Você está na página 1de 7

O que é adjetivo?

O adjetivo é uma classe de palavras que atribui características aos substantivos, ou seja, ele
indica suas qualidades e estados.
Essas palavras variam em gênero (feminino e masculino), número (singular e plural) e grau
(comparativo e superlativo).
Exemplos de adjetivos:
garota bonita garotas bonitas criança obediente crianças obedientes
Os tipos de adjetivos
Os adjetivos são classificados em:
1. Adjetivo Simples - apresenta somente um radical. Exemplos: pobre, magro, triste,
lindo, bonito.
2. Adjetivo Composto - apresenta mais de um radical. Exemplos: luso-brasileiro,
superinteressante, rosa-claro, amarelo-ouro.
3. Adjetivo Primitivo - palavra que dá origem a outros adjetivos. Exemplos: bom,
alegre, puro, triste, notável.
4. Adjetivo Derivado - palavras que derivam de substantivos ou verbos. Exemplos:
articulado (verbo articular), visível (verbo ser), formoso (substantivo formosura), tristonho (substantivo
triste).
5. Adjetivo Pátrio (ou adjetivo gentílico) - indica o local de origem ou nacionalidade de
uma pessoa. Exemplos: brasileiro, carioca, paulista, europeu, espanhol.
Saiba mais sobre os Adjetivos Primitivos e Derivados.
O gênero dos adjetivos
Em relação aos gêneros (masculino e feminino), os adjetivos são divididos em dois tipos:
1. Adjetivos Uniformes - apresentam uma forma para os dois gêneros (feminino e
masculino). Exemplo: menino feliz; menina feliz
2. Adjetivos Biformes - a forma varia conforme o gênero (masculino e feminino).
Exemplo: homem carinhoso; mulher carinhosa.
O número dos adjetivos
Os adjetivos podem estar no singular ou no plural, concordando com o número do substantivo a que
se referem. Assim, a sua formação se assemelha à dos substantivos.
Exemplos:
Pessoa feliz - pessoas felizes Vale formoso - vales formosos Casa enorme - casas enormes
Problema socioeconômico - problemas socioeconômicos Menina afro-brasileira - meninas afro-
brasileiras Estudante mal-educado - estudantes mal-educados
O grau dos adjetivos
Quanto ao grau, os adjetivos são classificados em dois tipos:
1. Comparativo: utilizado para comparar qualidades.
2. Superlativo: utilizado para intensificar qualidades.
1. Grau comparativo
Comparativo de Igualdade - O professor de matemática é tão bom quanto o de geografia.
Comparativo de Superioridade - Marta é mais habilidosa do que a Patrícia.
Comparativo de Inferioridade - João é menos feliz que Pablo.
2. Grau superlativo
Superlativo Absoluto: refere-se a um substantivo somente, sendo classificados em:
Analítico - A moça é extremamente organizada.
Sintético - Luiz é inteligentíssimo.
Superlativo Relativo: refere-se a um conjunto, sendo classificados em:
Superioridade - A menina é a mais inteligente da turma.
Inferioridade - O garoto é o menos esperto da classe.
A locução adjetiva
A locução adjetiva é o conjunto de duas ou mais palavras que possuem valor de adjetivo.
Exemplos:
Amor de mãe - Amor maternal
Doença de boca - doença bucal
Pagamento do mês - pagamento mensal
Férias do ano - férias anual
Dia de chuva - dia chuvoso
O pronome adjetivo
Os pronomes adjetivos são aqueles em que o pronome exerce a função de adjetivo. Surgem
acompanhados do substantivo, modificando-os. Exemplos:
Este livro é muito bom. (acompanha o substantivo livro)
Aquela é a empresa onde ele trabalha. (acompanha o substantivo empresa)
O adjetivo simples é o tipo de adjetivo mais usual, formado por apenas um radical (ou elemento).
Lembre-se que o radical é a base fundamental dos vocábulos, sendo um elemento comum na
formação de palavras, por exemplo: casa, casinha, casarão (radical -cas).
Classificação dos Adjetivos
Antes de mais nada, vale destacar que o adjetivo é uma classe de palavra variável (em gênero,
número e grau).
Ele é responsável por atribuir características e particularidades aos substantivos, oferecendo assim
qualidade, condição e estado aos seres.
Os adjetivos são classificados em:
simples
composto
primitivo
derivado
Diferente do adjetivo simples, o adjetivo composto apresenta mais de um radical, por exemplo: azul-
marinho.
Os adjetivos primitivos são aquelas palavras que originam outras, por exemplo, belo (origina beleza).
Já os derivados, como o próprio nome indica, derivam de outras palavras, por exemplo, narrador
(derivado do verbo narrar).
Saiba mais sobre os adjetivos primitivos e derivados.
Exemplos de Adjetivos Simples
Para compreender melhor o conceito de adjetivo simples, seguem abaixo algumas frases e a flexão
de gênero, número e grau que podem sofrer:
Flexão de Gênero (Masculino e Feminino)
O menino ficou muito magro depois da dieta. Aquela modelo é muito magra. (adjetivo biforme)
Joaquim é o amigo mais leal. Joana é a amiga mais leal. (adjetivo uniforme)
Entenda mais sobre a flexão de gênero nos artigos:
Adjetivos Uniformes
Adjetivos Biformes
Flexão de Número
Adriana ficou feliz com a nota da prova. Os professores ficaram felizes com as avaliações dos
alunos.
Saiba mais sobre as regras no artigo: Flexão dos Adjetivos.
Flexão de Grau
Comparativo: Mariana é tão inteligente quanto Luíza.
Superlativo: Mariana é inteligentíssima.
Aprofunde seus conhecimentos: Grau dos Adjetivos e Grau Superlativo.
Lista de Adjetivos Simples
A maior parte dos adjetivos que existem são adjetivos simples. Para melhorar sua pesquisa sobre
esse tipo de adjetivo, segue abaixo uma lista:
Alto/alta Antigo/antiga Belo/bela Bonito/bonita Cheiroso/cheirosa Comprido/comprida Curto/curta
Esperto/esperta Feio/feia Gordo/gorda Lento/lenta Lindo/linda Liso/lisa Meigo/meiga
Pequeno/pequena Perigoso/perigosa Querido/querida Raivoso/raivosa Velho/velha Zangado/zangada
O Adjetivo Composto é um tipo de adjetivo que apresenta mais de um radical.
Lembre-se que o radical é o elemento invariável e comum de algumas palavras, por exemplo:
antropologia, antropológico, antropocentrismo (radical –antropo).
Sendo assim, o radical é a base fundamental dos vocábulos, e é nele que devemos estar atentos no
estudo dos adjetivos compostos.
Assim, os adjetivos compostos são formados por dois elementos, sendo normalmente separados
pelo hífen, por exemplo: rosa-claro.
São palavras que variam em gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).
Classificação dos Adjetivos
O adjetivo é uma classe de palavra variável que concorda com o substantivo, qualificando-o. Há
vários tipos de adjetivos, sendo que os mais comuns são os adjetivos simples:
Adjetivo Simples
Adjetivo Composto
Adjetivo Primitivo
Adjetivo Derivado
Gênero dos Adjetivos Compostos
Alguns adjetivos compostos são variáveis quanto ao gênero, podendo ser escritos na forma
masculina e feminina. Eles são chamados de adjetivos biformes.
No entanto, alguns deles são invariáveis sendo escritos da mesma forma para ambos. São
denominados de adjetivos uniformes.
Para compreender melhor essa flexão, seguem abaixo algumas regras e exemplos:
Adjetivo composto formado por dois adjetivos varia em gênero: quando os dois termos são
separadamente adjetivos, por exemplo: o garoto surdo-mudo e a garota surda-muda. Há ainda
aqueles em que somente o segundo termo concorda com o gênero: a menina luso-brasileira e o
menino luso-brasileiro.
Adjetivo composto formado por adjetivo e substantivo é invariável: quando o primeiro elemento
é um substantivo, por exemplo: amarelo-limão.
Adjetivo composto formado por substantivo e adjetivo é invariável: alguns deles não modificam
sua forma, ou seja, é a mesma palavra utilizada para ambos os gêneros. Portanto, são invariáveis
geralmente quando o segundo termo (ou último) é um substantivo: por exemplo: a torcida rubro-negra,
o jogo rubro-negro; o pássaro amarelo-ouro, a gaivota amarelo-ouro.
Plural dos Adjetivos Compostos
Muitas dúvidas sobre os adjetivos compostos surgem em relação ao número, ou seja, o singular e a
formação do plural.
Para que isso fique mais simples, devemos atentar sobretudo para a classificação das palavras que
envolvem, seja substantivo e/ou adjetivo.
Assim, alguns deles concordam em número somente no primeiro elemento, enquanto alguns somente
no segundo. Há ainda aqueles em que os dois elementos concordam em número.
Vejamos abaixo algumas regras e exemplos:
Adjetivos compostos em que somente o último elemento é flexionado no plural, por exemplo:
lenço rosa-claro/lenços rosa-claros; olho castanho-escuro/olhos castanho-escuros
Adjetivos compostos em que os dois elementos sofrem flexão no plural, por exemplo: aquele
humano-animal/aqueles humanos-animais
Não são flexionados os adjetivos: azul-marinho e azul-celeste, por exemplo: camisa azul-
marinho/camisas azul-marinho; roupão azul-celeste/roupões azul-celeste
Flexiona-se o adjetivo composto surdo-mudo, por exemplo: menino surdo-mudo/meninos surdos-
mudos
Adjetivos Compostos Sem Hífen
Alguns adjetivos compostos que não admitem hífen são flexionados no plural, por exemplo:
Raio ultravioleta - raios ultravioletas
Problema socioeconômico - problemas socioeconômicos
Atividade sociocultural - atividades socioculturais
Revista superinteressante - revistas superinteressantes
Alteração psicossomática - alterações psicossomáticas
Fique Atento!
Não são flexionados os adjetivos compostos com nomes de cores acompanhados de substantivos
(último elemento).
Ou seja, são invariáveis os adjetivos formados por cor + de + substantivo, por exemplo:
Quadro cor-de-rosa e quadros cor-de-rosa
Olho verde-água e olhos verde-água
Saia amarelo-palha e saias amarelo-palha
Calça verde-bandeira e calças verde-bandeira
Tecido verde-abacate e tecidos verde-abacate
Vestido vermelho-paixão e vestidos vermelho-paixão
Adjetivos Pátrios Compostos
Os adjetivos pátrios ou gentílicos são aqueles que indicam o local de origem ou nacionalidade de
alguém. Nesses caso, o uso do hífen é obrigatório. Vejamos abaixo alguns exemplos:
No Brasil
Rio-branquense: nascido em Rio Branco, Acre.
São-luisense: nascido em São Luís, Maranhão.
Campo-grandense: nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.
Belo-horizontino: nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Porto-alegrense: nascido em Porto-Alegre, Rio Grande do Sul.
Porto-velhense: nascido em Porto Velho, Rondônia.
Boa-vistense: nascido em Boa Vista, Roraima.
No Mundo
Costa-riquenho: nascido em Costa Rica.
Porto-riquenho: nascido em Porto Rico.
Norte-americano: nascido nos Estados Unidos.
Anglo-saxão: nascido na Inglaterra.
Sul-africano: nascido na África do Sul.
Serra-leonense: nascido em Serra Leoa.
Guinéu-equatoriano: nascido na Guiné-Equatorial.
Árabe-saudita: nascido na Arábia Saudita.
Norte-coreano: nascido na Coreia do Norte.
Sul-coreano: nascido na Coreia do Sul.
Os Adjetivos Primitivos não derivam de nenhuma palavra. Eles são aqueles de onde são formados
outros adjetivos - os derivados. Os Adjetivos Derivados, portanto, derivam de outras palavras, que
podem ser adjetivos, substantivos ou verbos.
Exemplos de Adjetivos Primitivos e Derivados
1. Após a triste notícia, saiu para apanhar ar. Ainda tristonho, voltou para casa.
2. Gosto do vestido verde, embora esse tom esverdeado não combine muito com a
minha pele.
3. Estou feliz com o acontecimento. Nada me deixará infeliz hoje!
4. O esposo sempre fiel, sofria com a esposa infiel.
5. Ele é branco, mas hoje está é esbranquiçado!
Nos pares destacados acima, o primeiro adjetivo é primitivo: triste, verde, feliz, fiel e branco.
Tristonho, esverdeado, infeliz, infiel e esbranquiçado, por sua vez, são adjetivos derivados.
Adjetivos Derivados de Verbos e de Substantivos
Até agora vimos adjetivos derivados de adjetivos primitivos, vejamos agora adjetivos que surgem a
partir de outras classes de palavras.
1. Desarticulado, não conseguia articular corretamente as palavras. (desarticulado
deriva do verbo articular)
2. São todos muito amáveis. (amáveis deriva do substantivo amor)
3. Doenças mortais matam milhões a cada ano. (mortais deriva do substantivo morte)
4. Sinto-me brasileiro, embora tenha nascido em Portugal. (brasileiro deriva do
substantivo Brasil)
5. Essas letras são visíveis para mim; consigo vê-las perfeitamente. (visíveis deriva do
verbo ver)
Adjetivos Pátrios - aqueles que se referem a países, estados, entre outros, caracterizando as pessoas
de acordo com as suas origens são um exemplo de adjetivos derivados. Saiba mais!
Adjetivos Pátrios Compostos
Frequentemente se utilizam adjetivos pátrios compostos. Nesses casos, o primeiro elemento é
empregado na forma alatinada e reduzida, enquanto o segundo elemento permanece igual e são
sempre hifenizados.
Os adjetivos pátrios compostos mais comuns são:
anglo = inglês. Exemplo: Colégio anglo-americano
euro = europeu. Exemplo: Amizade euro-africana
franco = francês. Exemplo: Império franco-germânico
greco = grego. Exemplo: Mitologia greco-romana
hispano = hispânico ou espanhol. Exemplo: Câmara de comércio hispano-portuguesa
luso = lusitano ou português. Exemplo: Associação luso-turca
nipo = nipônico ou japonês. Exemplo: Comércio nipo-brasileiro
teuto = teutônico ou alemão. Exemplo: Relações teuto-francesas
Uso do Hífen nos Adjetivos Pátrios
Quando às formas alatinadas e reduzidas se seguem de um outro adjetivo pátrio formando um
adjetivo pátrio composto, o hífen deve ser sempre usado.
Porém, quando o segundo elemento não é um adjetivo pátrio, o hífen não é admitido. Exemplos:
afrodescendente, eurocomunista, lusofobia.
Em tempos, enquanto os adjetivos pátrios se referiam apenas aos países, os adjetivos gentílicos se
referiam aos continentes, cidades, estados, regiões etc. Todavia, essa forma foi omitida da
nomenclatura gramatical, sendo eliminada a distinção entre ambos.