QUESTÕES CESPE ATUALIZADAS

DIREITO CONSTITUCIONAL

LUIZJANDAIA@UOL.COM.BR

2

1 (CESPE – 2007 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Julgue os itens que se seguem, acerca do direito de greve. I A simples adesão à greve não constitui falta grave. II Embora a regra do art. 37, VII, da Constituição diga que “o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica”, não se poderá, em princípio, ignorar o que estabelece também a Constituição, no tocante à definição de serviços ou atividades essenciais e atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, que sujeita os responsáveis pelos abusos cometidos. III O Supremo Tribunal Federal já reconheceu a mora do Congresso Nacional, quanto à elaboração da lei que deveria reger os termos e limites do direito de greve dos servidores públicos. IV Eventual greve dos advogados públicos federais, que venha a colocar em risco a defesa do erário e, principalmente, do interesse público, constitui motivo de força maior suficiente para determinar-se a suspensão dos feitos que envolvam a União, suas autarquias ou fundações. A quantidade de itens certos é igual a A 0. B 1. C 2. D 3. E 4.

GABARITO: E 2 (CESPE – 2006 ADMINISTRADOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE RORAIMA) A respeito dos princípios constitucionais que regem a administração pública, assinale a opção correta. A) É constitucional norma que fixe a exigência de que o Poder Judiciário informe trimestralmente ao Poder Legislativo todos os gastos com publicidade e divulgação de comunicados oficiais ou com publicações legais. B) É constitucional dispositivo de lei que autorize o chefe do Poder Judiciário a fixar o índice de reajuste de seus servidores. C) O princípio da eficiência foi introduzido pelo constituinte originário da Constituição de 1988 como uma forma de imprimir mais efetividade à conduta da administração pública. D) O princípio da proporcionalidade é um princípio constitucional implícito aplicável à administração pública. GABARITO: D 3 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) Com relação à aplicação das normas constitucionais, assinale a opção incorreta. A O intérprete deve considerar que a interpretação constitucional se assenta no pressuposto da superioridade jurídica da CF sobre os demais atos normativos no âmbito do estado, o que significa dizer que não se deve fazer uma interpretação da CF conforme a lei. B Havendo colisão de direitos fundamentais, deve o intérprete aplicar o princípio da concordância fática, segundo o qual normas constitucionais que tutelam os direitos à vida e à liberdade têm precedência sobre as demais. C Ao dar a determinado dispositivo legal uma interpretação conforme a CF, o intérprete está reconhecendo que, segundo uma interpretação textual do dispositivo, ele é parcialmente inconstitucional ou que determinada interpretação do dispositivo legal revela-se incompatível com a CF.

“As pessoas jurídicas de direito público interno são civilmente responsáveis por atos dos seus agentes que nessa qualidade causem danos a terceiros. estaduais. C O primeiro artigo acima transcrito não abrange os partidos políticos nem as organizações religiosas. de que sua empresa seja contratada sem licitação. B A proposta feita pelo empresário. os municípios e as autarquias. o que não é o caso. negligência ou imprudência. QUESTÃO 2 GABARITO: A 5 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) — Pago R$ 100 mil se a empresa que ganhou a licitação não for contratada pela prefeitura. ressalvado direito regressivo contra os causadores do dano. definido pelo Código Civil como ato praticado por agente que. nessa qualidade. entendido na sua dimensão substantiva. o que significa que. o Distrito Federal (DF). A A proposta feita pelo empresário para que a empresa ganhadora da licitação não seja contratada configura condição suspensiva. portanto defesa. Quero em dinheiro vivo. “As pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes. uma vez que essas empresas integram a administração indireta de tais entes da Federação. segundo o Código Civil. se houver. os territórios. exercer-se o direito por ele estabelecido. — Combinado. por parte destes. configura condição potestativa. bem como as demais entidades de caráter público criadas por lei.” E. causarem a terceiros. vigorará o negócio jurídico. inclusive as associações públicas. A A responsabilidade objetiva estabelecida no artigo da CF acima transcrito abrange todas as empresas públicas e sociedades de economia mista federais. Com base no diálogo e nessas informações. no lugar da licitante vencedora. o que acarreta a sua invalidade e significa que o negócio pode produzir os efeitos almejados sem a observância do evento condicionado. que essa conversa telefônica tenho sido gravada com autorização judicial. culpa ou dolo. os negócios jurídicos subordinados seriam inválidos. assegurado o direito de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa. por ação ou omissão voluntária. Considere. por inexigibilidade de licitação. distritais e municipais. ainda que exclusivamente moral.3 D O intérprete deve ter ciência de que os princípios da razoabilidade e da proporcionalidade não estão explícitos na CF. no prazo fixado. enquanto esta não se realizar. Pago mais R$ 100 mil se a minha empresa for contratada. pois a não ocorrência do evento futuro e incerto convencionado. sendo extraídos do dispositivo que garante o devido processo legal. assinale a opção incorreta. Considere que o diálogo hipotético transcrito acima tenha-se dado entre o proprietário de uma empresa e o prefeito de determinado município. GABARITO: C . C Se ambas as propostas feitas pelo empresário contivessem condições juridicamente impossíveis. assinale a opção correta. QUESTÃO 39 GABARITO: B 4 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) De acordo com a Constituição Federal (CF). B A responsabilidade objetiva de que trata o segundo artigo acima transcrito abrange a União. não caracteriza o implemento da condição. de acordo com o Código Civil. viole direito e cause dano a outrem.” Considerando os dois artigos acima transcritos. desde a conclusão do negócio. D A primeira proposta não contém uma condição negativa. podendo. D A responsabilidade dos agentes públicos tratada nos artigos transcritos está ligada ao conceito de ato ilícito. ainda. os estados.

deve atuar como órgão auxiliar das câmaras municipais no exercício do controle externo dos respectivos municípios. que estipula ser de sete o número de conselheiros. GABARITO: B . Além disso. por meio de emenda à Constituição Estadual.4 Texto para as questões de 6 a 8 Determinado estado-membro da Federação criou. a exemplo daquele criado pela emenda constitucional estadual referida. no que couber. assinale a opção incorreta. B Apenas o item III está certo. consoante previsto na CF. três subprocuradores-gerais e quatro procuradores. quanto à composição. sendo órgão autônomo. à qual compete julgá-las. II Segundo jurisprudência do STF. Funciona. operacional e patrimonial dos municípios que integram esse estado. a prestação de contas anual desse tribunal deve ser feita ao próprio TCM. orçamentária. operacional e patrimonial dos municípios desse estado. à organização e à fiscalização. suas decisões. contraria a CF. junto a esse tribunal. aplicam-se. Esse Ministério Público tem competência para executar judicialmente as decisões impositivas de débito ou multa. dotado de autonomia administrativa e financeira. A A referida emenda. julgue os itens seguintes. financeira. Esse tribunal é integrado por nove membros. financeira. no primeiro semestre de 2007. GABARITO: C 7 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) De acordo com o disposto na CF e com a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca da situação hipotética em apreço. I A CF impede que os municípios criem órgão do tipo tribunal ou conselho de contas. embora qualificado como órgão estadual. um Ministério Público especial. B O TCM mencionado. inserido em sua estrutura. tem atribuição para requerer ao governador do estado a intervenção em município. sendo seis escolhidos pela Assembléia Legislativa e três escolhidos pelo governador. destinado à fiscalização contábil. pois se trata de norma de reprodução obrigatória. A Nenhum item está certo. as normas constitucionais e legais estabelecidas no modelo federal definido para o Tribunal de Contas da União (TCU). de provimento em comissão. III De acordo com o denominado princípio da simetria. Assinale a opção correta. pois. aos tribunais de contas dos estados e aos tribunais e conselhos de contas dos municípios. e deve prestar contas anualmente à Assembléia Legislativa. têm eficácia de título executivo. a CF não proíbe que estado-membro institua órgão do tipo tribunal ou conselho. que se compõe de um procurador-geral. das quais resulte imputação de débito ou multa. D Os requisitos para nomeação dos conselheiros do TCM em questão devem ser idênticos àqueles estabelecidos na CF para a nomeação dos ministros do TCU. ainda. C Apenas os itens I e II estão certos. destinado à fiscalização contábil.tal como ocorre em algumas unidades da Federação. orçamentária. QUESTÃO 3 6 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) Ainda com base na situação hipotética descrita. inserido na sua estrutura. C Ofende a CF a norma que exige que o TCM preste contas à Assembléia Legislativa do estado. D Todos os itens estão certos. nomeado pelo presidente do tribunal entre brasileiros portadores de diploma de bacharel em ciências jurídicas. um órgão estadual denominado Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). denominados conselheiros. ao fixar em nove o número de conselheiros do TCM.

assinale a opção incorreta. nos dispositivos em que se define a estrutura orgânica do Ministério Público comum. de dívida fundada. QUESTÃO 6 GABARITO: A 9 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) Ainda considerando a situação hipotética apresentada no texto. D Têm legitimidade para propor ação de cobrança executiva. ação direta de inconstitucionalidade da emenda constitucional estadual referida no texto. sem motivo de força maior. entre outras.5 8 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) Assinale a opção incorreta a respeito da situação hipotética apresentada no texto. na forma da lei. B Ofende a CF a norma que atribui ao presidente do TCM a competência para nomear o procuradorgeral do Ministério Público que atua junto a esse tribunal entre quaisquer brasileiros portadores de diploma de bacharel em ciências jurídicas. B Segundo a CF. contraria a CF a norma que atribui competência ao próprio TCM ou ao Ministério Público especial que atua perante ele para executar suas próprias decisões. a falta de prestação de contas devidas. além do ente público beneficiário de condenação imposta pelo TCM por intermédio dos procuradores que atuam junto ao órgão jurisdicional competente. pois a sua existência jurídica resulta de expressa previsão normativa constante da CF. a circunstância de não constar do rol inscrito na CF. segundo jurisprudência do STF. pois. ante a ausência de titularidade. C Segundo jurisprudência do STF. C É inconstitucional a atribuição conferida ao tribunal em questão de requerer ao governador do estadomembro a intervenção em município. como sucede ao Ministério Público comum. D Uma associação integrada somente pelos membros do Ministério Público que atuam junto ao tribunal de contas do referido estado não tem legitimidade para propor. são causas de intervenção. quando atuarem na condição de substitutos processuais. A Está de acordo com a CF a norma que confere autonomia administrativa e financeira ao Ministério Público especial que atuará junto ao referido TCM. perante o STF. por dois anos consecutivos. sendo indiferente. GABARITO: D . legitimidade e interesse imediato e concreto. o não pagamento. e a ausência de aplicação do mínimo exigido da receita municipal em manutenção e desenvolvimento do ensino e em ações e serviços públicos de saúde. A O Ministério Público especial que atua perante os tribunais de contas qualifica-se como órgão de extração constitucional. esse Ministério Público especial é dotado de autonomia funcional. para efeito de sua configuração jurídico-institucional. o Ministério Público comum e a Defensoria Pública.

QUESTÃO 23 GABARITO: D . Todavia. objetivando o recebimento de indenização por danos materiais e morais decorrentes da ilegal manutenção do autor da ação em cárcere por quase treze anos ininterruptos. por força de um inquérito policial inconcluso. além de ter perdido a visão dos dois olhos durante uma rebelião. enquanto a dos municípios e da União é taxativa e expressa. D Compete ao presidente da República ou ao procurador-geral da República a iniciativa de projeto de lei complementar que disponha acerca da organização do Ministério Público da União. devendo ser julgado. Frente a essa situação hipotética. tal dispositivo não se aplica à situação hipotética descrita. na manutenção e no desenvolvimento do ensino e em ações e serviços públicos de saúde. A A CF estabelece expressamente que o Estado deve indenizar o condenado por erro judiciário. A O Supremo Tribunal Federal (STF) vem entendendo pela viabilidade da intervenção de terceiros e do amicus curiae no processamento da ação direta de inconstitucionalidade e na ação declaratória de constitucionalidade. B Mesmo quando os estados deixam de aplicar o mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais. houve nítida ofensa ao dispositivo constitucional que dispõe que ninguém pode ser privado de liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal. as normas constantes da Constituição anterior não são automaticamente revogadas. a cumulação das indenizações por danos materiais e por danos morais. assinale a opção correta.6 10 (CESPE-2007 PROCURADOR TCM/GO) LUIZ ajuizou ação ordinária contra um estado-membro da Federação. o autor contraiu doença pulmonar grave (tuberculose). compreendida a proveniente de transferências. não há previsão legal de medida liminar. assim como aquele que ficar preso além do tempo fixado na sentença. nesse caso. B No âmbito da argüição de descumprimento a preceito fundamental. B A competência para processar e julgar originariamente a referida ação foi atribuído pela CF ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). C É crime de responsabilidade o ato do presidente da República que atenta contra a vida de um desafeto. Em razão do encarceramento. QUESTÃO 22 GABARITO: C 12 (CESPE-2007 TÉCNICO EM PROCURADORIA / PGE-PA) Acerca da organização dos estados e dos Poderes. pelo Senado Federal. C Conforme entendimento do STF. na Constituição Federal de 1988. D É cabível. C Na situação mencionada. a União não pode intervir nesses estados. GABARITO: B 11 (CESPE-2007 TÉCNICO EM PROCURADORIA / PGE-PA) No que se refere à aplicação e interpretação das normas constitucionais e ao controle de constitucionalidade. na situação hipotética. a técnica de se conferir efeitos ex nunc às decisões proferidas em sede de controle concentrado também pode ser utilizada no âmbito do controle difuso. uma vez promulgada uma nova Constituição. assinale a opção correta. A A competência dos estados e do Distrito Federal (DF) é residual. assinale a opção incorreta. quando não guardem compatibilidade material com a nova constituição. ainda que decorrentes do mesmo fato. em cadeia do sistema penitenciário estadual. D No sistema brasileiro.

D Para o STF. que o ajudasse nas causas. com atuação de um único julgador. D É vedado.º 45/2004. com apenas um Juiz em cada comarca. no âmbito da administração direta.7 13 (CESPE-2007 TÉCNICO EM PROCURADORIA / PGE-PA) A respeito da organização do Poder Judiciário e das funções essenciais à justiça. A Servidor detentor de cargo efetivo de agente administrativo. da honra e da imagem das pessoas. cessa em seus limites territoriais. B Compete à justiça federal julgar as causas em que seja parte sociedade de economia mista. desde que esse partido tenha representação no Congresso Nacional. E Um Juiz da Vara de Trabalho de certa comarca está com excesso de causa. de acumular esse cargo com emprego público no âmbito da administração indireta. pelo texto constitucional. B O mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por partido político. C Um TRT jamais poderá ter jurisdição menor do que a área de um Estado. da vida privada. mesmo se a questão constitucional posta em discussão for apenas prejudicial à resolução do litígio principal. por isso não teria sentido um TRT ter jurisdição menor que a do que a um Estado. a delegação de jurisdição especial à Justiça Comum local. assinale a opção correta. pela Constituição Federal. então o Juiz de bom grado julgou alguns litígios trabalhista para ajudar seu amigo de profissão que estava bastante atarefado. B A Justiça do Trabalho da 1ª instância passa a ser um Juizado monocrático. GABARITO: A-C // B-C // C-E // D-C // E-E . assinale a opção correta. quando instalada uma Vara de Trabalho. já que os dois são Juízes de Direito. pela Emenda Constitucional n. D Segundo o STJ. em uma subsidiária de empresa pública. como. assegurado o direito à indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação. ou seja. C Compete ao STF a homologação de sentenças estrangeiras e a concessão de exequatur às cartas rogatórias. no texto constitucional. Isso pode ser feito todas às vezes de forma amigável. A O exercício de atividade político-partidária por membros do Ministério Público passou a ser vedada. não está impedido. são órgãos que compõem a Justiça do Trabalho. o exercício de advocacia privada pelos procuradores dos estados e pelos defensores públicos. TRT´S e Juízes do Trabalho. então solicitou ao Juiz de direito comum da mesma cidade. independente da fase em que se encontre a causa. por exemplo. não se aplica na hipótese de publicação não-autorizada de imagens de artistas consagrados em revistas GABARITO: B 15 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) Em relação a Justiça do Trabalho julgue os itens: A O TST. o dispositivo constitucional que assegura a inviolabilidade da intimidade. C O STF entende como ilegítima a utilização de ação civil pública como instrumento de controle difuso de constitucionalidade. por usurpação de sua competência. GABARITO: A 14 (CESPE-2007 TÉCNICO EM PROCURADORIA / PGE-PA) Em relação à administração pública e aos direitos e garantias fundamentais. pois existe um TRT em cada Estado da Federação.

não abrange. quando o ato questionado envolver matéria trabalhista é de competência da Justiça do Trabalho.8 16 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) Em relação a Justiça do Trabalho julgue os itens: A Segundo o STF instalada em determinada comarca. B Habeas Corpus contra ato de Juiz do Trabalho. C Onde a jurisdição da Comarca da Vara de Trabalho não alcança. é da competência da Justiça do Trabalho. obrigatoriamente a Vara que irá delegar sobre a causa. sendo a competência para o seu julgamento. contratado sob o regime celetista. os mandados de segurança. E A nova alteração dada pela Emenda Constitucional nº45. sempre de um Juiz Criminal. D O STF reconheceu que compete à Justiça do Trabalho apreciar e julgar ações por dano Moral e Material decorrentes de acidente do trabalho. compete ao TRT. GABARITO: A-C // B-E // C-C // D-C // E-E 18 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) Em relação a Justiça do Trabalho julgue os itens: A Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar as ações relativas as penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos órgãos de fiscalização das relações de trabalho. os desdobramentos acidentários não seja de caráter Previdenciário. E Em caso de indenização em acidente de trabalho. podem ajuizar Dissídio Coletivo de natureza econômica. se já estiver em funcionamento. ou seja. habeas corpus e habeas data. D As Varas de Trabalho são criadas por Lei Ordinária Federal de autoria do Tribunal Superior do Trabalho. mesmo que o empregado não tenha entrado com a causa contra o INSS. B Um Dissídio Individual movido por empregado público. pois é ele a casa recursal de 2ª instância da Justiça do Trabalho. todos os casos referentes a causas trabalhistas. que não possui competência Criminal. é uma ação de natureza penal. decorrente de contrato de trabalho. onde o empregador tenha culpa ou dolo. GABARITO: A-C // B-C // C-C // D-E // E-E . somente os sindicatos que estão de acordo com as normas constitucionais. mesmo que ainda não esteja incluído na relação da lei federal que a instituiu. a sua jurisdição territorial se estende a todo o Município que a integra. D Segundo o Tribunal Superior do Trabalho o Servidor Público também tem direito à negociação coletiva como os empregados públicos federais. C O STF decidiu que compete ao TRF processar e julgar habeas corpus impetrado contra ato de Juiz do Trabalho de 1º grau. Vara de Trabalho. com RECURSO destinado para o respectivo TRT. C Segundo o Supremo Tribunal Federal é de competência da Justiça do Trabalho para julgamento de reclamação trabalhista ajuizada por empregado publico federal. mesmo em se tratando de causa trabalhista. e não ao TRT. será encaminhado a Justiça Comum. B Instalada uma Vara de Trabalho em uma determinada Comarca. segundo o Supremo Tribunal do Trabalho. então devese atribuí-la aos Juízes de Direito local. E O Habeas Corpus. desde que. GABARITO: A-C // B-C // C-C // D-C // E-E 17 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) Em relação a Justiça do Trabalho julgue os itens: A De acordo com a Constituição Federal de 1988.

C Segundo o Tribunal Superior do Trabalho. que possibilitará o uso do correio eletrônico para a prática de atos processuais a partir de qualquer ponto do país.9 mil hectares. cuja execução já está em andamento. o dissídio coletivo é um sucedâneo da negociação fracassada e esta é um processo que conduz à celebração de uma convenção ou acordo coletivo. B Qualquer das partes à negociação coletiva. podendo a Justiça do Trabalho decidir o conflito. E Em caso de greve em atividade essencial. respeitadas as disposições mínimas legais de proteção ao trabalho. C A fazenda que foi desapropriada recentemente pelo governo tem capacidade para o assentamento de 250 famílias e está situada numa região que registra os mais altos índices de conflito agrário no país. Ela é a primeira propriedade da lista das 101 fazendas que utilizam mão-de-obra escrava no Brasil e que vão ser destinadas à reforma agrária.9 19 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) Em relação a Justiça do Trabalho julgue os itens: A Dissídio Individual visa estabelecer normas e condições de trabalho. com possibilidade de lesão do interesse público. e da Carta Precatória Nacional. abriu o caminho para o desenvolvimento de programas que devem representar um salto de qualidade para a justiça do trabalho. um projeto audacioso de interligação de todas as 1. A fazenda foi declarada como de interesse social para fins de reforma agrária em decreto publicado no Diário Oficial. propriedades rurais onde há incidência de trabalho escravo. crime ambiental ou improdutividade podem ser desapropriadas. para ajuizar dissídio coletivo à autorização do Sindicato competente. ou seja. D Frustrada a negociação coletiva que visava à celebração do acordo coletivo. do mesmo estado ou não. tribunais regionais e o TST. o Ministério Público do Trabalho poderá ajuizar dissídio coletivo. Os interesses envolvidos são genéricos e a sentença que os resolve se estende a toda a categoria individualmente.135 varas do trabalho. GABARITO: A-C // B-C // C-C // D-C // E-C . E É o caso do Peticionamento Eletrônico Nacional. localizada no município de Marabá. a tomada de depoimentos de testemunhas ou até mesmo a execução de bens. GABARITO: A-E // B-C // C-C // D-C // E-C 20 ( LUIZ – 2007 QUESTÕES DE ACORDO COM CESPE) A De acordo com a Constituição Federal. Os movimentos sociais da região lutam pela obtenção da terra há pelo menos seis anos. podem ajuizar dissídio coletivo. Não sendo necessário então. por meio da qual o juiz do trabalho poderá se comunicar com outro juiz. D O Tribunal Superior do Trabalho começa a colocar em prática uma série de iniciativas destinadas a tornar a justiça mais rápida e eficaz. para requerer a citação de alguém. indistintamente. competindo à Justiça do Trabalho decidir o conflito. onde foi constatada a existência de trabalho escravo. no sudeste do estado do Pará. O Sistema Integrado de Informática. B O governo desapropriou uma fazenda de 9. qualquer das partes legitimadas para formalizar o acordo permanecem legitimadas para ajuizar dissídio coletivo. O decreto de desapropriação é considerado uma vitória para os trabalhadores rurais e para a reforma agrária.

Esses recursos decorrem de contribuições pagas pelas empresas e empregados. Nessa situação. D A Constituição da República confere vitaliciedade aos membros do Ministério Público do Trabalho e. e ao revigoramento e fortalecimento sindical. seus benefícios são prestados apenas às pessoas que contribuem para a seguridade social. quando o pai e a mãe. ou seja. pois esse cargo é privativo de brasileiros natos. inclusive aos não-sindicalizados. pois destina-se ao custeio do sistema confederativo. tanto em suas estruturas quanto na sua representatividade. B Os decretos legislativos não são submetidos à sanção do presidente da República. C A edição de medidas provisórias é um ato de competência do presidente da República que ele pratica na qualidade de chefe de governo. é apresentada uma situação hipotética. contudo. portanto. assistencial. B Maurício nasceu na França. é obrigatório aos trabalhadores. brasileiros. mesmo que Maurício opte pela nacionalidade brasileira. E A justiça do trabalho é incompetente para apreciar lide para cobrar a contribuição assistencial entre o sindicato patronal e a respectiva categoria econômica.10 21 ( CESPE – 2004 TÉCNICO JUDICIARIO – TRT 10ª REGIÃO) Acerca do direito constitucional. Com 15 anos de idade. C Segundo entendimento do Superior Tribunal de Justiça. A Compete ao Supremo Tribunal Federal julgar anualmente as contas prestadas pelo presidente da República. convenção coletiva ou sentença normativa. desde que prevista em acordo. que os sindicatos necessitam de recursos financeiros para adquirir tal solidez. B A contribuição sindical é obrigatória e independe da filiação do empregado ao respectivo sindicato que representa sua categoria. GABARITO: A-E // B-E 23 ( CESPE – 2004 TÉCNICO JUDICIARIO – TRT 10ª REGIÃO) A Hoje presencia-se o fortalecimento do sindicalismo no país. estudavam em uma universidade em Paris. seguida de uma assertiva a ser julgada. julgue os itens subseqüentes. Nessa situação. seria inconstitucional uma disposição legal que estabelecesse para esses agentes públicos aposentadoria compulsória aos setenta anos de idade. salvo na condição de aprendiz. E Compete à polícia federal a apuração de crime de corrupção que envolva juízes do trabalho. Essa robustez se faz urgente e necessária quando são debatidas alterações na legislação para a flexibilização das normas trabalhistas. F A assistência e a previdência social têm caráter contributivo. ser-lhe-á vedado exercer cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho. GABARITO: A-E // B-C // C-C // D-E // E-C // F-E 22 ( CESPE – 2004 TÉCNICO JUDICIARIO – TRT 10ª REGIÃO) Em cada um dos itens a seguir. Ocorre. D O pagamento da contribuição confederativa. Maurício veio ao Brasil pela primeira vez e fixou residência no país. a Constituição da República veda o trabalho de Luciano. onde mora há cinco anos. A Luciano é um adolescente de 13 anos de idade. alcançando apenas estes. a contribuição assistencial tem natureza convencional. GABARITO: A-C // B-C // C-C /// D-E // E-C . uma vez que depende da concordância dos associados do sindicato.

D. C A Defensoria Pública do Trabalho é o órgão do Ministério Público do Trabalho competente para promover. GABARITO: A-E // B-C // C-C 26 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere as afirmações abaixo: A. por isso. a defesa dos interesses coletivos e difusos. GABARITO: A-E // B-C // C-E // D-E // E-E 25 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere as afirmações abaixo: A. B. precisa ser feita mediante lei. exceto habeas corpus e mandado de segurança. A impetração de mandado de segurança coletivo por entidade de classe em favor dos associados independe da autorização destes segundo o STF. o Supremo Tribunal Federal entende que não é necessário que o impetrante comprove que o detentor da informação tenha se recusado a prestar a informação requerida. perante a justiça trabalhista. GABARITO: A-E // B-C // C-C // D-C . A No Brasil. Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar originariamente o habeas data contra ato do Presidente da República.11 24 ( CESPE – 2005 ANALISTA JUDICIARIO – TRT 10ª REGIÃO) Julgue os itens a seguir. B A Constituição da República permite ao presidente da República a edição de medidas provisórias sobre direito do trabalho. acerca de direito constitucional e de direito administrativo. do Tribunal de Contas da União e do Procurador Geral da República. o recurso contra decisão que concede de habeas data tem efeito suspensivo. O processo em habeas data tem prioridade sobre todos os atos. A entidade de classe tem legitimação para o mandado de segurança ainda quando a pretensão veiculada interesse apenas a uma parte da respectiva categoria. Para conhecimento do habeas data. D A redistribuição de cargos implica alteração na lotação dos órgãos ou entidades envolvidos e. E Compete exclusivamente ao STF a iniciativa da lei orçamentária anual que define as previsões de receitas e despesas para o Poder Judiciário. Em regra. A jurisprudência do STF tem entendido que é possível se conhecer de mandado de injunção coletivo. B. o sistema de controle de constitucionalidade é concentrado porque cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) dar a última palavra sobre questões relativas à constitucionalidade de leis. C. C.

na forma estabelecida em lei. são indicados pelos órgãos competentes e serão nomeados pelo Presidente da República após aprovada a escolha pela maioria absoluta do Senado Federal. terá efeito vinculante em relação aos demais órgãos do Poder Judiciário e à administração pública direta e indireta. estadual e municipal. entre sindicatos e trabalhadores. de ofício ou por provocação. O Presidente da República poderá delegar ao Ministro de Estado a concessão de indulto e comutar penas. a partir de sua publicação na imprensa oficial. se necessário. B. GABARITO: A-E // B-E // C-C 29 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere os itens abaixo: A. Os membros do Conselho Nacional da Justiça devem ter mais de 35 anos e menos de 66 anos. sujeitos ao referendo do Congresso Nacional.12 27 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere os itens abaixo: A. dos órgãos instituídos por lei. Segundo a Constituição Federal de 1988. O Conselho Nacional da Justiça terá como membro o Procurador Geral da República. mediante decisão da maioria absoluta dos seus membros. nas esferas federal. Permitir que nos casos previstos em lei ordinária que forças estrangeiras transitem pelo território nacional ou nele permaneçam temporariamente. C. Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar as ações sobre representação sindical. aprovar súmula que. bem como proceder à sua revisão ou cancelamento. após reiteradas decisões sobre matéria constitucional. Compete ao Presidente da República celebrar tratados. convenções e atos internacionais. nas empresas com mais de duzentos empregados é assegurada a eleição de um representante deste com a finalidade exclusiva de promover-lhes o entendimento direto com os empregados. B. O Supremo Tribunal Federal poderá. As ações de improbidade administrativa contra o Presidente da República são processadas perante o Supremo Tribunal Federal. C. B. entre sindicatos. C. e entre sindicatos e empregadores. GABARITO: A-C // B-E // C-C . com audiência. GABARITO: A-C // B-C // C-E 28 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere os itens abaixo: A.

Poderão ser ampliados os efeitos da declaração incidental.13 30 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere os itens abaixo: A. para fins de exprimir uma interpretação conforme a Constituição. salvo nas hipóteses prevista em lei”. Normas de eficácia limitada são aquelas em que o constituinte regulou interesses relativos à determinada matéria. mesmo que este já esteja revogado. D. D. afastando as interpretações passíveis de inconstitucionalidade. nos termos em que a lei estabelecer ou nos termos de conceitos gerais nelas enunciados. somente pelo voto da maioria absoluta de seus membros. A ação direta de inconstitucionalidade de leis ou atos normativos municipais contrários à Constituição Federal deve ser processada perante o Supremo Tribunal Federal. O artigo 5º. LVII da Constituição de 1988 dispõe: “O civilmente identificado não será submetido à identificação criminal. É admissível ação direta de inconstitucionalidade de lei e de ato normativo. B. GABARITO: A-E // B-E // C-C // D-E 32 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Considere os itens abaixo: A. GABARITO: A-C // B-E // C-C . a inconstitucionalidade de lei ou ato normativo pelo STF. mas deixou margem á atuação restritiva por parte da competência discricionária do poder público. Não é possível o controle concentrado de constitucionalidade de lei municipal ou ato normativo municipal em face da Constituição Federal. B. Não é possível o controle concentrado de constitucionalidade de decretos. quando o Senado suspender a eficácia da lei ou ato normativo. C. C. C. com efeitos ex tunc para as partes do processo em que houver a declaração. O controle preventivo de constitucionalidade é realizado dentro do processo legislativo e somente pelo Poder Legislativo. que terá efeito erga omnes e ex tunc. preservando o texto. É possível a declaração de inconstitucionalidade parcial de lei sem redução do texto. Conforme a Constituição Federal. Declarada incidenter tantum. B. desfaz-se desde sua origem a eficácia do declarado inconstitucional. GABARITO: A-E // B-C // C-C // D-E 31 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) Com base na jurisprudência do STF: assinale a alternativa CORRETA: A. mesmo que autônomos. Esta é uma norma de eficácia contida. declarado inconstitucional por decisão definitiva do STF. ou dos membros do respectivo órgão especial poderão os tribunais declarar a inconstitucionalidade da lei ou ato normativo do poder público.

bem como fracionamento. b) Os débitos de natureza alimentícia compreendem aqueles decorrentes de salários. quando possa ser justificado pela natureza das atribuições do cargo a ser preenchida. proventos. os pagamentos devidos pela Fazenda Federal. GABARITO: A-C // B-E // C-C // D-C // E-C . a fim de que parte seja paga através de expedição de precatório e parte através de requisição de pagamento de obrigações de pequeno valor prevista em lei. pensões e suas complementações. de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração bem como de outro cargo temporário ou de emprego público. em virtude de sentença transitada em julgado. mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa e mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho na forma de lei ordinária. fundadas na responsabilidade civil. GABARITO:A-C // B-C // C-C // D-E // E-C 35 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) a) São estáveis após três anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público. Estadual ou Municipal. far-se-ão exclusivamente na ordem cronológica de apresentação dos precatórios e à conta dos créditos respectivos. e) O Presidente do Tribunal competente que. É possível o Estado editar medidas provisórias obedecidas as regras básicas do processo legislativo e desde que prevista na Constituição Estadual. exclusivamente. neste último caso. assim como a participação de qualquer delas em empresa privada. retardar ou tentar frustrar a liquidação regular de precatório incorrerá em crime de responsabilidade. d) É possível a expedição de precatório complementar ou suplementar de valor pago.14 33 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) A. c) A expedição de precatórios não se aplica aos pagamentos de obrigações definidas em lei como de pequeno valor que a Fazenda Federal. C. a criação de subsidiárias de empresa pública de economia mista. repartição ou quebra do valor da execução. sem que isso fira o princípio da igualdade. benefícios previdenciários e indenizações por morte ou invalidez. definir as áreas de sua atuação. em cada caso. de sociedade de economia mista e de fundação. cabendo à lei complementar. proibida a designação de casos ou de pessoas nas dotações orçamentárias e nos créditos adicionais abertos para este fim. b) O servidor público estável somente perderá o cargo em virtude de sentença judicial transitada em julgado. Estadual. Os Tribunais Regionais do Trabalho poderão funcionar descentralizadamente. em virtude de sentença judiciária. vencimentos. e) Ao servidor ocupante. É possível impor-se o limite de idade para inscrição em concurso público. por ato comissivo ou omissivo. constituindo Câmaras Regionais a fim de assegurar o pleno acesso do jurisdicionado à justiça em todas as fases do processo. assegurada ampla defesa. c) Somente por lei específica poderá ser criada autarquia e autorizada a instituição de empresa pública. GABARITO:A-C // B-C // C-C 34 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) a) À exceção dos créditos de natureza alimentícia. d) Depende de autorização legislativa. B. Distrital ou Municipal deva fazer em virtude de sentença judicial transitada em julgado. aplica-se o regime geral de previdência social.

e) estão corretas apenas as alternativas I e IV. GABARITO: A-C // B-C // C-C // D-E 37 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) A Constituição Federal garante expressamente aos trabalhadores domésticos: I. c) estão corretas apenas as alternativas I e III. no mínimo. tem por fim assegurar a todos os existência digna. II . b) encontra sua competência no corpo da Constituição Federal. livre concorrência. GABARITO: D 39 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Em relação às medidas provisórias I . III . É assegurado a todos o livre exercício de qualquer atividade econômica. Defesa do consumidor.sendo formalmente rejeitada. IV . tratamento favorecido para as empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sua sede e administração no País. e) as alternativas c e d estão corretas. GABARITO: E . esta manter-se-á integralmente em vigor até ate que seja sancionado ou vetado o projeto. Adicional noturno GABARITO: A-C // B-C // C-E // D-E 38 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) O Tribunal Superior do Trabalho: a) compõe-se de. Redução das desigualdades regionais e sociais. aprovado projeto de lei de conversão alterando o texto original da medida provisória. conforme os ditames da justiça social observado os seguintes princípios: A.é vedada sua edição sobre matéria reservada a lei complementar. d) encaminhará ao Presidente da República listas tríplices para preenchimento das suas vagas destinadas aos advogados e aos membros do Ministério Público. fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa. independentemente de autorização de órgãos públicos. a) todas as alternativas estão corretas. Soberania nacional.por força da EC 32/01. b) todas as alternativas estão incorretas. III. dezessete Ministros. Adicional de Insalubridade. Licença a gestante. B.15 36 (CESPE – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 5ª REGIÃO) A ordem econômica.sua votação será iniciada no Senado Federal. II. propriedade privada. d) estão corretas apenas as alternativas II e III. c) não poderá ser integrado por brasileiro naturalizado. busca do pleno emprego. defesa do meio ambiente. C. função social da propriedade. não podendo ser restringida por lei. admite-se sua reedição apenas uma vez. inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus processos de elaboração e prestação. Horas extras IV. D.

e) as alternativas b e c estão corretas. recrutados. c) os itens II e IV estão corretos. e não tendo o Ministério Público apresentado seu pronunciamento no prazo de 5 (cinco) dias. d) todo os itens estão corretos. c) lei ordinária poderá autorizar os Estados a legislar sobre questões específicas da competência legislativa exclusiva da União. III . IV . e) as alternativas a e d estão corretas.acolhendo os pedidos contidos na petição inicial. mostra-se defeso ao juiz proferir sentença. d) a competência privativa somente poderá ser delegada nos casos previstos em lei ordinária. GABARITO: B 43 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Em relação ao mandado de segurança pode-se afirmar: a) a intervenção do Ministério Público mostra-se indispensável.são passíveis. a) todos os itens estão incorretos. admite-se recurso de terceiros e do Ministério Público. de recurso de ofício. quando ocorrer improcedência ou carência da ação. GABARITO: D . na respectiva região e nomeados pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de trinta e menos de sessenta e cinco anos. GABARITO: C 42 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) As sentenças proferidas em sede de ação popular: I .16 40 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) A diferença entre competência exclusiva e competência privativa reside em que: a) a competência privativa é indelegável.somente são passíveis de recurso de ofício. d) terão advogados. e) estão incorretos os itens II e IV. escolhidos em lista sêxtupla organizada pelo Conselho Federal da OAB. escolhidos por promoção. c) intimado pessoalmente. GABARITO: B 41 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Os Tribunais Regionais do Trabalho: a) compõem-se de. escolhidos em lista tríplice pelo respectivo órgão de representação. dentre os seus membros. sete juízes. b) a competência exclusiva é indelegável. alternadamente. b) terão membros do Ministério Público do Trabalho. ficando a competência exclusiva sob disciplinamento de lei complementar. sob pena de nulidade. b) apenas o item II está correto. após ter sido intimado pessoalmente. no mínimo.diante de apelação voluntária. quando possível. esta será recebida apenas no efeito devolutivo. c) serão constituídos por juízes do trabalho. e) as alternativas b e d estão corretas. por antigüidade e merecimento. II . sendo delegável a competência privativa. sendo delegável a competência exclusiva. d) fica o juiz autorizado a proferir sentença quando o Ministério Público. b) a doutrina majoritária sustenta que o Ministério Público atua como parte autônoma. deixar escoar o prazo de 5 (cinco) dias para sua manifestação.

e) as alternativas a e b estão corretas. e) determinar a interceptação telefônica. IV . fiscal e de dados.sua função é reprimir a omissão por parte do Poder Legislativo. b) o objeto da ação é o próprio vício de validade da norma. d) a sentença proferida no processo terá feição declaratória. b) somente a supremacia formal da constituição possui efetiva relevância. a intervenção do Poder Judiciário. vedada a condução coercitiva. não pode ser utilizado para veicular a argüição de inconstitucionalidade. d) todos os itens estão incorretos.o objeto da ação é o vício comissivo. c) rigidez constitucional e supremacia formal da constituição são conceitos teleologicamente antagônicos. b) apenas o item II está correto. c) os itens II e IV estão corretos. II . III . por sua feição constitucional específica. é do Supremo Tribunal Federal. e) ao suspender a executoriedade da lei inconstitucional. e) os itens II. o Senado. III e IV estão corretos. GABARITO: B 47 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Dentro das funções fiscalizatórias do Poder Legislativo. retirando sua eficácia.17 44 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Sobre o controle de constitucionalidade por via de exceção é válido afirmar-se: a) não poderá ser suscitado perante a Justiça do Trabalho. exigindo-se. o Poder Legislativo fica obrigado a legislar no prazo de 30 (trinta) dias. a) os itens I e IV estão corretos. as Comissões Parlamentares de Inquérito ostentam as seguintes prerrogativas: a) oitiva de testemunhas. GABARITO: B 46 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Sob perspectiva estritamente jurídica pode-se afirmar: a) mesmo as constituições costumeiras são marcadas pela sua supremacia material. b) realização de requisição de documentos e busca de todos os meios de prova legalmente admitidos. c) promover as rupturas dos sigilos bancário. fará com que estes efeitos sejam produzidos “ex tunc”. d) as leis ordinárias e as leis constitucionais não decorrem necessariamente da técnica de revisão constitucional. c) o “habeas corpus”. na hipótese de realização de perícias. sendo a reparação de um direito lesado mero consectário.a competência. que agrida a Constituição.declarada a inconstitucionalidade por omissão de medida para tornar efetiva norma constitucional. GABARITO: C . produzindo efeitos “ex tunc” no que diz ao caso concreto. em nível federal. GABARITO: D 45 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Em relação à inconstitucionalidade por omissão: I . d) decretar medidas assecuratórias para garantir a eficácia de eventual sentença condenatória.

limita-se a competência da União ao estabelecimento de normas gerais que. c) O STJ é competente para processar e julgar originariamente apenas os “habeas corpus” dirigidos contra os colegiados dos Tribunais Regionais Federais. No trâmite do processo perante o STF. b) O STF é competente para processar e julgar. se inexistentes. Nessa situação e com base na jurisprudência atual. que devem ser elaboradas pelas Assembléias Legislativas ou pelo Congresso Nacional. autorizam os Estados a exercer a competência legislativa plena. avaliando a adequação tanto sob o ponto de vista formal quanto no que se refere ao aspecto material. os “habeas corpus” quando o ato de coação emana de decisão colegiada de Tribunal Superior. segundo a competência legislativa prevista para os Estados e para a União. dispondo de capacidade postulatória. sendo que. além de ativamente legitimado à instauração do controle concentrado de constitucionalidade das leis e atos normativos. quaisquer atos ordinariamente privativos de advogado. D) A propositura de eventual ação direta de inconstitucionalidade por omissão restringe-se às normas de eficácia limitada de princípio institutivo e de caráter impositivo. originariamente. os órgãos competentes aferem a compatibilidade de uma lei ou ato normativo com as normas explícitas e implícitas presentes no texto constitucional. julgue os itens a seguir. A) No sistema de controle de constitucionalidade brasileiro. pode-se afirmar: a) O STF possui competência para processar e julgar originariamente os “habeas corpus” dirigidos contra os colegiados dos Tribunais Regionais Federais. federais e estaduais. a ação poderá ser concluída. conforme o caso. GABARITO: A-E // B-C // C-C 50 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Acerca do controle de constitucionalidade no sistema brasileiro. GABARITO: B 49 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Na Federação Brasileira. mediante ajuizamento da ação direta perante o STF. possui capacidade processual plena. B) O controle de constitucionalidade abstrato de lei municipal em relação à Constituição Federal pode ser feito via argüição de descumprimento de preceito fundamental.18 48 (CESPE – 2005 JUIZ DO TRABALHO – TRT 16ª REGIÃO) Em relação aos “habeas corpus”. pois inexiste a perda superveniente da legitimidade da ação. somente não prevalecendo se houver norma constitucional estadual no mesmo sentido. C – no âmbito da competência privativa da União para legislar. circunstâncias que determinam um caráter eminentemente jurídico às suas decisões. sendo-lhe possível praticar. B – não há hierarquia entre normas estaduais e federais. no processo de ação direta de inconstitucionalidade. C) Considere a seguinte situação hipotética. no âmbito da legislação concorrente. bem como às normas programáticas. para atender às suas peculiaridades. E) O governador de estado. enquanto ostentar a condição de agente político. o único representante do partido X optou pela filiação em outra agremiação política. d) O juiz de primeiro grau detém competência para processar e julgar “habeas corpus” impetrado contra ato ilegal imputado a membro do Ministério Público. e) Estão corretas as alternativas b e d. GABARITO: A-E // B-C // C-C // D-C // E-C . lei complementar federal poderá autorizar os Estados a legislar sobre questões específicas das matérias nele incluídas. O diretório nacional do partido X ajuizou ação direta de inconstitucionalidade contra medida provisória encaminhada ao Congresso Nacional pelo presidente da República. em conformidade com o sistema de repartição de competências estabelecidas na Constituição Federal: A – a lei federal é hierarquicamente superior à lei estadual.

GABARITO: A-C // B-E // C-C // D-C // E-E 52 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Em relação à organização dos poderes. C) A eventual ação de nulidade contra auto de infração lavrado por auditores fiscais do trabalho contra empregador que descumprir as normas aplicáveis às relações de trabalho é de competência da justiça do trabalho. a competência para dirimir conflitos de competência entre a turma recursal do sistema de juizados especiais e qualquer dos tribunais locais é do STF. C) O segundo turno da eleição presidencial acontecerá caso nenhum dos candidatos alcance a maioria absoluta de todos os votos no primeiro sufrágio. podendo ser reapresentada apenas no ano seguinte. inexistindo a possibilidade de os prazos desse procedimento especial fluírem nos períodos de recesso do parlamento. que pode ser atacado mediante o oferecimento de acusação. por qualquer pessoa residente no país. solicitando ao Congresso Nacional delegação para fixar os limites e condições para concessão de garantia pela União em operações de crédito externo. D) A matéria constante de projeto de lei apresentado pelo presidente da República. E) Caso o presidente da República pratique ato que atente contra o exercício dos direitos políticos. é válida iniciativa de lei do presidente da República. mas rejeitado durante sessão legislativa. julgue os itens que se seguem.19 51 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Em relação à organização dos poderes. mesmo que ulteriormente os requisitos de relevância e urgência sejam caracterizados. B) Em conformidade com o processo legislativo brasileiro e considerando a necessidade de promover maior rigidez no controle dos gastos públicos. a prova do trânsito em julgado a ser apresentada pelo interessado até a conclusão do processo. julgue os itens que se seguem. porém. à Câmara dos Deputados. B) Em caráter originário. individuais e sociais. estará cometendo crime de responsabilidade. A) A Constituição Federal estabelece dois requisitos para que o processo legislativo sumário seja deflagrado: projetos de lei de iniciativa privativa do presidente da República e solicitação ao Congresso Nacional. que procederá ao juízo de admissibilidade. realizando-se nova eleição no último domingo de outubro do ano anterior ao do término do mandato presidencial vigente. A) A liminar indeferida em sede de habeas corpus proposto ao STJ não pode ser combatida por intermédio de interposição de novo habeas corpus ao STF. D) O STF é competente para homologar a sentença proferida no estrangeiro. não poderá ser objeto de medida provisória. exigindo. GABARITO: A-E // B-E // C-E // D-E .

pertencendo aos demais entes federativos apenas algumas faixas mencionadas pela Constituição Federal. mas sem a regulamentação das autoridades competentes. B) No sistema jurídico brasileiro. em regra. B) A gravação de conversa entre duas pessoas. a utilização de habeas data como remédio jurídico constitucionalprocessual destinado a garantir o direito de acesso a registros públicos e de retificação destes independe de condições prévias. não sendo possível a utilização do registro como meio de defesa. relativos aos direitos e garantias fundamentais. B) As terras devolutas constituem bens dominicais e. expressamente. C) O mandado de injunção é instrumento a ser utilizado para viabilização de direito assegurado em lei. em casos de desastre e nos casos de flagrante delito. A) A definição dos crimes de responsabilidade é competência legislativa privativa da União. assim como o estabelecimento das respectivas normas de processo e julgamento destes. contudo a Constituição autoriza.20 53 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Julgue os seguintes itens. aos municípios e ao DF. D) A organização político-administrativa da República Federativa do Brasil restringe-se aos estados. GABARITO: A-C // B-C // C-E // D-E 54 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Julgue os itens subseqüentes. os estados. D) A diminuição legal da hora de serviço noturna (52 minutos e 30 segundos) constitui vantagem que não exclui o direito de o trabalhador receber o adicional em sua remuneração. é considerada ilícita. para prestar socorro. as hipóteses aceitáveis de discriminação entre homens e mulheres são apenas as referidas no texto constitucional. GABARITO:A-E // B-E // C-E // D-C . registrando o fato para prevenir uma negação futura. C) No sistema constitucional brasileiro. D) A impenhorabilidade da pequena propriedade rural de exploração familiar limita-se aos débitos relacionados à sua atividade produtiva. sem o consentimento do morador e a qualquer hora. todos autônomos. acerca da organização do Estado brasileiro. podem criar recurso de embargo de divergência contra decisão de turma em processo que tramite no tribunal. C) De acordo com a jurisprudência do STF. feita por uma delas sem o consentimento da outra. que outras pessoas ingressem neste recinto. A) O princípio da reserva legal equivale ao princípio da legalidade na medida em que qualquer comando jurídico que obrigue determinada conduta deve provir de uma das espécies previstas no processo legislativo. relativos aos direitos e garantias fundamentais. GABARITO:A-C // B-E // C-E // D-C 55 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Julgue os itens subseqüentes. integram o patrimônio dos estados. nos termos da Constituição Federal. A) A casa é asilo inviolável da pessoa. no exercício da competência concorrente para legislar acerca de procedimentos em matéria processual.

na hipótese de múltiplos significados. uma dotação destinada à manutenção de um órgão público engloba. serviços de terceiros. e os municípios. GABARITO: A-E // B-E // C-E 57 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Em relação ao direito constitucional. B) Após o afastamento do cargo. o membro do Ministério Público não poderá exercer a advocacia antes de decorrido o prazo de três anos. seja por aposentadoria ou exoneração. A) O poder constituinte derivado decorrente abrange os estados. para elaborarem suas leis orgânicas. razão por que se afirma que todas as normas constitucionais detêm eficácia. C) A citação prévia do advogado-geral da União em todas as ações de inconstitucionalidade apreciadas pelo STF representa a realização de função constitucional imprescindível e que se equipara à de curador em defesa das normas infra-constitucionais. material.21 56 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Em relação ao direito constitucional. em conformidade com as classificações definidas nas Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO). para elaborarem suas constituições. julgue os itens seguintes. GABARITO: A-C // B-C // C-C . C) Apesar da regra geral de que a LOA não deve consignar dotações globais destinadas a atender indiferentemente a despesas de pessoal. B) Em decorrência da supremacia das normas constitucionais. em um mesmo valor. GABARITO: A-E // B-C // C-C 58 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Considerando as atribuições constitucionais e legais dos órgãos públicos em matéria financeira. atualmente. B) Se um dirigente de um órgão público inicia a execução de um projeto não incluído na LOA. transferências ou quaisquer outras. a presunção de constitucionalidade das leis e atos normativos que integram o ordenamento jurídico orienta que se conceda preferência. A) Ao Banco Central do Brasil é permitido comprar e vender títulos do Tesouro Nacional. C) No plano da hermenêutica constitucional. qualquer norma a ser integrada ao ordenamento jurídico somente será válida caso esteja em conformidade com a Constituição. julgue os próximos itens. julgue os próximos itens. estará contrariando uma norma constitucional. A) A criação das declarações de constitucionalidade e de inconstitucionalidade por omissão e a ampliação da legitimação para propositura das ações diretas de inconstitucionalidade foram inovações implementadas com a promulgação da Constituição de 1988 no sistema brasileiro de controle de constitucionalidade. ao que apresente maior conformidade com a Constituição Federal. as destinações a material de consumo e serviços de terceiros.

B) No Brasil. em face ao princípio da legalidade. B) A interceptação telefônica. ampliar os casos de isenção de pena ou extinção de punibilidade. o voto é facultativo para os cidadãos maiores de 70 anos de idade. de ofício e a requerimento da autoridade policial ou do Ministério Público. A) O Banco Central do Brasil somente pode emitir títulos se destinados ao controle do meio circulante. F) Por força constitucional. que visem abolir crimes ou lhes restringir o alcance. julgue os itens seguintes. C) A CF veda expressamente a proteção legal a uniões estáveis entre cidadãos do mesmo sexo. não havendo qualquer exceção que vincula a receita de impostos a um benefício específico e divisível para o contribuinte. ainda. A) A Constituição Federal (CF) considera brasileiros natos apenas aqueles nascidos no Brasil. GABARITO: A-E // B-E 61 ( CESPE – 2007 AGENTE DE ESCOLTA E VIGILANCIA PENITENCIARIA-ES) Acerca do direito constitucional. C) É vedada a vinculação de receita de impostos a órgão. o ensino religioso nas escolas públicas é obrigatório e deve limitar-se ao ensino das religiões cristãs. mesmo tratando-se de normas penais benéficas. após a instauração formal de inquérito policial. para fins de investigação criminal. como instrumento de política monetária. A) Consoante entendimento do STF. GABARITO: A-E // B-E // C-C 60 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) A respeito da interceptação telefônica e do princípio da legalidade. fundo ou despesa. sob pena de tornar-se prova ilícita. julgue os itens seguintes. extinguir ou abrandar pena ou. E) Por força constitucional. somente pode ser determinada pela autoridade judiciária.22 59 ( CESPE – 2006 ADVOGADO DA UNIAO – AGU) Considerando as atribuições constitucionais e legais dos órgãos públicos em matéria financeira. havendo divergência entre a posição do pai e a da mãe acerca de questões relativas à educação dos filhos. é inadmissível medida provisória em matéria penal. pois o cristianismo é a religião oficial do Brasil. a LOA não pode conter dispositivo estranho à previsão da receita e à fixação da despesa. D) Seria inconstitucional uma lei que restringisse a gratuidade do ensino público às pessoas com renda familiar inferior a dois salários-mínimos. B) De acordo com o princípio da especialização. julgue os itens a seguir. GABARITO: A-E // B-C // C-E // D-C // E-E // F-E . deve prevalecer a orientação paterna.

assinale a opção correta. julgue os itens seguintes. E) Para serem resguardados os agentes policiais e os delegados de polícia contra eventuais retaliações por parte das pessoas que eles prendem. do critério fundado na idade do candidato importa em ofensa ao postulado fundamental da igualdade. B Os direitos e as garantias individuais têm caráter absoluto devido a seu elevado grau de importância no sistema constitucional. em ação civil de investigação de paternidade. portanto. são inafiançáveis os crimes de racismo e de tortura. D O princípio da isonomia. o exercício das liberdades públicas não pode ser condicionado. C Segundo a Constituição Federal. C O postulado constitucional do devido processo legal. os presos não têm direito à identificação dos responsáveis pela sua prisão. D Na Constituição Federal. A É constitucional provimento judicial que. é suscetível de regulamentação ou de complementação normativa. C) Respondem pelo crime de tortura tanto as pessoas que a praticam quanto as que. se omitem. implique determinação no sentido de o réu ser conduzido ao laboratório. “debaixo de vara”. se a esse tratamento diferenciado instituído pelo legislador não corresponder motivo bastante que o justifique lógica e racionalmente. GABARITO: A-C // B-E // C-C // D-C // E-E 63 ( CESPE – 2007 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA – TJRR ) Acerca dos direitos fundamentais previstos constitucionalmente. em sua destinação jurídica. podendo evitá-la. não ocorrendo. que se reveste de autoaplicabilidade. GABARITO: B QUESTÃO 53 .23 62 ( CESPE – 2007 AGENTE DE ESCOLTA E VIGILANCIA PENITENCIARIA-ES) Acerca do que dispõe a CF a respeito de crimes e tratamento dos presos. não está vocacionado à proteção da propriedade. para coleta do material indispensável à realização do exame de DNA. B) Enquanto dura a pena de reclusão. foram estabelecidos direitos tanto individuais quanto de grupos sociais. pelo poder público. ficam suspensos os direitos constitucionais do preso. A As violações a direitos fundamentais ocorrem somente no âmbito das relações entre o cidadão e o Estado. D) O Estado brasileiro deve assegurar às presidiárias as condições necessárias para que possam permanecer com os seus filhos durante o período de amamentação. A) Por força constitucional. B A adoção. GABARITO: D QUESTÃO 52 64 ( CESPE – 2007 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA – TJRR ) Assinale a opção que está em consonância com a interpretação que o Supremo Tribunal Federal (STF) tem dado aos direitos fundamentais. nas relações entre pessoas físicas e(ou) pessoas jurídicas de direito privado.

pode não ser prevista na constituição dos estados como uma atribuição privativa do respectivo governador. D É de um ano o prazo decadencial para a representação de inconstitucionalidade de lei federal junto ao STJ. GABARITO: A QUESTÃO 54 66 ( CESPE – 2007 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA – TJRR ) Em relação à segurança pública e à sua organização. a título preventivo. assinale a opção incorreta. dever do Estado e direito de todos. ação direta de inconstitucionalidade contra lei ou ato normativo municipal. A A eventual atribuição da função de radiopatrulha aérea à polícia militar é constitucional. C A competência do STF submete-se a ampla elasticidade interpretativa. por taxas. de modo que a gestão da segurança pública. como parte integrante da administração pública. originariamente. ela só pode ser sustentada pelos impostos. GABARITO: C . C Os estados-membros devem obediência às regras de iniciativa legislativa reservada. seria constitucional a inclusão de uma coordenadoria-geral de perícias entre os órgãos de segurança pública dos estados. fixadas na Constituição Federal. A A Constituição extinguiu o Tribunal Federal de Recursos e criou os tribunais regionais federais — aos quais compete processar e julgar originariamente habeas corpus contra ato de juiz federal — e o Superior Tribunal de Justiça (STJ). é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. ainda que em evento aberto ao público. pois o âmbito de atuação desta não se confunde com o policiamento ostensivo do espaço aéreo.24 65 ( CESPE – 2007 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA – TJRR ) Assinale a opção correta quanto às disposições da Constituição Federal no que se refere ao Poder Judiciário. e não. D Como a segurança pública. ante a sua condição de guardião da ordem jurídica constitucional. mesmo se for solicitada por particular para a sua segurança ou para a de terceiros. embora a polícia aeroportuária seja de competência privativa da União. B Compete ao STF processar e julgar. B Como os princípios da unidade e da indivisibilidade não regem a polícia civil e a militar.

homens que devem elaborar as leis que regulam o Estado. No sistema de três poderes proposto por Montesquieu. assembléias ou câmaras. assinale a opção correta. preconizado por Montesquieu. parlamento.25 67 ( CESPE – 2007 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA – TJRR ) O Poder Legislativo é o poder de legislar. O Poder Legislativo na maioria das repúblicas e das monarquias é constituído por um congresso. o Poder Legislativo é representado pelos legisladores. quando este edita medida provisória. de criar leis. no Brasil. é exercido. B) A garantia constitucional da imunidade parlamentar em relação às palavras proferidas por parlamentares no exercício e em razão do mandato não é um mecanismo apto a. sustar os atos normativos do Poder Executivo que exorbitem do poder regulamentar ou dos limites da delegação legislativa sem que isso implique ofensa ao princípio da harmonia entre os poderes. GABARITO: C . A) Cabe ao Congresso Nacional. dentro de um sistema bicameral. Acerca do Poder Legislativo brasileiro. C) O poder de legislar. os senadores e o presidente da República. garantir independência aos membros do Poder Legislativo. na esfera federal. com a sanção do presidente da República. pelo menos em tese. D) Os legisladores ou parlamentares federais são os deputados.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful