Você está na página 1de 21

Parcelamentos da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo

Parcelamentos administrados pela Procuradoria Geral do Estado de São Paulo

1 Parcelamento Ordinário de ICMS

32 Parcelamento Ordinário de ICMS-ST

3 Parcelamento Ordinário de IPVA

4 Parcelamento Ordinário de Outros Débitos


Regras Gerais de Parcelamentos da PGE

• As adesões aos parcelamentos ordinários da PGE são realizados no sitio eletrônico


www.dividaativa.pge.sp.gov.br
• Os débitos incluídos na mesma execução fiscal devem ser parcelados em conjunto, sem
possibilidade de escolher o débito a ser parcelado.
• Os débitos não precisam estar ajuizados para serem parcelados.
• O acréscimo financeiro das parcelas dos acordos ordinários administrados pela PGE será calculado
com SELIC acumulada.
Regras Gerais de Parcelamentos da PGE - Pagamento

• Concluído o parcelamento, será emitido termo de adesão.


• As guias de recolhimento do parcelamento só podem ser emitidas no sitio eletrônico
www.dividaativa.pge.sp.gov.br
• Apenas as guias de recolhimento emitidas e recolhidas por esse sistema serão consideradas para
as baixas das parcelas do acordo.
• No caso de débitos de ICMS e ICMS–ST, será emitida uma gare única para todos os débitos
selecionados no parcelamento.
• No caso de débitos de IPVA, serão emitidas tantas gares quantos forem os débitos selecionados
no parcelamento.
Regras Gerais de Parcelamentos da PGE - Rompimento

• O não pagamento da primeira parcela do acordo no seu vencimento determina a sua não
celebração. O contribuinte poderá realizar novo parcelamento nesse caso.
• Após o pagamento da primeira parcela do acordo, o contribuinte deverá recolher as próximas
parcelas no prazo de seu vencimento.
• O atraso de mais de 90 dias no pagamento da segunda parcela e das seguintes do acordo
determinarão o rompimento do parcelamento.
Se o vencimento da primeira parcela cair em fim de semana ou feriado, deve ser antecipado.
Regras Gerais de Parcelamentos da PGE

• A primeira parcela deverá ser recolhida até a data de vencimento, sob pena de não celebração do
parcelamento ordinário. Vencimento em dia não útil deve ser antecipado.
• A segunda parcela em diante só poderá ser emitida no mês de seu vencimento, uma vez que os
acréscimos financeiros serão calculados com SELIC.
• A antecipação de parcelas do acordo celebrado só poderá ser realizada a partir da última, por
funcionalidade própria.
Regras Gerais de Parcelamentos da PGE - Protesto

• Os débitos selecionados para a remessa ao Cartório de Protesto não poderão ser parcelados até
seu efetivo protesto.
• Após a notificação do protesto do débito, o contribuinte poderá liquidá-lo no tríduo ou aguardar o
protesto para seu parcelamento.
• O protesto só será cancelado quando da liquidação do débito ou da celebração de seu
parcelamento, após o pagamento das custas e emolumentos do respectivo Cartório de Protesto.
Parcelamentos de ICMS

Resolução SF/PGE nº 1/2018


O débito de ICMS inscrito pode ser objeto de 7 (sete) parcelamentos sendo:
a) 2 parcelamentos em até 12 vezes.
b) 1 parcelamento em até 24 vezes.
c) 1 parcelamento em até 36 vezes.
d) 3 parcelamentos em até 60 vezes sendo que:
i ) Primeiro parcelamento sem entrada.
ii) Segundo parcelamento com recolhimento de 10% do seu saldo na primeira parcela.
iii) Terceiro parcelamento com recolhimento de 20% do seu saldo na primeira parcela.
Parcelamentos de ICMS-ST

Resolução SF/PGE nº 3/2018

• O débito de ICMS–ST inscrito só poderá ser parcelado até 31 de maio de 2019.


• O contribuinte poderá parcelar o ICMS-ST em até 60 vezes.
Parcelamentos de ITCMD

• O débito de ITCMD doação ou causa mortis inscrito poderá ser parcelado uma única vez.
• O parcelamento poderá ser realizado em até 12 vezes.
• O valor de suas parcelas não poderá ser inferior a 30 UFESPs.
Parcelamentos de IPVA

Resolução SF/PGE nº 2/2018

• O débito de IPVA inscrito até o exercício de 2019 poderá ser parcelado duas vezes.
• O parcelamento poderá ser realizado em até 10 vezes.
• A celebração do parcelamento (pagamento da primeira parcela) permite o licenciamento do
veículo.
• Apenas a liquidação do parcelamento permite a transferência do veículo.
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A NAVEGAÇÃO NO SITE PARA OBTER O PARCELAMENTO


Na linha correspondente à CDA (Certidão de Dívida Ativa), na coluna "opções de pagamento", posicionar
o mouse na expressão "parcelar" e clicar com o botão esquerdo do mouse.
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa

Em seguida, aparecerá a tela com os dados relativos à Certidão de Dívida Ativa (CDA) selecionada. Esta
página apresentará três opções:
a) "Retornar" − esta opção retorna para a tela inicial.
b) "Incluir outro débito" − esta opção permite ao contribuinte incluir outro débito de ICMS Declarado
ajuizado em outra execução fiscal, correspondendo assim a um único parcelamento para efeitos de
contagem do número máximo de parcelamentos.
c) "Prosseguir" − Avança para a próxima tela; Caso as CDAs estejam agrupadas na mesma execução
fiscal, a próxima tela exibirá todas as CDAs para parcelamento em conjunto.
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa

Na tela seguinte, o contribuinte deverá indicar o número de parcelas do parcelamento e clicar na


opção “confirmar”.
Na próxima tela o sistema dividirá o débito pelo valor da parcela mínima e apresentará a quantidade
máxima de parcelas que podem ser selecionadas. O contribuinte deverá preencher os dados do
solicitante, ressaltando que somente deverá ser feito o parcelamento pelo próprio interessado ou por
seu representante legal.
Optando pela opção “prosseguir” o sistema apresentará o termo de aceite e os campos para a
identificação do contribuinte. Em seguida, emitir as gares. Nos meses seguintes, entrar no site da
Dívida Ativa (www.dividaativa.pge.sp.gov.br), selecionar “emitir documentos” e, em seguida, emitir
gare de parcelamento.
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa
Informações Gerais sobre navegação do sitio eletrônico da Dívida Ativa

Você também pode gostar