Você está na página 1de 4

Substantivo é a classe de palavras que se refere aos nomes.

Todos os seres, objetos,


fenômenos e lugares que nos cercam são nomeados por alguma palavra. Esses nomes,
que utilizamos para nos referir a um ser, local ou objeto, são chamados de substantivos.
Por exemplo: casa, amora, Júlia, São Paulo, caneta e elefante são substantivos.

Pronome é a palavra que substitui ou acompanha o substantivo, indicando a relação das


pessoas do discurso, tais como: eu, contigo, aquele. Exemplos de frases com pronome:

Eu aposto como ele vem.

Contigo vou até a Lua.

Aquele tipo não me sai da cabeça.

Os adjetivos têm a função de qualificar e caracterizar os substantivos. Ou seja, eles


indicam suas qualidades e estados. Sua principal função é acompanhar o substantivo,
caracterizando-o ou apresentando algo que o particularize.

Confira os exemplos:

Pessoa (substantivo) feliz (adjetivo)

Menina (substantivo) bonita (adjetivo)

Verbo é a palavra que indica ações, estado ou fenômeno da natureza, tais como:
sairemos, corro, chovendo. Todo verbo tem que ser flexionado em EU,
TU,ELE,NÓS,VÓS,ELES, senão não é verbo.

Exemplos de frases com verbo:

Sairemos esta noite?

Corro todos os dias.

Chovendo, eu não vou.


Advérbio é a classe gramatical que acompanha verbos, adjetivos ou outros advérbios,
acrescentando características ou intensificando o seu sentido. Os advérbios nunca estão
ligados a um substantivo. Confira alguns exemplos, os advérbios estão sinalizados em
destaque:

Os alunos ficaram muito preocupados com o resultado da prova

Ela saiu correndo rapidamente pela rua

Ele chegou tarde em casa

Foi certamente a melhor escolha

vogais são representadas graficamente pelas letras A, E, I, O e U. Elas são a base, o núcleo
das sílabas na Língua Portuguesa e representam o início da fala e da comunicação humanas.
São classificadas com relação à articulação, ao timbre e à intensidade.

Artigo é a palavra que antecede o substantivo, tais como: o, as, uns, uma. Exemplos de
frases com artigo:

O menino saiu.

As meninas saíram.

Uns constroem, outros destroem.

Uma chance é o que preciso.

Numeral é a palavra que indica a posição ou o número de elementos, tais como: um,
primeiro, dezenas. Exemplos de frases com numeral:

Um pastel, por favor!

Primeiro as damas.

Dezenas de pessoas estiveram presentes.


Preposição é a palavra que liga dois elementos da oração, tais como: a, após, para.
Exemplos de frases com preposição:

Entreguei a carta a ele.

As portas abrem após as 18h.

Isto é para você.

Conjunção é a palavra que liga dois termos ou duas orações de mesmo valor
gramatical, tais como: mas, portanto, conforme.

Exemplos de frases com conjunção:

Vou, mas não volto.

Portanto, não sei o que fazer.

Dançar conforme a dança.

As conjunções são classificadas em coordenativas (aditivas, adversativas, alternativas,


conclusivas e explicativas) e subordinativas (integrantes, causais, comparativas, concessivas,
condicionais, conformativas, consecutivas, temporais, finais e proporcionais)

Conjunções Coordenativas: são aquelas que ligam orações de sentido completo e


independente. Subdividem-se em:

Aditivas: e, nem, não só… mas também, bem como, mas ainda.

Adversativas: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, não obstante,

Alternativas: ou, ora…ora, quer…quer, seja…seja,

Conclusivas: logo, portanto, pois (depois do verbo), por isso, por conseguinte, assim.

Explicativas: que, porque, pois (antes do verbo), porquanto, etc.

Conjunções subordinativas servem como meio de ligação das orações,


estabelecendo uma relação de dependência entre elas.

Causais: Porque, pois, por isso que, uma vez que, já que, visto que, que, porquanto.

Condicionais: Se, caso, salvo se, desde que, contanto que, dado que, a menos que, a não ser
que.
Conformativas: Conforme, segundo, como, consoante.

Concessivas: Por mais que, por menos que, apesar de que, embora, conquanto, mesmo
que, ainda que, se bem que.

Comparativas: Mais, menos, menor, maior, pior, melhor, seguidas de que ou do que. Qual
depois de tal. Quanto depois de tanto. Como, assim como, como se, bem como, que nem.

Consecutivas : Tal, tão, tamanho, tanto (em uma oração, seguida pelo que em outra
oração). De maneira que, de forma que, de sorte que, de modo que.

Proporcionais : À proporção que, ao passo que, à medida que, à proporção que.

Temporais: Depois que, até que, desde que, cada vez que, todas as vezes que, antes que,
sempre que, logo que, mal, quando.

Finais: A fim de que, para que.

Integrantes: Que, se.

Interjeição é a palavra que exprime emoções e sentimentos, tais como: Olá!, Viva! Psiu!.
Exemplos de frases com interjeição:

Olá! Sou a Maria.

Viva! Conseguimos ganhar o campeonato.

Psiu! Não faça barulho aqui.

Você também pode gostar