Você está na página 1de 10

Psicopedagogia do Desenvolvimento

e da Aprendizagem
Tema 06 – Segunda infância:
avanço cogintivo e psicossocial
Bloco 1
Neide Rodriguez Barea Tavares
Objetivos

• Desenvolvimento neurológico na segunda infância.


• Teoria psicológica que explica a aprendizagem.
• Perceber os impactos que os grupos sociais
exercem sobre os processos mentais, cognitivos e
psicológicos.
Cérebro na segunda infância

Várias áreas atuando simultaneamente, sistemicamente e dinamicamente

permitem

a realização de várias ações:


Quadro 1: Desenvolvimento dos sistemas funcionais
(segundo Luria)

Estágios Sistema funcional Área cerebral Idade

1 Unidade de vigilância (atenção). Substância reticulada tronco- 0-12 meses


cerebral.
2 Áreas motoras e sensoriais 1ª Áreas calcarina, superior 0-12 meses
(integração). temporal, pré e pós-rolândica.
3 Áreas motoras e sensoriais 2ª Pariestriada, parietal, temporal e 0-5 anos
(processamento). pré-motora.
4 Áreas sensoriais 3ª (elaboração). Lobos parietais. 5-12 anos

5 Áreas motoras 3ª (qualificação). Lobos pré-frontais. 12-24 anos

Fonte: FONSECA (2011, p. 60).


Epistemologia Genética

• Jean Piaget.
• Gênese do desenvolvimento cognitivo.
• A criança é ativa em sua aprendizagem.
• Organização em estágios.

Fonte: <https://images.freeimages.com/images/small-previews/6c0/segesta-theater-1214381.jpg>. Acesso em: 7 dez. 2018.


Psicopedagogia do Desenvolvimento
e da Aprendizagem
Tema 06 – Segunda infância:
avanço cogintivo e psicossocial
Bloco 2
Neide Rodriguez Barea Tavares
Do estágio sensório-motor ao pré-operatório

• Por volta dos dois anos.


• Reorganização do mundo interno
(esquemas figurativos versus esquemas operatórios).
• Capacidade de simbolizar.
• Brincadeira simbólica (ou “faz-de-conta”). SEGUNDA

• Idade dos porquês.


• Contagem e quantidades. INFÂNCIA
• Funcionamento da mente.
• Compreende causalidade.
DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL

• Contexto histórico
• Contexto social Aquisição da linguagem
• Contexto cultural

Pensamento Linguagem

PENSAMENTO VERBAL
EVOLUÇÃO DA LINGUAGEM

Linguagem social Linguagem egocêntrica Linguagem interior

Autocontrole:
A criança com ela mesma “Hoje está frio e preciso de um
Para iniciar uma conversa.
“eu quero”, “eu vou”, etc. casaco. O casaco está dentro do
armário. Vou lá pegar”.

Quando se relaciona com novos grupos, a linguagem é impulsionada e, por um


processo análogo, seu pensamento também, de forma que ela fica mais hábil em
organizar ideias, resolver problemas, explicar fenômenos naturais, viver em
sociedade, melhorar seu contexto e a si mesma.

Você também pode gostar