Você está na página 1de 5

Licenciatura em Engenharia Eléctrica

Resolução da ficha prática 3

TÉCNICAS DE ALTA TENSÃO

NIVEL III

Turma: E31

Discente Docente

Aquimo Alves Neves Eng. Luís Simone

Songo, Agosto de 2021


1. Cite alguma das regras e ou limitações que regem os processos de medição de alta
tensão.

R: As regras e ou limitações que regem os processos de medição de alta tensão, são:

 Alta dissipação de energia e sobrecarga da fonte de alimentação;


 Influência da temperatura;
 Tensão dependente de elementos resistivos;
 Sensibilidade a tensões mecânicas.

2. Indique os vários dispositivos/métodos empregues na medição de alta tensão DC

R: Os métodos empregues na medição de alta tensão DC, são:

 Altas Resistências Óhmicas em Série com Micro-amperímetro;


 Divisores de Tensão Resistivos;
 Voltímetros Geradores;
 Medição da Tensão de Ondulação em Sistemas DC.

3. Indique os vários dispositivos/métodos empregues na medição de alta tensão AC.

R: Os métodos empregues na medição de alta tensão AC, são:

 Divisores de Tensão na Medição de Tensão de Impulso;


 Fendas de Centelhamento;
 Voltímetro Electrostático;
 Divisores de Tensão Capacitivos;
 Capacitâncias em Série;
 Impedâncias em Série.

4. Indique os vários dispositivos/métodos empregues na medição de alta tensão AC de


alta frequência

R: Os métodos empregues na medição de alta tensão AC de alta frequência são: Divisores de


Tensão na Medição de Tensão de Impulso;
5. Indique os vários dispositivos/métodos empregues na medição de alta tensão de
impulso.

R: Os métodos empregues na medição de alta tensão de impulso, são:

 Divisores de Tensão na Medição de Tensão de Impulso;


 Fendas de Centelhamento;
 Voltímetro Electrostático;
 Divisores de Tensão Capacitivos;
 Capacitâncias em Série;
 Impedâncias em Série.
6. Indique as limitações dos divisores de tensão resistivos.
R: As limitações dos divisores de tensão resistivos são:

 A influência da temperatura e da tensão nos elementos;


 Mudanças repentinas na tensão, que podem resultar de comutação, flashover de objectos
de curto-circuito podem originar danos nos elementos do divisor de tensão devido as
capacitâncias parasitas entre os elementos.

7. Indique o princípio do voltímetro gerador.

R: Princípio do Voltímetro Gerador A carga armazenada num capacitor de capacitância C é dada


por q = CV. Se a capacitância do capacitor variar com o tempo quando conectado a uma fonte de
𝑑 𝑑
tensão V, a corrente através do capacitor será dada por: 𝑖 = 𝑉 𝑑𝑐 + 𝐶 𝑑𝑣
𝑡 𝑡

8. Indique as vantagens do voltímetro gerador.

R: As vantagens do voltímetro gerador, são:

 O sistema não sobrecarrega a fonte de alimentação;


 Não há conexão ao eléctrodo de alta tensão;
 Escala de medição linear;
 Um instrumento muito conveniente para dispositivos electrostáticos.
9. Indique as limitações do voltímetro gerador.

R: As limitações do voltímetro gerador, são:

 O sistema requere calibração;


 Unidades excessivamente pesadas;
 Perturbações na posição e montagem dos eléctrodos tornam a calibração inválida.

10. Indique o princípio do voltímetro electrostático.


R: Princípio do Voltímetro Electrostático Quando um dos eléctrodos move-se, a força na outra
placa pode ser medida controlando-a por meio de uma mola ou equilibrando-a com um medidor
de peso. Para medições de alta tensão, um pequeno deslocamento de um dos eléctrodos por uma
fracção de milímetro é geralmente suficiente para medições de tensão. Como a força é
proporcional ao quadrado da tensão aplicada, a medição pode ser feita quer para tensões CA quer
para tensões CC. A precisão para medições de tensão CA é ronda os 0,25% e para CC, 0,1%.

11. Indique o princípio das esferas de centelhamento empregues na medição de alta


tensão.
R: Princípio das Esferas de Centelhamento empregues na Medição de AT Dois metais esféricos
adjacentes de igual diâmetro cuja separação é limitada formam fendas de centelhamento para
medir altas tensões DC ou AC. O processo baseia-se na teoria de ruptura de gases dieléctricos

12. Indique os factores que influenciam as esferas de centelhamento na medição de


alta tensão.
R: Os factores que influenciam as esferas de centelhamento na medição de alta tensão, são:

 Humidade e condições atmosféricas;


 Presença de objectos aterrados ao redor;
 Irradiação;
 Polaridade e tempo de frente da onda da tensão.
PARTE PRATICA
Exercício 1
Determine a tensão de ruptura para fendas de 2 mm e 15 mm de comprimento sob condições
atmosféricas padrão e de campo uniforme. Além disso, determine a tensão se a pressão atmosférica
for 750 mm Hg e a temperatura 35 ° C.

Dados: Resolução
𝑆1 = 2𝑚𝑚 = 0,2 𝑐𝑚 𝑉 = 24,22. 𝑆 + 6,08√𝑆
𝑆2 = 15𝑚𝑚 = 1,5𝑐𝑚
𝑃 = 750𝑚𝑚ℎ𝑔 𝑉1 = 24,22 ∗ 0,2 + 6,08√0.2 = 7,56 𝑘𝑉
𝑇 = 35 𝑜 𝐶
𝑉2 = 24,22 ∗ 1,5 + 6,08√1,5 = 43,776 𝑘𝑉
𝑉1 𝑒 𝑉2?

Exercício 2
Um voltímetro eletrostático possui duas placas paralelas. A placa móvel tem 10 cm de diâmetro.
Com 10 kV entre as placas, a tração é 5 × 10–3 N. Determine a mudança na capacitância para um
movimento de 1 mm da placa móvel.

Solução:

1 1 18
5 ∗ 10−3 = ∗ ∗ 10−9 ∗ 2 25𝜋 ∗ 10−4 → 𝑑 = 26.35 𝑚𝑚
2 36𝜋 𝑑

C=0.0959 pF
Exercício 3
Um voltímetro de pico é necessário para medir a tensão até 150 kV. O voltímetro de pico
usa um circuito RC, um microamperímetro e um divisor de tensão capacitivo. O divisor de tensão
tem uma proporção de 1200: 1 e o micrómetro pode ler até 10 µA. Determine o valor de R e C se
a constante de tempo do circuito RC é de 8 segundos

Dados: Resolução
V=150kV 150 ∗ 1000 𝑉
∆𝑉 ≅ 1200: 1 𝑉= = 125𝑉
1200
𝐼 = 10𝜇𝐴 = 10−5 𝐴
𝜏 =8𝑠 𝑉 125 𝑉
𝑅= = = 𝟏𝟐, 𝟓 𝑴𝛀
R? 𝐼 10−5
C? 𝜏 8
𝜏 = 𝑅𝐶 → 𝐶 = = = 𝟎, 𝟔𝟒 𝝁𝑭
𝑅 12,5 𝑀Ω

Você também pode gostar