Você está na página 1de 3

"Manifesto fascista"

Manifesto do Fasci italiano de Combate de 6 de Junho de 1919


italianos!
Aqui está um programa nacional de um saudável movimento italiano.
Revolucionário, porque é antidogmático e antidemagógico; fortemente inovador
porque é anti-julgamento.
Colocamos a valorização da guerra revolucionária acima de tudo e de todos.
Os outros problemas: burocracia, administrativo, jurídico, escolar, colonial, etc. nós os
rastrearemos quando criarmos a classe dominante.

Por esse motivo, QUEREMOS:

Pelo problema político


a) - Escrutínio universal por lista regional, com representação proporcional, votação
e elegibilidade para mulheres.
b) - idade mínima para eleitores reduzida para 18; isso para deputados reduzido
para 25 anos.
c) - A abolição do Senado.
d) - A convocação de uma Assembléia Nacional, por um período de três anos, cuja
primeira tarefa é estabelecer a forma de constituição do Estado.
e) - A formação de conselhos técnicos nacionais para trabalho, indústria,
transporte, higiene social, comunicações, etc. eleitos por autoridades profissionais
ou comerciais, com poderes legislativos e com o direito de eleger um Comissário
Geral com poderes ministeriais.

Para o problema social:

QUEREMOS:
a) - A pronta promulgação de uma lei estadual que estabelece para todos os
trabalhadores o dia legal de oito horas de trabalho.
b) - salários mínimos.
c) - A participação de representantes dos funcionários no funcionamento técnico
da indústria.
d) - A atribuição às mesmas organizações proletárias (que são dignas moral e
tecnicamente) da administração de indústrias ou serviços públicos.
e) - A acomodação rápida e completa dos ferroviários e de todos os setores de
transporte.
f) - Uma modificação necessária do projeto de lei de seguro de invalidez e velhice,
diminuindo o limite de idade, atualmente proposto aos 65 anos, para 55 anos.

Para o problema militar:


QUEREMOS:
a) - O estabelecimento de uma milícia nacional com breves serviços
educacionais e uma tarefa exclusivamente defensiva.
b) - A nacionalização de todas as fábricas de armas e explosivos.
c) - Uma política externa nacional destinada a aprimorar a nação italiana no mundo
nas competições pacíficas da civilização.

Para o problema financeiro:

QUEREMOS:
a) - Um forte imposto extraordinário sobre o capital, de natureza progressiva, que
assume a forma de uma verdadeira explicação parcial de toda a riqueza.
b) - A apreensão de todos os bens das congregações religiosas e a abolição de
todas as mesas do Bispado, que constituem uma enorme responsabilidade para a
nação e um privilégio de poucos.
c) - A revisão de todos os contratos de fornecimento de guerra e a apreensão de 85%
dos lucros da guerra.

notas
O manifesto foi publicado no jornal "Il Popolo d'Italia" em 6 de junho de 1919.

Você também pode gostar