Você está na página 1de 13

INSTITUTO ENSINAR BRASIL

FACULDADE UNIFICADAS DOCTUM DE IUNA


CURSO DE PEDAGOGIA

CECILIA GOMES

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM CICLO DE


ALFABETIZAÇÃO

IUNA ES
2020
CECILIA GOMES

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM CICLO DE


ALFABETIZAÇÃO

Relatório de Estágio Curricular


Supervisionado em Ciclo de
Alfabetização, apresentado no 4º período
do curso de Pedagogia, da Faculdade
Unificadas Doctum de Iuna ES, como
requisito para obtenção do grau em
Licenciatura plena em Pedagogia.
Orientadora Prof. Esp. Giselle Cristina de
Souza Dutra

IUNA ES
2020
SUMÁRIO

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS .................................................................................. 3


2 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES ............................................................................ 4
2.1 PARTICIPAÇÃO ................................................................................................... 4
2.1.1 Caracterização da Instituição de Ensino ....................................................... 4
2.1.2 O trabalho pedagógico ................................................................................... 6
2.2 INTERVENÇÃO .................................................................................................... 8
2.2.1 Investigação da prática ................................................................................... 8
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS .................................................................................. 9
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ........................................................................ 10
ANEXOS ................................................................................................................. 11
3

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Este relatório de estágio foi elaborado para atender a disciplina de Estágio Curricular
Supervisionado em Ciclo de Alfabetização do 4° Período da Faculdade Unificada
Doctum de Iuna ES.

O estágio supervisionado é um instrumento obrigatório, de acordo com a Lei de


Diretrizes e bases (LDB 9394/96), que estabelece a regulamentação para que o
aluno vivencie as práticas referentes à sua área de atuação, e permite a articulação
entre o ambiente escolar e o ambiente acadêmico, pois através dele foi possível
ampliar os conhecimentos sobre o funcionamento da escola assim como os
conhecimentos teóricos expressos na orientação realizada na faculdade.

Esse estágio tem como objetivo demonstrar a relação da gestão escolar com os
alunos em relação à pandemia do COVID-19, aprimorar o campo do olhar
acadêmico para o campo do estágio no ciclo de alfabetização.

Considerando a suspenção das aulas presenciais, em atenção a PORTARIA Nº 343,


DE 17 DE MARÇO DE 2020, o estágio foi elaborado de forma remota.

Este relatório apresenta a experiência da caracterização da escola, elaboração de


um plano de aula e a entrevista com a Gestora responsável da Escola Municipal de
Educação Infantil e Ensino Fundamental Eliza Pacheco Alves do município de
Ibitirama ES.
4

2 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

2.1 PARTICIPAÇÃO

2.1.1 Caracterização da Instituição de Ensino

O Estágio foi elaborado com a Gestora da Escola Municipal de Educação Infantil e


Ensino Fundamental Eliza Pacheco Alves, localizada na Rua João Rosa Pereira, s/n,
Centro, CEP: 29.540-000, Ibitirama ES, com o código do INEP sob o n.° 32074360,
escola essa pública e urbana.

A Escola Eliza Pacheco Alves, busca ser um espaço de conhecimento, alegria,


respeito e cordialidade. Inserindo na vida dos alunos o conhecimento curricular
necessário e exigido, mas também criar um ambiente propício para que seus alunos
se socializem dentro das boas práticas e valores morais. Sendo aluno concebido em
sua individualidade bem como parte de uma sociedade.

Funcionamento: Prédio próprio, água da rede pública, energia elétrica da rede


pública, rede de esgoto e coleta de lixo periódica.

Estrutura: Sala de diretoria, sala de professores, sala de leitura, laboratório de


informática, sala de recursos multifuncionais para atendimento educacional
especializado, quadra de esportes coberta, cozinha, banheiro adequado a alunos
com deficiência ou mobilidade reduzida, banheiro com chuveiro e pátio descoberto.

Recursos: iRetro retroprojetor, iMultimidia projetor multimidia - datashow, 18 salas


existentes, 4 equipamentos de TV, 4 aparelhos de DVD, 2 copiadoras, 2
impressoras, 3 aparelhos de som, 18 computadores na escola, 3 para uso
administrativo, 15 para uso dos alunos, 54 funcionários e acesso a internet.

Alimentação: Oferece alimentação escolar para os alunos e atendimento


educacional especializado.

Modalidade: Ensino regular, pré-escola (4 e 5 anos) e ensino fundamental, com


turno matutino e vespertino.

Turmas:
5

Educação Infantil - Pré-escola


Aulas no período da Manhã e Tarde
Número de turmas 7 / Média de alunos por turma: 18

Ensino Fundamental - 1º Ano


Aulas no período da Manhã e Tarde
Número de turmas 4 / Média de alunos por turma: 19
Artes (Educação Artística, Teatro, Danças, Música, Artes Plásticas e outras)
Ensino Religioso
Educação Física

Ensino Fundamental - 2º Ano


Aulas no período da Manhã e Tarde
Número de turmas 5 / Média de alunos por turma: 16
Artes (Educação Artística, Teatro, Dança, Música, Artes Plásticas e outras)
Ensino Religioso
Educação Física

Ensino Fundamental - 3º Ano


Aulas no período da Manhã, Tarde
Número de turmas 6 / Média de alunos por turma: 17
Artes (Educação Artística, Teatro, Dança, Música, Artes Plásticas e outras)
Ensino Religioso
Educação Física

Ensino Fundamental - 4º Ano


Aulas no período da Manhã, Tarde
Número de turmas 4 / Média de alunos por turma: 20
Artes (Educação Artística, Teatro, Dança, Música, Artes Plásticas e outras)
Ensino Religioso
Educação Física

Ensino Fundamental - 5º Ano


Aulas no período da Manhã, Tarde
6

Número de turmas 5 / Média de alunos por turma: 19


Artes (Educação Artística, Teatro, Dança, Música, Artes Plásticas e outras)
Ensino Religioso
Educação Física

2.1.2 O trabalho pedagógico

O termo “didática” encontra duas definições distintas, bastante usuais. A primeira,


que situa a didática como uma das disciplinas da Pedagogia, estuda os
componentes do processo: conteúdos, ensino e aprendizagem. Outra definição, que
vai embasar nossos estudos, é a que considera a didática como o conjunto de
princípios e técnicas que se aplicam ao ensino de qualquer componente curricular,
estabelecendo normas gerais para o trabalho docente, a fim de conduzir a
aprendizagem.

A Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Eliza Pacheco Alves


trabalha a partir de uma grande diversidade de materiais didáticos, cada qual com
uma finalidade.

A massinha utilizada no Ensino Infantil, por exemplo, além de ser um instrumento


para o desenvolvimento da criatividade, da capacidade de representação e da
motricidade fina, é, em si, um material didático, já que pode ser utilizada para a
aquisição de conhecimentos.  Manuseando a mansinha, o aluno aprende a distinguir
e a caracterizar o mole e o duro, aprende a classificar (as cores), aprende que,
mesmo quando mudamos a forma do objeto, a quantidade de massinha não muda
(permanência do objeto), etc.

Desde o Ensino Infantil, os alunos são progressivamente apresentados a


um conjunto de materiais didáticos, cuja diversidade e complexidade vão
aumentando: folhas de atividades, materiais para as tarefas de casa, cartelas de
números e de letras, dominó, mapas, tabelas de símbolos, etc. Eles tem, também,
contato com os livros de literatura infantil (um diferente por semana), importantes em
todas as fases do desenvolvimento infantil, que auxiliam na alfabetização e ajudam a
desenvolver o gosto da leitura.
7

A partir do 2º ano do Fundamental, são introduzidos os livros didáticos, escolhidos


pelos professores entre as inúmeras obras disponíveis no mercado. Procuramos, em
cada disciplina, o livro que mais de adequa à forma de trabalho da Escola, que
contenha exercícios e desafios, que seja rico em informações e próximo da vida e o
mundo real em que vivem os alunos, que permita um estudo dinâmico e variado, que
contribua para o desenvolvimento do pensamento crítico.

Sempre que possível, buscamos manter a mesma coleção ao longo dos anos, de
forma que o aluno possa se familiarizar com a forma de organização dos livros e a
garantir maior continuidade e homogeneidade no trabalho dos professores.

Além dos livros didáticos, os professores elaboram materiais de apoio, projetam


filmes ou apresentações que elaboram, realizam experiências em sala de aula. Parte
deste material é disponibilizado para os alunos por meio do sistema acadêmico.

Tão importante quanto à apreensão dos conteúdos das diversas disciplinas é o


desenvolvimento de habilidades e competências para a vida e para os estudos. Por
essa razão, damos importância aos projetos, às tarefas de pesquisa, aos trabalhos
individuais e coletivos.

Por essa razão, também, é comum observarmos um “descolamento” entre o livro e o


conteúdo programático da Escola. Como privilegiamos o conhecimento do mundo
em que vivem os alunos, é frequente a troca de conteúdos dos livros por atividades
de pesquisa sobre nossa realidade prática, por saídas de estudo ou por material
desenvolvido pelo próprio professor (projeção de vídeos, textos coletados em outras
fontes, etc). Assim, o fato de não trabalharmos todo o conteúdo do livro em um
determinado ano não significa que deixamos para trás parte do conteúdo que
deveria ser abordado.

As estratégias pedagógicas evoluem de forma significativa ao longo de todo o


Ensino Fundamental. Além das tarefas e trabalhos individuais, os trabalhos em
grupo tornam-se cada vez mais frequentes, as pesquisas cada vez mais complexas,
as formas de apresentação dos trabalhos cada vez mais variadas (power-points,
jograis, encenações, animações, cartazes, vídeos).

 os livros didáticos propriamente ditos, por disciplina;


8

 as apostilas para as atividades em sala de aula (resumo dos livros, com


exercícios utilizados pelos professores em sala);
 os cadernos de exercício, para os estudos em casa (tarefas mínimas, tarefas
complementares, com as resoluções).

2.2 INTERVENÇÃO

2.2.1 Investigação da prática

A entrevista realizada foi elaborada com a Gestora e Pedagoga Simoni Maria Ogioni
e Simone Monteira da Silva Carvalho, responsável sobre a Escola Municipal de
Educação Infantil e Ensino Fundamental Eliza Pacheco Alves, localizada na Rua
João Rosa Pereira, s/n, Centro, CEP: 29.540-000, Ibitirama ES, a entrevista foi
realizada através do aplicativo Whatsapp no 25 de Novembro de 2020.

Perguntas realizadas na entrevista com a Gestora e Pedagoga da Escola Eliza


Pacheco Alves:

1- Em que escola você trabalha? Qual a sua formação?


2- Como você avalia a relação da Pandemia do COVID-19 com a sua atividade
profissional?
3- Quais são os desafios da prática educativa que mais marcam a sua vida?
4- Como sua instituição se organizou para se adaptar a esse novo contexto?
5- Que habilidades ou características o profissional precisa ter depois de
lidarmos com esse momento inédito?
6- Fale sobre o planejamento e a avaliação na sua área de trabalho.
7- Como se dá a relação com a comunidade que sua instituição atende?
8- Qual foi o desenvolvimento dos alunos com necessidades especiais com a
nova modalidade da educação?

3 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao concluir este trabalho podemos compreender a importância do estágio


9

supervisionando na formação docente, nesse momento de pandemia que estamos


vivenciando, nós não podemos estar presente dentro do âmbito escolar, mas pude
vivenciar através da entrevista o quanto os professores e toda rede escolar tem se
dedicado para levar o melhor aprendizado para os alunos de forma remota.

Foi relevante vê a relação do trabalho educativo da escola em relação ao COVID-19,


assim sendo, obtivemos experiências que irão favorecer nossas vidas pessoais e
profissionais.

Enquanto futuros professores, temos que aprender e reaprender todos os dias, para
conseguirmos alcançar a maioria, já que com certeza alcançar a todos seria uma
utopia. Temos que entender que além de muito a ensinar, temos muito a aprender,
diariamente com os alunos.

E a excelência na educação está diretamente ligada à capacidade do professor em


se atualizar e se preparar cada vez mais para exercer a sua profissão. As
tecnologias e a comunicação se evoluem de forma rápida e constante e os alunos,
enquanto cidadãos do mundo evoluem na mesma velocidade, onde podemos
concluir que não há lugar para professores que não acompanhem essa evolução.

Compreende-se que para atuar na Educação Infantil é necessário não somente


gostar de crianças, mas também uma formação consistente e uma reflexão
constante sobre nossas práticas, procurando sempre inovar, além disso, precisamos
está aberto a indagações, à curiosidade, às perguntas das crianças, e estarmos
sempre atualizados, estudando e pesquisando variados assuntos.

De uma forma geral percebeu-se que a entrevista realizada em forma de estágio


proporcionou uma análise mais ampla de todo trabalho realizado na escola para se
inovar nesses tempos de pandemia, foi um trabalho entre união de escola e família
que pode ajudar os alunos nessa nova forma de aprendizagem.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Diário Oficial – Substituição das aulas presenciais por aulas no meio digital
https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376
10

acesso em 01 Dez de 2020.

Plano Pedagógico da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental


Eliza Pacheco Alves no Município de Ibitirama ES – https://ibitirama.es.gov.br/
Acesso em 01 dez de 2020.

Dados e informações escolares da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino


Fundamental Eliza Pacheco Alves no Município de Ibitirama ES – Acervo da Escola.
11

ANEXOS

Resposta da entrevista realizada:


Anexo1
12

Anexo 2:
Respostas da entrevista realizada:

Você também pode gostar