Você está na página 1de 29

ANEXO C - COMPONENTES CURRICULARES

EMENTA
1° SEMESTRE
Disciplinas:

FUNDAMENTOS ANATOMOFISIOLÓGICOS

Carga Horária: 80h

Ementa: Descrição dos grandes sistemas orgânicos: muscular, circulatório, respiratório, digestivo,
gênito-urinário e sistema nervoso. Estudo dos conceitos de homeostasia e meio interno, transporte
através das membranas plasmáticas e celulares, bioeletrogênese e caracterização da fisiologia dos
sistemas orgânicos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MACHADO, Angelo B. M. Machado; HAERTEL, Lucia Machado. Neuroanatomia Funcional. 3.
ed. São Paulo: Atheneu, 2014.
NETTER, Frank H . Netter Atlas De Anatomia Humana. 5º ed, PORTO ALEGRE: AS
UNDERS, 2011
SOBOTTA, Johannes Sobotta; PAULSEN, Friedrich; WASCHKE, Jens. Sobotta Atlas de
anatomia humana: Anatomia Geral e Sistema Muscular. 23 ed. Rio de Janeiro: Guanabara 
Koogan, 2012

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

GRAY, Henry. Anatomia. 29. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988.
KAWAMOTO, Emilia Emi. Anatomia e fisiologia humana. 3. ed. São Paulo: EPU, 2009.
GUYTON, A.C. Tratado de fisiologia médica. 12ª.ed. Rio de Janeiro; Guanabara Koogan,2011.
TANK, Patrick W.; GEST, Thomas R.; BURKEL, William (Colab.). Atlas de anatomia humana.
Porto Alegre: Artmed, 2009.
PAULSEN, F.; WASCHKE, J. (Coord.). Sobotta: atlas de anatomia humana: quadros de
músculos, articulações e nervos. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.

ASPECTOS EMBRIOLÓGICOS E TECIDUAIS

Carga Horária: 80h

Ementa: As bases citológicas da herança. O mapeamento cromossômico em eucariontes. A


determinação do sexo e cromossomos sexuais. As mutações cromossômicas e herança extranuclear.
A formação dos gametas, processos de divisão, migração, crescimento e diferenciação celular, a
partir do ovócito fertilizado, que ocorrem durante o desenvolvimento embrionário e fetal. O estudo
da estrutura histológica dos diversos tecidos orgânicos, suas características e funções,
desenvolvendo as noções de microscopia e técnica laboratorial histológica. Estudo dos tecidos
epiteliais, conjuntivos, adiposo, cartilaginoso, ósseo, nervoso e muscular.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GRIFFITS, A. J. F. Introdução à genética. 8. ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2016.

JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica – texto e atlas. 12ª ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2013.
MOORE, K.L.; PERSAUD, T.V.N. Embriologia Básica. 8ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2013.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

STRACHAN, Tom; READ, Andrew P. Genética Molecular Humana, 4. Ed. Porto Alegre: Artmed,
2013. 576 p.
DI FIORE, M. S. H. , MANCINI, R. E., ROBERTIS, E. D. P. Atlas de Histologia. 7.ed. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.
GITIRANA, L. B. Histologia: conceitos básicos dos tecidos. São Paulo: Atheneu, 2007.
JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 9ª ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2012.
KIERSZENBAUM, A. L. Histologia e biologia celular. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
Carga Horária: 80h

Histórico e origem da profissão farmacêutica. Conceitos em farmácia. Tipos de Farmácia.


Princípios das análises clínicas e toxicológicas. Princípios de biossegurança aplicados a laboratório.
Código de Ética, campo de atuação e Legislação da profissão farmacêutica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BRESOLIN, Tania Mari Bellé; CECHINEL FILHO, Valdir (Org.). Fármacos e medicamentos: uma
abordagem multidisciplinar. São Paulo: Santos, 2010.
ALLEN, Junior loyd. Introdução a Farmácia de Reminton. Ed. Porto Alegre Art Med. 2016.

GOMES, Maria José Vasconcelos de Magalhães; REIS, Adriano Max Moreira. Ciências farmacêuticas:
uma abordagem em farmácia hospitalar. São Paulo: Atheneu, 2016.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
VIEIRA, Fernanda Pires; REDIGUIERI, Camila Fracalossi; REDIGUIERI, Carolina Fracalossi (Org.). A
regulamentação de medicamentos no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2013
HIRATA, Mario Hiroyuki; MANCINI FILHO, Jorge; HIRATA, Rosario Dominguez Crespo. Manual de
biossegurança. 3. ed. Barueri: Manole, 2017.
SANTOS, Nívea Cristina Moreira. Legislação Profissional em Saúde - Conceitos e Aspectos
Éticos. Ed. Saraiva. 2014
STORPIRTIS, Sílvia. et al. Farmácia clínica e atenção farmacêutica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
2017. (Série Ciências farmacêuticas).

BISSON. Marcelo. Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica. Manole. 2016.

INFORMÁTICA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

Carga horária: 80h


Ementa:A evolução da informática. Relacionamento entre a Sociedade e a informática. Tecnologias
da informação e comunicação. Educação 4.0. Tópicos básicos sobre propriedade intelectual.
Introdução aos conceitos de inovação e criatividade. Tipos de inovação e conhecimento.
Apresentação das técnicas, ferramentas e estratégias de inovação. Apresentação e análise de
tecnologias emergentes: big data, internet das coisas e aprendizado de máquina.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
CAPRON, H. L; JOHNSON, J. A. Introdução a informática. 8ª edição. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2013.
BURGELMAN, Robert A; CHRISTENSEN, Clayton M; WHEELWRIGHT, Steven C. Gestão
estratégica da tecnologia e inovação. [recurso eletrônico]. 5ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2012.
DUARTE, Melissa de Freitas; BRAGA, Cristiano Prestes. Propriedade Intelectual. [recurso
eletrônico]. Porto Alegre: SAGAH, 2018.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MORAIS, Isabelly Soares de et al.Introdução a Big Data e Internet das Coisas. [recurso
eletrônico]. Porto Alegre: SAGAH, 2018.
SILVA, Fabiane Padilha et al. Gestão da Inovação. [recurso eletrônico]. Porto Alegre: SAGAH,
2018.
LEITE, Lígia Silva (Coord.). Tecnologia educacional: descubra suas possibilidades na sala de
aula. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.
CAMARGO, Fausto F.;DAROS,Thuinie M. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas
para fomentar o aprendizado ativo. [recurso eletrônico].Porto Alegre: Penso, 2018. e-pub.
VELOSO, Renato. Tecnologias da informação e comunicação: desafios e perspectivas. São
Paulo: Saraiva, 2014.

PROJETO INTEGRADOR: PRÁTICA FARMACÊUTICA E SUPORTE BÁSICO


Carga Horária: 80h

Procedimentos de emergências em: anafilaxia, hemorragia, choque, envenenamentos e


queimaduras. Medicamentos essenciais unidades de pronto atendimento. Equipamentos médicos
utilizados em emergência. Relação morfofisiologica dos sistemas orgânicos e suas patologias
associadas.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
RANG, H P; DALE, M M; RITTER, J M. Farmacologia. 6ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2007.
KARREN, Keith J. et al. Primeiros socorros para estudantes. 10. ed. Barueri: Manole, 2013.
GUYTON, Arthur C.; HALL, Jhon E. Tratado de fisiologia médica. 11. ed. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2006.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
PIRES, Marco Túlio Baccarini; PEDROSO, E, P: Emergência médicas. ed. Med Book 2014.
KOROLKOVAS, Andrejus; CUNHA, Bruno Carlos de Almeida. Dicionário terapêutico. 14. ed.
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.
GOMES, Diogo Bugano Diniz et al. (Ed.). Fundamentos de emergências clínicas. São Paulo:
Atheneu, 2012.
AIRES, Margarida de Mello. Fisiologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.
SILVERTHORN, Dee Unglaub. Fisiologia humana: uma abordagem integrada. 2. ed. Barueri:
Manole, 2003.
2° SEMESTRE
Disciplinas:

FUNDAMENTOS DA MATEMÁTICA E ESTATISTICA


Carga Horária: 80h

Potenciação, radiciação, fatoração, produtos notáveis, operações com polinômios, noções de


funções, exponencial, logaritmos, trigonometria, noções de limites. Introdução à Estatística; Dados
Estatísticos; Distribuição de Frequências; Medidas de posição; Medidas de dispersão;
Probabilidades; Distribuições de Probabilidade
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CALDEIRA, André Machado. Matemática: pré-cálculo. 3. ed. São Paulo: Cengage Learning,
2013.
DEMANA, Franklin Foley; GREGORY D. KENNEDY, Daniel. Pré-Cálculo. 2ª Edição. São
Paulo: Editora Pearson, 2013.
MORETTIN, Pedro A.; BUSSAB, Wilton de O. Estatística básica. 7. ed. São Paulo: Saraiva,
2012.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
STEWART, James. Cálculo, vol. 1, (Introdução e Apêndices) 7ª edição, Cengage Learning, 2013.
FLEMMING, D. M.; GONÇALVES, M. B. Cálculo A: funções, limite, derivação e integração. 6ª
Edição. São Paulo: Makron Books, 2010.
IEZZI, Gelson. Fundamentos de Matemática Elementar: Conjuntos e Funções. Vol 1. 9ª Edição.
São Paulo: Editora Atual, 2013.
BARBETTA, Pedro Alberto; REIS, Marcelo Menezes; BORNIA, Antonio Cezar. Estatística: para
cursos de engenharia e informática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
MARTINS, Gilberto de Andrade; DOMINGUES, Osmar. Estatística geral e aplicada. 4. ed. São
Paulo: Atlas, 2011.

PROCESSOS BIOPATOLOGICOS
Carga Horária: 80h

EMENTA:
Estudo da estrutura geral e funcionamento da célula e seus componentes químicos orgânicos e
inorgânicos. Análise das alterações celulares determinantes dos processos patológicos dos sistemas
corporais.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DE ROBERTIS, Eduardo M. F.; HIB, José. De Robertis: Bases da biologia celular e molecular.
4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
CHAMPE, Pamela C.; HARVEY, Richard A.; FERRIER, Denise R. Bioquímica ilustrada. 4. ed.
Porto Alegre: Artmed, 2009.
BRASILEIRO FILHO, Geraldo. Bogliolo: Patologia geral. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2013.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
COOPER, Geoffrey M.; HAUSMAN, Robert E. A célula: uma abordagem molecular. 3. ed.
Porto Alegre: Artmed, 2012.
ALBERTS, Bruce. Biologia molecular da célula. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.
MARZZOCO, Anita; TORRES, Bayardo Baptista. Bioquímica básica. 4. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2016.
CAMARGO, João Lauro Viana de; OLIVEIRA, Deilson Elgui de. Patologia geral: abordagem
multidisciplinar. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.
FARIA, Jose Lopes de; ALTEMANI, Albina M. A. M.; ANDRADE, Liliana A. L. A. (Colab.).
Patologia geral: fundamentos das doenças, com aplicações clínicas. 4. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2003.

COMUNICAÇÃO, EXPRESSÃO E VIDA UNIVERSITÁRIA (EAD)

Carga Horária: 80h

Comunicação. Linguagem, língua e fala. Texto e textualidade. Gêneros e tipos textuais. Leitura,
interpretação e produção de textos. Aspectos gramaticais. Ambientação à vida acadêmica.
Paradigmas de formação universitária. Interdisciplinaridade universitária, textos científicos e a
linguagem técnica

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ANDRADE, M. M. Língua portuguesa: noções básicas para cursos superiores. 8. ed. São Paulo:
Atlas, 2007.
BOAVENTURA, Edivaldo. Como ordenar as ideias. São Paulo: Ática, 2004.
CIRRONETO, P. Gramática da língua portuguesa. São Paulo: Spcione, 2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
FERREIRA, G. Redação cientifica. São Paulo: Atlas, 2011.
SCHOCAIR, N. M. Manual de redação: teoria e prática. São Paulo: Impetus, 2009.
FARACO, Carlos Alberto. Prática de texto para estudantes universitários. Petrópolis: Vozes,
2001.
DIONISIO, A. P. et al (Org.). Gêneros textuais e ensino. 5. ed. Rio de Janeiro:
Lucerna, 2007.
PRETI, DINO (Org.). Oralidade em textos escritos. São Paulo: USP, 2009.

BIOQUÍMICA METABÓLICA
Carga Horária: 80h

Aspectos gerais da Química Orgânica. Funções orgânicas. Processos metabólicos e sua relação com
as alterações de parâmetros bioquímicos e fisiopatológicos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
NELSON, David L.; COX, Michael M. Princípios de bioquímica de Lehninguer. 5. ed. Porto
Alegre: Artmed, 2013.
CHAMPE, Pamela C.; HARVEY, Richard A.; FERRIER, Denise R. Bioquímica ilustrada. 3. ed.
Porto Alegre: Artmed, 2006.
SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig B. Química orgânica. v. 1, 10. ed. Rio de Janeiro:
LTC, 2012. 2017.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MARZZOCO, Anita; TORRES, Bayardo Baptista. Bioquímica básica. 3. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2007
VOET, Donald; VOET, Judith G.; PRATT, Charlotte W. Fundamentos de bioquímica: a vida em
nível molecular. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.
SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig B. Química orgânica. v. 2, 10. ed. Rio de Janeiro:
LTC, 2012. 2017
SILVERSTEIN, Robert M. Identificação espectrométrica de compostos orgânicos. 7. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2015.
VOLLHARDT, K. Peter C. Química orgânica estrutura e função. 4. ed. Porto Alegre: Bookman,
2004
BRUICE, Paula Yurkanis. Química orgânica. v. 2, 4. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2014.

PROJETO INTEGRADOR: CIÊNCIAS QUÍMICAS


Carga Horária: 80h

Princípios da química geral: Modelos atômicos. Radioatividade. Ligações químicas e geometria


molecular. Propriedades da tabela periódica. Forças intermoleculares. Princípios da termodinâmica.
Estudo dos Gases. Soluções e solubilidade. Eletroquímica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
KOTZ, John C.; TREICHEL, Paul M.; WEAVER, Gabriela C. Química geral e reações químicas.
v. 1, 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2012.
ROZENBERG, I. M. Química geral. São Paulo: Blucher, 2015.
ATKINS, Peter; PAULA, Julio de. Físico-química: fundamentos. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC,
2018.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
RAYMOND Chang. Físico química. Grupo A. 2010
ATKINS, Peter; JONES, Loretta. Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio
ambiente. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.
SHRIVER, Duward; ATKINS, Peter. Química inorgânica. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.
FIOROTTO, Nilton Roberto. Técnicas experimentais em química. Editora Saraiva. 2019
MOORE, Walter J. Físico-química. v. 1. São Paulo: Blucher, 2015.
3° SEMESTRE
Disciplinas:
AGENTES INFECCIOSOS E RESPOSTA IMUNE
Carga Horária: 80h

Aspectos gerais dos microrganismos. Relação parasita hospedeiro. Principais doenças parasitárias.
Propriedades gerais da resposta imune. Principais doenças autoimune.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ABBAS, Abul K.; LICHTMAN, Andrew H.; PILLAI, Shiv. Imunologia básica: funções e
distúrbios do sistema imunológico. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.
TORTORA, Gerard J.; FUNKE, Berdell R.; CASE, Christine L. Microbiologia. 12. ed. Porto
Alegre: Artmed, 2017.
NEVES, David Pereira; MELO, Alan Lane de (Colab.). Parasitologia humana. 11. ed. São Paulo:
Atheneu, 2005. (Coleção Biblioteca biomédica).

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
REY, Luís. Parasitologia: parasitos e doenças parasitárias do homem nos trópicos ocidentais. 4.
ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.
CIMERMAN, Beijamin. Parasitologia humana e seus fundamentos gerais. 2. ed. São Paulo:
Atheneu, 2008.
LEVINSON, Warren; JAWETZ, Ernest. Microbiologia médica e imunologia. 7. ed. Porto Alegre:
Artmed, 2007.
MURRAY, Patrick R.; ROSENTHAL, Ken S.; PFALLER, Michael A. Microbiologia médica. 6.
ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
COICO, Richard; SUNSHINE, Geoffrey. Imunologia. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
2010

INGLES E PRÁTICA ORATÓRIA


Carga Horária: 80h

Estudo dos aspectos gramaticais indispensáveis ao bom desempenho linguístico, desenvolvimento


da compreensão da estrutura da língua inglesa através da prática da oralidade, leitura, interpretação
e tradução de textos científicos, literários e de interesse geral. Estudo da ordem das palavras para
estruturação correta das frases. Itens gramaticais e suas funções comunicativas. Expansão do
vocabulário.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

LOPES, LUIZ PAULO DA MOITA (Org.). Por uma linguística aplicada indisciplinar. São
Paulo: Parábola, 2013. (Coleção Lingua[gem]; v. 19).
SOUZA, A.G.F., et al. Leitura em língua inglesa: uma abordagem instrumental. São Paulo:
DISAL, 2005.
MURPHY, R. Essential grammar in use. Cambridge do Brasil, 2007.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

MUNHOZ, Rosângela. Inglês instrumental estratégias de leitura: Módulo II. São Paulo:
Textonovo, 2001.
WIDDOWSON, H. G. Diocoruse analysis. Oxford do Brasil, 2008.
ALVES, UBIRATÃ KICKHÖFEL; BRAWERMAN-ALBINI, ANDRESSA; LACERDA,
MARIZA. Fonética e fonologia do inglês [recurso eletrônico] / Ubiratã Kickhöfel Alves,
Andressa Brawerman-Albini, Mariza Lacerda; [revisão técnica: Monica Stefani]. – Porto alegre:
SAGAH, 2017
OXFORD ESCOLAR - Dicionário para estudantes brasileiros de inglês: Português/Inglês-
Inglês/Português. Oxford: Oxford University Press, 2009.
DREY, RAFAELA FETZNER. Inglês: práticas de leitura e escrita [recurso eletrônico] / Rafaela
Fetzner Drey, Isabel Cristina Tedesco Selistre, Tânia Aiub. – Porto Alegre: Penso, 2015. Editado
como livro impresso em 2015.

PRODUTOS NATURAIS
Carga Horária: 80h

Fundamentos da Farmacobotânica. O uso das plantas medicinais para o cuidado e promoção da


saúde. Propriedades físico-químicas dos compostos orgânicos. Conceitos gerais em farmácia.
Introdução ao metabolismo secundário vegetal. Legislação de fitoterápicos. Introdução à
farmacognosia. Propriedades das matérias-primas no desenvolvimento de formas farmacêuticas.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
OLIVEIRA, Fernando de; AKISUE, Gokithi. Fundamentos de farmacobotânica e de morfologia
vegetal. 3. ed. São Paulo: Atheneu, 2009. (Série Biblioteca biomédia).
YUNES, Rosendo Augusto; CECHINEL FILHO, Valdir (Org.). Química de produtos naturais:
novos fármacos e a moderna farmacognosia. 5. ed. Itajaí: UNIVALI, 2016
SIMÕES, Cláudia Maria Oliveira. Farmacognosia: do produto natural ao medicamento. Porto
Alegre: Artmed, 2017.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
EVERT, Ray F.; EICHHORN, Susan E. Raven: biologia vegetal. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2016.
BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Farmacopeia brasileira: volume 1. 5. ed.
Brasília: Anvisa, 2010. 2 v.
ANDREAS BRESINSKY. Tratado de Botânica de Strasburger, 36th Edition. Grupo A. 2018.
SAAD, GLAUCIA DE AZEVEDO; LÉDA, PAULO. Fitoterapia Contemporânea - Tradição e
Ciência na Prática Clínica. Grupo GEN. 2016.
BERTA LÚCIA PEREIRA VILLAGRA; RONY RISTOW. Reconhecimento e Seleção de
Plantas - Processos, Morfologia. Editora Saraiva. 2014
METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA (EAD)
Carga Horária: 80h
O processo do conhecimento científico. Os tipos de pesquisa científica. Tipos de metodologia da
pesquisa. Técnicas e métodos de coleta de dados. A elaboração do projeto de pesquisa científica.
As normas para a elaboração e apresentação do relatório de pesquisa. Os princípios éticos na
pesquisa científica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ALMEIDA, M. de S. Elaboração de Projeto de Pesquisa, TCC, Dissertação e Tese: Uma
abordagem simples, prática e objetiva. São Paulo: Editora Objetiva, 2011.
DYNIEWICZ, A.M. Metodologia da pesquisa em saúde para iniciantes. São Paulo: Difusão
Editora, 2009.
LAKATOS, E.; MARCONI, M. A. Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ANDRADE, M. M. Introdução a metodologia do trabalho científico. 8. ed. São Paulo: Atlas,
2007.
CERVO, A. L. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Prentice Hal. 2010.
GIL, A. C. Como Elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.
RUDIO, F. V. Introdução ao Projeto de pesquisa científica. 34. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2008

PROJETO INTEGRADOR: CIÊNCIAS QUÍMICAS APLICADAS


Carga Horária: 80h

Métodos analíticos empregados em ciências farmacêuticas. Erros e tratamentos de dados


envolvidos nas análises. Equilíbrio e Cinética química. Erros e tratamentos de dados envolvidos
nas análises. Principais unidades de concentração. Separação e titulação. Análises
espectroquímicas.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MUELLER, Haymo; SOUZA, Darcy de. Química analítica qualitativa clássica. 2. ed. Blumenau:
Edifurb, 2016. (Série Didática).
BARBOSA, Gleisa Pitareli. Química analítica: uma abordagem qualitativa e quantitativa. São
Paulo: Érica. (Série Eixos).
HARRIS, Daniel C. Análise química quantitativa. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
SKOOG, D. A et al. Fundamentos de química analítica. São Paulo: Cengage Learning, 2012
BACCAN, Nivaldo. Química analítica quantitativa elementar. 3. ed. São Paulo: Blucher, 2001.
2017.
ROSA, Gilber; GAUTO, Marcelo; GONÇALVEL. Química Analítica: Práticas de laboratório.
Grupo A. 2013.
EWING, Galen W. Métodos instrumentais de análise química. São Paulo: Blucher, 2016. 2 v.
MORITA, Tokio; ASSUMPÇÃO, Rosely Maria Viegas. Manual de soluções, reagentes e
solventes: padronização, preparação, purificação, indicadores de segurança, descarte de produtos
químicos. 2. ed. São Paulo: Blucher, 2014.

4° SEMESTRE
Disciplinas:
PSICOLOGIA, TRABALHO E GESTÃO
Carga Horária: 80h

A construção social do sujeito e da sociedade enquanto realidade subjetiva. A sociedade e


instituições socializadoras: a família, o estado, a escola. Processos grupais e processos de
socialização. O trabalho para o homem. Trabalho em equipe inter e multidisciplinar. Instituições e
recursos humanos. Liderança. Gestão de conflitos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias:
uma introdução ao estudo de psicologia. 14. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
ZANELLI, José Carlos; BORGES-ANDRADE, Jairo Eduardo; BASTOS, Antonio Virgílio
Bittencourt (Org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. 2. ed. Porto Alegre: Artmed,
2014.
MYERS, David G. Psicologia social. 10. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
RODRIGUES, Aroldo; ASSMAR, Eveline Maria Leal; JABLONSKI, Bernardo. Psicologia social.
32. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.
LANE, Silvia T. M.; CODO, Wanderley (Org.). Psicologia social: o homem em movimento. 14
ed. São Paulo: Brasiliense, 2012.
BORGES, Livia de Oliveira; MOURÃO, Luciana (Org.). O trabalho e as organizações: atuações
a partir da psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2013.
AGUIAR, Maria Aparecida Ferreira de. Psicologia aplicada à administração: uma abordagem
interdisciplinar. São Paulo: Saraiva, 2005.
BERGAMINI, Cecilia Whitaker. Psicologia aplicada à administração de empresas: psicologia
do comportamento organizacional. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.
EPIDEMIOLOGIA E FARMACOVIGILÂNCIA
Carga Horária: 80h

Política Nacional de Saúde e de medicamentos. Sistema único de Saúde. Vigilância


Epidemiológica e Sanitária. Aspectos gerais em Farmacovigilância, Farmacoepidemiologia e
Farmacoeconomia.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
KENNETH ROTHMAN; SANDER GREENLAND. Epidemiologia Moderna, 3rd Edition.
Grupo A. 2015
BISSON, M.P. Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica. 2ª Ed. São Paulo: Manole, 2007.
TATIANA GABRIELA BRASSEA GALLEGUILLOS. Epidemiologia - Indicadores de Saúde e
Análise de Dados. Editora Saraiva. 2014.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Diretrizes para estruturação
de farmácias no âmbito do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2009. 44p.
(Série A. Normas e Manuais Técnicos)
SIDIA M. CALLEGARI-JACQUES. Bioestatísticos Princípios e Aplicações. Grupo A. 2011.
PATRICIA MASTROIANNI; FABIANA ROSSI VARALLO. Farmacovigilância para
Promoção do Uso Correto de Medicamentos. Grupo A. 2013.
YI YANG; DONNA WEST-STRUM. Compreendendo a Farmacoepidemiologia. Grupo A.
2013.
PEREIRA. M, G. Epidemiologia - Teoria e Prática. Grupo GEN. 1995.

TERAPÊUTICA E CUIDADO FARMACÊUTICO


Carga Horária: 80h

Princípios da farmacologia. Farmacocinética. Farmacodinâmica. Farmacologia do SNA e SNC.


Grupos farmacológicos: AINES, Opióides, Antimicrobianos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GOODMAN, L S; GILMAN, A. As bases farmacológicas da terapêutica. 9ª. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2006.
RANG, H P; DALE, M M; RITTER, J M. Farmacologia. 6ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2007.
SILVA, P. Farmacologia. 7ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,, 2006.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BRODY, T.; WECKER, L.; MINNEMAN, K. P. Farmacologia Humana. 4ª ed. Rio de Janeiro,
Editora Elsevier, 2006.
MORAES, E C F; SNELWAR, B; FERNICOLA, N A G G. Manual de toxicologia analítica. 1ª.
ed. São Paulo: Roca, 1991
KATZUNG, B.G. Farmacologia Básica e Clínica. 10ª ed Rio de Janeiro. Editora Guanabara
Koogan, 2009.
KAREN WHALEN; RICHARD FINKELL; THOMAS A. Farmacologia Ilustrada, 6th Edition.
Grupo A. 2016.
FORD, Susan. Farmacologia Clínica, 11th Edition. Grupo GEN. 2019.
SERVIÇOS FARMACÊUTICOS
Carga Horária: 80h

Conceitos básicos e fundamentais da Homeopatia. Farmacologia homeopática. Estrutura da


Farmácia homeopática. Estrutura e organização da Farmácia Hospitalar. Legislação aplicada à
Farmácia Hospitalar. Padronização e Seleção de Materiais hospitalares e de Medicamentos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
FONTES, Olney Leite. Farmácia Homeopática: Teoria e Prática, 4th Edition. Editora Manole.
2013.
JULIANI, ROBERTA GUIMARÃES MAIQUES. Organização e Funcionamento de Farmácia
Hospitalar. Editora Saraiva. 2014.
MÍRIAM ELIAS CAVALLINI; MARCELO POLACOW. Farmácia Hospitalar: um
Enfoque em Sistemas de Saúde, 2nd Ed. Editora Manole. 2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BERMA, KELLY CRISTINA DE OLIVEIRA. Farmacotécnica - Técnicas de Manipulação de
Medicamentos. Editora Saraiva. 2014.
JULIANI, C. S. R. Medicamentos - Noções Básicas, Tipos e Formas Farmacêuticas. Editora
Saraiva. 2014.
NUNES. M.S. Guia de boas práticas em farmácia hospitalar 2a ed., 2nd . Editora Manole. 2020.
FELIPE DIAS CARVALHO; HELAINE CARNEIRO. C. Farmacêutico Hospitalar:
Conhecimentos, Habilidades e Atitudes. Editora Manole. 2014.
HINRICHSEN, Sylvia Lemos. Biossegurança e Controle de Infecções - Risco Sanitário
Hospitalar. Grupo GEN. 2018.

PROJETO INTEGRADOR: QUÍMICA APLICADA A FARMÁCIA


Carga Horária: 80h

Introdução à síntese orgânica. Mecanismos de reações orgânicas de interesse da farmácia.


Princípios gerais da Química Farmacêutica. Planejamento e obtenção de novos fármacos. Inovação
tecnológica no desenvolvimento de produtos farmacêuticos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BARREIRO, Eliezer J.; FRAGA Química Medicinal. Grupo A.2015.
ANDREI, César Cornélio (Org.). Da química medicinal à química combinatória e modelagem molecular:
um curso prático. 2. ed. Barueri: Manole, 2012.
VITOLO. M. Biotecnologia farmacêutica. Editora Blucher. 2015.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig B. Química orgânica. v. 1, 10. ed. Rio de Janeiro:
LTC, 2012. 2017.
BRUICE, Paula Yurkanis. Química orgânica. v. 1, 4. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2014
SILVERSTEIN, Robert M. Identificação espectrométrica de compostos orgânicos. 7. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2015.
HARRIS, D.C. Análise Química Quantitativa. 7. ed. Rio de Janeiro: LTr, 2011.
TERRON, L.R. Operações Unitárias para Químicos, Farmacêuticos e Engenheiros. Grupo GEN.
2012.

5° SEMESTRE
Disciplinas:
PRODUTOS NATURAIS APLICADOS
Carga Horária: 80h

Aspectos etnobotânicos, fitoquímicos, farmacológicos e toxicológicos de plantas medicinais.


Metabolismo secundário vegetal, obtenção da droga vegetal. Métodos de análise em
farmacognosia.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SIMÕES, Cláudia Maria Oliveira. Farmacognosia: do produto natural ao medicamento. Porto
Alegre: Artmed, 2017.
CUNHA, A. Proença da (Coord.). Farmacognosia e fitoquímica. 4. ed. Lisboa: Fundação
Calouste Gulbenkian, 2014.
OLIVEIRA, Fernando de; AKISUE, Gokithi; AKISUE, Maria Kutoba. Farmacognosia:
identificação de drogas vegetais. 2. ed. Atheneu, 2014.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LE HIR, A. Noções de farmácia galênica. 6. ed. São Paulo: Andrei, 1997
COLLINS, Carol H.; BRAGA, Gilberto L.; BONATO, Pierina S. (Org.). Fundamentos de
cromatografia. Campinas: UNICAMP, 2017
OLIVEIRA, Fernando de; AKISUE, Gokithi. Fundamentos de farmacobotânica e de morfologia
vegetal. 3. ed. São Paulo: Atheneu, 2009. (Série Biblioteca biomédia).
YUNES, Rosendo Augusto; CECHINEL FILHO, Valdir (Org.). Química de produtos naturais:
novos fármacos e a moderna farmacognosia. 5. ed. Itajaí: UNIVALI, 2016
EVERT, Ray F.; EICHHORN, Susan E. Raven: biologia vegetal. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2016.
FARMACOLOGIA APLICADA A PATOLOGIA
Carga Horária: 80h

Farmacologia digestiva, cardiovascular, Renal e endócrina. Otimização terapêutica e avaliação


farmacoterapêutica. Farmacoterapia baseada em evidências. Relacionar a estrutura e atividade dos
fármacos como base para a inovação tecnológica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Fuchs, F.D.(Ed.); Wannmacher, L.(Ed.); FERREIRA & Cardoso, M. B.(Ed.). Farmacologia
clinica: fundamentos da terapêutica racional. 3ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.
Grahame-Smith, D.G. Tratado de farmacologia clinica e farmacoterapia. Colaboração de J. K
KATZUNG, B.G. Farmacologia Básica e Clínica. 10ª ed Rio de Janeiro. Editora Guanabara
Koogan, 2009.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
GOODMAN, L S; GILMAN, A. As bases farmacológicas da terapêutica. 9ª. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2006.
SILVA, P. Farmacologia. 7ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,, 2006.
RANG, H P; DALE, M M; RITTER, J M. Farmacologia. 6ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2007.
BRODY, T.; WECKER, L.; MINNEMAN, K. P. Farmacologia Humana. 4ª ed. Rio de Janeiro,
Editora Elsevier, 2006.
DUNCAN B.B, SCHMIDT MI, GIUGLIANI ERJ. Medicina ambulatorial: Condutas de
atenção primária baseadas em evidências. 3ª. ed. Porto Alegre, Artmed, 2004.
GESTÃO E SERVIÇOS FARMACÊUTICOS
Carga Horária: 80h

Fundamentação da Assistência e Atenção Farmacêuticas. Problemas Relacionados aos


Medicamentos (PRM). Automedicação responsável. Prescrição Farmacêutica. Cuidados
farmacêuticos nas principais fisopatologias.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARQUES, L. A. M. M. Atenção farmacêutica em distúrbios maiores. São Paulo: Medfarma,
2009.
BISSON, M.P. Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica. 2ª Ed. São Paulo: Manole, 2007.
ROVERS, J. P.; CURRIE, J. D. Guia Prático da Atenção Farmacêutica: Manual de
Habilidades Clínicas. São Paulo: Phamabooks, 2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Diretrizes para estruturação
de farmácias no âmbito do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2009. 44p.
(Série A. Normas e Manuais Técnicos)
CIPOLLE, R.J; STRAND, L.M, MORLEY, P.C. O exercício do cuidado Farmacêutico.
Conselho Federal de Farmácia, 2006.
FINKEL R. PRAY, W.S. Guia de dispensação de produtos terapêuticos que não exigem
prescrição. Artmed, 2007.
CASTRO, L.L.C.(Org.). Fundamentos de farmacoepidemiologia. Campo Grande: Grupo de
Pesquisa em Uso Racional de Medicamentos, 2001.
RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (EAD)
Carga Horária: 80h

Sociedade e ambiente. Desenvolvimento social e sustentável. Sustentabilidade. Legislação,


políticas públicas e ações de responsabilidade socioambiental. Ética e responsabilidade
socioambiental pública e privada. Impactos socioambientais da produção e do consumo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
NASCIMENTO, L. F; LEMOS, A.D.C; MELLO, M.C. Gestão Socioambiental Estratégica,
Porto Alege: Bookman, 2014.
CHAUVEL, M.A; COHEN, M. Ética, Sustentabilidade e Sociedade: Desafios da nossa Era, Rio
de Janeiro: Mauad X, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ASHLEY, P.A. Ética e responsabilidade social nos negócios. 2.ed, São Paulo: Saraiva, 2005.
TORRES, C; MANSUR, C. Balanço Social Dez Anos: O desafio da Transparência; Rio de
Janeiro: IBASE, 2008.
REIS, C; MEDEIROS, L. E. Responsabilidade Social das empresas e balanço Social, São Paulo:
Atlas, 2007.
DELBONO, Benedita de Fátima. Responsabilidade social e Ambientalda empresa. Londrina
Editora e Distribuidora Educacional S.A., 2016. 200 p. E.Book. https://docero.com.br/doc/ceccvn.
BRASIL. Política Nacional do Meio Ambiente/PNMA. Lei 6.938 de31/08/ 1981.
https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1980-1987/lei-6938-31-agosto-1981-366135-
normaatualizada-pl.pdf
BRASIL. Decreto 6.514, de 22 de julho de 2008. Dispões sobre as infrações e sanções
administrativas ao meio ambiente.
https://www.mma.gov.br/estruturas/imprensa/_arquivos/regulamento_lei_crimes_ambientais.pdf

PROJETO INTEGRADOR: CIÊNCIAS DOS ALIMENTOS


Carga Horária: 80h
Obtenção e produção de enzimas. Alimentos obtidos por fermentação alcoólica e sua relação com a
bioquímica de carboidratos. Metabolismo microbiano e biomoléculas envolvidas. Processos
fermentativos. Introdução a Bromatologia. Grupos de alimentos. Aditivos em alimentos.
Legislação de alimentos no Brasil. Fundamentação em tecnologia de alimentos e desenvolvimento
de novos produtos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BASTOS, R.G. Tecnologia das Fermentações. Editora UFSCar, 2010.
GAVA, A.J. Tecnologia de Alimentos – Princípios e Aplicações. Nobel, 2009.
OETTERER, M.; DARCE, M.A.B.R.; SPOTO, M. Fundamentos de Ciência e Tecnologia de
Alimentos. Manole, 2006.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ARAÚJO, Julio M. A. Química de alimentos: teoria e prática. 3. ed. Viçosa: UFV, 2006.
OLIVEIRA, M.N. Tecnologia de Produtos Lácteos Funcionais. Atheneu, 2009.
SALINAS, Rolando D. Alimentos e nutrição: introdução à Bromatologia. 3. ed. Porto Alegre:
ARTMED, 2002.
MORETTO, E.; FETT, R.; GONZAGA, L.V.; KUSKOSKI, E.M. Introdução à Ciência dos
Alimentos. Editora da UFSC, 2002.
COULTATE, T. P. Alimentos: a química de seus componentes. Porto Alegre: ARTMED, 2004.
6° SEMESTRE
Disciplinas:
IMUNOLOGIA CLÍNICA
Carga Horária: 80h

Introdução à Imunologia Clínica. Considerações gerais sobre amostras para as análises em


imunologia. Controle de qualidade em Imunologia Clínica. Métodos aplicados ao laboratório de
análises clínicas para testes imunológicos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAPEL, Helen et al. Imunologia para o clínico. Traduzido por Raymundo Martagao Gesteira. 4.
ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2003.
ABBAS, Abul K;LICHTMAN, Andrew H;PILLAI, Shiv. Imunologia celular e molecular.
Traduzido por Alessandro dos Santos Farias. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.
GORCZYNSKI, R. Imunologia clinica. Colaboração de Jacqueline Stanley.Traduzido por Carlos
Henrique Cosendey. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso, 2001

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ROITT, I.M.; DELVES, P.J. Roitt: Fundamentos de imunologia. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2004.
LEVINSON, W; JAWETZ, E. Microbiologia médica e Imunologia. 7.ed. Porto Alegre: Artmed,
2005.
PEAKMAN, Mark. Imunologia básica e clinica. Colaboração de Diego Vergani.Traduzido por
Eiler Fritsch Toros. 2ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.
STITES, D.P; TERR, A.I.; PARSLOW, T.G. (Ed.). Imunologia médica. Tradução Patrícia
Josephine Voeux. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.
STEWART SELL. Imunologia, Imunopatologia e Imunidade. 1ed. São Paulo: Atheneu, 2007.

GESTÃO E SERVIÇOS FARMACÊUTICOS APLICADOS


Carga Horária: 80h

Fundamentos de gestão e estratégia de negócios farmacêuticos. Empreendedorismo e inovação na


profissão farmacêutica. Uso do marketing na gestão de serviços farmacêutico. Gestão operacional
de suprimentos farmacêuticos. Regulação e auditoria dos sistemas e serviços no setor de saúde.
Avaliação da infraestrutura necessária à adequação de instalações e equipamentos

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
PINTO, V. B. Gestão Estratégica em Farmácia Hospitalar. São Paulo: Atheneu, 2009.
HARMENING, D.M; ANDRIOLO, A. Administração de laboratórios: princípios e processos.
2ª Ed. São Paulo: LMP, 2009.
FERNANDO ANTÔNIO SÁ DE MORAES. Administração farmacêutica simplificada. 3ed.
2003

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BERTÓ, D.J; BEULKE, R. Gestão de Custos e Resultados na Saúde. 2A ed. São Paulo: Ed.
Saraiva, 2000.
PATERNO, D. Administração de Materiais no Hospital (compras, almoxarifado e farmácia),
São Paulo: ed. Cerdas, 1990.
MOTTA, T. V.; CORRÊA, J.A.; MOTTA, L.R. Gestão da qualidade no laboratório clínico.
2°ed. Caxias do Sul: Editora Médica Missau, 2001.
ZUBIOLI, A. (Coord.). A farmácia clínica na farmácia comunitária. Brasília: Ethosfarma, 2001.
CYRINEU, T. José C. Gestão do Conhecimento - O grande desafio empresarial. São Paulo:
Negócio Editora, 2000.

CUIDADOS FARMACÊUTICOS
Carga Horária: 80h

Legislação e atribuições clinicas do farmacêutico. Aspectos éticos e humanitários da relação


profissional de saúde/paciente. Uso da propedêutica no curso de farmácia. Alterações
fisiopatológicas e sua correlação com os processos farmacocinéticos.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DORETTO, Dario. Fisiopatologia clínica do sistema nervoso: fundamentos da semiologia. 2. ed.
São Paulo: Atheneu, 2005.
PORTO, A. L. Semiologia médica. Rio de Janeiro: Guanabara. 2009.
BARROS, Alba Lucia Botura Leite de et al. Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de
enfermagem no adulto. Porto Alegre: Artmed,2002.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MARIA, V. L. R. Exame Clínico do adulto. São Paulo: Iátria, 2003.
WALLACH, J. Interpretação de Exames laboratoriais. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
2003.
PORTO, C.C. Exame clínico: bases para a prática médica. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2008.
KUMAR, V; ABBAS, A.K.; FAUSTO, N. Robbins e Cotran Patologia: bases patológicas das
doenças. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
RUBIN, E. (Ed.). Rubin Patologia: Bases Clínicopatológicas da Medicina. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2006.

ECONOMIA E EMPREENDEDORISMO (EAD)


Carga Horária: 80h

Introdução à economia. Mercado de competição perfeita: demanda, oferta e equilíbrio de mercado.


Elasticidades. Interferência do governo nos mercados. Estruturas de mercado. Formação econômica
do Brasil: ciclos e subciclos econômicos. O avanço da industrialização e o progresso econômico.
Desdobramentos recentes da economia brasileira. O processo empreendedor. Identificação de
oportunidades. Tipos de empreendedorismo. O plano de negócios. A perspectiva do
empreendedorismo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
HUBBARD, R. Glenn; O’BRIEN, Anthony Patrick. Introdução à economia. 2. ed. atual. Porto
Alegre: Bookman, 2010. (recurso eletrônico)
SAMUELSON, Paul A.; NORDHAUS, William D. Economia. 19. ed. Porto Alegre: Bookman,
2012. (recurso eletrônico)
HISRICH, Robert D.; PETERS, Michael P.; SHEPHERD, Dean A. Empreendedorismo. 9. ed.
Porto Alegre: Bookman, 2014. (recurso eletrônico)

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BAYE, Michael R. Economia de empresas e estratégias de negócios. 6. ed. Porto Alegre:
Bookman, 2010. (recurso eletrônico)
ROSSETTI, José Paschoal. Introdução à economia. 20. ed. São Paulo: Atlas, 2007.
AFFONSO, Ligia Maria Fonseca; RUWER, Léia Maria Erlich; GIACOMELLI, Giancarlo.
Empreendedorismo. Porto Alegre: SAGAH, 2018. (recurso eletrônico)
BESSANT, John; TIDD, Joe. Inovação e Empreendedorismo. 3. ed. Porto Alegre: Bookman,
2019. (recurso eletrônico)
DORNELAS, José. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 6. ed. São Paulo:
Atlas, 2016.

PROJETO INTEGRADOR: BIOQUÍMICA CLÍNICA


Carga Horária: 80h

Obtenção e conservação de amostras biológicas para realização de exames em Bioquímica Clínica.


Principais Métodos Bioquímicos utilizados no Laboratório de Análises Clínicas. Tecnologia
relacionada a processos bioquímicos. Avaliação da infraestrutura necessária à adequação de
instalações e equipamentos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MOTTA, V.T. Bioquímica Clínica para o Laboratório: Princípios e interpretação. 2ª Ed.
Ed.Médica Missau. Caxias do Sul. 2004.
DEVLIN, THOMAS. Manual de Bioquímica com correlações Clínicas. 1ª Ed. Edgard Blucher,
São Paulo. 2007.
OLIVEIRA LIMA, A..; SOARES,J.B.; GALIZZI,J; CANÇADO, R.J. Métodos laboratoriais
aplicados a Clínica: técnica e interpretação. 8ª Ed. Guanabara Koogan. 2001.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CHAMPE, P.C.; HARVEY, R.A.; FERRIER, D.R. Bioquímica Ilustrada. 3ª Ed. Artmed. Porto
Alegre. 2006
MARTY, Elizângela; MARTY, Roseli Mari. Materiais, equipamentos e coleta. São Paulo: Érica,
2014.
HENRI, J.B. Diagnósticos clínicos e condutas terapêuticas por exames laboratoriais. 17ª Ed.
Manole, São Paulo. 2000.
LEHNINGER, D.L. NELSON e MICHAEL M. COX. Princípios de Bioquímica. 5ª Ed. Editora
Sarvier, São Paulo, 2011.
BERG, J.M.; TYMOCZKO, J.C., STRYER, L. BIOQUÍMICA. 5a. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan S.A, 2004
7° SEMESTRE
Disciplinas:
PARASITOLOGIA CLÍNICA
Carga Horária: 80h

Considerações gerais sobre amostras para as análises parasitológicas e urinária. Métodos e


Técnicas para exame parasitológico de fezes. Métodos e Técnica para exames de urina. Controle de
Qualidade em Parasitologia Clínica e urianálise.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
NEVES, D.P. Parasitologia Humana. 11ª Ed Atheneu S.P, 427p. 2005.
REY, L. Parasitos e doenças parasitárias do homem nas Américas e África. 3a Ed, Guanabara
Koogan RJ ,856p. 2001.
CIMERMAM, B. Parasitologia Humana e seus Fundamentos Gerais, 2ª Ed Atheneu, SP, 373p
2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
NEVES, D.P. Parasitologia Dinâmica. 1ª Ed. Atheneu SP 470p. 2009.
NEVES, D.P; NETO, J.B.B. Atlas didático de Parasitologia. 2ª ed., São Paulo, Atheneu, 2002.
DE CARLI, G.A. Parasitologia Clínica. Seleção de Métodos e técnicas de Laboratório para o
Diagnóstico das Parasitoses Humanas SP. Ed. Atheneu, 2007.
WALLACH, Jacques. Interpretação de exames laboratoriais. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003.
CIMERMAN, B; FRANCO, M. A. Atlas de parasitologia: artrópodes, protozoários e
helmintos. 1ª Ed. São Paulo, Atheneu, 2002.
MICROBIOLOGIA CLÍNICA
Carga Horária: 80h

Considerações gerais sobre amostras para as análises em microbiologia. Principais Métodos e


técnicas específicas para diagnóstico em microbiologia. Métodos de isolamento e identificação.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
RIBEIRO, Mariângela C.; SOARES, Maria M. S. R. Microbiologia Prática – Roteiro e Manual.
São Paulo: Atheneu, 2011.
MURRAY, P.R; ROSENTHAL, K.S.; PFALLER,M.A. Microbiologia médica. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2010.
TRABULSI, Luiz R.; GOMPERTZ, Olga F.; ALTHERTUM, Flávio. Microbiologia. 5ª ed. São
Paulo: Livraria Atheneu, 2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BARBOSA, Heloiza R.; TORRES, Bayardo B. Microbiologia Básica. São Paulo: Ed. Atheneu,
2005.
KONEMANN, Elmer W., ALLEN, Stephen D., JANDA, William M., SCHRECKENBERGER,
Paul C. Diagnóstico Microbiológico Texto e Atlas Colorido. 5ªed. Rio de Janeiro: Medsi, 2001.
BLACK, Jacquelyn G.; Microbiologia Fundamentos e Perspectivas. 4ª ed., Rio de Janeiro,
Editora Guanabara Koogan, 2002.
BURTON, Gwendolyn R. W. & ENGELKIRK, Paul G. Microbiologia para Ciências da Saúde.
5ªed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
TORTORA, G.J.; FUNKE, B.R.; CASE, C.L. Microbiologia. Porto Alegre: ARTMED, 2007.

ANÁLISE TOXICOLÓGICA
Carga Horária: 80h

Fundamentação em Toxicologia. Avaliação de toxicidade. Metodologia analítica e suas aplicações


em toxicologia clínica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
OGA, S. Fundamentos de toxicologia. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atheneu, 2003.
MOREAU, R.L.M; SIQUEIRA, M.E.P.B. Toxicologia analítica. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2011.
LOPES, A.C (Ed.). Fundamentos da toxicologia clínica. São Paulo: Atheneu, 2006.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LARINI, L. Toxicologia dos praguicidas. 1ª Ed. Editora Manole, São Paulo. 1999.
AZEVEDO, F.A.; CHASIN, A.A.M. As bases toxicológicas da ecotoxicologia. 1ª Ed. Editora
Rima, São Paulo. 2003.
AZEVEDO, F.A. Toxicologia do mercúrio. 1ª Ed, Editora Rima, São Paulo. 2003.
PASSAGLI, M. Toxicologia Forense: Teoria e Pratica. 2ª Ed. Editora Millenium, São Paulo.
2009.
MORAES, E C F; SNELWAR, B; FERNICOLA, N A G G. Manual de toxicologia analítica. 1ª.
ed. São Paulo: Roca, 1991

PROJETO INTEGRADOR: DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS


APLICADOS
Carga Horária: 80h

Fundamentação e desenvolvimento farmacotécnico. Noções de reologia. Organização do


laboratório de farmacotécnica. Formas farmacêuticas: sólidas, semisolidas e líquidas. Controle de
Qualidade de produtos farmacêuticos. Fundamentação em tecnologia farmacêutica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ANSEL, H.C.; ALLEN, L.V.; POPOVICH, N.G. Farmacotécnica: Formas Farmacêuticas e
Sistemas de Liberação de Fármacos. 8ª ed. São Paulo: Premier, 2006.
AULTON, M.E. Delineamento de Formas Farmacêuticas. 2ª ed. São Paulo: Artmed. 2005.
ALLEN, Loyd V.; POPOVICH, Nicholas G.; ANSEL, Howard C. Formas farmacêuticas e
sistemas de liberação de fármacos. 8. ed. Porto Alegre: ARTMED, 2007.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
THOMPSON, J. E. A Prática na Manipulação de Medicamentos. Porto Alegre: Artmed, 2005.
STORPIRTIS, S.; GONÇALVES, J. E.; CHIANN, C.; GAI, M. N. Biofarmacotécnica. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2009.
ANSEL, H. C.; STOKLOSA, M. J. Cálculos Farmacêuticos. 12ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.
FERREIRA, A.O. Guia Prático da Farmácia Magistral. 4ª ed. 2v. São Paulo: Pharmabooks,
2008
RIBEIRO, C. Cosmetologia aplicada a dermoestética. 2ª ed. São Paulo: Pharmabooks, 2010.

8° SEMESTRE
Disciplinas:
CULTURA E SOCIEDADE (EAD)
Carga Horária: 80h

Direito à Cultura como Direito Fundamental; Resolução de Conflitos e Diversidade Cultural;


Identidade Cultural; Cidadania; As implicações da cultura para o entendimento da sociedade.
História dos Direitos Humanos e Princípios Constitucionais; Documentos nacionais e
internacionais sobre Direitos Humanos; Cidadania e Direitos Humanos no Brasil; Igualdade e
diferença; Violações aos Direitos Humanos; Preconceito, discriminação e educação em Direitos
Humanos; Sociedade, violência e construção de uma cultura de paz; Construção da Democracia; O
sistema de proteção dos direitos humanos; Espaço Público e Privado; As políticas de defesa dos
Direitos Humanos no Estado Democrático de Direito. O papel dos Direitos Humanos para a
Cidadania Global.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, 2006.
RAYO, José Tuvilla. Educação em Direitos Humanos: Rumo a uma Perspectiva Global. Porto
Alegre: Artmed, 2008.
SCARANO, Renan Costa Valle, et al. Direitos humanos e diversidade. Porto Alegre: SAGAH,
2018.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVARENGA, Valtéria Melo e LANDO, Giorge André. Tópicos em Direito: Reflexões e
desafios na contemporaneidade. São Paulo: Max Limonad, 2014. 
DUPAS, G. Tensões contemporâneas entre o público e o privado. Rio de Janeiro: Paz e
Terra,1995.
HALL, Stuart. Identidades culturais na pós- modernidade. 11. Ed. Rio de Janeiro: DP&a, 2006.
MONDAINI, Marco. Direitos Humanos no Brasil. São Paulo: Contexto, 2009.
TEIXEIRA, Jéssica.  Sistema de Proteção aos Direitos Humanos. Disponível em:
https://jessicatds.jusbrasil.com.br/artigos/151843380/sistema-de-protecao-aosdireitos-humanos.
Acessado em: outubro de 2019.
CITOLOGIA CLÍNICA
Carga Horária: 80h

Considerações gerais sobre amostras para citopatologia. Fundamentação em citopatologia. Métodos


e Técnicas para exame citopatologicos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GAMBONI, M; MIZIARA, E.F. Manual de citopatologia diagnóstica., Manole, 2011.
BIBBO, M.; FILHO, M. A aspectos clínicos e laboratoriais dos derrames cavitários, Rio de
Janeiro, Reviter, 2001.
NETO, J.C.S. Citologia clínica do trato genital feminino, Rio de Janeiro Revinter, 2011.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CARVALHO, G. Citologia do trato genital feminino, 4ªed. Rio Janeiro, Atheneu, 2002.
SOLOMON, D; NAYAR, R. Sistema bethesda para citopatologia cervicovaginal, 2ª ed., Rio de
Janeiro, Revinter, 2005.
NETO, J.B.L. Atlas de citopatologia e histologia do colo uterino, Rio de Janeiro, MEDSI , 2000.
TAKAHASHI, M. Atlas Colorido de Citologia Geral. 2a ed. São Paulo. Manole, 2001.
GRACE T. MCKEE. Citopatologia. São Paulo, Artes, 2001.
PROJETO INTEGRADOR: HEMATOLOGIA CLÍNICA
Carga Horária: 80h

Considerações gerais sobre amostras para as análises hematológicas. Métodos e Técnicas para
exame hematológicas. Controle de Qualidade em Hematológica Clínica. Hemocomponentes,
hemoderivados e outros produtos biotecnológicos e biológicos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AURO DEL GIGLIO. Princípios de Hematologia Clínica. 1ª Ed. Editora Manole, São Paulo.
2006.
HOFFBRAND, A. VICTOR; MOSS, P. A. H; PETTIT, J. E. Fundamentos em hematologia. 5ª
Ed. Editora Artemed, Porto Alegre. 2008.
ALVES, E.B.; HASHIMOTO, Y.; DA SILVA, P.H. Hematologia laboratorial. 1ª Ed. Editora
Revinter, São Paulo. 2009.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
TEXEIRA, J.E.C. Diagnostico Laboratorial em Hematologia. 1ª Ed. Editora Roca, São Paulo.
2006.
LORENZI, T.F; VERASTRO, T; WENDEL NETO, S. Hematologia e Hemoterapia. 1ª Ed.
Editora Atheneu, São Paulo 2002.
ZAGO, M.A; FALCÃO, R.P; PASQUINI, R. Hematologia. Fundamentos e prática. 1ª Ed.
Editora Atheneu, São Paulo. 2001.
LORENZI, T.F. Atlas de Hematologia. 1ª Ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro. 2006.
FIGUEIREDO, M.S, KERBAUY, J, LOURENÇO, D.M. Hema; tologia. 1ª Ed. Editora Manole,
São Paulo, 2010.
9° SEMESTRE
Disciplinas:
ESTÁGIO I
Carga Horária: 400h

Aplicação dos princípios de Assistência farmacêutica na Saúde Pública; Ações gerenciais e


assistenciais de saúde aplicadas na comunidade. Prática da Assistência farmacêutica no âmbito das
drogarias.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARQUES, L. A. M. M. Atenção farmacêutica em distúrbios maiores. São Paulo: Medfarma,
2009.
BISSON, M.P. Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica. 2ª Ed. São Paulo: Manole, 2007.
ROVERS, J. P.; CURRIE, J. D. Guia Prático da Atenção Farmacêutica: Manual de
Habilidades Clínicas. São Paulo: Phamabooks, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
VIEIRA, Fernanda Pires; REDIGUIERI, Camila Fracalossi; REDIGUIERI, Carolina Fracalossi (Org.). A
regulamentação de medicamentos no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2013
VIEIRA, F.P; REDIGUIERI, C.F; REDIGUIERI, C.F. A regulação de medicamentos no Brasil.
Porto Alegre: Artmed, 2013.
HIRATA, Mario Hiroyuki; MANCINI FILHO, Jorge; HIRATA, Rosario Dominguez Crespo. Manual de
biossegurança. 3. ed. Barueri: Manole, 2017.
FORTES, P.A.C. Ética e Saúde: questões éticas, deontológicas e legais, tomada de decisões,
auto. 1. ed. São Paulo: Epu,2008.
AMARAL, M.P.H. Controle de qualidade na farmácia de manipulação. 3ª ed. Juiz de Fora:
UFJF, 2009.

TCC I
Carga Horária: 40h

Construção de um projeto de pesquisa em farmácia utilizando conhecimentos teóricos


metodológicos e éticos sob orientação docente. Relação da pesquisa com produção do
conhecimento científico. Importância da pesquisa no desenvolvimento da farmácia. Metodologia
quantitativa e qualitativa na pesquisa. Análise e redação de artigos científicos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CRIVELARO, Lana Paula. Guia prático de monografias, dissertações e teses: elaboração e
apresentação. 5. ed. Campinas: Alínea, 2011.
GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2016.
OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer projetos, relatórios, monografias, dissertações e
teses. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, Campus, 2011.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALMEIDA, Mário de Souza. Elaboração de projeto, TCC, dissertação e tese. 2. ed. São Paulo:
Atlas, 2014.
ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração
de trabalhos na graduação. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2007.
CASTRO, Claudio de Moura. Como redigir e apresentar um trabalho científico. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2012.
MARTINS, Gilberto de Andrade; LINTZ, Alexandre. Guia para elaboração de monografias e
trabalhos de conclusão de curso. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2013.
SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 24. ed. São Paulo: Cortez,
2016.

10° SEMESTRE
Disciplinas:
ESTÁGIO II
Carga Horária: 400h

Prática da Assistência farmacêutica no âmbito hospitalar. Práticas nas farmácias para produção e
manipulação de medicamentos e cosméticos. E práticas em Análises clínicas
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
PRISTA, Nogueira et al. Tecnologia farmacêutica. 6. ed. 3v. Lisboa: Fundação Calouste
Gulbekian, 2008.
TEXEIRA, J.E.C. Diagnostico Laboratorial em Hematologia. 1ª Ed. Editora Roca, São Paulo.
2006.
ROVERS, J. P.; CURRIE, J. D. Guia Prático da Atenção Farmacêutica: Manual de
Habilidades Clínicas. São Paulo: Phamabooks, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
VIEIRA, Fernanda Pires; REDIGUIERI, Camila Fracalossi; REDIGUIERI, Carolina Fracalossi
(Org.). A regulamentação de medicamentos no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2013
VIEIRA, F.P; REDIGUIERI, C.F; REDIGUIERI, C.F. A regulação de medicamentos no Brasil.
Porto Alegre: Artmed, 2013.
GAMBONI, M; MIZIARA, E.F. Manual de citopatologia diagnóstica., Manole, 2011.
FORTES, P.A.C. Ética e Saúde: questões éticas, deontológicas e legais, tomada de decisões,
auto. 1. ed. São Paulo: Epu,2008.
TEXEIRA, J.E.C. Diagnostico Laboratorial em Hematologia. 1ª Ed. Editora Roca, São Paulo.
2006.
TCC II
Carga Horária: 40h

Estruturação, organização e normatização do trabalho de conclusão de curso, segundo Projeto


elaborado no TCC I. Elaboração da pesquisa segundo as normas específicas e da ABNT.
Apresentação do relatório final da pesquisa em formato de Artigo

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AQUINO, Italo de Souza. Como Escrever Artigos Científicos - Sem Arrodeio e Sem Medo da
ABNT. – 8. ed. Saraiva, 2012.
ASSENCIO-FERREIRA, Vicente José. Artigo Científico. 1.ed., Pulso, 2003.
VENTURA, Magda; MACIEIRA, Sílvio. Como Elaborar Projeto, Monografia e Artigo
Científico. 4. ed. Freitas Bastos, 2006.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CASTRO, Claudio de Moura. Como redigir e apresentar um trabalho científico. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2012.
MARTINS, Gilberto de Andrade; LINTZ, Alexandre. Guia para elaboração de monografias e
trabalhos de conclusão de curso. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2013.
SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 24. ed. São Paulo: Cortez,
2016.
CRIVELARO, Lana Paula. Guia prático de monografias, dissertações e teses: elaboração e
apresentação. 5. ed. Campinas: Alínea, 2011.
OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer projetos, relatórios, monografias, dissertações e
teses. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, Campus, 2011

OPTATIVAS

LIBRAS

Carga Horária: 40h

Noções básicas da Língua Brasileira - de Sinais- LIBRAS: Aspectos legais e histórico da cultura
surda e língua de Sinais. Alfabeto manual. Números em LIBRAS. Classes de sinais.
Desenvolvimento da competência pratica em Libras: interação, compreensão da conversação a
partir de diálogos em LIBRAS. Aspectos Gramaticais em LIBRAS. Teoria da tradução e
interpretação em Libras.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

GESSER, A. O ouvinte e a surdez: sobre ensinar e aprender a LIBRAS. São Paulo: parábola
editorial, 2012.
COUTINHO, D. Libras e Língua Portuguesa: V.1: semelhanças e diferenças. João Pessoa:
Arpoador, 2012.
PIMENTA, Nelson; QUADRO, Ronice Muller de. Curso de LIBRAS 3. Editora LSB Vídeo, 2012.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

BARBOSA, Estélio Silva.Língua brasileira de sinais: LIBRAS. Teresina: EDUFPI, 2012.


BARRETO, Madson; BARRETO, Raquel. Escrita de Sinais sem mistérios. Belo Horizonte: Ed. do
autor, 2012. Vol. 1
CAPOVILLA, Fernando Cesar; MAURICIO, Aline Cristina L; RAPHAEL, Walkiria Duarte.
Editora: EDUSP, 2012. (Vol. 1: Sinais de A a H - Vol. 2: Sinais de I a Z).
PEREIRA, Maria Cristina da Cunha.LIBRAS: conhecimento além dos sinais. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2011. 2013.
KARNOPP, L. B. Educação Bilíngue para surdos: ao que estamos sinalizando? In D. B. A. P.
Freitas & S. M. da S. Cardozo (orgs.). (In)Formando e (re)construindo redes de conhecimento.
Boa Vista: Editora da UFRR, 2012

FARMÁCIA NA ESTÉTICA

Carga Horária: 40h

Técnicas terapêuticas que envolvem o processo de atendimento em estética facial e corporal, com
sólido conhecimento teórico, abordando questões atuais relacionadas aos procedimentos clínicos
relacionados aos processos de prevenção, conservação da pele, saúde e beleza do corpo.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUIRRO, Elaine Caldeira de Oliveira; GUIRRO, Rinaldo Roberto de J. Fisioterapia dermato-
funcional: fundamentos, recursos, patologias. 3. ed. São Paulo: Manole, 2010.
HALLAWELL, Philipi. Visagismo: harmonia estética. 6. ed. São Paulo: Senac, 2008.
BORSOI, Maria Angela. Nutrição e Dietética: noções básicas. São Paulo: SENAC Nacional, 2009.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
HARRIS, Maria Inês N. de C. Pele: estrutura, propriedades do envelhecimento. 3. ed. São Paulo:
Senac, 2003.
WANG, Tom D. (ed.). Envelhecimento facial. São Paulo: Santos, 2007.
CORAZZA, Sonia. Aromacologia: uma ciência de muitos cheiros. 3. ed. São Paulo: SENAC,
2002
MARQUARDT, Hanne. Reflexoterapia pelos pés. 5. ed. Barueri: Manole, 2005.
BAUMANN, l. Dermatologia cosmética: princípios e prática. Rio de Janeiro: Revinter, 2004

FITOTERAPIA

Carga horária 40h

Introdução a fitoterapia. Fitoterapia na rede pública. “Farmácias-Vivas”. Fitoterápicos que atuam


nos diversos sistemas orgânicos. Legislação de fitoterápicos. Assistência farmacêutica.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CARVALHO, J.C.T.. Formulário Médico-Farmacêutico de Fitoterapia. 3ª. edição, Editora


Pharmabooks, S. Paulo, 2012.
SCHILCHER, H.. Fitoterapia na pediatria (guia para médicos e farmacêuticos). Editora
Pharmabooks, 2005.
FERRO, D. Fitoterapia: conceitos clínicos. Editora Atheneu, São Paulo, 2008.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

PROENÇA DA CUNHA, A. Farmacognosia e Fitoquimica. 1ª Ed. Editora CALOUSTE


GULBENKIAN, Portugal, 2006.
SIMÕES, C. M. O.; SCHENKEL, E. P.; GOSMANN, G.; DE MELLO, J.C. P.; MENTZ, L. A.;
PETROVICK, P. R. Farmacognosia: da planta ao medicamento. 7ª Ed. Editora UFSC/UFRGS,
Porto Alegre, 2011.
BRASIL - MINISTÉRIO DA SAÚDE/Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Farmacopéia
brasileira Vol. 1 e Vol. 2. 5 ª ed. Editora Fiocruz. Brasília, 2010.
CARVALHO, JCT, ALMANÇA, CCJ. Formulário de Prescrição Fitoterápica, editora Atheneu,
2003.
CARVALHO, J.C.T.. Fitoterápicos anti-inflamatórios (aspectos químicos, farmacológicos e
aplicações terapêuticas), Editora Tecmedd, 2004.

MICOLOGIA CLÍNICA

Carga horária 40h


Biologia dos fungos patogênicos para o homem. Transmissão e patogenicidade. Micoses
superficiais e profundas. Fungos oportunistas. Uso de Antifúngicos. Técnicas de identificação das
micoses humanas superficiais, profundas e sistêmicas.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

FISHER, FRANK. Micologia: Fundamentos e diagnóstico. 1a Ed. Editora Revinter, São Paulo.
2001.
LACAZ, CARLOS DA SILVA. Tratado de Micologia Médica. 9a. Ed. Editora Sarvier, São
Paulo, 2002.
MINAMI, PAULO S. Micologia. 1a Ed. Editora Manole, São Paulo, 2002.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

HEINS-VACCARI, ELISABETH; MARTINS, JOSE EDUARDO COSTA; MELO, NATALINA


TAKAHASHI DE. Atlas de Micologia Médica. 1a Ed. Editora Manole, São Paulo, 2004.
CAMPBELL, I; FRAMIL, V.M.S et al.,. Atlas de Micologia Médica. 1a Ed. Editora Medsi. Belo
Horizonte, 2004.
TORTORA, G.J.; FUNKE, B.R.; CASE, C.L. Microbiologia. Porto Alegre: ARTMED, 2007.
MURRAY, P.R.; ROSENTHAL, K.S.; KOBAYASHI, O.S.; PFALLER, M.A. Microbiologia
Médica. 4a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.
TRABULSI, Luiz R.; GOMPERTZ, Olga F.; ALTHERTUM, Flávio. Microbiologia. 5ª ed. São
Paulo: Livraria Atheneu, 2010.

VIROLOGIA CLÍNICA

Carga horária 40h

Classificação, nomenclatura, estrutura e composição dos vírus. Principais vírus causadores de


doenças. Formas de replicação viral. Mecanismos de patogenicidade viral. Medicamentos
antivirais.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MURRAY, P.R.; ROSENTHAL, K.S.; KOBAYASHI, O.S.; PFALLER, M.A. Microbiologia


Médica. 4a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.
NORMA SUELY DE OLIVEIRA SANTOS; MARIA TERESA VILLELA ROMANOS;
MARCIA DUTRA WIGG. Introdução à virologia humana. 2ª Ed. Guanabara Koogan, Rio de
Janeiro, 2008.
TORTORA, G.J.; FUNKE, B.R.; CASE, C.L. Microbiologia. Porto Alegre: ARTMED, 2007.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

SANTOS, N. S. O. ; ROMANOS, M. T. V.; WIGG, M. D. Introdução à virologia humana. Rio


de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.
TRABULSI, Luiz R.; GOMPERTZ, Olga F.; ALTHERTUM, Flávio. Microbiologia. 5ª ed. São
Paulo: Livraria Atheneu, 2010.
RIBEIRO, Mariângela C.; SOARES, Maria M. S. R. Microbiologia Prática – Roteiro e Manual.
São Paulo: Atheneu, 2011.
KONEMANN, Elmer W., ALLEN, Stephen D., JANDA, William M., SCHRECKENBERGER,
Paul C. Diagnóstico Microbiológico Texto e Atlas Colorido. 5ªed. Rio de Janeiro: Medsi, 2001.
ANDREJUS KOROLKOVAS. Dicionário Terapêutico Guanabara. 18ª Ed. Editora Guanabara
Koogan. Rio de Janeiro. 2011-2012

Você também pode gostar