Você está na página 1de 20

Biênio 2020 / 2021 Nº 247 JULHO | 2021

INFORMATIVO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANGIOLOGIA E DE CIRURGIA VASCULAR - SP

Impresso fechado pode ser aberto pela ECT

A ERA DA SAÚDE 5.0:


CONCEITO TRAZ MAIS
AUTONOMIA E EFICIÊNCIA
NA JORNADA DO PACIENTE
POR MEIO DE MAIOR CONECTIVIDADE, INFORMAÇÕES
SOBRE O DIAGNÓSTICO E TRATAMENTOS MÉDICOS
PASSAM A SER COMPARTILHADAS COM O PACIENTE E
TODOS OS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS

DEFESA PROFISSIONAL 2º CECC MESTRE VASCULAR


Aspectos éticos e profissionais na alocação de Curso repete sucesso e atrai cirurgiões vasculares Dr. Ronald Flumignan é grande incentivador da
recursos escassos na pandemia de Covid-19 de várias cidades do País literatura médica

JULHO 2021 1
DIRETORIA BIÊNIO - 2020-2021 PALAVRA DO PRESIDENTE

Presidente: Walter Campos Jr.


Vice-presidente: Fabio Henrique Rossi
Secretário: Vinicius Bertoldi
Vice-secretária: Regina de Faria Bittencourt Costa
Tesoureiro: Luis Carlos Uta Nakano Prezados colegas,
Vice-tesoureiro: Arnaldo Yoshimi Shiratori
Diretor científico: Antonio Eduardo Zerati
As programações da Regional São Paulo continu-
Vice-diretor científico: Inez Ohashi Torres Ayres am intensas.
Diretor de Publicações: Rogério Abdo Neser
Vice-diretor de Publicações: Giuliano Giova Volpiani O 2º CECC - Curso de Educação Continuada em
Diretor de Defesa Profissional: Marcio Barreto de Araujo
Vice-diretor de Defesa Profissional: Fábio José Bonafé Sotelo
Curativos Vasculares, novamente, foi um sucesso e
Diretor de Patrimônio: Jorge Agle Kalil mostrou ser de extrema relevância para a especiali-
Vice-diretor de Patrimônio: Erasmo Simão da Silva
dade. Temos que incentivar cursos multiprofissionais
CONSELHO SUPERIOR
Adnan Neser | Antonio Carlos Alves Simi | Bonno van Bellen | e multidisciplinares dentro da Educação Continuada,
Calógero Presti | Cid J. Sitrângulo Jr. | Fausto Miranda Jr. | Francisco
Humberto A. Maffei | João Carlos Anacleto | José Carlos Costa Baptista-
pois eles são capazes de elucidar importantes ques-
Silva | Marcelo Calil Burihan | Marcelo Fernando Matielo | Marcelo tões para a nossa prática diária.
Rodrigo de Souza Moraes | Pedro Puech-Leão | Roberto Sacilotto |
Valter Castelli Jr. | Wolfgang Zorn Quero falar também sobre o Curso Preparatório
CONSELHO FISCAL para o Título de Especialista e para Atualização em
Arual Giusti (Titular) | Marcos Augusto de Araújo Ferreira (Titular) | Victor
Andres Garrido Santillan (Titular) | José Fernando Leite da Silva (Suplente) |
Angiologia e Cirurgia Vascular (TEVASC), que foi fi-
Ivan de Barros Godoy (Suplente - In Memoriam) nalizado e pode auxiliar os sócios no concurso do
SECCIONAIS título de especialista. Procurem saber mais sobre o
ABC – Anderson Nadiak Bueno | Alto Tietê – Fuad José Assis |
Baixada Santista – Mariano Gomes da Silva Filho | Bauru-Botucatu
curso com a secretaria da SBACV-SP, ou acessem
– Rafael Elias Farres Pimenta | Bragantina – Benedicto Márcio Villaça | o site da Sociedade e preencham o formulário de
Campinas-Jundiaí – Carla A. Faccio Bosnardo | Franca – Fernando César
Raymundo | Marília – Ludvig Hafner | Presidente Prudente – Fernando inscrição.
José Fortunato | Ribeirão Preto – Luiz Cláudio Fontes Mega | São Carlos-
Araraquara – Carolina Diaz Pedrazzani Lemos | São José do Rio Preto
Outro assunto que gostaria de mencionar é sobre
– Sthefano Atique Gabriel | Sorocaba – Luis Carlos Mendes de Brito | a queda das mortes por Covid-19, sobretudo em
Taubaté-São José dos Campos – Luís Gustavo dos Santos Iniesta Castilho
idosos, que receberam a 2ª dose da vacina e es-
DEPARTAMENTOS
tão totalmente imunizados, o que aponta indício do
Doenças Arteriais:
Nilo Mitsuru Izukawa (Coordenador)
efeito da vacinação no Brasil. Isso demostra que,
Comissão de Doenças Carotídeas: quanto mais pessoas forem vacinadas, menor será
Regina Moura, Márcia Maria Morales e Celso Ricardo Bregalda Neves
Comissão de Aneurismas: a possibilidade de ficarem doentes ou apresentarem
André Echaime V.Estenssoro, Edwaldo Edner Joviliano,
Marcus Vinicius Martins Cury e Luiz Antonio Furuya
sintomas graves. O que se espera agora é que to-
Comissão de DAOP: das as faixas etárias sejam imunizadas o mais breve
Edson T. Nakamura, Francisco Cardoso Brochado Neto,
Igor Calixto Novais Dias, Ivan B. Casella e Rodrigo Bruno Biagioni possível.
Doenças Venosas: Nesta edição, apresentamos na matéria de capa
Adilson Ferraz Paschoa (Coordenador)
Comissão de TEV: Marcone Lima Sobreira, Luis Frederico Gerbase de
um assunto que tem impactado e trazido novos de-
Oliveira e Manoel Augusto Lobato dos Santos Filho safios para a Medicina: A Transformação Digital na
Comissão de Varizes: Jose Ben-Hur Ferraz Parente,
Newton de Barros Junior e Paulo Celso Motta Guimarães Saúde ou Saúde 5.0. Saibam como lidar com as mu-
Doenças Linfáticas: Mauro Figueiredo C. de Andrade e
Henrique Jorge Guedes Neto
danças e os efeitos em nossa rotina.
Doenças Vasculares de Origem Mista:
Nosso homenageado na editoria Mestre Vascular
João Antonio Corrêa (coordenador) é o Dr. Ronald Flumignan, que coordena mais de 20
Comissão de Pé Diabético:
Akash K. Prakasan e Guilherme Yazbek projetos científicos ativos e, há vários anos, atua na
Comissão de Curativos:
Rina Maria Pereira Porta e Sergio Roberto Tiossi
Escola Paulista de Medicina (EPM).
Comissão de Malformação: Espero que aproveitem o conteúdo e tenham uma
José Luiz Orlando e Daniel Guimarães Cacione
Comissão Síndrome de Congestão Pélvica: boa leitura.
Álvaro Machado Gaudêncio, Igor Rafael Sincos e Vitor Cervantes Gornati
Métodos Diagnósticos Não Invasivos:
Forte abraço!
Erica Patricio Nardino (coordenadora), Luisa Ciucci Biagioni,
Luís Gustavo Schaefer Guedes e Rafael de Athayde Soares
Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular:
Felipe Nasser (coordenador), Jorge Eduardo Amorim
e Sidnei José Galego
Cirurgia Experimental, Pesquisa e Microcirculação:
Sergio Quilici Belczak (Coordenador),
Nicole Inforsato e Vladimir Tonello de Vasconcelos

Trauma Vascular:
Grace Carvajal Mulatti (coordenadora), Ulisses Ubaldo Mattosinho Mathias,
Lucas Azevedo Portela e Eduardo Alves Brigidio
Doenças Vasculares com Comprometimento Estético:
Miguel Francischelli Neto e Álvaro Pereira Oliveira
Acessos Vasculares e Transplantes de Órgãos:
Rhumi Inoguti (coordenadora), Marcelo Kalil Di Santo,
Fábio Rodrigues Ferreira do Espírito Santo e Christiano S. Pecego
Comissão para Curso Preparatório
para Título de Especialista: Dr. Walter Campos Júnior
Walkiria Hueb Bernardi (coordenadora),
Debora Ortigosa Cunha e Yumiko Regina Yamazaki Presidente da SBACV-SP 2020-2021
Cursos e Eventos:
Fausto Miranda Júnior (diretor) e
Ronald Luiz G. Flumignan (vice-diretor)
Informática e Marketing:
Júlio César Gomes Giusti e Alexandre Campos Moraes Amato
Gestão de Relacionamento com Planos Privados:
Carlos Eduardo Varela Jardim

2 JULHO 2021
DEFESA PROFISSIONAL

ASPECTOS ÉTICOS E PROFISSIONAIS


NA ALOCAÇÃO DE RECURSOS ESCASSOS
NA PANDEMIA DE COVID-19

A pandemia de Covid-19 trouxe à tona, de vida a serem salvos”) como um critério humana como o fundamento primordial
de uma forma abrupta, a necessidade para alocação de recursos escassos, prin- para a condução e decisão em saúde, sem
de reavaliação de numerosos pontos re- cipalmente em relação ao acesso a unida- distinções que possam discriminar ou de-
levantes e ainda pouco costurados em des de UTI e medidas de suporte de vida preciar pessoas, comunidades ou grupos.
nossa malha social em constante evolu- avançada. Tais protocolos, inclusive, esta- Sugere-se então a adoção de protocolos
ção, dentre eles a interrelação de algumas vam em similaridade com alguns outros não voltados a generalizações, mas a aná-
políticas públicas com fatores bioéticos de propostos em países desenvolvidos, como lise crítica da saúde individual com algorit-
equidade de acesso e promoção à saú- na Itália, Espanha e Suíça. mos baseados na ciência e que indiquem
de e a sua garantia de execução de fato, Durante a história da humanidade, já individualmente riscos e prognósticos para
conforme determinado na Constituição de observamos os riscos éticos enormes de a alocação de recursos escassos.
1988 na concepção do Sistema Único de permitirmos generalização por raças, A equidade nas decisões passa então
Saúde (SUS). credos, fenótipos. No seu livro “Em Bus- no reforço positivo e crítico dos valores
Assim, durante a pandemia, a escassez ca de Sentido”, o psicólogo Viktor Frankl sociais e individuais positivistas que nos
de recursos para atendimento temporal da explicita os terrores vividos decorrentes motivam enquanto médicos e as socie-
população aumentou a distância abismal da classificação da generalização dos pri- dades de especialidades podem e devem
do acesso universal à saúde, principal- sioneiros em campos de concentração e contribuir em demasia neste aspecto da
mente de populações vulneráveis como como estes fenômenos objetificam o ser construção da aplicação da ciência com
idosos, indígenas, gestantes, puérperas, humano. Além disso, o risco deste agru- humanidade.
portadores de deficiências física e mental, pamento populacional, não se levando em A SBACV-SP tem seus canais de dúvi-
dentre outras. conta as características individuais, fere das e esclarecimentos sempre abertos aos
No artigo 1 da Constituição de 1988 todo e qualquer preceito constitucional e seus associados.
está estabelecida a pedra fundamental de da DUDH. A Medicina é feita por pessoas
proteção à dignidade da pessoa humana, e para pessoas, e esta deve refletir nas
e no artigo 1 da Declaração Universal dos políticas populacionais e não o contrário:
Direitos Humanos (DUDH): “Todos os se- o foco é o indivíduo e sua contribuição na
res humanos nascem livres e iguais em coletividade (artigos 1 e 2 do Código de
dignidade e direitos. Dotados de razão e Ética Médica). Nessa linha ainda, Dias e
de consciência, devem agir para com os Gonçalves, em publicação de 2020, ainda
outros em espírito de fraternidade”. questionam se é correto pontuar a expec-
No contexto atual, conforme citado na tativa de vida e recuperação individual a
revista Bioética do CFM em 2021, pela au- partir de aspectos ainda limitados do co-
tora Tássia Soares, protocolos de algumas nhecimento humano.
entidades e instituições brasileiras como Em maio de 2020, a Sociedade Brasilei-
Amib, Abramede (na sua primeira versão) ra de Bioética levou em consideração este
e Hospital Israelita Albert Einstein, dentre binômio recursos finitos e o uso igualitá-
Dr. Fabio Sotelo
outras, propuseram a idade cronológica rio das tecnologias em saúde. A Resolu- Vice-diretor de Defesa
explicitamente ou não (em forma de “anos ção 1/2020 trata a respeito da dignidade Profissional da SBACV-SP

AGENDA

2022

XX ENCONTRO SÃO PAULO DE CIRURGIA 7º CONTROVÉRSIAS EM CIRURGIA


Abril Maio
VASCULAR E ENDOVASCULAR VASCULAR E ENDOVASCULAR

07 a 09 Informações: secretaria@sbacvsp.org.br
26 a 29 Informações: secretaria@sbacvsp.org.br

Informações complementares: SBACV-SP - Tel.: (11) 97783-9182 | e-mail: secretaria@sbacvsp.org.br

JULHO 2021 3
CAPA

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL:
COMO AS NOVIDADES IMPACTAM
A ÁREA DA SAÚDE
Conceito de Saúde 5.0 permite maior participação do paciente nas tomadas
de decisão dos procedimentos sobre a sua saúde

A humanidade está sempre em cons- Com recursos de Inteligência Artificial tuição ele tenha se conectado, poderá ser
tante evolução, e parte desse processo (IA), sistemas digitais realizarão a tria- analisado, garantindo um melhor cuidado
envolve os avanços tecnológicos expo- gem e orientação dos pacientes. Nesses e eficácia nos tratamentos. É lógico e não
nenciais e os benefícios que eles propor- casos, o indivíduo entrará no site de sua menos importante garantir a segurança
cionam em nossa rotina. Nas organiza- seguradora de saúde ou do seu hospital destes dados respeitando as legislações
ções também acontecem mudanças, e e colocará informações sobre o que sen- vigentes.
elas precisam adaptar suas estruturas te, com que frequência, com qual inten- Para o gerente sênior de Produtos da
para se adequar aos novos tempos. sidade e será orientado a ir a um pronto Elsevier (empresa global de informação
Na área da Saúde não é diferente. A atendimento, a agendar uma consulta ou analítica, detentora de publicações como
transformação digital é um movimento chamar uma ambulância. a The Lancet, Cell e de 25% do conteúdo
que começou há mais de duas décadas Na Saúde 5.0, os dados do paciente científico verificado no mundo), Vitor Li-
e não parou mais. Os hospitais foram os poderão ser acessados pelo médico por beratori, o conceito de Saúde 5.0 traz não
pioneiros em colocar a tecnologia na pau- meio do prontuário eletrônico a qualquer apenas a tecnologia como foco no bem-
ta do dia, quando passaram a digitalizar -estar do paciente, como também agrega
os processos administrativos e financei- ferramentas de apoio tanto para os pro-
ros, que antes eram registrados em pa- fissionais quanto para os pacientes. "Tudo
pel. O objetivo foi obter mais controle,
rapidez e acuracidade. Uma parcela da A MAIOR isso integrado dentro de uma jornada
completa do paciente, com soluções que

CONECTIVIDADE
rede hospitalar aproveitou o momento farão a diferença no processo de cuidado
de transição para inserir nos prontuários e no suporte aos profissionais para que
eletrônicos não apenas dados cadastrais sempre tenham em mãos conteúdos de

DESENHA UMA
dos pacientes, mas também informações referência e baseados na evidência cientí-
clínicas, como histórico, exames, diag- fica, garantindo assim o melhor cuidado",
nósticos e tratamentos realizados. afirma Vitor, que também explica que o
Na busca por melhores resultados, vie-
ram a Saúde 2.0 e a Saúde 3.0. Agora NOVA JORNADA conceito de Jornada do Paciente, criado
pela Elsevier, contempla quatro etapas:
vivemos a Saúde 4.0, uma fase que se prevenção, diagnóstico, tratamento e cui-
caracteriza pela inserção de recursos tec-
nológicos no dia a dia do cidadão comum,
DO PACIENTE dado em casa. A tecnologia pode e deve
estar presente em cada uma delas, de
como o uso de relógios inteligentes para modo a colaborar com a tomada de deci-
verificação de batimentos cardíacos, a são dos profissionais envolvidos, aumen-
troca das consultas presenciais pela Te- hora e de qualquer lugar. Com a ajuda da tar a assertividade do tratamento e enga-
lemedicina e o agendamento de exames IA e de dados estruturados, interoperan- jar o paciente e as pessoas que o assistem
por meio de portais de clínicas e hospi- do entre os sistemas, o profissional será fora dos hospitais e consultórios.
tais. Porém, estamos no rumo para a eta- capaz de chegar a um diagnóstico mais Ainda, de acordo com o gerente de
pa da Saúde 5.0, quando a tecnologia já assertivo, uma vez que todo o histórico Produtos, com a chegada da Saúde 5.0,
fará parte de fato da vida das pessoas. do paciente, independente de qual insti- a principal mudança na Jornada do Pa-

4 JULHO 2021
CAPA

ciente, certamente, será a integração da volvem a saúde há tempo vem mudando.


tecnologia e conteúdos de suporte aos Décadas atrás, o médico determinava o
profissionais e aos pacientes para uma tratamento e pouco se discutia sobre op-
transição segura em todas as etapas. “A ções, opiniões, crenças, preferências, se-
grande diferença está aí. Não basta ape- gurança e consentimentos. “Obviamente
nas entregarmos um fluxo, mas tratar- que o conhecimento técnico e definitivo
mos cada uma dessas etapas como um continuará vindo do profissional da saú-
processo essencial para uma maior quali- de, porém as plataformas tecnológicas e
dade e segurança dos pacientes e profis- suas evoluídas conectividades facilitarão
sionais. Além disso, temos investido bas- o processo entre a equipe, e juntamente
tante na disseminação do conhecimento com a participação mais efetiva do pa-
e na preparação dos profissionais, for- ciente e da equipe multiprofissional agili-
necendo todas as informações baseadas zarão o processo, e certamente a asserti-
em evidências para suportar as melhores vidade das condutas.”
decisões e a chegada a diagnósticos mais A adoção das tecnologias digitais, como
precisos com a utilização de ferramentas wearable devices, dispositivo eletrônico
tecnológicas e materiais. A velocidade que pode ser acoplado em peças de rou-
Dr. Júlio César Gomes Giusti
como o conhecimento científico é atuali- pas e acessórios como relógios, pulseiras
zado, torna indispensável a presença de e smartphones - com a função de monito-
soluções de suporte para a decisão clínica rar seus dados para complementar o tra-
nas mãos dos profissionais”, ressalta. tamento sugerido pela equipe hospitalar,
Este ano, a Elsevier lança o ClinicalKey ou uso da Telemedicina também facilitam
Now, uma solução multiplataforma, to- o acesso de pacientes à saúde. “Tenha
talmente em português, criada e desen- como regra: na era digital, os serviços de
volvida de médicos para médicos, que saúde devem migrar para onde os seus
tem por objetivo ajudar o profissional a pacientes estão, evitando o contrário”,
tomar as melhores decisões de diagnós- pontua Dr. Giusti.
tico e tratamento em um curto espaço de Em um caso prático, por exemplo, ao
tempo. A ferramenta oferece algoritmos atender um paciente por meio de uma
clínicos, diretrizes, calculadoras clínicas, ferramenta de Telemedicina, o profissio-
monografia de drogas, revisões clínicas nal coleta alguns indicadores, como gli-
e resumos clínicos, para dar respostas e cemia, peso e pressão arterial, para ve-
ações rápidas no ponto de assistência. Li- rificar a evolução desse paciente, o que, Vitor Liberatori
beratori acredita que é por esse tipo de somado a outras evidências, direciona
ferramenta tecnológica que a informação para um possível diagnóstico e tratamen-
segura, baseada em evidências, trafega to, a ser confirmado pelo médico. Em
e pode chegar de forma mais rápida às seguida, o paciente recebe uma recei-
instituições de saúde e seus profissionais. ta digital, que pode ser enviada a uma criptografia, e apenas para fins médicos.
Liberatori confirma que a Saúde 5.0 farmácia, que providencia a entrega do Fonte: https://www.digisystem.com.br/
veio para trazer uma evolução ao setor, medicamento, sem necessidade de des- Nas palavras de Liberatori: “É neces-
ao partir do princípio que todas as infor- locamento do cliente. sário garantir a segurança e seguir fiel-
mações da Jornada do Paciente sejam mente a legislação vigente (LGPD). Isso
compartilhadas em larga escala com os A segurança das informações torna todo o processo seguro não apenas
envolvidos, incluindo o próprio paciente É claro que quando existe conectivi- para o paciente mas também para as ins-
que, com acesso a dados de qualidade, dade com uma grande quantidade de tituições. Hoje existem inúmeras formas
pode opinar e expressar suas vontades. compartilhamento de informações, há de se anonimizar dados, criptografá-los
“Garantimos de forma efetiva a perma- também uma preocupação sobre a segu- e garantir o uso devido destas informa-
nência do paciente no centro do cuidado rança desses dados. A área da Saúde é ções. As empresas devem estar prepa-
e envolvemos toda a equipe clínica para uma das maiores geradoras de informa- radas para este cenário com a garantia e
apoiar na condução do melhor desfecho ções sensíveis e confidenciais. Portanto, autorização dos pacientes para este com-
clínico sempre”, assegura. o cuidado no manuseio e disponibilização partilhamento de informações”, ressalta.
O cirurgião vascular e diretor de In- da informação é mandatório. Neste sen- “Não há dúvidas que a tecnologia aplica-
formática e Marketing da SBACV-SP, Dr. tido, todas as instituições devem estar da à Medicina, e agora agregada ao con-
Júlio César Gomes Giusti, acredita que a preparadas e organizadas para geren- ceito de Saúde 5.0, auxiliará e muito na
maior conectividade desenha uma nova ciar não apenas o volume destas infor- promoção da saúde em qualquer etapa do
Jornada do paciente, oferecendo um ser- mações, mas também a granularidade atendimento. Atualmente, com o rápido
viço mais conveniente, acessível e com delas. É neste momento que entra a Lei crescimento tecnológico, turbinado nos úl-
menos erros. “A revisão e automação dos Geral de Proteção de Dados (LGPD), que timos meses pela pandemia da Covid-19,
processos contribuem para que a Jornada deve ser minuciosamente analisada e observou-se a necessidade de mudanças
do Paciente seja mais fluída, porque tem cumprida pelas instituições de saúde no agressivas no método como as instituições
como objetivo eliminar pontos de dores e recolhimento dos dados, deixando cla- de saúde se relacionam com os pacientes.
desperdício. Assim, a mudança possibilita ras as regras de compartilhamento, bem A partir de agora, e acredito que cada vez
que os pacientes se engajem mais com o como seu propósito bastante intuitivo, a mais rapidamente, notaremos os serviços
serviço prestado pela sua instituição de fim de assegurar a privacidade e a segu- voltados à melhoria da experiência do pa-
saúde”, observa. rança das informações. É preciso ter cla- ciente vinculada não somente à qualida-
Para Dr. Giusti, a maior participação reza de que todos esses dados pessoais de, mas também à agilidade, segurança e
do paciente nos procedimentos que en- circularão em um ambiente seguro com conforto”, conclui Dr. Giusti.

JULHO 2021 5
MESTRE VASCULAR

DR. RONALD FLUMIGNAN: EXÍMIA TRAJETÓRIA TRILHADA


ENTRE A CIRURGIA E A LITERATURA CIENTÍFICA

Atualmente, o cirurgião vascular coordena mais de 20 projetos científicos ativos e é vice-chefe da disciplina
de Cirurgia Vascular e Endovascular da Escola Paulista de Medicina

Dr. Ronald Flumignan, nascido em 25 de ticas para produção e disseminação das


janeiro de 1982, em Presidente Pruden- melhores evidências científicas, com des-
te, interior de São Paulo, formou-se pela taque para a coeditoria do primeiro manu-
Escola Paulista de Medicina-Universidade al de cirurgia vascular da EPM, publicado
Federal de São Paulo, em 2006, e cum- em 2019, pela editora Manole.
priu residência médica em Cirurgia Geral O grupo de Pesquisa Ultrassom Vascu-
e Cirurgia Vascular entre 2007 a 2011. lar, certificado pelo Conselho Nacional de
Concluiu seu doutorado em 2016, com o Desenvolvimento Científico e Tecnológico
título: “Angioplastia para Trombose Veno- (CNPQ), com objetivo de projetar e re-
sa profunda: revisão sistemática Cochra- alizar estudos sobre o uso de Ecografia
ne”, e o pós-doutorado em 2020, com a Vascular com Doppler na especialidade
denominação: “Orientação por ultrassom de Cirurgia Vascular, para diagnóstico e
para cateterismo arterial, exceto femoral, tratamento, também é ancorado pela sua
em adultos”, ambos com a orientação e a coordenação. Além disso, realiza estudos
supervisão do Prof. Dr. José Carlos Costa com intercâmbio de área do conhecimen-
Baptista-Silva. to usando pesquisas de áreas básicas
Nos últimos anos, dedicou-se também para uso clínico (Medicina Translacional)
a uma formação adicional na área admi- e princípios da medicina baseada em evi-
nistrativa e recebeu a certificação Green Dr. Ronald Flumignan dências. Ele explica que a colaboração in-
Belt em gestão de processos Lean Six ternacional foi intensificada na pandemia
Sigma. Hoje em dia cursa MBA em gestão de Covid-19 e se refletiu em 13 artigos
empresarial pela Fundação Getúlio Vargas Mensagem aos jovens médicos completos publicados em 2020 em revis-
(FGV). tas internacionais de alto impacto, outros
Dr. Ronald faz parte do corpo clínico dos “A medicina tradicionalmente é cinco em 2021, além de 208 citações no
principais hospitais de São Paulo (Sírio- uma ciência de evidências tran- Google Scholar, onde gostaria de destacar
-Libanês, Albert Einstein, Oswaldo Cruz), sitórias transformadas em leis as seguintes:
incluindo o Hospital São Paulo, o Hospital para fins didáticos. Nosso papel é
Universitário da UNIFESP. Ele conta como sempre buscar a verdade, e nes- 1. Membro do comitê de assessoramen-
é a sua rotina de trabalho. “Minha atua- se caminho usar as melhores evi- to do “Evidence Aid: Championing eviden-
ção nestes hospitais envolve diagnóstico dências disponíveis para indicar o ce-based humanitarian action”. https://
e tratamento de pacientes com doenças melhor aos nossos pacientes e aos evidenceaid.org/our-volunteers/;
vasculares em ambiente eletivo ou de ur- nossos alunos. Se pudesse incen- 2. Coordenador na EPM do “Estudo de
gência, com intervenções conservadoras tivar algo aos mais novos, seria o Serviço Vascular Covid-19 (COVER): o
ou cirúrgicas, a depender de cada caso. espírito crítico e a perseverança. impacto da pandemia de Covid-19 no
No Hospital São Paulo coordeno o setor Nunca desistir de seus objetivos”. fornecimento, na prática e nos resulta-
de ultrassonografia vascular e oriento os dos da cirurgia vascular”. O Professor
médicos residentes em procedimentos ci- Christopher Imray, University Hospitals
rúrgicos da especialidade, como enxertos, Coventry & Warwickshire Clifford Bridge
endarterectomias, entre outros”. preceptor dos Programas de Residência Road Coventry, CV2 2DX, Reino Unido é
Em 2016, o especialista foi aprovado em Médica em Cirurgia Vascular e Angiorradio- o coordenador global do estudo. http://
concurso público para docente da Escola logia e Cirurgia Endovascular, e membro vascular-research.net/projects/cover-stu-
Paulista de Medicina (EPM) e, desde mar- da Comissão de Residência Médica. “Nos- dy-covid-19-vascular-service-study/;
ço de 2017, atua como professor adjunto. sa atuação também é marcada por cola- 3. Coordenador na EPM do estudo “Des-
Atualmente ele também ocupa a posição boração em outras instituições, como ser fechos de cirurgia na infecção por Co-
de vice-chefe da disciplina de Cirurgia membro do corpo editorial da revista do vid-19: estudo de coorte internacional
Vascular e Endovascular. Dr. Flumignan Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da revis- (CovidSurg)”. O Dr. Aneel Bhangu, Hos-
comenta que é na EPM onde exerce a ta Ciências em Saúde, e revisor de artigos pital Universitário de Birmingham, Reino
maior parte de suas atividades, além de científicos de 17 periódicos internacionais Unido é o coordenador global do estudo.
professor adjunto da Disciplina de Cirurgia indexados, notadamente o British Medical https://globalsurg.org/covidsurg/;
Vascular e Endovascular, ele é professor Journal (IF 39.89), European Heart Jour- 4. Principal executor do projeto de uso
orientador do Programa de pós-graduação nal (IF 22.67), JACC-Cardiovascular Ima- de “Anticoagulantes para Covid-19”, em
em Saúde Baseada em Evidências (mes- ging (IF 12.74) e Cochrane Database of colaboração com a Cochrane, Reino Uni-
trado e doutorado acadêmicos), coorde- Systematic Reviews (IF 9.26)”, ressalta. do, para a síntese e produção de evidên-
nador da Disciplina Eletiva de Ultrassom Grande incentivador da literatura mé- cias sobre o uso de anticoagulantes como
Vascular para os alunos de graduação em dica, o cirurgião vascular ainda coordena uma intervenção potencial no manejo do
Medicina, supervisor do Programa de Re- mais de 20 projetos científicos ativos, en- paciente hospitalizado e não hospitalizado
sidência Médica Ultrassonografia Vascular, tre estudos primários e revisões sistemá- com Covid-19. Esse projeto conta com a

6 JULHO 2021
MESTRE VASCULAR

colaboração do Dr. Charbel Matar (Líba- so de Educação Continuada em Ecografia for Vascular Surgery, France.
no) e da Dra. Britta Tendal (Austrália), e Vascular com aplicação prática, o qual, de Na opinião do médico, uma trajetória
já produziu duas publicações de alto im- acordo com o cirurgião vascular, teve um não se faz somente de sucessos, muito
pacto (Flumignan RLG et al. Prophylac- bom impacto nos associados, por forne- menos sozinho. “Aprendemos também ou,
tic anticoagulants for people hospitalised cer treinamento da melhor qualidade a um principalmente, com nossos erros. Fiquem
with COVID-19. Cochrane Database of custo acessível. “Exemplo do sucesso des- atentos a isso. Tudo é aprendizado. Tenho
Systematic Reviews, 2020. https://doi. se projeto foi que, em 2019, a SBACV-SP a imensa felicidade de contar com uma
org/10.1002/14651858.CD013739. JCR levou esse curso para Recife (PE), no 43º família unida e engajada com meus pro-
IF 9.2; Flumignan RL et al. Prophylactic Congresso Brasileiro de Cirurgia Vascular, jetos de vida. Da mesma maneira, tenho
anticoagulants for people hospitalized o maior evento da especialidade na Amé- a honra de contar com grandes mentores
with COVID-19: systematic review. Br J rica Latina”. desde que cheguei à EPM e não posso aqui
Surg. 2021. doi: 10.1093/bjs/znab197), Outra colaboração na SBACV-SP que deixar de agradecer aos vasculares Prof.
além de 26 citações no Google Scholar, lhe traz muita satisfação e sensação de José Carlos Baptista, Prof. Fausto Miran-
e foi disseminado em podcasts e resu- dever cumprido é a atuação na Liga Pau- da, Prof. Jorge Amorim, Prof. Luis Nakano
mos traduzidos para mais de 10 línguas lista de Cirurgia Vascular, idealizada pelo e Prof. Marcello Reicher. Muito Obrigado”.
diferentes. Recentemente, foi assunto na Dr. Marcelo Calil Burihan. “Nesse progra- Mas além do amor pela Medicina, o Dr.
Revista Galileu: ma, tenho a honra de participar de suas Flumignan revela ter tido outras paixões
https://bit.ly/revistagalileuFlumignan reuniões, congressos e instruir os alunos ao longo de sua vida. “Já pratiquei muito
da EPM e de outras instituições do nosso basquete e natação, mas atualmente não
Desde 2017, sua contribuição para a estado”. tenho treinado com frequência. Até antes
SBACV-SP tem se intensificado. Participou O especialista também participou de ou- da pandemia de Covid-19, meu principal
dos departamentos: métodos diagnósticos tras sociedades médicas: pesquisador da hábito era frequentar a Sala São Paulo
não invasivos e de eventos, e foi convi- Cochrane Brazil; membro titular da Socie- como assinante e apreciador de música
dado para vice-diretor Científico (diretoria dade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia erudita. As artes visuais também me atra-
de 2022 a 2023), ao lado de seu amigo Vascular; membro titular do Colégio Bra- em, principalmente a pintura e a fotogra-
Dr. Marcone Sobreira. O Dr. Flumignan sileiro de Cirurgiões; International mem- fia. Mas hoje, meu principal hobby é mi-
destaca alguns de seus projetos realiza- ber - Society for Vascular Surgery, USA e nha família. Dedicar-me a eles me deixa
dos pela Regional São Paulo, como o Cur- International member - European Society realizado”, conclui.

REUNIÃO CIENTÍFICA

DOR NEUROPÁTICA SERÁ TEMA DE PALESTRA NA SBACV-SP


Evento acontecerá no dia 29 de julho, no formato virtual

A palestra com o tema “O que saber de dor neuropática e seu tratamento, discussão de caso”, será ministrada pela Dra. Mariana
Camargo Palladini, no dia 29 de julho, no formato on-line, às 20h30. Na oportunidade, os participantes poderão debater sobre o
tema após a explanação.

REUNIÃO CIENTÍFICA

JULHO Link de acesso:

https://www.sbacvsponline.com.br/online
Reunião Científica - On-line

29/07/2021 ZOOM
ID: 891 0965 2515
Senha:
sp@2021
5ª feira – às 20h30

No caso de dúvidas, entre em contato com a secretaria da Regional SP: e-mail secretaria@sbacvsp.org.br ou WhatsApp +55 11 97783-9182

JULHO 2021 7
RELATO DE CASO

TRATAMENTO ENDOVASCULAR DE TRAUMA


VASCULAR POR ARMA DE FOGO COM STENT SOLARIS®

Colaboração: Ana Júlia Costa Luza


Autores: Sergio Quilici Belczak¹²³; Fe-
lipe Coelho Neto4; Beatriz Santana Wata-
nabe²; Ana Júlia Costa Luza²; Raphael Mo-
reira Ferraz de Campos²; Marcel Cardoso
de Almeida Peres²; Theo Mansur Debroi²;
Patrick Romero Domingos².
Instituição: ¹Instituto de Aprimora-
mento e Pesquisa em Angiorradiologia e
Cirurgia Endovascular - IAPACE, São Paulo,
SP, Brasil; ²Centro Universitário São Cami-
lo, São Paulo, SP, Brasil; ³Instituto Belczak
de Cirurgia Vascular e Endovascular, São
Paulo, SP, Brasil; e 4Hospital Regional da
Asa Norte - HRAN, Brasília, DF, Brasil
Paciente de 34 anos, previamente hí-
gido, foi vítima de múltiplos ferimentos
por arma de fogo (FAF). Ao exame físico, Figura 4- Angiografia evidenciando o extravasamento de con-
traste em artéria femoral superficial
apresentava cinco FAFs, três em tórax, um
cervical e um em região medial na coxa
esquerda (Figura 1). Foi submetido ao evidenciando perviedade do stent e ausên-
Figura 2- Angiografia evidenciando o extravasamento de con- cia de estenoses residuais. No entanto, o
traste em artéria femoral superficial paciente faleceu por outras causas.
O stent Solaris® é um stent revestido
terizando tratar-se de lesão decorrente que apresenta boa força radial, flexibilida-
do trauma pelo projétil da arma de fogo. de e disponibilidade em diversas medidas.
Realizou-se o implante do stent Solaris® Desta forma, mostrou-se efetivo no caso
7x60mm (Figura 3) e angioplastia com apresentado para a realização de trata-
mento endovascular de trauma em artéria
femoral superficial. A realização de trata-
mento endovascular em um paciente po-
litraumatizado permite tratar o segmento
vascular lesionado por um acesso remoto,
de maneira efetiva e com menor morbida-
Figura 1 - Fotografia do membro evidenciando o orifício do de cirúrgica que a cirurgia aberta.
FAF em coxa

atendimento inicial de acordo com o ATLS


(Advanced Trauma Life Suport) e realizou
drenagem de tórax bilateral. A conduta em Referências
relação aos FAFs torácicos e cervical foi 1. Maleski PSIS. Caracterização das vítimas
expectante. Em exame de angiotomogra- de ferimentos por arma de fogo e arma
fia foi evidenciado grande hematoma na branca atendidas em um hospital público
coxa esquerda com afilamento da artéria [Undergraduate thesis]. Brasília (DF): Uni-
femoral superficial neste local. versidade de Brasília; 2020.
Apresentava todos os pulsos distais pal- 2. Ribeiro AP, Souza ER, Sousa CAM. Lesões
páveis neste membro, inclusive fluxo tri- provocadas por armas de fogo atendidas em
fásico nestes vasos no exame de ultras- serviços de urgência e emergência brasilei-
sonografia Doppler. Devido à instabilidade ros. Cienc Saude Coletiva. 2017;22:2851-
hemodinâmica do paciente e ao extravasa- 60.
Figura 3 - Imagem fluoroscópica evidenciando o stent
mento contínuo de sangue pelo orifício de Solaris® implantado 3. Associação Brasileira de Saúde Coletiva
entrada do FAF na região medial da coxa, [Internet site]. Ferimentos com armas de
optou-se por realizar o exame de angio- balão 6x60mm. Angiografia de controle fogo custam R$ 190 milhões ao SUS em
grafia para avaliar possível lesão vascular evidenciando ausência de extravasamento 4 anos. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo
neste membro. de contraste e perviedade do stent no seg- Cruz; 2019. [cited 2021 Jan 10].http://in-
Realizou-se acesso femoral ecoguiado mento tratado (Figura 4). forme.ensp.fiocruz.br/noticias/45316.
contralateral. A angiografia do membro Paciente permaneceu com pulsos femo- 4. Fowler KA, Dahlberg LL, Haileyesus T, An-
inferior esquerdo evidenciou espasmo e ral e distal palpáveis e ausência de novos nest JL. Firearm injuries in the United Sta-
extravasamento de contraste em arté- episódios hemorrágicos pelo orifício do tes. Prev Med. 2015;79:5-14.
ria femoral superficial (Figura 2), carac- FAF. Doppler de controle no dia seguinte 5. Maciel PR, Souza MR, Rosso CFW. Estu-

8 JULHO 2021
RELATO DE CASO

do descritivo do perfil das vítimas com fe- Ismaili-Jaha V. A decade of civilian vascu- pigs. Clinics (São Paulo). 2011;66:1425-30.
rimentos por projéteis de arma de fogo e lar trauma in Kosovo. World J Emerg Surg. 10. Starnes BW, Arthurs ZM. Endovascular
dos custos assistenciais em um hospital da 2012;7:24. management of vascular trauma. Perspect
Rede Viva Sentinela. Epidemiol Serv Saude. 8. Medeiros CAF, Hatsumura TC, Gusmão Vasc Surg Endovasc Ther. 2006;18:114-29.
2016;25:607-16. DR, Freire LMD, Rocha EF, Guillaumon AT. 11. San Norberto EM, Fidalgo-Domingos LA,
6. Fernandes RF, Pedro LM, Evangelista Tratamento endovascular do trauma arterial Cenizo N, Revilla Á, Taylor JH, Vaquero C.
A, et al. Tratamento endovascular de le- dos membros. J Vasc Bras. 2008;7:56-61. Endovascular treatment of venous bypass
sões arteriais traumáticas. Angiol Cir Vasc. 9. Belczak S, Silva ES, Aun R, et al. Endovas- graft pseudoaneurysm with the new Sola-
2011;7:21-8. cular treatment of peripheral arterial injury ris self-expanding covered stent. Case Rep
7. Jaha L, Andreevska T, Rudari H, Ademi B, with covered stents: an experimental study in Vasc Med. 2020;2020:4871814.

ARTIGO

COMO O DIGITAL FORTALECE CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS MÉDICAS


*Por Fábio Kanashiro
As plataformas estabelecidas na internet barcado de tecnologia. Um local onde a ex- O mesmo usuário que tem que ligar para
com serviços de dados e comunicação proli- periência do consumidor é enriquecida de a clínica, esperar a secretária atender e
feram há quase 30 anos, porém seu uso in- modo personalizado, digitalmente facilitada abrir a agenda para marcar uma consul-
tensivo por consultórios e clínicas médicas de e potencializadora de recorrência em modo ta pede em segundos um transporte num
pequeno e médio porte ainda é baixo. omnichannel. aplicativo de motoristas.
Com mais da metade dos médicos não atu- No caso dos consultórios e clínicas, o phy- Como sabemos, lidar com novas interfa-
ando com prontuários eletrônicos em 2018, é gital pode ser mais do que uma nova fron- ces, migração de dados e canais de marke-
de se esperar uma adoção tardia de sistemas teira de marketing, mais do que aumentar ting é sempre algo que requer dedicação e,
baseados na internet e do Marketing Digital. as chances dos pequenos contra os grandes, muitas vezes, meses de payback de se per-
Não raro termos como bots de atendimento, mais bem estruturados e que possuem pro- der de vista, por isso a importância do ges-
gerenciadores de contatos e custo de aquisi- fissionais dedicados. É a chance de se equi- tor da saúde em ter no radar as novidades
ção de clientes são vistos como novidades. parar em divulgação, ganhar qualidade e que aparentam chegar devagar mas que
E é compreensível, pois o perfil geral do produtividade com escala, e acima de tudo, podem tomar proporções muito expressi-
médico é ligado à atividade assistencial téc- inovar (ou pelo menos se atualizar). vas. Quem afirmaria com convicção antes
nica e científica. O que demanda muita de- O digital impacta em desde a aquisição de da pandemia que a Telemedicina chegaria
dicação não apenas de atendimento, como clientes, atuando no momento exato do ca- de um ano para outro em 53 startups com
também de estudo e atualização. nal usado, até na personalização da experi- esse fim em 2020? Além das outras quase
Resta pouco tempo para administrar o ência. O que se inicia com a “persona”, passa 500 que vão desde prontuários eletrônicos
consultório e avaliar novos sistemas de in- pela nutrição de conteúdos, entra como ca- até big data, todas na saúde.
formação e gestão, e diga-se por passagem dastro, passa pelo pagamento, pela avalia- De qualquer forma, caso você seja um
Administração, Marketing e Ciência da Com- ção NPS, pesquisa de melhoria, e é claro, até late adopter, já é um bom começo ter che-
putação são faculdades à parte da Medicina. o momento da verdade do encontro com o gado até aqui nessa leitura. E um conselho
É minoria (e de se admirar) o doutor que se médico, núcleo do sistema. que fica é que, se não consegue por qual-
destaca com tecnologia. O mesmo ocorre Considere também a LGPD, documentações quer motivo investir seu tempo nisso, se
quando se trata do uso profissional de mídias regulamentadas como prescrições, resultados alie a quem faz, na área da saúde temos
digitais. O que é bem relevante, quando se de exames, termos de consentimento, contra- excelentes hubs de inovação e startups
trata de novos clientes. to com os médicos e verá que merece tanta muito sérias que vão te ajudar nessa inces-
No Brasil, chega a 55% o porcentual de atenção a jornada do paciente como a jornada sante trajetória da transformação digital.
consumidores influenciados em suas deci- do gestor do centro de atendimento.
sões de compra de bem-estar por influen- Acrescente o IoT (“internet das coisas”) e
ciadores digitais. Não por acaso, a base da se surpreenderá com o que é capaz de se
pirâmide da medicina particular composta fazer com a Telemedicina no sentido amplo
por pequenos centros de atendimento tem além da teleconsulta, entrando no proces-
aumentado o uso das plataformas. Gradual- samento online de exames, na telecirurgia
mente barreiras se rompem. Um termo cada e nas inúmeras outras aplicações funcionais.
vez mais usado e que mostra um ponto de Ou seja, os médicos que assumem um
conexão é o “phygital”, o balanceamento en- mindset atualizado e tornam seus consultórios
tre o físico (physical) e digital. mais tecnológicos recebem uma grande van-
A Medicina envolve uma abordagem in- tagem na captação de pacientes e na gestão
dividual e humanizada, relação direta e ge- dos consultórios, sendo fundamental que se
ralmente clínica presencial, pelos menos na tornem mais digitais. É um caminho sem volta.
maioria das especialidades, então o físico Lembrando que a maioria dos novos
continua sendo necessário. Incluindo ainda clientes passa pelo funil de vendas de atra-
que são 40 milhões de brasileiros sem acesso ção, relacionamento e conversão de clien-
à internet, representando 21,7% da popula- tes. E mesmo boa parte daqueles que vêm Fábio Kanashiro
ção acima de 10 anos, é claro que o digital por indicação, checam referências na inter- CEO da startup Academia da Pele, Advisor da Ponto Fácil,
rede phygital de serviços financeiros e membro da HIHUB
não dá conta do recado sozinho. net e comparam suas experiências como Tech Health Innova - HUB Digital de Inovação em Saúde
Entenda o phygital como lugar físico em- usuários com outras categorias.

JULHO 2021 9
ESPAÇO ABERTO

Por Dr. Robson Barbosa de Miranda


A vacinação completa contra a Covid-19 • A maioria dos casos ocorreu na primeira (a) para tomar a vacina e estiver em uso
diminuiu a hospitalização e morte em 80% dose da vacina de anticoagulante para tratamento de uma
no Reino Unido e até 94% nos Estados Uni- trombose, não é necessário parar a medi-
Quais são as manifestações mais comuns
dos no fim do primeiro semestre de 2021. cação. Procure seu médico para ele orien-
da trombose induzida pela vacina?
Em fevereiro de 2021 – efeitos adversos pela tar o melhor horário para que a vacina seja
Habitualmente, a manifestação clínica ini-
vacina baseada em vetor viral de adenovírus aplicada, considerando que é uma injeção
cia 4 a 28 dias após a imunização.
(distribuída pela AstraZeneca) foram detec- intramuscular.
A maioria dos casos (38-80%) se apresen-
tados em pessoas previamente hígidas. As
ta como trombose de veias cerebrais, cujas Tenho uma trombofilia, devo evitar to-
manifestações clínicas foram trombose em
características clínicas são: dor de cabeça mar a vacina da AstraZeneca?
locais atípicos (vasos abdominais e cere-
de forte intensidade, alterações visuais, pa- Ao que sabemos atualmente, não!
brais) associadas à trombocitopenia (queda
ralisia, vômitos. Sintomas de trombose de Lembre-se que a VITT é um fenôme-
do número de plaquetas no sangue).
vasos abdominais: dor abdominal, náuseas no imunológico. Fazendo uma comparação
Em abril de 2021, complicações simila-
e vômitos. Sintomas em outros sistemas: grosseira, é como uma “alergia”. Atualmen-
res foram detectadas em alguns indivíduos
falta de ar e inchaço nas pernas. te não é possível prever quem será aco-
vacinados com a vacina baseada em vetor
No entanto, para confirmar a VITT são ne- metido. Por outro lado, a taxa de eventos
viral de adenovírus distribuída pela Johnson
cessários exames laboratoriais: tromboembólicos nos acometidos pela Covid
& Johnson.
Essa síndrome (conjunto de sinais e sin- • O distúrbio de coagulação é muito alta (variando entre 16-42%). Não
tomas que caracterizam um evento clínico) • A baixa quantidade de plaquetas vale arriscar não tomar a vacina sob o medo
trombótica associada à queda no número de • Anticorpos contra fator plaquetário de ter trombose.
plaquetas no sangue foi descrita como Trom- Qual a mortalidade da trombose induzi-
bocitopenia Trombótica Imunológica induzida dapela vacina? Tive trombose venosa nas pernas 15 dias
por Vacina (VITT – abreviatura em inglês). A mortalidade pode chegar até 20%. após tomar a vacina da AstraZeneca. Foi
Observação: Até o momento, essa síndro- Grande parte por complicações hemorrági- devido à vacina? Devo me preocupar?
me (trombose com plaquetas baixas) não foi cas cerebrais. Qualquer trombose deve ser considera-
descrita em relação às demais vacinas. da um evento significativo. Algumas trom-
No Brasil, até o mês de maio de 2021, Já tive trombose, devo evitar tomar a boses são mais graves que outras, depen-
havia três casos suspeitos, ainda em inves- vacina da AstraZeneca? dendo onde ocorrem. E elas podem ocorrer
tigação para confirmação diagnóstica. Mas Em princípio não há evidência atual de em qualquer vaso sanguíneo do organismo.
esse cenário tende a aumentar em virtude maior risco para desenvolver a VITT. A não Você deve se tratar com um angiologista/
do maior conhecimento da condição. ser se a sua trombose tiver sido relacionada cirurgião vascular/hematologista.
aos fatores imunológicos descritos previa- Por outro lado, para ser considerado VITT,
Perguntas Frequentes: mente (HIT – Trombose trombocitopênica critérios laboratoriais devem ser contempla-
Mas o que é uma Trombocitopenia Trom- Induzida por heparina, por exemplo). Neste dos. Ainda não há evidência que essa classe
bótica Imunológica? caso, é recomendado o uso de outra classe de vacina (com vetor de adenovírus) cau-
Essa síndrome resulta de uma reação imu- de vacina. se outro tipo de trombose que não aquela
nológica onde o organismo daquele que rece- Observe que as tromboses trombocitopê- associada à trombociteopenia (contagem
be a vacina forma anticorpos contra um fator nicas imunológicas são muito raras. baixa de plaquetas). O mais importante é
plaquetário, desencadeando uma série de A maioria dos eventos trombóticos é de procurar ajuda profissional médica.
eventos que levam a um quadro trombótico. origem diferente a essa causa imunológica.
Já tive trombose, preciso tomar anticoa- Existe alguma característica predispo-
Mas, é importante saber:
gulantes ao tomar a vacina da AstraZe- nente à Trombose Induzida pela Vacina
• Não está associada ao vírus Sars-CoV-2
• Não está relacionada ao contato prévio neca ou da Johnson & Johnson? (VITT)?
com o vírus Sars-CoV-2 Pelo que temos de informação hoje, não No princípio, havia uma referência de que
• Aparentemente, não está relacionada a é necessário. mulheres jovens estariam sob mais risco, no
outras comorbidades Por outro lado, se você for convocado entanto, com o maior conhecimento da doen-

10 JULHO 2021
ESPAÇO ABERTO

ça, parece que ainda resta uma discreta pre- dência. Mais baixa que muitos outros fatores exames laboratoriais.
dominância de mulheres sobre homens (1,4 de risco trombóticos frequentes no dia a dia Considerações Finais
/1), mas o fator idade não foi tão importante das pessoas e, indiscutivelmente mais baixa 1. Como tudo relacionado à Covid-19, há
para aqueles abaixo dos 70 anos de idade. que a doença Covid-19. mais dúvidas que certezas.
• É um quadro grave, com mortalidade 2. O que sabemos atualmente pode mudar
Estou grávida, posso tomar a vacinada significativa, mas, por enquanto, está asso- nos próximos dias, semanas e meses.
AstraZeneca? ciada às vacinas que usam adenovírus como 3. Na dúvida, converse com seu médico.
Atualmente (junho de 2021), o Ministério vetor viral (AstraZeneca e Johnson & John- Links de referências aqui usadas:
da Saúde só autoriza a vacinação de gestan- son). https://bit.ly/SARS-CoV-2Vaccine
tes com outra classe de vacinas. Isso decor- • A trombose relacionada à vacina não https://bit.ly/ISTHInterimGuidance
re do fato de um dos casos em investigação está associada a fatores previamente iden- https://bit.ly/Vaccine-InducedImmune
ter ocorrido em gestante. tificáveis como trombose venosa prévia, https://doi.org/10.47326/ocsat.2021.02.28.1.0
Resumo trombofilia ou outras comorbidades.
• A Trombose Venosa Induzida (VITT) pela • O diagnóstico da Trombose Induzida Link original:
vacina é uma síndrome de muito baixa inci- pela Vacina necessita de comprovação com https://fluxo.com.br/trombose-induzida-pela-vacina/

MÊS DE CONSCIENTIZAÇÃO DO LIPEDEMA


Por Prof. Dr. Alexandre Campos Moraes Amato
No mês de junho, onde divulgamos o Lipedema como uma do- • Roxos/equimoses de aparecimento fácil e/ou fragilidade capilar
ença para conscientização do público leigo e médico, temos a pu-
blicação do guideline americano de conduta sobre o lipedema(1) na Comorbidades:
renomada revista Phlebology, dedicada à flebologia. Nessa diretriz • Hipermobilidade das articulações
há uma seção inteira sobre as doenças arteriais e venosas, como • Perda de elasticidade dos tecidos
comorbidades no lipedema, corroborando a importância desse • Linfedema
diagnóstico na cirurgia vascular. • Obesidade não lipedêmica
Sabemos que o lipedema é uma doença do tecido adiposo em • Doença metabólica em estágios avançados
membros inferiores e superiores, caracterizada pela inflamação, • Doença vascular
que resulta em fibrose e dor. Foi descrita pela primeira vez em Como a pergunta logo a seguir sempre é: “Qual exame devo
1940, por Allen e Hines, na famosa Clínica Mayo(2) (Veja os primei- solicitar?”. Aproveito para citar o trabalho de nossa equipe, que
ros dois casos publicados nas figuras 1 e 2). Apesar disso, conti- também foi publicado na Phlebology no mês anterior(3) sobre o
nua sendo subdiagnosticada, em parte porque assume-se que é diagnóstico do Lipedema por meio do ultrassom durante exame
um componente hereditário da obesidade feminina ou constituição de ecodoppler venoso, com critérios diagnósticos demonstrados
corporal. O lipedema é muito frequentemente confundido com obe- na Tabela 1.
sidade (não lipedêmica) e com linfedema devido ao aumento do
volume das pernas. Devido a isso, muitas vezes há um atraso no
diagnóstico de décadas.
É importante o diagnóstico correto e precoce, pois o tratamento
direcionado visa a redução da dor, do edema, melhora da mobi-
lidade e melhora da qualidade de vida. E o diagnóstico precoce
depende de você que está lendo este artigo.
O diagnóstico do lipedema é clínico, seguindo os seguintes
critérios diagnósticos mencionados pela nova diretriz:
História Pregressa da Moléstia Atual:
• Identificar membros afetados pela doença na família
• Início em momentos de variação hormonal, mudança de peso e
forma corporal
• Dificuldade de perder tecido lipedêmico, principalmente nas pernas
Exame Físico:
• Aumento desproporcional de tecido conectivo mole (adiposo) em
membros
• Distribuição simétrica do tecido lipedêmico
• Nódulos palpáveis
• Tecido doloroso (às vezes)
• Abdome pode estar comprometido
• Edema de membros, depressível ou não (Godet - ou +)
• Pés e mãos são poupados (30% podem ter gordura nas mãos por Tabela 1 - Área abaixo da curva (AUC) e melhor cut-off obtidos pela carac-
perda da elasticidade) terística de operação de receptor (ROC) para análise independente do IMC.
Sensibilidade e especificidade obtidas no melhor cut-off, estimado pelo índice
de Youden (J=sensibilidade+especificidade-1). O melhor valor de cut-off evi-
Sinais: dencia o melhor poder estatístico distintivo entre casos e controles.
• Volume das pernas resistente à elevação
JULHO 2021 11
ESPAÇO ABERTO

Convido o colega a ler um artigo científico sobre o assunto, discutir algum caso com um
colega e, quem sabe, publicar algo nas suas mídias sociais com a hashtag #junholipede-
ma. Siga a Associação Brasileira de Lipedema no Instagram @lipedema_brasil e pelo site
www.lipedema.org.br.

Prof. Dr. Alexandre Campos Moraes Amato


Doutor em Ciências pela FM-USP (Universidade de São Paulo);
Professor de Cirurgia Vascular da UNISA (Universidade Santo
Amaro); Cirurgião Vascular, Endovascular e Ecografista
Vascular pela AMB, SBACV (Sociedade Brasileira de
Angiologia e Cirurgia Vascular) e CBR (Colégio Brasileiro de
Radiologia); TCBC Cirurgião Geral pelo CBC (Colégio Brasileiro
de Cirurgiões); e MBA em Gestão de Saúde pela FGV
Figura 1 - Primeiros dois casos de Lipedema publicados no mundo Figura 2- Fotografia do membro evidenciando o
em 1940: mulher com 46 anos orifício do FAF em coxa

Bibliografia:

1. Herbst KL, Kahn LA, Iker E, Ehrlich C, Wright T, McHutchison L, et al. Standard of care for lipedema in the United States. Phlebol J
Venous Dis [Internet]. 2021 May 28;026835552110158. Available from: http://journals.sagepub.com/doi/10.1177/02683555211015887
2. Allen E V, Hines EA, Hines EA. Lipedema of the legs: a syndrome characterized by fat legs and orthostatic edema. Proc Staff Meet Mayo
Clin. 1940;15:184–7.
3. Amato ACM, Saucedo DZ, Santos K da S, Benitti DA. Ultrasound criteria for lipedema diagnosis. Phlebol J Venous Dis [Internet]. 2021
Apr 15;026835552110023. Available from: http://journals.sagepub.com/doi/10.1177/02683555211002340

SELO HOLOGRÁFICO

A SBACV-SP disponibiliza, aos seus sócios, o seu selo


holográfico. O material, que pode ser anexado em re-
ceituários médicos, prontuários, cartões de visita, lau-
dos médicos ou qualquer local em que o médico julgar
importante, custa R$ 0,25. A quantidade mínima para
a compra são 300 selos, vendidos pelo preço de R$ 75.
Caso o médico opte por adquirir 600, o valor é R$ 150,
e para 900, o profissional deverá despender R$ 225.
O pagamento precisa ser antecipado e o comprovante
anexado ao e-mail de solicitação. Os associados podem
adquirir o produto pelo e-mail secretaria@sbacvsp.org.
br, e recebê-lo em seu endereço de correspondência.

12 JULHO 2021
ESPAÇO ABERTO

ADEUS À MEDICINA
TRADICIONAL...

Recentemente assisti um documentário muito mais real, objetiva, permitindo asse- do paciente, do médico responsável por
na televisão, dizendo que: O ROBÔ SUBS- gurar a indicação de um tratamento clínico este, podendo chegar a enfrentar o risco
TITUIRÁ O MÉDICO, e a INTELIGÊNCIA ou cirúrgico. de processo judicial.
ARTICIFIAL interpretará e concluirá sobre Bem, a modernidade crescente da tec- É uma grande pena que até o médico
as avaliações das queixas do paciente. A nologia é tão grande e assustadora, que passa a ser escravizado pela máquina, e
MÁQUINA DOMINANDO O HOMEM, e este, permite o planejamento até do crime ci- se desprestigiando.
cada vez mais escravizado pelo dinheiro, bernético, golpes por meio dos aplicativos
com o crescimento de sua fortuna. São to- "Escolha sempre o caminho
nos celulares, do telefone fixo, com mensa-
dos? Nãooooo...!!! Só sete por cento da que pareça o melhor, mesmo
gens sedutoras de ofertas mirabolantes de
população do mundo que se isola na prepo- que seja o mais difícil; o hábito
vendas, do PIX bancário, que a polícia e a
tência, mas, centralizam. tornará fácil e agradável”
justiça têm muita dificuldade em investigar,
Os grandes mestres, de um passado re- Pitágoras
punir, porque o crescimento é vertiginoso.
lativamente recente, que ensinavam seus Até o Laboratório Fleury teve que suspen- “A Paciência é amarga,
alunos nas Faculdades de Medicina, diziam: der o acesso a resultados de exames, infor- mas seu fruto é doce”
“Valorize a cor, o odor, o andar, a voz do mando um ciberataque que desencadeou J. J. Rousseau
paciente, examine-o dos pés à cabeça com uma situação crítica.
atenção, para acertar mais e errar menos!”. Se houver o domínio do robô e da Inteli-
Vocês acham que o robô e a Inteligência gência Artificial na Medicina, desencadeará
Artificial vão superar, substituindo o Mo- uma avaliação médica limitada, dependen-
dus Vivendis tradicional da profissão mais te, podendo levar a uma conclusão errada
importante entre todas, a que protege a da enfermidade contraída pelo ser humano,
maior riqueza do ser humano, a SAÚDE? não aceito pelos seus defensores; além de
A MATEMÁTICA não “casa” com a Medici- consequências financeiras, inseguras pela
na (que é a verdadeira ARTE de CURAR), orientação do tratamento, da recuperação,
embora ela aperfeiçoe máquinas que co- ou melhora da sua saúde. Se na Medicina
laboram na aceleração e segurança da tradicional, sem robô e sem Inteligência
conclusão dos resultados de exames indi- Artificial, pode acontecer erros, mesmo
cados, solicitados. Baseados, tête-à-tête, obedecendo a regras rígidas, examinando
na anamnese, exame físico e avaliação do a pessoa, “olho no olho”, que dirá a má-
emocional do paciente, que o médico, ver- quina, que é “fria”, matemática, correndo Dr. Rubem Rino
dadeiro sacerdote, chega a uma conclusão o risco de invasão cibernética, em prejuízo Membro associado da SBACV-SP

Carta do leitor
Escreva seus comentários, dúvidas ou sugestões para a Folha Vas-
cular. Queremos que as opiniões dos associados e dos leitores sejam
compartilhadas.
O corpo editorial da revista analisará as cartas recebidas. Os as-
suntos sem interesse comercial, sem cunho autopromocional e sem
conteúdos ofensivos serão publicados.

Mande seu e mail para:


secretaria@sbacvsp.org.br ou bete@waycomunicacoes.com.br

JULHO 2021 13
FIQUE POR DENTRO

REUNIU 360 PARTICIPANTES

Bruno Naves Camila Kolber Daniel Cardoso Michel Szamszorik Rafaela Oliveira Aline Rissato

Mariana Ferreira Everton Silva Flavio Nogueira Henrique Jorge G. Neto Leonardo Lucas Lucas Trindade

Marcelo Calil Burihan Marcelo Liberato Marcelo Zanoni Marita von Rautenfeld Patricio Centurion Rina Porta

Rodrigo Biagioni Sergio Tiossi Vinicius Bertoldi Walter Campos Jr.

O 2º CECC - Curso de Educação Continu- Na abertura do evento, o presidente da aqui juntos, estudando! Para isso, primeiro
ada em Curativos Vasculares foi realizado Regional São Paulo, Dr. Walter Campos Jú- precisamos de duas coisas, gostar de gente
no dia 26 de junho, no formato on-line, e nior falou sobre a importância de cursos e sermos apaixonados pelo o que fazemos.
recebeu 360 inscritos. O curso foi organi- multiprofissionais e multidisciplinares den- Parabéns a todos por terem essas duas
zado pela Comissão de Curativos Vascula- tro da Educação Continuada. “A SBACV-SP qualidades. A programação está excelente
res da SBACV-SP, composta pelos douto- faz questão de promover ensinamentos que e a SBACV estará sempre apoiando as in-
res Rina Maria Pereira Porta, Sergio Tiossi, contribuam cada vez mais com a nossa es- ciativas que forem boas, éticas e profissio-
Marcelo Calil Burihan e Walter Campos Jr., pecialidade. Para isso, contamos sempre nais para o bem do paciente”.
e teve a participação dos acadêmicos da com o apoio da Nacional. E temos a certeza O diretor de Publicações da SBACV, Dr.
Liga Acadêmica Paulista de Angiologia e que todos aprendem muito”. Marcelo Calil Burihan, lembrou que a pri-
de Cirurgia Vascular, e contou com o apoio O presidente da SBACV, Dr. Bruno Naves, meira edição do curso, realizada há dois
das empresas Venosan | LR, Diversa, Urgo valorizou a busca pelo conhecimento dos anos, foi um sucesso, e a tendência é que
Medical, Smith Nephew, Biodevice, DMC, participantes e elogiou o conteúdo progra- o feito se repita. “É com prazer que ajuda-
Kendall, Convatec, Mölnlycke e 3M. mático. “É sábado pela manhã, e estamos mos na colaboração da organização do 2º

14 JULHO 2021
FIQUE POR DENTRO

Curso de Educação Continuada em Curati- Rafaela Oliveira - especialista em Derma- ou regenerativos, One S.T.E.P Tecnique,
vos Vasculares, com a apresentação de di- tologia); Efeito de Ondas PAE focalizadas otimizando resultados (Dr. Patricio Cen-
versas técnicas de tratamento de úlceras, em feridas vasculares que não cicatrizam turion - cirurgião plástico); Cicatrização
principalmente as vasculares, para que há anos (Dr. Lucas Trindade - cirurgião de úlceras veno-linfáticas com meias de
tenhamos sempre uma Educação Conti- vascular); Uso das Ondas PAE focalizadas compressão elásticas graduadas e pre-
nuada para os nossos associados”. em quatro casos interessantes de perfu- venção de recidivas (Dr. Sergio Tiossi -
O cirurgião vascular e membro da Co- rantes plantares e outras de pé diabético cirurgião vascular); Biofilme com foco em
missão, Dr. Sergio Tiossi, também co- (Dr. Leonardo Lucas - cirurgião vascular); úlcera venosa (Enfa. Aline Rissato - enfer-
mentou sobre a importância do curso Terapia multicomponente em úlceras ve- meira estomaterapeuta); Tratamento de
para a especialidade. “Durante a forma- nosas (Enfa. Mariana Ferreira - enfermeira feridas: tecnologia no contexto da visão
ção de residência médica em cirurgia vas- estomaterapeuta); Desbridamento hidro- holística (Dr. Marcelo Liberato - cirurgião
cular, não é esmiuçado o tratamento local cirúrgico e inovações tecnológicas como vascular); e Tratamento das feridas do pé
das doenças vasculares periféricas. Exis- parte de um protocolo no tratamento de diabético com uso de pressão negativa e
tem novas tecnologias e, cada vez mais, úlceras vasculares (Dr. Flávio Nogueira adjuvantes (Dra. Camila Kolber - cirurgiã
surgem inovações para serem aplicadas - cirurgião plástico); Matriz extracelu- vascular).
nessas patologias”. lar no tratamento de feridas complexas As apresentações tiveram a modera-
Dentro da programação constavam os (Enf. Michel Szamszorik - especialista ção dos doutores: Henrique Jorge Guedes
seguintes temas e palestrantes: O Manejo em Dermatologia e Feridas); Tratamen- Neto, Marita von Rautenfeld, Rodrigo Bia-
do Biofilme em Feridas Vasculares (Enf. tos de lesões vasculares: reparadores e gioni e Vinicius Bertoldi.

SBACV-SP REALIZA PESQUISA SOBRE CONSENSO NACIONAL


DE ESCLEROTERAPIA DE VARIZES COM ESPUMA DE POLIDOCANOL

A Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular –


Regional São Paulo realizou uma pesquisa com os cirurgiões vas-
culares sobre o Consenso Nacional de Escleroterapia de Varizes
com Espuma de Polidocanol. Foi elaborado um questionário com 29
questões e disponibilizado por meio de um link, com o objetivo de
saber a opinião dos médicos sobre o assunto.

DR. FÁBIO ROSSI REALIZA LIVE NO INSTITUTO DANTE PAZZANESE

“Cirurgia de varizes por eletrocoagulação –


da invenção à comercialização” foi o tema coor-
denado pelo vice-presidente da SBACV-SP, Dr.
Fábio Henrique Rossi, que aconteceu em uma
live transmitida ao vivo pelo YouTube, e pre-
sencial no Auditório Cantídio de Moura Campos
Filho, no Fórum Instituto Dante Pazzanese de
Cardiologia, no dia 18 de junho.
Como debatedores, atuaram os doutores
Pedro Silvio Farsky, Isabel Cristina de Oliveira
Guerra, Renata Valeri de Freitas e Renata Mi-
relli de Melo Viana. E como convidados, o Prof.
Dr. Americo Craveiro (Fapesp), Alessandro Fer-
reira do Nascimento (Anvisa) e Bernardo Ma-
chado (Biomedical).
Para ter acesso à apresentação, clique no link
https://youtu.be/vgFgQZV_7hA. Dr. Fábio Henrique Rossi

JULHO 2021 15
SECCIONAIS

ABC
No dia 22 de junho, ocorreu a terceira Reunião Científica da
Seccional ABC da SBACV-SP. O evento foi promovido de forma
virtual, com a palestra do Dr. Adilson Ferraz Paschôa, com o
tema “Tratamento e prevenção de TVP recorrente: Ajudando
seu paciente com câncer a se concentrar nas coisas mais im-
portantes”.
Durante a palestra, Dr. Adilson fez diversas perguntas de ca-
sos clínicos, que foram respondidas e debatidas pelos modera-
dores Dr. Reinaldo Donatelli e Dr. Robson Barbosa de Miranda.
O evento, que teve a organização do presidente da Seccional,
Dr. Anderson N. Bueno, contou com o apoio da Bayer e teve a
presença de aproximadamente 50 colegas da região, a fim de se
atualizarem sobre as novas diretrizes no tratamento de trombo-
se venosa profunda em pacientes oncológicos.

ALTO TIETÊ

A Seccional Alto Tietê da SBACV-SP, com pecialidade. “Nesse encontro, procuramos sado sobre anticoagulação. De acordo com
o apoio da SIGVARIS Group, realizou, no abordar compressão e discussões de casos, o Dr. Fuad, cada vez mais, com o surgi-
dia 28 de junho, uma mesa-redonda de além de trocar experiências e manter o bom mento da Covid-19, e de outras patologias,
Angiologia. O encontro aconteceu no res- relacionamento entre os cirurgiões vascu- as doenças trombóticas têm aparecido, e o
taurante Oozu Japanese Food, em Mogi das lares da região. Na oportunidade, também tratamento com anticoagulantes orais é de
Cruzes, com todas as medidas de seguran- foi mostrado um caso de fluxo reverso de extrema importância para a recuperação do
ça e higiene necessárias. carótida ao Doppler que, aparentemente, paciente.
Na ocasião, foi apresentado um novo foi de difícil diagnóstico, porém, reforço O diretor da Seccional agradeceu a Re-
equipamento de compressão intermitente. que com uma boa anamnese realizada com gional São Paulo e ressaltou a importância
O diretor da Seccional, Dr. Fuad José As- o paciente durante a consulta, o problema de encontros dessa natureza, o que possi-
sis, comentou que em todas as reuniões pode ser identificado com mais facilidade”, bilita aos cirurgiões da região que estejam
da Seccional são apresentadas novidades discorreu o médico. sempre atualizados com as técnicas exigi-
e debatidos temas exponenciais para a es- Durante o encontro, também foi conver- das pela especialidade.

Martino Piatto, Fuad José Assis, Douglas Tsunemi, Maycon Joécio dos Santos Costa e Adbeel Franco Barbosa

CAMPINAS-JUNDIAÍ
A Seccional Campinas-Jundiaí da SBACV-SP fez duas reuniões on- fissional e Honorários Médicos e o que esperamos da SBACV”.
-line no mês de julho. O primeiro encontro aconteceu no dia 1º, Na ocasião, também houve um debate cujos moderadores
com a palestra do presidente de SBACV–RN, mestre pela UNIFESP e foram os doutores Sérgio Belczak, Armando Lobato, Edwal-
membro do Conselho Científico da SBACV, Dr. Gutenberg do Amaral do Jovilliano, Ricardo Aun e João Corrêa. Os especialistas
Gurgel, que abordou sobre “Consultório e Defesa Profissional: Vi- que participaram como debatedores foram as doutoras Ana
são Empresarial e Protagonismo”. A diretora da Seccional, Dra. Car- Terezinha Guillaumon e Ana Lúcia Pinotti, e os doutores Ota-
la Aparecida Faccio Bosnardo, foi mediadora de um intenso debate, cilio Camargo Jr., Sylvio Prudêncio, Leonardo Sodré, Fernan-
que ocorreu na sequência, com o Dr. Arlindo Lemos Jr., Dr. Antônio do Daiggi, Luiz Fernando Nascimento, Guilherme Meireles e
Cláudio Guedes Chrispim, Dr. Sérgio Braga Jr. e Dr. Leandro Pablo Antônio Cláudio Guedes Chrispim.
Rossetti. Os eventos proporcionaram aos participantes o esclareci-
O segundo evento foi realizado no dia 7 de julho, transmitido pela mento de dúvidas sobre assuntos que nem sempre são abor-
internet. O palestrante foi o Dr. Julio Peclat, com o tema “Defesa Pro- dados durante a graduação.

16 JULHO 2021
HOMENAGEM IN MEMORIAM

PROF. DR. JOÃO POTÉRIO FILHO 1937-2021

No dia 1º de junho, a Cirurgia Vascu- cial aplicadas no sentido proximal para distal
lar perdeu mais um profissional exemplar, das extremidades, com grande serventia em
e eu, um grande amigo, o Prof. Dr. João pacientes portadores de úlceras isquêmicas
Potério Filho. Manifesto o meu profundo relacionadas às doenças autoimunes, no
sentimento de pesar e deixo minha singela tratamento da claudicação intermitente e,
homenagem, com um breve resumo da bri- em especial, para salvar extremidades após
lhante carreira deste mestre, o qual com- cirurgias de retiradas de prótese de dacron
partilho com os colegas. aortofemorais com infecção.
O Prof. Dr. João Potério Filho nasceu em Nesta garagem, foram desenvolvidos
Campinas, no dia 1º de fevereiro de 1937. também os dispositivos para a crioescle-
Graduou-se em Medicina pela Universida- roterapia, o que considero sua melhor
de de São Paulo, em Ribeirão Preto, e fez criação: o afastador do Dr. Potério, o qual
residência em Cirurgia no HC da FMUSP e proporcionou enorme auxílio para cirurgias
fellow do De Bakey, na Baylor University, abertas de aorta, empregado em incontá-
em Houston, nos Estados Unidos. Entre alguns exemplos de contribuição à veis oportunidades, tanto no HC Unicamp
Desde o início da década de 70 até 2007, Angiologia e Cirurgia Vascular, lembro-me como em vários hospitais, a partir de sua
atuou como docente na Faculdade de Ciên- dos estudos experimentais com veia safena utilização pelos seus discípulos no Brasil.
cias Médicas da UNICAMP, onde concluiu o homóloga conservada em glicerina, pelícu- Importante citar que em toda essa criati-
Doutorado, Livre-docência, passou no con- las para curativos de úlceras, pioneiro na vidade não havia vaidade, exclusividade e,
curso de Prof. Adjunto e chegou a chefe da aplicação do Laser no tratamento de telan- de forma altruísta, sempre ofereceu essas
Disciplina de Cirurgia Vascular, após a apo- giectasias, medidas de temperatura tecidu- pesquisas para que inúmeros colegas pu-
sentadoria do Prof. John Cook Lane. al na ablação da safena com Laser, e auto- dessem usufruir desses conhecimentos e
Tive a honra de conviver com o Dr. Po- transfusão em cirurgias de aorta. crescer na carreira acadêmica, produzindo
tério por mais de 32 anos, quando traba- Dedicou grande parte de suas pesqui- brilhantes teses.
lhamos juntos na Disciplina de Cirurgia sas no desenvolvimento da pletismografia, Nossos sentimentos à Dra. Glória e aos
Vascular. Em poucas palavras, foi marcante e neste aspecto não há como não se lem- seus quatro filhos: Marisa, Claudia, Eloisa e
o privilégio desta convivência e o aprendi- brar do verdadeiro centro de criação que se Eduardo, e aos respectivos genros e nora:
zado com este ser humano especial, exem- tornou a garagem de sua casa. Neste local, Rodrigo, Fernando, Cleiton e Carla, e seus
plo de dedicação à Medicina, à família, bri- graças à sua vocação e habilidade com dife- cinco netos. Que Deus conforte a todos.
lhante pesquisador, com mente criativa e rentes materiais, saíram os pletismógrafos,
atuação ética. o conjunto de botas de compressão sequen- Dr. George Carchedi Luccas

NOTÍCIAS

Estudantes arrecadam cápsulas de café para ajudar os Médicos sem Fronteiras

Descarte correto dos resíduos se transforma em doações para a entidade

Alunos do período integral do Colégio Marista Glória, localizado a populações em situações de emergência, em casos como
na Zona Central de São Paulo (SP), estão arrecadando cápsulas de conflitos armados, catástrofes, epidemias, fome e exclusão
café e embalagens de chocolate. O material recolhido será enviado social.
para a Terracycle, empresa presente em 21 países, e líder global em O objetivo da turma é que ocorra também um engajamento
soluções para resíduos de difícil reciclabilidade. de outros segmentos do colégio, visando ampliar o montante
Essas cápsulas normalmente são descartadas como lixo comum, já coletado. “Além de ajudar a natureza, também estamos
até mesmo nas cooperativas de reciclagem. A separação do alumí- colaborando com uma causa nobre”, analisa a professora.
nio e da borra de café, presentes nas cápsulas, exige, inclusive, uma
máquina específica.
O descarte correto deste resíduo é também uma oportunidade de
promover doações a instituições, por meio da promoção da respon-
sabilidade com os consumidores de café expresso.
“Essa companhia tem um programa de arrecadação que trans-
forma em pontos tudo o que enviamos. Eles viabilizam a coleta e o
descarte ambientalmente correto dos resíduos, além de converter
os pontos em dinheiro, que será doado para uma instituição ou pro-
grama social”, explica a docente responsável pelo projeto no Marista
Glória, Eliane Bueno Dagnino.
Os alunos do integral escolheram doar o total arrecadado para a
Médicos sem Fronteiras, uma importante organização não governa-
mental e sem fins lucrativos que oferece ajuda médica e humanitária Aérea Marista Glória

JULHO 2021 17
NOTÍCIAS

Saúde libera R$ 8,3 milhões para levar mais informatização à Atenção Primária

Portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), no dia 2 de julho, vai beneficiar 4.966 equipes de saúde

O Ministério da Saúde tem investido e incentivado a informatiza- https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-


ção de equipes que atuam na Atenção Primária de todo o país. No 1.474-de-30-de-junho-de-2021-329490797
dia 2 de julho, a Pasta publicou nova portaria que libera mais R$ A liberação dos recursos foi assinada pelo ministro Mar-
8,3 milhões por mês para novas equipes que solicitaram adesão ao celo Queiroga, no dia 1º de julho, durante o lançamento
Programa de Apoio à Informatização e Qualificação dos Dados da da plataforma ConecteSUS Profissional, que é mais uma
Atenção Primária à Saúde (Informatiza APS). ferramenta importante para o trabalho dos profissionais de
No total, a portaria beneficia 1.210 municípios, em todos os es- saúde, pois possibilita o acesso ao histórico de saúde do ci-
tados e Distrito Federal, favorecendo 4.643 equipes de Saúde da dadão nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que estão in-
Família e 323 de equipes de Atenção Primária. Esse recurso é trans- tegradas à estratégia de saúde digital do Ministério da Saú-
ferido mensalmente do Fundo Nacional de Saúde (FNS) aos fundos de, como o sistema de Prontuário Eletrônico do e-SUS APS
municipais, de forma automática. por meio da Rede Nacional de Dados em Saúde - RNDS).
A relação dos beneficiados pode ser acessada por meio do link Fonte: Ministério da Saúde

Entidades se manifestam por reforma administrativa antes da tributária

Instituições argumentam que a arrecadação pretendida com as mudanças no sistema de impostos pode ser alcançada com a redução
de gastos públicos

No dia 7 de julho, dezenas de entidades – entre as quais a As- dia 7, conduzida pelo presidente da Federação das Indús-
sociação Paulista de Medicina e a Associação Médica Brasileira – trias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. O encon-
subscreveram um ofício encaminhado ao presidente da Câmara dos tro contou com representantes da Saúde, da Educação, das
Deputados, Arthur Lira, mostrando os impactos negativos que a Comunicações, dos shoppings, dos restaurantes, do setor
reforma tributária pode ter em diversos setores e defendendo a automobilístico, entre muitos outros.
necessidade de uma reforma administrativa prévia. “Desde o início dos debates sobre reforma tributária, es-
A argumentação das instituições é que a arrecadação pretendi- tamos preocupados, pois as propostas impactam muito o
da com as mudanças no sistema de impostos pode ser alcançada setor da Saúde. Essa reforma pode resultar em fechamento
com a redução de gastos públicos. Dessa maneira, mudanças na de consultórios e clínicas e desassistência da população. Isso
estrutura de administração do Estado permitiriam uma inflexão no porque a maior parte dos colegas está na faixa dos 3,65% de
aumento de gastos públicos. As entidades entendem que, somente PIS/Cofins. Estamos trabalhando junto da Central Brasileira
após um trabalho nesse sentido, é que se pode pensar em uma re- do Setor de Serviços (Cebrasse) para barrar isso, e estamos
forma tributária adequada. também com vocês”, declarou o diretor de Defesa Profissio-
O encaminhamento foi dado após reunião ocorrida também no nal da APM, Marun David Cury, durante o encontro.

Diminui percentual de hospitais com ocupação de leitos acima de 80% para pacientes com Covid-19

Pesquisa realizada pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp) apura que houve
diminuição do percentual de hospitais com ocupação de leitos clínicos e de UTI acima de 80% para pacientes com Covid-19

O levantamento realizado pelo SindHosp, no período de 28 A porcentagem de hospitais com internação de pacien-
de junho a 2 de julho, ouviu 86 hospitais privados, que somam tes Covid-19 em leitos clínicos caiu em 31%:
3.694 leitos de UTI e 8.002 leitos clínicos e representam a amos- • 56% dos hospitais têm ocupação acima de 80% (pes-
tra de 22% do total de hospitais. Responderam à pesquisa 29 quisa 28/6 a 2/7)
hospitais da capital e 57 do interior do estado de São Paulo. • 81% dos hospitais tinham ocupação de leitos clínicos
Houve uma inversão de tendências. Nessa pesquisa, 64% dos superior a 80% (pesquisa 14 a 18/6)
hospitais relatam que não houve aumento de internações nos últi- Para o presidente do SindHosp, Dr. Francisco Balestrin,
mos 10 dias, enquanto na pesquisa anterior (14 a 18 de junho), 66% a diminuição do percentual de hospitais com ocupação de
dos hospitais relatavam aumento das internações nos últimos dias. leitos Covid- 19 acima de 80% não deve levar a popula-
Por outro lado, a porcentagem de hospitais com ocupação de ção a descuidar dos protocolos de segurança à saúde. “O
leitos por pacientes Covid-19 acima de 80% caiu em 26%: tempo frio, que pode trazer complicações respiratórias
• 62% dos hospitais têm ocupação de leitos de UTI acima de e outras infecções virais e a morosidade da vacinação
80% (pesquisa 28/6 a 2/7) contra a Covid-19 podem novamente fazer crescer a con-
• 83% de hospitais tinham ocupação de UTI acima de 80% taminação pelo Coronavírus”, alerta.
(pesquisa 14 a 18/6)

EXPEDIENTE

"Folha Vascular" é um órgão de divulgação mensal da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular - São Paulo. | Edição: Way Comunicações Ltda.
- Rua dos Caetés, 696 – CEP: 05016-081 - São Paulo - SP - Tel.: (5511) 3862-1586 | Jornalista Responsável: Mara Morgado – MTB 0020439/SP | Redação: Bete
Faria Nicastro / Mara Morgado | Revisão: Alessandra Nogueira | Tiragem: 3.100 exemplares | Produção: ES Design (11) 95447-5022 • Correspondência para a
Folha Vascular como sugestões, dúvidas, trabalhos científicos ou eventos a serem divulgados podem ser encaminhados para: SBACV-SP - sede - Rua Estela, 515 -
Bloco A - Cj. 62 - Paraíso - CEP 04011-904 - São Paulo - SP - Brasil - Tel/Fax: (5511) 97783-9182 | E-mail: secretaria@sbacvsp.org.br | Site da Regional São Paulo:
www.sbacvsp.com.br • Diretor de Publicações da SBACV–SP - Dr. Rogério Abdo Neser – Tel.: (5511) 3331-9100 | E-mail: rogerio.neser@hotmail.com | Artigos
assinados são de responsabilidade exclusiva dos seus autores. | Permite-se a reprodução de textos se citada a fonte. • Crédito (Capa): ESdesign

18 JULHO 2021
NOTÍCIAS

JULHO 2021 19
20 JULHO 2021
Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular - SP - Rua Estela, 515 - Bloco A - Cj 62 - CEP 04011-002 - São Paulo

Você também pode gostar