Você está na página 1de 6

Disciplina: 100947 - DIDÁTICA

Abaixo estão as questões e as alternativas que você selecionou:


QUESTÃO 1
Assinale a alternativa que apresenta as palavras que completam corretamente a sentença sobre a corrente
pedagógica renovada.

Surgida na Europa e nos Estados Unidos, no século XIX, toma força no Brasil, entre as décadas de 1920 e
1930, fazendo severas críticas à _______________ e principalmente a seus métodos de ensino. Para seus
defensores, essa escola _________________________________________ (GADOTTI, 1996).
Defendia que a escola não deveria ser privilégio de alguns, mas ser de acesso a todos, e, portanto, laica,
gratuita e obrigatória. Nesse sentido, houve avanços na concepção de uma
____________________________.

a)
escola progressista - não ensinava a pensar, mas apenas a copiar - escola democrática

b)
escola libertária - não ensinava a pensar, apenas a copiar - escola meritocrática

c)
escola tradicional - não ensinava a pensar, mas apenas a copiar - escola democrática

d)
escola tecnicista - não ensinava a refletir, apenas a copiar - escola tradicional

e)
escola tradicional - ensinava a pensar, a refletir - escola autoritária

Ver justificativa da resposta


Justificativa

A Escola Nova vem com uma severa crítica à pedagogia tradicional. Ela defende metodologias ativas, sendo
o estudante o centro do fazer educativo. O movimento traz em seu bojo a luta pela escola pública, gratuita e
de qualidade para todos. Tem como base o pragmatismo, corrente filosófica que defende o "aprender
fazendo".

QUESTÃO 2
Em uma perspectiva emancipatória, no momento de autoavaliação do professor pode ocorrer a necessidade
de se elaborar atividades diferenciadas e diversificadas. Nesse contexto, como podemos definir atividades
diferenciadas? Assinale a alternativa correta.

a)
São adequações metodológicas que possibilitam utilizar diferentes encaminhamentos para ensinar o mesmo
conteúdo, sem se preocupar se todos aprenderam.

b)
São adequações metodológicas em que os estudantes juntamente com o professor realizam atividades
diversas sem planejamento, valorizando a flexibilização.

c)
São adequações metodológicas que possibilitam ao professor encontrar as melhores estratégias para ensinar
de acordo com o nível de aprendizagem de cada um dos estudantes.

d)
São adequações metodológicas que possibilitam ao estudante sempre realizar atividades em que se mantenha
sozinho. Tais atividades promovem a reflexão e o autoconhecimento.
e)
São adequações metodológicas em que os estudantes, sem o auxílio do professor, realizam atividades
diversas sem planejamento, valorizando a improvisação e a criatividade.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

Nas atividades diferenciadas, o professor deve olhar para os estudantes e buscar as melhores estratégias para
ensinar cada um deles. É ensinar de forma personalizada e, para tanto, o planejamento é fundamental. O
aluno não vai estudar sozinho, pois ele precisa da orientação do professor e da ajuda dos outros colegas.
Dessa forma, o docente também precisa realizar uma avaliação da aprendizagem formativa, pois, por meio
dela, ele observa atentamente e registra o desenvolvimento dos estudantes, o que lhe fornece subsídios para
retomar o seu planejamento e re(organizá-lo) de forma a abarcar a necessidade de aprendizagem de todos.

QUESTÃO 3
Ao planejarmos, antevemos o que realizaremos. Quando o planejamento ocorre em uma perspectiva
emancipatória no espaço educacional, o que deve ser considerado? Assinale a alternativa correta.

a)
O que já está presente nos livros didáticos, visto que esses são aprovados pelo MEC e devem ser utilizados
na sua integralidade. Os livros didáticos são uma fonte inquestionável para a organização do professor e, por
meio deles, é que o aluno terá acesso aos saberes científicos.

b)
A intuição, pois ela permite aos profissionais da escola efetivar com competência os processos de ensino,
garantindo a qualidade nos processos de aprendizagem. Assim, as estratégias, os recursos, os tempos e os
critérios de avaliação serão automaticamente organizados.

c)
A possibilidade de o profissional redimensionar a avaliação, pois esta ocorrerá com vistas à retenção dos
estudantes. Ao ser retido, o estudante tem novas chances para aprender, pois o que deve ser considerado é a
possibilidade de esse sujeito ter acesso aos conteúdos que não aprendeu.

d)
A busca pela sistematização dos objetivos educacionais a serem atingidos com os estudantes. É preciso
analisar o tempo destinado para que as estratégias pedagógicas sejam desenvolvidas, os recursos, os espaços,
os critérios de avaliação da aprendizagem e os seus instrumentos de verificação.

e)
A necessidade de registros sem necessidade de diagnósticos, já que o planejamento é a cópia do que está
presente no currículo formal. O currículo formal precisa ser cumprido na totalidade, pois foi elaborado com
base nos diferentes componentes curriculares obrigatórios.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

O professor, quando planeja, necessita considerar os objetivos educacionais, isto é, aonde se deseja chegar
em relação ao processo de construção dos conhecimentos científicos. Ao planejar, precisa também pensar nos
tempos e espaços necessários à aprendizagem, questionando-se: "quanto tempo necessitarei para ensinar esse
saber?", "como organizarei a sala de aula?", "realizarei essas mediações em outros espaços educativos?" O
professor não deixa de lado a possibilidade de flexibilizar o que será desenvolvido, mas precisa prever a
sequência do que trabalhará com os estudantes. É importante pensar também nos recursos (o que utilizará) e
como avaliará o processo de aprendizagem, com vistas ao replanejamento. Portanto, o planejamento não é
intuitivo nem se baseia apenas no currículo formal ou nos livros didáticos.
QUESTÃO 4
Fundada por Paulo Freire, é correto afirmar que na tendência pedagógica progressista libertadora:

a)
aprende-se por temas geradores que partem do interesse dos estudantes. O diálogo e a problematização são
utilizados como método.

b)
aprende-se por meio da repetição, assim o professor é o centro do fazer educativo. As relações entre os
estudantes e professores são verticais.

c)
o professor ensina apenas o que é de interesse do estudante. Assim, se o sujeito não demonstrar vontade, o
docente não ensina.

d)
aprende-se seguindo técnicas que são supostamente neutras. Os objetivos instrucionais devem ser seguidos.

e)
o estudante aprende apenas o que for do seu contexto social, o que ultrapassar esse limite não é necessário
conhecer.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

Paulo Freire vinculava a educação à luta contra a opressão das classes menos favorecidas. Para o educador,
a dialogicidade deveria estar presente na relação professor-aluno, portanto, essa relação não seria hierárquica,
mas horizontal. Assim, todos têm saberes que se complementam nas inter-relações humanas. O método de
alfabetização de adultos partia de palavras-chave que eram retiradas do contexto dos sujeitos e de acordo
com seus interesses.

QUESTÃO 5
Assinale a alternativa cuja palavra completa corretamente a sentença.
O olhar avaliativo na perspectiva ___________, segundo Hoffmann (1991), exige do professor observar o
percurso de aprendizagem de cada estudante, o que pressupõe uma concepção de educação como direito e
não como favor, em que o docente registra os avanços e os desafios a serem superados e reflete sobre os
caminhos a serem seguidos.

a)
excludente
b)
classificatória
c)
quantitativa
d)
meritocrática
e)
mediadora

Ver justificativa da resposta


Justificativa

A avaliação mediadora permite ao docente utilizar as suas análises sobre o processo de aprendizagem dos
estudantes em prol da intervenção pedagógica, ou seja, essa avaliação tem um caráter transformador. É a
possibilidade de o professor refletir sobre a própria ação, o que não ocorre em avaliações excludentes,
classificatórias, meritocráticas ou quantitativas.
QUESTÃO 6
Em relação ao planejamento educacional e suas interfaces com a aprendizagem, avalie as sentenças a seguir.
I - O planejamento no espaço educativo formal necessita ser registrado.
II - O planejamento permite a melhoria contínua da qualidade nos processos de ensino e de aprendizagem.
III - O planejamento é um instrumento neutro de sistematização dos processos educacionais.
IV - O planejamento é um guia das ações e é absoluto, não havendo possibilidades de flexibilização.
V - O planejamento precisa ser avaliado, pois, ao verificar que aprendizagens não estão sendo consolidadas,
redimensionam-se os encaminhamentos.
É verdadeiro o que se afirma em:

a)
I, II e IV, apenas.

b)
I, II, III e V, apenas.
c)
I, II e V, apenas.

d)
II, IV e V, apenas.

e)
I, II, IV e V, apenas.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

O planejamento é próprio dos seres humanos, mas no espaço da escola é necessário registro e sistematização.
Contudo, isso não significa que o planejamento não terá flexibilização em alguns momentos, uma vez que se
considera quem são os estudantes, as formas como aprendem e como dialogam no processo de construção do
conhecimento. Não existe neutralidade na elaboração e na execução do planejamento.

QUESTÃO 7
Acerca da origem da didática, com a publicação de Comenius, o que a didática magna afirmava? Assinale a
alternativa correta.

a)
Afirmava que a metodologia mais adequada ao ensino era a valorização da leitura.
b)
Afirmava que se deveria ensinar as crianças por meio da rotina e da repetição, para elevar a fixação de
conceitos.

c)
Afirmava a importância da cópia e da repetição para que todos aprendessem de forma seriada e em conjunto.

d)
Afirmava que era possível ensinar as crianças como se ensina os adultos, com ambos sendo considerados
iguais.

e)
Afirmava que era possível ensinar tudo a todos e questionava o uso da memorização.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

Comenius (1592-1670), em seu livro mais célebre, A didática magna, combatia o uso simples da
memorização, explicitava a importância de valorizar os sentimentos da criança, reconhecendo seus
interesses. Trazia a importância dos métodos, das técnicas e explicava que, por meio deles, poderia se
consolidar conhecimentos. As alternativas incorretas trazem dados que contrariam esse registro.

QUESTÃO 8
As pedagogias progressistas trazem uma perspectiva crítica sobre as questões sócio-políticas. Qual é o papel
da escola e do professor nessa pedagogia crítico-social dos conteúdos? Marque a alternativa correta.

a)
É papel da escola garantir a manutenção da sociedade vigente com a reprodução dos estratos sociais. O
professor é o transmissor dos conteúdos, por meio do método transmissivo.

b)
É papel da escola garantir aos estudantes a apropriação do saber historicamente acumulado. O professor é o
mediador no processo de ensino, por meio do método dialético.

c)
É papel da escola depositar nos estudantes os conteúdos científicos com base em um currículo oficial. O
professor repassa esse conteúdo de maneira neutra, por meio do método meritocrático.

d)
É papel da escola garantir aos estudantes o acesso ao mercado de trabalho. O professor efetiva metodologias
em que os sujeitos possam se apropriar de estratégias, por meio da competitividade.

e)
É papel da escola efetivar métodos em que o estudante não tenha possibilidade de opinar e refletir. O
professor realiza a manutenção desse processo de ensino, por meio do método científico.

Ver justificativa da resposta


Justificativa

A pedagogia histórico-crítica ou crítico-social dos conteúdos constitui-se em uma tendência pedagógica


transformadora e questionadora dos contextos políticos, econômicos e sociais. Dessa forma, o método
utilizado é o método dialético. Nele, o ponto de partida é a prática social, em que se problematiza o saber e
instrumentaliza-o por meio do conhecimento científico. Assim, efetiva-se a catarse para, após, voltar à
prática social (ponto de chegada). O professor é o mediador no processo de ensino, tendo em vista o direito à
aprendizagem do estudante. Passa-se de um saber de senso comum (fragmentado) para um saber científico
(sistematizado).

QUESTÃO 9
Marque a alternativa que completa corretamente a sentença. Em relação à Ratio studiorum, e considerando
que esse era o plano de estudos elaborado pelos jesuítas, pode-se afirmar que:

a)
a metodologia explícita no plano continha o trinômio: estudar, repetir e disputar.

b)
a metodologia explícita no plano continha o binômio: ação e reflexão.

c)
a metodologia explícita no plano continha o trinômio: estudar, refletir e pesquisar.

d)
a metodologia explícita no plano continha o trinômio: estudar, descansar e refletir.

e)
a metodologia explícita no plano continha o binômio: discussão e reflexão.
Ver justificativa da resposta
Justificativa

A metodologia utilizada pelos jesuítas no Brasil Colônia continha o trinômio: estudar, repetir e disputar. O
objetivo era a evangelização e o ensino de regras para a vida. O método foi elaborado em 1552 por Santo
Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus. Observa-se que a metodologia era tradicional, na qual o
estudante deveria se apropriar do conhecimento que era ensinado pelos professores, rigidamente selecionado
pela ordem jesuítica.

QUESTÃO 10
Qual é o papel do professor na escola com tendência liberal tradicional? Assinale a alternativa correta.

a)
É o mediador no processo de ensino-aprendizagem e possibilita aos estudantes o avanço no saber.

b)
É aquele que garante uma escuta aos saberes que os estudantes trazem, pois esses são muito importantes.

c)
É o organizador do ambiente educativo, tendo em vista que os estudantes precisam ser desafiados.

d)
É o facilitador, que busca realizar intermediações no ambiente educativo, sem ensinar de fato.

e)
É aquele que transmite os conhecimentos aos estudantes, pois é o detentor do saber.