Você está na página 1de 2

A Teoria de Gaia

24-04-10

O Dia da Terra foi criado em 1970 quando o Senador norte-americano


Gaylord Nelson convocou o primeiro protesto nacionalcontra a poluição. É
festejado em 22 de abril e a partir de 1990, outros países passaram a
celebrar a data.

A teoria de Gaia – tese apresentada em 1969 pelo britânico James E.


Lovelockque que afirma ser o planeta Terra um ser vivo, que sua biosfera é
capaz de gerar, manter e regular as suas próprias condições de meio-
ambiente, ou seja: é a vida da Terra que cria as condições para a sua
própria sobrevivência, e não o contrário, como as teorias tradicionais
sugerem. Com o fenômeno do aquecimento global e a crise climática no
mundo, a hipótese tem ganhado credibilidade entre cientistas.

Frustração, decepção, fracasso, tragédia. Essas foram algumas das palavras


utilizadas por presidentes, ministros, embaixadores, jornalistas e
profissionais presentes na 15ª Conferência das Partes da Convenção Marco
das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-15). Sem dúvida palavras
que ninguém gostaria de ter ouvido no final de um evento que tinha como
principal objetivo pactuar as regras e diretrizes que seriam seguidas pelos
192 países presentes a fim de proteger a raça humana e o planeta contra os
efeitos do aquecimento global.

Lições devem ser tiradas de todas as COPs para que a COP-16, que
acontecerá no México em 2010, realmente, signifique uma mudança de
rumo. Mudança que segundo Carlos Nobre, pesquisador do INPE e um dos
representantes do Brasil no IPCC, deveria ter sido realizada há muito tempo.
Em entrevista a um canal de televisão ele ressaltou: “se esse fracasso
tivesse ocorrido em 1994, quando o painel de cientistas já avisava sobre os
potenciais impactos do aquecimento, não seria desesperador, mas após
quinze anos fracassarmos, isso é desesperador.”

Celso Furtado em seu livro de 1974 “O Mito do Desenvolvimento


Econômico” concluía:

“…na civilização industrial o futuro está em grande parte condicionado por


decisões que já foram tomadas no passado e/ou que estão sendo tomadas
no presente em função de um curto horizonte temporal. Na medida em que
avança a acumulação de capital, maior é a interdependência entre o futuro
e o passado. Conseqüentemente, aumenta a inércia do sistema, e as
correções de rumo tornam-se mais lentas ou exigem maior esforço…”

O longa-metragem “Guerra ao terror” derrotou a superprodução “Avatar” e


foi consagrado com seis Oscars. “Avatar”, que dividia com “Guerra” a
liderança na disputa, levou para casa três estatuetas, todas de categorias
técnicas: melhor direção de arte, fotografia e efeitos visuais. Qual a relação
entre a Teoria de Gaia o COP 15 e Avatar e ainda onde entra Guerra ao
Terror.

Hollywood retransmitiu ao mundo a mensagem expressa no COP 15. O filme


Avatar tenta mostrar ao público que nossas ações desencadeiam reações
que podem transformar; drasticamente o meio que vivemos. Num
contraponto, o também sucesso “2012” que passa a mensagem que nada
podemos fazer para evitar o que vai acontecer a Terra enquanto “O dia
depois de amanhã” nos coloca como diretamente responsáveis por tudo.

No meio dessa guerra de ideologias ambientais e imperiais o Oscar vai


para… “Guerra do terror”.

O vício econômico do senhor mercado que criou a dependência do


consumismo não encontrará o caminho da cura nas terapias da
sustentabilidade.

Seria ingenuidade nossa acreditar que o sistema será mudado, mas não
seria impossível mudarmos nossos hábitos para mudar o sistema.