Você está na página 1de 4

INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 6.

17
MANUSEIO E ARMAZENAGEM DE
Rev. 04
PRODUTOS QUÍMICOS

01. Histórico de Revisões

Revisão Data Alteração / Motivo


Este Procedimento cancela e substitui o IT-6.17 rev. 03 para adequação à nova
00 -
edição do SASSMAQ/ABIQUIM 2005.
01 - Adequação da documentação para atendimento das empresas Borgo e Delta Cargo.
02 - Revisão geral.
03 - Adequação à NBR ISO 9001:2008
04 06/04/15 Adequação ao Manual SASSMAQ 2015 – 3ª edição.

02. Objetivo
Estabelecer uma sistemática para manusear, armazenar e transportar de forma produtos químicos de forma
segura nas instalações da Matriz, Filiais, clientes e áreas externas, de modo a minimizar o dano ou impacto
negativo ao meio ambiente e à saúde das pessoas.

03. Responsável pela adequação, implantação e melhoria do processo:


Técnico de Segurança do Trabalho

04. Referências
NBR ISO 9000:2000 Fundamentos e Vocabulário / NBR ISO 9001:2008Requisitos
Manual do Sistema Integrado de Gestão - SSMAQ

05. Definições
Não aplicável a este processo.

06. Descrição
O Técnico de Segurança é responsável pela análise das melhores condições de armazenamento de
produtos químicos (perigosos e não perigosos) em nossas instalações, pelas condições seguras nas
operações de carga, transporte e descarga de produtos perigosos e por estabelecer as ações internas para o
correto manuseio destes produtos.
Cada produto tem características particulares e cuidados específicos. Para determinação da forma correta de
armazenagem, transporte e manuseio, deverão ser executadas as seguintes etapas:

1. Toda e qualquer operação de Transporte de Produtos Perigosos deve atender aos requisitos estipulados
no Regulamento para o Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos – RTPP, Resolução 3665/11 da
ANTT.

4
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 6.17
MANUSEIO E ARMAZENAGEM DE
Rev. 04
PRODUTOS QUÍMICOS

2. Todo produto perigoso ou não perigoso deve sofrer uma avaliação inicial realizada pelo Técnico de
Segurança (feita através da FISPQ) para definição de risco potencial, local adequado para armazenamento e
formas seguras de manuseio destes produtos;
3. Qualquer pessoa que for manipular produtos químicos, inclusive quanto ao seu acondicionamento, deve
ser orientada e treinada para conhecer a forma segura de manipular tais produtos nos estoques e sobre a
utilização dos EPI´s obrigatórios, conforme Instrução de Trabalho IT-6.16.EPI;

4. Após ciência dos riscos existentes no produto a ser manipulado e/ou transportado, o profissional deve
seguir as orientações nas operações de armazenamento, manuseio, carga, transito e descarga destes
produtos.

5. Nos casos de operações de carregamento e descarregamento de produtos perigosos, o colaborador deve


seguir as normas e procedimentos de segurança estipulados pelo cliente local, sempre priorizando sua
integridade física e de outros envolvidos.

6. Todos colaboradores deverão ser devidamente treinados para situações em que ocorram pequenos
derramamentos de produtos conforme previsto na IT-6.03 Controle de vazamentos e pequenos
derramamentos de produtos químicos.

06.1. Armazenamento

Após avaliação do produto a ser armazenado nas dependências da empresa, deve-se acondiciona-lo em
local ventilado, sinalizado, com estanqueidade adequada para suportar a quantidade do maior volume
armazenado e disponibilizar aos colaboradores envolvidos os Equipamentos de Proteção Individual
adequados para manipular suas embalagens e para combater possíveis vazamentos. Para vazamentos e/ou
derramamentos consultar a IT-6.03 Controle de vazamentos e pequenos derramamentos de produtos
químicos.

06.2. Manuseio de produtos químicos

Após avaliação do produto a ser manipulado nas dependências da empresa e treinamento dos envolvidos, o
Técnico de Segurança fornecerá ao colaborador os Equipamentos de Proteção Individual adequado aos
riscos do produto. É proibida a manipulação de produtos perigosos sem utilizar os EPI´s obrigatórios,
previstos no anexo IV da IT-6.16 EPI.

06.3. Operação de carga, trânsito e descarga de produtos perigosos


Sempre antes de seguir viagem, certifique-se de que o veículo está em perfeitas condições técnicas, se
atende à legislação pertinente (documentação, EPI’s, Kit de Emergência, sinalização, limpeza do tanque,
válvulas), limpeza e operacionalidade, se há compatibilidade de produtos em relação à carga anterior
(quando aplicável), se a capacidade do tanque comporta a carga desejada, validade da capacitação, etc.

Caso o condutor tenha observado alguma irregularidade nos locais de carga e descarga que possam colocar
em risco a operação, não prossiga, caso já tenha iniciado o processo, pare imediatamente a operação até
que sejam garantidas condições seguras para início ou reinício da carga/descarga. Qualquer que seja o risco

4
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 6.17
MANUSEIO E ARMAZENAGEM DE
Rev. 04
PRODUTOS QUÍMICOS

evidenciado, o condutor deve entrar em contato com o Depto Operacional para informar sobre o fato e
solicitar instruções caso necessário.
Após o carregamento, antes de empreender viagem para a entrega do produto, o condutor deve proceder a
uma última inspeção detalhada no veículo para verificar eventuais falhas, vazamentos, trincas, extintores e
pneus. De acordo com os itens do “Check list de Pré e Pós Carregamento”.

Seguem abaixo procedimentos gerais de carga/descarga que poderão sofrer alterações de acordo com a
política de cada cliente, respeitando sempre os critérios mínimos de segurança exigidos para a operação.
Quando o procedimento de carga e descarga for de responsabilidade do condutor, este deve efetuar todo o
processo e permanecer no local até o término da carga ou descarga do produto, ou seja, se houver
necessidade de se ausentar do local, fechar o registro e comunicar o operador responsável.

 Procedimentos Gerais de Carregamento:


1. Equipar-se com os EPI´s necessários;
2. Certifique-se de que o registro e o fecho-rápido estejam fechados;
3. Ligar o cabo antiestático da plataforma ao tarugo do caminhão;
4. Certifique-se de que as válvulas de fundo estejam fechadas e proceda a lacração;
5. Abra a boca de visita e acompanhe o carregamento;
6. Ao término do carregamento, verifique possíveis vazamentos nos registros, válvulas e as condições
gerais do tanque;
7. Confira a documentação e sinalização obrigatória, conforme Regulamento para o Transporte
Rodoviário de Produtos Perigosos – RTPP, Resolução 3665/11 da ANTT. .

 Procedimentos Gerais no Transporte:


1. Não exceder a velocidade máxima permitida;
2. Efetuar paradas somente em locais apropriados e autorizados pela empresa;
3. Obedecer as Leis de trânsito;
4. Se durante a viagem perceber algum evento que possa colocar em risco a segurança da carga, o
condutor deve entrar em contato com o setor operacional;
5. Conduzir o veículo de forma segura, obedecendo às recomendações dadas nos treinamentos de
Direção defensiva.

 Procedimentos Gerais de Carregamento:


1. Posicione o veículo no local indicado;
2. Equipar-se com os EPI´s necessários;
3. Ligar o cabo antiestático da plataforma ao tarugo do caminhão;
4. Inicie a descarga ou aguarde o operador, se a carga for de responsabilidade deste;
5. Após o término da descarga, verifique se há vazamentos de resíduos através dos registros e
válvulas.

4
INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT – 6.17
MANUSEIO E ARMAZENAGEM DE
Rev. 04
PRODUTOS QUÍMICOS

07. Registros da Qualidade


A responsabilidade e os critérios de identificação, armazenamento, proteção, recuperação e de tempo
de retenção e descarte dos registros da qualidade referentes às atividades de controle de documentos e
dados executados internamente, estão definidos e documentados no procedimento específico PR-4.02
Controle de Registros.

08. Anexos
Não aplicável.

Análise Crítica Nome Função Data Assinatura

Emitente: Jorge Rufino Filho Técnico de Segurança 06/04/15

Aprovação: Marcelo Bonesso Representante da Direção 06/04/15

Você também pode gostar