Você está na página 1de 1

Prof: Erica

Aluna: Francisca Daynne Brito de Moraes

Sequência didática analisada: Língua portuguesa – 2º ANO – 1º Bimestre

Após analise detalhada dessa sequencia, concluí que a concepção de ensino-


aprendizagem adotada pelo município de Salvador e abordada na SD construída de
forma colaborativa, observando a adequação pedagógico-didática e identidade
cultural atentando para as demandas de aprendizagens dos estudantes e inovações
pedagógicas nas referências em legislação e pesquisas didáticas. A SD trata
inicialmente da importância da formação continuada de todos os profissionais
envolvidos com esse processo, e construir essa SD de forma coletiva e foi
disponibilizado tanto o Caderno do Aluno, onde as sequencias são trabalhadas por
bimestre, quanto o Caderno do Professor, com orientações pedagógicas específicas
para trabalhar com os estudantes e atingir os objetivos esperados: que ao final da SD o
aluno possa aprender a ler e escrever com competência e autonomia.

O Papel do Aluno está bem claro nessa SD. De modo que seus conhecimentos prévios
sejam valorizados desde o momento que entram na escola e mesmo que não saiba
ler/escrever, reformular as suas hipóteses de leitura e escrita e avançar na
aprendizagem são fundamentais.

O papel do professor também está em um lugar de destaque nessa SD. Fazer o


professor refletir sobre o seu papel e reconhecer a grande responsabilidade que
carrega a sua missão nesse processo de ensino-aprendizagem porque é ele que vai
trazer bons problemas para os alunos resolverem, ajudar as crianças a pensar, buscar
soluções, trocar experiências das novas descobertas, tornar o aluno um verdadeiro
leitor/escritor, pois a leitura e a escrita devem ser aprendidas simultaneamente.

As atividades da SD focam na reflexão sobre o sistema de escrita/leitura e devem ser


realizadas pelo menos quatro aulas distribuídas na semana e além dessas atividades o
professor pode fazer leitura de textos de boa qualidade diariamente para os alunos.

O CP pode acompanhar os avanços dos professores e dos alunos através da ficha Mapa
de Acompanhamento da Evolução da Escrita dos alunos que se encontra no final da
SD. Nessa ficha é feito registo das hipóteses de escrita dos alunos iniciando pela
sondagem na primeira quinzena de aula e deve ser repetida ao final de cada período.
Essa ficha preenchida vai apoiar o planejamento do professor e o CP pode conhecer e
analisar em qual nível de hipótese de leitura está determinado aluno, turma, turno e o
nível da escola. A SD traz uma lista de palavras para que o professor realize a
sondagem Inicial e a lista para a sondagem ao final do 1º Bimestre.

Você também pode gostar