Você está na página 1de 2

ELETRIZAÇÃO POR ATRITO E CONTATO

1. PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DAS CARGAS ELÉTRICAS vapores do combustível. Pela mesma razão, durante o
“Em um sistema eletricamente isolado, a soma algébrica reabastecimento dos tanques de postos de combustível, os
das cargas elétricas é constante”. caminhões são ligados ao solo por meio de um fio condutor.
Logo, após algumas trocas de cargas elétricas entre os
corpos A, B e C (figura abaixo), as somas das cargas antes e
depois das trocas serão iguais.
Antes Depois
QA QC Q’A Q’C
Após trocas
A QB C A Q’B C
B de cargas B

QA + QB +QC = Q’A + Q’B + Q’C ΣQantes = ΣQdepois 2.2. ELETRIZAÇÃO POR CONTATO: ocorre quando um
condutor eletrizado é colocado em contato com um condutor
neutro, ficando este com carga elétrica de mesmo sinal que o
2. PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO primeiro.
Ex1: Corpo eletrizado negativamente.
2.1. ELETRIZAÇÃO POR ATRITO: ocorre quando dois − − −
corpos de materiais diferentes e inicialmente neutros são A −− −− B A −− −− B A − − −− B
atritados entre si. No atrito, passam elétrons de um corpo − − −
neutro
para outro, em conseqüência, um fica eletrizado
positivamente e o outro, negativamente, com cargas iguais Ex2: Corpo eletrizado positivamente.
em módulo. ++ ++ +
QA QB
A +
+ + B A +
+ +
–+
–+ B A + + + B
+
A − B + + +
A + − B + neutro
− − −
+ − + +
corpo + corpo OBS: Para n condutores idênticos (mesmo formato e
neutro neutro mesmo tamanho), após o contato terão a mesma carga
|QA| = |QB| elétrica Q’, dada pela média aritmética das cargas.
QA QB QC Q’ Q’ Q’
OBS: Ao atritarmos dois materiais quaisquer de uma série
triboelétrica, ocorre o seguinte: aquele que estiver posicionado A B C A B C A B C
acima, na série, ficará eletrizado positivamente; o outro que contato
estiver abaixo ficará eletrizado negativamente. simultâneo ΣQ
Q’ =
n
SÉRIE TRIBOELÉTRICA APLICAÇÕES
+ Vidro
Mica
Ex: Atritando-se o cobre com a 01. Ao se esfregar um canudinho de refrigerante com um
Lã seda, a seda perde elétrons. pedaço de lã e aproximá-lo de uma parede ele poderá ficar
Pele de gato + “grudado” na parede. Isto se justifica porque:
Seda − + +
− − a) prótons passam da lã para o canudinho deixando-o eletrizado
Algodão − − + positivamente e isso o prende aos elétrons dos átomos que
− +
Ebonite −
Cobre − estão na parede.
− + b) ocorre uma transferência de elétrons da lã para o canudinho
Enxofre +
− cobre +
Celulóide e, ao colocá-lo em contato com a parede, ocorre a descarga
seda
desse excesso de elétrons, ficando o canudinho preso até que a
descarga termine.
A eletricidade estática no dia-a-dia c) ocorre indução de cargas elétricas na parede, que passam
A geração de eletricidade estática por atrito é mais comum para o canudinho e, devido à atração entre essas cargas, surge
do que se pode imaginar. Quando penteamos o cabelo num dia uma força elétrica que aumenta a força normal e equilibra o
seco, podemos notar que os fios repelem-se uns aos outros. peso do canudinho.
Isso ocorre porque os fios de cabelo, em atrito com o pente, d) com o atrito, o canudinho se eletriza pela retirada de alguns
eletrizam-se com cargas de mesmo sinal. Ao tirarmos um prótons, o que o deixa eletrizado negativamente, sendo,
agasalho de lã, notamos que os pelos do braço se arrepiam, portanto, atraído pelos prótons da parede.
atraídos pelo tecido, e às vezes ouvem-se até pequenos e) o canudinho fica eletrizado e, por ser um mau condutor, não
estalidos de faíscas que saltam entre o corpo e o agasalho. Ao perde esse excesso de carga para a parede, ficando assim
caminharmos sobre um tapete de lã, o atrito dos sapatos com o preso a ela por forças elétricas entre as cargas do canudinho e
tapete pode gerar cargas que se acumulam em nosso corpo. Se as induzidas na parede.
tocarmos a maçaneta de uma porta, nessas condições, poderá
saltar uma faísca, produzindo um leve choque. 02. Leia com atenção a tira do gato Garfield mostrada abaixo e
Ao se movimentarem, as aeronaves também podem se analise as afirmativas que se seguem.
tornar eletrizadas pelo atrito com o ar atmosférico. Por isso,
colocam-se pequenos fios nas asas dos aviões, a fim de escoar
para o ambiente as cargas geradas por atrito. No
reabastecimento, por garantia, o avião é ligado ao solo, para
que se escoe qualquer eletricidade ainda existente e que
poderia, eventualmente, provocar faíscas, incendiando os
I. Garfield, ao esfregar suas patas no carpete de lã, adquire 05. Um estudante atrita uma barra de vidro com um pedaço de
carga elétrica. Esse processo é conhecido como eletrização por seda e uma barra de borracha com um pedaço de lã. Ele nota
atrito. que a seda e a lã se atraem, o mesmo acontecendo com o vidro
II. Garfield, ao esfregar suas patas no carpete de lã, adquire e a borracha. O estudante conclui que esses materiais se
carga elétrica. Esse processo é conhecido como eletrização por dividem em dois pares que têm cargas do mesmo tipo. Com
contato. base nesses dados, pode-se afirma que:
III. O estalo e a eventual faísca que Garfield pode provocar, ao a) a conclusão do estudante está errada.
encostar em outros corpos, são devidos à movimentação da b) esses pares são o vidro com a borracha e a seda com a lã.
carga acumulada no corpo do gato, que flui de seu corpo para c) esses pares são o vidro com a lã e a seda com a borracha.
os outros corpos. d) esses pares são o vidro com a seda e a borracha com a lã.
Estão certas:
a) I, II e III b) I e II c) I e III d) II e III e) apenas I 06. Deixa-se cair no interior de um condutor oco A,
eletricamente neutro, uma esfera B eletrizada positivamente.
03. Três condutores esféricos idênticos, isolados, cada um com Ocorre, predominantemente, transferência de:
carga ІQІ = 3 μC, estão em posições fixas (figura). Qual o valor a) prótons de A para B. d) elétrons de A para B.
da nova carga em cada condutor, após estabelecido o contato b) elétrons de B para A. e) nêutrons de um para o outro.
mútuo entre si e recolocados na posição original? c) prótons de B para A.
a) 1 μC
b) 2 μC 07. A figura mostra três esferas de alumínio, eletricamente
c) 3 μC neutras, de mesma massa e de mesmo raio, penduradas por
d) 6 μC fios isolantes, inextensíveis, duplos e flexíveis. Estão em contato
e) 9 μC uma com a outra. Se a esfera da esquerda for carregada
positivamente, em que posição poderiam ficar as esferas?
04. Considere três esferas metálicas, X, Y e Z, de diâmetros a) d)
iguais. Y e Z estão fixas e distantes uma da outra o suficiente
para que os efeitos da indução eletrostática possam ser b) e)
desprezados. A situação inicial das esferas é a seguinte: X
neutra, Y carregada com carga +Q e Z carregada com carga –Q. c)
As esferas não trocam cargas elétricas com o ambiente.
Fazendo-se a esfera X tocar primeiro na esfera Y e depois na 08. Têm-se duas esferas metálicas iguais, A e B, sustentadas
esfera Z, a carga final de X será igual a: por suportes isolantes. Inicialmente, a esfera B está neutra e a
a) zero b) 2Q/3 c) –Q/2 d) Q/8 e) –Q/4 esfera A está eletrizada positivamente.
+
+ + A B
+
REVISÃO
Colocando-se em contato as duas esferas,
01. Um bastão pode ser eletrizado em uma de suas momentaneamente, e separando-as, em seguida, observa-se
extremidades e permanecer neutro na outra extremidade. Isto que:
será possível quando o bastão for de: a) a carga de A passa toda para B.
a) metal. b) metade da carga de A passa para B.
b) vidro. c) a esfera B adquire cargas negativas.
c) metal, mas muito comprido. d) a esfera A fica negativa.
d) metal, mas receber pequena quantidade de carga. e) as duas esferas ficam neutras.

02. A geração de eletricidade estática por atrito é mais comum 09. Três esferas metálicas idênticas, X, Y e Z, estão colocadas
do que se pode imaginar. sobre suportes feitos de isolante elétrico e Y está ligado à terra
Quando penteamos o cabelo num dia seco, podemos notar por um fio condutor, conforme mostra a figura abaixo. X e Y
que os fios repelem-se uns aos outros. Isso ocorre porque os estão descarregadas, enquanto Z está carregado com uma
fios de cabelo, em atrito com o pente, eletrizam-se com cargas: quantidade de carga elétrica q. Em condições ideais, faz-se a
a) de mesmo sinal. c) de sinais opostos. e) positivas. esfera Z tocar primeiro a esfera X e depois a Y. Logo após esse
b) de mesmo módulo. d) negativas. procedimento, as quantidades de carga elétrica nas esferas X, Y
e Z são, respectivamente:
03. Pessoas que têm cabelos secos observam que quanto mais
tentam assentar os cabelos, mais os fios ficam ouriçados (em X Y Z
dias secos). Este fato pode ser explicado por:
a) eletrização por atrito.
b) eletrização por indução. a) q/3, q/3 e q/3. c) q/2, q/2 e nula. e) q/2, nula e nula.
c) fenômenos magnéticos. b) q/2, q/4 e q/4. d) q/2, nula e q/2.
d) fenômenos químicos.
e) fenômenos biológicos. 10. Três esferas metálicas, idênticas, eletricamente neutras, são
munidas de hastes suportes verticais isolantes. Eletriza-se a
04. Atritando vidro com lã, o vidro se eletriza com carga positiva esfera B com carga Q = 16 μC. Faz-se o contato entre as
e a lã, com carga negativa. Atritando algodão com enxofre, o esferas A e B; após realiza-se o contato entre as esferas A e C e
algodão adquire carga positiva e o enxofre, negativa. Porém, se finalmente o contato entre B e C. Podemos afirmar que a
o algodão for atritado com lã, o algodão adquire carga negativa distribuição final de carga para a esfera C será:
e a lã, positiva. Quando atritado com algodão e quando atritado a) QC = 4 μC c) QC = 6 μC e) QC = 2 μC
com enxofre, o vidro adquire, respectivamente, carga elétrica: b) QC = 8 μC d) QC = 16 μC
a) positiva e positiva. d) negativa e negativa.
b) positiva e negativa. e) negativa e nula. Gabarito da Revisão:
c) negativa e positiva. 01. b 03. a 05. c 07. d 09. e
02. a 04. a 06. d 08. b 10. c

Você também pode gostar