Você está na página 1de 3

Metodologia do Ensino de História e Geografia

Heloísa Dupas Penteado


INFORMAÇÕES SOBRE O LIVRO: Anotações
Metodologia do Ensino de História e Geografia é um livro integrante da Coleção
do Magistério – Série Formação do Professor – Coordenada pelos estudiosos Selma
Garrido Pimenta e José Carlos Libâneo e de autoria de Heloísa Dupas Penteado.
A Coleção é destinada à formação do professor das Séries Iniciais.
A Organização do Livro:
O livro de organiza em três partes:
A primeira (com um Capítulo) faz um panorama geral da área e do Ensino das
Ciências Humanas.
A segunda parte (com dois capítulos) apresenta uma discussão sobre os Eixos
Geradores do Conhecimento e sobre a Metodologia dos Componentes História e
Geografia no 1º Grau.
A terceira parte do livro (dividida em seis capítulos) procura apresentar, de forma
bastante prática, os conteúdos e formas de trabalho com os mesmos em cada série.
Além disso, discute a formação do professor e a atuação do aluno-mestre em sala de
aula.
PARTE I – O Ensino de Ciências Humanas
Capítulo I – As Ciências Humanas
Área do conhecimento humano;
OBJETO DE ESTUDO: “O homem e suas relações”
FOCO DO LIVRO: História e Geografia (são áreas das ciências humanas)
As Ciências Humanas no 1º Grau;
Contribuição das Ciências Humanas para a formação do aluno de 1º Grau.
HISTÓRIA: Estudar o homem através dos tempos, nos diferentes lugares em que
tem vivido;
GEOGRAFIA: Estuda as relações do homem com o espaço em que está situado.
Geografia Física: estudo do espaço natural em que os homens se situam.
Geografia Humana: uso que o homem faz desses espaços nas relações entre si.
AS CIÊNCIAS HUMANAS NO PRIMEIRO GRAU
As ciências humanas são inseridas na Educação Básica através das disciplinas
História e Geografia;
Essa redução das Humanas causava preocupação. Pois, apesar dos dois
componentes serem muito importantes para a formação do educando, as Ciências
Humanas não se reduziam a elas;
(hoje o nível médio também é parte da Educação Básica)
Por que um motivo de preocupação?
A escola constitui um canal social de acesso da população ao conhecimento
sistematizado, organizado já produzido pelas Ciências Humanas;
A oportunidade de acesso vem sendo, de alguma maneira, garantida; entretanto
o conhecimento científico leva o indivíduo a refletir, “indagar”, fato que não agrada a
todos.
O acesso da população ao conhecimento produzido pelas Ciências Humanas vem
sendo negligenciado, pois manter o entendimento sobre a realidade sociocultural
como um fato “natural”, perpetua e legitima o poder vigente.

Prof. Pimentel 99 Bibliografia


CONTRIBUIÇÕES DAS CIÊNCIAS HUMANAS PARA A FORMAÇÃO DO ALUNO DE 1º GRAU Anotações
Entendemos a presença das ciências humanas no curso de 1º grau como um dos
elementos responsáveis pela preparação de um cidadão crítico, dotado de consciência
social que lhe possibilite:
– Perceber a sociedade como uma construção humana;
– Pecerber a si próprio como um agente social;
– Perceber os processos que orientam o fluxo social.
“Conhecer que o homem é um ser construtor e criador; Que faz a sua construção
através de sua ação, de seu trabalho sobre a natureza, juntamente com outros homens,
para garantir a sua sobrevivência”.
“A vida social construída pelo homem é reconstruída ao longo das gerações; que
essa reconstrução não significa necessariamente avanços ou melhorias”.
PARTE II Proposta de Ensino de História e Geografia
Capítulo II – Eixos Geradores do Conhecimento;
Capítulo III – Metodologia de Ensino de História e Geografia no 1º Grau.
EIXOS GERADORES DO CONHECIMENTO:
FORMA COMO SE CARACTERIZA O ENSINO DA HISTÓRIA NAS ESCOLAS DE 1º GRAU:
Heróis desvinculados do seu contexto marcam o ensino de História;
Apego à ordem cronológica dos acontecimentos como se a História se
desenvolvesse em um sentido único;
FORMA COMO SE CARACTERIZA O ENSINO DA HISTÓRIA NAS ESCOLAS:
Extensas listas de acidentes geográficos;
Extensa lista de números; como se fossem, isolados, eternos e independentes
entre si.
EIXOS GERADORES DO CONHECIMENTO:
A TENDENCIA MAIS RECENTE:
Três princípios:
• O processo de aprendizagem do homem ocorre mais facilmente quando se dá do
próximo para o distante. É próximo do aprendiz aquilo que pela significação por
ele atribuída, passa a fazer parte da sua realidade.
• O processo dá-se de maneira mais fácil quando sai do concreto ao abstrato. É
concreto para o aprendiz, aquilo que ele acredita que realmente existe.
• O processo de aprendizagem realiza-se de maneira mais acessível quando se
caminha da parte para o todo; é mais eficiente partir do ponto que a criança
domina empiricamente para que possa compreender o todo (p.ex.: bairro-
município-estado-país-mundo).
– Entretanto, reconhece que a aprendizagem se faz num movimento constante
que vai tanto das partes para o todo quanto do todo para as partes ao longo de
todo o processo.
É preciso substituir a apreensão fragmentada da vida social a que os alunos vêm
sendo expostos, por uma compreensão globalizada da vida social no seu funcionamento
e na sua historicidade.
Os conceitos básicos das Ciências Humanas que compõem uma estrutura de eixos
geradores de conhecimento, são um instrumento necessário para a organização do
trabalho escolar nesta perspectiva desejada.
Estrutura conceitual básica
Os conceitos básicos são instrumentos de trabalho para análise e compreensão
da realidade.
A estrutura conceitual básica do campo das ciências humanas é composto por:
relações sociais humanas, espaço, natureza, tempo e cultura.
– A vida humana se passa no contexto de um espaço.
– Esse espaço contem características que não foram criadas pelo homem e se

Prof. Pimentel 100 Bibliografia


modificam ao longo do tempo. Anotações
– O encontro dos homens entre si e com o meio natural define o espaço
sociocultural de sua existência.
É nas dimensões da História e da Geografia que se travam as relações humanas
transformando a natureza e produzindo cultura.
Metodologia de Ensino de História e Geografia no 1º Grau.
• Condições de Aprendizagem e Níveis de ensino
O professor como mediador entre condições internas e externas
O trabalho escolar proposto no livro desenvolve-se em três níveis:
– Conceitos específicos da série;
– Ampliação dos conceitos;
– Exploração de formação dos conceitos.
Em qualquer dos níveis, os conceitos devem ser trabalhados a partir do que pode
ser experimentado pelas crianças.
• Situações sugestivas de aprendizagem
Para que a aprendizagem se efetive, o professor deve ter os seguintes cuidados na
montagem das SSA:
– Lidar com conceitos de fenômenos concretos;
– Ter o aluno como sujeito ativo no seu processo de aprendizagem e
– Lidar com conceitos científicos na linguagem do aluno.
O trabalho proposto consiste em encaminhar o aluno do conhecimento do senso
comum, obtido através da observação de situações empíricas, para o conhecimento
organizado e sistematizado.
• A avaliação
O trabalho com conceitos oriundos das vivencias dos alunos está presente em
todas as séries. Como avaliar o aprendizado de conteúdos trabalhados no nível da
vivência?
– Através da observação e registro organizado do professor.
– É interessante fazer o registro em pelo menos 2 momentos diferentes do bimestre.
Após montar seu instrumento de avaliação (ficha de registro, p.ex.), o professor
deve manter identificado o objetivo de ensino a que cada exercício de relaciona e
verificar que tipo de trabalho cada exercício exige do aluno.
Os resultados obtidos através de um instrumento adequado de avaliação
permitirão ao professor analisar a situação geral da classe, mas avaliar seu próprio
desempenho.

Prof. Pimentel 101 Bibliografia

Você também pode gostar