Você está na página 1de 3

1.

Uma bomba de calor recebe energia por transferência de calor do ar exterior


a 0°C e descarrega energia por transferência de calor para uma residência a 20°C.
Isto viola o enunciado de Clausius da Segunda Lei da Termodinâmica? Explique.
Sim, pois o enunciado de Clausius diz que é impossível a transferência de energia na forma de calor de um copor frio
para um corpo mais quente

2. Um inventor afirma ter desenvolvido um aparelho que percorre um ciclo


termodinâmico enquanto se comunica termicamente com dois reservatórios. O
sistema recebe energia QC do reservatório frio e descarrega energia QH para o
reservatório quente enquanto fornece uma quantidade líquida de trabalho para suas
vizinhanças. Não existem outras transferências de energia entre o aparelho e suas
vizinhanças. Usando a Segunda Lei da Termodinâmica, avalie a afirmação do
inventor.
Esta afirmação viola o enunciado de Kelvin, que afirma que é impossível
Um sistema operar em um ciclo e fornecer uma quantidade líquida de trabalho
para as suas vizinhanças enquanto receber energia por transferência de calor

3. Dois ciclos de potência reversíveis são colocados em serie. O primeiro ciclo


recebe energia por transferência de calor de um reservatório a temperatura TH e
rejeita energia para um reservatório a uma temperatura intermediaria T. O segundo
ciclo recebe a energia rejeitada pelo primeiro ciclo do reservatório a temperatura TC
rejeita energia para um reservatório à temperatura TC menor do que T. Desenvolva
uma expressão para a temperatura intermediaria T em termos de TH e TC quando:
(a) O trabalho líquido dos dois ciclos de potência e igual.
(b) as eficiências térmicas dos dois ciclos de potência são iguais.

4. Os dados listados a seguir são reivindicados para um ciclo de potência que


opera entre reservatórios a 727°C e 12°C. Para cada caso, determine se algum
princípio da Termodinâmica seria violado.
(a) QH = 600 kJ, WCICLO, = 200 kJ, QC = 400 kJ.
Th:727º=1000k Nreal= w/Qh = 200/600 = 0,3 = 30%
Tc:127º=400k Nmax= 1-Tc/Th = 1-400/1000 = 0,6 = 60%
Qh:600kj Nreal=Nmax -> w/600=0,6 = 360J
W:200kj
Qc:400Kj
(b) QH = 400 kJ, WCICLO, = 240 kJ, QC = 160 kJ.
Nreal= w/Qh = 240/400 = 0,6 = 60%
Nreal=Nmax -> w/400=0,6 = 240J
(c) QH = 400 kJ, WCICLO = 210 kJ, QC = 180 kJ
Nreal= w/Qh = 210/400 = 0,6 = 52%
Nreal=Nmax -> w/400=0,6 = 240J
5. Um ciclo de potência que opera entre dois reservatórios recebe energia QH
por transferência de calor de um reservatório quente a TH = 2000 K e rejeita energia
QC por transferência de calor para um reservatório frio a TC = 400 K. Para cada um
dos seguintes casos, determine se o ciclo opera reversivelmente, irreversivelmente
ou e impossível:
(a) QH = 1200 kJ, WCICLO = 1020 kJ
Tc:400k Nmax= 1-Tc/Th = 1-(400/2000) = 0,8
Th: 2000k Nreal = W/Qh = 1020/1200 = 0,85 = 85%
Qh:1200kj Nreal > Nmax = impossivel
W=1020kj.
(b) QH = 1200 kJ, QC = 240 kJ.
Qh = 1200kj Nreal = (Qh – Qc)/Qh = (1200 – 240)/1200 = 0,80 = 80%
Qc = 240Kj
Nmax = 80%
Nreal = Nmax = reverssível
(c) WCICLO = 1400 kJ, QC = 600 kJ.
Nreal = W = Qh-Qc => 1400 = Qh – 600 => Qh=2000
Nreal = W/Qh = 1400=2000 = 0,7% Nreal <Nmax = irreverssível
(d) = 40%.
Nreal=40
Nreal < Nmax = irreverssível
6. Um ciclo de refrigeração que opera entre dois reservatórios recebe energia
QC de um reservatório frio a TC = 250 K e rejeita energia QH para um reservatório
quente a TH = 300 K. Para cada um dos seguintes casos, determine se o ciclo opera
reversivelmente, irreversivelmente ou e impossível:
(a) QC = 1000 kJ, WCICLO = 400 kJ.
Tc = 250 Breal = Qc/w = 100/400 = 2,5
Th=300k Bmax = Tc/(Th=Tc) = 250/(300-250) = 5
Qc:1000kj Breal < Bmax = irreverssível
W:400kj
(b) QC = 1500 kJ, QH = 1800 kJ
Qc = 1500Kj Breal = Qc/(Qh-Qc) = 1500/(1800-1500) = 1500/300 = 5
Qh = 1800kj Bmax = 5
Breal = Bmax = reverssível
(c) QH = 1500 kJ, WCICLO = 200 kJ.

Qh = 1500kj
W= 200kj
W=Qh-Qc => 200=1500-Qc => Qc=1500-200 = 1300Kj
Breal > Bmax = impossível
(d) β = 4.
Breal>Bmax = irreverssível

7. Um ciclo de potência reversível recebe 1000 Btu de energia por transferência


de calor de um reservatório a 1111 K e descarrega energia par transferência de calor
para um reservatório a 278 K. Determine a eficiência térmica e o trabalho líquido
desenvolvido, em Btu.
Qh=1000Btu Qc/Qh = Tc/Th Qc/1000=278/1111 => Qc = 250
Th = 1111k Nreal =( Qh – Qc)/Qh = (1000 – 250)/1000 = 0,75 = 75%
Tc = 278k W = Qh – Qc  W = 1000-250 = 750btu
Reverssivel> Nr=Nmax
8. Um ciclo de potência opera entre um reservatório a temperatura T e um
reservatório de temperatura mais baixa a 280 K. Em regime permanente, o ciclo
desenvolve 40 kW de potência enquanto rejeita 1000 kJ/min de energia por
transferência de calor para o reservatório frio. Determine, o valor mínimo teórico para
T, em K.
Th = 2 W = Qh – Qc
Tc = 280k Qh = w + Qc = 40+1000  Qh = 40 + 16,67  Qh=56,67 kj/s
W=400kw = 40000 Nreal= W/Qh = 40/56,67 = 0,706
Qc = 1000 Kj/min Nmax = 1 – Tc/Th =1-280/T = 280/T>=1-0,706
= 288/T>= 0,294  T>= 280/0,294 >=952,4k
9. Um determinado ciclo de potência reversível possui a mesma eficiência
técnica, para reservatórios quentes e frios a 1000 e 500 K, respectivamente, do que
para reservatórios quentes e frios às temperaturas T e 1000 K. Determine T, em K.
Ciclo de potencia
Nreal = W/Qh  W=Qh-Qc Nmax = 1-Tc/Th
Th=1000k
Tc=500k
Th=T
Tc=1000k
N1=N2  N1= 1-50/1000 = 0,5
N2=1-1000/T
0,5 = 1 – 1000/T 1000/T=1-0,5  1000=0,5T  T= 2000k

10. Um ciclo de potência reversível cuja eficiência térmica é de 50% opera entre
um reservatório a 1800 K e um reservatório a uma temperatura mais baixa T.
Determine T, em K.
Nreal= W/Qh  W=Qh-Qc Nmax = 1-Tc/Th Nreal=Nmax
1) N=50%=0,5 2)Th=1800K Tc=T :. 0,5=1-Tc/1800  Tc/1800 = 1-0,5
Tc/1800=0.5  Tc=900K

11. Um inventor afirma ter desenvolvido um dispositivo que executa um ciclo de


potência enquanto opera entre reservatórios a 900 e 300 K que possui eficiência de
(a) 66%, (b) 50%. Avalie a afirmação para cada caso.
Th= 900k a)N=66%
Tc=300k b) N=50%
a) Nmax = 1-Tc/Th = 1-300/900  Nmax = 0,76 = 67%
a) N= 66% a eficiência é reverssivel pois Nreal =~ Nmax
b) N=50% a eficiência é irreverssível pois Nreal < Nmax, contudo as duas afirmações são coerenes.

12. Em regime permanente, um novo ciclo de potência desenvolve 6 HP (4470


W) para uma taxa de adição de calor de 7039 W, segundo o seu inventor. Se o ciclo
opera entre reservatórios a 3000°C e 1250°C, avalie esse invento.

Nreal = W/Qh Nmax= 1-Tc/Th W = Qh-Qc


W= 4470w Nreal=4470/7039 = 0,635 = 63,5%
Qh=7039W Nmax=1-1250/3000=0,58=58%
Th=3000ºC Nreal>Nmax :. É irreverssível
Tc=1250ºc
13. Em regime permanente, um ciclo desenvolve uma potência de saída de 10kW
para uma adição de calor a taxa de 10 kJ por ciclo de operário a partir de uma Fonte
a 1500 K. Energia é rejeitada para a água de resfriamento a 300 K. Determine o
numero mínimo teórico de ciclos necessários por minuto.
N=ciclo/min Qh/N=10kj/ciclo 10<=[1-Tc/Th].Qh.n/60
W=10kw 10<=[1-300/1500].10.n  10<= (0,8.10.n/60)
Qh=10kj 10<=(8/60)n  10.60<=8n  N=600/8  N<=75
Th=1500k
Tc=300k
14. Um ciclo de potência proposto deverá ter uma eficiência térmica de 40%,
enquanto recebe energia por transferência de calor de vapor d'água condensando
de vapor saturado para líquido saturado a temperatura T e descarrega energia por
transferência de calor para um lago próximo a 295 K. Determine a menor
temperatura T possível, em K.

N= 40% = 0,4 0,4<=1-TC/TH=0,4<=1-295/T = 295/T<=1-0,4


TH=T TC=295K 295/T<=0,6 = T>=295/0,6 T>= 325K

15. Em regime permanente, um ciclo de potência que possui uma eficiência


térmica de 38% gera 100 MW de eletricidade, enquanto descarrega energia por
transferência de calor para água de resfriamento a urna temperatura media de 295K.
A temperatura media do vapor que passa pela caldeira e de 756 K.
Determine
(a) a taxa na qual a energia e descarregada para a água de resfriamento, em kW.
(b) a taxa mínima teórica na qual a energia poderia ser descarregada para a
água de resfriamento, em kW. Compare com a taxa real e discuta.

16. Instalações de potência baseadas na conversão da temperatura do oceano


em energia (OTEC) geram potência a partir da ocorrência natural da diminuição da
temperatura da água dos oceanos com a profundidade. Próximo a Florida, a
temperatura da superfície do oceano é 27°C, enquanto a profundidade de 700 m a
temperatura é 7°C.
(a) Determine a eficiência térmica máxima para qualquer ciclo de potência
operando entre estas temperaturas.

TH= 27 = 300

TC= 7 = 280

NMAX=1-TC/TH=1-280/300=1-0,933 NAMX= 0,067 = 6,67%

(b) A eficiência térmica de instalações de OTEC existentes e de


aproximadamente 2%. Compare esta informação com o resultado da parte (a) e
comente.
N=2% N/NMAX= 2/6,67=0,3 A EFICIENCIA QUE O CICLO OBTEM
E DE APENAS 30% DA CAPACIDADE MAXIMA E SE ENCONTRA
NO ESTADO IRREVERSIVEL

17. Instalações de potência geotérmicas captam Fontes subterrâneas de água


quente ou vapor d'água para a produção de eletricidade. Uma dessas instalações
recebe água quente a 16°C e rejeita energia por transferência de calor para a
atmosfera, que esta a 13°C. Determine a eficiência térmica máxima possível para
qualquer ciclo de potência operando entre estas temperaturas.
TH=16°= 289K

TC=13°=286K NMAX=1-TC/TH=1-286/289= 1-0,989 NMAX= 0,011=1,1%

18. A Figura mostra um sistema para coletar radiação


solar, utilizando-a para a produção de eletricidade
através de um ciclo de potência. O coletor solar recebe
radiação solar a taxa de 0,315 kW por m2 de área e
fornece energia para uma unidade de armazenamento
cuja temperatura permanece constante em 220°C. O
ciclo de potência recebe energia por transferência de
calor da unidade de armazenamento, gera eletricidade a taxa de 0,5 MW e rejeita
energia por transferência de calor para as vizinhanças a 20°C. Para operação em
regime permanente,
(a) determine a área mínima teórica necessária do coletor, em m2
TH= 220°C= 493 K A=W/NSOLAR= 0,5*10^6 A/0,315*10^3*NE= 1587M^2/N*E

TC= 20° = 293K W=0,5MW NMAX= 1-TC/TH=1-293/493=0,406

NSOLAR= 0,315KW/M^2

AMIN=A/NMAX=1587/0,406 = 3909M^2

(b) determine a área necessária do coletor, em m2, como função da eficiência


térmica e da eficiência do coletor, definida como a fração de energia incidente que
e armazenada. Faça um gráfico da área do coletor versus para eficiências do
coletor iguais a 1,0; 0,75; 0,5.
0<N<=NMAX=0,406 A*N QUANDO E= 1, 0,75, 0,5

19. O refrigerador mostrado na Fig. P5.42 opera em regime permanente com um


coeficiente de desempenho de 4,5 e uma potência de entrada de 0,8 kW. Energia e
rejeitada do refrigerador para as vizinhanças a 20°C por transferência de calor de
serpentinas metálicas, cuja temperatura superficial media e 28°C. Determine a

potência máxima teórica, em kW, que poderia ser desenvolvida por um ciclo de

potência operando entre as serpentinas e as vizinhanças. Você recomendaria fazer


uso desta situação para desenvolver potência?
CICLO REFRIGERADOR
B=4,5 B=QC/W = 4,5=QC/0,8 = QC=3,6
TC=20°C+273= 293 K W=QH-QC= QH= W+QC QH= 0,8+3,6 QH= 4,4 KW
W= 0,8 KW
QC= 3,6 KW QH= 4,4 KW NMAX=1-TC/TH= 1-293/301= 1-0,973= 0,027 = 2,7%
20. Em regime permanente, um ciclo de refrigeração remove 150 kJ/min de
energia por transferência de calor de um espaço mantido a - 50°C e descarrega
energia por transferência de calor para as vizinhanças a 15°C. Se o coeficiente de
desempenho do ciclo for 30% daquele associado à um ciclo de refrigeração
reversível operando entre reservatórios a estas duas temperaturas, determine a
potência de entrada para o ciclo, em kW.
TC= -50°C = 223 K

TH= 15°C =288 3máx= TC/ (TH-TC) = 223/(288-223) = 3,43

B= 0,3= 30% = 0,3Bmáx

Reversivel= B= (0,3) x (3,43) = 1,03

B=?

W=KW B=QC/W= 1,03= 2,5/W = 2,5/1,03

QC= 150 KJ/ MIN = 2,5 KJ/S

W=2,43KW

21. Uma bomba de calor acionada por um motor elétrico de 1 kW fornece


aquecimento para um prédio cujo interior deve ser mantido a 20°C. Em um dia em
que a temperatura externa fosse 0°C e a energia fosse perdida através das paredes
e do teto a uma taxa de 60.000 kJ/h, a bomba de calor seria adequada?
W= 1KW

TH= 20°C = 293K Preal<= Pmáx

Tc = 0°c = 273k QH/W<= TH/(TH-TC) = 293/(293-273) x 1KJ

60000 KJ/H QH<= (14.65) x 3600 Kj = 52740 KJ/H

Não seria adequado

22. Com o fornecimento de energia para uma residência a taxa de 8 kW, uma
bomba de calor mantém a temperatura da residência em 21°C quando o ar exterior
esta a 0°C. Se a eletricidade custa 8 centavos por kW.h, determine o custo de
operação mínimo teórico por dia de operação.
BOMBA DE CALOR
H=8KW= 192 KWH Pmáx= TH/(TH-TC) = 294/(294-273)= 14
TH= 21°C = 294K
TC= 0°C= 273K
CUSTO= 8 CENTAVOS POR KWH Prea<= Pmáx
QH/W= 14 192/W=14 W= 192/14= 13,71
8KW x 24= 192 KWH CUSTO= 0,08 x 13,71 = R$ 1,10/DIA
23. Através do fornecimento de energia a uma taxa média de 21.100 kJ/h, uma
bomba de calor mantém a temperatura de uma residência em 21°C. Se a
eletricidade custa 8 centavos por kW.h, determine o custo de operação mínimo

teórico por dia de operação se a bomba de calor receber energia por transferência
de calor
A) QH=21100KJ/H a) Pmáx= TH/(TH-TC) = 294/ (294-268) = 11,3
TH= 21°C = 294K
(a) do ar exterior a – 5°C.

TC= -5°C = 268K Pmáx= QH/W <= Pmáx

(b) da água de um poço a 8°C.


a) TC= 8°C = 281K

W= 0,52 x 24 = 12,48 5,86/W= 11,3 w=5,86/11,3 = 0,52 KW

W= 12,48 KWH/DIA = 0,08 x 12,57 = R$ 1,00/ DIA

B) Pmáx= TH/ (TH-TC) = 294/(294-281)= 22,6 Pred <= Pmáx= QH/W <= 22,61

5,86/W = 22,61 => W= 5,86/22,61 => W = 0,26KW x 24 = 6,24 KWH => 6,24 KWH=> 0,08 x 6,24= R$0,50/DIA

24. Uma bomba de calor mantém uma residência a temperatura T quando a


temperatura exterior e, em media, são. A taxa de transferência de calor através das
paredes e do teto e de 2000 kJ/h por diferença de grau de temperatura entre o
interior e o exterior. Se a eletricidade custa 8 centavos por kW.h
(a) determine o custo operacional mínima teórico para cada dia de operação em
que T = 20°C.

TH=T
TC= 5°C = 278K Pmáx = 293/(293-278) = 293/15 = 19,53
T= 20°c = 293k Preal= QH/W = 19,53
QH= 8,33KW x 4 W=QH/19,53 = 200/19,53 = 10,24
QH= 200KWH
CUSTO = 10,24 x 0,008 = R$ 0,082 / Dia