenas: “A Javali”, embora ninguém esteja certo de quem tenha
Fortune.” Ela é conhecida por esmagar os espíritos de cunhado o termo. Os registros mais antigos de Heichi sano
qualquer um que olhe para ela, fazendo com que eles se Negura dão um nome diferente à aldeia, mas com a
sintam como se não escapassem da armadilha do passagem de séculos, mesmo os samurais passaram a usar
renascimento cármico, destruindo todo o conceito de seu nome comum.
Iluminação e da Roda Cármica. Alguns monges dizem que se Devido ao fornecimento limitado de madeira na
os despreparados a virem, a eles para sempre será negada a área, muitos edifícios nos Flancos do Javali são feitos parcial
Iluminação... e ainda assim eles nunca ousaram destruí-la. ou totalmente de pedra, uma característica incomum para
Ninguém lembra quem a esculpiu, ou por quê. residências camponesas. Quando o Covil foi fundado, estes
Santuários aos Mortos: O Decreto Imperial para edifícios eram de madeira, mas a necessidade de reparos e
queimar cadáveres nunca alcançou o isolado Covil. novas construções ao longo dos séculos levou a uma
Consequentemente, os antigos ritos de enterro perdidos há conversão gradual a construções de pedra. Considerando
muito tempo para Rokugan estão vivos no Covil, séculos que ser pedreiro é uma profissão menos comuns na maioria
após a Batalha das Sepulturas Roubadas. Os Santuários aos de Rokugan, dentro do Covil quase todos os heimin
Mortos são cemitérios nas colinas e florestas ao redor do conhecem a arte do trabalho em pedra e até mesmo alguns
planalto, cada um dedicado aos mortos do Covil. Na morte, eta são exímios na alvenaria.
como na vida, camponeses e samurais são separados em Outra grande diferença para as aldeias de Rokugan
santuários distintos, e cada linhagem samurai possui seu é que os eta não vivem totalmente separados. Devido às
próprio santuário. Devido às limitações de espaço, os restrições do espaço, os eta vivem em seu próprio bairro
corpos camponeses são frequentemente enterrados uns dentro da cidade em vez de em uma periferia como seria a
entre os outros pelos eta. norma. Esta proximidade também levou ao longo dos
Todo santuário tem uma estátua a Emma-O, a séculos a um relaxamento moderado da divisão social entre
Fortuna da Morte, convidando a Fortuna a proteger os heimin e eta, embora certamente não tenha desaparecido
mortos. O maior santuário, onde a linhagem dominante de inteiramente.
Duelistas Heichi
Os Heichi sabem sobre o método de duelos rokugani de iaijutsu, mas não o praticam normalmente. Apenas
meia dúzia de alunos – escolhida entre aqueles que demonstram mais aptidão – é ensinada a cada geração o método de
duelos pradão de Rokugan. Entre os Heichi, qualquer litígio é resolvido conforme a palavra final do Jomei. Apenas
poucas vezes na história, o Jomei decidiu que os samurais duelariam, caso em que se trata de um combate simples de
mai chong.

Devido à ameaça de bandidos ou criaturas das pontas, o mai chong. A Escola de Bushi Heichi, extinta em
Terras Sombrias, a aldeia é cercada por uma paliçada qualquer outro lugar em Rokugan, vive e prospera aqui.
reforçada por barro, com ocasionais apoios de pequenas É uma característica notável do Dojô Heichi que os
construções de pedra. Há três portões para fora da cidade. samurais convidados são livres para usar suas instalações,
O maior dá acesso às fazendas que preenchem a maior uma vez que nunca serão autorizados a deixar o Covil e,
parte do planalto (e acaba levando à Estrada do Viajante). O portanto, não podem trair as técnicas secretas do Javali.
segundo abre para a estrada que conduz as minas dos Três Também não é incomum que convidados experientes sejam 81
Irmãos. E o terceiro leva ao Mosteiro Solitário, e é vizinho convidados a mostrar suas técnicas aos alunos do dojô.
do Santuário a Shinsei.
A Estalagem dos Sete Dragões: No final do quinto Heichi sano Negura – O Lar do Javali
século, um tipo incomum de folhas de chá foi descoberta O Lar do Javali, ou Heichi sano Negura, é a sede do
crescendo nas Montanhas Crepusculares perto do Covil. poder da família Heichi dentro do Covil e é a casa dos Jomei
Estas folhas de chá logo foram cultivadas por uma família de e de sua família. O castelo foi construído conforme as
heimin mercadores liderada por um homem chamado orientações do Caranguejo, e suas paredes são mais baixas
Yokei, que fundou a Estalagem dos Sete Dragões. Durante do que as dos castelos do Caranguejo construídos após a
os anos em que o Covil ainda estava aberto ao resto do Batalha da Onda Quebrante. Ele tem cinco andares de
Império, a estalagem se tornou moderadamente famosa altura, uma altura não especialmente grande aos padrões
pelo peculiar sabor semiamargo de seu chá. rokugani, mas se impondo bastante sobre todas as outras
Quando Heichi Jomei ordenou o Covil ser fechado, estruturas no Covil. A base do castelo foi construída na
no entanto, a estalagem teve que se adaptar às suas novas montanha para obter apoio adicional, elevando-a acima da
circunstâncias. Ela se tornou o epicentro da interação social aldeia, dando-lhe uma presença dominante em todo o
para a maioria da população do Covil, um lugar onde planalto.
fofocas e rumores são servidos tão rápido quanto chá e A parede exterior é cercada por um fosso, criado
saquê. No final do século VII, um hóspede Hida mostrou à com água desviada do Rio dos Três Cavalos Horses. O fosso
família como preparar o shochu. O presente do Caranguejo é o lar de muitos peixes, e os aldeões costumam colhê-los
se tornou uma das bebidas mais populares na cidade, para comida.
causando uma expansão da casa de chá para acomodar sua Embora Heichi sano Negura seja impressionante
clientela mais numerosa. para um castelo tão pequeno, tem falhas críticas que se
A mesma família continua a conduzir os negócios destacam facilmente aos arquitetos modernos. O castelo é
na Estalagem dos Sete Dragões ao longo dos séculos. Isso cercado ao sul e ao oeste por montanhas, cortando rotas de
tem mais significado do que se poderia pensar... pois Yokei fuga. Uma vez que está localizado entre as montanhas e a
era membro da conspiração Kolat. Assim, enquanto o resto aldeia, qualquer cerco prolongado resultará em destruição
de Rokugan há muito se esqueceu que o Covil um dia maciça à população heimin. Qualquer cerco será muito caro
existiu, o Kolat ainda sabe sobre isso. para ambos defensores e atacantes.
Dojô Heichi: O único dojô sobrevivente da Escola Interior da Fortaleza: O primeiro piso do Lar do
de Bushi Heichi está localizado dentro do Covil. O prédio Javali contém uma grande entrada e área de visitas. Esta
principal está na aldeia, apenas fora dos portões do próprio área se estende para o segundo andar, com passarelas
Heichi sano Negura. É conhecido simplesmente como Dojô arqueadas que a cercam no piso superior e um grande
Heichi, e é onde quase todos os samurais do Covil treinam mezanino central. Na cabeceira da sala está o trono de
(poucos são escolhidos pessoalmente pelo próprio Jomei pedra apropriado ao lorde do Javali, com o conjunto do
para treinar dentro da fortaleza). O edifício é antigo, mas, daisho do primeiro Jomei exibido junto a ele. As paredes
ao contrário de muitas estruturas no vale, ainda é feito de são enfeitadas com preciosos tesouros do Clã,
madeira – o Javali raciona cuidadosamente sua madeira especialmente lindíssimas estátuas criadas pelos artesãos
para garantir que seu dojô ainda seja devidamente mantido. do Mosteiro Solitário. Além disso, as paredes e os pilares
É espaçoso o suficiente para acomodar uma centena de são revestidos por folhas finas de cobre para exibir a
alunos de cada vez, embora nunca tenha recebido tantos. riqueza criada pelo Javali ao longo dos séculos. Nas folhas
Geralmente, há três sensei no dojô, com um novo de cobre se registram os impostos totais pagos pelo Javali
escolhido sempre que um antecessor se aposenta ou morre. todos os anos, incluindo todos os impostos que não foram
Ser chamado para ensinar no Dojô Heichi é a maior honra enviados ao Império. O total cresce a cada ano, indicando a
que um samurai do Covil pode receber. Apesar do passar quantidade de riqueza armazenada no Cofre.
dos séculos, o Javali continua a transmitir suas técnicas O primeiro piso também contém uma grande
antigas, incluindo os métodos de luta com sua lança de três cozinha e uma despensa igualmente grande. A cozinha aqui
prepara comida para os habitantes do castelo – isto é, o
Jomei, sua família e seus guardas e vassalos. A dieta sempre guardado, tanto pelos bushi do Javali quanto por
geralmente consistem em peixes de água doce, arroz, uma variedade de armadilhas.
vegetais e, ocasionalmente, aves de caça. O Cofre está localizado abaixo da montanha
O segundo piso contém um quartel para os guardas chamada Esperança e foi criado atravessando e drenando
do castelo, os samurais carregados com a defesa pessoal de laboriosamente um aquífero natural dentro da montanha.
seu senhor, bem como um pequeno arsenal para seu uso. O O depósito é enorme, com mais de sessenta metros de
arsenal contém uma mistura de mai chong, de outras armas altura, e o seu espaço fluvial foi expandido por trabalhos
pesadas e armas menores para combates fechados. Este adicionais ao longo dos séculos. É preenchido pela riqueza
andar é também onde estão localizados os modestos acumulada do Covil. Isso consiste principalmente em
aposentos do Lar. Os “convidados” do Javali ficam aqui se lingotes de metal e vários produtos acabados
optarem por viver aceitando a hospitalidade do Covil. (especialmente esculturas), juntamente com pequenas
Consequentemente, esta é uma das áreas mais quantidades de jade e algumas gemas que foram extraídas
pesadamente patrulhadas do castelo. O dojô do castelo das minas ao longo dos séculos. O Javali há muito tempo
também fica no segundo andar; embora o dojô principal do percebeu a impossibilidade de armazenar arroz ou outros
Covil esteja localizado fora do reduto, o treinamento no produtos alimentícios por tanto tempo e, claro, não tem 82
dojô pessoal do lorde é considerado mais prestigiado. Todos capacidade para obter novos koku. As lendas desta sala às
os samurais da família de Heichi Jomei aprenderam suas vezes atraem a atenção dos bandidos, que, é claro, nunca
Técnicas neste dojô, e o sensei mais experiente no Covil é percebem que muito pouco da grande riqueza da Covil é
selecionado para ensinar aqui. transportável.
O terceiro piso contém os aposentos dos
conselheiros e retentores mais próximos do Jomei. Os O Covil e as Estações
“convidados” de natureza particularmente excepcional, O Covil é, em muitos aspectos, uma aldeia
especialmente shugenja, também podem permanecer neste montanhosa típica. Embora se depare com preocupações
nível. Devido à raridade dos sacerdotes se tornando únicas devido a existir nas Montanhas Crepusculares, ainda
convidados do Javali, eles são permitidos um pouco mais de pode ser usada como um exemplo de aldeias montanhesca
liberdade que outros samurais (embora, na verdade, de Rokugan. Devido à dificuldade das estradas de
shugenja geralmente prefiram ficar no Mosteiro Solitário). montanhas, muitas destas comunidades existem
O terceiro piso também possui uma pequena sala de largamente excluídas do Império como um todo, embora
exposição para pinturas, esculturas e outras obras artísticas. nenhum alcance o isolamento completo do Covil.
Este local foi criado para a primeira esposa de Jomei, e O inverno no Covil é a época mais difícil do ano,
também atua como um santuário ancestral da linhagem. como é na maioria de Rokugan. No entanto, devido à alta
O quarto piso foi originalmente destinado a elevação do Covil, os meses de inverno são ainda mais
funções políticas e diplomáticas, com várias pequenas difíceis para o Javali do que para a maioria das aldeias do
câmaras de audiência para acomodar reuniões com Império, e apenas as terras do Dragão veem uma miséria
cortesãos e diplomatas de alto escalão. Este piso é muito equivalente durante o inverno. As Montanhas
arrumado e limpo pelos criados do castelo, mas não tem Crepusculares são cobertas pela neve nesta estação, e
uso real para o Javali desde que o primeiro Jomei fechou o devido à altitude, a neve pode atingir vários alguns metros
Covil para o mundo. Por isso, ele se tornou essencialmente de profundidade. Não é incomum que os habitantes
uma espécie de museu, uma lembrança mantida com amor incautos sejam apanhados em uma súbita tempestade de
do mundo que o Javali deixou para trás. neve e seus corpos não sejam encontrados até o degelo da
O quinto e mais alto piso é, como em qualquer primavera. Algumas das criaturas das Terras Sombrias que
castelo rokugani, a residência pessoal do daimyo. O Jomei e atormentam o Covil, como os goblins da montanha, são
sua família vivem aqui. Embora a maioria das habitações no mais perigosas no inverno. Eles são conhecidos por
Covil seja espartana e bastante pitoresca aos padrões desencadear avalanches, tentando perturbar as defesas do
modernos de Rokugan, a residência do Jomei é uma Covil para que possam roubar alimentos e outros recursos.
exceção. Há belas tapeçarias de seda, relíquias antigas e Há também rumores de encontrar a lendária Yuki no Onna
decorações semelhantes que tornam o lugar muito nas florestas montanhosas perto do Covil.
impressionante. De fato, a residência contrasta A primavera é, de longe, a época mais
radicalmente com a forma como o resto dos habitantes do movimentada do ano no Covil, começando com os
Covil vive, fato que criou desconforto nas mentes de mais primeiros degelos primaveris. Devido à quantidade de neve
de um Jomei. A mais privada câmara de reuniões está neste que cai nas montanhas ao redor do Covil, é bastante
piso, usada apenas raramente, em momentos de comum que o vale experimente inundações no início da
necessidade ou grande consequência política. primavera, especialmente ao longo das margens do Rio dos
As fundações do castelo, sob o primeiro Três Cavalos. A inundação afeta até mesmo o sustento do
pavimento, abrigam várias grandes câmaras de Covil, já que a água pode escorrer através dos túneis da
armazenamento com alimentos e outros estoques vitais, montanha e às vezes arruinar os estoques de alimentos do
bem como um sub-porão secreto com um arsenal castelo. As neblinas pesadas também são comuns nesta
secundário. Há também uma passagem subterrânea que época do ano, algumas vezes densas o suficiente para que
leva ao depósito subterrâneo onde as taxas não pagas do os samurais não possam ver as mãos na frente de seus
Clã são armazenadas – chamado de Cofre. Este túnel é rostos. À medida que o tempo aquece, os heimin e os eta
vão ao trabalho plantando novas culturas, às vezes ajudadas
pelos samurais se houver falta de mão de obra. A estação professor havia ido embora, substituído por Goju Kommei,
de plantio dura apenas três semanas, mas qualquer uma versão sombria.
destruição pode ser desastrosa para a colheita no outono. Logo após o retorno de Kommei, ocorrências
Com o calor do verão vem uma redução no estranhas começaram a flagelar o Covil. Jovens estudantes
trabalho à plebe, mas aumenta à demanda aos samurais. desapareceram do Dojô Heichi, sendo encontrados vagando
Viajar pelas Montanhas Crepusculares é mais fácil no verão, pelas encostas de Arrependimento dias mais tarde. Os
então há maior ameaça de viajantes que encontrem o Covil estudantes de Kommei começaram a desaparecer algumas
nesta estação. Isso também significa um aumento na semanas ou meses depois de seus gempukku. Uma
atividade de bandidos, e o verão é o momento mais estranha mortalha se instalou no Covil, e a suspeita existia,
frequente para que o Javali seja incomodado por aqueles mas Heichi Jomei se recusava a acreditar que seu amado ex-
que buscam roubar suas riquezas. A relativa facilidade de guarda-costas poderia ser responsável. Os dois tiveram
viagem também parece excitar as forças de Fu Leng, reuniões frequentes para discutir os incidentes estranhos, e
levando a maiores problemas com goblins, ogros e, o sensei tranquilizou o líder do Javali de que os problemas
ocasionalmente, coisas piores. O verão é a estação da não eram tão sérios quanto pareciam, de que os estudantes
guerra em toda Rokugan e, infelizmente, o Covil não é uma desaparecidos e os samurais logo seriam encontrados. 83
exceção. A verdade foi descoberta por um casal de samurais,
O outono é talvez a época mais relaxada do ano, incluindo um Caranguejo que vivia como convidado
embora comece com o intenso trabalho da colheita. involuntário. Heichi Aoki e sua companheira Hiruma Otoru
Embora este período possa ainda ter ataques ocasionais por se envolveram nas buscas pelos samurais desaparecidos. O
forças hostis, geralmente é o momento mais pacífico no casal tropeçou num grupo de estranhos guerreiros sem
Covil. Uma vez que as duas semanas da colheita são rosto dentro de Eiko no Mori, que os atacou com poderes
completadas, as pessoas do Covil relaxam e celebram com que nunca antes tinham visto. Ambos conseguiram
um festival maciço para Inari, a Fortune do Arroz. Os sobreviver e escapar, e a samurai-ko do Caranguejo
monges do Mosteiro Solitário descem ao Covil e conduzem conseguiu identificar Heichi Kommei como o líder no lugar
com os habitantes – samurais, heimin e eta – uma sombrio com base em sua voz e comportamentos. Mesmo
celebração de três dias da vida, do dever e do futuro. O assim, o Jomei se recusou a acreditar na estrangeira acima
festival começa e termina com festas maciças, embora a da palavra de seu confiável amigo e confidente, até que
comida seja cuidadosamente administrada pelo Jomei para uma série de estranhos assassinos tentou (mas falhou em)
garantir que as rações durem todo o inverno. matar Aoki e Otoru. Foi quando Jomei, com relutância,
ordenou a prisão de seu velho amigo. Quando os samurais
Ameaças do Javali chegaram ao dojô para levarem o sensei à prisão,
Escuridão Enganosa: A Escuridão Enganosa, a força eles descobriram que ele simplesmente tinha
primitiva também conhecida como as Sombras e Nada, desaparecido... sem um sinal sequer de que tivesse morado
ignorou, em sua maior parte, o pequeno remanescente do ali.
Clã Javali que vivia dentro do Covil. No entanto, mesmo Heichi Kommei nunca foi encontrado novamente.
grupos pequenos podem ser úteis se convertidos, e o Durante os anos que ele ensinou, quase um terço dos
isolamento paranoico do Javali os tornou um pouco mais samurais sob seus cuidados desapareceu, para nunca mais
vulneráveis às maquinações das Sombras do que seria o serem vistos, e ninguém tem certeza de onde eles foram ou
caso. Assim, a Escuridão Enganosa ocasionalmente fez o que aconteceu com eles. Aoki e Otoru passaram seus anos
pequenas infltrações na população da Covil. remanescentes procurando infrutiferamente por Kommei e
A mais forte destas incursões, no final do século pelas vítimas, convencidos de que eram algum tipo
VIII, chegou a quase destruir o Javali. Naquela ocasião, o estranho de novo inflador das Terras Sombrias. A perda de
principal sensei da Escola de Bushi Heichi, Heichi Kommei, um número tão significativo de jovens bushi foi um duro
desapareceu. Ele havia servido como yojimbo para a família golpe ao Javali e pesou sobre o Clã durante muitos anos
do Jomei por décadas, criando um vínculo entre ele e a após o incidente.
família dominante. Seu sumiço repentino pegou o Javali de Kolat: A conspiração Kolat vê o Covil como um
surpresa, e o Jomei nomeou vários samurais para lugar de interesse, pois sempre teve curiosidade quanto ao
procurarem o mestre desaparecido. Quatro semanas que causou o desaparecimento do resto do Clã Javali: uma
depois, eles descobriram Heichi Kommei vagando pela força poderosa o suficiente para aniquilar um Clã Menor
montanha Arrependimento a poucos quilômetros do Covil. vale a pena ser investigada em detalhes. O Kolat mantém
As roupas do antigo sensei estavam desgrenhadas e ele contatos ocasionais com a família que mantém a Estalagem
sofria de desidratação e insônia. Quando os samurais o dos Sete Dragões e vários agentes do Kolat se tornaram
encontraram, ele pareceu incapaz de reconhecer seus “convidados” do Javali para obter mais inteligência sobre a
rostos ou símbolos, e até tentou os atacar antes que eles comunidade isolada.
conseguissem subjugá-lo. Os maiores curandeiros do Covil Alguns Kolat veem o isolado Covil como uma
receberam ordens para cuidar de Kommei e, dentro de uma espécie de prova da verdadeira Regência do Homem. Afinal,
semana, o sensei pareceu ter se recuperado, retornando Heichi Jomei governa sem o mandato do Céu, e em muitos
aos seus deveres de ensino no Dojô Heichi. Ele afirmou não lugares dentro do Covil, a Ordem Celestial parece se esvair.
se lembrar de seu desaparecimento. Mas, na verdade, ele Heimin vivem ao lado de eta, os samurais ocasionalmente
foi sequestrado por Nada e totalmente corrompido. O velho trabalham nos campos. A necessidade de sobrevivência é
sentida mais intensamente na casa do Javali do que em espiritual e moral. Assim, muitos samurais se recusam a
qualquer outro lugar em Rokugan. aceitar que aquilo seja verdade. Embora a maioria cometa
Até agora, a conspiração nunca sentiu a seppuku como demanda seu senhor, alguns escondem seus
necessidade de intervir diretamente nas atividades do Covil, sintomas de sua família e de seu Clã. Os recursos são
e depois que Kolat foi massacrado e quase destruído no sempre escassos no Covil, os samurais são sempre
final do século XII, ele ignorou o vale em grande parte para necessários e, assim, um samurai Maculado que continue a
se concentrar em reconstruir sua própria força. cumprir seus deveres às vezes pode ocultar o toque do
As Terras Sombrias: Apesar do seu isolamento, o Jigoku por um tempo considerável antes da eventual
Javali não é imune à propagação da Mácula. Como exposição.
observado anteriormente, sua casa nas Montanhas Os Oradores de Sangue: Um problema recorrente
Crepusculares significa que, às vezes, Javalis encontram que atormentou o Covil ao longo dos anos é o Culto dos
monstros das Terras Sombrias, e os oradores de sangue já Oradores de Sangue, a causa maior da destruição original
atacaram sua casa mais de uma vez. Além disso, os do resto do Javali. Mais de um orador de sangue ao longo
visitantes externos às vezes levaram a Mácula para o vale dos séculos tornou-se obcecado por completar o legado de
quando se hospedaram como “convidados”. Agasha Ryuden, e sacrificar os últimos membros 84
Dentro do Covil, não há Inquisidores ou Tsukai- sobreviventes do Javali. O interesse perverso do culto no
Sagasu para monitorar membros do Clã pela presença de Javali parece ser construído em parte em uma interpretação
Mácula. O Javali, no entanto, é naturalmente desconfiado de questionamento sobre o poder que Ryuden encontrou
de estrangeiros e, assim, adotou uma prática de testar os dentro das Montanhas Crepusculares. As montanhas eram,
visitantes para a Mácula, tocando-os com pedaços de jade naturalmente, o local da antiga batalha entre o Kami Shiba
bruta. Os hóspedes raramente passam por este e o Primeiro Oni. O Primeiro Oni foi morto e seu espírito foi
procedimento de bom grado, achando altamente insultante banido de volta ao Jigoku, mas seu sangue penetrou na
mesmo ser sugerido como abrigando a Mácula – pedra e na terra das montanhas, mudando-as para sempre.
especialmente por samurais de um extinto Clã Menor. Foi a partir desta pedra transmutada que Agasha Ryuden
Muitos visitantes devem ser submetidos à força antes que o criou a Bigorna do Desespero.
ritual possa ocorrer. Em séculos posteriores, muitos oradores de sangue
Para um samurai Maculado em Rokugan, existem chegam a acreditar que o mesmo poder que Ryuden
duas opções: uma vida solitária de beber o Chá de Pétalas acessou também pode ser encontrado nas linhagens de
de Jade sob o olhos atentos dos Kuni e da Irmandade de quem vive dentro das Montanhas Crepusculares. Estes
Shinsei, ou seppuku para limpar a mancha na linhagem. cultistas teorizam que qualquer pessoa que consome
Devido ao Covil ser separado de Rokugan, a primeira opção alimentos cultivados ou criados nas montanhas está
não é viável aos Javalis. Não há mosteiros especiais para essencialmente consumindo uma pequena porção da
cuidar dos infelizes Maculados e nenhum Kuni para fazer o essência do Primeiro Oni, e assim seu sangue pode ser
Chá de Pétalas de Jade e para registrar cuidadosamente o usado para rituais de maho extremamente poderosos. Se há
avanço da marca de Fu Leng. Assim, se um samurai do Javali alguma verdade nesta teoria é altamente discutível.
for descoberto Maculado, ele deve fazer seppuku. Dentro Certamente os Kuni não acreditam que a essência de um
do Covil, a Mácula é uma sentença de morte. antigo oni pode ser ingerida simplesmente através de
Esta política data do tempo do terceiro Jomei, e foi meros arroz ou água, ou se recusariam a permitir qualquer
feita em resposta a um incidente envolvendo um ronin assentamento dentro das Montanhas Crepusculares.
chamado Ikaro. Ikaro tinha se juntado ao Covil Independentemente de seus motivos, os oradores
voluntariamente, abdicando de um passado sombrio, mas de sangue são definitivamente um tipo diferente de ameaça
poucos no Covil estavam curiosos sobre a história do ronin do que meros bandidos ou monstros das Terras Sombrias.
ou do que ele estava fugindo. Foi só durante um inverno Eles não têm interesse em riquezas, e ao invés de mera
particularmente brutal, quando as lojas de alimentos destruição aleatória, eles procuram converter os principais
começaram a desaparecer, que a Mácula de Ikaro foi membros da população à sua causa (ou diretamente
rewvelada. Algumas histórias dizem que o ronin tropeçou subverter sua vontade usando maho) para experimentar
em uma pilha de jade minerada, outros afirmam que um rituais. Eles são um inimigo insidioso, muitas vezes agindo
Kuni errante descobriu sua verdadeira natureza. No preferencialmente sobre os camponeses e os eta que são
entanto, quando a Mácula de Ikaro foi exposta, ele matou tão cruciais para a contínua sobrevivência do Covil. Várias
dezenas de samurais do Javali que tentaram prendê-lo. O vezes, o Javali derrotou estas infltrações, apenas para ver
toque do Jigoku deu poder a Ikaro e ele lutou contra o Javali novas surgir décadas ou gerações mais tarde. Na verdade,
com poderes sobre-humanos e profanos, cada vez mais os membros do culto que operam contra o Covil são
fortes à medida que a batalha continuava. Quando o particularmente habilidosos para esconder sua identidade,
samurai maldito caiu, a um custo imenso de vidas, o Jomei já que a população é tão pequena e a maioria das pessoas
ordenou que, doravante, todos os samurais no Covil se conhece muito bem dentro do Covil.
deveriam limpar imediatamente a vergonha de carregar a A Caverna do Sangue: Os Narradores que desejam
Mácula com seppuku ou enfrentariam a execução. ampliar o interesse dos oradores de sangue e ameaçar
Muitas vezes, quando um Javali descobre estar profundamente o Covil podem querer apresentar a ideia da
Maculado, ele se recusa a acreditar nisso. Afinal, ser Caverna do Sangue. Trata-se de uma caverna escondida na
Maculado é uma marca de grande azar, e a maioria dos lateral da montanha Esperança, logo acima da linha de
Javalis consideram a Mácula como resultado de uma falha crescimento de Eiko no Mori. Está longe das rotas normais
85

da patrulha do javali, e ainda mais longe de qualquer foco de uma variedade muito maior de Cenários. Quanto
caminho bem percorrido através do Covil. Não aparece em maior a variedade de NPCs que habitam o Covil, mais
nenhum mapa que o Javali tenha feito da área. opções para aventuras e desafios aos Jogadores.
Qualquer pessoa que dormir dentro da caverna Obviamente, quase todos os samurais que não são Javalis
será visitada em sonhos pelo Oráculo de Sangue, a são “convidados” – isto é, prisioneiros do Clã forçados a
manifestação da vontade de Iuchiban. O oráculo transmite viver dentro do Covil para que não o revelem. O número de
conhecimento escuro aos oradores de sangue que o convidados varia muito ao longo do tempo, e às vezes pode
consultam, além de transmitir os objetivos e desejos haver décadas entre a visita de qualquer um, então o
pessoais de Iuchiban. Esta é a razão pela qual os oradores Narrador deve se sentir livre para usar tão poucos NPCs
de sangue permanecem tão interessados no Covil e tão bem quanto desejado.
organizados em suas operações contra o Javali. Samurais do Javali sempre formam a maioria esma-
Como os oradores de sangue visitaram esta gadora da população nobre do Covil. Os Heichi são pessoas
caverna tantas vezes ao longo dos séculos, uma quantidade muito fortes, acostumadas a dificuldades e especialistas na
considerável de conhecimento maho secreto também é vida nas montanhas. De maneira muito semelhante ao
armazenado aqui, e o lugar é protegido por uma variedade Caranguejo, o Javali é samurai brusco com apenas uma
de armadilhas e magias. No entanto, a Caverna do Sangue preocupação modesta pela etiqueta. Eles estão orgulhosos
nem sempre foi apenas um abrigo de maho-tsukai. Sua de sua independência e consideram pedir ajuda aos outros
natureza chama por todos aqueles de alma corrupta ou de uma prova de falha – no entanto, qualquer colega fornecerá
natureza destrutiva. Ao longo dos séculos, tem sido abrigo ajuda sem ser perguntado. Eles também tendem ser valen-
de bandidos, ronin errantes, bandos de bakemono e até de tões, propensos a ameaças verbais, que é tanto um jogo
oni. Os membros do culto dos oradores de sangue que quanto um teste de coragem para eles. O samurai visitante
escaparam das purgaçõess periódicas do Javali também se pode ficar chocado com crianças do Javali ameaçando
refugiaram na caverna, buscando a orientação do Oráculo quebrar os joelhos umas das outras com a mesma
de Sangue para reconstruir sua organização. frequência que outras crianças podem provocar ou brincar.
Quase todos os samurais no Covil são soldados
Personagens treinados no tradicional estilo do Javali. O Clã nunca teve
muito uso para diplomatas, e desde que o Covil se isolou
não há nenhuma necessidade deles. No entanto, alguns
O Covil é um Cenário ideal para Campanhas sobre talentosos se concentram em outros aspectos de seus
prisão, cerco ou sobrevivência, mas também pode ser o deveres, como forja, caça, exploração, mineração ou
engenharia. Embora a maioria deles eventualmente se responsabilidades. Ele começou a considerar a
retire para se juntar ao Mosteiro Solitário, eles aposentadoria, mas se preocupa de que seu primogênito
permanecem muito ativos na vida cotidiana do Covil e Utsuro ainda seja muito impetuoso e indisciplinado para
geralmente não se retiram à Iluminação isolada como governar o Covil. Por outro lado, passar o bastão para um
monges ascetas. Ninguém no Covil pode ser inútil. dos filhos mais novos e mais sábios criará tensões dentro da
Como o Clã parental do Javali, o Caranguejo casa governante do Javali. É uma questão que ele deve
compreende mais facilmente a situação do Javali quando examinar cuidadosamente para que o Clã seja mantido
encontra o Covil, e geralmente são os Caranguejos os mais seguro, por isso pode demorar algum tempo ainda antes
propensos a encontrarem e ficarem no Covil. Ao longo dos que ele possa raspar a cabeça e se juntar ao mosteiro.
séculos, muitos deles se casaram com o Javali, fortalecendo Escolas: Bushi Heichi 5/Empalador Heichi
as linhagens e a proeza do Covil. Embora alguns deixem a Honra: 2,3
vida e os deveres anteriores do Caranguejo, eles geralmente Glória: 9,5 (no Covil)
mantêm um propósito e significado semelhantes no Covil, Status: 6,0 – Jomei
especialmente porque existem muitas criaturas das Terras Perspicácia: 252
Sombrias. Na verdade, o conhecimento do Caranguejo foi Atributos e Anéis: Água 4, Ar 4, Fogo 3, Terra 5, 86
crucial para manter a Mácula e os oradores de sangue lon- Vácuo 3
ges. Claro, muitos samurais do Caranguejo sugeriram forte- Vantagens: Grande, Liderança, Posição Social:
mente que o Javali deveria parar de se esconder e se juntar Governador Provincial
às fileiras do próprio Clã Caranguejo, particularmente no sé- Desvantagens: Contrário, Influenciado: Proteger o
culo XII depois que o Falcão fez o mesmo. O Jomei sempre Covil
se recusa educadamente, já que ele ainda lembra a história Perícias: Atletismo 5, Bojutsu 1, Batalha 4, Caça 6,
dos primeiros Heichi e como o Caranguejo os abandonou. Conhecimento: Montanhas Crepusculares 5, Defesa 5,
Os Maho-Tsukai locais podem ser camponeses que Etiqueta 1, Furtividade 3, Intimidação 5, Investigação 5,
foram recrutados pelo culto há anos, mas provavelmente Jiujutsu 5, Kenjutsu 5, Mai Chong 7, Yarijutsu 7
será mais interessante fazer com que sejam samurais Heichi
ou “convidados” que chegaram ao Covil há um bom tempo Hida Onako
e aguardaram o momento certo, esperando pela chance de A história de Onako parece bastante simples. Uma
liberar seu poder para o máximo efeito. Qualquer um dos guerreira e bárbara do Caranguejo, ela chegou ao Covil
exemplos dos NPCs podem ser oradores de sangue. enquanto rastreava um ogro particularmente cruel que
havia matado o resto de seu esquadrão. Ela veio a matá-lo
Heichi Jomei em uma batalha difícil, sofrendo feridas graves. Os Javalis a
O atual Jomei é um homem velho para os padrões encontraram inconsciente, deitada sobre o cadáver do ogro,
rokugani, aproximando-se dos anos de quarenta e quatro, e a levaram para tanto curá-la quanto salvá-la da Mácula.
mas ainda lidera o Covil com um punho de ferro. A impor- Demorou meses para que se recuperasse completamente.
tância do seu papel foi enfatizada a ele desde o dia do nas- Uma vez que ela se recuperou, Onako provou ser uma
cimento e, quando criança, ele estava sujeito a um treina- formidável guerreira com incríveis reservas de força. Ela
mento e educação extremamente intensivos. Espera-se que prontamente aceitou a oferta do Jomei para servir ao lado
o lorde do Covil conheça todas as técnicas da Escola de Bu- do resto do Javali como soldado do Covil e já lutou muitas
shi Heichi antes de ascender ao poder. O treinamento trans- vezes para defendê-lo de bandidos e monstros errantes.
formou este Jomei em um homem severo, rígido e resoluto, No entanto, Onako tem poucos amigos no lugar
sem espaço para compaixão, fraqueza ou moderação. Ele que ela agora chama de casa. Embora possa ser
não é um particularmente violento, pois nunca deixa seus suficientemente agradável quando ela quer, sua fúria de
sentimentos pessoais afetarem seus julgamentos e lida com batalha assusta cada pessoa que a conhece. No meio do
seus vassalos como um líder justo, mas totalmente implacá- combate, Onako grita no máximo de seus pulmões a cada
vel. Seus homens são tão leais a ele quanto o temem, e o golpe de seu tetsubo. Ela muitas vezes ri histericamente no
tratam com uma admiração quase que supersticiosa. meio da batalha independentemente da situação, e
Este Jomei é um guerreiro formidável, capaz de mergulha nas situações mais perigosas como se realmente
lutar contra vários homens de uma vez, graças ao seu quisesse morrer. Fora de situações violentas, ela passa a
domínio do mai chong, a estranha lança de três dentes que maior parte do tempo treinando e bebendo, e algo na
é a marca registrada de seu Clã. Com quase seis pés de forma como graficamente descreve seus atos na batalha faz
altura, e com uma massa musculosa instalada na melhor com que os outros se sintam pouco à vontade. Pouco se
armadura pesada que o Clã Javali pode produzir, ele é uma sabe sobre ela ou sua família, ou como seu esquadrão
figura impressionante. Os indivíduos que tropeçam no Covil realmente morreu Assim, ela está mais sozinha do que não.
e são capturados são sempre imediatamente trazidos ao Escolas: Bárbaro Hida 1/Bushi Hida 1
Jomei e, embora ele os trate com o respeito merecido pela Honra: 1,5
casta samurai, ele também deixa claro o que acontecerá Glória: 1,1
com eles se eles tentarem escapar. Ele está perfeitamente Status: 1,0
disposto a aceitar o seppuku de samurais que não Perspicácia: 167
concordem em permanecer como convidados. Atributos e Anéis: Água 3 – Força 4, Ar 3, Fogo 2 –
Apesar de sua força, o Jomei está começando a Agilidade 3, Terra 4, Vácuo 2
sentir o peso da idade e o estresse de suas
Vantagens: Bênção de Fortuna: Bishamon, Escolas Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 3 – Agilidade
Múltiplas, Transe da Morte 4, Terra 3 – Vigor 4, Vácuo 2
Desvantagens: Bravo Vantagens: Escolas Múltiplas
Perícias: Atletismo 4, Batalha 1, Caça 1, Desvantagens: Desvantagem Social: Ronin,
Conhecimento: Terras Sombrias 3, Defesa 1, Intimidação 4, Insensível
Investigação 1, Jiujutsu 4, Kenjutsu 2, Kyujutsu 1, Subojutsu Perícias: Atletismo 4, Batalha 1, Caça 3, Comércio
5, Tetsubo 5 2, Conhecimento: Terras Sombrias 1, Defesa 4, Furtividade
1, Herbalismo 1, Iaijutsu 3, Intimidação 2, Investigação 3,
Ojo Jiujutsu 2, Jogos 2, Katana 5, Kenjutsu 5, Kuenai 3, Kyujutsu
Uma vez que o Covil foi atormentado por bandidos 1, Sinceridade 2, Tetsubo 1
por gerações, seus habitantes geralmente não gostam de Kata: Atacar como o Fogo, Atacar como o Vento
ronin, que muitas vezes veem o lugar como um alvo
perfeito para suas predações. O Javali é implacável a todos Shinjo Byungchul
os criminosos, com a execução como o único castigo, e Shinjo Byungchul estava caçando as Montanhas
qualquer homem-onda na área é automaticamente suspeito Crepusculares com seu filho, esperando tirar suas duas 87
de ser um bandido. Nas raras ocasiões em que um ronin mentes da morte da mãe do garoto quando eles
consegue entrar no Covil como um convidado, ele enfrenta encontraram os batedores do Javali que os escoltaram ao
vigília constante, suspeita, insulto e a ameaça de duelos. Covil. Quando viu o lugar, um triunfo de sobrevivência em
Claro, a maioria dos ronin está acostumada a estas meio a um ambiente tão difícil, Byungchul sabia que ele
dificuldades, de modo que aqueles que conseguem superar tinha que ajudá-los e se ofereceu para fazê-lo antes mesmo
os preconceitos do Covil muitas e muitas vezes podem vir a de ser perguntado a ele. Um caçador inigualável, Byungchul
se tornar adições excelentes à sua sociedade. ajudou o Javali a descobrir novas maneiras de sobreviver
É o caso de Ojo, que teve que se provar usando a generosidade das florestas próximas, tornando-o
repetidamente para sobreviver no Covil. Ele foi descoberto imensamente popular. Sua habilidade como guerreiro
logo depois de ter matado um dos bandidos que também é excelente, e ele ajudou o Javali a se livrar de
atormentaram a área, mas, no entanto, teve que explicar algumas perigosas criaturas das Terras Sombrias e bandos
que ele não era um bandido, apenas um homem-onda de bandidos na área. Tendo viajado muito em seus dias
respeitável à procura de emprego nas terras do Caranguejo. jovens, Byungchul acha o Covil um lugar agradável para se
O Javali o observou atentamente, mas Ojo mostrou-se um estabelecer, e protege os habitantes da cidade e do castelo
guerreiro competente e nunca cometeu nenhum ato que da mesma maneira que protegeu seu Clã.
sugerisse a intenção de trair ou sabotar o Covil. Ele se O único problema de Byungchul é seu filho. Embo-
mantém principalmente para si mesmo, e suas únicas ra o menino tenha se adaptado rapidamente ao novo am-
paixões aparentes parecem ser o kenjutsu, que ele pratica biente, ele está perto da idade em que ele deve ser enviado
obsessivamente apesar da falta de escolaridade formal. para um dojô. Byungchul se recusa a se casar com o Clã
Alguns entre os Javalis, começa-se a se falar em permitir Javali em respeito à memória da falecida esposa e deseja
que jure fidelidade à família Heichi, mas Ojo recusa que seu filho receba a mesma educação que ele, andando
qualquer comentário sobre o assunto. de cavalo pelas planícies e aprendendo os caminhos dos
Na verdade, Ojo matou aquele bandido porque foi Shinjo. Mas o jovem Byungsang já está se comportando
pago para fazê-lo. Ele foi um mercenário – um assassino cada vez mais como um Javali, crescendo ao lado dos filhos
contratado – pela maior parte de sua vida adulta. Ele dos Heichi. Embora Byungchul ache o caminho do Javali
nasceu o filho bastardo de uma gueixa e um samurai do honorável, rompe seu coração ver seu filho abandonando
Caranguejo que lhe deixou uma lâmina e algum dinheiro sua herança, e ele se pergunta se pode persuadir o Jomei a
para evitar causar muito escândalo. Ojo nunca teve ilusões deixar seu filho ser levado para fora do Covil de volta ao Clã
sobre o valor da vida ou da honra. Como mercenário, ele Unicórnio... mesmo se ele mesmo fique para trás.
era brutal e eficiente, aceitando qualquer contrato desde Escolas: Bushi Shinjo 3
que o salário fosse bom. Não é que goste de matar – ele Honra: 2,8
simplesmente é bom nisso e não sente nenhuma empatia Glória: 3,5
particular com o que acontece com suas vítimas. Status: 1,5
É por isso que ele não traiu o Javali e não tem Perspicácia: 179
pretensões de fazê-lo – para ele, este é apenas outro Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 2 – Agilidade
contrato, e ele não vê nenhum motivo para fazê-lo. As 4, Terra 3, Vácuo 3
condições do Covil são toleráveis em comparação com a Desvantagens: Dependente: Filho Byungsang,
vida de um ronin, ele tem comida em sua tigela todos os Nome Gaijin
dias e um teto sobre a cabeça todas as noites, então ele Perícias: Adestramento 3, Aletismo 4, Batalha 2,
aceita seu destino e obedientemente abate os inimigos do Caça 6, Cavalaria 5, Defesa 3, Furtividade 3, Investigação 3,
Javali. No entanto, se uma oferta melhor se apresentar, Ojo Jiujutsu 1, Katana 5, Kenjutsu 5, Música 1 (Flauta), Naginata
não hesitará em abandonar os Heichi. 1, Yomanri 1
Escolas: Bushi Hida 1/Bushi Heichi 2 Kata: Atacar como o Vento, Trovejando o Céu
Honra: 1,8
Glória: 0,2
Perspicácia: 180
88

está submersa no Lago da Neve de Cerejeira ocidental


PARTE IV: HANAMI MURA (assim creem os nativos de Hanami Mura, enquanto, na
verdade, ela não está embaixo d’água, mas suas ruínas se
“Dizem em Rokugan que é a qualidade e a perícia localizam na margem do lago, não muito longe de Siksa). O
do artesão que realmente definem a arte sendo admirada. marco mais famoso da região, no entanto, é a própria
Com as artes padrão, isso não é senão verdade. No entanto, Floresta Shinomen. O lago e o rio estão cheios de peixes,
com o saquê, não poderia estar mais errado. A grandeza do mexilhões de água doce (usados tanto para a alimentação
saquê não vem do conhecimento e da perícia do cervejeiro, quanto para joias de madrepérolas) e lagostins, e a terra é
mas da pureza e da perfeição de seus componentes. O fértil, produzindo abundantes colheitas.
Saquê dos Três Kami é uma bebida única dentro dos confins A cidade abriga cerca de três mil não hinin perma-
do Império. É única por muitas razões, mas a principal entre nentes. A composição aproximada da população é de 1800
elas é a sua localização em Hanami Mura. A pequena cidade agricultores, 250 artesãos e artistas, 500 monges e 450
é cercada por raridades naturais que o tornam o lugar samurais. Além disso, quando as árvores estão florescendo
perfeito para criar um saquê tremendo. As chuvas mais (do primeiro dia da primavera até o último dia do outono),
puras são filtradas através da floresta majestosa em vias entre cinquenta e mil visitantes inundam a população. Ao
navegáveis, alguns dos agricultores mais talentosos da terra longo do ano, o número médio de peregrinos na cidade é de
pagam impostos sob a forma de arroz fino; e a famosa safra 300, com um pico durante os primeiros dias da primavera,
de cerejeiras da neve da cidade contribui para a excelência quando as novas flores são celebradas no Festival das Cere-
da bebida criada lá. Um gole e tu ficarás fascinado pelo jeiras do Império e outro pico durante as últimas semanas
sabor inebriante.” – Trecho de “Uma Taça para o do outono, quando Hanami Mura realiza um festival local
Contentamento,” de Ikoma Yodosuke das cerejeiras. A maioria dos peregrinos é de monges, mas
A modesta cidade – alguns chamam de grande vila uma boa parcela é samurai, que normalmente vem acompa-
– de Hanami Mura está localizada nas terras do Clã Lebre, nhada por um pequeno séquito. Os visitantes geralmente
na margem norte do Mizu-Umi no Sakura Yuki (“Lago da Ne- não ficam mais do que algumas semanas, mas os mais devo-
ve de Cerejeira”), a fonte de Shiroi Kin Kawa (“Rio do Ouro tos às vezes permanecem durante toda a estação das flores.
Branco”). As cidades mais próximas estão no território do
Caranguejo, ao sul do rio; a dois dias a pé ao longo da mar- Cerejeiras de Neve
gem do lago está a grande cidade de Maemikake, e entre as As Sakura Yuki (“Cerejeiras de Neve”), uma espécie
duas, Sakura no Yuki Mura e suas cervejarias famosas. A ci- única de cerejeira com casca branca lisa e pequenas folhas
dade submersa das nagas, chamada Nirukti, supostamente verdes pálidas, compõem a maior parte da floresta ao longo
da costa norte do lago. Eles florescem desde o início da pri- para sobreviver, e os impostos de Hanami Mura fornecem
mavera até o outono, quando as pétalas brancas puras fi- uma grande parcela da escassa renda do Clã. Embora a
nalmente caem em massa durante o Festival das Cerejeiras maior parte do comércio ao sul da Espinha do Mundo seja
(geralmente realizado durante as duas últimas semanas do conduzida nas Províncias dos Yasuki entre o Caranguejo, o
outono, mas as datas variam para garantir que ele coincida Louva-a-Deus e a Garça, ou ao longo do Rio do Ouro com o
com a queda das flores). As pétalas cobrem o lago de modo Escorpião, há uma rota comercial menor que liga o
que ele parece coberto de neve até onde o olho pode ver. território do Caranguejo ao norte do Império (às terras do
Este lugar é conhecido por todo o Império, e muitos monges Unicórnio, em particular) que segue ao longo da borda de
e samurais espirituais vêm meditar nesta paisagem serena. Shinomen e pelas terras da Lebre e do Escorpião.
Menos conhecida é outra estranheza das A Lebre também precisava de um lugar onde pu-
cerejeiras: eles dão frutos por uma única semana, no desse receber e acomodar adequadamente os embaixado-
coração do inverno. A visão das cerejas vermelhas res dos outros Clãs. Muito paranoica para receber estas
brilhantes em ramos cobertos de neve é maravilhosa, e sua delegações em Shiro Usagi ou nos outros locais de poder do
maciez requintada e nutritiva é usada em várias iguarias Clã, ela decidiu que a localização excêntrica de Hanami
locais que são conhecidas pelos apreciadores em todo o Mura tornava o lugar perfeito para receber convidados de 89
Império. Uma vez que o inverno mantém todo o mundo – fora do Clã. Em comparação com o resto das explicitamente
exceto os comerciantes mais corajosos – longe das estradas, utilitárias propriedades da Lebre, as propriedades simples,
as cerejas de Hanami Mura e os produtos frescos feitos com mas elegantes de Hanami Mura, parecem luxuosas em
eles (como os famosos mochi com sabor de cereja) são contraste. De todos os Clãs Maiores, apenas o Caranguejo e
iguarias extremamente raras e caras que poucos lordes o Leão possuem dignitários oficiais em Hanami Mura; o
além do próprio Imperador podem se dar ao luxo de ter em Caranguejo (particularmente os Kuni) porque são vizinhos e
suas mesas. Algumas das cerejas colhidas são preservadas compartilham uma triste determinação para destruir o mal
pelo saquê e usadas no famoso Saquê dos Três Kami. (e compartilham inteligência também em algumas ocasi-
Há muitas lendas que explicam como esta espécie ões), e o Leão (principalmente os Ikoma) graças à antiga
de árvore particular veio a existir, mas nenhum estudioso aliança e amizade que têm com a Lebre. Isso não significa
foi capaz de separar a verdade do folclore nos contos, que os outros Clãs Maiores não sejam representados. Ao
supondo que eles contenham alguma verdade. contrário, mesmo que não sejam emissários oficiais, sempre
que samurais de status notável vem a Hanami Mura, mes-
Na Encruzilhada mo em negócios pessoais, espera-se que visitem o Daimyo
A localização da cidade perto dos territórios de vá- para cumprimentá-lo ao menos uma vez, e na maioria das
rios Clãs Maiores e Menores, e nas vias navegáveis utiliza- vezes, eles serão convidados de volta para passar algum
das para comércio e transporte entre estes Clãs e outros, tempo na Corte da Lebre. O ir e vir de visitantes garante
desempenhou um papel no seu desenvolvimento. Mesmo que esta corte nunca seja a mesma de um dia para o outro.
com tantos recursos naturais, uma aldeia localizada perto Samurais de todos os Clãs e das famílias Imperiais –
da misteriosa – e muitas vezes perigosa – Shinomen Mori, especialmente da Fênix, do Dragão e dos Seppun –
normalmente não cresceria tanto quanto Hanami Mura. peregrinam à cidade e visitam seus santuários e templos.
Duas coisas causaram seu crescimento: religião e política. Esta é a principal razão para viajar a Hanami Mura, mas
Peregrinos de todo o Império vêm a Hanami Mura da prima- alguns visitantes têm outros propósitos. Muitas Garças, cuja
vera ao outono. Com estes monges e samurais, há vários apreciação pela arte e pela beleza são bem conhecidas, vêm
seguidores. Esta abundância de visitantes, especialmente de para ler as obras dos artistas locais ou apreciar a paisagem,
ricos samurais, contribui para a prosperidade da cidade, e enquanto sofisticados cortesãos Imperiais vêm descansar
muitos dos seus negócios aproveitam esta situação, o que da vida estressante da corte (não sem trazer sua própria
explica a concentração incomum de mosteiros, pousadas, pequena comitiva de bajuladores), e os comerciantes
restaurantes e até lojas de artesanatos e suvernires. Muitos Daidoji e Yasuki vêm devido ao comércio das famosas
artistas talentosos também vêm à cidade em busca de bebidas alcoólicas de Hanami Mura. Alguns comerciantes
inspiração e serenidade. A maioria permanece apenas um do Louva-a-Deus também fazem negócios em Hanami
ou dois anos, às vezes menos, mas alguns fizeram de Mura, mas é principalmente uma justificativa para
Hanami Mura seu lar. Cenas clássicas das cerejeiras floridas acessarem o porto e fazerem a tão necessária parada em
podem ser encontradas em mansões dos samurais em todo suas viagens de ida e volta através do Rio do Ouro. Alguns
o Império. A riqueza que os patronos samurais investem estudiosos da Fênix estudam Shinomen e as cerejeiras
nestes artistas encontra seu caminho para a economia local, únicas encontradas lá. As tropas do Unicórnio baseadas em
e alguns entusiastas da arte da casta nobre (da Garça, em Shinomen aparecem para reabastecimento. Finalmente, o
particular) chegam até Hanami Mura exclusivamente para Escorpião, embora não desejado, mantém agentes discretos
ver o Bairro Artístico, em busca do artista que será o na cidade para manter um olho em todas estas atividades.
próximo Queridinho da Corte. Além das pequenas delegações do Caranguejo e do
Pode ser difícil acreditar que uma localização tão Leão, alguns Clãs Menores mantêm uma presença
pacífica e aberta poderia ser uma propriedade da Lebre, um permanente em Hanami Mura, achando que é o terreno
Clã ferozmente paranoico inclinado a erradicar os inimigos perfeito para construir alianças. Em particular, a Raposa e o
escondidos do Império, com pouco tempo para a Pardal têm embaixadas permanentes na cidade (apesar das
religiosidade e ainda menos para a arte. Mas a verdade é tensões passadas entre a Raposa e a Lebre), e a família
que mesmo a áspera Lebre precisa de comida e dinheiro Tsuruchi (previamente o Clã Vespa) mantém alguma
90

presença nesta corte em homenagem a alianças passadas. lutou durante todo o inverno contra a grande fera e, no
Pode parecer que Hanami Mura é um nexo político final, foi vitorioso. Mas a vitória logo lhe custaria a vida.
e diplomático que não pode ser ignorado, mas, na verdade, O grito silencioso de dor que emanou de seu corpo
as delegações são muitas vezes algo como um só samurai e e de sua alma alcançou os kami das cerejeiras na área. Com
seus assistentes heimin. Até mesmo as maiores representa- o fim do inverno, a Yuki no Onna que morava no pomar de
ções, como as da Raposa e do Caranguejo não contemplam cerejeiras sentiu a alma madura do moribundo e se aproxi-
mais do que cinco samurais e seus assistentes. Transações e mou dele enquanto os kami os cercavam com o cheiro re-
alianças são feitas nas pequenas câmaras da corte de Hana- confortante das flores e o som do vento através dos ramos.
mi Mura, diretamente na Corte da Lebre, ou nos quartos “Estás de luto pelo fim de tua vida,” disse ela,
privados em uma das pousadas da cidade, mas os acordos “assim como estou de luto pelo fim do inverno. Talvez o
mais importantes normalmente dizem respeito apenas aos companheirismo alivie nossa dor.” À vista da linda donzela e
Clãs Menores. Na verdade, a razão pela qual os Clãs Maio- da sua pele clara, o fogo no coração do homem foi
res mantêm alguns enviados em Hanami Mura (em uma reavivado. Ao som da música ventosa dos kami nos ramos, a
delegação diplomática oficial ou não) é porque ela oferece a dor no corpo do homem diminuiu. “Não tenho medo da
vantagem de ser um terreno relativamente neutro, onde os passagem ao próximo domínio,” disse ele, “mas temo, pois
cortesãos inexperientes podem aprimorar suas habilidades não deixarei nenhum legado para o mundo.” A donzela
e também esperando que alguns visitantes deixem segredos respondeu: “Podes compartilhar teu conto comigo e
de seus Clãs escaparem devido à atmosfera relaxada. garantirei que ele será lembrado.” Agradecido, o homem
começou a contar a história de sua vida para a donzela e
História aos kami, compartilhando-o para que a história não se
perdesse. Enquanto os kami ouviam, nenhuma flor caiu,
como se o mundo estivesse segurando sua respiração em
A maioria das lendas que cercam as origens das antecipação às próximas palavras do homem. O poder e o
cerejeiras únicas de Hanami Mura envolvem um misterioso interesse dos kami emprestaram ao homem a força para
ser mítico e um homem sábio. Entre as muitas variações, contar sua história. Quando finalmente chegou ao fim de
esta é a mais popular: seu conto, os kami se aglomeraram em torno do sábio,
Há muito tempo, um homem muito sábio, e alguns encantados com sua história e perguntando se também
dizem que era um monge, sentou-se debaixo das flores de poderiam compartilham com ele uma história.
cerejeira no primeiro dia da primavera, em um momento O homem respondeu: “Embora não tenha muito
em que as flores daqui eram as mesmas que em outros lu- mais tempo neste mundo, gostaria muito de ouvir a histó-
gares em Rokugan: uma floração efêmera de pétalas delica- ria. Diz-me tudo o que puder antes de eu perecer, pois não
das brancas e rosadas. Ele foi o primeiro homem a viajar até consigo pensar em um lugar melhor para morrer sob estas
aqui e chegar à costa do lago. Mas ele veio apenas para des- flores em tão boa companhia.” A donzela, usando grande
cansar, exausto por uma ferida mortal que havia recebido parte de sua força antiga, prometeu-lhe que ele não perece-
em batalha com um inimigo sombrio na grande floresta. Ele
ria enquanto uma flor de cerejeira ainda pendesse em um E é por isso que as flores passam da primavera ao
dos galhos. Quando falou isso, as flores ficaram brancas, tão outono e porque os aldeões são abençoados com cerejas no
puras e brilhantes quanto a neve fresca. “Olha,” ela disse, coração do inverno. A Yuki no Onna ainda vigia o pomar e
“fragmentos do inverno, flocos de neve nas árvores. En- mantém sua promessa. É também por isso que tantos vêm
quanto eles viverem, assim permanecerás tu ao meu lado.” meditar sob as cerejeiras, na esperança de que os sábios ka-
E então os kami começaram a contar a história do mi compartilhem seus segredos mais uma vez. Tamanha era
mundo ao homem, Iluminando-o mais do que qualquer a pureza da alma do homem que os kami ainda o reveren-
homem ou mulher, exceto talvez por Shinsei. E a donzela foi ciam. Talvez eles tenham contado seus segredos para outra
fiel à sua palavra, pois, embora a história dos kami duras- pessoa ao longo dos anos, mas talvez não, já que os samu-
sem da primavera ao outono, o homem não pereceu, nem rais e os monges ainda se sentam embaixo das árvores.
precisou sair para comer ou beber ou mesmo adormecer, Quanto ao Altar ao Sábio, embora a sua existência seja
porque tamanho era o poder combinado da donzela e dos indiscutível, sua localização continua sendo um mistério.
kami naqueles dias, e tamanha era a vontade do homem,
que se deitava debaixo das flores, com a cabeça apoiada no História
colo da donzela, aprendendo os segredos do mundo. Pré-história: As várias lendas que descrevem as 91
Mas quando chegou o outono, a história dos kami origens das Cerejas de Neve precedem a Queda do Kami.
também chegou ao fim. Então, o homem disse: “Meus ami- Primeiro Século: Primeiras tribos humanas se ins-
gos, agradeço sua história, e tanto por estender a minha vi- talam ao longo da costa do lago, numa época em que esta
da e me dar uma visão tão profunda sobre o mundo. Ne- parte de Rokugan ainda não era integrada ao Império.
nhum homem antes teve uma morte tão boa, ter os segre- Final do Primeiro Século: Os assentamentos huma-
dos do mundo que lhe foram dados em vida para que seu nos são regularmente devastados pelas feras das Terras
espírito possa ir ao próximo reino com este conhecimento. Sombrias que atravessam Shinomen Mori. Akodo percebe
Mas não posso pedir que me deis mais força, pois um dia as incursões e manda tropas para defender o Império. Há-
outros também precisarão conhecer vossa sabedoria.” nami Mura é oficialmente fundada, e agora está integrada
A donzela disse: “Teu conto não será esquecido. Es- ao Império Esmeralda. No entanto, sua localização remota e
tas árvores contarão para sempre os eventos que ocorre- a falta de interesse estratégico garantem que ela
ram aqui. Este será o meu presente de despedida, e será o permaneça em terras neutras por muitos anos.
teu legado para o mundo.” Sorrindo, ele ficou em silêncio e Quarto Século: A aldeia é muitas vezes alvo de
lentamente fechou os olhos. Os kami choraram, e as flores ataques de bandidos provenientes da floresta. Um samurai
que haviam se mantido durante todo o verão finalmente em musha shugyo vem à aldeia e concorda em ajudar os
caíram e foram varridas para o lago por uma brisa repentina camponeses. Com habilidade e astúcia, ele derrota os
e fria. Conforme o último suspiro do sábio veio, então a bandidos e mata seu líder, mas morre logo após as feridas
última pétala deixou seu ramo para descansar no lago. A recebidas na batalha. Muitos aldeões veem neste ronin
jovem soltou lágrimas de gelo, e o primeiro floco de neve anônimo a reencarnação do sábio lendário, e um santuário
do inverno caiu dos céus, seguido por muitos outros. é construído em sua homenagem. Poucos anos depois, um
Muitos anos depois, no coração do inverno, outro grupo não identificado profana o santuário e rouba a urna
homem se viu perdido e com fome no pomar de cerejeiras contendo os restos do samurai sob a cobertura da noite.
congeladas. O destino o trouxe, instável e exausto, para o Rumores sobre avistamentos do fantasma do samurai
corpo do sábio. O recém-chegado não podia saber se o heroico começam.
sábio havia morrido há muito tempo, pois seu corpo frio O Fantasma do Herói: Ninguém além de um
estava perfeitamente preservado no estado sereno de seus punhado de Escorpiões sabe quem era o salvador de
últimos momentos. Apesar de sua condição, o homem Hanami Mura. Seu nome era Bayushi Takuro, e quando seu
perdido decidiu providenciar um túmulo para o defunto. daimyo pediu-lhe para sacrificar sua honra ao serviço do
Sua tarefa terminou, ele entrou em colapso na neve. Clã, ele escolheu trair seu Clã em vez de sujar sua honra.
Uma mão gelada ergueu o rosto da terra fria, e ele Ciente de que sua vida estava perdida, ele desapareceu e
viu a donzela sorrindo para ele. “Fizeste uma ótima ação de viveu como um ronin, nunca se hospedando em algum lugar
compaixão, proporcionando uma sepultura para este ho- por muito tempo. Seu treinamento permitiu que escapasse
mem que não conhecias. Tenho outra tarefa a ti,” disse ela. de seus ex-camaradas e do Bosque do Traidor por muitos
“Mas primeiro, deves comer.” Enquanto ela falava, cerejas anos. Seu antigo daimyo não suportou a indignação quando
vermelhas brilhantes apareceram nas árvores ao redor do a palavra de sua morte e elevação ao status de herói veio a
homem. Ele finalmente conseguiu apagar sua fome. Com ele. Ele enviou um grupo de homens para recuperar as
cada cereja comida, ele sentiu sua força reabastecida e o cinzas e voltar com elas. Mesmo que a alma de Takuro não
calor retornando a seus membros. “Devo-te minha vida. O pudesse ser ligada a uma árvore no Bosque do Traidor, um
que precisas de mim, minha dama? Pede e pagarei minha Shugenja Yogo poderia garantir que ela não descansaria em
dívida,” disse ele, totalmente saciado. A donzela falou sobre paz. Depois de quase oitocentos anos de inquietação, presa
o homem que acabara de ser enterrado, e a promessa que no Ningen-do, a alma de Takuro está se aproximando
fez sobre seu conto não ser esquecido. Fascinado pela perigosamente do ponto de ruptura e pode se tornar uma
história da vida do sábio, o recém-chegado respondeu: ameaça muito séria a Hanami Mura.
“Contarei a qualquer pessoa que conhecer para que ele não Quinto Século: As notícias das flores únicas da
seja esquecido. E no seu túmulo construirei um altar, para aldeia lentamente se espalharam. Monges errantes são os
marcar a localização às gerações futuras.” primeiros a virem regularmente. Para acomodar os
peregrinos, o monge Kiroka fundou o primeiro templo de 1128: A Guerra dos Clãs deixa a cidade
Hanami Mura: Shiroi Hana Shudoin (o Templo das Flores amplamente isolada. A população de Hanami Mura
Brancas). Ele começa como um modesto santuário com um aumenta à medida que tanto agricultores refugiados
dormitório de madeira adjacente. quanto artesãos desejam a proteção da Lebre.
Sexto Século: Depois de uma colheita de arroz 1129: A aldeia fica admirada quando uma tropa de
incrivelmente abundante, um santuário a Inari é construído nagas se move ao sul para se juntar ao Caranguejo no
para agradecer à generosa Fortuna. Muralha Kaiu.
Início do Sétimo SéculoI: Shiroi Hana Shudoin sofre 1130: Um santuário a Kisada é construído depois
suas mais ambiciosas obras de expansão para acomodar que ele recebe o status de Fortuna da Persistência. É talvez
seus peregrinos cada vez mais numerosos. Torna-se quase o único santuário construído fora das terras do Caranguejo
tão grande quanto é hoje. em homenagem à nova Fortuna. Este santuário se encaixa
Final do Sétimo Século: Alguns monges do Templo perfeitamente em Hanami Mura, onde os visitantes
de Osano-Wo se instalam em Hanami Mura a pedido dos também prestam seus respeitos às flores de cerejeira
aldeões, para fortalecer suas forças em caso de ataques duradouras de um ano.
sobrenaturais ou de bandidos. Eles fundam Hana Bengosha 1132: Os peregrinos começam a retornar 92
Shudoin (Templo dos Defensores das Flores) no coração da numericamente à aldeia depois da palavra do resgate do
aldeia. Imperador Toturi I. Muitos desejam se distanciar dos
Oitavo Século: O Clã Lebre é fundado em 750. problemas que eles encontram em outros lugares do
Hanami Mura não é mencionada no decreto de criação do Império, mas alguns trazem seus problemas consigo. Os
Clã, mas a Lebre logo reivindica a aldeia enquanto reforça aldeões fecham suas portas à noite, com medo de sombras
suas fronteiras com Shinomen Mori. estranhas, e não ficam realmente consolados pela visão dos
Nono Século: Hanami Mura, sob a proteção da magistrados da Lebre em alerta máximo.
Lebre, finalmente começa a crescer como uma pequena 1134: A paz retorna após a Batalha do Portal do
cidade. À medida que se desenvolve, as histórias de sua Esquecimento. Alguns espíritos retornados se reúnem na
bela paisagem se espalharam pelo Império, atraindo mais e aldeia, buscando um lugar de consolo já conhecido em suas
mais visitantes. Em 889, o próprio Hantei XXIV vem pouco vidas anteriores.
depois de sua coroação passar algum tempo sob as flores, o 1136: O Unicórnio começa a patrulhar Shinomen
que aumenta consideravelmente a fama da cidade, Mori durante a hibernação das nagas e muitas vezes param
especialmente entre as famílias Imperiais. na cidade para reabastecer e descansar.
Décimo Século: Hanami Mura e suas flores únicas 1138 a 1153: A Guerra dos Espíritos estoura, mas
são agora bem conhecidas em todo o Império. Os monges deixa a cidade intacta, pois a maioria dos espíritos a deixa
foram os primeiros a peregrinarem à cidade, portanto agora para responder ao chamado de Hantei XVI. O status de
a maioria das principais seitas já estabeleceu uma presença Hanami Mura como um lugar sagrado, juntamente com seu
significativa lá. Muitos samurais devotos agora seguem seu afastamento, a protege dos piores efeitos diretos da Guerra
exemplo. Por sua vez, artistas vêm à cidade, e nasce o dos Espíritos, embora a disputa que assola o Império reduza
famoso Bairro Artístico. o número de peregrinos e a economia da cidade sobreviva
Décimo Primeiro Século: Muitos veem as nagas, apenas precariamente.
que se acreditava serem lendas, nadando abaixo do lago, 1153 a 1158: Durante estes cinco anos de paz, a
mas elas continuam evasivas ao contato humano. economia de Hanami Mura experimenta uma grande
1123 a 1125: O Clã Lebre é dissolvido. A cidade explosão, pois muitos veteranos de guerra a visitam para
diminui após numerosos ataques de bandidos. Alguns ronin, encontrar alguma serenidade sob as flores brancas.
presumivelmente antigas Lebres, eventualmente se juntam 1158 a 1160: Depois que o Imperador Toturi é
em Hanami Mura para defendê-la. Oos edifícios se esvaziam morto, o Império entra em caos durante a Era dos Quatro
e poucos peregrinos vêm durante estes anos. Ventos. Mais uma vez, Hanami Mura permanece
1125: A Lebre renasce e começa a reconstruir. Os relativamente intocada, embora os visitantes se tornem
ronin que guardam a aldeia “se unem” ao Clã Lebre. Muitos mais escassos. Enquanto os Clãs lutam por poder, os líderes
dos edifícios abandonados são demolidos para serem dos Clãs Menores começam a pensar que precisam
usados como material de reconstrução. O Campeão Lebre aumentar sua cooperação para melhor apoio durante os
Usagi Ozaki remove a maioria das atividades diplomáticas conflitos que afligem o Império. A semente da Aliança dos
do Clã para Hanami Mura enquanto Shiro Usagi está sendo Clãs Menores é semeada, e uma grande parte dela é
reconstruído, mas logo percebe as vantagens do planejada em Hanami Mura enquanto os Clãs Maiores se
movimento e decide torná-lo permanente. degladeiam.
1126: A praga diminui os esforços de reconstrução 1165: Iuchiban retorna e lança sua Chuva de
à medida que a cidade se concentra em sobreviver. Sangue sobre o Império. O contingente de monges que vive
1127: Rumores de uma força das Terras Sombrias na cidade supera a provação quase incólume, mas muitos
que se deslocam apenas a alguns dias a pé chegam até a samurais ressentidos com suas atribuições no que
aldeia. Eles são desconsiderados até vir a notícia da Batalha consideram uma corte menor não resistem ao chamada do
do Estreito Beiden. A Lebre envia samurais extras a Hanami sangue. As Lebres lidam rapidamente com o surto de maho-
Mura, para patrulhar a área e dar aos convidados e aldeões tsukai, mas alguns escapam e encontram refúgio em
tempo para escaparem se tal exército voltar novamente. Shinomen Mori, onde engendram vingança. As flores de
cerejeira permanentemente brancas ficam pretas alguns
dias após o fim da chuva e caem imediatamente. Muitos floresta logo se juntam a suas fileiras e são ordenadas a
temem o pior para o futuro, e grandes rituais de purificação permanecerem o mais longe possível dos samurais da
são organizados em um esforço conjunto raro de todas as Lebre, de modo a não arriscar expor Daigotsu a eles. A
seitas da Irmandade de Shinsei em Hanami Mura. Raposa trás a prova disso, e o Louva-a-Deus promete ajudar
1166: Nestes tempos incertos, poucos Clãs enviam em troca da fidelidade da Raposa. A anexação da Raposa
dignitários à Corte da Lebre. Esta é realmente uma benção perturba o equilíbrio da política entre os membros da
para a cidade, pois garante que escape aos jogos políticos Aliança dos Clãs Menores, e levará algum tempo para que
que desestabilizam o Império. Hanami Mura usa este tempo eles digiram a notícia.
para se recuperar lentamente das consequências da chuva
de sangue.
1167 a 1168: A guerra entre o Caranguejo e o
Geografia
Escorpião é principalmente uma série de escaramuças em
pequena escala. As terras da Lebre estão presas entre os Em primeiro lugar, Hanami Mura é um centro
dois territórios dos Clãs, e, portanto, suas tropas religioso. A espiritualidade permeia a cidade, e os muitos
frequentemente passam através sem o consentimento da templos, os monges que os habitam, bem como os
pitorescos convidados samurais, são um lembrete 93
Lebre, causando muito estresse ao Clã Menor. Quando
Kisada leva incursões às propriedades do Escorpião, ele às permanente da santidade do lugar. Assim, as poucas casas
vezes cria acampamentos temporários em terras da Lebre de geishas autorizadas são discretas e do mais alto padrão
(nem sempre longe de Hanami Mura). A Lebre não quer se moral, enquanto outras atividades “pecaminosas”, como
envolver nessa guerra, mas não está em condições de fazer jogos de azar, ópio e prostituição, são totalmente proibidas
muito sobre as incursões do Caranguejo, e Usagi Ozaki não da cidade. Isso nem sempre cai bem a alguns convidados
pode negar que gosta de ver o Escorpião ter uma lição de mais turbulentos, em particular do Caranguejo, do Louva-a-
humildade. Deus e do Unicórnio, mas os magistrados da Lebre que
1168: A delegação da Raposa é reduzida a um patrulham as ruas são intransigentes. A santidade das flores
único representante quando todos os samurais são de cerejeira e a segurança deste lugar dependem deles.
convocados para lidarem com problemas misteriosos em Somente ao olhar além do aspecto espiritual da
suas Províncias natais. Poucos sabem, mas a Raposa está cidade, o visitante pode lembrar que este é também o
sob ataque de estranhos bandidos em Kitsune Mori. centro diplomático do Clã Lebre. Alguns samurais residentes
1169: Daigotsu desloca a capital de seu Império de de Hanami Mura não estão aqui para fins religiosos
Perdidos aos Pântanos Sombrios de Shinomen Mori, onde (embora alguns certamente possam desfrutar deste aspecto
ele coloca em movimento seus planos para formar o Clã em sua estadia); eles estão na cidade para representar seus
Aranha. As células de oradores de sangue refugiadas na Clãs na Corte da Lebre. Esta é a corte mais prestigiada da
cidade, já que o Governador administra todos os assuntos das Flores Brancas”) e o Templo Hanami. O primeiro aceita
diplomáticos com outros Clãs em nome do Campeão Lebre. monges todas as ordens, bem como os samurais peregrinos
Ela não é, no entanto, a única corte. Alguns membros mais devotos, e é o mais antigo de todos os templos de
poderosos das Casas Imperiais visitam regularmente Hanami Mura. O pequeno Dojô Makkura (“Escuridão
Hanami Mura. Além destes, alguns cortesãos influentes de Total”), onde os cegos treinam para superarem sua
todos os Clãs Maiores frequentemente vêm em deficiência, está localizado no terreno do templo. O Templo
peregrinação, invariavelmente trazendo consigo Hanami o lar da pequena seita dedicada a Hanami, a
importantes cortes. Em relação a estes indivíduos, Fortuna das Flores, e é chamada de Ordem do Eterno
pequenas cortes informais e exclusivas se materializam Floreio. Os camponeses também chamam os monges
espontaneamente em seus aposentos pessoais, já que os carinhosamente de Jardineiros, pois eles se ocupam de
bajuladores e os visitantes independentes sempre manter o bosque na melhor condição possível. Eles varrem
aparecem rapidamente. Ao olhar do esclarecido, a visão de as folhas caídas, cortam os ramos mortos e assim por
um servo que corre entre residências para entregar uma diante, mas sempre de uma maneira sutil e humilde, que
mensagem ou um convite é tão comum quanto a visão de não revela aos visitantes o fato de que eles mantêm a
um samurai meditativo. beleza natural da floresta. A maior e mais cara pousada de 94
Por fim, a pequena mas conspícua comunidade de Hanami Mura, a Casa das Águas Perfumadas, está situada
artistas e artesãos certamente contribui para o clima suave entre as cerejeiras e o lago. Ela consiste em um grande
de Hanami Mura. Há uma competição saudável entre eles, e edifício central ligado a meia dúzia de pequenas casas de
juntos desejam tornar a cidade o lugar mais lindo do hóspedes privadas construídas sobre palafitas sobre o lago.
Império. A arte não é reservada às residências samurais, É o lugar onde os visitantes mais ricos permanecem, e suas
pois as esculturas de madeira e pedra decoram as ruas, e os cortes privadas são muitas vezes iguais ou maiores que a do
numerosos santuários e templos são adornados com Governador em termos de poder e influência exercidos por
esculturas elaboradas e pinturas impressionantes. seus convidados.
Com a santidade da cidade a preservar e todos Distrito Namazu (O Bairro Pesqueiro): Abraçando
estes convidados de prestígio para proteger, não é a margem sul do rio, no lado oposto ao centro da cidade de
surpreendente que os magistrados e os samurais da Lebre Hanami Mura, está o Distrito Namazu (“Peixe-Gato”). Aqui é
estejam sempre de guarda, prontos para reagir a qualquer onde os eta, sendo a maioria deles pescadores, vivem.
perigo ou para lidar com qualquer problemático. Deve-se notar que, para preservar a beleza do lago, são
Consequentemente, o crime é muito baixo. Pequenos proibidos os barcos de pesca. Assim, os pescadores estão
crimes, como assalto, ocorrem, mas estupros ou restritos a barcos de passeio no rio e, ao pescar no lago,
assassinatos são praticamente inéditos, o que os tornaria estão limitados a jogar redes de pesca. Mulheres e crianças
ainda mais chocante se ocorressem. eta podem ser vistas durante todo o ano colecionando
mexilhões de água doce ou caçando lagostins na margem
Uma Visão Rápida da Cidade do rio. A alguma distância a sul, há um pequeno posto
Hanami Mura pode ser dividida em quatro áreas: a avançado, ao lado da estrada indo para Maemikake, onde
cidade propriamente dita, o bosque das cerejas, o bairro os soldados da Lebre controlam os papéis de viagem dos
pesqueiro e o bairro artístico. visitantes que desejam entrar no território do Clã.
Hanami Mura (O Centro da Cidade): Com cerca de Distrito Akamori (O Bairro Artístico): Aos
três quartos dos habitantes da cidade, esta é a parte mais visitantes com uma necessidade compulsiva a atividades
populosa da cidade. A maioria dos camponeses vive nos não aceitas na cidade, há o distrito de Akamori (“Floresta
bairros orientais, enquanto os samurais e os artistas ricos Vermelha”) de Hanami Mura, a meio quilômetro a norte da
vivem perto do lago, nos bairros ocidentais. Estalajadeiros, cidade, que concentra seu comércio em todas as atividades
comerciantes e artesãos estão espalhados por toda a desagradáveis e proibidas de Hanami Mura. Tecnicamente,
cidade, enquanto alguns monges vivem perto ou nos Akamori faz parte da Hanami Mura, mas devido à sua
poucos santuários e templos do Centro da Cidade. No canto localização excêntrica e às atividades realizadas lá, a maioria
sudoeste da cidade, entre o lago e o rio, está a residência dos samurais prefere pensar nele como uma vila separada
do Governador, que funciona como a principal Corte da (por isso ele é muitas vezes chamado de Akamori Mura).
Lebre. O maior templo da cidade é o Hana Bengosha Muitos samurais em peregrinação, mas incapazes de
Shudoin (“Templo dos Defensores das Flores”), onde os manter o estilo de vida ascético exigente, juntamente com
monges da Ordem de Osano-Wo estão estabelecidos. muitos artistas e diplomatas da cidade, se reúnem em
Outros edifícios notáveis incluem o quartel da Lebre, Akamori para apreciar noites coloridas longe dos olhos
Refúgio (a mais antiga estalagem da cidade) e a Cervejaria reprovadores dos monges. Os magistrados da Lebre, cientes
dos Três Kami. de que a austeridade de Hanami Mura não é para todos,
Distrito Sakura (O Bosque das Cerejas): A oeste do toleram Akamori. Eles mantêm vigília cautelosa sobre o
coração da cidade ocupada está o sereno bosque de pequeno centro de entretenimento, mas tentam
cerejeiras que tornou Hanami Mura tão popular. A permanecer tão discretos quanto possível e deixar os
população local é composta principalmente por monges de clientes livres, desde que não criem problemas. Afinal, a
várias ordens, vivendo nos templos localizados lá e maior parte do dinheiro gasto em Hanami Mura é gasta em
cuidando de muitos santuários, altares e templos menores Akamori, e a Lebre precisa de renda tributária. É um
espalhados pela costa ou na floresta. Os dois maiores Akamori que é mais provável encontrar agentes do
templos deste distrito são Shiroi Hana Shudoin (“Templo Escorpião ou do submundo, e as Lebres preferem limitá-los
a uma área menor, supostamente mais fácil de controlar. Se essenciais; um ao kami da água e outro para Ebisu, cuja
esta tática é bem sucedida ou não, a boa notícia é que benção de trabalho honesto possibilita aos dois primeiros
Hanami Mura continua sagrada. serem combinados para criar o saquê. Durante o curto
período de colheita do inverno, são colocadas nas garrafas
Terra Oca as cerejas recém-colhidas dos pomares congelados, mas no
A terra na proximidade do lago, da floresta de resto do ano, os monges usam cerejas preservadas no
Shinomen até o Rio Kawa no Kin, é composta saquê. Isso dá ao raro Saquê de Inverno dos Três Kami um
principalmente de calcário e coberta por uma espessa sabor único em comparação com o saquê produzido
camada de solo. Devido ao abundante húmus na floresta, a durante todo o ano, e o torna mais procurado. As cerejas
água é ligeiramente mais ácida do que o normal. dão um sabor delicado à bebida, sentido apenas pelos
Consequentemente, as cavernas naturais esculpidas com conhecedores, mas suas peles de rubi dão uma leve
água são comuns na área. A maioria é inundada ou tonalidade de rosa, de modo que mesmo os menos
atravessada por riachos subterrâneos. De vez em quando, conhecedores podem reconhecer visualmente uma xícara
um fazendeiro vai trabalhar e encontra um sumidouro dos Três Kami em uma lista de marcas.
recém-criado em seu campo, ou um pedreiro descobrirá À medida que se move mais para a cervejaria, é 95
uma nova rede de cavernas mais raramente. Estas cavernas possível ver a sala de filtração, onde o saquê prensado
são muito perigosas para explorar (geralmente são estreitas passa através de telas progressivamente menores antes de
e escorregadias), e poucos se atreverão a entrar, pois fazer o líquido correr através de carvão em um processo
ninguém sabe que tipo de criaturas podem habitá-las. chamado roka. Aqui, as féculas restantes dos grãos de arroz
são removidas, deixando um líquido nítido, limpo e claro.
A Cervejaria dos Três Kami Todas as impurezas que poderiam ter sido transmitidas
A Cervejaria dos Três Kami está localizada no lado durante o processo de fabricação da cerveja são filtradas, e
noroeste de Hanami Mura, logo fora da própria cidade e apenas os melhores atributos do arroz, da água e do koji
aninhada em meio aos famosos pomares de Sakura Yuki. O são deixados. Na próxima sala é onde o arroz fermentado e
edifício em si é bastante grande, facilmente uma das a água são prensados, criando o saquê bruto chamado
maiores estruturas da cidade. Ela tem três andares de moromi que será filtrado no produto final na sala anterior.
altura, e não tem nenhuma das telhas abrangentes ou O produto fermentado é vertido nos tanques acima, em
imponentes elementos arquitetônicos que se esperaria de sacolas de lona que estão amarradas e colocadas em uma
um produtor tão conhecido. É tão simples quanto os prensa de madeira chamada fune. Ao lado, há outro
monges que trabalham lá. conjunto de escadas que levam ao último andar do prédio.
À medida que se chega à cervejaria da cidade, se é O piso superior é onde começa todo o processo e
atingido por sua simples presença. Ela está escondida onde vive o cervejeiro. Em primeiro lugar, nota-se um
dentro de uma área florestal, e o exterior do edifício é cheiro de mofo como resultado do cultivo do molde de koji
envelhecido e rústico como as árvores ao redor, quase que torna possível todo o processo. Aqui é onde o arroz é
como se a floresta procurasse esconder sua amiga de olhos moído, removendo a extremidade mais dura e deixando
curiosos. A entrada é uma série de grandes arcos torii apenas o interior amiláceo do grão. O arroz é então lavado
inscritos com orações às Fortunas. Dentro destes arcos está meticulosamente antes de ser embebido até que a
um portão grande geralmente aberto durante o dia. Uma quantidade perfeita de água seja absorvida. Quando o arroz
vez que se atravesse o portão, será visto que o piso inferior já foi embebido, é cozido no vapor. O arroz nunca é fervido,
do prédio é principalmente um depósito. Este é o lugar ele só recebe um vapor suave antes de ser combinado com
onde caixas e caixas de saquê são armazenadas antes de o arroz koji e a água, e depois é deixado para fermentar por
serem enviadas para seus destinos em Rokugan. À esquerda 32 dias.
está uma área murada com uma única porta larga. A porta Há, naturalmente, muitos outros lugares
leva à sala de rotulagem. Aqui, vários monges jovens escondidos nos cantos remotos desta instalação, incluindo
rotulam e limpam as garrafas de saquê prontas antes de aposentos do pessoal, a casa do cervejeiro e a área de
colocá-las nas caixas. Na parte de trás da sala, há uma armazenamento de cerejas Hanami Mura. A maioria destes
plataforma resistente que pode ser erguida e abaixada lugares são privados ou mantidos secretos por um motivo.
entre os pisos para transportar as garrafas da sala de Eles não estão disponíveis em uma visita, mas se um
engarrafamento acima à sala de rotulagem abaixo. Ao lado samurai se vê em necessidade de ver um destes cômodos,
da plataforma está um conjunto de escadas que levam ao ele deve falar com o cervejeiro ou com qualquer um de seus
segundo andar. convidados de honra, e para tanto basta perguntar aos
A primeira coisa que se notará no segundo andar é monges que eles o guiarão a um dos que autorizam.
a pungência do saquê em maturação. Nesta sala é onde os A maioria dos habitantes ou trabalhadores da
monges despejam a bebida acabada em garrafas de argila, e cervejaria são de fato acólitos ou monges jovens de um dos
onde o saquê assume sua identidade única. O visitante verá mosteiros da cidade. Uma parte do treinamento deles os
que cada garrafa dos Três Kami é engarrafada com três leva até a cervejaria onde eles podem trabalhar segundo a
cerejas perfeitas crescidas nos pomares de Hanami Mura, e vontade de Ebisu e ganhar seu favor antes de continuar seu
seu açúcar oferecerá doçura adicional. Cada cereja treinamento. A maioria destes monges é esquecível, mas
representa um dos kami ou Fortunas ao qual a bebida é alguns dos habitantes da cervejaria são bastante
nomeada. Uma para Inari, a Fortuna do Arroz cujo favor cria memoráveis.
o arroz magnífico que é o primeiro dos ingredientes
da Delegação da Tartaruga e Tsuruchi Toe é a líder da Dele-
Personagens gação da Vespa (ou a líder da Delegação do Louva-a-Deus).
Anexação da Raposa pelo Louva-a-Deus: A integra-
Como a voz do Campeão Lebre, Usagi Ginsei tem o ção do Clã Raposa ao Louva-a-Deus pode ter tanto efeito na
dever distinto de representar seu lorde aos dignitários de cena política de Hanami Mura quanto o Narrador desejar.
outros Clãs e transmitir seus anúncios para eles, coletando Mesmo depois de se juntar ao Louva-a-Deus, os orgulhosos
suas mensagens e petições para encaminhar os mais Kitsune querem manter uma aparência tão independente
importantes ao seu daimyo. O velho Usagi Ozaki tem pouca quanto possível, e isso significa que a família manterá
paciência para os jogos da corte, e o papel primordial de representantes em Hanami Mura independentemente da
Ginsei é filtrar as valiosas informações obtidas na corte das família Tsuruchi. É possível que alguns Kitsune que se
demais discussões triviais. As cartas formais ainda podem oponham à anexação cheguem até a tramar em Hanami
ser endereçadas diretamente ao Campeão Lebre, mas Mura para acabar com o acordo com o Louva-a-Deus.
graças ao serviço de Ginsei, ele não precisa suportar o tédio Finalmente, em vez de participar ativamente na construção
da vida da corte. da Aliança dos Clãs Menores, eles a monitorarão com os
A Lebre está atenta ao fato de que ter uma única Tsuruchi para o Louva-a-Deus e provavelmente continuarão
pessoa agindo como um amortecedor entre a liderança do 96
a apoiá-la. Os outros Clãs Menores, no entanto, podem ser
Clã e o resto do Império é um possível ponto fraco que divididos sobre a mudança. Alguns estarão satisfeitos por
poderia ser explorado. Assim, Ginsei recebe a ajuda de terem ganhado o apoio de um Clã Maior à sua causa,
vários assessores próximos para desempenhar seus enquanto outros consideram a Raposa com suspeita,
deveres, e o primeiro entre eles é sua própria esposa. vendo-a como um lobo entre as ovelhas.
Adiante está uma breve lista de líderes de Hanami Chefes de Delegações Impermanentes: Kakita
Mura: Makiko é a líder da Delegação da Garça, Togashi Koengo é o
Administração: Usagi Ginsei é o Daimyo Provincial, líder da Delegação do Dragão, Ichiro Renken é o líder da
Usagi Hotsuken é o Capitão da Guarda, Ujina Mariko é a Delegação do Texugo, Koumori Mizuho é a líder da
Chefe dos Magistrados Provinciais Delegação do Morcego e Tsi Toredo é o líder da Delegação
Abades: Kanajiwa é o Abade do Templo das Flores do Papa-Figos.
Brancas, O-Tozu é o Abade do Templo dos Defensores das
Flores e Ichige é o o Abade do Templo Hanami Akindo
Chefes de Delegações Permanentes: Kuni Godai é Akindo é um homem pequeno e duro com a
a líder da Delegação do Caranguejo, Ikoma Hiruso é o líder mesma cabeça raspada como seu mentor Jousei. O que ele
da Delegação do Leão, Tonbo Daikon é o líder da Delegação não tem em tamanho, ele tem em ambição. Como um bebê,
da Libélula, Kitsune Nanami é a líder da Delegação da Rapo- ele foi deixado no mosteiro de Hanami Mura e foi criado lá.
sa, Fuzake Mugen é o líder da Delegação do Macaco, Morito Desde os seus primeiros dias, ele esperou a oportunidade
Fang-Chuo é a líder da Delegação do Touro, Suzume Hirozu- de fazer algo mais para si mesmo, para provar a todos estes
ma é o líder da Delegação do Pardal, Kasuga Jinshu é a líder outros camponeses e monges que ele é destinado às glória
e riqueza. Todos os seus talentos e habilidades estão no vem com ela. Sua aparência se projeta de acordo com as
comércio, e ele tem uma mente aguçada para finanças, a muitas refeições que ele desfrutou ao longo dos anos, mas
todas as coisas envolvendo koku. Ele aguarda agora o dia sua personalidade alegre não pode ser atenuada pela carne
em que pode intervir e transformar o ônus dos Três Kami na que cobre o resto dela. O rubor de seu rosto e o vermelho
mina de ouro que ele sabe que pode ser. Akindo de seu nariz são uma lembrança rápida de que ele também
recentemente fez uma amizade com Ikoma Yodosuke, um gosta bastante de saquê e certamente ingere uma grande
renomado admirador de saquê. quantidade daquilo que ele produz. Ele está sempre feliz de
Escolas: Monge das Mil Fortunas 1 ver um convidado, e ainda mais feliz em oferecer uma visita
Honra: 1,0 às obras de sua amada cervejaria. Sua única falha, se ele
Glória: 0,5 tem uma, é que é muito ingênuo.
Status: 2,0 Escolas: Monge das Mil Fortunas 1
Perspicácia: 121 Honra: 2,0
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 2 – Carisma 3, Fogo 2 Glória: 3,0
– Inteligência 3, Terra 2, Vácuo 3 Status: 3,0
Desvantagens: Heimin, Pequeno Perspicácia: 123 97
Perícias: Comércio 5, Conhecimento: História Atributos e Anéis: Água 2 – Força 3, Ar 2, Fogo 2 –
Rokugani 1, Conhecimento: Saquê 1, Jiujutsu 1, Kuenai 1, Inteligência 4, Terra 2, Vácuo 3
Ofício: Cervejaria 3, Sinceridade 3, Teologia Rokugani 1 Vantagens: Liderança
Desvantagens: Crédulo, Heimin
Ikoma Yodosuke Perícias: Conhecimento: História Rokugani 1,
Ikoma Yodosuke não é um samurai comum do Leão Conhecimento: Saquê 3, Jiujutsu 1, Meditação 1, Ofício:
nem se a imaginação for longe. Ele foi treinado como um Agricultura 1, Ofício: Cervejaria 7, Ofício: Culinária 1,
bushi porque implorou a seu pai para que isso acontecesse, Teologia Rokugani 3
algo que aconteceu muitas vezes em sua infância. Não de-
morou muito para que o treinamento como bushi o aborre- Ujina Mariko
cesse e para um novo fascínio assumir o controle. Ele se tor- Ujina Mariko, a principal magistrada de Hanami
nou totalmente absorvido pelo saquê e começou a perse- Mura, é uma pessoa descomplicada que leva uma vida
gui-lo em todo o império. Do Amigável Viajante aos Três complicada. Ela nasceu e cresceu em Hanami Mura como a
Kami, ele provou todos, saboreando suas personalidades filha do Chefe dos Magistrados Provinciais anteriores, o
únicas. Algo sobre os Três Kami o trouxe a uma nova falecido Ujina Zurin. Durante a juventude, ela conseguiu
viagem. Usando as conexões de seu pai na corte, bem como observar como as organizações criminosas limitadas, mas
a nova aliança de seu Clã, ele começou a treinar como eficientes, que operavam na cidade estavam dando muito
Cortesão Doji e começou a usar seu sistema de favores para problema a seu pai. Discretas e seletivas em seu ofício, as
negociar seu caminho a provar mais de seu saquê favorito. juzimai nunca agiam em crimes rasos – como assaltos – ou
Ele está usando lentamente seu novo treinamento para se muito altos – como assassinatos. Em vez disso, elas
colocar numa posição mais proeminente no Império como concentraram suas atividades nas apostas de jogos de azar,
uma espécie de sommelier. Com seu livro recente sendo na prostituição e no contrabando de ópio no Distrito
celebrado como o maior tratado sobre saquê, ele está Akamori, completando-os com a chantagem de alguns
certamente a caminho deste título. samurais clientes influentes, garantindo a proteção dos
Escolas: Guardião Leão/Bushi Akodo 1/Omoidasu níveis mais altos do sistema de justiça. Parecia que o
Ikoma 2/Cortesão Doji 1 domínio dos criminosos sobre Akamori era imutável, como
Honra: 3,5 provado da maneira mais dramática quando seu pai,
Glória: 5,0 tornando-se um obstáculo grande demais, morreu em
Status: 3,0 circunstâncias misteriosas.
Perspicácia: 227 A jovem Mariko, fresca em seu gempukku,
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 4, Fogo desapareceu pouco depois. Alguns meses depois, disfarçada
4, Terra 3, Vácuo 3 de camponesa, ela se infiltrou na organização criminosa do
Vantagens: Escolas Múltiplas, Riqueza, Servos (dois submundo de Akamori. Dentro de um ano, ela identificou
Atendentes) todos os líderes e os envenenou. Só então ela revelou sua
Desvantagens: Compulsão: Saquê (-2), Espoliado: verdadeira identidade e anunciou que ela havia vingado seu
Saquê, Má Reputação: Bêbado pai. Mas ela não parou nesta vitória. Mariko sabia que os
Perícias: Atletismo 2, Caligrafia: Rokugani 3, líderes seriam logo substituídos e as operações só teriam
Cavalaria 3, Composição 5, Conhecimento: Lei Rokugani 2, sido temporariamente interrompidas. Em uma jogada
Conhecimento: Saquê 3, Corte 3, Defesa 3, Etiqueta 5, ousada, ela ofereceu aos criminosos sobreviventes que
Katana 3, Kenjutsu 3, Kyujutsu 2, Narração 5, Ofício: trabalhassem para ela, e ao mesmo tempo voltou para casa
Cervejaria 1, Oratória 5, Yari 5, Yarijutsu 5 e se juntou aos Magistrados Provinciais. Seu raciocínio era
simples: o crime nunca seria erradicado. Então, ao invés de
Jousei perder tempo e viver nesta batalha, era mais lógico
O cervejeiro Jousei é um homem grande, com a controlá-lo para que ela estivesse em uma posição em que
tradicional cabeça calva de um monge. Ele é obviamente ela pudesse mitigar seus piores efeitos.
acostumado a sua posição de respeito e à boa comida que
Apenas alguns criminosos levaram sua oferta a Vantagens: Aliado: Usagi Ginsei, Bênção de
sério, mas aqueles que não juraram fidelidade a ela logo Fortuna: Daikoku, Discreto, Honra Incerta (4), Impiedoso,
enfrentaram as lâminas de seus colegas magistrados. Em Liderança, Mente Clara
alguns anos, e depois de sobreviver a dúzias de tentativas Desvantagens: Arqui-Inimigo: líder Escorpião do
de assassinato, o submundo de Akamori finalmente se tráfico de ópio de Hanami Mura, Influenciado: controlar o
submeteu e caiu sob o controle de Mariko. Ao mesmo submundo de Hanami Mura, Superconfiante
tempo, suas realizações como magistrada contra as gangues Perícias: Acupuntura 2, Atletismo 3, Atuação 3,
de Akamori ganhavam muita fama, pois ela sempre tinha Caça 2, Caligrafia: Rokugani 3, Cifra 3, Comércio 2, Conheci-
informações muito detalhadas para erradicar aqueles que mento: Lei Rokugani 4, Conhecimento: Maho 1, Corte 1,
se opunham a ela. Assim, ela subiu em níveis para alcançar Disfarce 3, Escapada, Etiqueta 3, Falsificação 2, Furtividade
a posição superior de Chefe dos Magistrados de Hanami. Ela 6, Heráldica Rokugani 1, Imitação 3, Investigação 6,
é agora a líder não oficial do crime de Hanami Mura, Kenjutsu 5, Kuenai 8, Prestidigitação 1, Sinceridade 8,
certificando-se de que apenas aqueles que procuram o vício Tantojutsu 3
o encontrarão, e que o comércio ilegal de Akamori
permaneça tão discreto e ordenado quanto possível. Usagi Ginsei 98
Mariko não é desonrada; ela simplesmente é prática e Hanami Mura dificilmente é uma cidade padrão da
conduzirá as ações desonestas necessárias para preservar o Lebre, e precisa de um Governador capaz de navegar pelas
fim maior: a paz na cidade. águas perigosas da política rokugani. Portanto, não é
Somente os magistrados de maior nível que surpresa que o agradável e simpático Usagi Ginsei não seja
trabalham para Mariko estão conscientes da situação real e um samurai médio deste Clã. Seu pai, Usagi Ikeba, durante
de seu envolvimento neste negócio desagradável, mas, os anos em que o Clã foi dissolvido, tornou-se yojimbo de
independentemente se concordam com o método, nenhum um magistrado do Dragão chamado Kitsuki Izumasa, e
questionou seus resultados e eles permanecem leais a ela. permaneceu seu aliado mesmo depois que a Lebre
Da mesma forma, apenas alguns líderes criminosos renasceu. Sem parentes para cuidar do filho, o jovem Ginsei
conhecem a identidade de sua líder, e, se alguns de seus seguiu seu pai e Izumasa em suas viagens por Rokugan,
sualternos tentam ignorar sua autoridade ou eliminá-la, eles aprendendo a partir de ambos ao longo do caminho. Ginsei
são rapidamente despachados pelos magistrados de mostrou potencial, então Izumasa providenciou que ele
Mariko. Seus deveres proporcionam a Mariko o motivo fosse treinado com os Kitsuki após a reinstalação do Clã.
perfeito para explicar suas visitas frequentes a Akamori, Alguns anos depois de seu gempukku entre os Dragões,
mas ela esconde muito cuidadosamente suas conexões com Ginsei decidiu que era hora de ele recuperar sua porção
o submundo para quem observe. Ela aproveitou seu Lebre e forjar seu próprio destino. Ele se despediu de
treinamento como Ujina para saber melhor como ocultar Izumasa e voltou às terras da Lebre. Lá, suas habilidades e
suas atividades, em particular dos samurais da Lebre. sua visão mundana o sobressaltaram rapidamente para
O controle de Mariko sobre o submundo não é ganhar a atenção do daimyo do Clã, Usagi Ozaki. Ginsei foi
absoluto: o tráfico do ópio ainda lhe foge e permanece sob enviado a outros Clãs como diplomata e aprimorou suas
o controle de alguns Escorpiões que o trazem de Ryoko habilidades cortesãs e sua natureza amigável, ganhando
Owari. Confrontá-los abertamente só atrairia muita atenção amigos mesmo a sofisticada Garça. Dizem que foram suas
para este lado escuro do distrito, então o conflito continua conexões que fizeram a Garça ajudar a Lebre contra o
sendo uma guerra silenciosa nas sombras. Para tornar as vingativo exército de Jama Suru quando o Leão não enviou
coisas mais difíceis, alguns samurais de alto posto de outros apoio em 1165. Quando o Governador anterior de Hanami
Clãs também estão envolvidos em diferentes níveis no Mura adoeceu e se aposentou há cinco anos, o Campeão
lucrativo Distrito Akamori. A maioria mantém negócios Lebre naturalmente buscou Ginsei para preencher a posição
lealizados como Patronos Mercantis ou como proprietários e ser sua voz aos outros Clãs. Ginsei aceitou com alegria e a
de estabelecimentos, mas alguns mantêm negócios ilegais. cidade agora está crescendo constantemente sob sua
Ginsei está ciente de que Mariko deve fazer algumas coisas administração, pois se beneficia de suas excelentes relações
desagradáveis para manter a paz, e se preocupa mais com pessoais com os Clãs Dragão e Garça. Ginsei gosta de criar
os resultados do que com os meios, embora, pequenas esculturas de madeira, um hábito que ele ganhou
propositadamente, nunca pergunte detalhes sobre seus em sua juventude nas estradas, e mesmo que use uma faca
métodos. Se ele soubesse toda a verdade, ele certamente simples, os resultados são bastante impressionantes. Ele
não ficaria satisfeito. O que ele faria não é exatamente geralmente usa suas esculturas em miniatura como
previsível para ninguém, que já ele está envolvido presentes ao conhecer outros diplomatas ou cortesãos.
emocionalmente com Mariko, sua amante secreta. Uma Escolas: Magistrado Kitsuki 5
vida complicada... Honra: 3,5
Escolas: Escaramuçador Ujina/Caçador Lebre/Bushi Glória: 3,0
Usagi 2 Status: 6,5 – Daimyo Hanami
Honra: 2,2 Perspicácia: 248
Glória: 1,8 Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 5, Ar 3 –
Status: 4,5 – Magistrada Provincial Chefe Carisma 5, Fogo 4 – Inteligência 5, Terra 2 – Vontade 4,
Perspicácia: 209 Vácuo 4
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 4, Ar 3 – Vantagens: Aliado: cortesão da Garça, Bênção de
Reflexos 4, Fogo 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3 Fortuna: Benten, Escolas Múltiplas, Mente Clara, O Sorriso
O Sorriso de Ginsei
As múltiplas experiências de Ginsei o ajudaram a moldar uma Técnica própria, adaptando o Método de Kitsuki
às suas habilidades pessoais. Ele é a única pessoa que conhece esta técnica, e provavelmente nunca a ensinará a
ninguém além de seus próprios filhos.

O Sorriso de Ginsei [Cortesão]


Entrada: Magistrado Kitsuki 3
Saída: Escola de Entrada no Rank posterior
Técnica (O Sorriso de Ginsei): quando for fazer uma rolagem Social contra um só oponente (salvo quando for o
Desafiado de uma Réplica de Fofoca), você pode gastar um Ponto de Vácuo antes que as rolagens sejam feitas para
forçar ambos você e o oponente a usarem Inteligência no lugar do Atributo tipicamente usando durante aquela Réplica.
Adicione Fogo às rolagens relacionadas a Inteligência.
99
de Ginsei, Posição Social: Governador de Hanami Mura, Escolas: Estrategista Akodo 3
Sensei (Kitsuki) Honra: 4,0
Desvantagens: Fobia: cobras (-2), Luxúria (-2) Glória: 2,5
Perícias: Atletismo 2, Caça 3, Caligrafia: Rokugani 3, Status: 4,5 – Capitão da Guarda
Cifra 3, Comércio 2, Conhecimento: História Rokugani 1, Perspicácia: 177
Conhecimento: Kolat 3, Conhecimento: Lei Rokugani 5, Atributos e Anéis: Água 3, Ar 2 – Reflexos 4, Fogo 2
Conhecimento: Maho 2, Conhecimento: Nagas 2, – Agilidade 4, Terra 3, Vácuo 3
Conhecimento: Oradores de Sangue 3, Conhecimento: Vantagens: Bênção de Fortuna: Bishamon,
Shinomen 2, Conhecimento: Shugenja 2, Corte Rokugani 7, Equilíbrio, Escola Diferente, Estrategista, Grande,
Defesa 3, Etiqueta 6, Fofoca 5, Furtividade 3, Heráldica Impiedoso, Irrepreensível, Liderança, Reflexos em Combate
Rokugani 2, Herbalismo 2, Investigação 5, Jogos 3, Katana 3, Desvantagens: Bravo, Intromedito, Superconfiante
Kenjutsu 3, Kyujutsu 2, Meditação 2, Ofício: Escultura 5, Perícias: Acupuntura 2, Atletismo 3, Batalha 6,
Sadane 3, Sedução 3 Sinceridade 3, Tanto 3, Tantojutsu 3, Caça 3, Cavalaria 2, Chisaijutsu 3, Conhecimento: História
Teologia Rokugani 1 Rokugani 2, Corte 1, Defesa 5, Etiqueta 1, Heráldica
Rokugani 1, Herbalismo 2, Investigação 2, Jiujutsu 3, Jogos
Usagi Hotsuken 2, Kenjutsu 5, Kyujutsu 5, Meditação 2, Narração 1
Usagi Hotsuken é um guerreiro honrado e um
estrategista competente, mas ele sente que seus talentos Usagi Kiko
são desperdiçados nesta tarefa que lhe traz muita glória, Usagi Kiko é uma mulher de aparência agradável e
mas o afasta da ação. Um exemplo da longa amizade entre uma esposa devotada que entende que nada é mais
a Lebre e o Leão, ele foi treinado no prestigiado Colégio de importante do que seu dever ao Clã Lebre e sua lealdade a
Guerra de Akodo, graças a um favor devido a seu pai. De seu marido. Ela sabe que Ginsei está tendo um caso com
seus anos entre o Leão, ele também adotou seu desdém por outra mulher, mas ela não se incomodou em identificar
frivolidades como a arte e outros jogos da corte. Hotsuken é quem é ela, nem desejo. Até onde notou, este caso não tem
inteligente o suficiente para reconhecer suas limitações, qualquer impacto na capacidade do marido de
portanto evita as cortes de Hanami Mura o máximo que desempenhar seus deveres, então ela escolheu ignorá-lo.
puder, preferindo passar o tempo treinando seus homens Mas isso não significa que ela não está ferida por esta
ou gerenciando sua pequena guarnição da maneira mais situação; ela apenas esconde isso muito bem. Ginsei
eficiente possível. suspeita que ela está ciente de suas atividades adúlteras,
Há algumas tensões entre ele e Ujina Mariko de vez mas como ela não abordou o assunto em suas discussões
em quando, pois ele e suas tropas, devido à falta de privadas, ele continua vendo sua amante, embora com o
verdadeira ação militar, às vezes assumem a função dos maior cuidado para não envergonhar sua esposa.
magistrados da cidade em vez de relatar os problema que Kiko nasceu entre o Pardal, e seu casamento com
enfrentam. Na maioria das vezes, as intervenções de Ginsei foi organizado enquanto ele estava treinando com os
Hotsuken interrompem os planos definidos de Mariko. Kitsuki para fortalecer os laços entre os Clãs Lebre e Pardal.
Para manter seus homens ocupados, ele muitas A cerimônia foi realizada alguns meses após o retorno de
vezes organiza expedições a Shinomen. Estas patrulhas são Ginsei às terras da Lebre, e como acontece com frequência
outra possível fonte de conflitos, pois o Unicórnio defende em Rokugan, foi quando se conheceram. Ambos estavam
Shinomen, inclusive da presença da Lebre. Hotsuken afirma resignados e cumpriam as exigências do dever com honra,
que está caçando grupos de bandidos que operam a partir mas não havia nenhuma centelha de amor. Ela acompanhou
da floresta, mas também suspeita da atividade do Escorpião obedientemente o marido a todas as suas diversas tarefas
e tenta desmantelar operações de contrabando. As enquanto ele era diplomata das cortes dos Clãs Maiores,
intenções de Hotsuken são honrosas e sua reputação é desenvolvendo suas habilidades de cortesã e fazendo suas
exemplar, o que explica por que Ginsei sempre descarta as próprias amizades. Desde que Ginsei recebeu o cargo de
sugestões de Mariko para reatribuí-lo a outro lugar, Daimyo Hanami, ela se tornou mais ativa e muitas vezes
desejando manter este oficial competente consigo. pode ser vista nas várias cortes que aparecem
espontaneamente em torno de samurai visitantes abandonou sua carreira de magistrado e adotou o menino,
influentes, representando informalmente o marido e o Clã. filho de Katsu.
Kiko e Ginsei têm três filhos: Hayaku, um rapaz de Desesperadamente, precisando colocar o passado
15 anos que em breve passará por seu gempukku, e as para trás, ele se jogou no seu novo dever. Ao longo dos
gêmeas de 12 anos Akumi e Hitomi. anos, ele remodelou o prédio, tornando-o maior e mais
Escolas: Fazendeira Suzume/Bushi Suzume 1/Bushi eficiente. Ele mudou os lugares de sua residência para o
Usagi 2 segundo andar, aumentando o número de baias abaixo.
Honra: 3,5 Nobu também mudou as baias para as paredes externas, o
Glória: 1,5 que criou uma área aberta no centro onde os clientes
Status: 4,6 cavalgam, e onde os servos cuidam dos cavalos. A frente do
Perspicácia: 218 prédio está aberta, permitindo que os criados conduzam
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – facilmente os animais para dentro e para fora, a fim de lhes
Carisma 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 3 executar seu trabalho diário. De tempos em tempos, Nobu
Vantagens: Aliado: cortesões da Garça, Aliado: e Sachi cavalgarão fora da cidade para permitir que os
Pardais, Bênção de Fortuna: Ebisu, Equilíbrio, Escolas animais pastem no campo exuberante. Nobu usa estes 100
Múltiplas, Mente Clara, Voz passeios como uma oportunidade para ensinar a Sachi os
Desvantagens: Amor Verdadeiro: marido, Coração caminhos de um samurai. Quando não pastoreia ou ensina
Mole, Pequeno kenjutsu a Sachi, Nobu geralmente se dedica a ensinar Sachi
Perícias: Adestramento 1, Caligrafia: Rokugani 3, aos caminhos dos estábulos, mostrando-lhe as
Cerimônia do Chá 5, Cifra 3, Comércio 2, Conhecimento: complexidades de manejar cavalos, montá-los e, de outras
História Rokugani 3, Conhecimento: Lei Rokugani 5, Corte 5, formas, administrar o negócio. Enquanto eles estão
Defesa 1, Etiqueta 6, Fofoca 5, Heráldica Rokugani 3, ausentes, seus dois criados Aki e Kana podem administrar o
Herbalismo 2, Jogos 3, Kenjutsu 2, Kyujutsu 2, Manipulação negócio de forma muito eficiente.
5, Narração 4, Ofício: Agricultura 1, Sadane 3, Shintao 1, Aki e Kana são um cxasal de irmãos contratados
Sinceridade 7, Teologia Rokugani 1 por Nobu quando ele assumiu o primeiro Jouba Ikke. Eles
são membros valiosos de sua equipe de funcionários e as
Usagi Nobu pessoas mais trabalhadoras com quem ele já teve o prazer
Nobu é um homem velho, pronto para sua de lidar. Quase da mesma idade e cada um em seus trinta e
aposentadoria, mas esperando até que Sachi esteja pronto poucos anos, é possível pensar que são parecidos, mas não
para assumir o comando antes de raspar a cabeça. Seu poderiam ser mais diferentes. Enquanto Kana é uma
cabelo grisalho é mantido bastante curto, e ele se veste menina pequena e aparentemente delicada, seu irmão é
com roupas simples, mas funcionais. Sua voz é profunda e tão grande quanto um Hida e tão forte e musculoso quanto.
ronca, mas seu comportamento geralmente sereno trai sua Aki é um homem simples com uma mente simples, mas sua
timidez. A ambição de Nobu é evitar a obscuridade. Ele irmã é nitidamente mais esperta. Os clientes nunca devem
ainda se culpa por ter matado o pai de Sachi e quer que o tentar enganá-la, porque, se tentarem, ela descobrirá... e
mundo se esqueça de sua ação passada mais sombria. A contará ao gigante que é o seu irmão. Os dois são o
culpa o aflige tão profundamente que ele não pode verdadeiro motivo para o sucesso contínuo de Jouba Ikke, já
perceber que ninguém se lembra daquele dia – nem mesmo que passam mais tempo gerenciando o negócio do que
Sachi. Nobu e Sachi, que muitas vezes estão em aulas samurais.
Os estábulos de Hanami Mura foram construídos Escolas: Bushi Usagi 3
em meados do século X, quando a popularidade das flores Honra: 1,5
únicas da cidade se espalhou pelo império. Os samurais Glória: 2,0
devotos vieram em massa para orar nos templos e meditar Status: 1,5
nas áreas sagradas da cidade; e cada um deles precisava de Perspicácia: 195
um lugar para ficar e um lugar para manter seus cavalos. Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 4, Terra 3,
Para resolver este problema, o Clã Lebre construiu a Vácuo 3
Pousada Refúgio e os Estábulos Jouba Ikke. A propriedade Vantagens: Caminho da Terra: Hanami
dos estábulos passou por muitas mãos ao longo dos séculos Desvantagens: Amor Perdido: Usagi Katsu,
e, eles foram reconstruídos pelo menos duas vezes. O atual Antissocial (-2), Idoso
responsável é Usagi Nobu, um magistrado semiaposentado. Perícias: Adestramento 5, Atletismo 2, Caça 3,
Nobu já chama Hanami Mura de casa desde 1153, Cavalaria 5, Conhecimento: Kolat 1, Conhecimento: Lei
quando foi enviado para cá depois de seu gempukku. Ele Rokugani 3, Conhecimento: Maho 1, Defesa 3, Herbalismo
serviu admiravelmente, um magistrado obediente, até a 3, Instrução 2, Investigação 3, Jiujutsu 3, Kenjutsu 3
Chuva de Sangue. Então, os magistrados da cidade foram
chamados para lidar com os afetados pela vil influência da Usagi Sachi
Chuva. Nobu foi forçado a matar seu colega magistrado Recém-saído de seu gempukku, Sachi tem
Usagi Katsu com quem tinha um relacionamento íntimo, dezesseis anos de idade. Ele quase idolatra seu pai adotivo,
pois este foi encantado pelo feitiço horrível de Iuchiban e e se veste e se comporta como ele. Os dois parecem ser
matou a própria esposa. As mortes de Katsu e sua esposa versões mais velha e mais jovem do mesmo homem na
deixaram órfão o filho único Sachi, e a culpa de Nobu lhe superfície, mas há diferenças óbvias à medida que se
deixou um homem vazio. Ele assumiu Jouba Ikke, aprofunda. Sachi, por exemplo, é um jovem animado que
fala alto e constantemente. Ele conversará com alguém
disposto a mostrar-lhe a cortesia para ouvir. A outra grande
diferença entre os dois é que Sachi é um covarde com medo
Mapas
do confronto físico, enquanto Nobu não tem coragem de
aceitar seu passado e deixar seus arrependimentos para
trás. Sachi recuará de quase qualquer luta em que ele sinta
que será superado. Ele prefere exibir seu atletismo e correr.
Escolas: Bushi Usagi 1
Honra: 1,5
Glória: 1,0
Status: 1,0
Perspicácia: 127
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3, Fogo 3, Terra 2,
Vácuo 2
Vantagens: Engenhoso
101
Desvantagens: Covarde, Pequeno
Perícias: Adestramento 2, Atletismo 3, Caça 1,
Cavalaria 1, Conhecimento: Kolat 1, Conhecimento: Maho 1,
Defesa 1, Jiujutsu 2, Kenjutsu 2
102
103

vadiram e destruíram as Lebres em Kanazawa. Embora este


PARTE V: KANAZAWA MURA ato tenha violado a Lei Imperial, quando foram apresen-
tadas evidências da corrupção da Lebre, o Imperador
A cidade de Kanazawa encontra-se em uma perdoou os Burezu e permitiu que esta Casa Burezu
passagem na Espinha do Mundo esculpida pelo Rio Kawa retivesse Kanazawa como uma das suas propriedades.
Mitsu Kishi, e liga as terras do Unicórnio e do Escorpião. Ao A cidade se recuperou rapidamente da guerra, e os
norte da passagem estão as planícies do Unicórnio se Burezu ficaram ricos com os impostos que obtiveram e até
estende, enquanto ao sul estão as terras rochosas dos começaram a sonhar em obterem o título de Daimyo Soshi.
Soshi. O Clã Leão fica a leste, mas evita se envolver nas Em 1056, os Kaihi lançaram um ataque surpresa contra a
disputas sobre a cidade. Kanazawa é projetada para ser um cidade, e os Burezu recuaram em desordem.
Cenário de Campanha complexo para ser jogado com Os Burezu passaram 15 anos se recuperando, e o
membros das famílias Usagi, Iuchi ou Soshi. Com adaptação, Kaihi se tornaram complacentes. Foi aí que aprenderam que
a cidade pode ser deslocada a outros pontos do Império um Escorpião nunca esquece e não perdoa. Em 1072, os
Esmeralda ou mesmo a outras épocas. Burezu retomaram a cidade após um longo cerco. Os
Burezu não foram tolos e observaram atentamente os Kaihi
História – no entanto, eles ignoraram os Kenshin e foram
surpreendidos quando outro ataque foi lançado em 1095.
A cidade foi dada ao ronin Reichin em 750, que de- Os Kenshin não estavam destinados a manter
sempenhou um papel instrumental na derrota do Iuchiban, Kanazawa por muito tempo. Em 1101, os Burezu
e recebeu seu próprio Clã Menor, a Lebre. Quando Reichin retomaram a cidade após mais um cerco prolongado,
assumiu, as terras ao norte eram governadas pela família tornando-se especialistas em cercos. Em 1107, os Kaihi
Ikoma do Leão (o Unicórnio ainda estava viajando nesse atacaram mais uma vez e obtiveram a cidade para si de
período), enquanto as terras ao sul eram governadas pelos novo. Neste momento, a cidade já havia se tornado apenas
Soshi. A Leão sofreu a tempestade política do Retorno do escombros, contudo ela se tornou uma questão de honra
Unicórnio, vendo os Ikoma substituídos pelos Iuchi em 840. para todas as partes. Ninguém ficou surpreso quando os
A cidade ficou rica com o aumento do comércio que veio Burezu atacaram novamente em 1119, e tomaram a cidade.
após o Retorno do Unicórnio, e a era que se seguiu é Em 1120, a cidade sofreu seu quarto cerco nas últimas duas
considerada a era de ouro de Kanazawa. décadas, com os Kaihi tentando obtê-la.
Em 1015, os Burezu descobriram evidências de cor- O último cerco durou mais de um mês e conquistou
rupção generalizada entre as Lebres. Temendo o destino de a cidade. Ela esteve nas mãos dos Kaihi por três anos,
uma grande cidade nas mãos de maho-tsukai, os Burezu in- quando houve o surgimento de um grande culto de maho-
tsukai. Eles convocaram oni pelos campos de batalha e evidência que ele forneceu fosse esmagadora, o fato de
pelas ruas, e muitos samurais nobres caíram para a Mácula. publicamente a apresentar fez o Leão perder face. Os
As Legiões Imperiais e os Magistrados Jade foram chamados rumores dizem que esta é uma designação punitiva, uma
para lidarem com o assunto e, apesar de terem conseguido maneira de expulsar este homem do Leão para sempre.
destruir o culto, a cidade estava em ruínas. Isso marcou a
queda do Clã Lebre, acusado de ser a origem deste mal.
Indignado com a incompetência dos Iuchi e dos
Geografia
Soshi, cuja desatenção permitiu que os cultos oradores de
sangue saíssem de controle, o Imperador – dois anos A cidade de Kanazawa é composta por vários
depois, quando o Clã Lebre foi restaurado – decretou que a distritos, que são separados por muralhas internas e pelo
cidade de Kanazawa voltaria à tutela da Lebre agora Rio Kawa Mitsu Kishi. A cidade é cercada por altos muros,
restituída. Os outros Clãs Maiores do Império (mas não o mas tem havido cercos frequentes ao longo dos anos,
Escorpião nem o Unicórnio) foram convidados a fornecerem levando a uma mistura de diferentes materiais de
“conselheiros” – segundo a prática de colocar conselheiros construção e estilos.
forçados a Clãs Menores – ao novo Governador Kanazawa O Distrito Chuushin contém vários edifícios
administrativos, incluindo Kyuden Usagi. Ele estava aqui 104
indicado por Usagi Ozaki, e a cidade se tornou posse da
Lebre, independente do Unicórnio e do Escorpião. muito antes do Clã Lebre existir. Originalmente concebido
O Caranguejo enviou um Mercador Yasuki como uma fortificação defensiva, foi remodelado pela Lebre
chamado Ryoji, que passou anos viajando por Rokugan para uma casa de senhor agradável em meio ao seu
ganhando apoio para a guerra contra as Terras Sombrias. primeiro domínio sobre a cidade. Depois que os Escorpiões
Sua combinação de perspicácia monetária e conhecimento conquistou a cidade, eles reconstruíram as paredes
sobre as Terras Sombrias significa que o Caranguejo tem apressadamente e transformaram o edifício de volta em um
certeza de que pode evitar que o culto dos oradores de verdadeiro castelo. Como resultado, Kyuden Usagi contém
sangue traga novamente desastres. uma mistura de estilos arquitetônicos, incluindo alguns
A Garça enviou um Bushi Kakita, antigamente o projetos inspirados em gaijin que são o legado dos Iuchi. A
yojimbo de um cortesão que foi assassinado numa corte de única entrada no Distrito Chuusin é sobre a Ponte dos
inverno do Leão. Embora publicamente um Dragão invejoso Suspiros, que passa sobre o Lago das Peônias. Este lago foi
tenha sido considerado culpado, os rumores são de que o originalmente cavado para proporcionar uma visão
caso não era tão simples... e muitos se perguntam o motivo agradável de Chuusin, mas se tornou mais um fosso nos
pelo qual a Garça enviou um bushi falho e não um cortesão. últimos anos. Algumas das peônias que uma vez se
Ainda, ninguém duvida de sua competência em duelos. alinhavam em seu entorno sobrevivem. A própria ponte é
O Dragão enviou um Kitsuki, um homem de madeira, e é uma sombra pálida da ornamentada versão
impetuoso de habilidades políticas inquestionáveis, contudo original, que foi queimada pela Lebre em uma desesperada
sua família enfrenta problemas em suas terras natais. manobra defensiva quando o Clã Menor foi atacado.
O Leão enviou um Ikoma, um homem com um Descrições da ponte original sobreviveram, louvando beleza
passado problemático. Ele descobriu uma poderosa maho- e a elegância. A ponte atual é uma sequência simples de
tsukai que governou entre o Leão e a matou. Embora a tábuas de madeira, projetada para ser destruída e
reconstruída rapidamente.
105

Ao norte se encontra o Distrito Kurai, que abriga os


quartéis, o dojô e os campos de treinamento da cidade. Os Personagens
quartéis são grandes o suficiente para abrigarem toda uma
legião de tropas com facilidade, e os edifícios nesta área são O Império Esmeralda é composto por sete Clãs
bem construídos e mantidos. Um portão de tamanho médio Maiores: o Caranguejo, o Dragão, o Escorpião, a Fênix, a
leva ao norte da cidade e as planícies do Unicórnio. Garça, o Leão e o Unicórnio. Cada um é, por sua vez, consti-
Ao sul do Lago das Peônias está o Distrito Ichidou, tuído por várias famílias, por exemplo, as famílias Asahina,
o menor bairro da cidade. Vários santuários e templos Doji, Daidoji e Kakita são as famílias da Garça. Cada Cada
foram construídos aqui, a maioria dedicada a vários família é, por sua vez, composta por uma série de Casas (o
ancestrais e Fortunas. Sempre que a cidade muda de mãos, que os muitos vezes é referido como famílias vassalas).
as decorações e as dedicações nos templos mudaram, Dentro de cada família, uma Casa ocupa o cargo de
levando a uma sensação estranhamente temporal a muitas Daimyo Familiar. Para algumas famílias, a Casa que detém
das decorações. Atualmente, eles refletem a glória sobre a esta posição é herdada de forma bastante estrita. A outras
família Soshi e as Fortunas mais reverenciadas pelos Usagi. famílias, a casa mais poderosa atual ocupa o cargo. Dentro
O Distrito Senzai compõe a maioria do lado sudeste de cada Clã, um Daimyo Familiar também é o Campeão do
da cidade e abriga a casta samurai. Este bairro é uma Clã. A posição de Campeão do Clã é quase sempre herdada
sombra de seu antigo eu, e muitas casas ficam abandonadas dentro da mesma família em particular para cada Clã.
e vazias. Os poucos comerciantes ricos que permanecem na O poder dos Daimyo Familiares e dos Campeões de
cidade mudaram-se para algumas das casas desta área, uma Clã varia consideravelmente, no entanto. Alguns daiymo
recompensa por suas valiosas doações para o novo lorde de mantêm sua posição com unhas e dentes e podem, no má-
Kanazawa. O portão de Senzai leva às terras do Leão. ximo, oferecer sugestões às outras Casas, enquanto outros
O outro lado do rio é anfitrião do Distrito Shijou e podem ordenar que todas as Casas da família entrem em
do subdistrito de Juutaku. O Distrito Shijou detém as docas, ação com apenas um comando. Da mesma forma, alguns
os armazéns e os mercados que uma vez tornaram a cidade Campeões têm poderes apenas cerimoniais, enquanto
rica, e como um testemunho do seu valor, eles estão princi- outros exercem poder direto sobre o Clã inteiro. Em geral, a
palmente intactos. Um grande portão leva às terras ao sul, maioria dos Daimyo Familiares pode fazer às outras Casas
às terras do Escorpião. O subdistrito de Juutaku é tão gran- obedecerem a pedidos razoáveis, embora com alguma
de quanto qualquer outro, mas, como abriga apenas os eta, persuasão. Os seguintes são os Campeões de Clã atuais:
recebe menos atenção administrativa do que muitos Hida Tsuno, do Caranguejo: As Terras Sombras
outros. As casas deste distrito são de má qualidade, e estão têm sido ativas ultimamente, e, assim, o Caranguejo está al-
entre as primeiras a serem queimadas nos frequentes assal- tamente unificado sob sua liderança. Tsuno está em mea-
tos à cidade. Muitos eta também vivem nesta área, e em dos dos cinquenta anos e ocupa o cargo há várias décadas.
tempos pacíficos, suas barracas se encainam na estrada ao Togashi Toshimasa, do Dragão: Pouco se sabe so-
norte que leva do portão de Juutaku às terras do Unicórnio. bre o Campeão Dragão, que parece ter pouca ou nenhuma
influência sobre as outras famílias do seu Clã. Como de pra- No momento, não há Daimyo Iuchi. A recente
xe, o Daimyo Mirumoto executa a maioria das funções ad- morte de Kaihi Hoshiko deixa a indicação de que sua filha
ministrativas do Campeão Dragão e o Daimyo Agasha satis- Sakiko herdará o controle tênue da mãe sobre os Iuchi. A
faz suas necessidades espirituais. Estas duas famílias domi- Casa Morijiro cogita declarar guerra contra os Kaihi para
nam o Clã e disputam o controle sobre a família Kitsuki. determinar quem ficará com o cargo de Hoshiko.
Bayushi Hirohita, do Escorpião: Os estrangeiros Kenshin: Esta Família Vassala dos Iuchi se ergueu
nunca estão inteiramente certos do que realmente está às alturas quando obteve Kanazawa e os cargos de Daimyo
acontecendo no Clã dos Segredos, mas, se Hirohita tem Kaihi e Daimyo Iuchi em uma jogada ousada em 1095.
influência, ela nunca é exercida diretamente. Hirohita é o Kenshin Kauchiko morreu quando a cidade foi perdida em
Campeão Escorpião há pouco mais de uma década. 1101, e esta família ainda não se recuperou. Ela mantêm
O Conselho Elemental, da Fênix: as famílias da ar- um dojô menor que treina Batedores Shinjo.
gumentativa Fênix estão tão desunidas quanto de costume. Morijiro: Os Morijiro são a segunda Casa tradicio-
Doji Morita, da Garça: Morita é uma jovem ainda, nalmente governante dos Iuchi, atrás apenas da Casa Kaihi
e recentemente ascendeu à posição de Daimyo Doji e Cam- em prestígio, e controlam a Província Shinten. Eles plane-
peã Garça, herdando de sua poderosa mãe após sua apo- jam tomar a posição de Daimyo Iuchi dos Kaihi. Mizumaru é 106
sentadoria. Morita parece ser pelo menos tão competente o nome do Daimyo Morijiro, casado com Toshie, filha de
como sua mãe, o que significa que a Mão Esquerda prova- Yuma Takehide. A aliança entre estas duas famílias é sólida
velmente permanecerá uma força coesa por enquanto. e tranquila, como é a própria Toshie, que é uma Dona de
Akodo Akihisa, do Leão: Akihisa herdou o controle Casa simples, mas que serve como conselheira ao marido
dos Akodo alguns anos atrás de um pai fraco e estabeleceu sobre como funciona a mente dos Escorpiões.
um controle quase de ferro sobre sua família desde então. Mizumaru possui uma irmã chamada Hitomi e um
Ele está tentando manobrar a Daimyo Matsu para exercer o cunhado chamado Tabito – que é tio da própria esposa e de
poder verdadeiro como Campeão Leão, carente há décadas. Mizumaru, irmão da falecida mãe do casal. Hitomi sofreu
Shinjo Chun-Tao, do Unicórnio: Os Shinjo e os por uma doença severa durante a infância, o que a tornou
Otaku seguem Chun-Tao inquestionavelmente, mas seu incapaz de grandes esforços. Ela é uma Dona de Casa
controle sobre o resto do Clã é mais tênue – especialmente tranquila e reservada. Tabito é um Emissário Ide muito
entre as independentes famílias Iuchi e Moto. Chun-Tao se competente com ideais muitos estreitos sobre a honra. É
tornou Campeão do Clã no ano passado e, portanto, quanto um grande mediador e negociador a serviço de Mizumaru.
controle ele realmente terá permanece a ser avaliado. Tabito é sempre visto ao lado de seu yojimbo, um ronin
chamado Kaito que não revela seu Clã de origem, mas
A Família Iuchi conhecedor de algumas Técnicas da Escola de Bushi Kakita.
Os Iuchi possuem duas Províncias, renomeadas em
honra às suas Casas após o Retorno do Unicórnio. Ela A Família Soshi
possuía três Províncias antes do reconhecimento da Família Os Soshi possuem três Províncias. A Província
Horiuchi em 1115 como uma Família completa, que recebeu Kinbou é governada pela Casa Saibankan; a Província An'ei
o controle da Província Ujidera. Além das Famílias Vassalas pertence à Casa Burezu; e a Província Yuma pertence à
principais (aquelas que controlam suas as Províncias Kaihi e família homônima. Além das Famílias Vassalas que
Shinten), a família vassala Kenshin é política e militarmente controlam as Províncias, uma Família Vassala Ogoe se ergue
muito ativa, quase independente de seu Daimyo Provincial, como quase igual às demais, contudo ela é filosoficamente
uma vez que controla um grande número de samurais e neutra politicamente, contente com seu território e
pode desafiar a autoridade de seu Daimyo Provincial. recebendo os nascidos shugenja entre os Soshi.
Kaihi: Uma das Casas de líderes tradicionais dos Burezu: Esta Casa descobriu evidências de maho na
Iuchi; ela manteve Kanazawa de 1056 a 1072 e de 1107 a Lebre e manteve Kanazawa de 1015 a 1056, de 1072 a
1119. A Daimyo Iuchi anterior era um Kaihi, mas Kaihi 1095, de 1101 a 1107 e finalmente de 1119 a 1120, quando
Hoshiko pereceu nos eventos de 1120. Os Kaihi mantêm o o Imperador tirou a cidade de sua posse. No auge de seu
prestigioso dojô de Shugenja Iuchi. poder, ela era a mais poderosa das Casas da família Soshi.
Sakiko se tornou Daimyo Kaihi no ano passado, A Daimyo Burezu – que deseja obter Kanazawa de
após a morte da mãe em Kanazawa. Ela é uma Shiotome volta – se chama Rei. Ela é mãe de Honami – uma menina –
sem filhos casada com Ryobe, um shugenja de origens hu- e casada com Nariji, um bushi quieto e desinteressante. Rei
mildes conhecido por inovadores usos de magia em batalha. era uma mulher extremamente bela em sua juventude e
Antes de casar, Ryobe tinha uma longa relação com ainda conserva bastante desta beleza, que foi herdada por
uma gueixa do Lótus Branco em Kanazawa. Desta relação, suas filhas. Kayo é a herdeira da família, uma samurai-ko es-
ele teve duas filhas (Miko e Noriko), ambas foram formal- tonteante e altamente competente que conhece muito bem
mente reconhecidas por um de seus samurais e estão sendo Kanazawa, pois cresceu lá quando sua mãe geria a cidade.
criadas por este. Quando sua família dominava Kanazawa, Ogoe: Esta Família Vassala apolítica mantém o dojô
Ryobe ordenou que os dois filhos de Burezu Rei e do antigo dos Shugenja Soshi. Ogoe Fumi é seu idoso daimyo. Ele é
marido dela (que se chamava Zenshin) fossem esquarteja- um shugenja muito poderoso, e muitos lhe devem favores,
dos tendo cada um de seus membros amarrados por cordas mas ele raramente usa qualquer arma política. O território
a cavalos e puxados em direções opostas. Ele o fez porque desta Família fica na divisa entre as três Províncias Soshi, e
houve o envenenamento de corcéis Otaku nos estábulos. poderia ser disputado por elas. Os próprios Ogoe, porém,
Hoje, as duas Casas se odeiam até a última gota de sangue. não parecem possuir lealdade a uma Província em
Vassalos Apresentados Aqui
As famílias vassalas permitem que membros troquem uma (e apenas uma) das Perícias de sua Escola inicial. A
alteração muda suas Perícias de Técnica. Se já receberia a Perícia, um indivíduo recebe um Nível extra. Algumas destas
famílias vassalas possuem acordos históricos e antigos que permitem que seus samurais estudem em algumas Escolas de
Clãs diferentes sem precisar adquirir Escola Diferente; esta possível Escola está designada como Escola Disponível.

Família Vassala Família Patrona Atributo Perícia Substituída Perícia Recebida Escola Disponível
Burezu Soshi Percepção Intimidação Investigação
Ogoe Soshi Inteligência - -
Saibankan Soshi Agilidade Intimidação Investigação
Yuma Soshi Agilidade Investigação Comércio
Kaihi Iuchi Carisma Qualquer Alta Batalha
Conhecimento:
Kenshin Iuchi Percepção Qualquer
Ancestrais ou Defesa 107
Morijiro Iuchi Carisma Investigação Batalha
Agarashi Usagi Carisma Qualquer Alta Etiqueta Omoidasu Ikoma
Kagehisa Usagi Percepção - -
Munoto Usagi Agilidade Qualquer Bugei Investigação
Reichin Usagi Reflexos Qualquer Bugei Investigação

particular ou a um Daimyo Provincial, aceitando uma função Aragashi: Uma Casa com íntima relação com os
apolítica e santa, relativa à sua função sacerdotal. Ikoma que treina seus filhos como Omoidasu Ikoma e, por
Saibankan: Uma das duas mais numerosas linha- isso, se torna a face pública da Lebre. Cheios de favores, os
gens dos Soshi, que mantém a famosa Escola de Magistratu- Aragashi são quase tão antigos quanto o Clã Lebre.
ra Soshi. Há muitos outros membros desta família, dado o Kagehisa: esta Casa mantém o principal dojô
seu tamanho, mas os principais estão descritos adiante: shugenja da Lebre foi fundada em nome do primeiro shu-
Soshi Hokichi da Casa Saibankan é o Daimyo Sai- genja nascido na Lebre, filho de um Kitsu que se uniu ao Clã.
bankan e também o Daimyo Soshi. Ele está várias décadas Munoto: esta Casa é recém-derivada da Casa
além da típica idade de aposentadoria para um Escorpião. Reichin e mantém Kanazawa hoje em dia, como um
Seus filhos Ai e Munemori já estão próximos da idade de Protetorado Usagi do outro lado da Espinha do Mundo. Ela
aposentadoria também. Os demais filhos legítimos de foi fundada em virtude da nomeação da Lebre como
Hokichi se tornaram membros de outras famílias, casando mantenedora de Kanazawa, e é comandada por uma
fora da família Soshi. Hokichi possui uma concubina, uma mulher forte chamada Munoto Torogene, uma antiga
gueixa linda, elegante e encantadora chamada Ginko. samurai Iuchi da Casa Kenshin e tia do atual Daimyo
Ai é uma amiga pessoal de Ogeo Fumi e possui Kenshin. Seu falecido marido, Reichin Munoto, foi nomeado
duas filhas, Kaede – a primogênita, uma Magistrada Soshi mantenedor de Kanazawa justamente pela sua ligação com
altamente qualificada, com grandes feitos em apoio à justi- a família Iuchi por matrimônio, e ela assumiu após a morte
ça e à luta contra o crime, abençoada pelo próprio Saiban- de seu marido, enquanto espera seus filhos atingirem a
kan – e Juroji – uma shugenja treinada por Ogeo Fumi e que idade de gempukku. Ela é uma shugenja bastante poderosa.
conquistou seu carinho pelo brilhantismo mágico. Reichin: uma Casa de Bushi Usagi magistrados, esta
Yuma: uma numerosa linhagem não-shugenja dos Casa foi a primeira do Clã, e seu ancestral é o próprio
Soshi. Os Yuma são tradicionalmente uma família rica e fundador da Lebre, mantendo desde sempre o cargo de
cheia de conexões que treina seus samurais como Corte- Daimyo Usagi. O Daimyo, Usagi Ozaki da Casa Reichin, já
sões Bayushi. Takehide, um general treinado no Colégio de está quase se aposentando das funções de Daimyo. Uma
Guerra Akodo e filho de um Estrategista Akodo que casou vez que não teve filhos, ele deixará o cargo a Yuki, sua única
com a antiga Daimyo Yuma, é o atual Daimyo Yuma. Ele é sobrinha, que ele treinou pessoalmente como filha e
aliado de Morijiro Akemi e só possui uma filha, Shoko. pretende casar muito bem.

A Família Usagi Imperiais


A Lebre é um dos poucos Clãs Menores que Asako Hisaki: Magistrado Esmeralda há dez anos
controla mais de uma Província, tendo poder sobre os no cargo em Kanazawa. Possui sua equipe de confiança na
territórios ao sul e ao norte da Planície do Trovão. A partir cidade. É um Artista Shiba muito competente.
do ano 1132, a família Ujina é fundada como uma família Asako Izumi: Inquisidora da equipe de Hisaki.
plena dentro do Clã, com controle sobre a Província do Sul. Abaixo de Hisaki devido a ser socialmente inapta a ponto de
A Província do Norte permaneceu sobre o controle da ser completamente passiva. Mantém seu cargo pelo status
Família Usagi. Na prática, contudo, a família Ujina é muito de Inquisidora e para o caso de ameaças de maho-tsukai.
recente e minúscula, controlando apenas nominalmente a Asako Yuyo: Um Cortesão Asako yoriki de Asako
Província do Sul, habitada muito mais por samurais Usagi. Hisaki. Jovem, mas socialmente elegante e charmoso.
Além dos Ujina – que se comportam mais como uma Família Noriyuri: uma ronin nativa de Kanazawa que foi
Vassala dos Usagi – há outros vassalos importantes. nomeada por Asako Hisaki para sua equipe de yoriki quando
ele chegou na cidade há muito tempo. Ela recebe profundo um Daidoji no passado, sua agenda é contrária à Garça.
respeito, a despeito de seu status como ronin. Nosamu: gueixa em meados dos 25 anos, Nosamu
Seppun Chiaki: Magistrado Esmeralda convidado à é a mulher mais cobiçada da cidade, cortejada por muitos
corte de inverno, sem qualquer conhecimento sobre a homens e tão ardilosa quanto paciente.
política, a história ou a geografia de Kanazawa. Reiso: o mais velho monge de Kanazawa, líder
efetivo dos templos e principal conselheiro monástico.
Outros Shinjo Nobuna: Um Magistrado muito competente
Akodo Tetsuan: yojimbo de Akodo Yusai. É uma que foi convidado a Kanazawa para a corte de inverno
jovem, ingênua e otimista samurai-ko. porque está perto de ser nomeado Magistrado Esmeralda.
Akodo Yusai: um bravio samurai convidado à corte Sempre anda com seu budoka Togusa.
de inverno de Kanazawa por algum motivo desconhecido. Shinjo Sulemain: Hatamoto do Campeão Unicórnio
Asako Yasuo: Um Shugenja Isawa parente do enviado como representante dos Shinjo à corte de Kanaza-
Magistrado Esmeralda Shiba Hisaki e, mediante ele, wa. É considerado um estrategista muito competente.
convidado à corte de Kanazawa para representar a Fênix. Yasuki Matabei: um delegado do Caranguejo à
Doji Eiko: uma charmosa e manipuladora delegada corte de Kanazawa. Aliado (mas não amigo) de Akodo Yusai. 108
da Garça na corte de Kanazawa. Seu yojimbo e campeão em
duelos se chama Doji Danburo, um Bushi Kakita.
Higo: jovem ronin que os heimin de Kanazawa
Mapas
adoram. A maioria crê que seja um samurai
de Clã em Musha Shugyo.
Ide Borte: um ex-ronin aceito pela
família Ide por suas habilidades
diplomáticas, que serve como representan-
te da Delegação da família Ide à Kanazawa.
Foi conquistado como aliado pela família
Burezu após Burezu Rei oferecer sua filha
Sakura, uma joia em forma de mulher, para
se casar com ele. Como hobbie, Borte pratica
a arquearia montada dos Shinjo.
Ide Oyenblug: Sensei do Dojô do
Coração Calmo. Frequentemente presente
em Kanazawa como convidado à corte de
inverno local por seu prestígio.
Ikoma O-Chi: Ikoma O-Chi da Casa
Muroto é o Daimyo Ikoma. Ele normalmen-
te não se envolve com as disputas sobre a
posse de Kanazawa nem visita a cidade.
Kakita Inejiro: um Bushi Kakita
ansioso para usar suas Técnicas para ganhar
duelos e obter prestígio, tão ansioso que
pode ser tolo e cometer ações vergonhosas.
Kakita Yorishi: ji-samurai a serviço
de Kakita Ayumi, esposa do Sensei da
Academia de Duelos Kakita. Ayumi
providenciou para que Yorishi fizesse parte
da Delegação da Garça a Kanazawa.
Kitsu Okichi: o representante dos
Kitsu em Kanazawa, Okichi nasceu sem o
dom de falar com os kami e foi treinado en-
tre os Ikoma. A maioria crê que será casado
para se tornar um Ikoma definitivamente.
Kitsuki Utaemon: irmão do “conse-
lheiro do Dragão,” Utaemon foi convidado à
corte de Kanazawa para auxiliar seu irmão
em ganhar campo para os Kitsuki na corte.
Moto Chingling: um membro da
Guarda Branca Moto que trouxe algumas
Guardas Brancas para Kanazawa após o
ataque dos oradores de sangue.
Moto Kenta: o mais famoso árbitro
de duelos local. Após ter sido enganado por
vitória foi resultado de meses de negociações de Tadeno.
PARTE VI: KYUDEN SOYOKAZE Quando o palanquim começou sua lenta jornada em
estradas enlameadas de volta à capital, o mordomo ficou
Remanescentes de neve suja se escondiam nos um pouco chateado que seu antigo amigo, o Daimyo, não o
recantos sombreados e as fendas da terra estavam tenha publicamente associado a esta conquista.
descongelando lentamente sob o sol pálido da manhã. A “O teu é um trabalho ingrato, Tadeno-sama,” disse
brisa sempre presente e suave pela qual Kyuden Soyokaze alguém atrás de Tadeno. Tadeno girou ligeiramente a
tinha sido nomeado estava fria e úmida hoje, carregando cabeça para acenar suavemente a Gyozen, seu assistente. A
consigo os últimos momentos do inverno. Sobre a torre do aproximação do homem tinha sido completamente
carrilhão de vento, Doji Tadeno estava de pé, sozinho e silenciosa, mas o antigo retentor tinha décadas de
silencioso, muito acima do portão do castelo. A corte de experiência em ser discreto e ler a mente do seu mestre.
inverno deste ano acabou oficialmente e os últimos “O dever do mordomo é servir seu lorde lealmente
convidados restantes estavam partindo. Longe de olhos da para lhe trazer sucesso e glória. Embora eu não possa negar
censura, Tadeno se permitiu um longo suspiro de alívio. Ele que gostaria de poder trazer honra à Garça através de meus
sabia que este momento de paz depois de meses de atos, não é o meu destino.” Depois de uma breve pausa, um
trabalho árduo não duraria. Em breve, seus deveres como 109
sorriso cansado apareceu no semblante pensativo de
mordomo o atrairiam de volta ao turbilhão de coisas que Tadeno. “Mas me diz, amigo, o que requer minha atenção.
exigem sua atenção para a preparação da próxima corte de Sei que não subiste estas escadas apenas pelo prazer da
inverno. Verões sempre parecem ir e vir tão rápido... visão que já conheces tão bem.”
Embora Tadeno não conseguisse discernir as “É verdade, meu senhor. Tenho várias coisas a
palavras, ele reconheceu a voz do Daimyo abaixo, relatar.” Conforme Gyozen falava, Tadeno tomava notas
agradecendo pela última vez aos hóspedes que foram os mentais das tarefas que já estavam acumulando em seus
últimos a partir. Que sucesso tinha sido: um primo do ombros: reabastecer as adegas de alimentos esgotados,
Imperador aceitou o convite de Otomo Ichigero à sua corte. fazer o relatório contábil final das despesas desta corte de
Mesmo que o Imperial tenha aparecido tarde, sua aparição inverno, conversar com Yusuke – o filho do Daimyo – sobre
impressionou os outros cortesãos. O status do Daimyo na sua última briga com um servo, e se preparar para a
Corte Imperial certamente melhoraria. Ichigero não tinha chegada da primeira convidada da próxima temporada,
feito nenhum segredo sobre seu desejo de ter como uma shugenja da Fênix que vem estudar as Grutas
convidado de honra em sua próxima corte de inverno um Sussurrantes e suas misteriosas profecias.
dos irmãos do Imperador, ou o próprio Imperador. Esta Quando Gyozen terminou seu relatório, Tadeno deu
uma olhada final à paisagem ao redor do castelo: os fazen- seja naturalmente ventoso, como perto do litoral, no sopé
deiros preparando os campos para plantar arroz, os monges de uma cordilheira, em uma vasta planície ou na foz de um
cantando suas orações matinais no mosteiro Sasayakikaze-ji longo cânion ou vale.
e a movimentada vila de Natsukaze a curta distância. A localização escolhida terá um enorme impacto na
Observando o Palanquim Imperial emergindo no lado atmosfera de Kyuden Soyokaze. O proprietário de um
oposto da aldeia, Tadeno franziu a testa: “Quem escolta o castelo construído em meio às colinas onde as terras do
primo do Imperador? Vejo apenas seis bushi cavalgando Unicórnio, do Dragão e do Leão se encontra certamente
com ele. Pensei que Gokura adicionaria seis de seus homens problemas muito diferentes do que se seu castelo estivesse
ao comboio até chegar à cidade mais próxima. A última localizado em terras não alinhadas a Clãs ao sul das
coisa que queremos é um Imperial atacado por Bizen e seus Montanhas Seikitsu, entre o território do Escorpião e da
bandidos enquanto sob nossa proteção.” Gyozen parecia Garça e nas proximidades do Clã Vespa.
envergonhado. “Transmitirei tuas ordens, Tadeno-sama,
mas parece que o Capitão da Guarda... os esqueceu.” Mais
uma vez, o irmão bêbado do Daimyo falhou com ele. Por
História
que Ichigero continua a tolerar a incompetência de seu
Há muito tempo, antes da Queda dos Kami, tribos 110
irmão enquanto é tão exigente com Tadeno, ele nunca
entenderia. “Envia a palavra aos estábulos para prepararem humanas estavam espalhadas pela terra que se tornaria
seis cavalos, e diz ao segundo do Capitão que eu o Rokugan. Elas adoravam as Fortunas e os mikokami que
encontrarei imediatamente para enviar cavaleiros extras povoam o mundo. Enquanto viajavam, um grupo de
para acompanhar o Imperial que acabou de sair.” sacerdotes descobriu as Grutas Sussurrantes e
Na verdade, este período de descanso tinha sido de imediatamente reconheceu seu significado místico. Eles
curta duração. O tempo para voltar ao trabalho, pensou o construíram um templo lá e logo mais monges se reuniram
mordomo quando começou a andar apressadamente pela para meditar, na esperança de obter alguma sabedoria de
escada. Sua mente já estava em movimento para imaginar Kaze-no-Kami (“Fortuna do Vento”) e seus servos, os kami
uma desculpa aceitável que explicaria por que os guardas do ar. Este lugar passou a ser conhecido como Sasayakikaze-
do castelo não partiram ao mesmo tempo que o palanquim. ji (“Mosteiro do Vento Sussurrante”), recebendo seu nome
Como as demais Partes deste livro, Kyuden a partir das Grutas Sussurrantes que eram tão centrais para
Soyokaze pode ser implantado quase em qualquer lugar do a devoção dos monges e suas atividades diárias.
Império. No entanto, ele funciona melhor se o Narrador o Quando o shinseísmo se espalhou pelo Império, o
colocar numa área de fronteira entre dois ou mais Clãs. As santuário teve suas presenças diminuídas, pois muitos
características peculiares do castelo também parecerão monges o deixaram para estudar o Tao nos poucos
mais credíveis se estiverem localizadas em algum lugar que mosteiros que tinham uma cópia do texto sagrado. Um
monge fortunista chamado Tagaro trouxe uma cópia do Tao longo dos anos. O Imperador concordou e decidiu que a
de Shinsei para o templo. Os edifícios já velhos foram terra imediatamente vizinha ao mosteiro se tornaria um
reformados, e mais uma vez os monges vieram de toda Protetorado Imperial com Ibanu como administrador.
Rokugan. Esta foi a idade de ouro do templo, uma era de Nascia uma nova Casa da família Otomo, a Casa Ibanu.
paz e pura pesquisa de Iluminação que durou séculos. Otomo Ibanu tentou escapar dessa tarefa que
Mas, como ensina o Tao, nada é permanente. À efetivamente terminava sua carreira na Corte Imperial, mas
medida que os Clãs Maiores expandiram seus territórios, não teve sucesso. Como uma pequena vitória, ele conseguiu
suas respectivas fronteiras acabaram por se encontrar, e o que Doji Shoshiro fosse ordenado a servi-lo como seu
destino decidiu que o templo era, além de sua importância jijukan. O relacionamento tumultuado dos dois durante
religiosa, um local muito estratégico. Ao longo dos séculos seus anos se tornaria digno de muitas lendas, inspirando
seguintes, a terra ao redor do templo mudou de mãos algumas peças teatrais (incluindo algumas humorísticas).
várias vezes. As escaramuças e as guerras ocasionais Ibanu perdeu o prestígio de sua vida na Corte
acabaram com a serenidade que o templo tinha desfrutado. Imperial, mas ainda detinha imensas riquezas pessoais,
Muitos camponeses, feridos e famintos, vieram ao mosteiro além dos vastos recursos à disposição da família Otomo. Ele
em busca de abrigo. garantiu que todos se lembrassem disso. Foram necessários
111
Muitas vezes, um grande Abade requereu formal- apenas dois anos para construir o tenshu (“fortaleza
mente aos daimyo em guerra uma trégua e uma resolução principal”) de Kyuden Soyokaze, e mais dois para completar
pacífica do conflito. Por respeito ao conhecido mosteiro, o palácio inteiro. Determinado a se vingar dos monges que
estas intermediações geralmente foram bem sucedidas, ele culpou por sua desgraça, ele fez a muralha do kyuden
embora as soluções raramente fossem permanentes. ser construída ao redor do mosteiro, argumentando que era
Há cinquenta anos, surgiu outro conflito deste. a maneira mais eficaz de protegê-los. Era um constante
Desta vez, um jovem e impetuoso general decidiu usar o lembrete aos monges de que sua independência era uma
terreno sagrado como um esconderijo para seus homens. coisa do passado.
Seu plano – atacar as tropas inimigas por trás depois de No entanto, o que deveria ter sido uma fonte de
passarem pelo mosteiro – foi um sucesso completo. Mas a conflitos constantes entre os monges e seus administrado-
reação política de um sacrilégio tão vil que levou à sua res evoluiu para uma relação simbiótica. Com o súbito
desgraça e finalmente foi transformado em ronin. prestígio que a presença de um Imperial gerindo suas terras
Na Corte do Imperador, um proeminente cortesão trouxe, não só monges vinham visitar Sasayakikaze-ji,
chamado Otomo Ibanu viu uma oportunidade para marcar muitos samurais também passaram a peregrinar ao famoso
um ponto. Ibanu não ficou satisfeito com a desgraça do mosteiro. Houve uma quantidade inédita de doações, o
general; ele queria expulsar seu inimigo, que era do mesmo que, por sua vez, promoveu novas obras de renovação e
Clã do general, da Corte Imperial. Ibanu argumentou de embelezamento. À medida que o número de visitantes
forma convincente que seu Clã tinha cometido uma nobres aumentava, o status também e também a glória de
transgressão imperdoável, e não se podia confiar em nunca Ibanu. Nunca mais ele apreciou a mesma influência que
repeti-la. Muitos concordaram que algo tinha que ser feito. possuía na Corte do Imperador, mas ele logo descobriu que
Doji Shoshiro, um jovem e ambicioso cortesão, sua posição lhe permitia convidar muitos cortesãos
também viu uma chance de remover Ibanu da corte e, com famosos, especialmente à sua própria corte de inverno, e se
ousadia, retrucou. Ele argumentou que o homem que tinha manter a par da vida política da capital. Seus convidados
defendido tão eloquentemente a sacralidade do templo era eram invariavelmente encantados por seu belo palácio com
o único que deveria ter a honra de protegê-lo seus muitos carrilhões de vento, os jardins pacíficos do
pessoalmente. Antes que Ibanu pudesse reagir, muitos mosteiro e os mistérios das Grutas Sussurrantes.
outros cortesãos concordaram e ofereceram seu apoio à Hoje, os descendentes de Ibanu e Shoshiro conti-
ideia de Shoshiro, pois Ibanu havia feito alguns inimigos ao nuam a administrar Kyuden Soyokaze. Eles se beneficiam do

Jijukan e Josei-Kateikyoshi
De muitas maneiras, o jijukan (“Mordomo”) ou a Josei Kateikyoshi (“Governanta”) é para o Daimyo de Família
Vassala o que o Hatamoto é para o Daimyo; é simplesmente uma questão da escala da propriedade que está sendo
administrada. O Hatamoto auxilia seu daimyo a governar todas as terras e Casas de samurais sob si (pelo menos, toda
uma Província), enquanto o jijukan ajuda o lorde do castelo a cuidar de propriedades e domínios muito menores
(geralmente um único castelo ou uma mansão em uma cidade pequena ou vila valiosa). Uma das diferenças mais
marcantes é que o jijukan costuma lidar com a contabilidade das próprias despesas do castelo, enquanto o hatamoto
raramente trata de coisas tão desagradáveis diretamente. Enquanto o nome do Hatamoto é famoso dentro de seu
próprio Clã e muitas vezes além disso, o renome do Mordomo ou da Governanta é muito mais local e limitado aos
samurais que vivem sob a autoridade daquele lorde. Ainda assim, entre esses, o status do jijukan ou da josei kateikyoshi
é muitas vezes quase tão importante quanto o lorde.
Os deveres de um karo são muito semelhantes aos de um jijukan, mas, enquanto se espera que o karo possa
ajudar seu daimyo em questões de guerra, um jijukan quase não possui experiência nesta área, pois ele está mais focado
em tarefas administrativas e políticas. Em segundo lugar, um jijukan poderia ser (e muitas vezes é) um heimin
alfabetizado, enquanto um karo é sempre um samurai. No entanto, em uso comum, os dois termos são muitas vezes
intercambiáveis (quando a pessoa é um samurai), o que explica por que o título jijukan aparece tão raramente.
mesmo ciclo virtuoso, mesmo que a tradição pareça exigir Kyuden Soyokaze: Exceto durante o inverno, o
alguma tensão entre o Daimyo e seu Mordomo. Com a número médio de pessoas no palácio é de 130, com o Lorde
prosperidade, nasceu uma pequena cidade, lar de muitos Ichigero e sua família, o Mordomo Tadeno, 35 guardas, 65
artistas e artesãos. Mas a prosperidade é uma lâmina de servos (criados, cozinheiros, damas de companhia, pajens,
dois gumes, já que os Clãs vizinhos veem esta riqueza com etc.) e cerca de 25 convidados (cortesãos com seus
desejo descarado. Eles aguardam por um momento de fra- ajudantes e escoltas). Durante a corte de inverno do
queza que lhes permita reivindicar o Palácio da Brisa Gentil. Daimyo, o número de convidados geralmente duplica e uma
dúzia de servos adicionais são recrutados da aldeia.
Geografia O Palácio da Brisa Gentil está de acordo com o
design do padrão: possui quatro torres de diferentes
alturas, dispostas em layout aproximadamente quadrado,
Kyuden Soyokaze abrange três locais principais: conectadas por paredes de pedra, envolvendo um pátio
Natsukaze Mura (“Vila do Vento Veranil”) e seus campos e central. As paredes são brancas e o telhado é coberto com
bosques circundantes; Sasayakikaze-ji (“Mosteiro do Vento azulejos verdes brilhantes. As lavradas pedras usadas para
Sussurrante”) e as Grutas Sussurrantes abaixo dele; e os pisos de todos os edifícios e muralhas são perfuradas
Kyuden Soyokaze (“Palácio da Brisa Gentil”). A terra sob a 112
com muitas aberturas verticais estreitas. Embora estas
autoridade do novo Daimyo é um círculo centrado no possam ser usadas para o disparo defensivo de flechas, seu
palácio com um raio de poucas milhas, embora nem todos verdadeiro propósito é simplesmente deixar entrar a luz. O
os marcadores de fronteira tenham sido colocados ainda, e kyuden é construído sobre uma fundação de pedra grossa
alguns tenham sido removidos por grupos desconhecidos. que o eleva do chão, conforme a moda tradicional rokugani.
Uma muralha de pedra esculpida coberta com Como resultado, o primeiro andar está, na verdade, 4,5
azulejos verdes, com 6 metros de altura e 2 de espessura, metros acima do solo ao redor do castelo. Embora suas
rodeia Kyuden Soyokaze e Sasayakikaze-ji. É perfurada por defesas sejam boas o suficiente para proteger os habitantes
um único portão que é vigiado pelos guardas no quartel contra ladrões comuns ou contra um pequeno bando de
adjacente. A parede é mais simbólica do que uma guerreiros, o kyuden não seria compatível com um pequeno
característica defensiva verdadeira, embora seja lisa o exército e não foi projetado para resistir a um verdadeiro
suficiente para que a escalada seja difícil sem ferramentas. cerco. A razão para isso é dupla: primeiro, Otomo Ibanu
Há oito postos de vigia colocados em intervalos regulares ao estava acostumado a viver em uma mansão confortável,
longo da parede. Em cada um, a muralha se dobra em torno não numa fortaleza severa, e segundo, ele pensou que seu
de uma plataforma de madeira quadrada que é larga o próprio nome Otomo seria um impedimento
suficiente para ter dois guardas em pé vigiando.
suficientemente forte contra qualquer ataque. eólicos: os monges de Sasayakikaze-ji desenvolveram o
O pátio fechado é apresentado como um típico hábito de pendurar sinos em todo o templo e nos terrenos
jardim de pedras zen, com pedregulhos e cascalhos do mosteiro para agradar os kami do Ar. O costume logo se
rachados, entrecruzados por caminhos também de pedra. espalhou para a aldeia e, mesmo antes que o kyuden fosse
Ele oferece muitos lugares para se sentar e conversar, concluído, pedreiros e carpinteiros já estavam instalando
incluindo um gazebo no centro de um pequeno lago de carrilhões eólicos em todos os lugares do palácio para se ter
carpas, mas os visitantes que preferem um local mais sorte. Os carrilhões onipresentes produzem um tilintar
privado para suas discussões costumam ir aos jardins do contínuo e tranquilizante, que, combinado com o canto dos
mosteiro. Há também um campo de kemari quadrado monges próximos, certamente traz paz de espírito para
localizado lá, onde é protegido do vento. Algumas porções alguém que escute em uma das varandas do castelo. Os
de grama verde e pequenas árvores completam a paisagem. moradores estão tão acostumados com o som que, nas
O interior do Kyuden Soyokaze está rica e elegante- raras ocasiões em que o vento faz uma pausa, o silêncio
mente decorado, graças, em grande parte, ao falecido Doji rapidamente causa ansiedade à medida que todos se
Shoshiro. Todas as telas shoji são feitas com papel de pri- perguntam o que poderia ter desagradado Kaze-no-Kami.
meira qualidade e muitas são pintadas com cenas que hon- As badaladas dos corredores em cada andar do pa- 113
ram o passado e o presente dos Imperadores. O mobiliário lácio destinam-se a dar aos guardas um acesso rápido e fácil
é elaborado a partir de madeiras raras, e as muitas alças e a qualquer ponto do castelo e facilitar o seu controle sobre
fechaduras de bronze são gravadas com destaques o interior. Em todo o térreo, a parede exterior é feita de pe-
dourados. Os lençóis, as almofadas e as cortinas são tecidos dra cortada e, assim, a ventilação e a luz entram por muitas
com seda com bordado fino e todos os colchões de futon janelas muito estreitas, muito pequenas para permitir a
são feitos de algodão branco perolado. Existem obras de passagem humana. No andar acima do térreo, as paredes
arte chiques, principalmente pinturas e esculturas, em cada exteriores são de barro grosso prensado, perfuradas com
aposento aberto aos visitantes, bem como em muitas áreas muitas janelas quadradas que podem ser fechadas por uma
privadas. O objetivo é lembrar ao visitante que a riqueza persiana deslizante de madeira. Novamente, ninguém pode
dos Impérios é vasta e pode alcançar até mesmo um local passar por estas janelas. Finalmente, onde quer que o
tão remoto. Verdadeiramente, no entanto, a maioria dos castelo tenha terceiro e quarto pisos, as paredes exteriores
móveis e ornamentos caros datam da construção do caste- são feitas de telas shoji pesadas móveis. Estas telas
lo, quando Otomo Ibanu não poupou nenhuma despesa pa- geralmente estão abertas, exceto nos dias mais frios ou nas
ra garantir que vivesse dentro de seus altos padrões. Uma tempestades, oferecendo aos guardas em patrulha e aos
grande parcela do dinheiro de Ibanu foi usada na época e os visitantes uma visão desobstruída da paisagem circundante.
sucessores tiveram que ser muito mais cuidadosos com o
orçamento. Shimada foi muito pragmático, mas os planos A Torre do Portão
de Ichigero para restaurar o status de sua família estão se Os visitantes entram no palácio através desta torre
mostrando dispendiosos. É uma artimanha que poderia delgada, depois de subir um pequeno lance de escadas. Este
muito bem arruinar sua linhagem, se falhar. Somente o edifício também é conhecido como o Campanário por causa
Daimyo e o Mordomo conhecem os detalhes exatos das do sino eólico gigante em seu topo. Este é o único sino
finanças do palácio, já que Ichigero nunca admitiria esta octogonal. Esta torre possui quatro andares de altura e
desvantagem a mais alguém. ascende mais alto até que o Tenshu.
Há três tipos de paredes no castelo. A mais comum A1 – Recepção: As primeiras coisas que os
é a tela tradicional shoji, feita de folhas grossas de papel de visitantes notam quando entram nesta torre, mesmo antes
arroz montadas em ambos os lados de uma estrutura de dos guardas ou da recepção, são as quatro colossais
madeira resistente (para painéis pesados, duas polegadas estátuas que atuam como colunas. Quase com dois andares,
de espessura imóveis), ou entre dois quadros de madeira estas figuras não representam nenhuma pessoa ou deidade
clara (para deslizamento leve painéis e telas móveis dobrá- específica. Eles atuam como guardiãs do portão e, assim,
veis). Existem dois tipos de paredes permanentes. Uma é são altos guerreiros nobres que carregam o mon Imperial.
feita de uma mistura de argila e palha de arroz espalhada Uma coluna de pedra continua acima da cabeça de cada
sobre uma rede de vime leve ou de bambu que é então re- guardião para apoiar o terceiro andar. Há sempre dois
bocada para criar uma superfície lisa. As paredes rebocadas servos e dois samurais na sala, os primeiros a cumprimentar
são de dois a três polegadas de espessura. Este tipo é usado os visitantes, o último solicita educadamente que deixem
para a maioria das paredes no primeiro e no segundo pisos, suas armas em uma das prateleiras. Em frente à entrada
e algumas das paredes do porão. Finalmente, as paredes de está a porta do Salão de Honra, pelo qual dignitários podem
pedra são usadas exclusivamente no porão e para as ter acesso direto. Outros visitantes são convidados ao uso
paredes exteriores dos andares. Elas são construídas com da porta à esquerda, que os leva ao longo vestíbulo com
barro acondicionado entre duas paredes de pedra cortadas, vista para o pátio.
com pelo menos um metro e meio de espessura. A2 – Sacada: O segundo andar dificilmente é um
Finalmente, nenhuma descrição do Palácio da Brisa piso. Um corredor estreito atravessa as paredes da torre,
Gentil estaria completa sem mencionar sua paisagem sono- permitindo que sentinelas vejam os visitantes abaixo, mas
ra. Há quase constantemente um zéfiro que trás uma farfa- este andar é principalmente um espaço vazio que dá à toda
lha doce enquanto passa através dos ramos das árvores e a recepção um mezanino para impressionar os visitantes
sobre os campos circundantes. Mas o que realmente com sua decoração majestosa. A situação nunca se
diferencia Kyuden Soyokaze de longe são os carrilhões apresentou, mas a passagem proporcionaria uma vantagem
decisiva para os defensivos arqueiros, se alguém tentar andar. Existem armas a mão nas paredes e uma mesa baixa
invadir o castelo através do portão principal. no meio onde os guardas se sentam quando não estão
A3 – Corredor: Ao contrário da sacada abaixo cuja patrulhando ou na presença de convidados.
projeção da visão é para o mezanino anterior, este corredor B2 – Corte de Verão: É aqui que o Daimyo mantém
é aberto para fora e destinado a permitir que sentinelas a corte de meados da primavera até o final do outono.
vejam as terras que cercam o castelo e os visitantes quando Sempre que o clima permite, as pesadas telas shoji do lado
se aproximam do portão. do pátio são removidas, de modo que a sala recebe
A4 – Posto: Os guardas do castelo têm suas iluminação máxima e um pouco de ar fresco (especialmente
habitações fora, no quartel. Este cômodo é destinado ao importante durante os verões quentes), oferecendo uma
uso por guardas que estão designados no castelo enquanto bela vista do jardim. As vigas do teto são lacadas em preto,
sua tarefa durar, após a qual eles retornam ao quartel e os quadrados em grade que formam estão decorados em
principal. Existem alguns baús para fins pessoais e um alternância com o mon da família Otomo e o crisântemo do
armário com pilhas de futon finos. Imperador em tons dourados. As paredes de reboco branco
A5 – Arsenal: Aqui é onde todas as armas utilizadas são pintadas com as paisagens que circundam o castelo
pelos guardas estacionados no kyuden são armazenadas. A como são durante o verão, com uso extensivo de azuis e 114
maioria delas é de lanças ou arcos com aljavas completas. verdes. O Daimyo, ou o Mordomo quando aquele não está
A6 – Sino Eólico: Há um alto mirante octogonal no disponível, fica em uma elaborada cadeira de madeira em
topo da torre, com um sino eólico gigante pendurado abai- uma plataforma vermelha baixa de costas para a parede.
xo do seu telhado. Ele consiste de um único sino de bronze B3 – Aposentos dos Servos: A maioria destes
tubular, tão alto quanto uma pessoa, através do qual passa pequenos cômodos é habitada pelos criados do castelo,
uma fina corda com uma longa flâmula de papel pendurada embora alguns permaneçam vagos para o caso de o Daimyo
no final. Uma esfera de bronze colocada na corda golpeia ter muitos convidados ou para os raros convidados
suavemente o sino sempre que a bandeira flamula com o indesejados a quem ele deseja indicar claramente que não
vento. O sino foi instalado durante o governo de Shimada e devem desfrutar de sua saudação. Cada sala possui paredes
foi um presente do mosteiro. Os monges construíram a rebocadas em três lados e uma tela shoji que se abre para o
campana e a abençoaram para que produzisse o som corredor. Ocasionalmente, um convidado solicita o
harmônico e perfeito, apenas um pouco mais alto. É uma aposento de um servo sob pretexto de modéstia, enquanto
bela obra de arte, decorada com padrões abstratos de na verdade é pela maior privacidade que estes quartos
redemoinho que representam o vento e as nuvens. Sempre oferecem em comparação com os quartos melhores, que
que o sino toca, ele se move, e os padrões mudam para um são totalmente cercados por telas shoji.
novo design de modo que o sino nunca aparenta o mesmo B4 – Posto: Os bushi no segundo posto de guarda
duas vezes. A bandeira é adornada com letras kanji do Tenshu vigiam o portão que conduz ao edifício de ligação
delicadas que leem “Alma de Kyuden Soyokaze”. Durante as entre a Torre Principal e a Torre do Crisântemo, bem como
celebrações do Ano Novo, os fogos de artifício são lançados as escadas que vão ao segundo andar e ao porão. O
a partir do mirante para detonarem alto acima do castelo, aposento é quase idêntico ao outro posto de guarda.
onde podem ser vistos por quilômetros ao redor. B5 – Suíte de Otomo Gokura: Os três quartos
A7 – Saguão: Sempre que o Daimyo deseja adjacentes são os aposentos do Capitão da Guarda. Gokura
oferecer a um visitante uma quantidade excepcional de gasta uma boa quantidade de tempo lá, escondendo-se na
deferência, ele é levado pelo saguão de honra diretamente indulgência do saquê. O escritório onde ocasionalmente
ao Tenshu. Apesar do seu acesso restrito, este corredor se recebe visitantes é mantido arrumado pelos criados, mas
parece com qualquer outro no castelo. eles quase já desistiram de limpar o quarto em si e o visitam
A8 – Vestíbulo: A maioria dos visitantes é levada apenas para remover as garrafas vazias e as roupas sujas.
ao vestíbulo onde esperarão por um servo para orientá-los B6 – Aposento de Gyozen: Este bloco é ocupado
ao Daimyo. O vestíbulo tem um lado aberto para o pátio por Gyozen e sua família. Um cômodo contém todos os
delimitado por uma balaustrada de madeira com uma arquivos do kyuden relacionados às atividades dos heimin
abertura no meio onde degraus descem para o pátio. Ele é no castelo (como a lista completa dos criados, compras de
decorado com uma dúzia de esculturas e é usado como comida para a cozinha, reparos, etc.), e são mantidos por
galeria de arte para várias obras penduradas no muro de Gyozen. Para os aposentos de plebeus, estes estão
pedra. Entre as estátuas, há uma de cada um dos Daimyo e ricamente decorados, mesmo que nunca sejam confundidos
de alguns Imperadores. O vestíbulo liga a Torre do Portão à com os cômodos de um samurai.
Torre Pequena. B7 – Escritórios Privados: Estes quartos, murados
com painéis shoji, são reservados aos cortesãos que
O Tenshu desejam discutir assuntos privativamente. Os detalhes dos
O Tenshu (“propriedade principal”) é, de longe, a acordos de paz ou dos tratados comerciais são elaborados
maior estrutura do kyuden, com quatro andares e um gran- aqui, e não na corte. Cada sala contém apenas uma mesa
de porão. É o coração do castelo, onde o Daimyo e o Mor- baixa, seis almofadas quadradas e um pequeno armário
domo têm seus aposentos privados, e onde a corte ocorre. cheio de papéis e suprimentos para caligrafia.
B1 – Posto: Este aposenta fica de frente para as B8 – Sala de Jantar: Esta sala ampla, aberta no lado
portas que levam ao saguão de honra. Há sempre pelo do pátio, é onde os convidados vêm comer. É também onde
menos quatro bushi que ficam de guarda aqui, controlando os banquetes são servidos quando o Daimyo deseja se
o acesso ao saguão e às escadas que conduzem ao segundo juntar aos seus convidados. O arranjo das mesas quadradas
baixas pode ser alterado entre cada refeição. Elas podem conversa neutro, por isso é muito precioso, de modo a não
ser dispostas em uma ou mais linhas, dispostas em círculo ser surpreendente que todos os Daimyo garantam ter os
ou semicírculo ou espalhadas pela sala individualmente. melhores chefes disponíveis na área.
Com exceção daqueles convidados a se sentarem ao lado do B11 – Corte de Inverno: Esta sala grande ocupa
Daimyo ou do Mordomo, os convidados não são designados quase todo o segundo andar do Tenshu. É também a mais
para nenhum assento particular. Isso cria uma tensão silen- decorada de forma opulenta. Todas as vigas e postes de ma-
ciosa durante os jantares oficiais, pois cada convidado deve deira expostos são lacados em vermelho. Os quadrados na
encontrar um assento que seja próximo o suficiente ao Dai- grade formada pelas vigas do teto são decorados com um
myo para se misturar com os mais poderosos, mas não tão padrão quadriculado do mon da família Otomo e do crisân-
perto para não parecerem presunçosos. O processo de se temo do Imperador em tons pretos e prateados. As paredes
sentar leva até vinte minutos, durante o qual os cortesãos em gesso são cobertas com papel de parede de seda com
se aproximam, conversam e educadamente oferecem texturização e de cor creme. Sobre ela, estão pendurados
assentos uns aos outros, enquanto procuram os melhores muitos kakemono (“pergaminhos pintados”). Metade des-
assentos para si. A execução adequada desta dança sutil tas pinturas retrata cenas famosas envolvendo Imperadores
pode garantir a um cortesão muito respeito e elogios pelo do passado e muitas vezes apresentam personagens Imperi- 115
seu domínio da etiqueta, enquanto a incapacidade de ais proeminentes da ao redor do Filho do Céu. A outra me-
encontrar um assento adequado ao seu status pode tade é de elegantes obras caligráficas de mestres de reno-
destruir a esperança de um cortesão de conseguir algo me. São citações do Tao, do Imperador ou da Kami Doji, e
significativo durante sua permanência em Kyuden invariavelmente louvam a Ordem Celestial ou servem de
Soyokaze. Chá é servido aqui, mas os samurais que desejam lembrança da posição dos Otomo dentro delam. O Daimyo
realizar uma cerimônia de chá apropriada a fazem na sala senta-se em uma grande cadeira vermelha em um estrado,
dedicada a este propósito, no segundo andar do Tenshu. entre duas lanternas de papel branco no alto. Há apenas
B9 – Copa: Nesta sala é armazenado tudo o que é duas portas para entrar no local: uma pequena porta de
necessário para preparar refeições na cozinha adjacente. Há correr perto do estrado é reservada para uso exclusivo do
uma mesa grande no centro que é usada para cortar e Daimyo (ou do Mordomo, em sua ausência), enquanto a
preparar ingredientes antes de serem trazidos para os porta de madeira muito maior que está de frente para o as-
cozinheiros na cozinha. O chão de barro da sala está sento do Daimyo é usada por todos os outros. Um cortesão
coberto com cestas de vegetais e sacos de arroz, e as experiente pode se posicionar atrás de uma das muitas pi-
prateleiras são cheias com pratos e bandejas limpas, barris lastras de suporte na sala para se esconder de outros en-
de saquê e de molho de soja, frascos de vegetais quanto conversa, de modo que suas expressões faciais e os
descascados, recipientes de sal e especiarias e caixas de chá movimentos de seus lábios continuem sendo um mistério.
e nori (algas marinhas). B12 – Câmaras Privadas: Há cinco câmaras priva-
B10 – Cozinha: Todas as refeições servidas no das em cada lado da câmara principal da corte de inverno.
castelo são preparadas nesta sala. Duas grandes lareiras Elas têm paredes rebocadas em três lados, mas são abertas
quadradas alcançam metade da altura da parede marcando à corte de um lado. Uma tela móvel shoji dobrável de qua-
o início da área da cozinha, que tem chão de barro tro painéis é colocada na entrada da câmara para fornecer
começando a apenas dois passos da sala de jantar. Sobre as alguma privacidade. É possível esticar a tela para fechar a
lareiras, penduram-se grandes vasos de ferro, quase sempre câmara, mas fazê-lo é considerado pobre em etiqueta, pois
preenchidos com caldo e vegetais cortados em cubos. As implica que outros cortesãos não são confiáveis.
prateleiras são preenchidas com facas, panelas, frigideiras, B13 – Posto: Outro posto de guarda, a partir do
tigelas e caixas. Uma bancada acompanha a parede qual os guardas podem monitorar as escadas indo para os
rebocada, e é onde os cozinheiros preparam a comida e dão pisos acima e abaixo. Há sempre pelo menos quatro bushi
os toques finais à apresentação dos pratos nas bandejas. estacionados aqui, mas este número é duplicado quando a
Uma fileira de três fornos a lenha feitos de tijolos corte de inverno está em sessão.
acompanhando o muro de pedra oposto à bancada B14 – Oratório: Os samurais pios (ou aqueles que
completa o equipamento da cozinha. Há uma grossa porta desejam fingir ser) podem vir e rezar neste santuário. Há
de madeira que atravessa a parede de pedra. Esta porta várias estátuas no altar, sendo a maior e mais central a do
traseira, que é sempre guardada por dois bushi do lado de Hantei, cercado pelo resto dos Kami fundadores de Clãs.
fora, é usada quando novas provisões são trazidas para Representações das Fortunas principais estão alinhadas em
reabastecer a despensa. Uma grande cisterna acima de uma frente ao altar. Os samurais que rezam podem plantar varas
lareira contém a água que será aquecida para os banhos e de incenso em um dos potes de argila preenchidos com
despejada nas piscinas através de tubos que atravessam a areia que são colocados em uma mesa baixa. Este aposento
parede de pedra entre os dois prédios. é usado mais frequentemente no inverno, pois as pessoas
Kushi, o chefe, trabalhou na cozinha quase toda preferem ir ao templo vizinho dos dias quentes do verão.
sua vida e pode cozinhar quase qualquer coisa. Sua B15 – Sala de Chá: Este cômodo pode ser dividido
especialidade de inverno, uma que é a principal atração com telas shoji em até quatro salas menores de acordo com
para muitos visitantes, é seu macarrão soba servido com as necessidades do momento. Uma mesa baixa, almofadas
picles, um molho grosso e picante e um caldo branco de e tudo o mais necessário para realizar uma cerimônia de
rabanete branco. No verão, a unagi (enguia grelhada e chá estão disponíveis mediante solicitação. Em contraste
temperada) preparada por sua esposa Dashi também é bem com o resto do castelo, as paredes da sala são de simples
sucedida. Na corte rokugani, a comida é um tema de branco. A única decoração na sala é um único kakemono e
seu arranjo de flores ikebana emparelhado. Estes podem Kyuden Soyokaze, correspondências pessoais com muitos
ser preparados pelos criados do palácio, mas, se o partícipe cortesãos influentes e também todos os registros
da cerimônia do chá deseja honrar os participantes, ele po- pertencentes ao castelo e ao seu domínio (finanças e
de criar o próprio arranjo de flores e escolher o kakemono produção, número populacional, nascimentos e óbitos, etc.)
de sua coleção pessoal. Claro, fazer isso pode causar mais B29 – Quarto de Ichigero: As paredes do quarto do
dano do que ajuda se a decoração for mal executada. Daimyo são definidas por cofres e armários nos quais estão
O quarto também pode ser usado como escritório armazenados os bens pessoais de Ichigero e as heranças de
do Daimyo nas raras ocasiões em que ele precisa conversar sua família, bem como o seu daisho raramente usado e um
com uma pessoa cujo status seja maior que o seu (como um Leque Dourado que o Imperador deu ao seu bisavô.
parente do Imperador ou um Campeão de Clã), ou para B30 – Quarto de Yusuke: apesar dos melhores
discutir tópicos sensíveis (como conversas de paz entre Clãs esforços das criadas, parece que esta sala nunca estará
vizinhos ou um acordo comercial com um fornecedor do arrumada. É o santuário de Yusuke, e apesar de toda a sua
castelo). Uma mesa e tudo o mais necessário para a reunião ostentação e de tentar parecer destemido e viril, uma das
são trazidos, e os documentos relevantes são retirados prateleiras está cheia de brinquedos de infância. Ele não
temporariamente do gabinete privado do Daimyo. brinca mais com eles, mas se recusa a se livrar deles. 116
B16 – Posto: Os quatro bushi neste posto de B31 – Quarto de Yukimi: o quarto de Yukimi pode
guarda podem vigiar as escadas indo para cima e para baixo se passar como não utilizado. Está sempre limpo, com o
e garantir a proteção do Mordomo e dos convidados com futon dobrado em um baú e os tapetes de tatami deixados
acomodações neste andar. ali. Yukimi tem poucas posses com as quais se identifica.
B17 – Suíte de Doji Tadeno: Normalmente projeta- Todas elas estão seguras numa grande cômoda de
do para acomodar toda uma família, a suíte do Mordomo castanheira. É lá que ela mantém o diário de sua avó.
parecem muito grandes para um homem solitário. O escri-
tório de Tadeno está instalado em um dos quartos, enquan- A Pequena Torre
to o quarto das crianças foi reutilizado como uma biblioteca A menor das torres quadradas também é a mais
pessoal. A decoração é de bom gosto, mas antiga, já que na- curta, com apenas dois andares. Foi oficialmente nomeada
da mudou desde que sua família deixou Kyuden Soyokaze. Torre da Mente e do Corpo por Ibanu, mas rapidamente
B18 a B25 – Quartos de Hóspedes: Os convidados este nome caiu em desuso para ser substituído por seu
de honra são alojados nestes quartos, um andar abaixo da apelido atual.
suíte do Daimyo. Se eles têm servos ou auxiliares, estes C1 – Biblioteca: Esta sala contém um grande
geralmente são alocados nos quartos do primeiro andar da número de tomos e pergaminhos sobre vários tópicos. A
Torre do Crisântemo. As paredes shoji são escassamente maioria dos livros é sobre temas leves, como livros de
decoradas, mas com gosto requintado. Uma matriz de cabeceira, épicas, peças famosas ou poesia. Eles são um
colchão de futon e cobertores quentes são fornecidos em material de leitura perfeito para um cortesão que precisa
um baú de carvalho, e outros dois baús menores equipados encontrar rapidamente um tópico de discussão na corte ou
com fechaduras de aço estão lá para o hóspede manter simplesmente quer relaxar na varanda adjacente. Uma
seus objetos de valor. pequena seção da biblioteca abriga tratados médicos, para
B26 – Ponte: Uma porta se abre à ponte que liga o uso do curandeiro na enfermaria.
Tenshu à Torre do Crisântemo. Esta ponte de madeira C2 – Varanda: Este cômodo, aberto em dois lados
espaçosa é a estrutura mais sofisticada do castelo, que é de para o pátio sempre que o clima permite, contém algumas
outra forma bastante clássico: o piso plano é suportado por mesas baixas e almofadas de assentos. As pessoas
um arco largo cujos dois pés estão ancorados nas torres. costumam usar a área para ler ou jogar go ou shogi, ou
Pintada de branco para se misturar melhor com as paredes mesmo para meditação. Ocasionalmente, alguém que está
do kyuden, a ponte também é projetada para parecer tão se recuperando de alguma lesão ou doença se sentará aqui
aérea e leve quanto possível e oferece aos observadores em para relaxar, a uma curta distância da enfermaria.
pé no centro a impressão de que estão passando sobre C3 – Enfermaria: Sempre que um hóspede se ma-
Kyuden Soyokaze, vários metros acima do solo, chuca ou se sente doente, ele pode vir à enfermaria do cas-
impulsionados pela constante brisa. A ponte oferece aos telo. O velho Sebasu é o melhor curandeiro heimin a serviço
hóspedes honrados alojados na Torre do Crisântemo com de Ichigero e ele trata os pacientes com febres, dores, cor-
acesso conveniente ao Tenshu e à corte de inverno um tes ou hematomas. Lesões graves, que são muito raras em
andar abaixo. Há dois guardas postados lá, um em cada Kyuden Soyokaze, não são tratadas na enfermaria do caste-
extremidade da ponte. lo. Em vez disso, estes pacientes são enviados à enfermaria
B27 – Sala: Quando o Daimyo não está presidindo dos quartéis, que está melhor equipada para cirurgias, e
um jantar oficial, ele e sua família recebem suas refeições oferece o benefício adicional de poupar cortesãos sensíveis
nesta sala. Além da mesa baixa padrão, almofadas e do constrangimento de ouvir gritos de dor, ou, pior ainda,
mobília, há um grande armário que contém o santuário da de ter seus próprios gritos ouvidos. Para o grande
família do Daimyo contra uma parede. aborrecimento de Ichigero, o castelo não tem nenhum
B28 – Gabinete: O escritório pessoal do Daimyo shugenja permanente, então, sempre que surge uma
está nesta sala. Há uma ampla mesa de escrita com um doença de origens aparentemente místicas, ele deve confiar
conjunto de caligrafia e prateleiras cheias de pergaminhos e nos monges ou na boa vontade de um convidado shugenja.
papel, além de caixas contendo itens pequenos como o selo C4 – Botica: Sebasu mantém todas as suas ervas,
do Daimyo, o Decreto Imperial que instalou Ibanu em pomadas e poções em frascos e caixas nas muitas
prateleiras daqui. Ele também mantém alguns antídotos quadrados. Entrar na água quente é feito somente depois
para os venenos mais comuns armazenados em uma caixa que o ritual de limpeza terminou; e fazer de outra forma
de metal trancada. implica em extremo mau comportamento e é ofensivo aos
C5 – Dojô: A área de treinamento ocupa a maior outros convidados. Contudo, limpar-se normalmente é feito
parte do segundo andar. O dojô está equipado com tudo o rapidamente, com pouco tempo para conversa, pois a água
que é necessário para praticar kenjutsu e kata marciais, mas geralmente está bastante fria. A água na piscina, no
raramente é usado para estas atividades. Em vez disso, é entanto, é aquecida no final da tarde em uma grande
usado como uma sala de aula para os filhos do Daimyo e cisterna localizada na cozinha, do outro lado da parede.
dos convidados que vêm com os seus próprios filhos. Uma Descansar na piscina quente geralmente um momento
parede está preenchida com estantes contendo espadas de meditativo e relaxante, inconsciente do que qualquer outra
madeira e equipamentos de kendo; e outro é adornada com pessoa da sala poderia estar fazendo.
um grande quadro-negro. D5 e D6 – Vestiário: Samurais que vêm aos
C6 – Quarto do Sensei: Atualmente ocupado por banheiros deixam suas roupas neste cômodo, em uma das
Otomo Oshorin, o cômodo parece apertada. Com uma mesa muitas prateleiras. Há sempre pelo menos um servo em
baixa, um futon dobrado em um canto, cofres com os bens cada vestiário cuja tarefa é ajudar os hóspedes a se 117
pessoais de Oshorin e pilhas de livros e pergaminhos, não vestirem ou se despirem, fornecer toalhas e kits de banho, e
há muito espaço para sequer andar. vigiar os bens pessoais deixados aqui sob seus cuidados.
C7 – Depósito: Qualquer coisa que pode ser útil D7 – Área de Serviço: Toalhas e tudo o que é ne-
para treinamento ou aprendizado e não é mantida no dojô cessário para se lavar, bem como as ferramentas para lim-
ou no quarto do sensei é amontoada aqui. par os banhos, são mantidos nesta pequena sala. Os servos
C8 – Passarela: Esta é a passagem que liga a também passam por esta área para entrar nos banhos
Pequena Torre à Torre do Crisântemo. É aberta do lado do quando os baldes de água precisam ser recarregados, se um
pátio em três pontos, que pode ser acessado caminhando hóspede idoso solicitar assistência ou quando são
alguns passos. necessárias mais toalhas. Ocasionalmente, alguns samurais
apreciam uma xícara de saquê quente enquanto mergulham
A Torre do Crisântemo na água quente, e isso também é trazido a partir desta sala.
De três andares de altura, este edifício é uma D8 a D17 – Quartos de Hóspedes: Na sutil
extensão do Tenshu, ao qual está conectado no primeiro hierarquia dos quartos de Kyuden Soyokaze, estes são para
andar através da sala de jantar e no terceiro andar através os convidados de menor estirpe ou para a comitiva que
da ponte. Os quartos situados no último andar são acompanha os hóspedes alojados em outro lugar do
reservados para os visitantes mais importantes. castelo. Os cômodos não são muito diferentes de outros
D1 – Salão de Retórica: Esta sala grande é onde quartos de hóspedes. Os móveis escassos são de boa
poetas e oradores de todos os tipos vêm para entregar os qualidade e os futon são cheirosos e frescos. Ao contrário
frutos de seu trabalho. Sempre que um concurso envolven- de outros quartos, todavia, não é incomum nestes que até
do arte falada é organizado, ocorre no salão de retórica. três ou quatro pessoas compartilhem um quarto.
Sempre que o clima permite, o aposento fica aberto ao D18 – Galeria: Esta sala é usada para exibir as
pátio. Um palmo quadrado está localizado na esquina melhores peças de arte do castelo por mestres famosos. Há
adjacente ao pátio, grande o suficiente para até quatro ou dezenas de pinturas e várias esculturas. A maioria é
cinco pessoas atuarem juntas. As paredes em gesso deste presente de convidados ou peças compradas pelo Daimyo
cômodo estão decoradas com pergaminhos pendurados ou pelo Mordomo, mas algumas são de autoria de Otomo
com trechos de famosos excertos da poesia contemporânea Tadahiro, irmão do Daimyo e artista famoso. A coleção é
que estrearam em Kyuden Soyokaze, bem como alguns atualizada e reorganizada todos os anos antes da corte de
clássicos muito mais antigos. Note que performances inverno e paredes interiores móveis permitem muita
musicais são feitas no teatro, no andar de cima. flexibilidade na apresentação das obras de arte. É
D2 – Posto: um pouco maior do que outros postos importante que sempre haja pelo menos uma nova peça de
similares do castelo, este posto de guarda é sempre grande qualidade para ser o foco da exposição todos os
equipado com pelo menos seis bushi. Eles vigiam as escadas anos, e muitos artistas de Natsukaze e de outras cidades
e estão próximos dos banhos e dos quartos. chegam a Kyuden Soyokaze com amostras de seu melhor
D3 e D4 – Banhos e Ofuro: os nobres do castelo e trabalho, esperando que sejam escolhidas como a
os convidados vem aos banhos para se limpar e, se o clima característica principal da galeria e seu nome se torne um
permitir, relaxar na água quente da piscina. Há um banho tópico frequente de discussão durante a corte de inverno.
para homens à esquerda e outro para mulheres à direita. D19 – Teatro: os teatros rokugani são geralmente
Em cada um, uma dúzia de pessoas podem se lavar privativa seus próprios edifícios em uma cidade grande, ou perten-
e simultaneamente em bancadas baixas de madeira, cem a uma trupe viajante que o montará onde quer que pa-
enquanto o enorme ofuro – uma piscina retangular de re para um espetáculo. Assim, o teatro de Kyuden Soyokaze,
madeira de teca larga de 1,2 metro de profundidade e com localizado dentro do castelo, já é uma estranheza. Além dis-
bancos submersos – pode acomodar confortavelmente até so, em vez de ter um grupo permanente de atores, o teatro
oito pessoas. Antes de entrar no ofuro, as pessoas primeiro está aberto a qualquer pessoa e qualquer gênero (kabuki,
se esfregam completamente até estarem limpos usando um noh, marionetes, etc.), desde que os artistas possam passar
pano áspero e água oferecida em grandes baldes de no processo de seleção. Algumas trupes são enviadas ao
madeira e pega com conchas ou pequenos baldes kyuden por conexões confiáveis do Daimyo e não precisam
serem testadas. Outras terão que se apresentar para Doji kyuden, mas pago em forma de koku ao Imperador. A sala
Tadeno e Otomo Oshorin. Se o Mordomo e o Sensei posterior ao celeiro de arroz contém outros cereais
concordarem que o espetáculo é de qualidade suficiente, coletados pelo Daimyo para o castelo. A maioria dos sacos
eles solicitarão a aprovação final do Daimyo. Os assentos são de cevada, mas também há de trigo e de gergelim.
(linhas de almofadas de seda nos melhores tatames) podem E4 a E8 – Despensas: nestes espaços amplos, os
acomodar uma plateia de até duas dúzias de pessoas. alimentos são mantidos. Na despensa de especiarias (E4)
Durante a maior parte do ano, há uma apresentação a cada podem ser encontrados blocos de sal e linhas de barris
dois meses, mas durante a corte de inverno, o Mordomo cheios de peixe salgado, de molho de soja e de molho de
trabalha duro para garantir que haja pelo menos uma a peixe. Caixas de madeira e jarros de barro estão em
cada quinzena e mais frequentemente se for possível. Se a prateleiras altas cheios de várias especiarias (coentro,
performance exige música, os músicos são colocados na gengibre, pimenta, wasabi, etc.).
frente do palco ou nos lados. Os grandes depósitos de legumes (E5) só atingem a
D20 - Camarim: Os atores colocam seus trajes e capacidade máxima quando o inverno se aproxima. Cebolas
maquiagem atrás das cortinas pintadas que são frequente- e dentes de alho pendem das vigas, enquanto cenouras,
mente usadas como fundo durante uma performance. pastinagas, beterrabas, rabanetes, batatas e alho-poró 118
D21 – Posto: Quando o Daimyo decide que um enchem as prateleiras. No meio, estão colocados sacos de
convidado merece o privilégio de permanecer no último feijão vermelho doce e caixas de maçãs, peras e frutas
andar da Torre do Crisântemo, sempre há pelo menos seis secas. Outra despensa (E6) é reservada aos vegetais ou
guardas para proteger o convidado de honra e seu séquito. peixes que podem ser preservados em vinagre ou salmoura
Caso contrário, apenas dois guardas estão presentes, em barricas de madeira. Jarras cheias de nori (erva marinha
principalmente vigiando as escadas e a porta da ponte. seca comestível) e mel também são armazenadas aqui.
D22 – Suíte de Honra: Somente os hóspedes Há uma despensa para o saquê (E7) – onde descan-
considerados de maior prestígio ou merecedores de sam barris de madeira cheios de saquê – e outra para o chá
deferência pelo Daimyo podem usar estes aposentos. – preenchida por sacos e caixas de chá trazidos de todos os
Normalmente, os convidados são membros das famílias cantos, mas cuja maioria é produzida localmente.
Imperiais ou importantes Daimyo dos Clãs. Para alguém tão E9 – Prisão: Na história de Kyuden Soyokaze, esta
importante como um membro da família direta do cela foi usada apenas uma vez, há mais de 40 anos, quando
Imperador, ou o próprio Imperador, todo o andar seria um mercenário que personificava um samurai tentou
usado. Mas geralmente o hóspede não requer um espaço assassinar o primeiro Daimyo. Otomo Ibanu sabia, mas
tão vasto e só faz uso de alguns dos quartos. É raro que nunca pode provar, que o homem tinha sido enviado por
mais de um convidado de honra esteja no kyuden, mas um Clã vizinho. O assassino foi mantido apenas alguns dias,
quando acontece, eles compartilham o andar. O layout e as até sua execução.
funções de cada sala variam de acordo com cada hóspede, E10 – Armazém: Atrás das portas de carvalho
mas sempre há pelo menos um escritório para o hóspede trancadas desta sala são mantidas as posses do Daimyo e de
receber visitas e um quarto para ele. Possivelmente haverá sua família que raramente são usadas, bem como peças de
quartos para seus retentores ou mesmo possivelmente uma arte que são tiradas da galeria. As coisas mantidas aqui
sala privada dedicada à cerimônia do chá. tendem a ser grandes ou de valor relativamente baixo (pelo
menos aos olhos dos Otomo), como quimonos ou
O Porão lembranças antigas coletadas por Daimyo anteriores.
Existem várias cavernas e depósitos situados E11 – Tesouro: O acesso ao tesouro sempre é
abaixo do Tenshu. Eles são conectados por corredores de guardado por um bushi, e apenas o Daimyo tem a chave
pedra cortada com paredes cobertas de salitre branco. Os para abrir o portão de ferro. Atrás do portão, o corredor
gatos do castelo têm acesso livre ao porão, onde eles vira à direita e se estreita. São encontrados seis cofres
ajudam a manter os ratos e outras pragas longe. profundos e estreitos, possuindo os bens mais valiosos da
E1 – Poço: Um poço profundo foi cavado no centro Casa do Daimyo. O primeiro cofre, em particular, contém
desta pequena sala. É uma longa descida para o balde quatro pesados baús de carvalho reforçados com aço.
atingir a água, com cerca de 9 ou 12 metros de Todos costumavam ser preenchidos com dourados koku,
profundidade. Era necessário escavar aquela profundidade mas agora apenas um é. O quarto cofre possui carpetes
porque a água escaparia às muitas rachaduras conectadas à finos das Areias Escaldantes, embora tenham começado a
rede das Grutas Sussurrantes. Os criados o chamam de poço apodrecer. No fim dele, atrás de um tapete enrolado, há
do gemido porque o vento às vezes sopra através das uma passagem escondida cuja existência é conhecida
pedras, produzindo um longo gemido enquanto reverbera a apenas pelo Daimyo e pelo Mordomo.
partir das profundezas do poço. Os filhos indisciplinados são Segredos do Cofre: Iniciantes: A porta escondida se
instruídos a se comportar, ou então o fantasma que geme abre para uma pequena sala, que contém ouro escondido.
rastejará para fora do poço e os arrebatará. Largos barris de Experientes: Atrás da porta trancada, há um estrei-
madeira estão nas paredes, sempre cheios com a água to túnel com paredes de barro que se prolonga por duzen-
necessária na cozinha ou nos banhos. tos metros, até terminar com uma porta escondida no ma-
E2 e E3 – Celeiros: Este amplo aposento possui to- to. Esta é uma passagem secreta construída para permitir
do o arroz coletado como imposto do domínio do Daimyo. escapar do kyuden se ele for perdido para um inimigo.
Metade será enviada ao Imperador quando o coletor de Épicos: Após alguns metros de túnel de pedra
impostos chegar, e o resto será mantido para consumo no artificial, a passagem abre para uma seção das Grutas
Sussurrantes não acessíveis a partir do sumidouro. Este rachaduras no chão de pedra. Suas paredes brancas
antro desce e desce para uma vasta rede de cavernas calcárias foram suavizadas por inúmeros séculos de
úmidas que nunca foram totalmente exploradas. Pode até exposição aos elementos. O fundo plano foi limpo de
levar a ruínas antigas. escombros pela primeira geração de monges que se
estabeleceram aqui e agora está coberto com musgo verde.
As cinco entradas às Grutas Sussurrantes são encontradas
O Quartel perto do fundo do sumidouro, marcadas por um alto arco
Aninhado em um canto da muralha, o quartel é torii pintado de vermelho. Quatro das cavernas não são
feito da mesma pedra que ela. Ele consiste em cinco partes: largas ou altas o suficiente para permitir que alguém ande
1 - Estábulo: Todos os doze cavalos da Casa são mais de seis metros sem que o túnel se torne muito estreito
mantidos no estábulo do quartel, juntamente com os ou seja bloqueado por algum colapso antigo. Nestas, altares
cavalos trazidos pelos convidados, até um máximo de vinte. de mármore foram colocados no fundo, e eles são cobertos
Se o estábulo estiver cheio, cavalos adicionais ficam sob os por séculos de cera derretida de vela; seu teto é preto
cuidados dos estábulos da aldeia próxima. Todo o vestuário devido à fuligem. No passado, alguns monges tentaram
de equitação e as ferramentas necessárias para o cuidado rastejar mais profundamente nestas grutas, mas muitos 119
dos cavalos são mantidos em um galpão adjacente. foram feridos na tentativa. Antes que alguém viesse a
2 – Alojamento Principal: Este longo prédio é onde morrer nas grutas e ameaçar sua santidade com seu
a maioria dos guardas do palácio está instalada. Uma cadáver irrecuperável, foi estritamente proibida a
metade consiste de dez aposentos austeros, cada um exploração delas.
compartilhado por quatro bushi, enquanto a outra metade A última Gruta tem uma entrada larga, mas um
é dividida entre a área de treinamento interior, o pequeno teto tão baixo que é preciso andar curvado para entrar. A
salão e a enfermaria. entrada leva a uma grande caverna com centenas de
3 – Suíte do Capitão da Guarda: Este prédio estalactites e estalagmites. Uma dúzia de passagens
quadrado com um telhado plano é onde o Capitão da estreitas continuam a partir desta sala, mas também estão
Guarda habitava. No entanto, alguns anos depois de Otomo fechadas para uma maior exploração. Ao contrário das
Gokura assumir o cargo, ele se mudou para o castelo. O outras Grutas, nenhuma estrutura ou itens artificiais (como
prédio foi deixado vazio até recentemente, quando Seppun altares ou fontes de luz) foram instalados no interior. Até
Tenbin, o segundo em comando, o assumiu com o cinquenta pessoas podem se sentar na escuridão entre os
consentimento do Daimyo. Falcões caçadores e pombos pilares de pedra natural, mas raramente mais do que
mensageiros são mantidos em uma cabana de madeira algumas pessoas são encontradas meditando a qualquer
construída no telhado, que pode ser acessada através de momento. O arco torii desta caverna é o maior, com uma
um lance de escadas lateral ao prédio. centena de tiras de papel branco abençoadas amarradas a
4 – Torre da Esquina: A plataforma de observação uma corda grossa pendurada entre os dois pés. Doze sinos
coberta construída no canto da muralha é o mais próximo eólicos de cobre também penduram abaixo do arco, sempre
de uma torre real na muralha. Logo abaixo da plataforma tilintando mesmo quando aparentemente não há vento.
encontra-se o arsenal principal do castelo. A única maneira de acessar o fundo do sumidouro
5 – Campo de Tiro: Atrás dos quartéis estão os é uma escada que desce em círculo através das bordas fa-
campos de treinamento de arquearia. Os alvos podem ser zendo um giro de metade do sumidouro. Ela foi construída
usados por qualquer pessoa no castelo. Na maioria das começando dos altos pilares que sustentam a parte do
vezes, os arqueiros encontrados são os próprios guardas do templo construída que se localiza sobre o sumidouro.
kyuden praticando, mas o campo de tiro também é usado Segredos das Grutas Sussurrantes: Iniciantes: Há
sempre que o Daimyo organiza um concurso de kyujutsu muitas histórias antigas e superstições camponesas sobre o
para entreter seus convidados. Alguns monges da Ordem do que pode habitar as cavernas, mas nenhuma delas é
Vento também praticam a arquearia como um método de verdadeira. As Grutas Sussurrantes são uma rede complexa
meditação e podem ser vistos disparando flechas de de túneis naturais esculpidos por escorrência de água ao
treinamento contundentes enquanto vendam os olhos. longo de milênios. Algumas delas estão conectadas à
superfície através de sumidouros, e os ventos frequentes se
O Mosteiro aproximam deles, criando numerosos ruídos sibilantes que
Sasayakikaze-ji, o Templo do Vento Sussurrante, é ecoam e reverberam até parecerem sussurros. Este
um complexo de longas estruturas ligadas entre si por ambiente único é, naturalmente, atraente para os
passagens cobertas. O templo foi erguido perto de uma brincalhões kami do Ar, que desfrutam dos muitos recantos
baixa que acumula água e através da qual a água flui para das cavernas. Ocasionalmente, uma confluência deles
dentro da terra. As entradas às Grutas Sussurrantes estão compartilha seus segredos com os mais devotos mortais
localizadas em sua parte inferior. que meditam aqui. A maioria destas confidências são
6 – Sumidouro: se as Fortunas não tivessem apenas enigmas ou absurdos, algumas são ecos de eventos
afundado o chão aqui, os mortais talvez nunca passados e algumas são ideias reais sobre o futuro.
conhecessem as Grutas Sussurrantes suas maravilhas. O Experientes: muito abaixo das cavernas naturais
sumidouro é uma depressão quase perfeitamente circular encontram-se as ruínas de uma cidade antiga. Antes dos hu-
com quase vinte metros de diâmetro e dez de manos, antes mesmo dos nezumi e das nagas, havia uma ci-
profundidade. Quando chove, uma piscina rasa se forma no vilização próspera construída por cinco raças: os ningyo, os
centro do sumidouro, mas é drenada lentamente através de zokujin, os kenku, o kitsu e os trolls. Uma das suas cidades,
a Cidade da Noite, repousa sob as Montanhas Seikitsu, mas é murada, embora tenha cobertura. Três colunatas octogo-
não é seu único legado. Uma cidade muito menor costuma- nais concêntricas cercam o Santuário propriamente dito. As
va existir na área onde Kyuden Soyokaze está agora. Era o duas colunatas mais externas formam corredores cobertos
lar dos kenku e de seu Templo do Vento. A maior parte da com centenas de pequenos carrilhões eólicos de ferro pen-
cidade está perdida no tempo, mas as cavernas abriram durados sob as vigas, enquanto o anel mais íntimo de colu-
algumas passagens estreitas entre as cavernas e as ruínas nas muito mais altas suporta um telhado octogonal íngreme
restantes. Algumas estruturas sobreviveram, incluindo o de seis metros de altura no ápice. Todas as colunas são pin-
templo feito de uma substância verde e púrpura iridescente tadas de azul claro com curvas douradas e espirais retratan-
chamada cristal noturno e seu tesouro precioso: o Cristal do nuvens ornamentais. Ambos os telhados são cobertos
Cata-Vento. É o Cristal Cata-Vento que atrai tantos kami do com azulejos de azul-celeste brilhante. No centro da
Ar, como mariposas a uma chama, e é dele que eles ouvem estrutura está uma estátua de Kaze-no-Kami de três metros
as profecias e os enigmas que eles repetem aos humanos de altura. Sentado em um trono de nuvens brancas, o roliço
que meditam. O cristal noturno é uma substância potente Deus olha para os visitantes com uma expressão implacável,
por si mesmo, e o Cristal Cata-Vento, com suas habilidades suas bochechas redondas inchadas como se ele estivesse
proféticas, é uma poderosa relíquia. prestes a soprar o ar de sua boca sobre eles. Ele segura um 120
Épicos: As Cinco Raças eram adeptas da abertura leque na mão esquerda e uma garrafa esférica de argila de-
de portais para os outros Reinos Espirituais e os explorar. sarrolhada na mão direita. Logo atrás da estátua imponen-
Quando eles abriram uma passagem ao Jigoku, no entanto, te, há duas representações menores de Kaze-no-Kami em
isso quase os aniquilou. Uma tentativa tão antiga aconteceu seus aspectos furiosos. As duas estátuas menores são
no Templo do Vento, e através dela a Mácula escorre, man- colocadas lado a lado, mas costas com costas com a maior.
tendo todo o templo Maculado, ainda que o Cristal Cata- A do lado esquerdo representa os tufões e os furacões que
Vento permaneça puro. Após este desastroso experimento, muitas vezes assolam Rokugan; ela é um homem musculoso
a cidade foi abandonada, mas os guardiões garantiram que com pele cinzenta e dois chifres brancos, vestido apenas
a corrupção não escaparia da prisão de cristal construída com uma pele de tigre, parado em cima de um vórtice de
em torno do local do portal colapsado. Infelizmente, o furacões e rugindo com uma expressão temível e irritada. A
conhecimento das Cinco Raças sobre a Mácula era limitado. da direita representa o resfriado comum e outras doenças
Como uma ferida hedionda não tratada, ela infecciou. Com das vias aéreas; ela é um homem velho e frágil com cabelos
o tempo, o selo colocado na passagem foi enfraquecido, compridos e brancos que se senta com as pernas cruzadas
permitindo que malignos kansen se aproximassem de Nin- em uma nuvem cinza. Os peregrinos devotos têm o cuidado
gen-do e atraíssem os humanos para a depravação e o pe- de queimar incenso e oferecer ofertas às três estátuas,
cado. Um dia, se não for feito nada para preveni-lo, o portal embora a maior representação de Kaze-no-Kami sempre
será totalmente aberto, a prisão destruída e todo tipo de obtém maior adoração. É costume vir prestar respeito a
monstruosidade oni será liberada no mundo, no próprio Kaze-no-Kami e pedir sua benção antes de entrar nas Grutas
coração do Império. O portal é um círculo de três metros de Sussurrantes, pelo menos pela primeira vez.
largura que paira acima do chão, por isso é muito pequeno 9 – Quartos: Este edifício tem paredes rebocadas
para os oni mais fortes e mais monstruosos passarem. perfuradas com muitas janelas de ripas. Os quartos em que
Mesmo assim, aqueles de tamanho humano serão um os monges dormem são, na verdade, um salão longo
perigo real se puderem passar. Isso é o que os kami do Ar separado por telas shoji. Todo o mundo, seja um monge da
estão tentando avisar aos samurais pios. Será que suas Ordem do Vento ou um convidado samurai, recebe o
cataclísmicas mensagens serão entendidas a tempo? mesmo alojamento modesto: um futon fino e um cobertor
7 – Templo Principal: entre os quartos dos monges grosseiro. Até noventa pessoas podem dormir aqui, embora
e o salão principal está localizado o maior dos três edifícios. a população de monge permanente raramente excede
Um longo salão ventoso atravessa o templo em seu compri- setenta, todos os membros da Ordem do Vento.
mento, flanqueado em ambos os lados por salas menores. 10 – Ateliês: Este edifício parece exatamente como
O Abade do templo, O-Fuujin, habita em um destes, aquele dos quartos dos monges, mas há menos telas shoji
enquanto outro contém a coleção de textos sagrados do no interior, criando salas maiores. Os monges realizam
templo. O resto é usado para satisfazer as necessidades do orações comunitárias e meditação aqui, e também se
momento, às vezes o ensino de monges mais jovens, às reúnem aqui para trabalhar juntos (tecendo cestas,
vezes como salas de meditação. Dezenas de pequenos sinos copiando o Tao, estudando, etc.).
de bronze balançam sob o teto do salão, tocando com a 11 – Latrinas
brisa. Uma extensão do edifício, em linha com o corredor, 12 – Chalé: Antes de Otomo Ibanu ter o mosteiro
foi construída sobre a borda do sumidouro. Uma metade cercado por um muro de pedra, camponeses doentes ou
repousa no chão e a outra metade se projeta para o buraco, feridos das aldeias próximas recorriam aos monges para
apoiada por altos postes sobre o fundo do sumidouro. Há obter ajuda. Esta era a casa em que eram recebidos e
um pequeno oratório na frente da extremidade superior da tratados. Após a conclusão de Kyuden Soyokaze, Ibanu
escada de retorno que concede acesso às Grutas proibiu estas pessoas de chegarem muito perto do castelo e
Sussurrantes. Peregrinos e monges oram e se purificam no pediu que os monges fossem visitar os doentes. O edifício
santuário antes de descerem as escadas até as Grutas. foi deixado em desuso por alguns anos, até que o crescente
8 - Santuário Interno: No final do longo salão está afluxo de peregrinos forçou os monges a remodelá-lo e
localizado o santuário interno do templo, o Santuário a Ka- transformá-lo em um chalé. Até seis convidados podem ser
ze-no-Kami. Ao contrário do resto do templo, esta parte não alojados aqui, embora internamente não podem esperar
acomodação melhor do que os quartos dos monges. A única nomeados conforme os quatro ventos: artistas e artesãos
vantagem aqui é o aumento da privacidade. vivem em Tamon – o Vento Norte; os agricultores vivem no
13 – Cozinha: Este prédio de madeira com piso de maior distrito, Jikoku – o Vento Leste; o pequeno distrito
barro é anexo ao salão principal. O mosteiro possui poucas eta é chamado Zocho – o Vento Sul; e, finalmente, todos os
reservas de alimentos que são armazenadas aqui, empreendimentos estão em Komoku – o Vento Oeste.
principalmente arroz e vegetais de seus próprios jardins. A aldeia é atravessada por um córrego estreito
Sem as esmolas diárias dos fiéis, os monges nunca teriam o chamado de Alívio, embora as origens do nome tenham
suficiente para se sustentar. sido perdidas no tempo. Antes da criação do protetorado
14 – Horta: a plantação privada do mosteiro Imperial de Kyuden Soyokaze, este rio era frequentemente
cultivada pelos monges. considerado o limite padrão entre os Clãs vizinhos. Uma
15 – Jardim: O jardim do mosteiro está espalhado pequena ponte atravessa o Alívio no centro da cidade.
por uma área aproximadamente equivalente ao próprio 16 – Pousada Cata-Vento: Esta pousada foi funda-
templo e também ao palácio em si. Costumava ser muito da há 45 anos, com fundos de um patrono samurai do Uni-
menor, mas quando Kyuden Soyokaze foi construído, Oto- córnio. O atual gerente é Manobu, um gigante alegre com
mo Ibanu pediu que os monges o expandissem até a mura- um barril de barriga e um bigode comprido. Algumas piadas 121
lha para satisfazer seus convidados. Os jardins são definidos dizem que pode ter sangue de Caranguejo nele. Sua esposa
de acordo com a tradição contemplativa, como uma repre- e seus filhos ajudam a dirigir a pousada, que tem estado sob
sentação em miniatura do mundo: riachos estreitos para os cuidados da família desde a sua construção. A pousada é
rios, um lago para o oceano, pedras para as montanhas, um prédio de dois andares resistente, todo de pedra e
flores e árvores para as florestas, e assim por diante. Eles madeira, com suítes suficientes para acomodar até dez
oferecem muita sombra durante o verão, e muitos pontos pessoas. Possui também o maior estábulo da cidade, o que
ideais para se sentar e conversar. Muitos cortesãos que permite que a pousada receba os cavalos dos hóspedes do
precisam de privacidade vêm aos jardins do templo para daimyo sempre que os estábulos do kyuden estão cheios.
conversar, embora poucos o façam durante o inverno. 17 – Casa de Gueixas Salgueiro Ondulante: O
Salgueiro Ondulante foi a primeira casa de gueixas que
A Vila abriu em Natsukaze. É um pequeno e antigo edifício que foi
Durante a maior parte de sua existência, Natsukaze dirigido por Yutsuko nos últimos vinte anos. Yutsuko é uma
era uma pequena aldeia sem notoriedade, com nada além mulher com quase cinquenta anos, com postura e sabor
de cabanas de agricultores. A nobreza local apreciava a impecáveis que muitas vezes fazem as pessoas esquecerem
produção de chá, mas sua fama nunca chegou muito longe. suas humildes origens camponesas. O atendimento é
Graças ao mosteiro nas proximidades, Natsukaze excelente, mesmo que a decoração e o chá não sejam
ocasionalmente via peregrinos chegarem, mas eles eram extraordinários. Mas poucos vêm pelo chá, pois as atrações
principalmente monges. Eles não trouxeram muito para a reais do Salgueiro Ondulante são as gueixas no prédio maior
aldeia além de algumas novidades do resto do Império. na parte de trás. Lá, em uma das doze suítes particulares, os
Os monges e os aldeões gozavam de um samurais cansados da corte podem desfrutar discretamente
relacionamento íntimo. Com cerca de um monge para cada da companhia de uma gueixa habilmente treinada nas artes
dois aldeões, a comunidade monástica nunca poderia ter da conversa e da música. Há rumores de que os clientes
sobrevivido exclusivamente das doações. Para ganhar indicados por fregueses regulares podem pedir o “Chá da
sustento, os monges trabalhavam nos campos ao lado dos Borboleta,” uma bebida especial que liberta a mente, graças
agricultores, ofereciam-lhes o cuidado médico limitado que a potentes alucinógenos extraídos de sementes de asagao
podiam, e supervisionavam todas as atividades e (“glória da manhã”). Yutsuko afirma que a receita é sua,
festividades religiosas. Em troca, os aldeões mas, na verdade, a bebida é produzida por Bayushi Shurato,
compartilhavam tudo o que tinham com os monges. Mesmo com quem ela compartilha os lucros desta droga viciante.
que não fosse muito, era mais do que suficiente. Já houve rumores de samurais de todos os Clãs,
A chegada de Otomo Ibanu e a construção de Maiores e Menores, serem patronos do Salgueiro
Kyuden Soyokaze não danificaram o vínculo especial entre a Ondulante, mas a verdade secreta é que foi o próprio
aldeia e o mosteiro, apesar dos muitos visitantes e da Otomo Ibanu quem o patrocinou. Ele sabia que um
riqueza que eles trouxeram. Nos últimos cinquenta anos, o estabelecimento destes era necessário para proporcionar
número de aldeões aumentou de forma constante, mas a uma distração civilizada a seus convidados, pois a cidade
maior parte da nova população é feita de colonos que rural não tinha nada a oferecer. Ibanu também não queria
chegaram junto com o Daimyo Imperial. se separar com sua concubina, uma gueixa chamada Yanagi,
A população atual é de quase quinhentas pessoas. e se certificou de que ela teria uma casa em Natsukaze.
Dois terços dela é de agricultores, e os demais são artistas, Yutsuko é a filha de Yanagi, embora Yanagi nunca tenha
artesãos, comerciantes ou trabalham nas poucas empresas revelado a identidade de seu pai para Yutsuko.
de serviços que floresceram em Natsukaze. Os artesãos 18 – Casa de Chá Folha Caída: Bayushi Shurato é o
foram os primeiros a chegar, pois originalmente foram proprietário da Folha Caída, mas mesmo que ele more no
contratados para a construção do kyuden, mas logo depois segundo andar da casa grande, ele raramente é visto lá. Em
uma estalagem e uma casa de chá foram abertas. Como vez disso, ele caminha pelas ruas do bairro Tamon para
acontece frequentemente em Rokugan, os vários grupos conversar com artistas ou visita a corte local. Os clientes da
sociais se segregaram e quatro distritos com sabores muito Folha Caída podem beber o melhor chá da cidade,
diferentes surgiram naturalmente. Os distritos são enquanto admiram a exibição de esculturas e pinturas do
estabelecimento. O salão principal funciona como uma
galeria na qual muitos artistas locais apresentam seu Personagens
trabalho em exibição. Previsivelmente, a maioria dos
clientes da Folha Caída são os mesmos artistas. Nas poucas Como uma pintura na tela, as pessoas de Kyuden
ocasiões em que os hóspedes do kyuden vêm para desfrutar Soyokaze são o que realmente trarão o castelo à vida. Elas
de uma xícara de chá longe do resto da corte, os artistas são apresentadas abaixo. O típico Status Imperial
locais educadamente competem por sua atenção, na aumentado ainda é visto aqui, apesar de não com tanta
esperança de ganhar o favor de um novo patrono. intensidade. O espaço de Kyuden Soyokaze e seus arredores
19 - Palco: O que os aldeões chamam de teatro se comporta como uma pequena propriedade de uma Casa
deve ser mais apropriadamente chamado de palco público. vassala – como Fundai Mura, a cidade posse da família
É uma plataforma de madeira de três metros por dois na vassala Fundai – não constituindo sozinha uma Província.
qual qualquer um pode cantar e tocar a qualquer hora do Árvore Genealógica de Otomo Ibanu: Otomo
dia (e às vezes da noite). Trupes que desejam se apresentar Ibanu e Otomo Mikohime tiveram três filhos: Tomaru,
para o Daimyo geralmente devem primeiro passar por uma Sakiko e Shimada.
avaliação aqui com Doji Tadeno e Otomo Oshorin. Otomo Tomaru se apaixonou por uma samurai-ko
do Unicórnio e partiu contra as ordens de seu pai. Ibanu 122
20 – Casa de Saquê Pavão Orgulhoso: o rumor diz
que a casa de saquê recebeu seu nome após um soco do repudiou seu filho e pouco é conhecido sobre seu
Caranguejo proprietário em Otomo Ibanu, pois demorou paradeiro. Há rumores de que ele acabou se casando com a
anos antes que Ibanu cedesse e permitisse que uma casa de mulher do Unicórnio e assumiu seu nome.
saquê fosse aberta em sua cidade. Em algum momento, o Sakiko casou-se com Otomo Rujin e voltou à Capi-
pragmatismo venceu a elegância e os desejos dos monges. tal Imperial com ele. No entanto, Rujin foi tomado por uma
Dirigido pelo musculoso Goto, o Pavão Orgulhoso é uma febre antes que eles pudessem ter um filho, e a viúva Sakiko
singularidade turbulenta no distrito Komoku, de outra teve que voltar a Kyuden Soyokaze. Ela participou ativa-
forma refinado, e o local preferido de muitos bushi mente da educação de Ichigero e faleceu há alguns anos.
estacionados no kyuden. Não é surpreendentemente que Shimada casou-se com Asahina Junko. Junko podia
Otomo Gokura também seja uma visão frequente aqui. Se ouvir os kami, mas eles raramente escutavam suas orações.
beber saquê (com ou sem moderação) não for suficiente Considerada descartável pela família Asahina, ela foi casada
para proporcionar um bom tempo, uma pequena sala nos com Shimada em um movimento político que eles acharam
fundos oferece aos fregueses de confiança oportunidades que seria barato para si. No entanto, ela rapidamente se a-
de apostas no jogo Fortunas e Ventos. paixonou por Shimada e por seu novo lar. Ela passou inúme-
ras horas ouvindo os kami nas Grutas Sussurrantes. Junko
manteve um diário onde ela registrou tudo o que ela ouviu
lá e que pode conter profecias interessantes. Ela deixou o Ikoma Kagure B19
diário com sua neta Yukimi e morreu pacificamente en- Isawa Fujiko B23
quanto dormia naquela noite, há alguns meses. Teve quatro Kakita Eiken D13
filhos com Shimada: Ichigero, Gokura, Tadahiro e Yamashi. Kitsuki Yamaso D15
Otomo Tadahiro treinou como Artista Kakita e Leões Pintados
agora é um famoso escultor, sempre viajando em busca de D8
(incluindo Oppai)
inspiração. Ele frequentemente visita Kyuden Soyokaze e Miya Momiji Uma sessão do quarto D22
alguns ornamentos do castelo são dele. Não se casou ainda. Shiba Tokiden B22
Yamashi treinou com os Seppun quando sua Soshi Jyomon D17
habilidade de falar com os kami foi descoberta. Ele é agora Suzume Torihime Chalé em Sasayakikaze-ji
membro da Guarda Oculta na Capital Imperial e foi casado
Togashi Torao Quartos em Sasayakikaze-ji
Seppun Toshika, uma colega Shugenja Seppun. Ele agora é
Quarto alugado na Pousada Cata-
Seppun Yamashi e sua mãe era muito orgulhosa dele. Tsuruchi Atsuka
Vento
Ichigero casou-se com Seppun Sumiko e teve os
Yasuki Kurokage D9
gêmeos Yusuke e Yukimi. Sumiko casou-se com Ichigero
Yoritomo Aoi e 123
como parte de seu plano para restaurar o status de sua D11
Yoritomo Okana
família. Shimada sabia da ambição de Ichigero, mas quando
seu filho lhe jurou que ele estava apaixonado por Sumiko, Arashii
Shimada concordou em usar qualquer favor político que ele Há um monge no templo que todos conhecem,
ainda tinha para assegurar a felicidade de seu filho. Sumiko mas, se forem descrevê-lo, dirão informações físicas vagas,
estava deprimida, no entanto, pois amava outro. Após dois e que simplesmente não há notoriedade sobre sua
abortos espontâneos, ela finalmente deu a luz a gêmeos, personalidade. Para todos os fins, é apenas um monge
mas morreu no parto. O papel de Shimada no trágico comum, embora todos concordem que ele é um homem
casamento e a morte de Sumiko são arrependimentos que sereno, discreto e que raramente fala com qualquer um. Ele
ainda pesam sobre seu coração e mancham seu é Arashii e ele não é homem: é membro da antiga raça
relacionamento com seu filho Ichigero. kenku. Sua verdadeira aparência é a de um corvo
Os daimyo foram, em ordem, Ibanu, Shimada e humanoide, mas ele tem o poder de se disfarçar de
Ichigero. Quando Ichigero se aposentar, seu plano é que humano. É nesta forma que ele escolheu viver perto das
Yukimi o suceda, e Yusuke volte para a Corte Imperial. Grutas Sussurrantes há muito tempo.
Segredos de Arashii: Novatos: Arashii tem sido
Convidado da Corte Acomodação
alguém solitário e secreto por muito tempo. Ele anseia pela
Reside no segundo andar de sua sensação de parentesco com os numerosos kami do Ar
Bayushi Shurato
casa de chá, a Folha Caída presentes nas Grutas Sussurrantes. Os humanos também o
Doji Mogen B21 fascinam e ele pode decidir ensinar suas Técnicas de
Gêmeos Kakita Seigi B20 kenjutsu a um estudante digno, um que seja perspicaz o
Ide Li-Xing D14 suficiente para ver através de seu disfarce.

Meu Filho Será Shugenja?


Junko foi uma shugenja, e um dos quatro filhos que ela teve com Shimada nasceu com a habilidade de falar com
os kami. As chances que ela tinha como shugenja de ter um filho shugenja eram mais altas que outros samurais.
Se um casal de shugenja tem um filho, ele nascerá shugenja, a menos que alguma maldição recaia sobre ele.
A um casal de rokugani (e os yobanjin são rokugani para este fim) não shugenja, as chances de ter um filho
shugenja são de 1%. Na realidade, as chances são bem menores, mas para representação mecânica 1% basta.
Se um progenitor é shugenja e o outro não (mas ainda é um rokugani ou um yobanjin), use a tabela a seguir,
aplicando a maior porcentagem. Um shugenja pode tentar barganhar com os espíritos pedindo que aceitem seu parente
(nunca um parente mais distante que um primo legítimo ou sobrinho-neto). Isto nunca aumenta a chance em mais de
5% e muitas vezes envolve a criação de um nemuranai a ser carregado pela mãe durante toda a gestação e feito especifi-
camente para aquela gestação. Além disso, a bênção direta de uma Divindade do Tengoku aumenta em 10% a chance.
Pai ou Mãe que Não é Shugenja Pertence a uma Família Que Exemplos Chance
Agasha, Fukaze, Horiuchi, Isawa, Iuchi,
Só possui Escolas Shugenja 35%
Kitsu, Kuni¹, Tamori, Yogo
Asahina, Asako, Kitsune, Moshi, Seppun,
Possui pelo menos uma Escola Shugenja² 30%
Shiba, Shosuro, Soshi, Tonbo, Yoritomo
Possui pelo menos uma Técnica que permite sentir magias, ver
Mirumoto, Togashi, Toritaka 25%
os espíritos ou falar com estes
Não possui forma de falar, ver ou sentir espíritos ou magias As outras famílias samurais 15%
Não é samurai ou ronin 10%
¹ Tsukai-Sagasu se qualificam como uma Escola Shugenja, pois sentem magias e podem aprender Feitiçaria.
² Os Xamãs Yobanjin qualificam suas tribos nesta categoria.
Experientes: Arashii é o último guardião do Templo Embora nenhum dos dois tenha agido acerca de seus senti-
do Vento e seu precioso artefato. Os outros foram mortos, mentos, tornou-se evidente a ambos quando se tornaram
morreram de doença, ou simplesmente se afastaram de um adultos que o carinho que tinham entre si era algo além do
dever que parecia inútil. Sua honra não só exige que ele amor fraterno. Mas Sumiko estava noiva de Ichigero, e foi
permaneça, mas também que garanta a proteção contínua tirada de Shurato. Eles continuaram a trocar muitas cartas
das ruínas, mesmo que algo aconteça com ele. Para este depois disso, e Shurato estava diretamente consciente da
fim, ele recentemente começou a aparecer furtivamente depressão de Sumiko. Quando finalmente decidiu visitá-la,
em sua verdadeira forma, espalhando rumores de visões de era tarde demais: ela já havia morrido. Ele jurou vingar sua
kenku, na esperança de atrair samurai à procura de um morte e concentrou sua raiva em relação à pessoa que ele
sensei kenku. Se eles se mostrarem dignos, ele revelará culpa pela tragédia: Otomo Ichigero. Ele vendeu todos os
seus segredos e lhes confiará a tutela do Templo do Vento, seus bens e comprou uma casa em Natsukaze, mudou-se e
em troca de lhes ensinar suas Técnicas de Espadachim. a converteu em uma casa de chá. Shurato é um homem cal-
Épicos: Esta opção é semelhante à anterior, mas culista e paciente. Ele nunca se satisfaria com simplesmente
Arashii também se preocupa com o fato de algo matar Ichigero; ele quer destruí-lo completamente tudo o
terrivelmente maligno nas ruínas. Ele precisa encontrar uma que ele construiu. Quando chegou, notou que Ichigero 124
maneira de retornar ao Templo do Vento e ver por si estava tentando restaurar o status de sua família nas
mesmo se o selo ainda está intacto (veja a opção Épica do principais cortes do Império, e parecia ter capacidade para
Segredo das Cavernas Sussurrantes). Ele aceitará ensinar ter sucesso. Shurato resolveu procurar o ponto fraco e
suas Técnicas secretas apenas a quem o ajudará. esperar até que Ichigero estivesse mais próximo do sucesso;
Escolas: Espadachim Kenku 5/Monge da Ordem do para arruinar seu nome, destruir sua reputação e forçá-lo a
Vento 1 uma morte desonrosa. Enquanto Ichigero parece difícil de
Honra: 4,1 encurralar, não se pode dizer o mesmo do seu filho Yusuke.
Glória: 1,3 Não demorou muito para Shurato encontrar uma maneira
Status: 1,0 de explorar esta fraqueza e tornar Yusuke viciado em chá de
Perspicácia: 274 borboleta. Através do filho, Shurato planeja derrubar o pai.
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 6, Ar 5, Fogo Escolas: Cortesão Bayushi 4
4 – Inteligência 5, Terra 3 – Vontade 5, Vácuo 5 Honra: 0,5
Vantagens: Asas de Aço, Bênção do Ar, Conjurador, Glória: 3,7
Escolas Múltiplas, Metamorfose, Sábio, Sensei Status: 2,0
Desvantagens: Asceta, Compulsão: falar em Perspicácia: 210
enigmas, Segredo Sombrio: Kenku Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 4 –
Perícias: Adivinhação 3, Astrologia 3, Atuação 5, Carisma 5, Fogo 3, Terra 2, Vácuo 3
Caça 5, Cerimônia do Chá 3, Conhecimento: Grutas Vantagens: Aliados: muitos, Chantagem: muitas,
Sussurrantes 4, Conhecimento: História das Cinco Raças 7, Queridinho da Corte: Kyuden Soyokaze, Riqueza (6), Sopro
Defesa 3, Furtividade 3, Investigação 5, Jogos 5, Katana 7, da Pureza
Kenjutsu 7, Meditação 3, Shintao 7, Sinceridade 1, Teologia Desvantagens: Amor Perdido: Otomo Sumiko,
das Cinco Raças 7, Teologia Rokugani 7 Influenciado: arruinar Otomo Ichigero
Perícias: Caligrafia: Rokugani 2, Cerimônia do Chá
Bayushi Shurato 2, Cifra 2, Comércio 2, Conhecimento: Alucinógenos 5,
Shurato possui a Folha Caída, uma casa de chá que Conhecimento: Chá 2, Corte Rokugani 10, Diplomacia 5,
atua como uma galeria de arte para artistas em Natsukaze. Etiqueta Rokugani 5, Falsificação 2, Fofoca 5, Intimidação 4,
Como resultado, ele é uma visão frequente na corte. Sua Investigação 3, Manipulação 5, Sedução 6, Sinceridade 5,
máscara cobre a parte inferior do rosto, começando logo a- Venenos 5
baixo dos olhos. É pintada em preto e branco, com o mes-
mo padrão que pode ser visto no rosto de um ator kabuki, Bizen
com a adição de duas listras vermelhas verticais retas sob os 50 anos atrás, o general que ordenou que suas tro-
dois olhos. Shurato tem um amplo conhecimento da arte pas entrassem no Mosteiro do Vento Sussurrante foi deson-
em várias formas, mas sua etiqueta agradável garante que rado e forçado a seppuku. Mas a vergonha foi tão grande
nunca seja pedante sobre isso, e é sempre um prazer falar que ele só se tornar ronin não foi suficiente para proteger
arte com ele, mesmo àqueles geralmente menos interessa- sua família. Sua esposa e seus filhos foram condenados a
dos no tópico. Ele está sempre à procura de novos talentos, viverem como ronin também, e todos esperavam que
particularmente de pintores e escultores, e muitas vezes desaparecessem. Eles desapareceram, mas sobreviveram.
comprará peças de jovens artistas para ajudá-los a lançar Bizen é neta do general, e seu espírito a assombra,
suas carreiras. Nos quinze anos desde a chegada inesperada exortando-a a vingá-lo. Ela sofreu bastante. Tanto quanto
a Natsukaze, ele conseguiu se amigar com todos e fazê-los Bizen sabe, ela pode ser a última linhagem dela. Embora ela
esquecer que é um Escorpião. Nem mesmo Otomo Ichigero nunca tenha aprendido as Técnicas ancestrais de sua
descobriu o verdadeiro propósito de Shurato. família, o espírito do general morto influencia seu estilo de
Há 25 anos, Shurato crescia em Kyuden Seppun, luta. Um personagem perceptivo pode reconhecer o estilo e
pois seu pai era um embaixador Bayushi lá. O jovem, que e- descobrir a vergonhosa ascendência de Bizen. Com um ódio
ra conhecido na época como Itori, cresceu com Sumiko, que ardente contra as famílias Imperiais, e aos Otomo em
ele considerava como sua irmã e melhor amiga, no início. particular, ela voltou para se vingar dos descendentes de
Ibanu. Como Ichigero raramente deixa o castelo, Bizen se 3, Narração 6, Oratória 7, Shintao 3, Sinceridade 5, Teologia
contenta em aterrorizar suas terras e perturbar o trabalho Rokugani 3
dos camponeses com seu grupo de bandidos, mas o espírito Qualidades: conforme ubume.
está frustrado e impaciente. Será que ele encontrará a paz Poderes Espirituais: Percepção de Aspectos
se Ichigero e sua família forem todos mortos? Bizen espera
que sim, porque ela deseja se livrar dele e, finalmente, Doji Mogen
começar a viver sua própria vida. Apesar da posição de Doji Tadeno como Mordomo,
Escolas: Ladra/Combatente 2 o Clã Garça quer afirmar seu apoio e seu respeito às famílias
Honra: 1,0 Imperiais ao atribuir um enviado oficial a Kyuden Soyokaze.
Glória: -2,3 No entanto, o trabalho não é muito procurado, e foi difícil
Perspicácia: 197 encontrar candidatos até que Mogen expressasse esponta-
Atributos e Anéis: Água 3 – Força 4, Ar 2 – Reflexos neamente o interesse. Doji Mogen veio pela primeira vez a
3, Fogo 3, Terra 3 – Vigor 4, Vácuo 2 Kyuden Soyokaze como adolescente com seu pai, um ano
Vantagens: Caminho da Terra: Kyuden Soyokaze, antes de seu gempukku. Ele estava muito interessado nas
Coração Vingativo: Imperiais, Dentes de Tigre, Silencioso Grutas Sussurrantes, na trupe de noh e no trabalho dos 125
Desvantagens: Assombrado, Desvantagem Social: vários artesãos que viviam em Natsukaze, como se esperava
Ronin, Influenciado: Vingança, Má Reputação: Bandida dele de acordo com seu treinamento. Mas outra pessoa era
Perícias: Adestramento 2, Atletismo 4, Batalha 5, mais fascinante do que todas as outras maravilhas que o
Caça 4, Cavalaria 3, Conhecimento: Esconderijos 2, castelo tinha para oferecer: Otomo Yukimi. Mogen ficou
Conhecimento: Otomo 1, Dança 2, Defesa 3, Escalada 4, loucamente apaixonado pela filha do Daimyo desde que
Furtividade 5, Intimidação 6, Jiujutsu 3, Jogos 2, Katana 2, seus olhos foram postos nela pela primeira vez. Infelizmen-
Kenjutsu 2, Kyujutsu 3, Naginata 5, Tortura 5, Yarijutsu 5 te, um casamento já foi organizado para ele com uma don-
Kata: Atacando como o Fogo zela da Garça, e só foi atrasado até agora por causa da atri-
buição remota de Mogen. Os pais da moça estão relutantes
Dama Branca em ver sua filha casada com um homem que aparentemen-
A morte de Lady Sumiko no parto foi um terrível in- te não tem ambição, e esperam que Mogen se mude para
fortúnio, mas não completamente inesperado devido à sua um emprego mais prestigioso. Isso é perfeito a Mogen, e
frágil saúde. Contudo a verdadeira tragédia é o que aconte- mesmo que sua família o pressionasse a voltar, ele está
ceu com ela após sua morte: devastada por dois abortos an- determinado a ficar perto do objeto de sua paixão. Claro,
teriores, ela morreu acreditando que seus gêmeos morre- ele sempre atuou corretamente e ele nunca expressou seus
ram com ela, e sua tristeza foi tanta que sua alma não con- sentimentos a Yukimi, então a jovem não tem ideia sobre
seguiu ir ao Mei-do. Preso no Ningen-do, seu espírito per- eles e não parece particularmente interessada em Mogen.
maneceu invisível durante anos no castelo e nas proximida- As habilidades de Mogen não são prejudicadas por
des, confuso e louco da tristeza que não compreendia. Com seu amor platônico. Ele ainda é um convidado encantador e
o tempo, ela começou a se lembrar de fragmentos de sua mostra um grande potencial como um cortesão. Ele é de fa-
vida anterior, e a perda de seus filhos se tornou sua âncora, la suave, mas sabe como ser ouvido, e se esforça para trazer
transformando-a em um ubume, um fantasma acalentador. honra ao seu Clã – se Yukimi finalmente o percebesse...
A Dama Branca raramente se manifesta, mas quan- Escolas: Cortesão Doji 3
do o faz, é perto de crianças pequenas ou pessoas em pro- Honra: 3,6
fundo sofrimento psicológico (ela é atraída por almas ator- Glória: 2,3
menteadas que fazem eco de sua própria angústia, e estes Status: 2,2 – Embaixador Garça
são seus aspectos percebidos). Uma vez que raramente há Perspicácia: 177
crianças no castelo, ela geralmente aparece na aldeia. Sua Atributos e Anéis: Água 2, Ar 4, Fogo 2 –
figura translucida flutua vestida em uma mortalha branca Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3
cintilante com um capuz que mantém seu rosto magro na Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Posição
escuridão permanente. Em lamúrias e prantos ininteligíveis, Social: Diplomata, Voz
ela tenta pegar e segurar bebês em seus braços. Nas poucas Desvantagens: Amor Verdadeiro: Otomo Yukimi,
ocasiões em que ela conseguiu raptar as crianças deixadas Casamento Arriscado, Influenciado: ganhar o afeto de
sem vigilância, elas logo morreram de fome, apesar de suas Otomo Yukimi
tentativas de amamentá-las, destruindo ainda mais a Perícias: Caligrafia: Rokugani 2, Cerimônia do Chá
sanidade de Sumiko pelo reforço do sentimento de perda. 2, Corte Rokugani 9, Diplomacia 4, Etiqueta Rokugani 4,
Escolas: Shisha Miya 1 (dois Ranks vagos) Kyujutsu 1, Manipulação 5, Narração 4, Oratória 5, Poesia 5,
Honra: 0,8 Sedução 2, Sinceridade 5
Glória: 2,0
Perspicácia: 184 Doji Tadeno
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 4, Fogo 3 – Tadeno e Ichigero cresceram juntos em Kyuden
Inteligência 4, Terra 2, Vácuo 2 Soyokaze e eram como irmãos. Em seus dez anos, Tadeno
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Voz foi enviado para estudar com seus primos Daidoji do
Desvantagens: Influenciado: adotar crianças Conselho Comercial e se preparar a seus deveres como
Perícias: Batalha 1, Cavalaria 3, Defesa 5, Corte Jijukan (“Mordomo”). Quando Tadeno voltou ao castelo
Rokugani 7, Etiqueta Rokugani 10, Heráldica 5, Investigação depois de seu gempukku, ele não reconheceu seu amigo.
Havia desaparecido o menino despreocupado que escalava Perícias: Batalha 3, Cavalaria 3, Corte Rokugani 4,
árvores e se escondia nos túneis proibidos das Grutas Defesa 5, Etiqueta Rokugani 5, Heráldica Rokugani 3,
Sussurrantes com ele. Em vez disso, ele encontrou um Iaijutsu 3, Investigação 3, Katana 3, Kenjutsu 3, Kyujutsu 3
homem determinado a acumular poder político por Kata: Atacar como a Terra, Atacar como o Fogo
qualquer meio necessário e se tornar tudo o que o próprio
pai não era. Ainda existe um vínculo fraternal entre Ichigero Gyozen
e Tadeno, mas este é testado todos os dias pelas exigências Gyozen é o servo mais antigo de Kyuden Soyokaze.
de Ichigero pela impossível perfeição. Por seu amigo e por Ele nasceu antes da construção do castelo e tinha apenas
seu dever, Tadeno faz o melhor para cumprir os padrões oito anos quando Otomo Ibanu chegou a Natsukaze, sua al-
exigentes. Em raras ocasiões, quando estão sozinhos juntos, deia natal. Ibanu, precisando de servos alfabetizados, orde-
eles conversam e relembram. Então, um sorriso genuíno nou que algumas crianças fossem enviadas ao templo onde
retrocede ao rosto de Ichigero, dando a Tadeno a esperança aprenderiam a ler e escrever. Gyozen foi o melhor aluno e
de que seu velho amigo ainda esteja lá, em algum lugar. demonstrou uma mente aguçada. Ele foi rapidamente de-
Tadeno é organizado e eficiente. Ainda assim, com signado como um servo atendente do Mordomo anterior e
todos os convidados que continuam indo e vindo, e todas as continua a servir o atual portador do cargo. Há mais de 35 126
atividades que Ichigero quer ter no Kyuden e que ele deve anos, Gyozen tem sido o heimin mais importante do caste-
supervisionar, ele raramente tem um momento de descan- lo. Ele serviu Ibanu, Shimada, e agora, Ichigero, servindo ao
so. Ele sempre será tão amável quanto pode, dado a sua senhor do castelo e ao seu Mordomo de forma eficiente e
agenda ocupada, mas ele dispensará discussões triviais. Seja diligente. Gyozen ainda é bastante saudável e ativo para sua
como for, Tadeno é o homem com quem falar quando se idade, uma dádiva de Jurojin que ele atribui à sua forte de-
precisa saber o que está acontecendo em Kyuden Soyokaze. voção à Ordem Celestial e às Fortunas. Ele coordena o tra-
Tadeno tem três filhos, de 8, 11 e 14 anos. Eles balho dos heimin, repassando as ordens que o Daimyo ou
estão, juntamente com sua mãe, morando em terras da seu Mordomo lhes dá aos servos do palácio, sempre com u-
Garça onde recebem sua educação. Tadeno não teve um ma palavra gentil e um encorajamento para fazerem o me-
casamento feliz e concordou em deixar sua família voltar lhor trabalho. Durante a maior parte do tempo, ele também
para a terra da esposa, onde deveriam ter uma chance foi o escriba do Daimyo, mas devido à piora da acuidade
melhor para uma boa posição depois de seus gempukku do visual pela velhice, ele teve que renunciar esta honra a uma
que se tivessem ficado em Kyuden Soyokaze. assistente que ele treinou pessoalmente, sua neta Mirei. Ele
Escolas: Conselheiro Comercial Daidoji/Cortesão é amado por todos, até mesmo Ichigero, que muitas vezes o
Doji 5 chama Ojisan (“vovô”). Embora ele não seja um samurai, ele
Honra: 4,4 recebe de todos o mesmo respeito que o Mordomo.
Glória: 4,8 Escolas: Civil (quatro Ranks vagos)
Status: 4,7 – Mordomo de Kyuden Soyokaze Honra: 3,5
Perspicácia: 268 Glória: 2,8
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 4, Fogo Status: 2,1
4 – Inteligência 5, Terra 3, Vácuo 4 Perspicácia: 236
Vantagens: Aliado: Otomo Ichigero, Irrepreensível, Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3, Fogo
Leitura Labial, Posição Social: Mordomo de Kyuden 2 – Inteligência 4, Terra 4 – Vigor 5, Vácuo 3
Soyokaze, Propósito Maior: redimir Otomo Ichigero Vantagens: Aliado: Doji Tadeno, Aliado: Otomo
Desvantagens: Idealista, Obrigação: Otomo Ichigero, Bênção de Fortuna: Jurojin, Equilíbrio, Herói do
Ichigero Povo
Perícias: Adestramento 2, Avaliação 4, Cala 3, Desvantagens: Caolho, Dependente: Mirei,
Caligrafia: Rokugani 2, Cavalaria 3, Cerimônia do Chá 3, Cifra Fascinação: ervas e peixes raros, Idoso
2, Comércio 4, Conhecimento: Bushido 3, Conhecimento: Perícias: Acupuntura 3, Avaliação 3, Caligrafia 7,
Matemática 4, Corte Rokugani 10, Daikyu 3, Diplomacia 6, Cerimônia do Chá 3, Cifra 6, Comércio 3, Conhecimento:
Etiqueta Rokugani 7, Falcoaria 2, Investigação 2, Kyujutsu 3, História Rokugani 5, Conhecimento: Kyuden Soyokaze 5,
Manipulação 4, Música 4 (shamisen), Narração 8, Oratória Conhecimento: Profecias 2, Corte Rokugani 10, Diplomacia
4, Sinceridade 5 7, Etiqueta Rokugani 8, Heráldica Rokugani 3, Herbalismo 3,
Investigação 4, Música 4 (flauta), Ofício: Pesca 3, Oratória 4,
Guardas do Palácio Típicos Sinceridade 5, Teologia Rokugani 5
Aqui se encontram a maior parte dos bushi a
serviço do Daimyo, os defensores de Kyuden Soyokaze. Ide Li-Xing
Escolas: Miharu Seppun 2 Li-Xing nasceu na família Utaku, mas nunca quis se
Honra: 3,0 tornar uma guerreira. Ela sentia pouca afinidade com as
Glória: 1,0 Shiotome, pois sempre foi uma pessoa social e bastante fa-
Status: 1,5 ladora. Quando chegou a hora de começar verdadeiramen-
Perspicácia: 155 te o treinamento que definiria sua vida, a mãe de Li-Xing
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 2 – reconheceu seus pontos fortes e limitações. Ela também viu
Carisma 3, Fogo 3, Terra 3, Vácuo 2 que sua filha compartilhava muitos traços com seu falecido
Vantagens: Força da Terra pai, Tomaru (anteriormente um Otomo). Ela enviou Li-Xing
Desvantagens: Dúvida: Iaijutsu, Dúvida: Kenjutsu para estudar com seus primos Ide; uma escolha pela qual Li-
Xing sempre agradecerá a sua mãe. Sem surpresa, a combi- assistente heimin, quem escreveu todos os maiores
nação de sua graça social natural, sua beleza e seu compor- sucessos da trupe. A maioria supõe que Kagure a mantém
tamento amigável permitiu que Li-Xing se tornasse um dos perto de si por sua aparência, afinal muitos samurais são
melhores Emissários Ide da geração. Mas é nas transações e rápidos em descartar a inteligência de uma camponesa, e
negociações que ela se destaca, quando sua voluntariosa ele os deixa pensar assim em vez de admitir a verdade.
herança de Otomo ressurge. Muitos Mercadores Yasuki e Mas Kagure está com problemas: Oppai, que ele
Capitães Louva-a-Deus já a invejaram por ter conseguido sabe estar completamente apaixonada por ele desde que se
tanto apesar da idade relativamente nova. conheceram, mostra sinais de que possa sair dos Leões
Li-Xing foi encarregada de uma pequena caravana Pintados. À medida que cresceu como artista e quando sua
de comércio e ela rapidamente o reorganizou para personalidade amadureceu, ela começou a perceber seu
aproveitar seu tamanho modesto. Ela é especializada em verdadeiro potencial. Quando sua jovem inocência
pequenos itens de alto valor, a maioria deles de origens romântica se dissipou, ela acabou enfrentando a verdade e
exóticas. Ela também comercializa pedras preciosas e joias, aceitou que seu amor nunca será oficialmente recíproco. Ela
antiguidades, livros raros e algumas iguarias como saquê, colocou suas experiências em sua escrita, infundindo as
especiarias ou chás. Xi-Ling veio a Kyuden Soyokaze na peças noh com contos de amor trágico que são 127
esperança de encontrar clientes para seus produtos finos, particularmente adequados para o meio.
mas ficou agradavelmente surpreendida ao descobrir a Kagure sabe que sem Oppai, sua carreira acabará e
mistura única de chá de Natsukaze e agora concorre com seus sonhos permanecerão longínquos. Ele tenta garantir
Yasuki Kurokage para garantir a produção deste ano. que Oppai fique com ele, mas ele está em uma posição difí-
Ao saber sobre a localização atual de Li-Xing, sua cil: para continuar explorando seu talento, ele deve lhe pro-
mãe finalmente lhe contou sobre a linhagem de seu pai em fessar seu amor e sua admiração ao fazer promessas que
uma carta. Li-Xing reagiu calmamente à notícia: ela nunca falem ao mundo sobre as habilidades dela. No entanto, ele
conheceu Tomaru porque ele faleceu quando era pequena, não pode ser muito óbvio ou seu caso proibido com uma
mas estava intrigada sobre ele. Junto com seus esforços co- heimin o envergonhará. Mas se ele for muito sutil, Oppai
merciais, ela agora tenta sutilmente construir uma conexão verá através de sua enganação e o deixará. Ela já está cogi-
mais genuína com seus primos no castelo, algo que iria além tando a ideia de se juntar ao bonito Kakita Eiken, incons-
da civilidade simples. Não haveria benefício em revelar sua ciente do fato de que ela provavelmente se encontrará
ascendência aqui, pois Tomaru havia sido rejeitado, então exatamente na mesma posição alguns anos depois.
ela pretende manter isso em segredo. No entanto, o velho Kagure é atraente, extravagante e arrogante. Ele
Shimada começa a suspeitar, pois Li-Xing lhe lembra muito sabe como usar tudo isso para ser um grande ator, mas se
em aparência e trejeitos seu irmão há muito perdido. sua trupe não fosse tão bem sucedida, sua vaidade o teria
Escolas: Caravaneiro Ide/Emissário Ide 3 relegado a uma vida muito menos glamorosa. Ele também
Honra: 2,9 perde muito se Oppai o deixar, e ele sabe disso.
Glória: 2,3 Escolas: Omoidasu Ikoma 3
Status: 1,2 Honra: 3,0
Perspicácia: 195 Glória: 4,3
Atributos e Anéis: Água 3, Ar 4, Fogo 3, Terra 2, Status: 1,5
Vácuo 3 Perspicácia: 199
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Item Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3 – Carisma 4, Fogo 3
Gaijin: muitos, Riqueza (3) – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3
Desvantagens: Fascinação: família Otomo, Nome Vantagens: Beleza Perigosa, Queridinho da Corte:
Gaijin, Segredo Sombrio: identidade paterna Kyuden Soyokaze, Servos: Atendente (Oppai)
Perícias: Avaliação 5, Caligrafia: Rokugani 3, Desvantagens: Influenciado: ganhar sucesso,
Cavalaria 3, Comércio 5, Conhecimento: Gaijin 3, Luxúria, Segredo Sombrio: clama autoridade sobre o
Conhecimento: Mercadorias Exóticas 3, Conhecimento: trabalho de Oppai
Saquê 2, Corte Rokugani 7, Etiqueta Rokugani 4, Jogos 3, Perícias: Atletismo 2, Atuação 8, Composição 2,
Kyujutsu 1, Manipulação 3, Sinceridade 4 Conhecimento: História Rokugani 3, Conhecimento: Leão 3,
Conhecimento: Literatura 4, Corte Rokugani 6, Diplomacia
Ikoma Kagure 3, Etiqueta Rokugani 3, Fofoca 3, Intimidação 3,
A trupe de Kagure – os Leões Pintados – recebeu Manipulação 3, Narração 6, Sedução 4, Sinceridade 6
vários elogios por suas muitas representações em todo o
Império, mesmo na Garça. Eles se apresentaram para os Isawa Fujiko
lordes de todos os Clãs Maiores, mas a verdadeira ambição Fujiko é uma sensei dos Tensai do Ar, mas desde
de Kagure é atuar em frente ao próprio Imperador. Então, que um aluno relatou as experiências que ele teve nas
foi com grande entusiasmo que Kagure aceitou o convite de Grutas Sussurrantes enquanto ele as visitava, ela quis ver
Ichigero a Kyuden Soyokaze. Será a primeira performance por si mesma este lugar misterioso. Fujiko nunca foi
de sua trupe a um membro das famílias Imperiais e Kagure treinada como uma cortesã e ela não é particularmente
planeja aproveitar ao máximo sua carreira. bonita; alguns podem dizer que ela é muito magrela. Mas
Embora Kagure reivindique também escrever e não importa para ela e não foi muito difícil obter um
dirigir cada uma das peças, na realidade ele é um ator muito convite para propósito de pesquisa a Kyuden Soyokaze.
melhor do que um dramaturgo. Foi Oppai, sua bela Ela raramente é vista na corte. A maior parte de
suas horas de vigília são passadas nas Grutas Sussurrantes, Magias: A Fúria de Osano-Wo, Caminho à Paz
onde ela tenta entender o que poderia obrigar os kami do Interior, Chamar pelo Vento Maior, Chamar pelo Vento
Ar a se reunirem nestes túneis escuros e estreitos. Ela já Menor, Dominar a Mente, Ecos de uma Brisa, Essência da
ouviu falar das muitas histórias dos kami que entregam Terra, Falsa Face, Invocar o Kami do Ar, Pela Luz de Lorde
profecias aos devotos, mas, apesar de poder perceber sua Lua, Reflexões de P’an Ku, Sabedoria e Clareza, Vento
presença inegável, eles ainda não falaram com ela. Fujiko é Sussurrante, Yari de Ar
uma mulher orgulhosa, e cada vez que outra pessoa sai das Kiho: Harmonia da Mente
grutas alegando que os kami falaram com ela, ela fica mais
irritada e impaciente. Sob a pretensão de seus estudos, ela Kakita Eiken
entrevista todas as pessoas que concordem em responder Eiken é o mais jovem de seis irmãos e irmãs em
suas perguntas. Mesmo que pergunte um pouco sobre o uma família bem sucedida. Todos os irmãos já ganharam
tema dos sussurros dos kami, ela está mais interessada no algum reconhecimento, como bushi, duelistas ou cortesãos.
que a pessoa fez, como ele ou ela invocou os kami a envia- Eiken, infelizmente, não parece tão promissor, e mesmo
rem uma mensagem, porque ela não consegue conceber que seus pais estejam sendo pacientes com isso, ele sente
que os kami escolheriam falar com alguém que não é shu- que precisa fazer algo para ser digno como o resto da famí-
128
genja – monges ou mesmo heimin – em vez de escolhê-la. lia. Eiken não era especialmente talentoso para o currículo
Ela recentemente ouviu rumores sobre o diário de marcial ou para a vida na corte, mas seus professores detec-
Junko, e mesmo que Yukimi tenha sido esquiva quando o taram o potencial como um grande mestre de palavras, e
assunto foi abordado, Fujiko agora está convencida de que assim foi decidido que Eiken se tornaria um dos famosos Ar-
a filha do Daimyo tem o diário. Ela não deseja trazer tistas Kakita. Ele estudou poesia, retórica e narração dramá-
vergonha para sua família e seu Clã, mas parece um tica, mas até agora ele produziu apenas obras descartáveis.
desperdício que um recurso tão valioso seja confiado a uma Com Ikoma Kagure presente no castelo, Eiken espera obter
adolescente que nunca comandará os kami. O crescente algumas dicas para escrever, mas o ator e dramaturgo do
desejo de Fujiko de levar o diário está lentamente Leão evitou educadamente todos estes pedidos.
superando seu bom senso, e logo ela criará um plano para Eiken chegou a Kyuden Soyokaze em busca de
roubá-lo de uma maneira que não a exponha. inspiração, pois ele acredita que a história peculiar do lugar
Escolas: Tensai Isawa 4 é digna de uma peça de teatro. Ichigero solicitou a chance
Honra: 2,4 de ver o primeiro rascunho, e Eiken não podia recusar o seu
Glória: 3,3 gracioso anfitrião. O Daimyo não ofereceu comentários, o
Status: 5,0 – Sensei dos Tensai do Ar que Eiken tomou como sinal ruim. Na verdade, Ichigero
Perspicácia: 219 acha que a representação não é suficientemente lisonjeira
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 5, Fogo ao seu avô e ele está considerando suas opções: fazer a
3 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 4 peça virar realidade ou educadamente pedir para o Kakita
Vantagens: Bênção do Ar, Posição Social: Sensei deixar Kyuden Soyokaze.
dos Tensai do Ar Escolas: Artista Kakita 2
Desvantagens: Influenciado: obter o Diário de Honra: 3,8
Asahina Junko, Maldição de Fortuna: Benten Glória: 1,1
Perícias: Acupuntura 4, Caligrafia: Rokugani 3, Cifra Status: 1,0
3, Conhecimento: Ar 5, Conhecimento: Elementos 5, Etique- Perspicácia: 164
ta Rokugani 3, Feitiçaria 7, Herbalismo 4, Meditação 5, In- Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3 – Carisma 4, Fogo 3,
vestigação 6, Pesquisa 7, Sinceridade 2, Teologia Rokugani 5 Terra 3, Vácuo 2

Sadane
Sadane é um teste de pensamento rápido e profundidade analítica; um jogo praticado especialmente pelos
cortesãos mais jovens, em que os concorrentes se revezam expressando críticas sobre um objeto mutuamente
acordado: uma pintura, um poema ou um tratado, ou mesmo as qualidades (ou os defeitos) de alguém – geralmente
uma personalidade histórica, apenas para estar seguro de que ninguém diria algo para se arrepender mais tarde, mas
nem sempre. Cada fala deve ser uma nova contribuição para o argumento, não uma reação a algo dito pelo outro.
Isso é em teoria. Na prática, sadane promove críticas repentinas, e se constitui mais de insultos, disseminando
ofensas afiadas sobre os valores defendidos por uma obra de arte, pela pessoa que a produziu ou por uma pessoa
diretamente – especialmente o outro competidor –, baseando-se em falhas legítimas do alvo. Se a pessoa ou a obra for
genuinamente infalível, o verdadeiro sadane é impossível.
O primeiro competidor a perder a face diante do comentário suficientemente ofensivo do oponente é
derrotado numa partida de sadane, embora competições oficiais com um juiz o permitem dar o crédito a um perdedor
se suas contribuições tiverem sido verdadeiramente significativas.
Uma variação mais sociável do sadane envolve a formação de duplas uma contra a outra. Para resolver
mecanicamente isso, simplesmente permita que cada membro da dupla faça sua rolagem; a rolagem válida será a maior.
Para Réplicas, os Traumas serão causados ao participante escolhido pela dupla que conseguir causar Traumas. Aos
espectadores, observar cada membro do time se esforçar para ofuscar seu parceiro ao mesmo tempo que pensa em
algo original só aumenta a sua satisfação.
Vantagens: Grande Potencial: Composição, ando uma presa, um ladrão sem descrição que roubou joias
Propósito Maior: criar obras-primas para a beleza universal preciosas de um rico comerciante do Dragão. Yamaso não
Desvantagens: Dúvida: Composição conhece nem a aparência do ladrão nem o gênero, pois ele
Perícias: Atuação 2, Caligrafia: Rokugani 2, é um mestre de disfarce. Mas ela conseguiu segui-lo até o
Cerimônia do Chá 1, Composição 4, Conhecimento: castelo, e Yamaso está convencida de que o ladrão está se
Literatura 3, Conhecimento: Noh 3, Corte Rokugani 6, apresentando como um dos convidados nobres.
Etiqueta Rokugani 3, Kenjutsu 1, Narração 3, Oratória 3, Yamaso não quer envergonhar o anfitrião Otomo
Sadane 2, Sinceridade 3 Ichigero nem oferecer insulto a nenhum dos outros
convidados inocentes, assim ela não contou a ninguém que
Kakita Seigi um criminoso se esconde entre deles, logo abaixo de seus
Os gêmeos Kakita Seigi são uma dupla excêntrica. narizes. Ela mantém seu verdadeiro propósito em segredo
Os dois irmãos são gêmeos idênticos e sua aparência e seus em Kyuden Soyokaze, fingindo ser apenas outra cortesã
comportamentos são tão surpreendentemente semelhan- desfrutando da hospitalidade do castelo, enquanto
tes que até mesmo seus pais têm problemas para diferenci- continua discretamente sua investigação. Para sua grande
ar um do outro. Em uma tentativa vã de fornecer aos gê- surpresa e leve aborrecimento, parece que muitos dos 129
meos identidades separadas, seus pais decidiram enviar um convidados têm segredos próprios, o que dificultará seus
gêmeo para treinar como um Cortesão Doji enquanto man- esforços para encontrar o ladrão.
tiveram o outro para treinamento como na Academia de Escolas: Investigador Kitsuki 4
Duelos Kakita. Incorrigíveis, os dois ocasionalmente troca- Honra: 3,6
ram de lugar e perceberam quanto tempo levaria para seus Glória: 3,4
sensei descobrirem que estavam ensinando o gêmeo erra- Status: 4,3 – Magistrada de Clã
do. Em seus gempukku, tornou-se ainda mais exasperante Perspicácia: 211
quando os gêmeos escolheram o mesmo nome. Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 3 –
A Garça reconhece com relutância que a habilidade Carisma 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3,
dos gêmeos para desestabilizar as pessoas pode ser uma ar- Vácuo 4
ma poderosa nas cortes, uma que tradicionalmente é exer- Vantagens: Memória Precisa, Mente Clara, Posição
cida pelo Escorpião. O Clã decidiu deixá-los continuar seus Social: Magistrado do Dragão
jogos e refinar suas habilidades antes que fossem usados. Desvantagens: Arqui-Inimigo: Suzume Torihime,
Enquanto isso, os gêmeos foram designados como assesso- Influenciado: trazer criminosos à justiça
res de Doji Mogen, já que a liderança da Garça prefere man- Perícias: Acupuntura 3, Atletismo 2, Caça 5, Corte
tê-los longe das principais cortes por um tempo mais longo. Rokugani 5, Defesa 3, Etiqueta Rokugani 3, Herbalismo 3,
A chegada dos gêmeos tem sido desconcertante para toda a Iaijutsu 4, Ichi Miru 5, Katana 4, Kenjutsu 4, Kuenai 5, Medi-
corte. Ninguém tem certeza se está falando com um duelis- tação 1, Nazodo 5, Sinceridade 3, Venenos 3, Wakizashi 4
ta mortal ou com um cortesão experiente, e muitos optam
por discutir história com eles, outra paixão compartilhada Miya Momiji
pelos gêmeos, para permanecerem em território seguro. Momiji tem um trabalho difícil: ela deve estabele-
Escolas: Bushi Kakita 3 ou Cortesão Doji 3 cer mapas precisos do Império, mesmo que as fronteiras
Honra: 2,9 dos Clãs continuem em movimento. Uma vez que os Mapas
Glória: 3,3 Imperiais têm força da lei, muitos indivíduos poderosos e
Status: 2,1 concorrentes frequentemente se aproximam dos
Perspicácia: 186 Cartógrafos para convencê-los de que suas reivindicações,
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3, Fogo 3 – em um terreno ou uma mina, por exemplo, são legítimas e
Inteligência 4, Terra 2, Vácuo 3 devem ser reconhecidas como tal pelos Mapas Imperiais.
Vantagens: Aliado: Kakita Seigi, Bênção de Fortuna: Momiji não tem problema com isso: ela aceitou isso como
Fukurokujin, Laço Kármico: Kakita Seigi (5) parte do jogo político, e está mais do que disposta a ser
Desvantagens: Compulsão: Brincadeiras (-3) convencida em troca de favores ou ganhos financeiros.
Perícias do Bushi Kakita: Atletismo 1, Atuação 5, Previsivelmente, quando ela chegou a Kyuden
Cerimônia do Chá 2, Conhecimento: Duelos 5, Soyokaze, um lugar com uma história tão carregada, ela se
Conhecimento: História Rokugani 6, Corte Rokugani 8, viu literalmente sitiada por diplomatas e generais tentando
Etiqueta Rokugani 3, Fofoca 5, Iaijutsu 5, Imitação 5, Katana suplicar sua simpatia à sua causa. Quem, entre os cortesãos
5, Kenjutsu 5, Kyujutsu 1, Sinceridade 2 reunidos, tentará influenciá-la dependerá inteiramente da
Perícias do Cortesão Doji: Atuação 5, Caligrafia 1, localização que o Narrador escolhe para o Palácio da Brisa
Cerimônia do Chá 1, Conhecimento: História Rokugani 5, Gentil. Os Clãs vizinhos certamente aproveitarão esta opor-
Conhecimento: Imperiais 5, Conhecimento: Mitos e Lendas tunidade para tentar recuperar o castelo. Mesmo o Daimyo
5, Corte Rokugani 8, Diplomacia 3, Etiqueta Rokugani 3, Imi- defenderá o direito de sua família de manter este domínio,
tação 5, Manipulação 5, Narração 7, Sadane 2, Sinceridade 3 porque não fazê-lo parecerá fraco e prejudicará seu status.
Escolas: Shisha Miya 3
Kitsuki Yamaso Honra: 1,2
Embora Yamaso tenha as habilidades necessárias Glória: 3,5
para ser uma boa cortesã, ela não está em Kyuden Soyokaze Status: 3,3 – Cartógrafa Imperial
para progredir a agenda de seu Clã na corte. Ela está rastre- Perspicácia: 181
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3, Fogo Mas ele não ouviu nada. Ele voltou no dia seguinte,
3, Terra 2, Vácuo 3 e no outro, e assim por diante durante meses, sem fazer na-
Vantagens: Direção Absoluta, Honra Incerta (6), da além de meditar nas cavernas. No começo, ele ficou ex-
Posição Social: Cartógrafo Imperial tremamente frustrado. Ele constantemente perguntava aos
Desvantagens: Ganancioso, Insensível poucos outros monges nas grutas “Ouviste isso?” Quando
Perícias: Avaliação 2, Caça 2, Caligrafia 2, Cavalaria não era mais que o vento, e invariavelmente sua pergunta
2, Comércio 2, Conhecimento: Rokugan (no sentido geográ- seria respondida pelo silêncio. Pouco a pouco, a rotina da
fico) 4, Corte Rokugani 6, Defesa 1, Etiqueta Rokugani 3, meditação diária e a vida como monge tornaram-se uma ex-
Heráldica Rokugani 3, Intimidação 6, Manipulação 3, periência gratificante por si só. A frustração foi lentamente
Obiesaseru 6, Oratória 3, Sadane 3, Sinceridade 4 substituída pela serenidade, até que um dia o mesmo mon-
ge que acolhera Tsuyade lhe perguntou, quando ele estava
Monges do Templo do Vento Sussurante Típicos retornando das Grutas Sussurrantes, se ele tinha as respos-
Os Irmãos do Vento acreditam que o mundo é um tas para todas as perguntas que o trouxeram ali. Tsuyade
lugar naturalmente imprevisível e impermanente, e respondeu: “Sim.” Sorrindo, o monge disse: “Então o vento
simplesmente aceitam e permanecem resolutos diante da falou contigo, então?” Tsuyade respondeu com um sorriso.
incerteza eterna que é a vida. Esta crença lhes confere 130
“Não.” No dia seguinte, Tsuyade foi oficialmente aceito
controle sobre si e, de forma limitada, sobre o mundo. como um irmão de Sasayakikaze-ji e assumiu como nome o
Escolas: Monge da Ordem do Vento 2 apelido que os outros monges lhe deram: O-Fuujin. Com o
Honra: 3,0 passar dos anos, O-Fuujin tornou-se ainda mais pacífico e
Glória: 0,0 sábio. Com a idade, surgiram maiores responsabilidades no
Status: 1,0 templo, até se tornar Abade há sete anos.
Perspicácia: 160 A natureza caprichosa do jovem Tsuyade não desa-
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3, Fogo 2 – pareceu completamente no velho O-Fuujin. Ele ainda sur-
Inteligência 3, Terra 2, Vácuo 3 preende jovens com um comentário incongruente ou uma
Vantagens: Discreto, Sábio excêntrica ação inesperada, mas é sempre para ensinar-lhes
Desvantagens: Asceta, Coração Mole, Heimin algo. Embora haja poucos monges que se lembrem da che-
Perícias: Conhecimento: Profecias 4, Jiujutsu 4, gada dele, 37 anos atrás, todos conhecem a história de O-
Kyujutsu 4, Meditação 3, Ofício: Agricultura 5, Ofício: Fuujin – embora ele nunca tenha revelado seu Clã de ori-
Alvenaria 5, Teologia Rokugani 5 gem a ninguém. Ele muitas vezes usa sua experiência de vi-
Kiho: Espírito dos Quatro Ventos, Libertar as da para explicar como ninguém deve esperar pelo universo
Trevas, Punho do Ar, Silenciar, Sopro da Fortuna para lhes dar um caminho para ser seguido cegamente, mas
O-Fuujin sim como eles devem estar abertos a todos os caminhos co-
No que ele sente como se fosse outra vida, O- locados diante deles e escolher por si mesmos qual trilhar.
Fuujin atendia pelo nome de Asako Tsuyade. Seu destino O-Fuujin rapidamente tornou-se amigo de Otomo
era se tornar um emissário da Fênix nas cortes do Império, Shimada quando ele era o Daimyo, e nada mudou depois
ou assim ele foi informado. Na verdade, Tsuyade tinha gran- que Shimada se juntou à Ordem do Vento. Seu relaciona-
des dúvidas sobre seu futuro. Como o vento, muitas vezes mento com Otomo Ichigero é mais complicado. Ichigero ra-
ele decidiu seguir um caminho com uma força que apenas ramente visita o templo ou as cavernas, mas ele espera que
escondia sua falta de um verdadeiro propósito apenas para O-Fuujin dê as boas vindas a seus convidados com toda a
de repente parar seus esforços ou reverter o curso e tentar deferência que merecem. O-Fuujin o faz de bom grado,
algo completamente diferente. Ele estava perdido. Procu- sempre feliz por ter uma chance de transmitir alguma sabe-
rando respostas, ele encontrou uma referência às Grutas doria à casta dominante do Império, desde que Ichigero não
Sussurrantes nas bibliotecas da família Asako. O pergami- tente se intrometer com os assuntos internos do mosteiro.
nho descrevia as cavernas como um lugar onde se podia Escolas: Cortesão Asako 1/Monge da Ordem do
ouvir os kami, que guiariam os fiéis com suas profecias. Vento 3/Abade
Tsuyade ficou obcecado pelas Grutas Sussurrantes, Honra: 3,5
e no dia anterior ao seu gempukku, ele deixou Glória: 2,2
secretamente sua escola e viajou todo o caminho até o Status: 5,5 – Abade de Sasayakikaze-ji
Mosteiro do Vento Sussurrante. Quando Tsuyade chegou, Perspicácia: 208
um monge o recebeu e lhe disse que o aguardava. Perplexo, Atributos e Anéis: Água 3, Ar 4, Fogo 3, Terra 2 –
Tsuyade perguntou: “Não lhe dei meu nome, como sabes Vontade 3, Vácuo 4
que sou eu quem esperas?” O monge respondeu: “O vento Vantagens: Amigo dos Kami do Ar, Escolas
me disse.” Tsuyade se sentiu reivindicado e mais do que Múltiplas, Iluminação, Posição Social: Abade
nunca estava certo de que finalmente teria as respostas Desvantagens: Asceta, Crédulo, Idoso
para suas perguntas. Imediatamente, ele pediu para ver as Perícias: Conhecimento: História Rokugani 5,
Grutas Sussurrantes. O monge o levou para baixo e, na Conhecimento: Profecias 5, Corte Rokugani 6, Etiqueta
entrada delas, disse-lhe que, apenas através da meditação Rokugani 3, Ikebana 5, Jiujutsu 2, Kyujutsu 3, Meditação 5,
profunda, ele teria a chance de ouvir os kami. Tsuyade Ofício: Olaria 4, Sinceridade 3, Teologia 7
sentou-se na escuridão ventosa e tentou se concentrar o Kiho: A Verdade no Vento, Caminho do Salgueiro,
melhor que pôde. Ele precisava desesperadamente ouvir as Espírito dos Quatro Ventos, Fidelidade à Essência, Foco,
vozes dos kami para saber o que fazer com sua vida. Happo Zanshin, Harmonia da Mente, Libertar as Trevas,
Limpar o Espírito, Olhos do Vento, Proteção do Chi, Punho eles, pedindo-lhes para contar as grandes batalhas de que
do Ar, Roubar o Dragão do Ar, Seja a Brisa, Ser ou Não Ser, fizeram parte, mostrando admiração e inveja. Às vezes,
Silenciar, Sopro da Fortuna, Sussurros no Vento Gokura até desafia um bushi visitante para uma luta
amistosa no dojô. Este convite é quase irrecusável, mas
Oppai coloca os cortesãos acompanhantes em uma situação
Oppai foi uma moça recrutada ainda jovem a uma delicada. Mesmo que a maioria dos bushi possam
trupe de teatro do Leão após o assassinato da okasan da facilmente derrotar Gokura, humilhar o Capitão da Guarda
casa de gueixas que a treinava. Ela nunca chegou a viver não é algo que qualquer visitante deseje fazer.
como uma gueixa, tornando-se atriz e dramaturga logo Ichigero não tem certeza do que fazer com o ir-
depois quando procurou emprego para se sustentar. Para mão. Ele ainda não encontrou uma estratégia de saída a seu
mais informações sobre Oppai, ver Ikoma Kagure. irmão que Gokura aceitaria e que não arriscaria expor seu
Escolas: Gueixa/Civil comportamento vergonhoso a muitos. Por enquanto, Ichi-
Honra: 1,9 gero parece estar satisfeito deixando-o sozinho e ele lida di-
Glória: 1,5 retamente com Seppun Tenbin quando necessário. Gokura
Status: 0,1 sabe preservar as aparências sempre que ele deve estar 131
Perspicácia: 168 presente em uma função oficial, mas Ichigero teme o dia
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3 – que seu irmão perderá seu último fragmento de dignidade e
Carisma 4, Fogo 2 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, autocontrole e arruinará sua reputação e seus planos.
Vácuo 3 Escolas: Miharu Seppun 3
Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Honra: 1,9
Chantagem: Ikoma Kagure, Grande Potencial: Composição Glória: 3,7
Desvantagens: Crédulo, Heimin, Obrigação: serva Status: 2,9 – Capitão da Guarda
camponesa de Ikoma Kagure, Pequeno, Sensibilidade à Dor Perspicácia: 188
Perícias: Atuação 8, Caligrafia 1, Composição 7, Co- Atributos e Anéis: Água 3 – Força 4, Ar 2 – Carisma
nhecimento: Literatura 3, Corte Rokugani 2, Dança 5, Eti- 3, Fogo 3, Terra 3 – Vigor 4, Vácuo 3
queta Rokugani 2, Furtividade 3, Jiujutsu 3, Narração 3, Ofí- Vantagens: Força da Terra, Grande
cio: Alfaiataria 3, Oratória 2, Prestidigitação 3, Sinceridade 4 Desvantagens: Compulsão: Saquê, Dúvida:
Kenjutsu
Otomo Gokura Perícias: Atletismo 1, Batalha 3, Cavalaria 3, Conhe-
Gokura é o irmão caçula de Ichigero. Como seu cimento: Saquê 2, Corte Rokugani 3, Defesa 5, Etiqueta
irmão mais velho, Gokura gosta de conflitos, embora ele Rokugani 3, Heráldica Rokugani 3, Iaijutsu 5, Investigação 3,
prefira o combate real à discussão verbal. Depois de treinar Jiujutsu 3, Katana 5, Kenjutsu 5, Kyujutsu 3, Sinceridade 2
com os Seppun, ele esperava se juntar às Legiões Imperiais Kata: Atacar como a Água, Atacar como a Terra,
e ganhar a honra e a glória conforme a vontade do Impera- Atacar como o Fogo, Atacar como o Vácuo, Atacar como o
dor. Ichigero tinha outros planos para ele, no entanto. Um Vento
ano depois de se tornar o Daimyo de Kyuden Soyokaze,
Ichigero invocou Gokura. O Capitão da Guarda anterior era Otomo Ichigero
muito velho, e Ichigero queria um homem mais jovem, Ichigero cresceu ouvindo as histórias que sua tia
alguém em quem ele poderia confiar plenamente. Gokura Sakiko contou sobre seu avô Ibanu. Sakiko tinha muito res-
veio rancorosamente ao Castelo da Brisa Gentil, esperando peito e amor por seu pai Ibanu, e ela cresceu na Capital Im-
que fosse um revés temporário para sua carreira. perial com ele, onde parecia que ela seria sua sucessora na
Quinze anos depois, Gokura ainda está em Kyuden Corte do Imperador. Quando toda a família foi transferida a
Soyokaze. Seu peso dobrou e ele sabe que é muito tarde pa- Kyuden Soyokaze, ela estava ainda mais amargurada que
ra esperar a glória no campo de batalha. A guarda de honra Ibanu. Ela mal experimentou o que era se misturar com as
que está estacionada no castelo é bem treinada em etique- pessoas mais poderosas do Império, atrás apenas do pró-
ta, mas nunca foi testada em batalha. Ultimamente, a incli- prio Imperador. Quando viu que o irmão Shimada estava
nação já considerável de Gokura para beber tomou um ru- contente com a vida medíocre neste lugar abandonado, ela
mo pior, e não é uma visão rara vê-lo completamente bêba- tomou para si mesma para a educação de Ichigero para que
do quando fora de serviço. Neste estado, vários pensamen- o sobrinho se tornasse um Otomo apropriado. Como resul-
tos cruzam sua mente confusa: aposentar-se cedo e se jun- tado, Ichigero muitas vezes teve desentendimentos com
tar a seu pai como um monge, fugir procurando um último seu pai, pois eles se viam como falhas, embora por razões
momento de glória como um ronin ou apenas para conti- muito diferentes. Por devoção e dever filiais, Ichigero se re-
nuar bebendo e envergonhando Ichigero. A última opção signou a ficar em Kyuden Soyokaze e administrá-lo quando
sempre parece ganhar por pura inércia. Como resultado, a Shimada se aposentou, mas ele jurou que seus descenden-
posição de Capitão da Guarda tornou-se honorífica, e tes retornarão um dia ao seu devido lugar ao lado do
Seppun Tenbin, o segundo em comando, é quem cuida do Imperador. Ele tem grandes planos para seu filho Yusuke.
cotidiano da pequena força militar do castelo. Ichigero é um bom administrador e um anfitrião
Em seus momentos de clareza, Gokura tem perfeito. Seu treinamento permite que ele disfarce
vergonha do que ele se tornou, mas ele parece não ter a perfeitamente seu ressentimento por estar aqui. Além de
força da vontade de fazer algo real sobre isso. Quando ele sua família íntima, apenas seu Mordomo e amigo de
conhece novos visitantes, ele sempre busca os bushi entre infância – Doji Tadeno – conhece os verdadeiros
sentimentos de Ichigero. Ichigero está determinado a Oshorin gosta de estudar novos visitantes algum
aproveitar ao máximo sua situação atual e a reconstruir tempo antes de começar a interagir com eles. Ele tenta
uma poderosa rede de contatos e aliados na Capital identificar quem entre eles é um alvo útil ao treinamento de
Imperial para o benefício de seu filho. Para este fim, o Yusuke. No início, ele também ensinava Yukimi, mas ele
número de convites a figuras proeminentes aumentou, e rapidamente decidiu que ela não era feita do que é preciso
para seu grande prazer, a maioria responde positivamente e para dominar as Técnicas dos Seiyaku Otomo.
vem. É muito importante para seus planos que tudo corra Escolas: Seiyaku Otomo 4
da melhor maneira possível e que seus convidados sejam Honra: 3,0
mimados, e é por isso que ele está pressionando muito Glória: 4,0
Tadeno, trazendo tensão ao relacionamento deles. Status: 2,9 – Sensei Privado da Casa Ibanu
Ichigero só tem palavras melodiosas para seus Perspicácia: 209
convidados, mas, se eles não se mostrarem úteis a seus Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 4 –
planos, ele os ignorará educadamente até que eles tenham Carisma 5, Fogo 3, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 4
ido. Qualquer um que não esteja em posição de ajudar a Vantagens: Impiedoso, Leitura Labial, Memória
Ichigero, especialmente aqueles de cargos mais baixas, deve Precisa, Posição Social: Sensei 132
tomar cuidado para não provocar sua ira, pois ele pode ser Desvantagens: Obrigação: Otomo Ichigero,
um inimigo tão mortal quanto seu avô. Sensibilidade à Dor
Escolas: Seiyaku Otomo 5 Perícias: Cavalaria 3, Corte Rokugani 7, Defesa 1,
Honra: 2,4 Etiqueta Rokugani 8, Heráldica Rokugani 5, Intimidação 7,
Glória: 5,5 – O Gavião Investigação 4, Manipulação 7, Obiesaseru 7, Sedução 6,
Status: 6,4 Sinceridade 5
Perspicácia: 229
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 5 – Otomo Yukimi
Carisma 6, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 2 – Vontade 3, Com toda a atenção de seu pai focada no futuro de
Vácuo 4 Yusuke, Yukimi é muitas vezes deixada a seu próprio curso.
Vantagens: Aristocracia, Memória Precisa, Posição Ela herdou muitos traços de sua mãe, e tem um coração
Social: Daimyo de Família Vassala amável. Ela costumava ser desatenta aos esquemas de sua
Desvantagens: Influenciado: retornar sua linhagem família, mas ultimamente o comportamento impulsivo de
à Corte Imperial seu irmão cansou sua paciência. Ela sempre foi mais próxi-
Perícias: Caligrafia: Rokugani 3, Cavalaria 3, ma de seus avós do que de seu pai e de seu irmão, e conti-
Cerimônia do Chá 3, Corte Rokugani 7, Defesa 3, Etiqueta nua visitando o avô no templo todos os dias. Ela está feliz
Rokugani 8, Heráldica Rokugani 5, Intimidação 7, por ter sido escolhida para ficar e administrar Kyuden Soyo-
Investigação 4, Manipulação 7, Obiesaseru 7, Sedução 4, kaze quando Ichigero se aposentar. Ela gosta da simplicida-
Shintao 3, Sinceridade 5 de e da existência relativamente isolada daqui, gastando a
maior parte de seu tempo longe da atividade política
Otomo Oshorin movimentada do castelo, preferindo passear pelos jardins
O pai de Oshorin, Hifuro, era um dos protegidos de zen do mosteiro. É o que ela conheceu durante toda a vida
Otomo Ibanu quando ainda estava na Corte Imperial. Antes e, ao contrário do irmão, ela não sente como se estivesse
de partir, Ibanu deu instruções para garantir que Hifuro se faltando qualquer coisa. Ela aguarda pacientemente que
tornasse um cortesão proeminente. Hifuro se tornou um seu pai considere que Yusuke está pronto, para que ele
jogador importante, mas ele nunca pagou sua dívida com possa partir e sua vida retorne a uma rotina mais tranquila.
Ibanu: um Otomo prático, ele não queria arriscar sua Alguns meses atrás, sua avó Junko deu a Yukimi
posição em nome de alguém que agora não era quase seu diário, que contém todos os segredos que os kami do ar
ninguém. Quando o velho Hifuro descobriu que o neto de sussurraram a ela nas Grutas Sussurrantes e que ela coletou
Ibanu precisava de um professor particular, ele sentiu que ao longo dos anos. Junko disse à neta que achava que havia
era hora de aliviar a consciência e ajudar. Ele enviou seu um grande padrão nos sussurros dos kami e, apesar de ter
filho caçula, Oshorin, para se tornar o professor de Yusuke. passado sua vida os estudando, ela não conseguia entender.
Oshorin é o Otomo arquetípico, no limite do clichê. Junko deu seu diário, beijou Yukimi com carinho e lhe disse
É provavelmente a razão pela qual, apesar de grandes opor- para fazer bom uso disso. Naquela mesma noite, Junko fale-
tunidades, ele nunca teve sucesso na Corte Imperial: ele é ceu. Desde então, Yukimi manteve o diário seguro em uma
muito previsível. A idade lhe trouxe a sabedoria e a compre- caixa trancada. Assim que se recuperar da perda, ela o lerá.
ensão de seus erros, mas é tarde demais para ele brilhar. Segredos do Diário de Otomo Junko: Iniciantes: O
Em vez disso, ele ensina Yusuke todas as Técnicas dos Oto- diário é uma coleção de bobagens, enigmas e frases aparen-
mo, e tenta o seu melhor para compartilhar com ele suas temente proféticas. Não há um grande padrão, apenas os
experiências na Corte do Imperador. Não é uma tarefa fácil, delírios de uma mulher com complexo de inferioridade.
pois Yusuke é um estudante difícil com um curto período de Experientes: não há uma profecia cataclísmica no
atenção, mas Oshorin está convencido de que ele ainda diário, mas ele é o registro detalhado da natureza dos kami
pode ser transformado em um grande cortesão se puder do Ar. Estudá-lo completamente fornece informações
aprender a concentrar sua energia. Oshorin desperdiçou interessantes sobre este elemento particular. Muitos
todas as chances de seu pai lhe deu, e agora ele fará tudo o shugenja e estudiosos estariam interessados em ler este
que pode para evitar que Yusuke cometa os mesmos erros. valioso diário. A critério do Narrador, os personagens que
dedicarem uma quantidade significativa de tempo para do Daimyo
entender o diário podem ganhar alguns pontos de Desvantagens: Bravo, Compulsão: Chá da Borboleta
experiência adicionais, ou mesmo uma Vantagem gratuita, Perícias: Cavalaria 3, Cerimônia do Chá 1, Corte
como Bênção do Ar ou Iluminação. Rokugani 5, Defesa 2, Etiqueta 6, Heráldica 2, Intimidação 7,
Épicos: um estudo aprofundado das passagens do Investigação 2, Manipulação 5, Obiesaseru 7, Sinceridade 5
diário pode revelar semelhanças perturbadoras com even-
tos passados recentes, sugerindo que as informações mais Raijin
recentes podem ser realmente profecias. As profecias reais Raijin viveu toda a sua vida no templo, o local onde
contidas nas páginas do diário são deixadas a critério do ele foi encontrado quando ele era apenas um recém-nasci-
Narrador, ou ele pode decidir entrelaçar o diário às opções do. Ele não sabe nada de seus pais, mas ele está convencido
de Segredos Épicos das Grutas Sussurrantes, caso em que o de que a figura escura e violenta que ele muitas vezes vê
diário sugere e adverte sobre a disseminação perigosa da em seus pesadelos recorrentes é seu pai. Até onde sua me-
Mácula e a iminente violação do selo abaixo das cavernas. mória retorna, ele sofreu de pesadelos terríveis e impulsos
Escolas: Seiyaku Otomo 2 cruéis, mas graças ao treinamento no templo e à vida tran-
Honra: 3,0 quila que viveu, ele conseguiu manter suas emoções sob 133
Glória: 5,4 – A Pomba controle. Ainda assim, ele pode sentir uma ferida infetada
Status: 2,9 comer em sua alma, nunca entendendo verdadeiramente o
Perspicácia: 170 que ela era, mesmo que os monges do templo pareçam
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 4, Fogo reconhecer os sintomas, mas evitem discutir o assunto.
2 – Inteligência 3, Terra 2, Vácuo 3 Cinco anos atrás, uma nova voz veio a Raijin em
Vantagens: Posição Social: filha do Daimyo, Voz seus sonhos, alegando ser sua mãe. Ele estava pronto para
Desvantagens: Coração Mole, Ovelha Negra, descartá-la como outro som de suas noites atormentadas,
Pequeno mas a voz continuou a falar com ele enquanto estava
Perícias: Cavalaria 3, Cerimônia do Chá 1, acordado. A presença se tornou tão assombrosa que ele
Conhecimento: Profecias 3, Corte 8, Defesa 2, Etiqueta 5, pensou que enlouqueceria, e foi quando os kami do Ar
Heráldica 2, Intimidação 2, Investigação 2, Manipulação 3, finalmente ofereceram sua ajuda nas Grutas Sussurrantes.
Obiesaseru 2, Pintura 3, Sinceridade 5 Mas nada era o que parecia ser. Os pesadelos de
Raijin são causados pela Mácula com a qual ele nasceu
Otomo Yusuke (herdada de sua mãe), o espírito que lhe assombra é o
Enquanto seu pai Ichigero está planejando silencio- fantasma louco de Seppun Sumiko, a esposa morta do
samente restaurar a influência de sua família, o jovem Yusu- Daimyo, procurando desesperadamente suas crianças
ke deseja empunhar o poder que é seu direito de primoge- perdidas nos lugares errados, e os kami do Ar são, na
nitura. Ele é tão determinado, sedento e ambicioso quanto verdade, maliciosos kansen ansiosos para empurrar Raijin
é impetuoso e mimado. É apenas porque ele é frequente- ao abraço do Jigoku. Os kansen revelaram todas estas
mente lembrado por seus pai e sensei para apresentar uma verdades ao longo dos anos, uma a uma, cada vez em troca
face melhor que sua natureza tempestuosa que ela ainda de uma parte da alma de Raijin, até que a Mácula está
não lhe custou qualquer esperança de grandeza. Para finalmente tão forte que ele parou de combater sua
manter uma coleira apertada sobre seu filho, Ichigero influência e a aceitou. O ódio floresceu em seu coração: por
providenciou um professor particular para lhe ensinar as sua mãe que o condenou, pelos monges que mentiram para
competências de um cortesão em Kyuden Soyokaze. ele e por todo o universo que o tratou tão injustamente.
Yusuke é um homem inteligente, mas ele tem Raijin permanece no templo porque ele não tem
pavio curto, e às vezes reage mais rápido do que ele pensa. mais nenhum lugar para onde ir, mas secretamente odeia a
Embora ele tenha treinamento suficiente para parecer tão todos: os camponeses, os monges e os samurais que viviam
bajulador e hospitaleiro quanto seu pai, ele deve trabalhar no lugar que costumava pensar como sua casa. Seus sonhos
duro para manter o controle de suas emoções quando algo ainda são violentos, mas ele agora é o principal protagonis-
o irrita. Os criados do castelo sabem bem que devem ficar ta. Neles, ele destrói o templo e mata todos dentro dele. Os
longe de Yusuke quando ele está de mau humor, pois ele já kansen continuam a encorajá-lo nesta estrada, concedendo-
açoitou muitos deles por razões absurdas quando assim, lhe poderes, e também sugerindo alvos como Isawa Fujiko,
longe dos olhos e dos ouvidos dos convidados, é claro. Bayushi Shurato ou mesmo Otomo Yusuke. Quando Raijin
Yusuke é um cliente regular da casa de chá investiga discretamente seus desejos ocultos e segredos
Salgueiro Ondulante, onde muitas vezes bebe o seu infame vergonhosos, ele se aproxima de seu objetivo.
Chá da Borboleta para relaxar, um fato que não escapou da Escolas: Monge da Ordem do Vento 3
percepção de Bayushi Shurato. Honra: 0,8
Escolas: Seiyaku Otomo 2 Glória: 0,5
Honra: 1,9 Status: 1,0
Glória: 5,7 – A Gralha Mácula: 2,6
Status: 2,9 Perspicácia: 180
Perspicácia: 174 Atributos e Anéis: Água 2 – Força 4, Ar 4, Fogo 3,
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 3, Fogo 3, Terra 2, Terra 2, Vácuo 3
Vácuo 3 Vantagens: Discreto, Grande, Impiedoso, Mãos de
Vantagens: Honra Incerta (4), Posição Social: filho Pedra
Desvantagens: Antissocial (-2), Asceta, Heimin a sua vida adulta. Apesar do temperamento às vezes difícil
Perícias: Atemi 5, Atletismo 3, Conhecimento: de Fujiko, ele gostava dos dias tranquilos que ele tinha em
Profecias 4, Conhecimento: Terras Sombrias 2, Furtividade casa. Como uma sensei, Fujiko raramente viajou e nunca foi
5, Jiujutsu 5, Kyujutsu 2, Meditação 3, Sinceridade 5, exposta a nenhum perigo real, por isso Tokiden teve uma
Teologia Rokugani 3, Yarijutsu 3 vida fácil e teve a sorte de poder ir para casa todas as noites
Kiho: Caminho do Salgueiro, Coração de Pedra, estar com sua esposa e seus filhos.
Espírito dos Quatro Ventos, Harmonia da Mente, Libertar as Tudo isso mudou quando Fujiko ficou obcecada
Trevas, Punho da Chama, Punho do Ar, Silenciar, Sopro da com as Grutas Sussurrantes e o levou consigo a Kyuden So-
Fortuna, Sussurros no Vento yokaze. Agora, Tokiden sente falta de sua família, e sua pa-
Poderes da Mácula: Visão Profana ciência se torna menor proporcionalmente à de Fujiko. Ele
viu as falhas morais de sua protegida serem mais expostas à
Seppun Tenbin medida que sua frustração com as cavernas aumentou, e a-
Tenbin foi o primeiro de sua classe quando passou gora ela parece perigosamente obcecada por um diário. Por
pelo gempukku aos 16 anos. Ele possui as melhores um lado, ele não gostaria de mais nada além da permissão
habilidades marciais e uma brilhante mente tática. Ele é para voltar para casa, mas seu senso de dever exige que ele 134
muito bonito e um único sorriso dele faz as mulheres proteja a Isawa ou ele desonraria seu Clã. Ele não pode
corarem. Evidentemente, esta abundância de dons provoca permitir que a loucura ascendente de Fujiko arrisque trazer
inveja. Cinco anos atrás, quando Otomo Ichigero estava vergonha à Fênix, mas deve permanecer leal a ela. Embora
procurando alguém para ajudar seu irmão falido em Kyuden Tokiden não seja um modelo de honra, ele se encontra em
Soyokaze, um dos inimigos de Tenbin tinha parentes para uma posição difícil e teme o momento em que terá que
recorrer, e garantiu que ele fosse atribuído ao Castelo da escolher entre fidelidade a Fujiko ou lealdade à Fênix.
Brisa Suave. Ichigero ficou extasiado em ganhar alguém tão Enquanto Fujiko está nas Grutas Sussurrantes,
talentoso e promissor, mas Tenbin estava furioso. Não só Tokiden gasta muito tempo meditando e orando no templo.
ele encerrou no que parece um beco sem saída para sua Ele encontrou um ouvido simpático no monge Raijin, e, em
carreira militar, mas ele tem que servir sob um capitão um momento de fraqueza, confessou a Raijin o que o
inepto e alcoólatra. Rapidamente, Tenbin tomou iniciativa, incomodava. Raijin jurou manter seu segredo, mas agora
foi notado por Ichigero, e em tudo o mais, salvo no nome, Tokiden notou que há algo estranho sobre o monge.
ele assumiu o cargo de Capitão da Guarda. Escolas: Bushi Shiba 1/Yojimbo Shiba 3
Sempre que dignitários vêm, Tenbin encontrará Honra: 2,4
uma maneira de conhecê-los, fazer amizade com eles e Glória: 2,1
fazer com que se lembrem dele quando forem embora. Ele Status: 1,5
é sutil sobre isso, pois pareceria desonroso desejar Perspicácia: 206
abandonar sua nomeação em busca de glória pessoal, mas Atributos e Anéis: Água 2 - Percepção 4, Ar 3, Fogo
ele está construindo lentamente uma rede de amigos em 3 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 5
lugares altos. Um dia, um deles se lembrará de Tenbin e Vantagens: Equilíbrio, Escolas Múltiplas, Propósito
verá o desperdício de talento que é deixá-lo em Kyuden Maior: proteger Isawa Fujiko, Sábio
Soyokaze. Tenbin espera por este dia, desempenhando um Desvantagens: Crédulo, Obrigação: Raijin
dever exemplar para todos verem. Se problemáticos como Perícias: Atletismo 2, Bisento 5, Conhecimento:
bandidos ou criaturas indesejáveis chegarem aos portões de Profecias 1, Conhecimento: Shugenja 3, Defesa 5, Etiqueta
Kyuden Soyokaze, Tenbin será o líder da equipe de assalto. Rokugani 2, Iaijutsu 3, Investigação 3, Kenjutsu 4, Kyujutsu
Escolas: Miharu Seppun 3/Magistrado Seppun 1, Meditação 3, Naginata 5, Sinceridade 2, Teologia
Honra: 4,0 Rokugani 2, Yarijutsu 7
Glória: 3,8 Kata: Cauda do Sol
Status: 3,1 Kiho: Ser ou Não Ser
Perspicácia: 206
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 3 – Shimada
Reflexos 4, Fogo 3 – Agilidade 4, Terra 3, Vácuo 4 Até quinze anos atrás, Shimada era o Daimyo de
Vantagens: Beleza Perigosa, Estrategista, Posição Kyuden Soyokaze. Ele chegou com seu pai, Otomo Ibanu,
Social: efetivamente Capitão da Guarda quando ele tinha apenas oito anos e rapidamente abraçou a
Desvantagens: Azar, Insensível, Infortúnio: Inimigo vida rural, para o grande desapontamento de Ibanu.
Secreto Enquanto a maioria de sua família estava apenas pensando
Perícias: Batalha 6, Cavalaria 1, Corte Rokugani 3, em encontrar uma saída deste exílio imposto da Corte
Defesa 3, Etiqueta Rokugani 2, Iaijutsu 3, Investigação 4, Imperial, Shimada se apaixonou pela terra. Ele muitas vezes
Katana 5, Kenjutsu 5, Kyujutsu 3, Manipulação 3, Naginata conta sobre sua primeira visita às Grutas Sussurrantes,
3, Sinceridade 3, Yarijutsu 3 sobre como os kami falaram com a criança que ele era, e
Kata: Atacar como a Água, Atacar como a Terra, como isso mudou sua vida. Ibanu não ficou impressionado,
Atacar como o Fogo, Atacar como o Vácuo, Atacar como o mas com seus outros filhos sendo uma viúva e um rebelde,
Vento ele tinha pouca escolha na aposentadoria, senão nomear
Shimada como seu sucessor.
Shiba Tokiden Shimada era um Daimyo justo e benevolente; sob
Tokiden foi o yojimbo de Fujiko durante quase toda seu domínio, os camponeses prosperaram e ficaram tão
felizes quanto as pessoas poderiam ser. Apesar de todos os Mente, Olhos do Vento, Sopro da Fortuna, Tocar o Dragão
seus esforços, ele sabia que o futuro sob seu filho Ichigero do Vácuo
seria bastante diferente. Então, quando chegou a hora de se
aposentar, ele escolheu se tornar um monge em Sasayaki- Soshi Jyomon
kaze-ji. Ainda mais significativamente, ele manteve seu Jyomon é um homem medonho. Ele não gosta de
antigo nome, em vez de trocá-lo como muitas vezes se faz nada além de criar o caos e espalhar intrigas, e seu lorde o
como um monge. A mensagem era clara para Ichigero: seu deixa fazê-lo desde que isso enfraqueça os inimigos do Es-
pai talvez não seja mais o Daimyo, mas ele está longe de ser corpião. Jyomon estava a caminho da Capital Imperial quan-
removido do cenário político local. Ichigero simplesmente do parou no Castelo da Brisa Gentil. Ele não pensou que
acrescentou a afronta à longa lista dos fracassos de seu pai. passaria mais do que uma noite como convidado do Dai-
Como um monge, Shimada se sente ainda mais myo, mas depois descobriu as Grutas Sussurrantes e ficou
livre do que quando era Daimyo. Quando se aposentou, lhe fascinado com as possibilidades. Ele teve muita diversão
foi oferecido o cargo de Abade do templo, mas ele recusou plantando falsas profecias nos ouvidos dos devotos. A um
em respeito a O-Fuujin. No entanto, apesar de ser um sim- shugenja, é uma questão simples implorar a um kami do Ar
ples monge como qualquer outro no templo, todo o mundo para levar seus pensamentos a outra pessoa, e se este alvo 135
sabe quem ele era e ele recebe uma enorme quantidade de infeliz está meditando nas cavernas, ele provavelmente
respeito e deferência de monges, camponeses e samurais. acreditará que a mensagem seja de Kaze-no-Kami.
Ele pode ir aonde quiser, dizer o que ele tem em mente sem Até agora, Jyomon só criou profecias inconsequen-
considerar o subterfúgio que normalmente vem com os tes (“ficarás doente na próxima vez que comeres peixe,” ou
costumes rokugani. Ele se sente ainda menos preocupado “a cor azul é um mau presságio a ti”), testando a eficácia.
com a fachada samurai de adequação desde o falecimento Ele se absteve de usar a tática com muita frequência, uma
de sua querida esposa Junko. Sempre que entra no corte vez que os registros indicam que as profecias reais ainda
local, Shimada pode sentir o alarme de seu filho diante da são uma ocorrência bastante rara. Mas Jyomon agora está
perspectiva de seu pai começar a falar e envergonhá-lo. pensando em fazer algo maior. Ele está esperando a oportu-
Shimada muitas vezes pode ser visto dentro do nidade perfeita, e a frustrada Isawa Fujiko pode ser ela.
castelo, jogando go, meditando ou conversando com os Escolas: Shugenja Soshi 2
habitantes, sejam eles samurais ou heimin. Ele ainda se Honra: 0,7
sente muito em casa mesmo que seus aposentos sejam Glória: 1,2
agora no templo. Shimada sustenta um relacionamento Status: 1,0
muito forte com sua neta Yukimi e a guia para se tornar o Perspicácia: 167
tipo de Governante que ele foi e que seu filho não Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3, Fogo
conseguiu ser. Sua presença paterna é amada por quase 3, Terra 2, Vácuo 3
todos em Kyuden Soyokaze, e até mesmo seu filho Vantagens: Bênção do Ar, Engenhoso
reconhece que alguns de seus convidados vêm porque Desvantagens: Compulsão: semear discórdia,
gostam da companhia de Shimada. Fofoqueiro, Segredo Sombrio: falsas profecias criadas nas
Shimada é um homem velho, e sua saúde reflete Grutas Sussurrantes
sua idade, mas ele ainda tem toda sua inteligência. Entre- Perícias: Caligrafia: Rokugani 2, Cifra 2, Corte
gando palavras gentis a todos que encontra, ele anda lenta- Rokugani 3, Defesa 2, Diplomacia 3, Etiqueta Rokugani 3,
mente pelos corredores do castelo ou do templo. Curvado Feitiçaria 5, Furtividade 4, Investigação 2, Manipulação 3,
como uma árvore velha, ele sempre é acompanhado por um Tanto 3, Tantojutsu 3, Teologia Rokugani 2
monge jovem ou um ajudante heimin. Magias: Caminho à Paz Interior, Chamas da Pureza,
Escolas: Seiyaku Otomo 4/Monge da Ordem do Chamas do Interior, Falso Tom, Karma Ruim, Névoa de Ilusão,
Vento 1 Obscurecer Mente, Segredos no Vento, Toque de Benten
Honra: 3,0
Glória: 3,2 Suzume Torihime
Status: 1,0 Torihime odeia seu Cã, o Pardal, e sempre teve in-
Perspicácia: 240 veja de Clãs mais ricos. Que seu Clã abrace a pobreza como
Atributos e Anéis: Água 2, Ar 5, Fogo 3, Terra 2, um emblema de honra é irritante para ela. Torihime nunca
Vácuo 4 viu a honra nisso, e, de fato, em mais nada. Quando ela
Vantagens: Bênção de Fortuna: Ebisu, Escolas (mal) passou por seu gempukku, ela escolheu se chamar
Múltiplas, Grande Potencial: Corte, Memória Precisa, Voz Torihime (“Princesa Pássaro”) esperando que isso mudasse
Desvantagens: Ancião, Asceta, Coração Mole, sua sorte, mas ela logo ficou desapontada. Para escapar de
Idoso uma vida de trabalho árduo e pobreza, ela trabalhou na
Perícias: Caligrafia: Rokugani 3, Cavalaria 3, habilidade única do Pardal que outros Clãs podem apreciar:
Conhecimento: História Rokugani 3, Comércio 3, Corte contar histórias. Bastante ciente da reputação dos Pardais
Rokugani 10, Defesa 1, Etiqueta Rokugani 8, Heráldica como chatos e monótonos, ela tentou divertir os cortesãos
Rokugani 5, Intimidação 7, Investigação 4, Jiujutsu 1, com histórias espirituosas, em vez de parábolas longas do
Kyujutsu 1, Manipulação 10, Meditação 2, Obiesaseru 7, bushido e de honra. Torihime viajou de corte em corte, ofe-
Oratória 10, Sinceridade 5, Teologia Rokugani 1 recendo seus serviços como poetisa e anedotista para en-
Kiho: Espírito dos Quatro Ventos, Harmonia da treter os convidados, em troca de sustento e de uma cama.
Ela logo foi bem sucedida e começou a receber convites.
Mas se misturar com a elite de Rokugan só mente blasfemo ou insultante à Ordem Celestial), por
lembrou Torihime de tudo o que ela não tinha. Progredir de aparentemente nenhuma outra razão além de sentir prazer
contar histórias para contar mentiras lhe foi bastante pela reação ofendida das pessoas com quem conversa.
natural. Ela começou a roubar bugigangas e pequenos itens Nas mentes da maioria das pessoas, espera-se que
de valor, aprimorando um segundo conjunto de os Monges Tatuados geralmente falem enigmas e frases ab-
competências, até que se tornou uma ladra muito melhor surdas. Torao faz seu melhor para decepcionar estas expec-
do que uma narradora. Se os magistrados se aproximassem tativas com argumentos claramente fundamentados, embo-
muito dela, ela usava seus charme e talento para narrar um ra levemente ofensivos. Por enquanto, ele parece se divertir
conto para desviá-los a outra trilha imaginária. Quem muito com os convidados de Kyuden Soyokaze, e desfruta
suspeitaria que um dos honestos Pardais fosse um ladrão? da hospitalidade do mosteiro. Ele se tornou um amigo de O-
Mas Torihime pode ter se tornado excessivamente Fuujin. Ninguém sabe quando Torao decidirá pregar sua
confiante e não previu que um Magistrado Kitsuki a opinião peculiar sobre a Iluminação em outro lugar, mas o
perseguiria depois que descaradamente roubou uma caixa- Daimyo está perdendo a paciência com o monge.
segredo metálica de um rico comerciante do Dragão. Escolas: Monge Tatuado (Dragão, Garça, Nuvem,
Enquanto foge, ela mantém um perfil baixo na corte do Oceano) 3 136
Daimyo, e ela permanece em uma sala no templo, e não no Honra: 2,3
castelo. Mas por quanto tempo ela pode resistir ao desejo Glória: 1,3
de roubar, especialmente quando a caravana de Ide Li-Xing Status: 1,5
está carregada com tantos objetos de valor? Perspicácia: 196
Segredos da Caixa-Segredo: Iniciantes: A caixa Atributos e Anéis: Água 3 – Força 4, Ar 2 – Reflexos
contém uma variedade de gemas e joias que valem várias 4, Fogo 3 – Inteligência 4, Terra 3 – Vigor 4, Vácuo 4
centenas de koku. Vantagens: Aliado: Irmandade de Shinsei, Aliado:
Experientes: A caixa contém registros de O-Fuujin, Iluminação, Tatuagem Extra
contabilidade secreta que mostram que o comerciante tem Desvantagens: Asceta, Contrário
evadido impostos por anos. O comerciante contratou um Perícias: Atletismo 3, Conhecimento: Dragão 2,
assassino para encontrar o ladrão primeiro e matá-la. Conhecimento: História Rokugani 2, Conhecimento:
Épicos: A caixa não contém nada de valor monetá- Imperiais 2, Corte Rokugani 4, Escalada 3, Etiqueta Rokugani
rio, mas uma coleção de informações escritas em cifra, um 2, Jiujutsu 2, Kazedo 2, Meditação 4, Narração 1, Ofício:
selo que não pertence a nenhuma família conhecida e um Pesca 3, Ofício: Tatuagem 2, Oratória 9, Sinceridade 1,
estranho pedaço de cristal. Isso não significa nada para Teologia Rokugani 6
Torihime, mas alguns magistrados podem reconhecer estes Kiho: Falar com a Alma, Sopro da Fortuna
itens como designando seu dono como um kolat de alto
escalão. Os Assassinos Kolat estão em busca do ladrão para Tsuruchi Atsuka
eliminar todas as evidências incriminadoras. Atsuka é uma mulher severa, uma solitária, mas o
Escolas: Bushi Suzume 3 que carece em sociabilidade, ela compensa em sua aptidão
Honra: 1,4 como uma caçadora de recompensas. Recentemente, ela
Glória: 1,0 soube da recompensa por Bizen, a líder de uma brigada que
Status: 1,0 assolam a região por algum tempo, e então decidiu capturá-
Perspicácia: 181 la. Atsuka raramente está na corte, passando a maior parte
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3, Fogo do tempo em seu cavalo perseguindo o Bizen. Quando está
3, Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3 no castelo, ela principalmente pergunta aos convidados
Vantagens: Engenhoso, Honra Incerta (6), recém-chegados se foram atacados ou se eles viram algo
Silencioso, Voz estranho no caminho, qualquer pista que pudesse ajudá-la a
Desvantagens: Compulsão: Roubo (4), Segredo pegar Bizen. Atsuka aluga um quarto no Pousada Cata-
Sombrio: ladra Vento em vez de pedir a hospitalidade do Daimyo.
Perícias: Caligrafia: Rokugani 1, Cavalaria 3, Conhe- Atsuka está vigiando Kitsuki Yamaso. Ela achou
cimento: Bushido 1, Conhecimento: História Rokugani 3, De- estranho que esta mulher, que claramente tem o
fesa 4, Diplomacia 3, Etiqueta 3, Furtividade 7, Investigação comportamento de uma investigadora de acordo com seus
4, Katana 2, Kenjutsu 2, Narração 5, Ofício: Agricultura 2, olhos experientes, simplesmente esteja em algum tipo de
Prestidigitação 7, Sinceridade 6, Teologia Rokugani 1 peregrinação. Atsuka acha que Yamaso está mentindo, e
Kata: Atacar como a Água, Atacar como a Terra, que ela também está aqui caçando Bizen. Então, ela se vê
Atacar como o Fogo, Atacar como o Vácuo, Atacar como o gastando mais tempo do que gostaria na corte, vigiando
Vento com quem Yamaso está falando, tentando entender o
método pelo qual a samurai-ko está trabalhando. Desta
Togashi Torao forma, ela espera vencer a competição pela recompensa.
Torao gosta de falar e realmente parece ter uma o- Escolas: Arqueira Tsuruchi 3
pinião sobre absolutamente tudo – uma opinião que ele de- Honra: 2,4
ve compartilhar com um público. O Monge Tatuado se acre- Glória: 2,0
dita um filósofo brilhante, mas, na verdade, a maioria das Status: 4,0 – Magistrada
pessoas o acha irritante. Pior ainda é que Torao geralmente Perspicácia: 189
assume posições polêmicas (embora nada seja flagrante-
Atributos e Anéis: Água 2 – Percepção 3, Ar 3, Fogo cio 5, Conhecimento: Chá 3, Conhecimento: Terras
3, Terra 2, Vácuo 3 Sombrias 1, Corte Rokugani 6, Defesa 2, Diplomacia 3,
Vantagens: Discreto, Engenhoso, Posição Social: Etiqueta Rokugani 3, Intimidação 5, Investigação 2, Kenjutsu
Magistrado de Clã, Silencioso 1, Manipulação 3, Narração 3, Ofício: Agricultura 3,
Desvantagens: Antissocial, Influenciado: sempre Sinceridade 4, Wakizashi 1
capturar sua presa, Obtuso
Perícias: Atletismo 3, Caça 7, Cavalaria 3, Yoritomo Okana e Yoritomo Aoi
Conhecimento: Lei 5, Defesa 3, Furtividade 4, Intimidação 3, Aoi e sua mãe, Okana, foram convidadas para
Investigação 8, Kenjutsu 3, Kuenai 5, Kyujutsu 7, Yumi 7 Kyuden Soyokaze depois que o pai de Aoi aceitou um favor
Kata: Atacar como a Água, Atacar como a Terra, em troca da dívida de um comerciante da Garça. Okana é
Atacar como o Fogo, Atacar como o Vácuo, Atacar como o uma cortesã com alguma experiência nos palácios do Louva-
Vento, Ataque do Topo do Precipício a-Deus, mas sempre sonhou em ver as cortes do
continente. Ela aproveitou esta chance ansiosamente, e
Yasuki Kurokage está determinada a usá-la para todo seu potencial,
Kurokage não é um Yasuki típico. Enquanto a treinando sua filha ao mesmo tempo. 137
maioria de seus primos são Mercadores implacáveis, Aoi se sente, literalmente, como um peixe fora da
negociando qualquer coisa que possa trazer lucro ao água. Até agora, ela nunca havia deixado as Ilhas das
Caranguejo, Kurokage prefere comprar e vender apenas os Especiarias e da Seda, e ela nunca quis isso. Ela imagina que
melhores chás de Rokugan. Esta exclusividade garante a ele todos os outros cortesãos no castelo estão olhando para
o desprezo da maioria dos Yasuki, que muitas vezes o ela, zombando dela por suas origens, e ela adoraria fugir e
chamam de Garça, mas coloca Kurokage exatamente onde se esconder em algum lugar. Na verdade, a maioria dos
ele quer ser: nos círculos mais sofisticados do comércio outros cortesãos simplesmente a ignoram, pois ela é tão
rokugani. Totalmente leal ao Caranguejo, Kurokage, no tímida que é quase imperceptível. No entanto, Okana não
entanto, aspira se elevar acima dos costumes brutos do seu deixará sua filha perder esta oportunidade, e ela continua
Clã e abraçar os aspectos mais refinados da vida civilizada. forçando a moça para que se torne mais confiante e ativa
O seu é um caminho árduo, pois ele recebe pouco apoio de na corte. É uma tarefa difícil, mas Aoi é uma garota
sua família, e deve se defender em círculos obediente, e ela se esforça para agradar sua mãe,
tradicionalmente controlados pela Garça e pela Fênix. independentemente de quanto custa. E, como se o desafio
Mas como qualquer Caranguejo sabe bem, a não fosse suficientemente difícil, Okana acabou de notar
adversidade gera força. Ao longo dos anos, Kurokage que Aoi parece ainda mais distraída quando está na
desenvolveu uma grande reputação. Sua excentricidade se presença do impulsivo Otomo Yusuke, o filho do Daimyo. A
provou uma ferramenta de publicidade inteligente no jovem chegou até a perguntar se realmente não valeu a
pequeno mundo dos conhecedores de chá, e o boca a boca pena ter deixado as ilhas de seu Clã.
combinado com um verdadeiro talento para encontrar chás Escolas: Cortesã Yoritomo 3
finos assegurou seu sucesso. Kurokage também vende chá Honra: 1,5
de pétala de jade fornecido pela família Kuni. Mesmo que Glória: 1,2
ele não anuncie amplamente este produto, os possíveis Status: 2,5
compradores às vezes o perguntam sobre isso, e ele sempre Perspicácia: 191
está feliz em ajudar. Isso permite que os Kuni monitorem Atributos e Anéis: Água 3, Ar 4 – Carisma 5, Fogo 3,
algum samurai que prefira morrer do que ser visto na Terra 2 – Vontade 3, Vácuo 3
companhia dos desagradáveis Caçadores de Bruxos. Vantagens: Mente Clara, Voz
Kurokage está em Kyuden Soyokaze a negócios e a Desvantagens: Influenciado: alcançar a fama
passeio. Seu principal objetivo é investigar a produção de mediante sua filha
chá de Natsukaze, mantendo sua atenção em Ide Li-Xing, Perícias: Acupuntura 3, Avaliação 2, Cerimônia do
outra comerciante e concorrente em potencial. Enquanto Chá 5, Comércio 2, Conhecimento: Espíritos/Fantasmas 3,
estiver no castelo, ele também pretende se misturar com Conhecimento: Imperiais 2, Corte Rokugani 5, Defesa 1,
outros cortesãos, conversar sobre temas como poesia ou Etiqueta Rokugani 5, Heráldica 2, Intimidação 4,
teatro, e simplesmente aproveitar a companhia de outros Manipulação 3, Navegação 1, Sedução 3, Sinceridade 5
samurais cultos. Escolas: Cortesã Yoritomo 1
Escolas: Mercador Yasuki 3 Honra: 1,9
Honra: 1,8 Glória: 1,0
Glória: 2,3 Status: 1,0
Status: 1,3 Perspicácia: 134
Perspicácia: 190 Atributos e Anéis: Água 3, Ar 3, Fogo 2, Terra 2 –
Atributos e Anéis: Água 3 – Percepção 4, Ar 3 – Vontade 3, Vácuo 2
Carisma 4, Fogo 2 – Inteligência 4, Terra 3, Vácuo 3 Vantagens: Bênção de Fortuna: Benten, Voz
Vantagens: Grande Potencial: Ofício: Agricultura, Desvantagens: Amor Verdadeiro: Otomo Yusuke,
Riqueza Coração Mole, Dúvida: Corte
Desvantagens: Compulsão: misturar-se na alta Perícias: Avaliação 1, Comércio 1, Conhecimento:
cultura, Ovelha Negra Imperiais 2, Corte Rokugani 3, Defesa 1, Etiqueta Rokugani
Perícias: Avaliação 5, Cerimônia do Chá 3, Comér- 3, Heráldica 2, Intimidação 2, Sinceridade 2
Mapas

138
139
140
141
142
143
144
criaturas também não se importavam com a humanidade.
PARTE VII: OSHI NO KODA As duas raças viviam próximas e sem contato.
No entanto, o Império dos Kami cresceu e
A antiga cidade Kitsu de Oshi no Koda, a Cidade do finalmente os habitantes de Oshi no Koda se viram
Leão Ardente (conforme o mon da família Kitsu), foi integrados no território crescente do Clã Leão. Eles e a tribo
fundada há mais de mil anos como uma pequena aldeia Matsu vieram a se curvar para Akodo e alguns foram
quando as Tumbas Kitsu foram construídas a dois dias de selecionados para serem samurais. Então, a guerra contra
viagem ao sul.. É uma cidade pequena na Estrada do Castelo os kitsu começou. O Kami Akodo acreditava que os reclusos
Ancestral, que liga Shiro Matsu e Kyakuchu Mura, no meio kitsu eram criaturas perigosas e tentou erradicá-los. No
de Yama, uma Província Matsu. entanto, Akodo reconheceu seu erro antes que fosse tarde
demais e fez as pazes com o último kitsu. Os cinco kitsu
História restantes se transformaram em humanos e se casaram com
as filhas do Campeão Leão. A família Kitsu foi fundada.
No Amanhecer do Império, uma pequena tribo O lugar onde Amaterasu organizou o primeiro en-
humana escolheu se estabelecer aqui, ao sul do Heigen no contro entre Akodo e os recém-humanos kitsu foi escolhido 145
Otaku, as Planícies da Batalha, e perto do Rio da Juba como o local das Tumbas Kitsu, construído para conter as
Fluida, um pequeno afluente de Kawa Mitsu Kishi, o Rio de cinzas dos kitsu transformados. É por isso que a pequena
Três Lados. Era um bom lugar para criar uma nova aldeia vila de Oshi no Koda é tão importante para a família Kitsu,
devido ao clima quente, às terras férteis e à longa distância embora esteja no território da família Matsu. A jovem
do crescente Império de Hantei. A tribo se estabeleceu aqui família Kitsu obteve permissão dos Matsu para manter o
e rapidamente criou uma aldeia movimentada. Quando a controle desta vila, pois está muito perto das Tumbas Kitsu
tribo de Matsu começou a crescer e conquistar as terras e fornece um local para os shugenja pararem no caminho
vizinhas, a tribo de Oshi se curvou aos Matsu em vez de para o local secreto. Oshi no Koda cresceu lentamente de
lutar. Os Oshi eram muito pacíficos e já tinham muito com uma pequena aldeia para uma pequena cidade.
que se preocupar por causa do que haviam descoberto Séculos se passaram. A pequena cidade continuou
escondido nas colinas próximas. expandindo, tornando-se um local de treinamento para os
Vivendo naquelas colinas havia um grupo de gran- Kitsu que não detinham o chamado para os Sodan-Senzo,
des felinos inteligentes, doravante conhecidos como kitsu, ou que mais tarde seriam enviados para treinamento no
que viviam em edifícios e mostravam grande habilidade castelo ancestral da família Matsu.
com a magia. Os kitsu construíram uma série de pedras Devido à localização conveniente na estrada de Shi-
eretas ao lado de uma estrada que seguia para o oeste, às ro Matsu, pousadas e casas de saquê para os viajantes indo
montanhas onde viviam. Os camponeses de Oshi preferiam e voltando da casa ancestral da família Matsu começaram a
deixar os felinos sozinhos, desde que não interferissem. As aparecer. Graças ao constante movimento e exercícios de
tropas do Leão na Província, Oshi encontrou uma maneira grandes estragos. A cidade ainda está reconstruindo,
de crescer até o tamanho de uma pequena cidade próspera. lentamente porque a maioria dos recursos alocados para a
A cidade começou a sofrer quando Kyakuchu Mura área foram desviados de Oshi no Koda para Kyakuchu Mura
(“Vila do Rodapé”) foi criada durante o reinado de Hantei após a ascensão e queda desta cidade. A Vila do Rodapé
XXXVIII para espionar o movimento dentro das Províncias caiu em desuso desde a destruição do Estreito de Beiden,
Bayushi, e depois como um ponto de revezamento para as embora tenha começado a crescer novamente quando
Legiões Imperiais que estavam patrulhando as Províncias do Toturi Tsudao instalou um pequeno posto de comando para
Clã Escorpião durante a destituição do clã. As pessoas não as Legiões Imperiais e sua luta contra os tsuno durante a
paravam mais em Oshi no Koda, elas foam para Kyakuchu. conturbada Era dos Quatro Ventos. No entanto, no final,
Quando Kitsu Okura, o primeiro Campeão Jade da Oshi no Koda está se tornando cada vez mais esquecida
era moderna começou seu culto a Akuma no Oni como uma como apenas uma pequena parada na estrada.
tentativa de proteger o Leão durante a Guerra Contra a
Escuridão, ele logo percebeu Oshi no Koda, e a transformou
em um lugar importante para o seu culto. Seu culto
Geografia
recrutou primeiro shugenja das Tumbas Kitsu com a ajuda Esta pequena cidade está sendo reconstruída, 146
de Kitsu Gongsun, mas logo precisou contratar também tendo sido severamente danificada por pequenos grupos de
bushi. Como resultado, guerreiros como Ikoma Ryozo e tsuno errantes a caminho das Tumbas Kitsu. Sem recursos,
Matsu Daoqan começaram a se reunir em Oshi no Koda, o Oshi no Koda ainda mostra as cicatrizes das batalhas. Como
local mais próximo das Tumbas Kitsu onde legiões de bushi muitas outras cidades nas terras do Leão, Oshi no Koda é
podiam se reunir. O crescimento da cidade pequena foi envolta por uma muralha espessa. A terra imediatamente
retomado com o influxo de soldados corrompidos do Leão. fora dos muros foi queimada, mas se recupera lentamente.
Após a Batalha do Vale das Tempestades (um Muitos dos edifícios construídos na área em torno da cidade
pequeno vale a sudeste de Oshi no Koda) na qual as legiões durante o tempo de Kitsu Okura para hospedar seus
corrompidas de Kitsu Okura invocaram oni para derrotar o seguidores foram destruídos durante o ataque tsuno. As
exército das Damas de Batalha Utaku, Oshi no Koda perdeu ruínas destes assentamentos estão praticamente vazias e a
seu status de local de encontro de Leão corrompidos, e natureza está reafirmando seu direito sobre elas.
diminuiu novamente. A cidade voltou a ser uma nota A cidade em si tem uma forma quase ovalada,
perdida entre as propriedades do Leão por muitos anos, até centrada na estrada, que corta Oshi no Koda em duas
a ascensão dos tsuno. Tsuno saqueadores a caminho das regiões: as metades superior e inferior.
Tumbas Kitsu atacaram Oshi no Koda e a cidade sofreu A Cidade Baixa fica a oeste da estrada, mais perto
do rio. É onde todos os lugares mais baratos estão e as Templo dos Leões Fu: O mais antigo templo é o
castas inferiores vivem. É a parte mais pobre da cidade, Templo dos Leões Fu, um grande templo construído em
onde estão localizados os bairros heimin e eta. A maioria uma pequena colina. Os visitantes podem acessá-lo subindo
dos samurais prefere evitar ir até lá, e os guardas da cidade uma escadaria ladeada por duas grandes estátuas de leões
raramente aparecem nestas ruas. Sem surpresa, a maioria fu que simbolizam os espíritos guardiões do templo. É um
das atividades criminosas acontecem lá, mas, felizmente, templo simples, fei