Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA


Campus de Sobral

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA


DISCIPLINA CÓDIGO Nº CRÉDITOS TURMA(S) ANO/SEMESTRE
Química Geral SBL0087 6,0 (96 h/aula) T01A/T01B 2019/1

PROFESSOR(A) RESPONSÁVEL TITULAÇÃO REG. DE TRABALHO


Rosana Maria Alves Saboya Doutora 40 h/DE

NÍVEL LOCAL TURMA(S) HORÁRIO


Sala 07/Sala 11 Terça 15:30-17:30h
T01A/T01B
(Bloco I – Campus Mucambinho) Quinta 15:30-17:30h
A1
Graduação Laboratório de Ensino de Química T01A Quarta 8-10h
A2
(Bloco A – Curso de
B1
Odontologia/Campus Mucambinho) T01B Quarta 10-12h
B2

PRÉ-REQUISITOS EXIGIDOS CONSTITUI PRÉ-REQUISITO PARA


- -

EMENTA
Estudo dos conceitos fundamentais da química, relações de massa e energia nos fenômenos
químicos, desenvolvimento do modelo do átomo, classificação periódica e estrutura molecular
com ênfase em ligações no estado sólido. Água e soluções. Cinética e Equilíbrio químico.
Discussão das relações de equilíbrio e suas aplicações em fenômeno envolvendo ácidos, bases e
sistemas eletroquímicos, especialmente corrosão. Atividades de laboratório.
METODOLOGIA DE ENSINO, RECURSOS E FREQUÊNCIA
Metodologia:
- Parte teórica: aulas expositivas, reforçada por atividades extraclasse, tais como trabalhos e listas
de exercícios.
- Parte prática: aulas expositivas, execução de experimentos em laboratório, resolução de
questionário após a realização de cada prática e elaboração de relatório.
Recursos: quadro branco e pincel, projetor multimídia, livros e lista de exercícios.
Frequência: a frequência mínima exigida pela Universidade Federal do Ceará é de 75 % da carga
horária total da disciplina. Isto implica que o aluno tem direito a faltar até 25 % da carga horária.
Portanto, o aluno com número de faltas > 25 % da carga horária será automaticamente reprovado.

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES – PARTE TEÓRICA


Nº HORAS DATAS
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
PREVISTAS PROVÁVEIS
SEMANA UM 4 19/02; 21/02
01. Apresentação da disciplina. Química: o estudo
da transformação. O método científico. Notação
científica. Medidas, exatidão e precisão. Algarismos
4 26/02; 28/02
significativos. Análise dimensional. Classificação da
matéria. Propriedades da matéria. Separação da matéria
em substâncias puras.
02. Estrutura dos Átomos. Teoria atômica da matéria.
A descoberta da estrutura atômica. A visão moderna da
4 07/03; 12/03
estrutura atômica. Massas atômicas. Estrutura
eletrônica dos átomos.
03. Classificação Periódica dos Elementos Químicos.
Desenvolvimento da tabela periódica. Tabela Periódica 2 14/03
moderna. Propriedades periódicas dos elementos.
04. Estequiometria. Leis Ponderais. Número de
Avogadro e mol. Massas molares e moleculares.
21/03; 26/03;
Composição percentual dos compostos. Fórmulas 6
28/03
empíricas. Equações químicas. Balanceamento de
equações. Relações de massa nas reações químicas.
Reagentes limitantes. Rendimentos teóricos e
percentuais.
Avaliação Parcial 1 – AP1 (Capítulos 01-04; Boas
2 02/04
Práticas e Segurança Laboratorial; Prática 1)
05. Ligações Químicas. Ligação iônica: energia de
ionização e afinidade eletrônica. Interação entre íons.
Ciclo de Born-Haber. Propriedades dos sólidos iônicos
Ligação covalente. Regra do Octeto. Estrutura de 04/04; 09/04;
6
Lewis. Propriedades dos compostos covalentes. 11/04
Eletronegatividade e polaridade das ligações
covalentes. Exceções à regra de octeto. Ligações
metálicas. Geometria molecular.
06. Forças Intermoleculares: líquidos e sólidos.
Teoria cinética molecular de líquidos e sólidos. Forças
intermoleculares. Propriedades de líquidos. 4 16/04; 23/04
Classificação dos sólidos. Estruturas dos sólidos.
Difração de raios-X.
07. Água e Soluções. Água. Estrutura e propriedades
da água. Qualidade da água. Soluções. Processo de
dissolução. Princípios de solubilidade. Formas de 4 25/04; 30/04
expressar a concentração de uma solução. Propriedades
coligativas. Coloides.
08. Termoquímica. Primeira Lei da Termodinâmica.
Entalpias de reação. Calorimetria. Lei de Hess. 4 02/05; 07/05
Entalpias de formação.
Avaliação Parcial 2 – AP2 (Capítulos 05-08;
2 09/05
Práticas 2 e 3)
09. Cinética Química. Fatores que afetam a velocidade
da reação. Velocidade das reações. Efeito da
14/05; 16/05;
concentração sobre a velocidade de reações. Leis de 6
21/05
velocidade. Concentração de reagente e tempo.
Velocidade de reação e temperatura. Velocidade de
reação e catalisador. Teorias de colisões. Mecanismos
de reação. Catálise.
10. Equilíbrio Químico. Conceito de equilíbrio.
Constante de equilíbrio. Equilíbrios heterogêneos. 23/05; 28/05;
6
Cálculo das constantes de equilíbrio. Princípio de Le 30/05
Châtelier.
11. Equilíbrio Ácido-Base. A teoria de ácidos e bases
de Arrhenius. O conceito de Bronsted-Lowry. Força
dos ácidos e bases. Escala de pH. Titulações ácido- 4 04/06; 06/06
base. Autoionização da água. Relação entre Ka e Kb.
Efeito do íon comum. Tampões.
12. Eletroquímica. Estados de oxidação e reações de
oxirredução. Balanceamento de equações redox.
4 11/06; 13/06
Células Voltaicas. Equação de Nernst. Corrosão.
Eletrólise.
Avaliação Parcial 3 – AP3 (Capítulos 09-12;
2 18/06
Práticas 4, 5 e 6)
Avaliação Final - AF - 02/07
CARGA HORÁRIA 64

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES – PARTE PRÁTICA


Nº HORAS DATAS
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
PREVISTAS PROVÁVEIS
Turmas A1/A2 –
Orientações para elaboração de relatório e pós- 27/02
laboratório. 8-12h
8
Noções elementares de boas práticas e segurança Turmas B1/B2 –
laboratorial. 13/02
8-12 h
A1 – 20/03 (8-10h)
B1 – 20/03 (10-12h)
Prática 1 4
A2 – 27/03 (8-10h)
B2 – 27/03 (10-12h)
A1 – 03/04 (8-10h)
B1 – 03/04 (10-12h)
Prática 2 4
A2 – 10/04 (8-10h)
B2 – 10/04 (10-12h)
A1 – 17/04 (8-10h)
B1 – 17/04 (10-12h)
Prática 3 4
A2 – 24/04 (8-10h)
B2 – 24/04 (10-12h)
A1 – 08/05 (8-10h)
B1 – 08/05 (10-12h)
Prática 4 4
A2 – 15/05 (8-10h)
B2 – 15/05 (10-12h)
A1 – 22/05 (8-10h)
B1 – 22/05 (10-12h)
Prática 5 4
A2 – 29/05 (8-10h)
B2 – 29/05 (10-12h)
A1 – 05/06 (8-10h)
B1 – 05/06 (10-12h)
Prática 6 4
A2 – 12/06 (8-10h)
B2 – 12/06 (10-12h)
CARGA HORÁRIA 32

AVALIAÇÕES E 2ª CHAMADA
- Avaliação Parcial – AP
Serão realizadas 3 (três) Avaliações Parciais – AP. Cada AP valerá de 0 a 10,0.

- 2ª Chamada
O aluno deverá solicitar no prazo de 3 (três) dias úteis após a realização da 1ª chamada. As
solicitações deverão ser encaminhadas ao email joaocarneiro.eel@gmail.com, indicando o nome
do professor, da disciplina e do aluno. A segunda chamada será realizada 1 (uma) semana após a
realização da 1ª chamada, em local e horário a ser definido pelo professor.
RELATÓRIO E PÓS-LABORATÓRIO – Parte Prática
- Pós-laboratório
Após a realização de cada prática, o aluno deverá entregar respondido o Pós-laboratório
(Questionário) disponível ao final do Roteiro da Prática. Cada Pós-laboratório valerá de 0 a 1,0.
Ao total serão entregues 6 (seis) Pós-laboratório, podendo o aluno obter pontuação máxima de
6,0 (seis) pontos. O prazo para a entrega do Pós-laboratório é uma semana após a realização da
prática.

- Relatório
Após a realização da Prática 4, o aluno preparará um relatório, obedecendo aos critérios definidos
pelo professor (Ver: “Orientações para elaboração de relatórios”). O relatório valerá de 0 a 3,0.
O prazo para a entrega do relatório será 15 dias após a realização da prática.
CÁLCULO DA NOTA
A média final (MF) da disciplina será calculada por:
𝟐𝐌𝐓 + 𝐍𝐏
𝐌𝐅 =
𝟑
Legenda:
MF = Média final da disciplina
MT = Média das avaliações parciais – parte teórica
NP = Nota das atividades práticas (Pós-laboratório e Relaório)
A média das avaliações parciais – parte teórica (MT) será a média aritmética das 3 (três) AP:
𝐀𝐏𝟏 + 𝐀𝐏𝟐 + 𝐀𝐏𝟑
𝐌𝐓 =
𝟑
A nota das atividades práticas (NP) será calculada por:
𝐍𝐏 = ∑NPL + NR
Legenda:
∑NPL = Somatório das notas dos pós-laboratório (nota máxima igual a 6,0)
NR = Nota do Relatório da Prática 4 (nota máxima igual a 4,0)
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM
- Os alunos que atingirem média final da disciplina igual ou maior que 7,0 serão aprovados com CONCEITO A.
- Os alunos com média igual ou superior a 4,0 e inferior a 7,0 serão submetidos à Avaliação Final (AF).
- Os alunos que obtiverem resultado inferior a 4,0 estarão reprovados e não poderão realizar a Avaliação Final (AF).
-Se a média aritmética entre a média final da disciplina e a Avaliação Final (AF) for igual ou superior a 5,0, o aluno
será aprovado na disciplina com CONCEITO B, lembrando que a nota mínima na AF é 4,0.
AVALIAÇÕES DATA CONTEÚDO

Capítulos 01-04
Avaliação Parcial 1 – AP1 02/04 Boa práticas e segurança
laboratorial e Prática 1

Capítulos 05-08
Avaliação Parcial 2 – AP2 09/05
Prática 2 e Prática 3
Capítulos 09-12
Avaliação Parcial 3 – AP3 18/06
Prática 4, Prática 5 e Prática 6
Avaliação Final - AF 02/07 Capítulos 01-12

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
1. CHANG, R. Química Geral: Conceitos Essenciais. 4 ed. Porto Alegre: AMGH, 2010.
2. RUSSELL, J. B. Química Geral. 2. ed. São Paulo: Makron Books. Vol. 1 e 2, 1994.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
1. BROWN, T. L.; LE WAY Jr., H. E.; BURSTEN, B. R.; BURDGE, J.R. Química a
Ciência Central. 13. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2016.
2. CHANG, R.; GOLDSBY, K. A. Química. 11 ed. Porto Alegre: AMGH, 2013.
3. KOTZ, J. C.; TREICHEL Jr., P. M. Química Geral e Reações Químicas. 5. ed. Vol. 1
e 2. São Paulo: Thomson, 2005.
4. BROWN, L. S.; HOLME, T. A. Química Geral Aplicada a Engenharia. São Paulo:
Cengage Learning, 2010.

Você também pode gostar