Você está na página 1de 3

MODELO DE REFERÊNCIA DE PROTOCOLOS:

OSI E TCP/IP
Diógenes Ermeson1 <diogenes2008@bol.com.br>
Marta de Oliveira Barreiros2 <marta-barreiros@hotmail.com>

Faculdade de Imperatriz (FACIMP) – Curso de Sistemas de Informação – Campus Principal


Av. Prudente de Morais, S/N – Residencial Kubitscheck – CEP 65900-000 – Imperatriz – MA

RESUMO
Os modelos de protocolo apresentam-se em duas grandes importantes arquiteturas de redes: o modelo OSI e
o modelo TCP/IP. Ambos são divididos em camadas, sendo algumas delas parecidas, embora incluam serviços muito
diferentes. No modelo OSI suas camadas possuem sete categorias: a camada física, camada de enlace de dados,
camada de rede, camada de transporte, camada de sessão, camada de apresentação e camada de aplicação. Já no
modelo TCP/IP há apenas quatro: a camada de aplicação, camada de transporte, camada de internet, e a camada de
interface. O modelo OSI pode ser substituído com facilidade conforme as mudanças da tecnologia enquanto o
TCP/IP só possui a camada de inter-rede, mais aceita a camada de transporte, oferecendo aos usuários a possibilidade
de escolha. Assim ao longo do artigo discutiremos as diferenças entre ambos os modelos.

Palavras-chaves: Camadas, protocolos, TCP/IP, OSI

1 INTRODUÇÃO
Os modelos de referência de protocolos OSI (Interconexão de Sistemas Abertos)3 e TCP/IP
(Protocolo de Controle e Transmissão)4, têm muito em comum, pois são baseados em conceitos de pilhas de
protocolos independentes e ambos possuem camadas parecidas.
O modelo OSI define uma arquitetura genérica de sete camadas para o sistema computacional e
fornece uma base comum que permite o desenvolvimento coordenado de padrões para a interconexão de
sistemas, onde o termo aberto não se aplica a nenhuma tecnologia, mas sim à adoção dos padrões para a
troca de informações, padrões esses que representam uma análise funcional de qualquer processo de
comunicação.
O modelo TCP/IP não é apenas um protocolo, mas sim um conjunto de protocolos, ou seja, uma
pilha de protocolos. Ele é baseado em um modelo de referência de quatro camadas. Todos os protocolos que
pertencem ao conjunto de protocolos TCP/IP estão localizados nas três camadas superiores desse modelo.

2 MODELO OSI
O OSI é um modelo usado para entender como os protocolos de rede funcionam. OSI é o nome do
modelo de referência para o desenvolvimento de protocolos. Protocolo é uma “linguagem” usada para
transmitir dados pela rede. Assim para que dois computadores passam se comunicar, eles devem usar o
mesmo protocolo (ou seja, a mesma linguagem).
Exemplo: quando mandamos um e-mail do seu computador, seu programa de e-mail envia os dados
(seu e-mail) para a pilha de protocolos, e então envia esses dados para o meio de transmissão da rede
(normalmente cabo ou o ar, no caso de redes sem fio). No computador do outro lado (o servidor de e-mail),
os dados (seu e-mail), são processados e enviados para o programa servidor de e-mail. A pilha de protocolos
faz uma porção de coisas e o papel do modelo OSI é padronizar a ordem em que a pilha de protocolos faz
essas coisas. Dois protocolos diferentes podem ser incompatíveis, mas se eles seguirem o modelo OSI,
ambos farão as coisas na mesma ordem, ajudando aos desenvolvedores de software a entender como eles
funcionam.

2.1 As camadas do modelo OSI


O modelo OSI é dividido em sete camadas: camada física, camada de enlace de dados, camada de
rede, camada de transportes, camada de sessão, camada de apresentação e camada de aplicação.

1
Graduando em Sistemas de Informação. Com experiência Comercial em Analise de Suporte em ERP.
2
Graduando em Sistemas de Informação. Com experiência Profissional em Gestão Finaceira.
3
WIKIPEDIA, A Enciclópedia Livre.Modelo OSI. Disponivel em < pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_OSI>. Acesso em 14 set 2010.
4
_______.TCP/IP. Disponível em < pt.wikipedia.org/wiki/TCP/IP>.Acesso em 15 set 2010.
 A camada física trata da transmissão de bits brutos por um canal de comunicação;
 A camada de enlace trata de transformar um canal de transmissão bruto em uma linha que pareça
livre de erros de transmissão não detectados para a camada de rede;
 A camada de rede trata em controlar a operação da sub-rede, determinando a maneira como os
pacotes são roteados da origem até o destino;
 A camada de transporte tem a função de aceitar dados da camada de rede. Assim, dividindo–os
em unidades menores, repassando e assegurando que todos chegarão corretamente a outra
extremidade;
 A camada de sessão permite que usuários de diferentes maquinas, estabeleçam sessões entre eles.
Uma função oferece o controle de dialogo (controle de quem transmite), gerenciamento de token
(impede que duas partes executem ao mesmo tempo a mesma operação) e sincronização (verifica
a transmissão, pois caso ocorra falha, permite que a transmissão continue de onde ocorreu);
 A camada de apresentação, converte o formato do dado recebido pela camada de Aplicação, em
um formato comum a ser usado na transmissão desse dado, ou seja, um formato entendido pelo
protocolo usado;
 A camada de aplicação é responsável por dar o nome a um site, algo relacionado ao tipo
(programa), onde será utilizado entre a máquina destinatária e o usuário como também
disponibiliza os recursos (protocolos) para que tal comunicação aconteça.

3 MODELO TCP/IP

O TCP/IP é um conjunto de protocolos de comunicação entre computadores em rede (também


chamado de pilha de protocolos TCP/IP). O conjunto de protocolos pode ser visto como um modelo de
camadas, onde cada camada é responsável por um grupo de tarefas, fornecendo um conjunto de serviços
bem definidos, para o protocolo da camada superior. As camadas mais altas, estão logicamente mais perto
do usuário (chamada camada de aplicação), e lidam com dados mais abstratos, confiando em protocolos de
camadas mais baixas, para tarefas de menor nível de abstração.

3.1 As camadas do modelo TCP/IP

O TCP/IP é uma sequência de protocolos e pode ser conectado a varias redes de maneira uniforme,
baseado em um modelo de referência de quatro camadas. Todos os protocolos que pertencem ao conjunto de
protocolos TCP/IP, estão localizados nas três camadas superiores desse modelo.
 A camada de aplicação define os protocolos de aplicativos TCP/IP, e como os programas
host estabelecem uma interface com os serviços de camada de transporte, para usar a rede. Seus
protocolos são: HTTP, Telnet, FTP, TFTP, SNMP, DNS, SMTP, X Windows, e outros protocolos
de aplicativos;
 A camada de transporte fornece gerenciamento de sessão de comunicação entre
computadores host. Define o nível de serviço e o status da conexão usada durante o transporte de
dados. Seus protocolos são: TCP, UDP, e RTP;
 A camada de internet empacota dado em datagramas IP, que contêm informações de
endereço de origem e de destino usadas para encaminhar datagramas entre hosts e redes.
Executando o roteamento de datagramas. Seus protocolos são: IP. IP, ICMP, ARP e RARP;
 A camada de interface de rede especifica os detalhes de como os dados são enviados
fisicamente pela rede, inclusive como os bits são assinalados eletricamente por dispositivos de
hardware que estabelecem interface com um meio da rede, como cabo coaxial, fibra óptica ou fio de
cobre de par trançado. Seus protocolos são: Ethernet, Token Ring, FDDI, X.25, Retransmissão de
Quadros e RS-232.

4 AS DIFERENÇAS DO MODELO OSI E TCP/IP

O modelo TCP/IP não designa com clareza a diferença entre serviços, interface e protocolo, segundo
(TANENBAUM, 2003, p. 48), pois os únicos serviços reais oferecidos pela camada de interface são:
SEND IP PACKET (enviar pacote IP) e RECEIVE IP PACKET (receber pacote IP) e seus protocolos, os
padrões em torno dos quais a Internet se desenvolveu, portanto o modelo TCP/IP ganha credibilidade apenas
por causa dos seus protocolos, já o modelo OSI é bem mais encapsulado, onde pode ser substituído com
facilidade e conforme as mudanças da tecnologia.
O modelo OSI é compatível com a comunicação sem conexão e com a comunicação orientada a
conexões, onde a camada de transporte é aceitável apenas a comunicação orientada a conexões, já no
modelo TCP/IP só tem um modelo de operação na camada de rede, mais aceita ambos na camada de
transporte, oferecendo aos usuários a possibilidade de escolha.

5 CONCLUSÃO

Tanto o modelo OSI como o modelo TCP/IP são estruturados em pilhas de protocolos formando assim
diversos níveis, utilizando os serviços do nível inferior, mas possuindo suas vantagens de ser um sistema
estruturado com facilidade de entendimento e visualização, permitindo a interconexão entre sistemas de
diferentes fabricantes graças o encapsulamento, desde que o padrão de cada nível seja aberto.
Assim o modelo OSI fornece uma serie de padrões para a transmissão dos dados em rede, atráves de
camadas, possibilitando ao modelo TCP/IP se orientar para a construção dos protocolos necessários a
comunicação.

REFERÊNCIAS

TANENBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. Tradução de Vanderberg D. de Souza. 4 ed.Rio de


Janeiro: Campus,2003.(40-49 p).

WIKIPEDIA, A Enciclópedia Livre.Modelo OSI. Disponivel em < pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_OSI>.


Acesso em 14 set 2010.

__________________.TCP/IP. Disponível em < pt.wikipedia.org/wiki/TCP/IP>.Acesso em 15 set 2010.