Você está na página 1de 20

A Dança Cristã milagre, como o homem curado por

MINISTÉRIO DE DANÇA Pedro e João, ao entrar no Templo;


AVIVAH - HUMILDADE rejeitando a sensualidade de Hero-
DA TAPERA dia (que dançou pela cabeça de João
Batista) e a dureza de Mical, que
censurou a dança de Davi.
H oje, o Espírito Santo de Deus
tem despertado a Igreja a uma
entrega total ao senhorio de Jesus e Dançamos como a virgem que se
tem feito brotar um desejo mais pro- alegra, por que o Senhor tem trans-
fundo de experimentar o próprio formado nossa tristeza em regozijo.
Deus. São multidões em busca da Lembramos que onde está o Espírito
salvação e os crentes sendo restau- de Deus, aí há liberdade.
rados, vivendo uma nova vida em
Cristo. Um dos instrumentos deste Quando Davi trouxe a Arca do Con-
avivamento é exatamente o louvor e certo de volta, ele vinha dançando à
a adoração; e assim como a música Sua frente. Davi é um “tipo” do Mes-
e o canto, a dança vem expressar a sias. Como um noivo que se alegra
sede do coração do ser humano por em se encontrar com a noiva, assim
mais de Deus. a Igreja se prepara para o encontro
Do mesmo modo, o coração de Deus com o seu noivo.
nos é revelado em canções e gestos
que nos envolvem com Seu amor,
cada vez que nos colocamos diante
d’Ele em adoração.

“Deus é espírito; e importa que os


seus adoradores o adorem em es-
pírito e em verdade”. João 4:24

Trazendo à Igreja o entendimento


da “restauração do tabernáculo caí-
do de Davi” (At. 15); com unção de
vitória e livramento, como Miriã,
com restituição e restauração; como
Davi; dançando por causa do grande
A dançarina do Senhor é: A DANÇA É UMA
LINGUAGEM UNIVERSAL
- Santa, pura e transparente para
o Senhor; A dança é uma linguagem univer-
- Suas vestes são santas; sal, pois torna possível contar uma
- Adornada; história com o início, meio e fim, e
através dos movimentos dançados
- Perfumada (com óleo de unção); mais as pantomimas, que são pecu-
- Revestida com as armas espirit- liares a esta forma de expressão, venc-
uais, e com todas sabe guerrear; emos as barreiras da língua e falamos
- Firme e convicta do seu chama- com as emoções.
do;
- Sabe dançar, seja pelo Espírito, Os movimentos falam. Um gesto
pode ferir mais do que uma palavra,
ou preparada com coreografias daí a preocupação com essa forma de
previamente estabelecidas. linguagem. Preciso saber se o que es-
tou querendo transmitir e comunicar
será bem compreendido através dos
movimentos executados. Não devo
falar por falar, dançar por dançar e
sim pensar, refletir para então me
fazer entender e o mesmo deve acon-
tecer com a montagem coreográfica,
ou a dança propriamente dita.

Muitos hoje em dia, profissionais da


dança optam pela execução de movi-
mentos sem que necessariamente fale
algo, mas, para mim, nada é mais belo
que ir ao Teatro, sentar e me emocio-
nar com uma história contada através
das músicas clássicas e dos movimen-
tos e expressões que fazem calar a
nossa alma, é sem dúvida um ped-
acinho do céu. Arte é vida e está in-
timamente ligada ao Artista Maior.

O corpo é uma preciosidade física


com qual experimentamos a vida.
A dança completa essa experiência DANÇA PROFÉTICA
porque é a arte do movimento. Sem
dúvida somos um espírito que por
um período de tempo passamos Restaurando a Dança
pela terra morando num corpo mas
que vivemos ansiando o paraíso Tenho visto muitos irmãos que
eterno! Deus tem chamado para dança, mais
ao mesmo tempo vejo na igreja do
Nascer, morrer, renascer pelo Senhor, um grande receio em relação
sangue de Jesus, e morrer para viver à dança, uns acham que a dança é um
com o Eterno a eternidade plena é passo para o mundo, outros que gera
o anseio dos que buscam a intimi- sensualidade, outros ainda dizem que
dade com Deus pela amizade com o não há base bíblica para tal ministério,
Espírito Santo para assim revestidos por isso resolvi estudar mais para que
pelo sangue do Cordeiro, puros de juntos possamos esclarecer dúvidas
coração e limpos de mãos, possam sobre esse assunto tão polêmico ainda
ver a face de Deus e contemplar a na igreja.
sua glória. Esse é o objetivo de cada
cristão. Um pouco de história.

Pra. Sarene Castro Como a dança era geralmente ligada


á adoração pagã, então os cristãos
foram ensinados a evitar todo tipo de
dança.

Dois fatores afetaram o uso da dança


na igreja:

1. Destruição do templo em 70
D.C
Os cristãos se reunião em
suas casas, e o espaço para celebrar
com danças se tornou um problema
prático.

2. Espiritualização
O grande número de gen-
tios se convertendo trouxe consigo a postura da igreja em relação às artes
diferenças cruciais em expressões e sofreu na mão de alguns reformistas.
identidades culturais.Seguindo pro- * Martinho Lutero (1483-
fessores como Origen, Justim Martyr, 1546) Era extremamente contra a
John Chrystsoston o famoso teólogo dança sagrada. Durante o Conselho
Augustine,a teologia da igreja mudou de Trento levou a supressão total de
para refletir a cultura Helênica de seus qualquer dança até o final do século
líderes.Tanto Justyn Martyr ( 100-165 18.
d.C.) como Hippolytus ( 200d.C.) de- * Protestantismo: Visão críti-
screvem a dança como uma simples ca das artes, a filosofia na época dizia
dança de roda, conduzindo os partici- que a mente tinha prioridade sobre o
pantes em uma alegre celebração.Os corpo.Enfatizava-se o racional ao in-
antigos pais da igreja concordavam vés do experimento, a dança era con-
que a dança sagrada permitia que se siderada inapropriada por ser muito
experimentasse o amor de Deus. subjetiva.

3. A igreja Medieval (400-1400 5. A dança na América


d.c) o Sharkers:No final do século
A dança era usada em dias 18 a dança era escassa nas igrejas, en-
diferentes de festa, No dia de Sto. tão um grupo de puritanos, chamados
Estevão, Dia de São João, no dia dos sharkes, vindos da Inglaterra, veio
Santos Inocentes...Havia uma dança a América. Eles projetavam danças
na igreja medieval chamada Trypudi- complexas, onde homens e mulheres
um, eram 3 passos para frente e um se moviam separadamente, eles sa-
para trás, simbolizava a vida Cristã, cudiam suas mãos para um lado rep-
toda vez que damos alguns passos resentando receber o Espírito Santo
para frente, nós damos um passo para e para outro representando jogar o
trás.A dança foi incorporada ao culto pecado fora.
na igreja, e não houve período alguns o Os monges Beneditinos: O
que a dança não foi associada á práti- Irmão Leo em Vermont descobriu o
ca do Catolicismo. valor da dança na adoração, depois de
passar um tempo na Abadia de Dor-
4. A Reforma minition em Jerusalém. Ele estabele-
O período da reforma ceu a dança em sua comunidade.
começou em 1525, e trouxe a quase
completa morte da dança na igreja “Sempre que a igreja Cristã se livrou
protestante.Nessa época o Balé Clás- de suas atitudes antijudaicas e res-
sico se tornava proeminente, a arte taurou a apreciação pela experiência,
pintava as paredes das catedrais.Mas ao invés de uma mera fé racional, foi
capaz de redescobrir a dança como
forma de adoração”. Restauração
Jesus nos fala no evangelho de
É difícil apontar o renasci- João que Deus busca os verdadeiros
mento da dança na igreja, mas nos adoradores, e podemos ver em várias
anos 40, dançarinos começaram a gerações da igreja pessoas que sempre
usar seus dons para explorar o uso da estiveram dispostas a render os movi-
dança na adoração. mentos do seu corpo em adoração ao
Senhor.
“Esses dançarinos juntaram a sua
busca espiritual com seu treinamento Renne, uma amiga minha,
disciplinado na dança e surgiu uma diz em seu livro que Deus não busca
forma de arte nova-antiga. Esses a restauração da dança, mas a dança
pioneiros introduziram a dança na dos restaurados, é uma frase forte,
adoração e encorajaram as congre- mas que nos traz uma grande verdade,
gações a usarem a dança”. só pessoas realmente restauradas pelo
Senhor podem ser usadas para a res-
6.Dança Messiânica tauração dessa e de outros tipos de
Desde 1968, quando o movi- arte, se o seu coração queima por ver
mento Messiânico floresceu...fazem as artes sendo restauradas por Deus,
parte dele congregações por todo o entenda Deus vai começar primeiro
mundo, incluindo 150 congregações em você, em seu coração, não podem-
sôo nos Estados Unidos.Esse movi- os restaurar nada se nós mesmo ainda
mento se identificou com as promes- não fomos restaurados por Deus.
sas bíblicas a Israel, e com os Israelitas
modernos cuja a cultura é inclinada A restauração traz vida e
para a dança. poder de volta a algo que estava per-
dido.
As danças judaicas são a ex-
pressão de sua cultura e crença religi- Autor: Gisela M. Kohl Matos
osa.

Para os judeus a dança sem-


pre foi uma oração acompanhada por
música, cânticos ou bater de tam-
bores.Para o movimento messiânico,
avivamento envolve o uso da dança
sagrada sendo restaurado à sua apro-
priada prática bíblica.
Ameixa - Riqueza, Abundancia, Ser
cheio do Espírito Santo - Os 2:22,
Cores de Simbolismo Joel 2:24
Vermelho(Escarlate, Carmesim) – Preto - Pecado, Morte - Lm 4.8, Ef.
Sangue, Reconciliação, Sacrifício, Pec- 5:11, Ml 3.14, Jr 8.21
ado: Lv 17:11, HB 9:12-14, Is.1.18.
Azul - Céu , Graça celeste, Revelação Roxo - Realeza,majestade - Et 8:15,
divina - Ex. 24:10, Nm 15:38, Ez1:26 Dn 5:7
Púrpura - Realeza -Jz 8:26, Mc 15:17-
18 Fonte: Adorando ao Senhor na Dan-
ça, e outros.
Branco - Pureza e Santidade ,Justiça –
Dn 7:9, Sl 51:7, Mt 17:2, Ap 3:4,19:8 Autor: Gisela M. Kohl Matos
Prata - Redenção , Palavra de Deus –
Sl12.6, Zc 11:12-13. O Uso de Bandeiras, Véus
Ouro, Dourado - Divindade e a Glória
e Tamborins na Dança
de Deus - Ap 1:13-14,3:18, Ex.40, 2 Como usar os acessórios na dança:
Cr.4:20-22. As palavras em hebraico usa-
das no velho testamento para bandei-
Bronze, Cobre, Metal – Julgamento - ras e estandartes são:
Ex 27:1-3, Ex. 30:17-21, Nm21:9. DEGEL: significa ser con-
spícuo (que dá vista)
Amarelo - Celebração e alegria ( em O NACE : significa um sinal
referência ao óleo) , Glória de Deus- OWTH: significa um sinal
Is. 51:11 Is. 61:3 e Hb. 1:9, Ez 1:4
Nós estamos apontando pov-
Verde - Nova vida, Florescimento, os a Jesus em nossa adoração com
Renovo, Vigor, Prosperidade - SL estandartes e bandeiras.
92:12-14, Os. 14:8, Sl 52:8, 92:14.
Referências na Palavra de Deus.
Marrom/Cinza - Arrependimento e Bandeiras tribais e de família:-
humilhação Éster 4:3. Números 2:2 , Números 10:10-14
Na guerra:- Salmos 74:4 ,
Laranja/ amarelo/ vermelho - Fogo Isaías 31:9, Salmos 20:5, Cantares 6:4
e Espírito Santo, Louvor At 2:3, Sl Como um ponto de encon-
113:3 tro:- Isaías 5:26, Isaías 11:10
Como proclamação:- Jeremi- trazer mensagens específicas. Há
as 50:2, Jeremías 4:6, Jeremías 51:12 vários anos utilizamos tecidos, em
,Isaías 62:10 especial há alguns anos atrás Deus
nos deu um tecido que é semelhante
Tamborim nas Escrituras a um arco-íris, temos usado bastante
A palavra hebraica para o esse tecido em nossas ministrações,
tamboril é TOPH. e realmente tem sido uma benção!
O tamborim foi usado desde Deus tem nos dado muitos movi-
épocas antigas, Jô 21:12 mentos novos com os tecidos, e te-
O tamborim foi usado na mos vários testemunhos de pessoas
guerra e para comemorar a vitória que foram tocadas por Deus, ou que
O Senhor que derrota seus entenderam melhor determinada
inimigos ao som do tamboril - Isaías ministração, até mesmo alguns músi-
30:32 cos nos pedem véus nos momentos
Miriam conduziu às mulheres de adoração, para junto conosco en-
em louvar a Deus - Êxodo 15:20 grandecer o nome do Senhor!
Comemorando a vitória sobre
os filisteus - 1 Samuel 18:6 Autor: Gisela M. Kohl Matos
O tamborim foi usado no lou-
vor e na adoração
Profetas usando o tamborim Propostas de Danças
e outros instrumentos 1 Samuel 10:5,
2 Samuel 6:5, 1 Crônicas 13:8, Salmos Dança Processional: Era feita em fila
68:25, Salmos 81:2 ou de maneira alinhada com uma har-
O tamborim é associado com pa ou instrumento de corda indo até
a dança Salmos 149:3, Salmos 150:4, em volta do altar, e se movia de ma-
Jeremias 31:4 neira circular.Sl.48.12; 42.4.

Véus 2. Procissão de Lamentação: Era


O uso de véus aumenta a feita com um flautista e duas pessoas
beleza da dança e cria uma figura que lamentavam. Essa era uma dança
simbólica. Podem ser usados peque- de jejum na assembléia solene. Lc.
nos, grandes, usados por ministros 7.32; Am. 5.16; 2Cr 35.25.
individualmente, ou no caso de véus
maiores, por mais de um ministro. 3. Dança e Canções de libertação:
Véus maiores podem ser usados tam- Conforme a dança de libertação
bém erguidos sobre a congregação ou avançava, os pés iam sendo usados
para exibir um cenário etc... junto com palmas, brados, sacudidas
As cores são importantes para e fortes pisadas.Sl.32,7; 1Cr.15.16;
Is.13.2; 26.6; 2 Sm.22.40-45; Sl.114.6. uma dança de roda em coro, algumas
vezes feita em solo. Sl.149.3; 150.4;
4. Dança de Procissão de Escalada 96.9; 30.11.
ou Entrada: São também chamadas
canções de degraus Sl.120 a 134. A 11. Dança de Unção: Era feita com
dança no Sl.68:25 era feita em fila ou uma flauta para trazer a presença do
de maneira alinhada e é um chamado Senhor.1Sm.10.5-10.
à adoração.Feita no caminho do tem-
plo. Sl.68.24-25; Is.30.29; 1Cr.15.29; 2 12. Danças Masculinas: Geralmente
Sm. 6.14-23. aconteciam durante a colheita e
grandes experiências de guerra, assim
5. Processional de Casamento: Era como em dias de festa. Is.9.3; 61.10;
feita de maneira processional até a Jr.31.13
casa do noivo pela noiva e suas damas.
Mais tarde na cerimônia havia uma Autor: Gisela M. Kohl Matos
tradicional dança em volta do noivo e
da noiva. Ct.3.11; Is. 61.10; Gn. 24.61
VESTES MINISTERIAIS
6. Dança de Festa: A dança de Festa “.. Segundo tudo o que Eu te mostrar
era acompanhada por harpas e tam- para o modelo do tabernáculo e para
borins, essa dança era feita em círculo. modelo de todos os seus móveis as-
Sl 118.27 sim mesmo O fareis (Êxodo 25.9).

7. Dança de Dedicação: Era uma dan- 1. Puras (Eclesiastes 9.8) Suas


ça em roda feita na dedicação do tem- vestes devem ser alvas, ou seja, puras.
plo.Jr.31.4; Sl.30.11; Ne 12.27 A roupa de um ministro não pode ser
sensual, principalmente as irmãs; cui-
8. Dança de Saudação: Era geral- dado com os decotes, transparências,
mente feita por mulheres para saudar marcas (roupas justas, além de mar-
o sábado. Jz.11.34 carem o corpo, impedem os movi-
mentos). Façam roupas decentes,
9. Dança de Vitória: Era geralmente mas não só na hora de ministrar, suas
feita por uma companhia com coros vestes devem ser puras principalmente
e repetições. Grande regozijo. Havia quando você não está ministrando. As
muitos ramos de palmeiras sendo agi- pessoas observam seu testemunho, e
tados pelas pessoas durante a dança de Deus se entristece quando você age
vitória. Ex.15.20; 1Sm.18.6, 1Cr.15.29 de uma forma na igreja e de outra fora
da igreja, como se Deus não estivesse
10. Dança de louvor e Adoração: Era vendo você em todos os momentos e
isso é um erro grave nas equipes, que adorar o Senhor! Não para que as
precisamos estar concertando. pessoas vejam algo em nós, mas que a
presença de Deus seja manifesta!
2. Essas vestes não são suas, são
de Deus e para Deus (Lev. 16.4). 3. Deus quer te vestir com vestes
Podemos observar nesse texto que as de louvor. (Salmos 30.11) Deus quer
vestes dos sacerdotes eram algo sa- vestir o nosso coração com vestes de
grado mesmo, usadas em momentos louvor. Por mais bonitas que sejam as
específicos, no caso citado acima era suas vestes, se o seu coração estiver
uma ocasião extremamente impor- triste, com rancor, amargura, não vai
tante, o Dia da Expiação, o dia mais fluir; as vestes só complementam
santo no calendário do antigo testa- aquilo que está fluindo de dentro de
mento. E o Dia da expiação começa- você, e uma roupa bonita não vai con-
va com o sacerdote se banhando e se seguir esconder as suas iniqüidades.
vestindo.Sabe, quando você entender
que tudo o que você tem é de Deus, E quando nós recebemos de Deus
e você é apenas um mordomo, você as vestes de louvor, mesmo quando
não terá nenhum problema em se- estamos passando por alguma situ-
mear, em seguir as direções que Deus ação difícil, podemos dançar em Sua
vai te dar, muitas pessoas pagam por presença, pois confiamos que Deus é
suas roupas nos ministérios, e depois quem nos dá a vitória.
se acham donas delas, eu ofertei, eu
controlo! Ungem a roupa, consagram 4. As vestes falam de nossa identi-
a Deus, mas percebo que em alguns é dade ministerial: (Êxodo 29.5) Outro
tudo da boca para fora, no momento ponto importante que as pessoas sem-
em que o líder tem uma direção para pre nos perguntam é: Como é o pro-
que outro da mesma equipe use a cesso de confecção das vestes, a cri-
roupa, ou até mesmo de outra equipe, ação, quem desenha borda...Bem não
a pessoa logo se manifesta dizendo: há segredo, nem uma fórmula, o que
“Eu que paguei essa roupa, ninguém sempre falo é que você deve abrir seu
toca”. coração, peça a Deus e com certeza
Ele vai te mostrar vestes maravilhosas
Em nosso ministério, e na maioria também.
dos ministérios das igrejas, as própri-
as pessoas confeccionam suas roupas, Muitas pessoas falam comigo, que
e sei que não é fácil nem barato, mas querem, mas na verdade muitas vez-
sempre, desde o começo aprendemos es sinto que as pessoas querem algo
o principio de ofertar, de entender pronto, não querem pagar um preço, e
que essa veste acima de tudo é para preferem realmente ficar pesquisando
o que as outras pessoas estão fazen- ofertei ao ministério então deve ser
do, modificam um pouco, e já ficam feito da forma que eu quero,não faça
satisfeitas, e isso bloqueia as coisas isso, precisamos entender que é um
que Deus quer liberar para você, privilégio ofertar na casa de Deus,
lógico que podemos sim aproveitar não um peso, não faça por obrigação
uma idéia, mas sempre buscando em e sim por amor.
Deus o que Ele deseja para nós, no
caso de nosso ministério, temos nos Eu me lembro de quando eu estava
vestido das nações, sabe quando Deus ministrando no congresso “Nas
nos mostrava as vestes no início, eu Alturas”, Deus me direcionou a usar
ficava assustada tinha hora, porque uma roupa como de princesa, e eu na
realmente era bem diferente das coi- época não tinha roupas assim, então
sas que já tinha visto, mas como te- procurei, uma pessoa que havia con-
mos testemunhos que nossas vestes hecido pelo telefone a uma semana
impactavam as pessoas, é um desafio antes, ela ainda não me conhecia pes-
mesmo seguir a vontade de Deus, mas soalmente, mas quando eu expliquei,
quero te encorajar, a ser fiel naquilo ela me disse que Deus testificou em
que Deus tem falado ao seu minis- seu coração, então ela e a outra líder
tério! Temos outras vestes que falam de sua equipe me levaram para a casa
sobre santidade, pureza, justiça, fogo dela, abriram o guarda-roupa onde es-
etc... tudo direcionado por Deus, nos tavam os seus vestidos e me disseram:
menores detalhes que você imaginar, “Escolha o que você quiser!” Eu fiquei
Deus tem compartilhado conosco. assustada, porque um vestido era mais
bonito do que o outro, mas o que real-
5. E a questão financeira, como mente me impressionou é que elas me
fica? Gostaria que em primeiro lugar ofereceram o que tinham de melhor, e
você avaliasse como estão sendo as ainda me maquiaram, me pentearam,
suas ofertas, você quer o melhor, en- colocaram em minha cabeça uma tiara
tão dê o seu melhor, queremos que as linda, e depois eu descobri que elas
pessoas sejam tocadas para ofertarem nunca haviam emprestado nenhuma
em nosso ministério, mas muitas vez- veste para ninguém, e só me empre-
es nós mesmos não ofertamos, “Se staram porque Deus realmente testifi-
você não acredita em seu ministério, e cou em seus corações. E depois disso
não investe nele, como você quer que nos tornamos grandes amigas. Tenho
os outros acreditem e invistam nele?”. muito a agradecer, pois Deus as usou
para me ensinar muitas coisas, minist-
Outro ponto importante é, não raram sobre minha vida que Deus iria
oferte nada se você quer ter o con- abrir as portas, e profetizaram outras
trole sobre o que ofertou, bem eu coisas que realmente aconteceram,
me levaram em seus ensaios, e deram
para mim o que elas tinham de mel- DANÇA À LUZ DA
hor, e eu agradeço a Deus o dia em BÍBLIA
que Ele as colocou em meu caminho.
E eu vejo como Deus honra aquele Com exceção da dança de Salomé
ministério, como supre todas as suas perante Herodes (provavelmente uma
necessidades. Que tal fazer isso em espécie de pantomima de influência
seu mistério, marque um dia, para romana), os múltiplos casos, exem-
que todos tragam algo para semear plos e citações relacionados com a
uns nas vidas dos outros, e você verá dança na Bíblia nem têm um caráter
como Deus vai tratar com cada um de sedução lasciva, nem são danças «a
deles. solo», exceto a dança (II Sm. 6:14-16;
Cr. 15:29) de David, o «homem seg-
Todos os recursos financeiros estão undo o coração de Deus», tão respei-
liberados para você cumprir a vontade tado pelo Povo do Senhor, ainda hoje.
de Deus, desde a eternidade! Geralmente as danças são expressões
grupais: de alegria, divertimento e/ou
Mais alguns textos sobre vestes: adoração a Deus.
Nomeadamente no livro de Salmos,
Êxodo 28.3 – Vestes sagradas para há convites bem explícitos para lou-
glória e ornamento. var a Deus com danças, como por ex-
emplo em Salmo 149:3, 150:4 (alguns
Êxodo 28.4_ A riqueza de detalhes. tradutores escreveram flauta em vez
de dança!!) .
Êxodos 40.13 _ Eram sagrados e sep-
arados para algo específico. Algumas outras referências:
Juizes 21:19-23;
Autor: Gisela M. Kohl Matos I Samuel 30:16;
II Samuel 6:5: “David e toda a casa
de Israel dançavam diante de Jeová...”
Salmo 87:7: “Dirão tanto os que can-
tam como os que dançam: todas as
minhas fontes são em ti”;
Cantares 6:13: “Volta, volta ó Sulam-
ita... Porque quereis contemplar a Su-
lamita, como a dança de Mahanaim?”.
(Tradução Brasileira, das Sociedades
Bíblicas Unidas, corroborada pela
ISBE, Enciclopédia Bíblica Internac-
ional, vol II, p.1169-1170). as artes plásticas. Existe mau cinema,
mas continuamos a valorizar grandes
Na parábola do Filho Pródigo, (Lu- obras cinematográficas. Existe mau
cas 15:25) a dança assume um caráter teatro, mas também há bom teatro;
bastante significativo, não só por ser má escultura e boa; péssimos progra-
uma alusão referida por Jesus, o Ver- mas de televisão e outros excelentes,
bo que atualizou a Palavra de Deus etc..
e a personificou (Hebreus 1:1), mas “Examinai tudo, retende o bem”, ac-
também porque essa parábola ilustra onselhou o apóstolo Paulo (I Tess.
a relação do homem com Deus, e a 5:21).
alegria que existe no céu quando um E podíamos dizer ainda que, infeliz-
pecador se arrepende. Ora essa alegria mente, dentro das igrejas também ex-
é traduzida de várias formas, sendo iste o bom e o mau. Há pessoas sin-
uma delas a dança. ceras e outras hipócritas, há cristãos
Talvez no céu isso aconteça, numa sit- honestos e outros que o não são, e
uação como essa e, se assim for, então há também muita vaidade, muita mal-
existem danças no Céu. Os anjos dan- edicência, muita falsa santidade, muita
çam e cantam de júbilo quando uma inveja, muito fanatismo...
criatura humana volta ao Lar Paterno!
Não estou a afirmar, mas é uma possi- Ao Senhor e só a Ele compete separar
bilidade! Um dia saberemos ao certo, o trigo do joio.
na Sua divina presença. Aleluia! Por isso, irmãos, se sentem o desejo
de cantar, cantem! Se sentem o desejo
É também de salientar que a dança de tocar, toquem. Se sentem o desejo
fazia parte da vida corrente, entre os de dançar, dancem... desde que em
judeus, e até dos jogos infantis, como tudo o que façam não haja maldade,
lemos em Mateus 11:17 e Lucas 7:32. mas sim um espírito são, de alegria,
Perante o que lemos na Bíblia, a dança de comunhão, de louvor a Deus, ou
é uma expressão de alegria, de festa, de simples diversão saudável, comu-
de convívio e de adoração a Deus. nicativa!
É de lamentar que, entre os cristãos
evangélicos, se dance tão pouco. Eu próprio tenho dançado, nomeada-
Claro que, em todas as práticas, inclu- mente em festas de alunos meus, a seu
sive as artísticas, há sempre o bom e convite, em ambiente de são convívio.
o mau. Existe má literatura, mas con- Voltemos à Bíblia. Dancemos!
tinuamos a ler bons livros. Existe má
fotografia, mas continuamos a tirar e Por Orlando Caetano
a ver fotografias. Existe má pintura,
mas continuamos a pintar e a apreciar
Quando a arca do Senhor entrava na
DANÇA - ATITUDE DE cidade de Davi, Mical, a filha de Saul,
LOUVOR estava olhando pela janela. E vendo
ao rei Davi, que ia saltando e dançan-
Nos dias de hoje temos muitos con- do diante do Senhor, o desprezou no
ceitos sobre dança, sendo em sua seu coração”.
maioria o de que ela induz a ex- Vemos aqui o exemplo de um homem
pressões carnais, o que não é verdade segundo o coração de Deus, cheio do
quando há uma atitude pura, feita no poder e do Espírito, expressando toda
espírito diante do Senhor. sua alegria dançando na presença do
Senhor.
A dança é o reflexo de sentimentos
contidos em nosso ser e acontece em Em Êxodo 15:20 e 21, vemos Miriã,
várias ocasiões: uma profetisa com muitas mulheres
saírem com tamborins e com danças
Quando Davi foi ungido por Samuel cantando ao Senhor pela vitória de
(I Sam 16:13), o Espírito do Senhor Israel, pelo povo que saíra ileso do
se apossou dele e desde aquele dia foi Egito, terra onde eram escravos.
cheio do Espírito. Miriã, a profetisa (os profetas eram
Em II Samuel 6: 12 - 16, Davi ex- pessoas cheias do Espírito de Deus)
travasa toda sua alegria dançando dançou pela vitória do seu povo.
diante do Senhor por estar trans- “Então Miriã, a profetisa, irmã de
portando a Arca para Jerusalém, que Arão, tomou um tamborim, e todas
representava a presença de Deus no as mulheres saíram atrás dela com
meio deles. tamborins e com danças. E Miriã lhes
“Então disseram a Davi: O Senhor respondia: Cantai ao Senhor, pois su-
abençoou a casa de Obede-Edom, e mamente se exaltou, lançou no mar o
tudo o que tem, por causa da arca de cavalo e o seu cavaleiro”.
Deus. Assim foi Davi, com alegria. As mulheres hebraicas exprimiam por
Quando os que levavam a arca do meio da dança os seus sentimentos;
Senhor tinham dado seis passos ele quando seus maridos ou pessoas ami-
sacrificava bois e carneiros cevados. gas voltavam a suas casas, vindo do
Davi dançava com todas as suas for- combate pela vida e pela pátria, saíam
ças diante do Senhor, e estava Davi elas ao seu encontro com danças de
cingido de uma estola sacerdotal de triunfo.
linho. Assim Davi e toda a casa de Is-
rael subiam, trazendo a arca do Sen- Nos nossos dias não deve ser difer-
hor com júbilo e ao som de trombe- ente. Podemos e devemos também
tas. ser cheios do Espírito Santo de Deus
e dançar diante d’Ele, extravasando a elas serão o meu povo... o povo que
nossa alegria, saltando, dançando di- escapou da espada achou graça no
ante do Senhor pela vitória de Jesus deserto... com amor eterno te amei,
na cruz derrotando todo principado, também com amorável benignidade
potestade e dominadores deste século te atraí... ainda te edificarei e serás
que eram contra nós ( Col. 2:15), nos edificada, ó virgem de Israel. Ainda
libertando do mundo e nos trans- serás adornada com os teus adufes, e
portando para um reino de luz, purifi- sairás com coro de dança, e também
cando nossa consciência pelo sangue os jovens e os velhos, e tornareis o
do Cordeiro e nos dando a esperança seu pranto em júbilo e os consolarei;
da vida eterna. transformarei em regozijo a sua tris-
teza”. (Jeremias 31: 1-4, 13)
As danças não param por aí. Em I
Samuel 18:6 e 7, temos outro exem- Se você nunca expressou-se a Deus
plo: dançando, eu o convidaria a fazê-lo
“Quando os soldados retornavam conforme as escrituras nos convidam:
para casa, depois de Davi ter ferido Salmo 149:3 - “Louvem o seu nome
o filisteu, as mulheres de todas as ci- com danças; cantem-lhe o seu louvor
dades de Israel saíram ao encontro do com tamborim e com harpa”.
rei Saul, cantando e dançando alegre-
mente, com tambores e com instru- Certamente quando você o adorar
mentos de música. As mulheres, dan- com sua dança, o próprio Deus te en-
çando, cantavam umas para as outras, cherá com alegria, com cânticos, com
dizendo: Saul feriu os seus milhares, toda sorte de bênçãos e te mostrará a
porém Davi os seus dez milhares”. vitória.
Jesus citou em uma parábola a dança
como louvor e ações de graças por Experimente dançar na presença de
um filho que se havia perdido e foi Deus!
achado (Lucas 15:25 - parábola do
filho pródigo).
Evandro Lippi .
Existe uma razão específica do povo
de Deus em dançar: a de que Ele se
alegra com isto. Deus se alegra de que
seus filhos dancem na sua presença,
pois Ele próprio promete restaurar as
danças de seu povo:
“Naquele tempo, diz o Senhor, serei
o Deus de todas as tribos de Israel, e
A DANÇA, A GANGORRA E O pre as mesmas coisas, por isso temos
LOUVOR ministérios variados. Hoje eu queria
falar sobre o ministério de Louvor e
Graça e Paz Amados Levitas da Dan- a Dança, que muitas pessoas pensam
ça, ser ministérios totalmente distintos, e
realmente são, porém quando há uma
De que é constituída uma igreja, já pa- homogenização das equipes podemos
rou para pensar? Respondendo a essas adiquirir resultados bem mais satis-
perguntas podemos começar dizendo fatórios do que se fosse cada um por
que a igreja é constituída por pessoas si e Deus por todos. Dança e Louvor
que creem em um único Deus, essas caminham juntos, lado a lado.
pessoas constituem pequenos gru-
pos e esses grupos integram ministé- A dança durante o louvor
rios/equipes e dai temos uma igreja.
A raça humana é diversificada, ou A música e a dança estão ligadas
seja, ninguém vai querer fazer sem- desde os tempos bíblicos, a dança é
uma expressão que não necessita de bailarinas da televisão dançam du-
música para transmitir uma men- rante as apresentações artísticas. Seria
sagem, porém a música e a melodia a mesma coisa? O que muitos falam
tornam os movimentos muito mais erroneamente que é a dança espon-
gostosos de se ver e ouvir. A dança tânea, mais não é.
é um reflexo de nossas vidas, se esta-
mos bem dançamos bem, se estamos A dança durante o louvor não é uma
mal, podemos até dançar bem, mas, o expressão espontânea do Espírito,
homem interior denuncia seu real es- visto que já temos movimentos pré
tado emocional e isso reflete no lado programados e sequências ensaiadas
espiritual da dança. memorizadas, o que acontece é um
Você já deve ter perguntado ou re- mover através dos movimentos que
spondido a seguinte pergunta: NA é expresso pelos corpos santos que
SUA IGREJA VOCÊS DANÇAM exultam ao Senhor, uma resposta à
NA HORA DO LOUVOR? Mais o presença de Deus por nossa adoração.
que é dançar na hora do louvor? As Exemplificando o que acabei de falar:
a dança durante o louvor é como liber- a fazer estripulias “SEM NOÇÃO
ar uma palavra profética para o irmão E SENTIDO ALGUM” existe um
que está do meu lado, o Espírito não propósito no que Deus faz.
precisa me impulsionar a falar, a min-
ha mente e a minha fé determinam o ...conforme a palavra do SENHOR,
que vou dizer e através desta mesma que falara pelo ministério de Elias.
fé as coisas acontecem. Há relatos 1Rs 17.16
na bíblia sobre isso em 2 Reis 4 14-
17, Geazi num momento de gratidão Durante o louvor nos tornamos in-
para com a Sunamita profetizou que strumentos do agir de Deus, e é nessa
ela conceberia um filho. E isso acon- hora que somos usados para operar
teceu! Diferentemente da profecia, milagres. Durante o louvor, o minis-
quando nos tornamos a boca de Deus tro de louvor precisa saber que ele tem
e não controlamos as palavras pois é um instrumentos nas mãos (os minis-
o próprio Deus nos usando. Isso não tros de dança) e ele precisa comandar
significa que perdemos o controle dos e coordenar tudo isso através do Es-
nossos movimentos e começamos pírito Santo. O que vemos muitos por
ai e aqui em nossa igreja já foi assim, história?
é que o ministros de louvor está em
uma ministração de cura e o ministé- Primeiramente, o brinquedo nada tem
rio de dança ministrando a unção da haver, porém o efeito a qual me refiro
alegria. Não seria mais proveitoso se é semelhante a uma gangorra, e o in-
sentasse dança e louvor para juntos imigo tem lutado para deixar as coisas
louvarmos e dançarmos com um só piores a cada dia. Um dia o ministério
propósito? O ministério de Louvor e de louvor está bom, os louvores per-
Dança precisam estar em plena sinto- feitos, e o mover de Deus toma toda
nia entre si e com o Espírito Santo. a igreja, enquanto que o ministério de
dança passa por várias crises, de falta
O individualismos atrapalha muito a de liderança, desânimo, perda de in-
vida dos levitas, e quando falo levita tegrantes e por ai vai. No outro dia o
me refiro a todos. Tirando as limi- ministério de dança está reerguido e
tações do dia-a-dia tais como: horário, estão conquistando no sobrenatural,
estudos, trabalho, as vezes ficamos enquanto que o ministério de louvor,
impossibilitados de reunir todo mun- está na crise porque um quer tocar
do para ensaiar, bom seria se isso ac- mais que o outro, por falta de com-
ontecesse, mais infelizmente as coisas prometimentos nos horários, falta de
ainda estão paradas nesse sentido. Ex- oração, e assim segue.
istem um elo rompido entre louvor
e dança e ele precisa ser restaurado, Isso pode não acontecer em sua ig-
não estou falando do elo da menina reja, pois ela é Perfeita, mais em mui-
que dança e namora o guitarrista, ou tas outras igrejas isso é verídico, só
o filho do ministro de louvor que in- você conviver para descobrir. Quer
tegra a dança, não são elos de rela- conhecer um ministério, conviva com
cionamento amoroso ou sanguíneo, ele. Tenho a ligeira impressão de que
são elos espirituais, é você olhar e o quando não conhecemos a vida das
Espírito testificar o ato profético. É pessoas a primeira vista elas parecem
UNIDADE! O descrédito e a empa- ser perfeitas, e isso é o que muitas
tia entre alguns levitas é perceptível vezes limita a nossa adoração, não
e isso afeta diretamente a equipe e a acreditar na mudança de indivíduos
igreja. que participam de nossas equipes.
Aquele baterista que ficava com todas
E pela cruz reconciliar ambos com as garotas da igreja, ou aquela ministra
Deus em um corpo, matando com ela de dança que dava um péssimo teste-
as inimizades. Efésios 2.16 munho, isso muitas vezes atrapalha a
nossa adoração. Esquecemos DELE
E onde entra a gangorra nessa para reparar no passado das pessoas e
questionar o motivo de serem chama- Talvez, até o presente momento você
dos de levitas. E assim vamos sendo nem tinha parado pra pensar nessa
enganados pelo inimigo, entre os al- triste possibilidade, e agora se vê den-
tos e baixos da gangorra e de uma tro dessa situação. Não se desespere.
equipe desaliançada. Busque direcionamento de Deus e
aconselhamento pastoral, procure se
Um só Deus e Pai de todos, o qual é achegar mais para aqueles que estão
sobre todos, e por todos e em todos distantes de você e de sua equipe, se
vós. Efésios 4.6 eles não entenderem o que você está
fazendo, seja paciente e explique.
O título fala específicamente de lou- Chame o responsável e ministre essa
vor e dança, mas, isso não acontece palavra ao coração dele, a UNIDADE
somente conosco, é com as artes de dos ministérios.
um modo geral. Podemos solucio-
nar esses problemas e avançar para o E eu dei-lhes a glória que a mim me
alvo. JESUS! Se um cair o outro aju- deste, para que sejam um, como nós
da, pois é desta forma que as equipes somos um.
trabalham. Encontros de ministérios Eu neles, e tu em mim, para que eles
(louvor, dança, teatro, sonorização, sejam perfeitos em unidade, e para
iluminação) todos os ministérios que que o mundo conheça que tu me en-
trabalhavam no altar e fomos levados viaste a mim, e que os tens amado a
a entender que o altar é lugar de uni- eles como me tens amado a mim. João
dade e comunhão com Deus e com 17.22-23
nossos irmãos, entendemos também
que não existe o “eu” e sim o “nós”. Espero ter lhe ajudado. Até a próxima
Muitas vezes não podemos estar en- postagem!
saiando juntos mais escolhemos um
dia para orar e todos comparecem, Graça e Paz!!!!
as músicas dos cultos são repassadas
para a equipe de dança para que pos-
samos nos preparar com o figurino - Postado por: Leonardo Ribeiro
adequado e no propósito correto. Ex-
istem ensaios específicos para os cul-
tos todos os dias em que ministramos,
nada é feito ao vento, tudo é pensado
e nos colocamos na dependência de
Deus para ELE realizar as mudanças
que ele bem quer.