Você está na página 1de 1

A Criação do Mundo num Encontro de Amor

(lenda Iorubana)

Contam três princesas Iorubás - Ya Calá, Ya Detá, Yá Nassô - que muito antes da Terra surgir,
existiam no grande Universo duas grandes dinastias - Ifé (considerada pelos Iorubás "O Berço
do Mundo") e Oyó.

Os reis destas dinastias – Odudua em Ifé e Oraniyan em Oyó - foram divinizados por Olorum –
o Senhor Supremo de Orum (o Universo) .

Nas duas cidades, a lenda conta que os dois líderes chegaram da morada de Olorum, trazendo
uma substância escura e desconhecida, fornecida pelo Senhor Supremo e a jogaram sobre as
águas primitivas formando um pequeno monte de terra sobre o qual pousou uma galinha com
penas preto-azuladas e cintilantes, com pintas brancas por todo o corpo que, ao ciscar,
espalhava um monte de terra para Odudua,; originando Ifé e outro monte para Oraniyan;
originando Oyó – reinos do céu onde se tornaram governantes absolutos.

E enquanto Odudua e Oraniyan reinavam, Olurum tomou uma importante decisão – a de criar
o mundo. Ordenou, então, a Obatalá, seu filho guerreiro, que rendesse a Bará os tributos
devidos e não perdesse tempo e partisse com a missão de criar um mundo onde todos os seres
vivessem em perfeito equilíbrio, de acordo com Suas leis.

Olorum entrega a Obatalá o cajado da criação, porém, por causa de sua pressa, parte
desprezando o Legbará. Durante o trajeto, parou para beber um pouco de vinho de palmeira e,
embriagando-se, adormeceu e perdeu-se do seu destino.

Oduduá, a divina senhora, aproveitando-se da situação, foi ao encontro de Obatalá, que estava
num sono profundo, seduziu-o e, apoderando-se de seu mágico cajado, ela começou a
transfiguração física da Terra que, no começo, era uma porção de matéria líquida.

Oduduá jogou cinco galinhas d'angola sobre ela e mandou que elas começassem a ciscar para
espalhar a terra e formar os continentes.

Mas só existia a terra, Oduduá soltou então pombos brancos e assim nasceu o céu e formou-se
o ar.

De um camaleão dourado surgiu o elemento fogo e, com os caracóis, foi formado o grande
mar salgado e os rios.

Esses animais foram então associados aos deuses, cada qual com sua simbologia. As galinhas
d'angola se tornaram as Iaôs, sacerdotizas dos rituais, os pombos brancos representavam
Oxalá, o orixá-rei, o camaleão, os orixás do fogo e dos elementos da terra - Xangô, Iansã e
Ogun e os caracóis, os reis do mar e dos peixes Olokum e Iemanjá.

E assim, depois desse encontro de amor de Oduduá e Obatalá, nasce a vida na Terra - a África,
a Mãe de todos os seres, o primeiro reino do mundo onde mais tarde as três princesas
reinariam com a missão de perpetuarem esta história da Criação.

Você também pode gostar