Você está na página 1de 9

ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS

INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS


TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

PROJETO: O JORNAL NA ESCOLA – UMA QUESTÃO DE CIDADANIA

RIACHO DA CRUZ / RN
NOVEMBRO 2010
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

I. APRESENTAÇÃO:

O uso do jornal em sala de aula indica um novo contorno do pensar e agir por meio da
leitura e da manipulação do jornal na escola. Permite, principalmente para novos leitores, a chance
de acesso ao recurso jornal, como um estímulo ao prazer de ler, vincula a realidade social e a
natural concepção de alternativas para demonstração de atitudes cidadãs, por parte dos leitores,
diante das informações por ele veiculadas. Consiste em promover, nas salas de aula, a leitura com
mais prazer, com o manuseio de jornais do dia ou de dias anteriores.
A idéia de utilizar o jornal como um instrumento pedagógico e levá-lo para dentro da sala de
aula transforma-o em uma ferramenta prática para a motivação do ensino e forma cidadãos mais
informados e participantes. Em conseqüência disto, forma no aluno a consciência ecológica a
respeito dos usos do jornal além da leitura, promovendo a divulgação da reciclagem e do
desenvolvimento de práticas que auxiliam na melhora da qualidade de vida do educando e de toda
a comunidade escolar.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

II. JUSTIFICATIVA:

O Jornal, como fonte primária de informação, pode ser considerado um dos mais importantes
instrumentos de comunicação entre alunos e professores, a escola e a sociedade. Informar aos leitores de
assunto que fazem parte de seu contexto, certamente despertará a curiosidade dos leitores envolvidos,
principalmente se essa comunicação abordar princípios pedagógicos e de conhecimentos. A interpretação,
a produção, os erros ortográficos e gramaticais, a falta de criatividade são fatos que preocupam a educação
atualmente, mesmo com tantas inovações metodológicas, a forma como o sistema avalia os nossos alunos
continua a mesma. As avaliações que medem os índices de aprendizado cobram muito a interpretação e a
produção. Consequentemente professores buscam na medida do possível trabalhar vários tipos de
linguagem textual para tentar amenizar os índices, além da preocupação acerca da falta de apetite pela
leitura por parte dos alunos.
Um jornal como recurso didático possibilita o trabalho com diversos textos, além de despertar nos
alunos habilidades como: pesquisar, produzir, criticar, interpretar, discernir, corrigir, etc. E ainda, tratando-se
de um jornal visual, produzido, gravado e noticiado pelos próprios alunos é que o presente projeto torna-se
mais rico e dinamizador.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

III. OBJETIVOS:

• Fornecer a escola um recurso pedagógico dinâmico, permanentemente atualizado e viável na


sala de aula.
• Promover a leitura crítica do aluno e maior proximidade com o veículo jornal.
• Promover a utilização do jornal como veículo de formação de cidadania.
• Incorporar novos conhecimentos via leitura de matérias jornalísticas.
• Motivar o aluno a participar de pesquisas na comunidade a partir de temas estudados na sala
de aula gerados através do jornal.
• Facilitar o manuseio da informação, desenvolvendo o senso crítico e criativo do aluno.
• Incentivar melhor domínio e manejo da linguagem oral e escrita.
• Proporcionar a interdisciplinaridade e a sociabilização.
• Incentivar a prática da reflexão, comparação, análise, síntese e conclusão das informações e
conhecimento adquiridos.
• Viabilizar a atuação do jornal como recurso de apoio didático.
• Democratizar as informações e gerar ações sociais mais freqüentes nas escolas.
• Questionar a realidade social, favorecendo a formação de opinião melhor embasada, levando a
mudanças de posicionamento e atitudes.
• Desenvolver no aluno o gosto pela leitura a aprofundamento na interpretação e compreensão.
• Provocar na comunidade escolar um sentimento de inquietação que gere o desenvolvimento de
ações voltadas para a reutilização do jornal e consequentemente auxilie na formação de uma
conscientização e do respeito pelo meio ambiente.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

IV. METODOLOGIA:

• Promover Rodas de Leitura para que os alunos tenham contato com diferentes tipos de jornais
e notícias.
• Confeccionar uma revista com as notícias da comunidade escolar e a apresentação dos
projetos das demais turmas da escola.
• Produção de documentários: Antes e Depois do Se Liga e do Acelera Brasil, onde os alunos,
professores, coordenadores, supervisores, direção e pais relatam as experiências anteriores e
posteriores aos programas de correção de fluxo do Instituto Ayrton senna.
• Confecção de Lembranças para os visitantes do projeto na 2ª feira Cultural da Escola, com
caráter ecológico;
• Idealização e construção coletiva da Ornamentação da Sala para a culminância do projeto na
perspectiva reciclagem e respeito pelo meio ambiente para uma melhor qualidade de vida.
• Produção de um mural para exposição de fotos das ações educativas desenvolvidas ao longo
do ano nas salas dos Programas Se Liga e Acelera Brasil.
• Interpretação de músicas com enfoque na pesquisa através do uso do dicionário para a
ampliação dos horizontes da leitura e da escrita pelo aluno.
• Socialização dos conhecimentos a respeito de Jornais e reportagens de tv, bem como
confecção de cartazes explorando a temática.
• Organização e divisão de tarefas e horários para as apresentações no tocante ao projeto.
• Confecção de cartazes e produções textuais de reportagens pelo alunos.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

V. AVALIAÇÃO:

O projeto em questão será avaliado pelo envolvimento da comunidade escolar, quanto aos
temas e ações desenvolvidas durante e depois pela repercussão dentro do contexto. Sobretudo, a
analise do envolvimento, participação e desempenho do aluno durante todo o processo será de
valor considerável para a aproximação mais real do desenvolvimento da aprendizagem pelo aluno,
auxiliando assim na decisão sobre sua promoção de acordo com os pressupostos e critérios dos
programas de correção de fluxo: Se Liga e Acelera Brasil.
Ao trabalhar cominhos para a solução de erros, superação de dificuldades e
desenvolvimento de habilidades por parte do aluno, este projeto intitulado: O Jornal na Escola –
Uma questão de cidadania adquire grande valor no que se diz respeito ao trabalho que se têm
dado ênfase na Leitura e na Escrita, bem como auxiliará no desenvolvimento do aluno enquanto
cidadão capaz de expressar suas próprias opiniões e formar uma postura ecológica e
conscientizadora, de respeito ao meio ambiente e de promoção da qualidade de vida, no âmbito da
comunidade escolar.
Ao avaliar, não queremos medir conhecimentos, mas verificar falhas em nossa prática como
mediadores e tentar outros métodos e metodologias que nos ajude a corrigi-las.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

VI. CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Um trabalho de produção pode desenvolver algumas habilidades de linguagem, escrita e


oralidade, através de instrumentos como o computador e recursos didáticos como jornais e
revistas.
Sistematizar as ações é fator fundamental para o desenvolvimento do projeto, considerando
sempre alguma flexibilidade no que diz respeito à seleção de editoriais e grupo de trabalho.
A importância de produzir, pesquisar, revisar e desenvolver várias habilidades nos leva a
considerar um grande percentual de aproveitamento e consequentemente chegar a uma produção
significativa.
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

VII. ANEXOS:
ESCOLA MUNICIPAL CAMILA DE LÉLLIS
INSTITUTO AYRTON SENNA - IAS
TURMAS: SE LIGA E ACELERA BRASIL
PROFºS: SOCORRO OLIVEIRA E LÁZARO MELO
AUXILIARES: RÉGIS E GALÚ

VIII. ASSINATURAS:

__________________________________________________________
MARIA DO SOCORRO DE OLIVEIRA CHAGAS
(Professora do Programa Se Liga)

__________________________________________________________
JOSÉ LÁZARO INÁCIO DE MELO
(Professor do Programa Acelera Brasil)

__________________________________________________________
SEBASTIÃO RÉGIS DA SILVA
(Professor-Auxiliar do Programa Se Liga)

__________________________________________________________
DAMIÃO GALÚ DA SILVA
(Professor-Auxiliar do Programa Acelera Brasil)

__________________________________________________________
ANTONIA JANAÍNA NOBRE DE ALBUQUERQUE RAMOS
(Supervisora dos Programas Se Liga e Acelera Brasil)

__________________________________________________________
CLÉDINA MAFALDO DE ALBUQUERQUE FERNANDES
(Coordenadora dos Programas Se Liga e Acelera Brasil)

__________________________________________________________
MARIA DE FÁTIMA DE ARAÚJO MEDEIROS PEREIRA
(Diretora)