Você está na página 1de 5

RESUMO DE DIREITO DO TRABALHO

IIº SEMESTRE

1. Sobre os contratos afins ao contrato de trabalho, responda com precisão as


questões que se seguem:

a) Quais são os contratos afins ao contrato de trabalho?

R: Os contratos afins do contrato de trabalho são:


• Contrato de Prestação de Serviço – Art. 1154.º CC.
• Contrato de Mandato – Art. 1157.º CC ;
• Contrato de Empreitada - Art. 1207.º CC;
• Contrato de depósito - Art. 1185.º CC;;
• Contrato de Sociedade - Art. 980.º CC;.

b) Distinga o contrato de trabalho do contrato de prestação de serviço?

R: A distinção existente entre contrato de trabalho e o contrato de


prestação de serviço são as seguintes:

• A prestação de serviço tem como objecto um certo resultado


“art. 1154.º CC”, enquanto que o contrato de trabalho está em
causa a prestação de uma actividade do trabalhados, art. 1152.º
CC.

• O contrato de trabalho é necessariamente oneroso art. 1152.º


CC. Pelo contrário, o contrato de prestação de serviço pode ser
oneroso ou gratuito “art. 1154.º CC”.

• No contrato de trabalho a actividade é prestada sob autoridade


e direcção do empregador art. 1152.º CC. existindo deste modo
uma subordinação jurídica. Que, pelo contrário na prestação de
serviço não existe subordinação jurídica, exercendo o prestador
de serviço a sua actividade com autonomia.

2. Quais são os elementos essenciais do contrato de trabalho?

R: Os elementos essenciais do contrato de trabalho são:

• Prestação de uma actividade;


• Subordinação jurídica;
• Retribuição.

Resumo de Direito do Trabalho | Teo Silva 1


3. Quais são os sujeitos da relação jurídico-laboral?

R: Os sujeitos da relação jurídico-laboral são:

• Empregador (aquele a quem, e sob cuja autoridade e direcção, o


trabalhador se obriga a prestar a sua actividade – Art. 1152.º).

• Trabalhador (como a pessoa que se obriga, mediante retribuição a


prestar a sua actividade a outras pessoas sob autoridade e direcção
destas, art. 1152.º CC.)

4. Quais são os poderes do empregador?

R: Os poderes do empregador são:

• Poder de direcção – Art. 38.º nº 1. Alínea a), b), e c) LGT.


• Poder regulamentar – Art. 38.º nº 1. Alínea d), art. 64.º LGT
• Poder disciplinar – Art. 48.º LGT.

5. Sobre a cessação da Relação Jurídico-laboral responde sucintamente as


questões que se apresentam:

a) O que dispõem a Constituição da República de Angola sobre o


despedimento sem justa causa?

R: O nº 4, do art. 76.º CRA, dispõe que o despedimento sem justa causa é


ilegal, constituindo-se a entidade empregadora no dever de justa
indemnização ao trabalhador despedido, nos termos da lei.

b) Quais são as formas de extinção da relação jurídico-laboral?

R: As formas de extinção da relação jurídico-laboral são:

• Caducidade – Art. 212.º LGT.


• Revogação – Art. 222.º LGT.
• Denuncia – Art. 250.º , 251.º e segts. LGT.
• Resolução – Art. 214.º LGT

Resumo de Direito do Trabalho | Teo Silva 2


c) O que entendes por extinção do contrato de trabalho por caducidade?

R: A caducidade é a cessação do contrato em virtude da ocorrência de um


facto à que o direito associa a extinção da relação contratual. E os factos
são:

• Morte, incapacidade total ou permanente do trabalhador… art.


212.º LGT.
• Reforma do trabalhador por velhice;
• Falência ou insolvência do empregador…
• Condenação do trabalhador por sentença transitada em julgado…
• Caso fortuito ou força maior que impossibilite definitivamente a
prestação ou o recebimento do trabalho.

d) Fala da revogação e faz o seu enquadramento legal dentro da ordem


jurídica angolana.

R: A revogação é a forma da cessação do contrato de trabalho que consiste


na extinção do contrato de trabalho por virtude de uma manifestação da
autonomia privada em sentido oposto àquele que o constitui, ou por mutuo
consenso fazer cessar a relação jurídico-laboral. A extinção por revogação
enquadra-se nas disposições do art. 406.º CC; 213.º nº 1 c) LGT, e segts.
219.º, 222.º nº 2 LGT.

e) O que lhe oferece tecer sobre a denúncia?

R: A denúncia é uma forma da cessação do contrato de trabalho que em


princípio apenas cabe ao trabalhador. A renuncia é um acto unilateral, isto
é um acto que embora praticado pelo trabalhador deve ser levado ao
conhecimento da entidade empregadora ou de quem a representa. art. 250.º
251.º 252.º 253.º LGT.

f) O que entendes por resolução do contrato de trabalho.

R: A resolução do contrato de trabalho é uma forma de cessação do contrato


de trabalho que determina a extinção do vínculo jurídico-laboral cabendo a
iniciativa ao empregador. Consiste numa cessação unilateral do contrato com
causas justificativa imputável ao trabalhador com efeitos para o futuro. Art.
223.º LGT e segts.

A resolução constitui um despedimento, este só pode ser efectuado por


justa causa. A justa causa invocada deve ser subjectiva “facto imputável ao
trabalhador” ou por causas Objectivas “Por razões estruturais, mercado e
tecnológico” art. 230.º LGT.

Resumo de Direito do Trabalho | Teo Silva 3


6. Fala da rescisão do contrato por justa causa objectiva.

R: O art. 252.º nº 1, reconhece ainda ao trabalhador a faculdade de


rescindir o contrato por justa causa estranha ao empregador com os
seguintes fundamentos:

• Necessidade de cumprir com obrigações legais imediatamente


incompatíveis com a manutenção da relação jurídico-laboral;

• Alteração substancial e duradoura das condições de trabalho,


quando decidida pelo empregador no exercício legitimo dos deveres
que lhe confere o art. 43.º LGT.

O n.º 2 do art. 252.º LGT, acrescenta que a decisão de extinção da


relação jurídico-laboral é comunicada por escrito ao empregador,
com indicações dos seus fundamentos, e produz efeitos imediatos
logo que chega ao conhecimento do empregador, afastando qualquer
responsabilidade das parte.

7. O que é o procedimento disciplinar? Faz o seu enquadramento legal.

R: O procedimento disciplinar é o conjunto de actos destinados a averiguar a


gravidade da infracção e o grau de culpa do trabalhador e a decidir a sanção a
aplicar.

Enquadramento legal:

• O procedimento a adoptar para o despedimento por facto imputável ao


trabalhador encontra-se referido no art. 226.º , 50.º LGT.

• A sanção a aplicar, ou as medidas disciplinares encontram-se referidas


no art. 49.º LGT.

• A sequencia a observar no procedimento disciplinar, encontra-se no art.


50.º LGT.

8. Quais são os princípios geral do processo disciplinar?

R: Os princípios gerais do procedimento disciplinar são:

• Princípio da iniciativa patronal;


• Princípio da oportunidade;
• Princípio do acusatório;
• Princípio do contraditório;
• Princípio da suficiência.

Resumo de Direito do Trabalho | Teo Silva 4


HIPOTESE PRÁTICA
A trabalhou por mais de 5 anos, a favor de B, de quem recebia todas as instruções e
orientações para a execução do seu trabalho correspondente ao posto de motorista.

A data da ilegal extinção do vínculo laboral operada nas condições descrita, ou seja,
quando B solicitou que A o aguarda-se junto das instalações do KERO, e este devido à
demora de B foi abastecer à viatura. Nesta ocasião descontente com a situação B
decidiu extinguir o contrato de trabalho.

No entanto, o A que estava a espera de ser reintegrado e de receber os salários em atraso


é de repente conformado com um auto de abandono.
7
O A entende que B ensaiou um despedimento sem pensar, e quando se deu conta do
mau passo que dera, tentou retroceder a sua atitude mas convencido pelo chefe do RH,
resolveu por via de Edital no jornal de Angola, fabricar o Auto de Abandono.

No entanto, veio a saber-se que A pertencia a uma das empresas do GRUPO


REFRIANGO, e que por isso o auto de abandono foi emitido por outra entidade
diferente daquela que exercia a actividade laboral.

Os solícitos os préstimos do estudante do curso de Direito do 2º Ano da Universidade


Óscar Ribas do período nocturno para que ajudasse-o a resolverem tal imbróglio.

Quid iuris?

Responda as questões que se seguem:

1- Qual é a natureza jurídica da hipótese prática?

R:

2- Quais são as figuras jurídicas em causa?

R:

3- Quais as causas do despedimento de A? Faz o enquadramento legal e


caracterize a atitude de B.

R:

4- Fala da importância do aviso prévio.

R:
5- O que entendes por presunção de abandono do trabalho? Qual é o seu
enquadramento legal?

R:

Resumo de Direito do Trabalho | Teo Silva 5