Você está na página 1de 168

Ahnis Fraga

Facilitadora de Círculos de Mulheres Sacerdotisa da Lua Certi☐ied Angel Cards Reader® Thetahealer®

Rio de Janeiro é minha cidade, mas é pelo Mundo que caminho. Em 2010 conheci os Círculos de Mulheres e, em 2014, iniciei a
jornada como facilitadora de Círculos. Em 2016, reuni Mulheres na Suécia pela primeira vez e percebi que os Círculos
transcendem o idioma, a fala é do coração e da Alma. Através dos anos, busquei conhecimento com muitas Mulheres Medicina -
das ervas, dança, rituais, sabedorias ancestrais, oráculos, das Deusas e tantas outras. A cada dia descubro minha paixão pelo
caminho do Sagrado Feminino e escolho compartilhar minhas medicinas de Luz e Amor para que Mulheres descubram a Cura em
si e se transformem em Curadoras das suas relações de Vida e Divinas.
www.sacredfemininecircle.org

Maria Cristina de Resende


Psicóloga com especialização em Psicologia Junguiana e Arteterapia

Formada em Psicologia com Especialização em Psicologia Junguiana e Arteterapia. Formada em Terapia Floral e Terapia
Ayurveda. Cursando Alimentação Natural com Flávio Passos no curso Coma Foram da Caixa. Buscadora dos saberes ancestrais e
das medicinas da terra, facilitadora de Círculos de Mulheres, Oficinas de Desenvolvimento Pessoal da Mulher, Oficinas de
Práticas naturais para a saúde e o bem estar, criadora e artesã da linha de produtos de saboaria e cosmetologia natural com ervas
medicinas Medicinae Artesanal. Mãe, esposa, mulher.

A Caminhada das 13 Lunações


Baseado na obra “The Thirteen Original Clan Mothers” de Jamie Sams Projeto:
13matriarcas.org
Revisão: Márcia Bier e Sandra “Salamandra” Carvalho Capa e Ilustrações: Duskeye

https://duskeye.carbonmade.com/ Projeto Gráfico e Diagramação: Luana Monteiro Serpa

Sumário
O que é A Caminhada das 13 Lunações?
Página 5
Como Usar este E-Book
Página 7
I. Falar com Todas as Relações
Página 9
iI. Guardiã da Sabedoria
Página 14
Iii. Carregar o Peso da Verdade
Página 19
Iv. A Mulher que Enxerga Longe
Página 24
v. A Mulher que Escuta
Página 29
vI. A Contadora de Histórias
Página 34
viI. Aquela que Ama Todas as Coisas
Página 39
viiI. Aquela que Cura
Página 44
Ix. Mulher Pôr do Sol
Página 49
x. Mulher que Tece a Teia
Página 54
xI. Mulher que Anda Confiante
Página 59
xiI. Mulher que Agradece
Página 64
xiiI. Tornar-se sua Visão
Página 69
Agradecimentos
Às Mulheres que colaboram a cada encontro nos Círculos de Mulheres, compartilham suas
histórias de Amor e Confiança! Às que confiaram nessa Caminhada e nos acompanham nas redes
e dão seus feedbacks de Amor. Somos gratas à Natália Cabral, Alcilene Moraes, Michele Rangel,
Maria Lima, Benicia Honório, Andréa Silvia e todas as que vibram a cada Caminhada!

Gratidão!
O que é A Caminhada das 13 Lunações?
“Somente curando a si mesmas é que as mulheres poderão curar os outros e educar melhor as
futuras gerações, corrigindo, assim, os padrões familiares corrompidos. Apenas honrando seus
corpos, suas mentes e suas necessidades emocionais, as mulheres terão condições de realizar
seus sonhos.” 1

(“The Thirteen Original Clan Mothers” de Jamie Sams)1 Tradução Livre

Os Círculos de Mulheres tem nos proporcionado ao longos de muitos anos conexão com a nossa
Verdade trazendo força para realizar nossos sonhos. Motivadas por essas experiências pessoais,
idealizamos o projeto “O Ciclo das 13 Matriarcas” onde buscamos compartilhar com as
Mulheres esse caminho de cura e desenvolvimento pessoal.

Cada Matriarca corresponde a uma Lunação. Cada Lunação traz uma energia.
Cada energia
traz um ensinamento para que possamos transmutar um desafio ou potencializar nossos dons e
talentos.

Ao longo da caminhada sugerimos que você experimente uma lunação a cada mês, ou seja, cada
mês será uma Matriarca vivida pelo tempo de uma Lua. Mas você é livre para viver cada
Matriarca a qualquer momento que ela for necessária em sua vida.
Caso decida viver uma a uma a cada lunação, escolha a fase da Lua que gostaria de começar e
perceba que uma caminhada tem a duração de um Ciclo Lunar, isto é, inicia no primeiro dia da
Lua escolhida e termina um dia antes do primeiro dia desta mesma Lua. O que é isso?

Por exemplo: Você inicia sua Caminhada da 4ª Lunação, a 4ª Matriarca, A Intuição no primeiro
dia da Lua Cheia e termina no último dia da Lua Crescente.

A Caminhada de uma Lunação dura 4 semanas ou 28 dias - um ciclo Lunar.

Recomendamos iniciar na Lua Cheia se a energia da Matriarca, isto é, a Lunação que você
escolheu caminhar, é algo que queira ampliar e potencializar. A Lua Cheia é a fase lunar de
realização, manifestação, ação, fluidez, aceitação, crescimento e plenitude.
Se é algum desafio, algo que queira transmutar, recomendamos iniciar na Lua Nova que tem a
energia de renovação, recomeço, renascimento. É uma Lua de tomada de consciência e
observação.

Durante a Caminhada da Lunação, busque medicinas (terapias, atividades etc) que ampliem sua
consciência desta energia.

Por exemplo: Se escolher a 4ª Lunação, são recomendadas Medicinas como Oráculos, Tarô,
Mindfulness, Yoga e atividades são Medicinas que te conduzem a ampliar ou desenvolver sua
Intuição.

Porém o mais importante é que esteja comprometida com você, se dedicando tempo, carinho e
Amor nesta linda Caminhada das 13 Lunações! www.13matriarcas.org

Desejamos Amor e Confiança!


Ahnis Fraga do Nascimento
Maria Cristina de Resende

Como usar este E-Book:


Este e-book foi escrito a partir do estudo da lenda das 13 Matriarcas (“The Thirteen Original
Clan Mothers” de Jamie Sams) somada à experiência pessoal ao longo da caminhada de cada
uma das autoras.

Nosso propósito é convidar cada pessoa que tenha acesso, seja mulher ou homem, para uma
Caminhada através das 13 Lunações ensinadas por cada uma das 13 Matriarcas. Cada Matriarca
será apresentada com um breve resumo sobre o que é cada uma dessas etapas, o ensinamento
principal e uma sugestão para reflexão e exercício de tomada de consciência ao longo da
Lunação - 28 dias ou um ciclo lunar ou um mês, se preferir e for mais adequado para você.

A partir do momento que este e-book chegar até você, está é a hora de começar a trilhar A
Caminhada das 13 Lunações do Ciclo das 13 Matriarcas. As Lunações são relacionadas com
cada mês do ano. Porém para que aguardar a chegada de janeiro para iniciar? Começa agora sua
Caminhada!

Saboreie a caminhada, observe a estrada e sinta a brisa batendo em sua pele cada vez que virar a
página. Você terá uma ilustração e uma linda página de notas neste e-book que será seu
companheiro, guardando suas impressões, sonhos, insights, sentimentos e sensações e tudo mais
que você sentir necessário ao decorrer desta linda Caminhada que escolheu para se compreender
e ampliar a consciência sobre si.

Esta é uma viagem solo, somente você pode fazê-la, mas garantimos que a cada Caminhada
vivenciada você se deliciará com o gosto da consciência, do autoconhecimento e da conexão
cada vez mais fina com todas as suas relações, com o ambiente ao se redor e com o universo que
habita dentro e fora de cada um de nós.

Boa Caminhada!

Ahnis Fraga do Nascimento


Maria Cristina de Resende
Falar com Todas as Relações
Comunicar a Verdade
A Mãe Natureza

As Relações10
Esta Lunação tem como cor o laranja, a cor da Chama do Eterno Amor, representando nosso
parentesco com todas as formas de vida da Terra.¹

Esta Matriarca nos conecta uns aos outros e a tudo no nosso Planeta, nos mostrando que somos
frutos de uma mesma fonte: A Grande Força da Criação. Por isso, possuímos irmãos e irmãs que
se tornam aliados em nosso caminho de desenvolvimento pessoal: nossas relações, as pedras, as
árvores, as plantas, as nuvens, os animais, os elementos primordiais
- a água, o ar, a terra e o fogo - todos estão unidos pela mesma origem e juntos pelo ato de criar
vida e consciência, ajudando uns aos outros na caminhada pela verdade.

Comunicar-se com todas as coisas não se resume em apenas falar com elas. Falar é apenas um
ato físico, é a emissão de sons que podem não transmitir quaisquer informações.
Comunicar-se é a forma como compartilhamos nossa compreensão das coisas ao outro
transmitindo uma informação a partir da nossa verdade interior.

Aqui, temos a oportunidade de aprimorar nossa comunicação com tudo ao nosso redor assim
como descobrir a linguagem oculta da natureza, sentir a pulsação e o ritmo da Mãe Terra e de
tudo que vem dela. Aprendemos como sentir as estações do ano em nossa vida, em nosso corpo,
sentimos como cada elemento da natureza nos afeta, como cada ser vivo se comunica conosco.
Ao estabelecermos essa comunicação, começamos a respeitar verdadeiramente a vida, a
sabedoria de cada ser existente neste planeta e então, aprendemos a verdade sobre a vida, sobre
nossas relações e sobre o Amor.

• Ensinamento: Somos
todos um só, filhos da Criação e do Grande Mistério. É preciso relembrar o
idioma do Amor, o único capaz de fazer com que nos conectemos com todas as nossas relações.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Abra seus ouvidos e seus

olhos para ouvir e ver como a natureza se comunica com você. Sente-se de frente para o mar,
para uma árvore e observe, sinta este ser vivo diante de você, sua pulsação, seu ritmo, seu cheiro,
seus sons, se conecte com ele num nível mais profundo que a agitação do dia a dia. Olhe para
uma pedra e veja como ela se comunica com você, será através de imagens? Será através de
formas? Abra seu coração e sinta a comunhão entre todas as coisas. Talvez seja um bom
momento para experimentar formas naturais de cuidar de si mesma.

Janeiro (Hemisfério Norte) e Junho (Hemisfério Sul). “O desejo de ir em direção


• Mês sugerido:
ao outro, de se comunicar com ele, ajudá-lo de forma eficiente, faz nascer em nós uma imensa
energia e uma grande alegria, sem

nenhuma sensação de cansaço.”Dalai Lama

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Guardiã da Sabedoria
Honrar a Verdade
A Protetora da Tradição Sagrada

As Tradições Sagradas15
Esta Lunação tem como cor o cinza, que nos lembra que nem tudo é apenas preto ou branco, é a
cor da Amizade e nos conecta com os guardiões da sabedoria, o Povo das Pedras.¹

As rochas são conhecidas geologicamente por conterem a história de nosso planeta. Sendo assim,
possuímos uma grande biblioteca sob nossos pés, dentro dos rios, nos altos das montanhas. A
medicina desta Lunação nos traz a oportunidade de acessar profundamente o conhecimento que a
natureza e a vida tem a nos oferecer. Esta memória ancestral está viva dentro de nós, para
acordá-la é preciso honrá-la, percebendo que somos a construção de toda uma geração de seres
antes de nós, muita história foi forjada em pedras, árvores e por nossos ancestrais antes de
estarmos aqui. Honrando esta história mudamos também a perspectiva egocêntrica que temos
sobre nossa vida e passamos a nos perceber como parte de uma história maior, e também
responsáveis de passá-la adiante.

O Sagrado ponto de vista do outro deve ser Honrado, pois carrega sua história e sua vivência.

Conheça sua história, tome consciência de sua linhagem, • Ensinamento:


daqueles que vieram antes de você. Honre sua ancestralidade e saiba que você é parte dessa
caminhada, honre quem veio antes de você e abra caminho para os que virão depois.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Tome consciência de sua

história, monte uma árvore genealógica, faça uma linha do tempo e olhe para trás, veja a
construção de você mesma, de suas relações. Perceba padrões herdados de seus ancestrais e
honre com amor e verdade. Deixe o que não cabe mais para trás e siga com os ensinamentos
valiosos que eles deixaram para você. Se sentir dificuldade, busque terapias como a Conste

lação Familiar, pode ser um grande chance de ressignificar sua história.


• Mês sugerido: Fevereiro (Hemisfério Norte), Julho (Hemisfério Sul). “A verdade não está com os
homens, mas entre os homens.”

Sócrates

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Carregar o Peso da Verdade
Aceitar a Verdade
A Guardiã da Igualdade e da Justiça

A Igualdade20
Esta Lunação é regida pelo marrom, a cor do solo que representa a Mãe Terra conectada com a
Lei Divina. ¹

Esta Lunação é a Guardiã da Igualdade e da Justiça, nos trazendo o ensinamento do julgamento


justo, não através da punição, mas nos ensinando os princípios da Lei Divina. São nossas ações,
as experiências que vivemos e todas as ressonâncias que elas provocam que nos conectam a esta
lunação. Aceitar a verdade é aceitar que ao fazermos uma escolha é importante estarmos
alinhados a ela e às suas implicações.

Assumir a responsabilidade e agir de acordo, para além do bem e do mal, é muito importante
para nosso desenvolvimento pessoal, por isso, nesta lunação, meias verdades ou justificativas
para o que escolhemos não são reais, são apenas confusões, distrações que nos distanciam do
peso do livre arbítrio. Enfrentar o movimento que criamos a cada escolha é ser humilde para
aceitar o eco de nossas ações, sem necessariamente olhar pelo lado ruim, com culpa,
arrependimento ou dor, mas olhar através da medicina da águia que observa distante,
objetivamente e percebe que tudo que escolhemos em nossa vida cria ondas nas quais é preciso
saber nadar, caso contrário, o peso da verdade nos afundará.

Olhe para seus movimentos e se perceba como uma • Ensinamento:


pedra jogada num lago. Ao tocar a água da superfície do lago gera movimentos que ecoam ao
seu redor. Assim é em sua vida e nas relações ao seu redor.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Perceba-se no centro de sua

vida e observe o lugar que você ocupa perguntando-se quais ondas são provocadas a partir do
lugar que você está neste momento. Se você está irritada no trânsito, perceba este lugar de raiva
que você ocupa e toda a onda que se forma ao seu redor. Se você está tranquila e em paz observe
como isso ressoa em suas relações. Dê um passo para trás, olhe e observe. Seja justa e verdadeira
no seu julgamento e perceba que tudo ao seu redor é a expressão do lugar que você ocupa aqui e
agora.

Março (Hemisfério Norte), Agosto (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“Um não dito com convicção é melhor e mais importante que um sim dito meramente para
agradar, ou, pior ainda, para evitar complicações.”

Mahatma Gandhi

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Mulher que Enxerga Longe
Ver a Verdade em Todas as Cores
A Protetora dos Portões Dourados e da

Fenda do Universo25
A Intuição

Esta Lunação está conectada à todo o espectro das cores pastéis, pois ela carrega a Medicina da
Profecia.¹

Ela é a Guardiã do Portal da Fenda do Universo e do Portal Dourado da Iluminação, a entrada


para diferentes reinos do Universo através da Jornada pelo Mundo dos Sonhos. Esta Lunação
desperta a Intuição que é nosso guia, levando-nos a diferentes reinos e dimensões, mostrando-
nos visões, ensinamentos, memórias esquecidas e lições a serem aprendidas.

A Mulher Intuitiva é uma Visionária, um Oráculo, uma Sonhadora. Nesta Lunação aprendemos a
validade dos nossos sonhos, das nossas visões e das nossas sensações mais sutis, mostrando-nos
a verdade através das visões que recebemos em nosso psiquismo. Seja do mundo tangível ou
intangível, cada um de nós possui a habilidade de ver através dos véus que separam os mundos,
basta estar com o coração aberto.

A intuição é a observação do óbvio e a escolha ao que nos conduz à nossa essência sem tentar
prever, pois a previsão nos leva à armadilha da projeção e da expectativa.
Ao ampliar nossa Intuição somos levados ao fluxo da nossa verdadeira essência.

Tudo existe no futuro, a manifestação das possibilidades se dá quando assumimos


• Ensinamento:
livremente nossas escolhas e aceitamos a verdade naquilo que vemos.
• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Entre em contato com seus

sonhos, crie um caderno, um diário ou um bloco onde você possa anotar seus sonhos ou as
sensações que tem ao acordar, caso não se lembre deles. Estimule sua intuição e sua visão sutil
através do uso de cartas sagradas e oráculos, deixe que a visão sobre o que existe nas
“entrelinhas”. Observe detalhes que ressaltam à sua Visão (interna), se desenvolva e refine sua
percepção através dessas práticas.

Abril (Hemisfério Norte), Setembro (Hemisfério Sul). “Tenha coragem de seguir o


• Mês sugerido:
que seu coração e sua intuição dizem. Eles já sabem o que você realmente deseja. Todo resto é
secundário.”

Steve Jobs

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Mulher que Escuta
Escutar a Verdade
A Protetora do Discernimento

A Escuta30
A quinta Lunação tem como sua cor o preto, que representa a busca por uma resposta.¹

A entrada no Silêncio é a Medicina desta lunação. Este lugar é onde conseguimos ouvir as
mensagens presentes na natureza, no nosso coração, no Espírito do Mundo. É a voz da nossa
verdade interior que nos dá o potencial da verdadeira realização pessoal.

Escutar e ouvir são percepções com diferentes profundidades em nossa consciência. Ouvir é
físico, é onde captamos os sons. Escutar é ouvir com atenção plena. É entender e internalizar o
que ouvimos. É atribuir significado, compreender e absorver internamente.

Expandir nossa capacidade de escutar é o convite desta lunação, pois ao ignorar ou interromper a
fala de alguém ou de algum ser, é acabar com a oportunidade de escutar algo que pode nos
promover desenvolvimento pessoal, ou seja, interrompemos nosso próprio crescimento. As
feridas que carregamos impedem a expansão dessa escuta, pois acreditamos que ao ouvir a
verdade estaremos nos machucando mais. Escutar a verdade é uma maravilhosa oportunidade de
Cura, pois, ao contrário do que imaginamos, quando escutamos com Amor e compaixão a
verdade existente em nós e em tudo ao nosso redor, podemos curar verdadeiramente nossas
feridas.

Mentir sobre os próprios sentimentos é não ouvir a ver• Ensinamento:


dade em nós. É preciso ter amor e maturidade para os que mentem sobre si, pois mostram o
quanto estão feridos.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Estar surdo diante das vozes

machucadas em nós é como ataduras sobre um machucado inflamado, causam infecção. Tratar
um sentimento ferido é como tratar uma ferida infeccionada, traz dor e requer carinho, amor e
escuta. Por isso, escute você mesmo ao longo de um mês. Fique com você mesmo, sinta, escreva
e fale em voz alta tudo o que dói, deixe sair pela boca e entrar pelos seus ouvidos. Ao mesmo
tempo, exercite sua escuta ouvindo os que estão próximos de você, retire-se do centro das
atenções e apenas ouça-os falando. Sinta a fala deles, de onde vem, como afeta você e aprimore
sua capacidade de sentir a fala para além dos dos ouvidos.

Maio (Hemisfério Norte), Outubro (Hemisfério Sul). “Ouve-me, ouve o meu


• Mês sugerido:
silêncio. O que falo nunca é o que falo e sim outra coisa. Capta essa outra coisa de que na
verdade falo porque eu mesma não posso.”

Clarice Lispector

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Contadora de Histórias
Falar a Verdade
A Protetora da Fala da Experiência Pessoal e da Verdade
A Contadora de Histórias

A sexta Lunação está no mês de maio e tem como sua cor o vermelho, símbolo de um coração
forte e juvenil, inocente e humilde.¹

Nesta etapa da caminhada das lunações, a Contadora de Histórias nos convida a falar a verdade,
através do nosso coração, com clareza e de forma concisa. É através dessa fala verdadeira que as
Tradições Orais sobrevivem, pois nos mostra a ter fé no caminho por mais que se apresente
como uma “floresta de ilusões”¹ criada pelas nossas próprias confusões.

Também temos a chance de aprender a falar com mais humor, rindo de nossas limitações e
percebendo que somos humanos. Quando rimos de nós mesmos, de nossos deslizes, de nossos
comportamentos infantis, nos abrimos com humor para a medicina do Coiote, aquele que nos
mostra com gargalhadas as durezas ou falhas do caminho. Esse aspecto Trickster, também
conhecido como Jocker, Coringa, Bobo da Corte ou Heyokah é aquele que ri de nós mesmos
quando defendemos com muita seriedade algumas bobeiras orgulhosas em nossa vida, mostrando
que tudo pode ser relativo, tudo pode ter outro olhar, mais leve e engraçado.

Ao aprendermos essas lições de forma irreverente, somos capazes de apresentar a verdade para
as próximas gerações, fortalecendo o conhecimento Ancestral e mantendo-o para as sete futuras
gerações.

Quando falamos meias verdades estamos feridos; quando • Ensinamento:


acrescentamos algo na fala do outro sem que nos tenha solicitado, não estamos presentes
ouvindo verdadeiramente a fala do outro; quando falamos com julgamentos não estamos
conectados com a fala da verdade, pois esta parte do coração, da emoção que as palavras causam
quando entram em contato conosco.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Escute as histórias das pes

soas ao seu redor com respeito e sem julgamento. Em contrapartida, ria de suas próprias
histórias, sem levar tudo tão á sério. Este é o momento de reviver momentos engraçado de sua
trajetória, de entender com humor sobre as lições que a vida te deu.

Junho (Hemisfério Norte), Novembro (Hemisfério Sul). “Sábio é todo aquele que
• Mês sugerido:
sabe rir de si mesmo.”

Livro Secret’s Scarlat


Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações
Aquela que Ama Todas as Coisas
Amar a Verdade
A Protetora da Sabedoria Sexual e do Auto Respeito O Amor e Sexualidade

Chegamos à sétima Lunação e a cor regente deste ciclo é o amarelo, assim como a cor do Grande
Avô Sol, cuja luz e brilho cobrem todas as coisas, sem distinção, julgamentos ou privilégios.¹

Amar a verdade presente em todas as coisas é encontrar o prazer presente em tudo que a Mãe
Terra nos oferece. É perceber que toda e qualquer ato que fazemos, como andar, comer, ouvir
música, olhar a pessoa amada ou o mar, pode ser um ato de amor e um ato de prazer, nutrindo
verdadeiramente nosso coração com amor e alegria, desde que ele esteja aberto para isso. Assim,
evitamos os escapes para os falsos prazeres nos vícios e nas compulsões.

Quando tomamos consciência dos padrões que nos distanciam do ato de amar a nós mesmos,
ganhamos a oportunidade de mudar de atitude e, então, evitar hábitos nocivos à nossa saúde e à
de nossas relações. Perceber que amar a si mesmo e se nutrir de amor e compaixão nos aproxima
da verdade existente em amar todas as coisas, nos faz enxergar o prazer da liberdade do amor.
Quando nos cuidamos, nos enxergamos e somos verdadeiros conosco, passamos a compreender a
verdade no outro e, assim, é desnecessário julgar, apontar ou criticar, o que realmente importa é
sentir a compaixão e o amor diante da verdade que o outro carrega. Por isso, essa Lunação é
também a guardiã da infância, da criança e da pureza, pois uma criança ama sem julgamentos,
sem preconceitos, com a pureza e inocência do seu coração.

Resgatar a pureza do ato de amar, sem julgamentos, pré-condições ou expectativas,


• Ensinamento:
apenas amar a verdade presente em todas as coisas.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo deste mês olhe

para tudo e para todos ao seu redor e sinta o amor que floresce em suas relações. Veja a beleza
existente em cada pessoa que está em seu círculo hoje, mesmo aquelas onde os conflitos sejam
mais frequentes, exercite sua capacidade de amar sem pré-requisitos.

Julho (Hemisfério Norte), Dezembro (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“A tarefa não é buscar o amor, mas apenas procurar e desfazer todas as barreiras dentro de si
mesmo que você construiu contra ele.”

Rumi

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Aquela que Cura
Servir a Verdade
A Protetora dos Mistérios da Vida, Morte e Renascimento A Curandeira
A cor é o azul por representar a intuição, a verdade e os sentimentos. O azul também representa
as águas, o elemento das emoções.¹

Aquela que Cura é a Guardiã dos segredos das benzedeiras e raizeiras, é aquela que guarda a
sabedoria da cura através das plantas e raízes, das árvores, do reino vegetal. Por isso, ela está
muito próxima e conectada com a natureza e seus ciclos.

Esta Lunação carrega em si a grande sabedoria curativa das plantas, as transformações através
dos ritos de passagem e os mistérios do ciclo de vida-morte-vida. Aquela que Cura, nos traz o
ensinamento de perceber em nós - e ao nosso redor - esses ciclos, de a fim de buscar a liberdade
através do desapego a cada mudança em nossa vida e a curar a nós mesmos com aquilo que a
Mãe Terra nos oferece. Ela é a cuidadora da nossa caminhada, nos acompanha desde o momento
do nascimento, quando nosso espírito começa sua jornada nesta existência, até o momento em
que é hora de partir para um novo ciclo da Roda de Cura. Esse grande processo pode ser visto ao
longo da vida, mas também a cada dia, a cada estação do ano, a cada momento de mudanças em
nossa vida. Cabe a nós estarmos conectadas com Aquela que Cura para aceitarmos os desafios e
as aventuras de cada mudança.

Buscar a conexão com a natureza através do potencial curativo das plantas e raízes,
• Ensinamento:
reconhecer os ritos de passagem e os ciclos da natureza e da nossa vida.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Nesta Lunação experimen

te observar os ciclos dentro dos ciclos, ou seja, observe primeiramente o ciclo do dia - como ele
nasce e morre a cada nascer e pôr do Sol. Observe o ciclo da sua semana – como ela começa, seu
estado de espírito, seu humor e disposição física. Observe o seu ciclo menstrual (caso ainda o
tenha) – como a cada dia seu corpo se transforma. Observe o ciclo da sua vida – as fases que
viveu, as mudanças pelas quais passou, veja se foi sofrido, se foi divertido, se foi sereno. Perceba
que você faz parte de um ciclo maior e que você se relaciona com este ciclo – as estações do ano,
as fases da vida. Busque se aproximar das terapias integrativas que usem a ervas, raízes e florais
para equilibrar seu corpo em processos de adoecimento leves, como gripes, resfriados, alergias,
coceiras de pele e vaginal, etc.

• Mês sugerido: Agosto (Hemisfério Norte), Janeiro (Hemisfério Sul).

“As nuvens sempre passam. Podem ser nuvens claras ou escuras, mas sempre passam. Talvez
tenha que chover uma tempestade, mas ela também passa. Compreenda que você não é a
nuvem, você é o céu.”
Sri Prem Baba

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher Pôr do Sol
Viver a Verdade
A Protetora dos Sonhos e Propósitos de Vida

O Propósito Divino50
Esta Lunação tem a cor verde, que nos traz a vontade de assegurar a abundância do futuro ao
preservar os recursos que nossa Mãe Terra nos oferece.¹

A medicina desta Lunação está conectada com a direção Oeste da Roda de cura, a direção dos
princípios femininos, a Mãe Terra e os saberes entre o pôr do sol e a noite estrelada. Aqui
aprendemos a nos conhecer internamente, buscamos metas e conquistas, é o mundo das formas,
materializar o que está no futuro, no abstrato, nas ideias.

A Mulher Pôr do Sol é guardiã das gerações que ainda virão, nos dando ensinamentos sobre o
que realmente precisamos, de como usar tudo aquilo que nos é dado, sem desperdiçar nada que
seja utilizável, como o alimento ou as experiências vividas. Por isso, ela também nos ensina a
honrar e agradecer a abundância da vida, mesmo com dificuldades no meio do caminho, pois
elas também fazem parte dessa abundância de saberes que a vida nos proporciona. Seja no
plantio e na colheita dos alimentos, ou no plantio e na colheita das vivências, ela nos ensina
como prover às 7 futuras gerações as “sementes” para os próximos “plantios”, seja na terra ou
seja na vida.

A entrada no Oeste é guiada pela Mulher Pôr do Sol para o encontro com nossa profundeza,
assim como as sementes estão enterradas no escuro da terra, nossos tesouros também estão
enterrados na escuridão de nossa alma. Para cavá-los é preciso buscar fundo as verdades que
moram dentro de nós.
A escuridão de nossa alma é como o útero de nossa alma feminina, possui o poder
• Ensinamento:
de gestar todos os tesouros criativos que existem dentro de nós. Este princípio feminino guarda o
potencial de nosso futuro, o potencial de manifestar no concreto o que habita o abstrato mundo
das ideias.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Perceba-se entrando numa

caverna e observe a partir de agora o seu mundo de dentro. Olhe e confronte as verdades que
estão no fundo de sua alma, por mais difíceis que sejam, pois somente assim é possível viver a
verdade. Veja a colheita de sua vida, tudo que você semeou ao longo desses anos, separe o que
não serve e use tudo que sirva para os passos futuros. Guarde os ensinamentos e passe-os
adiante, garantindo que a sabedoria seja passada para as próximas gerações. Busque os
conhecimentos do Portal do Oeste da Roda de Cura e se conecte a eles através das medicinas do
Oeste, como o Tambor Xamânico, a Jornada Xamânica, o Temazkal e tudo mais que ajude na
conexão com seu interior mais profundo.

• Mês sugerido: Setembro (Hemisfério Norte), Fevereiro (Hemisfério


Sul).
“A simplicidade é o último grau de sofisticação.”

Leonardo da Vinci

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Tece a Teia
Trabalhar com a Verdade
A Mãe da Criatividade, A Musa

Dar Vida aos Sonhos55


Chegamos à esta Lunação conectada à cor rosa, a cor da criatividade, a cor que representa a
criação através das nossas próprias mãos.¹

Esta Lunação nos coloca em contato com a força da criatividade, não somente a potência, mas
sua manifestação no mundo através da nossa disponibilidade em servir às nossas relações. Ela é a
Guardiã das Forças da Vida, pois nos orienta a criar vida, manifestar sonhos, desenvolver e usar
nossos talentos para acessar nosso potencial espiritual.

Esta Matriarca é Guardiã das Forças Criadoras tanto quanto das Forças Destruidoras, pois é ela
que acessamos quando precisamos destruir o que nos limita e também é ela quem chamamos
para criar novamente. Ela nos ensina a nutrir nossas criações através da Força do Instinto de
Sobrevivência, pois quando nosso corpo físico, mental, emocional ou espiritual estão ameaçados
ela nos mostra como acessar a Força da Vida para criar além da estagnação, além do medo e da
falta da auto expressão. Nos é dada a certeza de Ser através do desejo de criar e então a auto
expressão é o caminho da materialização da nossa essência espiritual.

Esta Lunação é como a Grande aranha, uma avó que tece a teia do universo e nos mostra que
cada círculo que tecemos toca o círculo de outras formas de vida, por isso é importante trabalhar
com a verdade, pois os círculos criados pela mentira e pela ganância irão em algum momento
devorar seu criador, assim como aqueles criados a partir do medo irão trazer as lições necessárias
para a superação dele. Por isso, os círculos que devemos criar são aqueles tecidos com o amor
pela criação, pelo desejo de compartilhar a abundância, assim, seus fios serão fortes e
permanecerão firmes até os sonhos serem cumpridos.

Quando alinhamos a verdade de nossos sonhos e desejos • Ensinamento:


com a Força da Criação presente dentro de nós podemos manifestar no mundo tangível, concreto
todos os nossos propósitos.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo desta Lunação

pergunte-se o que você realmente deseja para sua vida pessoal e/ou profissional, seja honesta
com você mesma para ouvir a resposta. Alinhe o seu desejo de criar com a decisão de criar, veja
o que é preciso para que seus sonhos possam se manifestar neste mundo concreto. Então, teça as
ações necessárias para a manifestação deste processo criativo, sempre percebendo o fluxo da
vida, olhando por onde ele te guia e como ele se apresenta à você, para isso, crie menos
expectativas e sinta mais por onde o rio da vida corre.

Outubro (Hemisfério Norte), Março (Hemisfério Sul). “Faça. Ou não faça. A


• Mês sugerido:
tentativa não existe.”

Yoda

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Anda Confiante
Caminhar a Verdade
A Protetora da Inovação e Perseverança

A Liderança60
Sinta a cor branca. É através desta cor que aprendemos como usar apropriadamente o
magnetismo e a vontade. ¹

Ao entrarmos nesta regência somos convidadas a compreender que a verdadeira liderança se faz
através do exemplo e não pelo ato de seguir outras pessoas. Para isso é preciso transformarmos
nossas palavras e pensamentos em ações.

A medicina da Mulher que Anda Confiante nos traz o orgulho da realização através da auto-
estima e não mais pela auto-importância, pois passamos a ver aquilo que somos e não mais o que
os outros acham ou pensam que somos, assim, a opinião do outro perde valor e a nossa, ganha
força. Quando caminhamos com a verdade, alinhando o que pensamos, o que falamos com o que
fazemos não é necessário temer o que o outro está achando sobre nós, pois nossa reputação é
baseada no nosso autoconhecimento, ou seja, no quanto estamos atentas às nossas habilidades, ao
nosso valor interior e à nossa integridade. Esta Lunação também é guardiã da liderança e dos
novos caminhos, logo, quando precisamos buscar novas possibilidade para inovar o que estamos
fazendo, esta medicina nos ensina a aplicar novas ideias, ampliando os conhecimentos ancestrais.

Deixar os medos de lado e ter força e vontade de agir. A ação deve estar alinhada
• Ensinamento:
com o que pensamos e sentimos.
• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Observe se o que você sente,

pensa ou fala está convergindo com suas ações. Veja se suas atitudes despertam admiração,
interesse ou respeito pelos outros. Repare se as pessoas que você considera líderes também
possuem este alinhamento, pois muitas vezes seguimos pessoas pela ilusão de palavras vazias e
não pela plenitude das ações verdadeiras. Veja se você está cuidando do seu corpo, da sua saúde
de forma que ele se torne flexível e ágil para suas ações, um corpo letárgico e preguiçoso impede
a mente de se expressar apropriadamente. Aqui é um bom momento de começar a cuidar da
saúde, realizar atividades físicas e estabelecer metas para que você construa sua caminhada
verdadeiramente.

Novembro (Hemisfério Norte), Abril (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d’água faz círculos
perfeitos”

Heráclito

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Agradece
Agradecer pela Verdade
A Mãe da Gratidão e Encorajamento

A Gratidão65
Sua cor é o roxo, a cor da cura e da gratidão. Quando acessamos a força de ser grato pelo que
temos, recebemos de volta como abrir espaços para a abundância futura¹

A grande medicina desta Lunação é a Gratidão, e para isso é importante sentirmos que cada lição
que nos é dada, por mais difícil que seja, está a serviço da nossa própria cura. Costumamos
agradecer apenas as coisas boas que nos acontecem, e raramente entendemos o porquê das
difíceis fases de nossa vida, mas ao percebermos que elas possuem em si a lição que precisamos
compreender naquele momento de nossa caminhada, então passamos por mais um rito de
passagem e completamos o círculo das bênçãos. Mas é preciso ter cuidado para não fazer do
agradecimento uma rotina vazia de vida, como um cotidiano hábito, pois, “dizer graças para as
refeições da mesma maneira a cada vez não expressa a verdadeira gratidão e por isso é sem
sentido.” ¹

Acessar a abundância não é apenas se abrir para receber, mas também compartilhar nossa fartura,
seja ela qual for, assim, mantemos o fluxo de nossas vidas, aprendendo o valor do dar e receber.
Sejamos gratos pelo o que podemos deixar ir, assim como somos gratos pelo que recebemos,
sejam os recursos provenientes do nosso trabalho, a cura de uma doença, mas também a comida
que comemos, o teto onde moramos, o calor do Avô Sol, a água que bebemos, o amor dos
amigos e familiares. Lembremos que as coisas se tornam tangíveis através de nossos
pensamentos, se pensarmos negativamente e com medo atrairemos lições difíceis na vida que nos
roubarão alegria de viver.
Agradeça pela sua vida abrindo seu coração para com• Ensinamento:
preender que tudo que você tem e todas as experiências que você viveu ou está vivendo são
lições que você precisa passar para melhor desenvolver seu espírito.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Comece logo pela manhã

a agradecer por ter acordado. Mesmo que você tenha um dia difícil pela frente, encare-o como
um grande ensinamento, observando todas as lições que cada etapa te apresenta. Observa se você
está agradecido por ter o que comer, o que beber, onde morar e as pessoas ao seu redor. Se você
se perceber frustrado ou ressentido por não ter exatamente o que você gostaria, olhe mais de
perto e veja o que você já tem e então se abra para mais abundância. Doe mais, veja o que
transborda em você e ofereça às suas relações, seja um abraço, um sorriso, roupas, dinheiro,
tempo, presença. Doe, abra espaço para a roda fluir e trazer mais para você. É uma boa época
para pensar em trabalhos voluntários, ouvir mais quem precisa, falar menos e observar mais.

Dezembro (Hemisfério Norte), Maio (Hemisfério Sul). “Só há felicidade se não


• Mês sugerido:
exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora
mágica chega sempre.”

Hermann Hesse

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Tornar-se sua visão
Ver a Verdade
A Mãe da Alquimia e dos Ritos de Passagem

A Alquimia70
Esta é a décima terceira lunação, a Lua Azul, a segunda Lua Cheia do mês. Nela, aprendemos a
nos tornar quem somos verdadeiramente. É o momento de dar forma a nossa Essência Espiritual.

Nesta Lunação nos deparamos com a Mãe das Mudanças, que nos ensina a fluir pelas lições e
ciclos que a espiritualidade envolve. Aqui é importante estarmos atentas às escolhas importantes
do nosso caminho e não mais sermos dragadas às ilusórias limitações que podem destruir nossas
visões. É o momento de sentirmos profundamente a mudança das formas limitadas do corpo, da
mente, das emoções e do espírito para as ilimitadas possibilidade do universo, de nos sentirmos a
extensão criativa do Grande Mistério. Para alcançarmos essa compreensão, é preciso que corpo,
mente, emoções e espírito estejam equilibrados e alinhados.

Aprendemos ao nos tornarmos nossa própria visão que somos tudo, e ao mesmo tempo somos
nada. Tudo ao nosso redor está dentro de nós, ao mesmo tempo que está fora de nós. Portanto, é
aqui que compreendemos nosso Mito pessoal, pois Torna-se sua Visão é a Guardiã do Mito
Pessoal, e é nele que aprendemos que “qualquer decisão que tomamos e cada objetivo que
escolhemos é como determinamos o conteúdo do nosso mito pessoal.” ¹

Transformar as visões em Devir, ou vir a Ser, a partir disso, qualquer rótulo ou demanda de fora
perde o sentido, pois entendemos que podemos ser quem e o que quisermos a qualquer momento,
basta nos libertarmos das limitações que envolvem nosso ser.

Esta Lunação te convida a se permitir ser um só com o • Ensinamento:


Grande Mistério, libertando-se de todos os rótulos que lhe foram dados ao longo da vida.
Conectando-se apenas com sua natureza divina mais essencial. SEJA VOCÊ!

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo da caminhada das

12 primeiras lunações, você aprendeu como compreender a verdade em todos as suas facetas e
lugares do mundo e da sua vida. Entendeu que cada ser animado ou inanimado da natureza está
conectado com você, percebeu que cada lição é dada a você para fazê-la caminhar superando
suas próprias limitações, sentiu a gratidão em dar e receber abundância, e agora, irá juntar todos
esses ensinamentos em sua sacola de medicinas e simplesmente deixar sua natureza se expressar
tal como ela sempre foi: linda, infinita e potente. Ao longo desse mês você será o que o Universo
gravou em você, isso pode ser chamado de destino, de DNA, de Prakruti, de Chi, não importa, é
você inteira e consciente de que é parte ao mesmo tempo em que é o próprio universo.

Todos os meses do ano que tiverem Lua Azul. “Cada história tem um final. Mas,
• Mês sugerido:
na vida, cada final é um recomeço.”

Filme Grande Menina, Pequena Mulher

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Ahnis Fraga
Facilitadora de Círculos de Mulheres Sacerdotisa da Lua Certi☐ied Angel Cards Reader® Thetahealer®

Rio de Janeiro é minha cidade, mas é pelo Mundo que caminho. Em 2010 conheci os Círculos de Mulheres e, em 2014, iniciei a
jornada como facilitadora de Círculos. Em 2016, reuni Mulheres na Suécia pela primeira vez e percebi que os Círculos
transcendem o idioma, a fala é do coração e da Alma. Através dos anos, busquei conhecimento com muitas Mulheres Medicina -
das ervas, dança, rituais, sabedorias ancestrais, oráculos, das Deusas e tantas outras. A cada dia descubro minha paixão pelo
caminho do Sagrado Feminino e escolho compartilhar minhas medicinas de Luz e Amor para que Mulheres descubram a Cura em
si e se transformem em Curadoras das suas relações de Vida e Divinas.
www.sacredfemininecircle.org
Maria Cristina de Resende
Psicóloga com especialização em Psicologia Junguiana e Arteterapia

Formada em Psicologia com Especialização em Psicologia Junguiana e Arteterapia. Formada em Terapia Floral e Terapia
Ayurveda. Cursando Alimentação Natural com Flávio Passos no curso Coma Foram da Caixa. Buscadora dos saberes ancestrais e
das medicinas da terra, facilitadora de Círculos de Mulheres, Oficinas de Desenvolvimento Pessoal da Mulher, Oficinas de
Práticas naturais para a saúde e o bem estar, criadora e artesã da linha de produtos de saboaria e cosmetologia natural com ervas
medicinas Medicinae Artesanal. Mãe, esposa, mulher.

A Caminhada das 13 Lunações


Baseado na obra “The Thirteen Original Clan Mothers” de Jamie Sams Projeto:
13matriarcas.org
Revisão: Márcia Bier e Sandra “Salamandra” Carvalho
Capa e Ilustrações: Duskeye • https://duskeye.carbonmade.com/ Projeto Gráfico e Diagramação:
Luana Monteiro Serpa
Sumário
O que é A Caminhada das 13 Lunações?
Página 5
Como Usar este E-Book
Página 7
I. Falar com Todas as Relações
Página 9
iI. Guardiã da Sabedoria
Página 14
Iii. Carregar o Peso da Verdade
Página 19
Iv. A Mulher que Enxerga Longe
Página 24
v. A Mulher que Escuta
Página 29
vI. A Contadora de Histórias
Página 34
viI. Aquela que Ama Todas as Coisas
Página 39
viiI. Aquela que Cura
Página 44
Ix. Mulher Pôr do Sol
Página 49
x. Mulher que Tece a Teia
Página 54
xI. Mulher que Anda Confiante
Página 59
xiI. Mulher que Agradece
Página 64
xiiI. Tornar-se sua Visão Página 69

Agradecimentos
Às Mulheres que colaboram a cada encontro nos Círculos de Mulheres, compartilham suas
histórias de Amor e Confiança! Às que confiaram nessa Caminhada e nos acompanham nas redes
e dão seus feedbacks de Amor. Somos gratas à Natália Cabral, Alcilene Moraes, Michele Rangel,
Maria Lima, Benicia Honório, Andréa Silvia e todas as que vibram a cada Caminhada!

Gratidão!
O que é A Caminhada das 13 Lunações?
“Somente curando a si mesmas é que as mulheres poderão curar os outros e educar melhor as
futuras gerações, corrigindo, assim, os padrões familiares corrompidos. Apenas honrando seus
corpos, suas mentes e suas necessidades emocionais, as mulheres terão condições de realizar
seus sonhos.” 1

(“The Thirteen Original Clan Mothers” de Jamie Sams)1 Tradução Livre

Os Círculos de Mulheres tem nos proporcionado ao longos de muitos anos conexão com a nossa
Verdade trazendo força para realizar nossos sonhos. Motivadas por essas experiências pessoais,
idealizamos o projeto “O Ciclo das 13 Matriarcas” onde buscamos compartilhar com as
Mulheres esse caminho de cura e desenvolvimento pessoal.

Cada Matriarca corresponde a uma Lunação. Cada Lunação traz uma energia.
Cada energia
traz um ensinamento para que possamos transmutar um desafio ou potencializar nossos dons e
talentos.

Ao longo da caminhada sugerimos que você experimente uma lunação a cada mês, ou seja, cada
mês será uma Matriarca vivida pelo tempo de uma Lua. Mas você é livre para viver cada
Matriarca a qualquer momento que ela for necessária em sua vida.
Caso decida viver uma a uma a cada lunação, escolha a fase da Lua que gostaria de começar e
perceba que uma caminhada tem a duração de um Ciclo Lunar, isto é, inicia no primeiro dia da
Lua escolhida e termina um dia antes do primeiro dia desta mesma Lua. O que é isso?

Por exemplo: Você inicia sua Caminhada da 4ª Lunação, a 4ª Matriarca, A Intuição no primeiro
dia da Lua Cheia e termina no último dia da Lua Crescente.

A Caminhada de uma Lunação dura 4 semanas ou 28 dias - um ciclo Lunar.

Recomendamos iniciar na Lua Cheia se a energia da Matriarca, isto é, a Lunação que você
escolheu caminhar, é algo que queira ampliar e potencializar. A Lua Cheia é a fase lunar de
realização, manifestação, ação, fluidez, aceitação, crescimento e plenitude.
Se é algum desafio, algo que queira transmutar, recomendamos iniciar na Lua Nova que tem a
energia de renovação, recomeço, renascimento. É uma Lua de tomada de consciência e
observação.

Durante a Caminhada da Lunação, busque medicinas (terapias, atividades etc) que ampliem sua
consciência desta energia.

Por exemplo: Se escolher a 4ª Lunação, são recomendadas Medicinas como Oráculos, Tarô,
Mindfulness, Yoga e atividades são Medicinas que te conduzem a ampliar ou desenvolver sua
Intuição.

Porém o mais importante é que esteja comprometida com você, se dedicando tempo, carinho e
Amor nesta linda Caminhada das 13 Lunações! www.13matriarcas.org

Desejamos Amor e Confiança!


Ahnis Fraga do Nascimento
Maria Cristina de Resende

Como usar este E-Book:


Este e-book foi escrito a partir do estudo da lenda das 13 Matriarcas (“The Thirteen Original
Clan Mothers” de Jamie Sams) somada à experiência pessoal ao longo da caminhada de cada
uma das autoras.

Nosso propósito é convidar cada pessoa que tenha acesso, seja mulher ou homem, para uma
Caminhada através das 13 Lunações ensinadas por cada uma das 13 Matriarcas. Cada Matriarca
será apresentada com um breve resumo sobre o que é cada uma dessas etapas, o ensinamento
principal e uma sugestão para reflexão e exercício de tomada de consciência ao longo da
Lunação - 28 dias ou um ciclo lunar ou um mês, se preferir e for mais adequado para você.

A partir do momento que este e-book chegar até você, está é a hora de começar a trilhar A
Caminhada das 13 Lunações do Ciclo das 13 Matriarcas. As Lunações são relacionadas com
cada mês do ano. Porém para que aguardar a chegada de janeiro para iniciar? Começa agora sua
Caminhada!

Saboreie a caminhada, observe a estrada e sinta a brisa batendo em sua pele cada vez que virar a
página. Você terá uma ilustração e uma linda página de notas neste e-book que será seu
companheiro, guardando suas impressões, sonhos, insights, sentimentos e sensações e tudo mais
que você sentir necessário ao decorrer desta linda Caminhada que escolheu para se compreender
e ampliar a consciência sobre si.

Esta é uma viagem solo, somente você pode fazê-la, mas garantimos que a cada Caminhada
vivenciada você se deliciará com o gosto da consciência, do autoconhecimento e da conexão
cada vez mais fina com todas as suas relações, com o ambiente ao se redor e com o universo que
habita dentro e fora de cada um de nós.

Boa Caminhada!

Ahnis Fraga do Nascimento


Maria Cristina de Resende
Falar com Todas as Relações
Comunicar a Verdade
A Mãe Natureza

As Relações10
Esta Lunação tem como cor o laranja, a cor da Chama do Eterno Amor,
representando nosso parentesco com todas as formas de vida da Terra.¹

Esta Matriarca nos conecta uns aos outros e a tudo no nosso Planeta, nos mostrando que somos
frutos de uma mesma fonte: A Grande Força da Criação. Por isso, possuímos irmãos e irmãs que
se tornam aliados em nosso caminho de desenvolvimento pessoal: nossas relações, as pedras, as
árvores, as plantas, as nuvens, os animais, os elementos primordiais
- a água, o ar, a terra e o fogo - todos estão unidos pela mesma origem e juntos pelo ato de criar
vida e consciência, ajudando uns aos outros na caminhada pela verdade.

Comunicar-se com todas as coisas não se resume em apenas falar com elas. Falar é apenas um
ato físico, é a emissão de sons que podem não transmitir quaisquer informações.
Comunicar-se é a forma como compartilhamos nossa compreensão das coisas ao outro
transmitindo uma informação a partir da nossa verdade interior.

Aqui, temos a oportunidade de aprimorar nossa comunicação com tudo ao nosso redor assim
como descobrir a linguagem oculta da natureza, sentir a pulsação e o ritmo da Mãe Terra e de
tudo que vem dela. Aprendemos como sentir as estações do ano em nossa vida, em nosso corpo,
sentimos como cada elemento da natureza nos afeta, como cada ser vivo se comunica conosco.
Ao estabelecermos essa comunicação, começamos a respeitar verdadeiramente a vida, a
sabedoria de cada ser existente neste planeta e então, aprendemos a verdade sobre a vida, sobre
nossas relações e sobre o Amor.

• Ensinamento: Somos
todos um só, filhos da Criação e do Grande Mistério. É preciso relembrar o
idioma do Amor, o único capaz de fazer com que nos conectemos com todas as nossas relações.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Abra seus ouvidos e seus

olhos para ouvir e ver como a natureza se comunica com você. Sente-se de frente para o mar,
para uma árvore e observe, sinta este ser vivo diante de você, sua pulsação, seu ritmo, seu cheiro,
seus sons, se conecte com ele num nível mais profundo que a agitação do dia a dia. Olhe para
uma pedra e veja como ela se comunica com você, será através de imagens? Será através de
formas? Abra seu coração e sinta a comunhão entre todas as coisas. Talvez seja um bom
momento para experimentar formas naturais de cuidar de si mesma.

Janeiro (Hemisfério Norte) e Junho (Hemisfério Sul). “O desejo de ir em direção


• Mês sugerido:
ao outro, de se comunicar com ele, ajudá-lo de forma eficiente, faz nascer em nós uma imensa
energia e uma grande alegria, sem

nenhuma sensação de cansaço.”Dalai Lama

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Guardiã da Sabedoria
Honrar a Verdade
A Protetora da Tradição Sagrada

As Tradições Sagradas15
Esta Lunação tem como cor o cinza, que nos lembra que nem tudo é apenas preto ou branco, é a
cor da Amizade e nos conecta com os guardiões da sabedoria, o Povo das Pedras.¹

As rochas são conhecidas geologicamente por conterem a história de nosso planeta. Sendo assim,
possuímos uma grande biblioteca sob nossos pés, dentro dos rios, nos altos das montanhas. A
medicina desta Lunação nos traz a oportunidade de acessar profundamente o conhecimento que a
natureza e a vida tem a nos oferecer. Esta memória ancestral está viva dentro de nós, para
acordá-la é preciso honrá-la, percebendo que somos a construção de toda uma geração de seres
antes de nós, muita história foi forjada em pedras, árvores e por nossos ancestrais antes de
estarmos aqui. Honrando esta história mudamos também a perspectiva egocêntrica que temos
sobre nossa vida e passamos a nos perceber como parte de uma história maior, e também
responsáveis de passá-la adiante.

O Sagrado ponto de vista do outro deve ser Honrado, pois carrega sua história e sua vivência.

Conheça sua história, tome consciência de sua linhagem, • Ensinamento:


daqueles que vieram antes de você. Honre sua ancestralidade e saiba que você é parte dessa
caminhada, honre quem veio antes de você e abra caminho para os que virão depois.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Tome consciência de sua

história, monte uma árvore genealógica, faça uma linha do tempo e olhe para trás, veja a
construção de você mesma, de suas relações. Perceba padrões herdados de seus ancestrais e
honre com amor e verdade. Deixe o que não cabe mais para trás e siga com os ensinamentos
valiosos que eles deixaram para você. Se sentir dificuldade, busque terapias como a Conste

lação Familiar, pode ser um grande chance de ressignificar sua história.


• Mês sugerido: Fevereiro (Hemisfério Norte), Julho (Hemisfério Sul).

“A verdade não está com os homens, mas entre os homens.” Sócrates

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Carregar o Peso da Verdade
Aceitar a Verdade
A Guardiã da Igualdade e da Justiça

A Igualdade20
Esta Lunação é regida pelo marrom, a cor do solo que representa a Mãe
Terra conectada com a Lei Divina. ¹

Esta Lunação é a Guardiã da Igualdade e da Justiça, nos trazendo o ensinamento do julgamento


justo, não através da punição, mas nos ensinando os princípios da Lei Divina. São nossas ações,
as experiências que vivemos e todas as ressonâncias que elas provocam que nos conectam a esta
lunação. Aceitar a verdade é aceitar que ao fazermos uma escolha é importante estarmos
alinhados a ela e às suas implicações.

Assumir a responsabilidade e agir de acordo, para além do bem e do mal, é muito importante
para nosso desenvolvimento pessoal, por isso, nesta lunação, meias verdades ou justificativas
para o que escolhemos não são reais, são apenas confusões, distrações que nos distanciam do
peso do livre arbítrio. Enfrentar o movimento que criamos a cada escolha é ser humilde para
aceitar o eco de nossas ações, sem necessariamente olhar pelo lado ruim, com culpa,
arrependimento ou dor, mas olhar através da medicina da águia que observa distante,
objetivamente e percebe que tudo que escolhemos em nossa vida cria ondas nas quais é preciso
saber nadar, caso contrário, o peso da verdade nos afundará.

Olhe para seus movimentos e se perceba como uma • Ensinamento:


pedra jogada num lago. Ao tocar a água da superfície do lago gera movimentos que ecoam ao
seu redor. Assim é em sua vida e nas relações ao seu redor.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Perceba-se no centro de sua

vida e observe o lugar que você ocupa perguntando-se quais ondas são provocadas a partir do
lugar que você está neste momento. Se você está irritada no trânsito, perceba este lugar de raiva
que você ocupa e toda a onda que se forma ao seu redor. Se você está tranquila e em paz observe
como isso ressoa em suas relações. Dê um passo para trás, olhe e observe. Seja justa e verdadeira
no seu julgamento e perceba que tudo ao seu redor é a expressão do lugar que você ocupa aqui e
agora.

Março (Hemisfério Norte), Agosto (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“Um não dito com convicção é melhor e mais importante que um sim dito meramente para
agradar, ou, pior ainda, para evitar complicações.”

Mahatma Gandhi

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Mulher que Enxerga Longe
Ver a Verdade em Todas as Cores
A Protetora dos Portões Dourados e da

Fenda do Universo25
A Intuição
Esta Lunação está conectada à todo o espectro das cores pastéis, pois ela carrega a Medicina da
Profecia.¹

Ela é a Guardiã do Portal da Fenda do Universo e do Portal Dourado da Iluminação, a entrada


para diferentes reinos do Universo através da Jornada pelo Mundo dos Sonhos. Esta Lunação
desperta a Intuição que é nosso guia, levando-nos a diferentes reinos e dimensões, mostrando-
nos visões, ensinamentos, memórias esquecidas e lições a serem aprendidas.

A Mulher Intuitiva é uma Visionária, um Oráculo, uma Sonhadora. Nesta Lunação aprendemos a
validade dos nossos sonhos, das nossas visões e das nossas sensações mais sutis, mostrando-nos
a verdade através das visões que recebemos em nosso psiquismo. Seja do mundo tangível ou
intangível, cada um de nós possui a habilidade de ver através dos véus que separam os mundos,
basta estar com o coração aberto.

A intuição é a observação do óbvio e a escolha ao que nos conduz à nossa essência sem tentar
prever, pois a previsão nos leva à armadilha da projeção e da expectativa.
Ao ampliar nossa Intuição somos levados ao fluxo da nossa verdadeira essência.

Tudo existe no futuro, a manifestação das possibilidades se dá quando assumimos


• Ensinamento:
livremente nossas escolhas e aceitamos a verdade naquilo que vemos.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Entre em contato com seus

sonhos, crie um caderno, um diário ou um bloco onde você possa anotar seus sonhos ou as
sensações que tem ao acordar, caso não se lembre deles. Estimule sua intuição e sua visão sutil
através do uso de cartas sagradas e oráculos, deixe que a visão sobre o que existe nas
“entrelinhas”. Observe detalhes que ressaltam à sua Visão (interna), se desenvolva e refine sua
percepção através dessas práticas.

Abril (Hemisfério Norte), Setembro (Hemisfério Sul). “Tenha coragem de seguir o


• Mês sugerido:
que seu coração e sua intuição dizem. Eles já sabem o que você realmente deseja. Todo resto é
secundário.”

Steve Jobs

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Mulher que Escuta
Escutar a Verdade
A Protetora do Discernimento

A Escuta30
A quinta Lunação tem como sua cor o preto, que representa a busca por uma resposta.¹

A entrada no Silêncio é a Medicina desta lunação. Este lugar é onde conseguimos ouvir as
mensagens presentes na natureza, no nosso coração, no Espírito do Mundo. É a voz da nossa
verdade interior que nos dá o potencial da verdadeira realização pessoal.

Escutar e ouvir são percepções com diferentes profundidades em nossa consciência. Ouvir é
físico, é onde captamos os sons. Escutar é ouvir com atenção plena. É entender e internalizar o
que ouvimos. É atribuir significado, compreender e absorver internamente.

Expandir nossa capacidade de escutar é o convite desta lunação, pois ao ignorar ou interromper a
fala de alguém ou de algum ser, é acabar com a oportunidade de escutar algo que pode nos
promover desenvolvimento pessoal, ou seja, interrompemos nosso próprio crescimento. As
feridas que carregamos impedem a expansão dessa escuta, pois acreditamos que ao ouvir a
verdade estaremos nos machucando mais. Escutar a verdade é uma maravilhosa oportunidade de
Cura, pois, ao contrário do que imaginamos, quando escutamos com Amor e compaixão a
verdade existente em nós e em tudo ao nosso redor, podemos curar verdadeiramente nossas
feridas.

Mentir sobre os próprios sentimentos é não ouvir a ver• Ensinamento:


dade em nós. É preciso ter amor e maturidade para os que mentem sobre si, pois mostram o
quanto estão feridos.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Estar surdo diante das vozes

machucadas em nós é como ataduras sobre um machucado inflamado, causam infecção. Tratar
um sentimento ferido é como tratar uma ferida infeccionada, traz dor e requer carinho, amor e
escuta. Por isso, escute você mesmo ao longo de um mês. Fique com você mesmo, sinta, escreva
e fale em voz alta tudo o que dói, deixe sair pela boca e entrar pelos seus ouvidos. Ao mesmo
tempo, exercite sua escuta ouvindo os que estão próximos de você, retire-se do centro das
atenções e apenas ouça-os falando. Sinta a fala deles, de onde vem, como afeta você e aprimore
sua capacidade de sentir a fala para além dos dos ouvidos.

Maio (Hemisfério Norte), Outubro (Hemisfério Sul). “Ouve-me, ouve o meu


• Mês sugerido:
silêncio. O que falo nunca é o que falo e sim outra coisa. Capta essa outra coisa de que na
verdade falo porque eu mesma não posso.”

Clarice Lispector

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


A Contadora de Histórias
Falar a Verdade
A Protetora da Fala da Experiência Pessoal e da Verdade
A Contadora de Histórias

A sexta Lunação está no mês de maio e tem como sua cor o vermelho, símbolo de um coração
forte e juvenil, inocente e humilde.¹

Nesta etapa da caminhada das lunações, a Contadora de Histórias nos convida a falar a verdade,
através do nosso coração, com clareza e de forma concisa. É através dessa fala verdadeira que as
Tradições Orais sobrevivem, pois nos mostra a ter fé no caminho por mais que se apresente
como uma “floresta de ilusões”¹ criada pelas nossas próprias confusões.

Também temos a chance de aprender a falar com mais humor, rindo de nossas limitações e
percebendo que somos humanos. Quando rimos de nós mesmos, de nossos deslizes, de nossos
comportamentos infantis, nos abrimos com humor para a medicina do Coiote, aquele que nos
mostra com gargalhadas as durezas ou falhas do caminho. Esse aspecto Trickster, também
conhecido como Jocker, Coringa, Bobo da Corte ou Heyokah é aquele que ri de nós mesmos
quando defendemos com muita seriedade algumas bobeiras orgulhosas em nossa vida, mostrando
que tudo pode ser relativo, tudo pode ter outro olhar, mais leve e engraçado.

Ao aprendermos essas lições de forma irreverente, somos capazes de apresentar a verdade para
as próximas gerações, fortalecendo o conhecimento Ancestral e mantendo-o para as sete futuras
gerações.

Quando falamos meias verdades estamos feridos; quando • Ensinamento:


acrescentamos algo na fala do outro sem que nos tenha solicitado, não estamos presentes
ouvindo verdadeiramente a fala do outro; quando falamos com julgamentos não estamos
conectados com a fala da verdade, pois esta parte do coração, da emoção que as palavras causam
quando entram em contato conosco.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Escute as histórias das pes

soas ao seu redor com respeito e sem julgamento. Em contrapartida, ria de suas próprias
histórias, sem levar tudo tão á sério. Este é o momento de reviver momentos engraçado de sua
trajetória, de entender com humor sobre as lições que a vida te deu.

Junho (Hemisfério Norte), Novembro (Hemisfério Sul). “Sábio é todo aquele que
• Mês sugerido:
sabe rir de si mesmo.”

Livro Secret’s Scarlat


Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações
Aquela que Ama Todas as Coisas
Amar a Verdade
A Protetora da Sabedoria Sexual e do Auto Respeito O Amor e Sexualidade

Chegamos à sétima Lunação e a cor regente deste ciclo é o amarelo, assim como a cor do Grande
Avô Sol, cuja luz e brilho cobrem todas as coisas, sem distinção, julgamentos ou privilégios.¹

Amar a verdade presente em todas as coisas é encontrar o prazer presente em tudo que a Mãe
Terra nos oferece. É perceber que toda e qualquer ato que fazemos, como andar, comer, ouvir
música, olhar a pessoa amada ou o mar, pode ser um ato de amor e um ato de prazer, nutrindo
verdadeiramente nosso coração com amor e alegria, desde que ele esteja aberto para isso. Assim,
evitamos os escapes para os falsos prazeres nos vícios e nas compulsões.

Quando tomamos consciência dos padrões que nos distanciam do ato de amar a nós mesmos,
ganhamos a oportunidade de mudar de atitude e, então, evitar hábitos nocivos à nossa saúde e à
de nossas relações. Perceber que amar a si mesmo e se nutrir de amor e compaixão nos aproxima
da verdade existente em amar todas as coisas, nos faz enxergar o prazer da liberdade do amor.
Quando nos cuidamos, nos enxergamos e somos verdadeiros conosco, passamos a compreender a
verdade no outro e, assim, é desnecessário julgar, apontar ou criticar, o que realmente importa é
sentir a compaixão e o amor diante da verdade que o outro carrega. Por isso, essa Lunação é
também a guardiã da infância, da criança e da pureza, pois uma criança ama sem julgamentos,
sem preconceitos, com a pureza e inocência do seu coração.

Resgatar a pureza do ato de amar, sem julgamentos, pré-condições ou expectativas,


• Ensinamento:
apenas amar a verdade presente em todas as coisas.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo deste mês olhe

para tudo e para todos ao seu redor e sinta o amor que floresce em suas relações. Veja a beleza
existente em cada pessoa que está em seu círculo hoje, mesmo aquelas onde os conflitos sejam
mais frequentes, exercite sua capacidade de amar sem pré-requisitos.

Julho (Hemisfério Norte), Dezembro (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“A tarefa não é buscar o amor, mas apenas procurar e desfazer todas as barreiras dentro de si
mesmo que você construiu contra ele.”

Rumi

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Aquela que Cura
Servir a Verdade
A Protetora dos Mistérios da Vida, Morte e Renascimento
A Curandeira

A cor é o azul por representar a intuição, a verdade e os sentimentos. O azul também representa
as águas, o elemento das emoções.¹

Aquela que Cura é a Guardiã dos segredos das benzedeiras e raizeiras, é aquela que guarda a
sabedoria da cura através das plantas e raízes, das árvores, do reino vegetal. Por isso, ela está
muito próxima e conectada com a natureza e seus ciclos.

Esta Lunação carrega em si a grande sabedoria curativa das plantas, as transformações através
dos ritos de passagem e os mistérios do ciclo de vida-morte-vida. Aquela que Cura, nos traz o
ensinamento de perceber em nós - e ao nosso redor - esses ciclos, de a fim de buscar a liberdade
através do desapego a cada mudança em nossa vida e a curar a nós mesmos com aquilo que a
Mãe Terra nos oferece. Ela é a cuidadora da nossa caminhada, nos acompanha desde o momento
do nascimento, quando nosso espírito começa sua jornada nesta existência, até o momento em
que é hora de partir para um novo ciclo da Roda de Cura. Esse grande processo pode ser visto ao
longo da vida, mas também a cada dia, a cada estação do ano, a cada momento de mudanças em
nossa vida. Cabe a nós estarmos conectadas com Aquela que Cura para aceitarmos os desafios e
as aventuras de cada mudança.

Buscar a conexão com a natureza através do potencial curativo das plantas e raízes,
• Ensinamento:
reconhecer os ritos de passagem e os ciclos da natureza e da nossa vida.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Nesta Lunação experimen

te observar os ciclos dentro dos ciclos, ou seja, observe primeiramente o ciclo do dia - como ele
nasce e morre a cada nascer e pôr do Sol. Observe o ciclo da sua semana – como ela começa, seu
estado de espírito, seu humor e disposição física. Observe o seu ciclo menstrual (caso ainda o
tenha) – como a cada dia seu corpo se transforma. Observe o ciclo da sua vida – as fases que
viveu, as mudanças pelas quais passou, veja se foi sofrido, se foi divertido, se foi sereno. Perceba
que você faz parte de um ciclo maior e que você se relaciona com este ciclo – as estações do ano,
as fases da vida. Busque se aproximar das terapias integrativas que usem a ervas, raízes e florais
para equilibrar seu corpo em processos de adoecimento leves, como gripes, resfriados, alergias,
coceiras de pele e vaginal, etc.

• Mês sugerido: Agosto


(Hemisfério Norte), Janeiro (Hemisfério Sul).
“As nuvens sempre passam. Podem ser nuvens claras ou escuras, mas sempre passam. Talvez
tenha que chover uma tempestade, mas ela também passa.
Compreenda que você não é a nuvem, você é o céu.” Sri Prem Baba

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher Pôr do Sol
Viver a Verdade
A Protetora dos Sonhos e Propósitos de Vida

O Propósito Divino50
Esta Lunação tem a cor verde, que nos traz a vontade de assegurar a abundância do futuro ao
preservar os recursos que nossa Mãe Terra nos oferece.¹

A medicina desta Lunação está conectada com a direção Oeste da Roda de cura, a direção dos
princípios femininos, a Mãe Terra e os saberes entre o pôr do sol e a noite estrelada. Aqui
aprendemos a nos conhecer internamente, buscamos metas e conquistas, é o mundo das formas,
materializar o que está no futuro, no abstrato, nas ideias.

A Mulher Pôr do Sol é guardiã das gerações que ainda virão, nos dando ensinamentos sobre o
que realmente precisamos, de como usar tudo aquilo que nos é dado, sem desperdiçar nada que
seja utilizável, como o alimento ou as experiências vividas. Por isso, ela também nos ensina a
honrar e agradecer a abundância da vida, mesmo com dificuldades no meio do caminho, pois
elas também fazem parte dessa abundância de saberes que a vida nos proporciona. Seja no
plantio e na colheita dos alimentos, ou no plantio e na colheita das vivências, ela nos ensina
como prover às 7 futuras gerações as “sementes” para os próximos “plantios”, seja na terra ou
seja na vida.

A entrada no Oeste é guiada pela Mulher Pôr do Sol para o encontro com nossa profundeza,
assim como as sementes estão enterradas no escuro da terra, nossos tesouros também estão
enterrados na escuridão de nossa alma. Para cavá-los é preciso buscar fundo as verdades que
moram dentro de nós.
A escuridão de nossa alma é como o útero de nossa alma feminina, possui o poder
• Ensinamento:
de gestar todos os tesouros criativos que existem dentro de nós. Este princípio feminino guarda o
potencial de nosso futuro, o potencial de manifestar no concreto o que habita o abstrato mundo
das ideias.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Perceba-se entrando numa

caverna e observe a partir de agora o seu mundo de dentro. Olhe e confronte as verdades que
estão no fundo de sua alma, por mais difíceis que sejam, pois somente assim é possível viver a
verdade. Veja a colheita de sua vida, tudo que você semeou ao longo desses anos, separe o que
não serve e use tudo que sirva para os passos futuros. Guarde os ensinamentos e passe-os
adiante, garantindo que a sabedoria seja passada para as próximas gerações. Busque os
conhecimentos do Portal do Oeste da Roda de Cura e se conecte a eles através das medicinas do
Oeste, como o Tambor Xamânico, a Jornada Xamânica, o Temazkal e tudo mais que ajude na
conexão com seu interior mais profundo.

Setembro (Hemisfério Norte), Fevereiro (Hemisfério • Mês sugerido:


Sul).
“A simplicidade é o último grau de sofisticação.”

Leonardo da Vinci

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Tece a Teia
Trabalhar com a Verdade
A Mãe da Criatividade, A Musa

Dar Vida aos Sonhos55


Chegamos à esta Lunação conectada à cor rosa, a cor da criatividade, a cor que representa a
criação através das nossas próprias mãos.¹

Esta Lunação nos coloca em contato com a força da criatividade, não somente a potência, mas
sua manifestação no mundo através da nossa disponibilidade em servir às nossas relações. Ela é a
Guardiã das Forças da Vida, pois nos orienta a criar vida, manifestar sonhos, desenvolver e usar
nossos talentos para acessar nosso potencial espiritual.

Esta Matriarca é Guardiã das Forças Criadoras tanto quanto das Forças Destruidoras, pois é ela
que acessamos quando precisamos destruir o que nos limita e também é ela quem chamamos
para criar novamente. Ela nos ensina a nutrir nossas criações através da Força do Instinto de
Sobrevivência, pois quando nosso corpo físico, mental, emocional ou espiritual estão ameaçados
ela nos mostra como acessar a Força da Vida para criar além da estagnação, além do medo e da
falta da auto expressão. Nos é dada a certeza de Ser através do desejo de criar e então a auto
expressão é o caminho da materialização da nossa essência espiritual.

Esta Lunação é como a Grande aranha, uma avó que tece a teia do universo e nos mostra que
cada círculo que tecemos toca o círculo de outras formas de vida, por isso é importante trabalhar
com a verdade, pois os círculos criados pela mentira e pela ganância irão em algum momento
devorar seu criador, assim como aqueles criados a partir do medo irão trazer as lições necessárias
para a superação dele. Por isso, os círculos que devemos criar são aqueles tecidos com o amor
pela criação, pelo desejo de compartilhar a abundância, assim, seus fios serão fortes e
permanecerão firmes até os sonhos serem cumpridos.

Quando alinhamos a verdade de nossos sonhos e desejos • Ensinamento:


com a Força da Criação presente dentro de nós podemos manifestar no mundo tangível, concreto
todos os nossos propósitos.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo desta Lunação

pergunte-se o que você realmente deseja para sua vida pessoal e/ou profissional, seja honesta
com você mesma para ouvir a resposta. Alinhe o seu desejo de criar com a decisão de criar, veja
o que é preciso para que seus sonhos possam se manifestar neste mundo concreto. Então, teça as
ações necessárias para a manifestação deste processo criativo, sempre percebendo o fluxo da
vida, olhando por onde ele te guia e como ele se apresenta à você, para isso, crie menos
expectativas e sinta mais por onde o rio da vida corre.

Outubro (Hemisfério Norte), Março (Hemisfério Sul). “Faça. Ou não faça. A


• Mês sugerido:
tentativa não existe.”

Yoda

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Anda Confiante
Caminhar a Verdade
A Protetora da Inovação e Perseverança

A Liderança60
Sinta a cor branca. É através desta cor que aprendemos como usar apropriadamente o
magnetismo e a vontade. ¹

Ao entrarmos nesta regência somos convidadas a compreender que a verdadeira liderança se faz
através do exemplo e não pelo ato de seguir outras pessoas. Para isso é preciso transformarmos
nossas palavras e pensamentos em ações.

A medicina da Mulher que Anda Confiante nos traz o orgulho da realização através da auto-
estima e não mais pela auto-importância, pois passamos a ver aquilo que somos e não mais o que
os outros acham ou pensam que somos, assim, a opinião do outro perde valor e a nossa, ganha
força. Quando caminhamos com a verdade, alinhando o que pensamos, o que falamos com o que
fazemos não é necessário temer o que o outro está achando sobre nós, pois nossa reputação é
baseada no nosso autoconhecimento, ou seja, no quanto estamos atentas às nossas habilidades, ao
nosso valor interior e à nossa integridade. Esta Lunação também é guardiã da liderança e dos
novos caminhos, logo, quando precisamos buscar novas possibilidade para inovar o que estamos
fazendo, esta medicina nos ensina a aplicar novas ideias, ampliando os conhecimentos ancestrais.

Deixar os medos de lado e ter força e vontade de agir. A ação deve estar alinhada
• Ensinamento:
com o que pensamos e sentimos.
• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Observe se o que você sente,

pensa ou fala está convergindo com suas ações. Veja se suas atitudes despertam admiração,
interesse ou respeito pelos outros. Repare se as pessoas que você considera líderes também
possuem este alinhamento, pois muitas vezes seguimos pessoas pela ilusão de palavras vazias e
não pela plenitude das ações verdadeiras. Veja se você está cuidando do seu corpo, da sua saúde
de forma que ele se torne flexível e ágil para suas ações, um corpo letárgico e preguiçoso impede
a mente de se expressar apropriadamente. Aqui é um bom momento de começar a cuidar da
saúde, realizar atividades físicas e estabelecer metas para que você construa sua caminhada
verdadeiramente.

Novembro (Hemisfério Norte), Abril (Hemisfério Sul).


• Mês sugerido:
“A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d’água faz círculos
perfeitos”

Heráclito

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Mulher que Agradece
Agradecer pela Verdade
A Mãe da Gratidão e Encorajamento

A Gratidão65
Sua cor é o roxo, a cor da cura e da gratidão. Quando acessamos a força de ser grato pelo que
temos, recebemos de volta como abrir espaços para a abundância futura¹

A grande medicina desta Lunação é a Gratidão, e para isso é importante sentirmos que cada lição
que nos é dada, por mais difícil que seja, está a serviço da nossa própria cura. Costumamos
agradecer apenas as coisas boas que nos acontecem, e raramente entendemos o porquê das
difíceis fases de nossa vida, mas ao percebermos que elas possuem em si a lição que precisamos
compreender naquele momento de nossa caminhada, então passamos por mais um rito de
passagem e completamos o círculo das bênçãos. Mas é preciso ter cuidado para não fazer do
agradecimento uma rotina vazia de vida, como um cotidiano hábito, pois, “dizer graças para as
refeições da mesma maneira a cada vez não expressa a verdadeira gratidão e por isso é sem
sentido.” ¹

Acessar a abundância não é apenas se abrir para receber, mas também compartilhar nossa fartura,
seja ela qual for, assim, mantemos o fluxo de nossas vidas, aprendendo o valor do dar e receber.
Sejamos gratos pelo o que podemos deixar ir, assim como somos gratos pelo que recebemos,
sejam os recursos provenientes do nosso trabalho, a cura de uma doença, mas também a comida
que comemos, o teto onde moramos, o calor do Avô Sol, a água que bebemos, o amor dos
amigos e familiares. Lembremos que as coisas se tornam tangíveis através de nossos
pensamentos, se pensarmos negativamente e com medo atrairemos lições difíceis na vida que nos
roubarão alegria de viver.
Agradeça pela sua vida abrindo seu coração para com• Ensinamento:
preender que tudo que você tem e todas as experiências que você viveu ou está vivendo são
lições que você precisa passar para melhor desenvolver seu espírito.

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Comece logo pela manhã

a agradecer por ter acordado. Mesmo que você tenha um dia difícil pela frente, encare-o como
um grande ensinamento, observando todas as lições que cada etapa te apresenta. Observa se você
está agradecido por ter o que comer, o que beber, onde morar e as pessoas ao seu redor. Se você
se perceber frustrado ou ressentido por não ter exatamente o que você gostaria, olhe mais de
perto e veja o que você já tem e então se abra para mais abundância. Doe mais, veja o que
transborda em você e ofereça às suas relações, seja um abraço, um sorriso, roupas, dinheiro,
tempo, presença. Doe, abra espaço para a roda fluir e trazer mais para você. É uma boa época
para pensar em trabalhos voluntários, ouvir mais quem precisa, falar menos e observar mais.

Dezembro (Hemisfério Norte), Maio (Hemisfério Sul). “Só há felicidade se não


• Mês sugerido:
exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora
mágica chega sempre.”

Hermann Hesse

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações


Tornar-se sua visão
Ver a Verdade
A Mãe da Alquimia e dos Ritos de Passagem

A Alquimia70
Esta é a décima terceira lunação, a Lua Azul, a segunda Lua Cheia do mês. Nela, aprendemos a
nos tornar quem somos verdadeiramente. É o momento de dar forma a nossa Essência Espiritual.

Nesta Lunação nos deparamos com a Mãe das Mudanças, que nos ensina a fluir pelas lições e
ciclos que a espiritualidade envolve. Aqui é importante estarmos atentas às escolhas importantes
do nosso caminho e não mais sermos dragadas às ilusórias limitações que podem destruir nossas
visões. É o momento de sentirmos profundamente a mudança das formas limitadas do corpo, da
mente, das emoções e do espírito para as ilimitadas possibilidade do universo, de nos sentirmos a
extensão criativa do Grande Mistério. Para alcançarmos essa compreensão, é preciso que corpo,
mente, emoções e espírito estejam equilibrados e alinhados.

Aprendemos ao nos tornarmos nossa própria visão que somos tudo, e ao mesmo tempo somos
nada. Tudo ao nosso redor está dentro de nós, ao mesmo tempo que está fora de nós. Portanto, é
aqui que compreendemos nosso Mito pessoal, pois Torna-se sua Visão é a Guardiã do Mito
Pessoal, e é nele que aprendemos que “qualquer decisão que tomamos e cada objetivo que
escolhemos é como determinamos o conteúdo do nosso mito pessoal.” ¹

Transformar as visões em Devir, ou vir a Ser, a partir disso, qualquer rótulo ou demanda de fora
perde o sentido, pois entendemos que podemos ser quem e o que quisermos a qualquer momento,
basta nos libertarmos das limitações que envolvem nosso ser.

Esta Lunação te convida a se permitir ser um só com o • Ensinamento:


Grande Mistério, libertando-se de todos os rótulos que lhe foram dados ao longo da vida.
Conectando-se apenas com sua natureza divina mais essencial. SEJA VOCÊ!

• Sugestão de reflexão para esta Lunação: Ao longo da caminhada das

12 primeiras lunações, você aprendeu como compreender a verdade em todos as suas facetas e
lugares do mundo e da sua vida. Entendeu que cada ser animado ou inanimado da natureza está
conectado com você, percebeu que cada lição é dada a você para fazê-la caminhar superando
suas próprias limitações, sentiu a gratidão em dar e receber abundância, e agora, irá juntar todos
esses ensinamentos em sua sacola de medicinas e simplesmente deixar sua natureza se expressar
tal como ela sempre foi: linda, infinita e potente. Ao longo desse mês você será o que o Universo
gravou em você, isso pode ser chamado de destino, de DNA, de Prakruti, de Chi, não importa, é
você inteira e consciente de que é parte ao mesmo tempo em que é o próprio universo.

Todos os meses do ano que tiverem Lua Azul. “Cada história tem um final. Mas,
• Mês sugerido:
na vida, cada final é um recomeço.”

Filme Grande Menina, Pequena Mulher

Anotações, Insights, Sentimentos e Sensações

Você também pode gostar